Habilidades digitais podem aumentar PIB em R$ 320 bi, diz estudo

Habilidades digitais podem aumentar PIB em R$ 320 bi, diz estudo

O mundo está cada vez mais digital, do trabalho à vida pessoal, e a transformação que a tecnologia da informação tem provocado nos âmbitos individual, organizacional e macroeconômico são perceptíveis. Para entender como essa tecnologia está impulsionando uma transformação significativa em todo o mundo, a Gallup e a Amazon Web Services (AWS) conduziram uma pesquisa global sobre habilidades digitais. O estudo mostra que há um impacto significativo sobre a renda do trabalhador, a performance das empresas e a economia dos países quando há um investimento e desenvolvimento nas habilidades digitais dos profissionais.

A pesquisa, realizada pela Amazon Web Services (AWS) e pelo Gallup, empresa de análise e consultoria global, ouviu 30.000 trabalhadores e 9.300 recrutadores em 19 países, entre eles o Brasil, e analisou dados sobre milhares de vagas anunciadas. De acordo com o levantamento, estima-se que as habilidades digitais avançadas aumentem, a cada ano, o PIB do Brasil em cerca de R325 bilhões por alavancar a renda e a produtividade da força de trabalho.

Os trabalhadores também são beneficiados. Os profissionais brasileiros com habilidades digitais avançadas (como arquitetura de nuvem, desenvolvimento de software e machine learning) ganham em média 59% mais do que profissionais em posições similares que não usam as mesmas habilidades. Em números, o rendimento extra é de R$ 32 mil por ano.

“O domínio das habilidades digitais também está relacionado a taxas significativamente mais altas de satisfação com o trabalho, sentimento de segurança no emprego e aumento de produtividade”, revela Cleber Morais, diretor geral para o Setor Corporativo da AWS Brasil.

O estudo analisou ainda o impacto que uma força de trabalho mais preparada para adotar as novas tecnologias tem nos resultados das empresas, revelando que as organizações que integram habilidades avançadas, nuvem e tecnologias digitais superam consistentemente seus pares não digitais.

“As habilidades digitais avançadas adicionam mais de US$ 6 trilhões (R$ 30 trilhões) ao PIB global ao tornar os trabalhadores mais produtivos”, explica o economista-chefe do Gallup, Dr. Jonathan Rothwell. “Além dos benefícios macroeconômicos para empresas e governos, trabalhadores com habilidades digitais avançadas levam para casa cerca de US$ 25,000 (R$ 130 mil) adicionais por ano em países de alta renda e cerca de US$ 7,000 (R$ 35 mil) em países de renda média, em comparação com trabalhadores com a mesma educação e experiência.”

Um empecilho para atingir todo este potencial é a escassez de talentos: segundo 93% das empresas, as habilidades digitais serão muito importantes ou extremamente importantes para os negócios nos próximos cinco anos. No entanto, 76% consideram desafiadora a contratação de profissionais com o perfil desejado, e metade delas afirma que isso acontece devido a uma escassez de candidatos qualificados.

O estudo é parte do compromisso da AWS de fornecer treinamento gratuito em habilidades de computação em nuvem para 29 milhões de pessoas até 2025 em todo o mundo, com o objetivo de reduzir o descompasso entre as competências dos trabalhadores e a demanda de um mercado cada vez mais digital.

“A maioria dos profissionais brasileiros deseja desenvolver habilidades digitais, mas encontra obstáculos, sendo que o mais citado é o custo da qualificação. A AWS está ampliando ainda mais seus programas gratuitos de capacitação em computação em nuvem para que o fator financeiro deixe de ser um impedimento para quem pretende se capacitar e evoluir na carreira”, completa Morais.

Comments are closed