Itaú Unibanco lança programa de formação em tecnologia exclusivo para pessoas com deficiência

Itaú Unibanco lança programa de formação em tecnologia exclusivo para pessoas com deficiência

Estão abertas as inscrições para mais uma edição do Bootcamp Itaú Devs, programa de formação em tecnologia promovido pelo Itaú Unibanco, desta vez exclusivo para pessoas com deficiência. No total, serão selecionados mais de 30 profissionais, que passarão por um treinamento com 9 meses de duração, incluindo etapas teóricas e práticas, com atuação em negócios do banco. O programa é gratuito e todos os selecionados serão contratados pelo Itaú desde o primeiro dia de formação.

Profissionais de todo o Brasil podem se inscrever no programa, e não é preciso ter experiência em tecnologia — basta ter mais de 18 anos e disponibilidade para trabalhar 8 horas por dia, de segunda a sexta-feira, em horário comercial. Além disso, é preciso e anexar o laudo médico que descreva a deficiência no momento da inscrição.

“Contemplar a diversidade em todas as áreas de uma empresa já é um consenso atualmente — mas ter times diversos na tecnologia é ainda mais fundamental para oferecermos produtos e serviços que realmente atendam a todos os perfis de nossa sociedade e que ajudem a proporcionar autonomia para cada vez mais pessoas no sistema financeiro. Esse programa, além de ser uma ótima oportunidade para quem tem interesse pela área mas ainda não tem formação, nos ajuda na missão de desenvolver soluções que atendam às demandas e sejam acessíveis por todos, além de fomentar a inclusão e aumentar as oportunidades de trabalho para pessoas com deficiência no mercado de tecnologia no Brasil. E esse é um caminho que começa de dentro para fora”, afirma Rodrigo Dantas, diretor de Tecnologia do Itaú Unibanco.

Os selecionados serão treinados em lógica de programação, Java e AWS. Os primeiros 3 meses do programa serão destinados à formação teórica e vivência em projetos do Itaú. Após esse período, o profissional ficará seis meses atuando em residência na equipe em que foi contratado para colocar em prática tudo o que aprendeu.

Nos últimos dois anos, o Itaú realizou 12 Bootcamps Itaú Devs — com edições exclusivas para pessoas trans, mulheres, pretos e pardos e pessoas com deficiência. No total, mais de 400 pessoas foram contratadas e treinadas, que atualmente trabalham no time de tecnologia. A partir de iniciativas como essa, o Itaú dobrou no último ano a representatividade de pessoas com deficiência em sua a área de Tecnologia, saltando de 280 no fim de 2020 para 560 em dezembro de 2021. O banco ainda foi pioneiro no sistema financeiro a levar conhecimento e oportunidades na área tecnologia para pessoas trans.

Bootcamp Itaú Devs — exclusivo para pessoas com deficiência

Período de Inscrição: 3/12 a 1/1

Processo seletivo: 2/1 à 18/1

Divulgação Aprovados e Admissão: 19/1 a 3/2

Início do treinamento: 8/2

Requisitos: Ser maior de 18 anos e ter disponibilidade de trabalhar 8h por dia de segunda a sexta-feira, em horário comercial

Treinamento: 3 meses de formação teórica em lógica de programação, Java e AWS; seis meses de residência em áreas de negócio do Itaú

Parceiro: Gama Academy

Canal para se inscrever: Link

Comments are closed