Sebrae for Startups premia 103 deep techs mais promissoras para 2023

Sebrae for Startups premia 103 deep techs mais promissoras para 2023

Sebrae-SP realiza a cerimonia de entrega do Prêmio Startups do Futuro, com a participação do Professor Sylvio Goulart Rosa, conselheiro do Sebrae. São Paulo – SP 07.12.2022 Gilberto Marques/SebraeSP

Em parceria com a Wylinka, Prêmio Startups do Futuro foi realizado no dia 8 de dezembro, em São Paulo

As startups científicas mais promissoras para 2023 foram reveladas no Prêmio Startups do Futuro promovido pelo Sebrae for Startups e Wylinka, no dia 8 de dezembro, em São Paulo. O reconhecimento envolveu 103 startups do Estado de São Paulo com alto potencial de crescimento e impacto no ecossistema de inovação.

O Prêmio abrange as chamadas deep techs, empresas que desenvolvem tecnologias robustas e complexas, que normalmente são resultado de pesquisas acadêmicas e anos de estudos, ensaios, testes, desenvolvimento e certificações até finalmente chegar no mercado.

Para receber a premiação, as startups foram agrupadas em três grandes categorias: Bioeconomia; Saúde e Desenvolvimento Social; e Indústria e Inteligência Artificial.

“O Prêmio Startups do Futuro envolveu um rigoroso processo de avaliação, com a participação de especialistas e evidencia para o mercado a força, os diferenciais competitivos e o potencial de impacto das startups de base científica e tecnológica. São soluções que reforçam São Paulo como um hub gerador de tecnologia avançada”, destaca Marco Vinholi, diretor-superintendente do Sebrae-SP.

Panorama

A realização do prêmio resultou ainda no mapeamento das startups de base científica e tecnológica do Estado de São Paulo com destaque para um crescimento expressivo a cada triênio, com um aumento acentuado entre 2017 e 2019. O número de startups fundadas salta de 13 entre 2011 e 2013 para 64 entre 2014 e 2016 e chega a 87 entre 2017 e 2019.

Outro ponto relevante é o potencial de inovação com espaço para crescer. Isso porque 60% das empresas desenvolvem soluções para um mercado consolidado, enquanto apenas 30% exploram novos mercados. Em sua maioria, as startups desenvolvem tecnologias nas áreas de biotecnologia, Big Data, Inteligência Artificial e Machine Learning.

Essas startups enfrentam não só desafios técnicos e de mercado, mas desafios científicos, que envolvem sucessivas validações dos processos por pesquisa, sendo necessário um maior número de testes e, com frequência, a regulamentação por órgãos como Anvisa.

Em média, o tempo de desenvolvimento tecnológico é de um a cinco anos. “O mapeamento é importante para mostrar a realidade das deep techs, os desafios enfrentados e também o grau de inovação dos negócios. O Prêmio é um reconhecimento público e o estudo é um material para dar ampla visibilidade às startups”, afirma Maria Augusta Miglino do Sebrae for Startups.

No quesito captação de investimento, 70% delas já captaram recursos de fomento público por meio de editais, como Pipe-Fapesp e Finep. E ainda, 50% delas receberam investimento superior a R$ 1 milhão.

Metodologia

Por meio de uma chamada pública, indicação via escritórios regionais do Sebrae-SP, do ecossistema de inovação e pelo mapeamento ativo realizado pela Wylinka e pelo Núcleo de Política e Gestão Tecnológica da USP (PGT), foram mapeadas, inicialmente, 531 startups com potencial de participação no prêmio.

Um primeiro filtro eliminou as empresas sem base científica e tecnológica e as de fora do Estado, chegando a 388 nomes. Na segunda fase, 277 informaram dados adicionais para uma avaliação mais aprofundada. Cada uma delas foi avaliada por dois avaliadores técnicos e dois avaliadores de negócios, resultado em um total de 908 pareceres.

As startups com as maiores médias das notas dos avaliadores foram contempladas com o Prêmio.

Startups premiadas:

3D Biotechnology Solutions – 3DBS

7waves

Acta robotics

Adroit Robotics

AgriConnected

Agrientech

Altave

Ambar

Analytics2go

Argonautica

Autaza

Automni

Baruk

Biobreyer

BioEdTech

BIOinFOOD

Biolambda

BioLinker

Biologix

Biopolix

Bioprocess Improvement

BirdView

BITI9 Business IT Innovation

Bloom Edtech

Brain4care

Cacaus Biocosméticos

Cellco

Celluris

Cobli

Cor . Sync

Cromai

CUBI Energia

Dana Agro

Desh

Eco Panplas

Ecotrace Solutions

Ecra Biotec

Eleve Science

EMSISTI

Especiarias Amazônia

FIT – Fine Instrument Technology

Fullface

Gedanken

GlucoGear

Gove

Green Mining

Greengraphe grupo

Guiaderodas

Harpia Health Solutions

Hoff Analytics

Homebook Smart Portaria

Horus Smart Detections

Hydroflex

IAssist

IBBX

Identilabel

In Situ

InCeres

Infill

Infinite Foundry

Inspectral

Itera

Ja fui Mandioca

Justto

Kimera Biotecnologia

Kronoos

LabXon

Life Biological Control

LizarBio Therapeutics

M2D1 Biossegurança

MeteoIA

Mindsight

Mirscience

nChemi

NEOGENYS

Neural Mind

NeurUX

Omni-electronica

Onkos

PBF Nutrientes

PinPeople

Predify

Quanticum

Quantis

R-Crio

RheaBiotech

Rubian Extratos

Sardrones

Saúde

SaveLivez

Scicrop

Scipopulis

Seer

Shelfpix

Stattus 4

Tarvos

TIH – Tecnologia de Interação Humana

Time Energy

TISMOO

Toledo & Souza Engenharia

Vivax

Yosen

Zetta Health Analytics

Ziel Biosciences

Comments are closed