Volkswagen é primeira montadora brasileira a criar plataforma de NFTs em parceria com maior startup brasileira de blockchain

Volkswagen é primeira montadora brasileira a criar plataforma de NFTs em parceria com maior startup brasileira de blockchain

O mercado de NFT tem conquistado cada vez mais atenção do público e mais investimentos por parte de marcas de diversos segmentos. Responsável por promover novas experiências e inovar as relações de consumo entre empresas e seus públicos, além de gerar mais engajamento, pode contribuir para a criação de novos mercados e na geração de novos negócios. E nesse contexto, a OnePercent se tornou parceira da Volkswagen no projeto Digital Garage VW. A startup brasileira, referência e líder em tecnologia blockchain na América Latina, é a responsável por criar a plataforma de NFT da montadora, bem como o processo de “mintagem” dos tokens não-fungíveis. 

O Digital Garage VW traz para o público conteúdos digitais exclusivos, com séries especiais envolvendo os carros da Volkswagen, packs colecionáveis não só de modelos icônicos da marca, mas também dos clássicos e dos chamados concept cars. Desta forma, os fãs do mercado automotivo podem colecionar os itens, formando, literalmente, uma garagem digital. “A OnePercent tem uma trajetória marcada por participar de projetos disruptivos para o mercado, e essa parceria com a Volkswagen reforça nosso posicionamento de criar pontes para pessoas e empresas ao ingressarem à web3”, destaca Fausto Vanin, cofundador da startup. 

“É uma nova experiência para os fãs da marca interagirem utilizando a tecnologia dos NFTs e tudo o que ela proporciona. Somando as duas coleções, estamos lançando mais de 60 cards digitais representando modelos consagrados e ícones da Volkswagen. E vem muito mais por aí”, afirma Ciro Possobom, COO da Volkswagen Brasil e vice-presidente de Finanças e TI para Brasil e Região SAM.

Além de ser um projeto estruturado em uma plataforma sustentável de NFTs, criada pela OnePercent e que compensa a pegada de carbono gerada na mintagem de cada token, a ação também carrega consigo a possibilidade de pagamentos por meio de cartão de crédito, pix e até mesmo em criptomoeda. “Apostamos que todas essas alternativas para apoiar o público a ingressar em modelos da nova economia”, explica Vanin. 

A escolha da rede Polygon para a mintagem dos NFTs se dá pelo fato de ser uma solução que depende de um modelo de consenso chamado proof of stake (ou PoS), que é mais favorável ao meio ambiente, e ainda apoiado pela segurança da rede Ethereum. De acordo com Vanin, “desta forma, o NFT do Digital Garage VW ganha ainda mais em sustentabilidade, segurança e usabilidade”. 

A novidade foi lançada hoje, 11 de abril, para o mercado brasileiro por meio de uma live no canal do Youtube da VW. O uso de criptoativos pela montadora é uma maneira de ampliar a experiência não só de seus clientes, mas de qualquer pessoa que tenha alguma afinidade com este segmento. A exclusividade é a principal característica de um NFT: é a representação digital de um bem – como uma obra de arte – por meio da tecnologia blockchain. Esse tipo de token não é substituível por outra coisa de mesma espécie, quantidade e valor. Com isso, cada ativo digital é único, autêntico e original. 

“Quando optamos por criar uma plataforma exclusiva da Volkswagen e não utilizar as que já estão disponíveis no mercado, pensamos na democratização da tecnologia. Isso porque a grande maioria desses Marketplaces trabalham exclusivamente com criptomoedas. Na Digital Garage VW, será possível pagar de várias maneiras, como cartão de crédito, Pix, além, é claro, de criptomoeda”, afirma Fábio Rabelo, head de Digitalização e Novos Modelos de Negócio da Volkswagen América Latina.

Na plataforma do Digital Garage, desenvolvida para armazenar, trocar e comercializar os itens digitais, o público encontrará, de início, duas coleções. Uma delas é a GT Collection, com 23 modelos GT Series. A outra é a Pen&Paper, que reúne 45 sketches de modelos consagrados. Os cards têm três níveis de raridade: hero (cerca de 80% das imagens disponíveis), premium (aproximadamente 15% dos colecionáveis) e legend (menos de 5%). Desenvolvidos pelo VW Design Studio, os NFTs serão disponibilizados em pacotes com três opções aleatórias, mas haverá, ainda, a opção de pacote especial com cinco cards, aumentando as chances de aquisição de itens mais raros. 

Quem comprar os tokens não-fungíveis passa a ter a propriedade original de uma obra exclusiva. A arte e os metadados, ou seja, as informações que descrevem o que esse ativo digital está representando, ficarão armazenados em IPFS: um serviço que permite ao proprietário acessar seu ativo estando conectado à internet ou não. 

Neste primeiro momento, serão oferecidos itens 100% digitais, mas há a previsão de implementar nas próximas coleções experiências e itens físicos associados às NFTs da marca. A OnePercent ainda vai implementar um novo modelo de vendas a partir de leilões de itens únicos e desenvolvidos pela VW especialmente com essa finalidade. E o Digital Garage VW deve oferecer, no futuro, um marketplace que permitirá revender os cards (atuais ou de coleções encerradas), doar ou presentear outras pessoas dentro da plataforma. 

“Estamos entusiasmados em ter o marketplace de NFTs da OnePercent facilitando o uso dos tokens em diferentes contextos, como o setor automotivo. Esse projeto nos ajuda a tornar o blockchain ainda mais democrático”, finaliza Fausto Vanin.

Comments are closed