Shell StartUp Engine apresenta 10 negócios em energias renováveis, circularidade do plástico e cidades inteligentes

Shell StartUp Engine apresenta 10 negócios em energias renováveis, circularidade do plástico e cidades inteligentes

A primeira edição brasileira do Shell StarUp Engine chegou ao fim com a apresentação de 10 startups focadas em promover negócios sustentáveis. O Shell StartUp Engine Demo Day, realizado na última semana, no Museu do Amanhã, reuniu cerca de 70 convidados entre investidores, mentores e representantes de empresas e instituições, além de cerca de 600 pessoas na transmissão on-line ao vivo. Lançado no Brasil em 2021, a iniciativa global da Shell fomenta o empreendedorismo, oferecendo capacitação, mentoria e aceleração a startups disruptivas em estágio inicial a médio de maturidade.  

Durante o Demo Day, as 10 startups, vindas de diversas regiões do país e selecionadas a partir das 150 soluções inscritas nesta edição, apresentaram seus negócios, todos com foco em energias renováveis, circularidade do plástico e cidades inteligentes. São elas: Green Mining (https://greenmining.com.br/), Eco Panplas (http://ecopanplas.com.br/), PYPIV (https://pypiv.com/), Atlas Power (http://www.atlaspower.net/), BeepBeep(https://www.beepbeep.com.br/), Ecomilhas (https://ecomilhas.me/), HORUS (https://horus.global/), NINA (https://portal.ninamob.com/), Clean Ocean Fiber Technology (https://loopcell.life/) e Eloé Energy (https://www.eloe.energy/). 

Entre capacitação, mentoria e aceleração comercial, o Shell StartUp Engine teve duração de seis meses. As startups participaram de mais de 200 encontros, incluindo 25 workshops e sessões individuais com experts, e contaram com o apoio de mais de 70 mentores do mundo todo. O programa é executado pela Startupbootcamp, uma das maiores aceleradoras de startups do mundo.  

– Estamos muito felizes com o lançamento do nosso primeiro programa de investimento social em âmbito nacional na Shell Brasil. Nesta primeira edição do Shell StartUp Engine, focamos em soluções com potencial para gerar mudanças inovadoras em um cenário de negócios inteligentes e sustentáveis. Reunimos empreendedores de peso, com alta capacidade para seguir o propósito do programa. Após as apresentações, em momento de networking, foram iniciadas algumas negociações entre startups e empresas interessadas – comenta Flavio Rodrigues, vice-presidente de Relações Corporativas da Shell Brasil.  

Comments are closed