Positivo Tecnologia capacita profissionais para suporte avançado em assistência técnica e aumenta a produtividade da área em 30%

Positivo Tecnologia capacita profissionais para suporte avançado em assistência técnica e aumenta a produtividade da área em 30%

A adesão à digitalização e o aparecimento de novas empresas no último ano, impactaram diretamente o setor de tecnologia no que diz respeito à mão-de-obra especializada, abrindo oportunidades de trabalho para os profissionais da área de Tecnologia da Informação. Segundo a pesquisa ‘Mapa de Empresas’, conduzida pelo Ministério da Economia, só em 2021 surgiram mais de quatro milhões de novas empresas. Com 48,5% delas concentradas na prestação de serviços, o setor de tecnologia também cresceu com esses novos negócios.
 

Para realizar esse trabalho, a Positivo Tecnologia, empresa brasileira de tecnologia, possui uma estrutura especializada na prestação de serviços para pequenas, médias e grandes empresas, a Positivo Tech Services. A unidade de negócios possui uma rede de assistência técnica mista que envolve os 1.400 profissionais terceirizados e 200 técnicos próprios com a finalidade de prestar assistência técnica a equipamentos tecnológicos de todas as marcas do mercado. Seu maior desafio trabalhando nesse modelo é garantir que o atendimento seja rápido, considere a necessidade específica de cada empresa e tenha o mesmo nível de qualidade para todos os clientes e em qualquer região do Brasil, independentemente da forma de contratação do profissional.
 

Neste contexto, a Positivo Tecnologia criou a Escola de Capacitação Técnica Positivo, para treinar e capacitar 100% dos profissionais contratados para realizar os atendimentos de assistência técnica. Com a ECTP, a Companhia oferece cursos que vão ajudá-los no aspecto comportamental, na integração do colaborador com os conceitos, cultura da Positivo Tecnologia e propósito da Positivo Tech Services, bem como para entender o que se espera do técnico diante do atendimento dos clientes de sua carteira. Além disso, são ministrados cursos como Administrativos, Logística, Financeiro, Direção Defensiva e outros que agregam valor à carreira do profissional.
 

“A estratégia de capacitar e aprimorar as habilidades desses profissionais está em linha com a missão que temos de oferecer serviços de qualidade e personalizados aos nossos clientes. Toda essa estruturação mostra que estamos preparados para atender o aumento de demanda por tecnologia, principalmente, nos segmentos corporativo e instituições públicas”, comenta Marcos David, diretor de Operações e Serviços da Positivo Tecnologia.
 

Essa unidade de serviços é capaz de atender os 4,6 milhões de equipamentos fornecidos pela Positivo Tecnologia e suportados por seus técnicos especializados e certificados. Desde que a Positivo Tecnologia iniciou esse trabalho, foi possível aumentar a produtividade da área em 30%, com reflexos importantes na melhoria do tempo de atendimento, em todas as cidades do País, entre os anos de 2018 e 2022.
 

O profissional também recebe capacitação especializada e personalizada sobre os dispositivos fabricados pela Companhia, cursos para atendimento da linha de servidores da Positivo Servers & Solutions, que qualifica o profissional para atendimentos em Data Centers e com maior exigência técnica e criticidade em relação a prazos, e ainda, o aprendizado dedicado a cada projeto específico contratado e das multimarcas utilizadas pelos clientes da Positivo Tecnologia. Ou seja, somado à especialização técnica que o profissional tem em sua área, após ser cadastrado na base da Companhia, ele recebe treinamentos iniciais para aprimorar e nivelar o conhecimento, entender as exigências de segurança da informação e dos aspectos da LGPD, e se aperfeiçoar em relação ao dispositivo específico que irá operar.
 

Todos os materiais utilizados nos treinamentos são construídos por especialistas da Companhia, que tem expertise de mais de 30 anos no mercado de tecnologia, e ministrados na modalidade EaD e presencial, realizada na unidade de Alphaville — SP e em Curitiba-PR.

Comments are closed