Marketplaces B2B faturam mais que as plataformas B2C

Marketplaces B2B faturam mais que as plataformas B2C

Segundo dados da McKinsey, as vendas online do mercado B2B cresceram 62% após o início da pandemia, este mercado deixou de ser somente uma tendência, e se tornou uma realidade, atualmente possui um faturamento 3 vezes maior que as plataformas B2C.

O marketplace B2B veio como solução e evolução para o comércio entre empresas, ou seja, eles são plataformas virtuais que reúnem diversos negócios que ofertam soluções para outras empresas, onde transações comerciais são feitas entre pessoas jurídicas. 

Este segmento nada mais é que um ambiente online, totalmente voltado para empresas, e funciona como um intermediário entre compradores e fornecedores, e tem como objetivo promover negócios de forma mais ágil e inteligente. Virtualmente, o comprador consegue encontrar produtos e serviços direcionadas a cada tipo de negócio, podendo ainda comparar preços e especificações em tempo real.

Atualmente, esta categoria de marketplaces têm sido cada dia mais utilizada, sendo um reflexo da transformação digital, podendo gerar benefícios para as empresas, como a agilidade na criação de propostas e no tempo de resposta, promovendo mais agilidade na comunicação com os clientes, maior padronização e controle do processo, entre outros. 

“Hoje na AWS (Amazon Web Services), por exemplo, há um Marketplace onde o cliente pode comprar soluções de terceiros. Assim como na Microsoft e Azure, o cliente corporativo pode ali contratar produtos, revendas, licenças e também incluir vários serviços de valor agregado, possibilitando a unificação de tudo em uma única fatura e, consequentemente, gerando maior controle do seu TCO (Total Cost of Ownership) de seu TI”, explica Guilherme Barreiros, Diretor Geral da Nextios.

O marketplace B2B se tornou uma ótima alternativa para as empresas, já que além de muitas vantagens, traz novas oportunidades e a facilidade para o fechamento de negócios em apenas alguns cliques. 

Comments are closed