Bnyou capta quase R$ 3 milhões, planeja crescimento de mais de 20% ao mês e chegada a São Paulo

Bnyou capta quase R$ 3 milhões, planeja crescimento de mais de 20% ao mês e chegada a São Paulo

Gabriella Garcia e Fabio Rigoni, fundadores da Bnyou

A Bnyou ,plataforma que reúne diversos tipos de serviços de beleza e bem-estar, como unha, cabelo, massagem, depilação e maquiagem, anuncia uma segunda rodada de investimentos que teve a participação da FEA Angels, rede de investidores anjo da Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo, de um fundo de investimentos e de outros investidores que já apoiavam o negócio e fizeram follow-on.

A rodada alcançou mais de R$ 2,8 milhões que serão usados para contratação de talentos, investimento em tecnologia e expansão da operação para a cidade de São Paulo. “Em 2020, quando recebemos nosso primeiro aporte, conseguimos crescer 10 vezes em um ano”, diz Gabriella Garibaldi Garcia, cofundadora e CEO da Bnyou. “Agora, planejamos um crescimento de 23% ao mês, o que é bastante factível, porque São Paulo tem uma população seis vezes maior do que Curitiba, o poder aquisitivo é maior e o ticket médio, também”, explica. A chegada a capital paulista está prevista para o segundo semestre de 2022.

Fernando Rolim, vice-presidente da FEA Angels, afirma que o home office, a digitalização e a valorização das competências comportamentais são tendências claras no mercado de trabalho. “Mesmo os profissionais liberais e autônomos precisarão estar em plataformas digitais; e soluções que os ajudem a operacionalizar esses negócios online, com a Bnyou, são cada vez mais necessárias”, avalia Rolim. “Num futuro incerto, trabalhar por conta ou mesmo fazer renda extra ganham força e facilitar esses movimentos é fundamental”.

Fundada em 2019, a Bnyou desenvolve ferramentas e produtos para profissionais de beleza, permitindo que eles faturem até quatro vezes mais do que nos salões. “Como parceiros, ajudamos com agendamento, recebimentos e marketing, por exemplo”, conta Gabriella. “Hoje são 150 profissionais ativos e esperamos, por meio de novas estratégias de escalonamento, chegar a 5 mil em médio prazo”, acrescenta.

Segundo a empreendedora, a pandemia acabou acelerando uma forma de consumo que não mudaria tão rápido, porque as pessoas simplesmente não buscavam alternativas para além do salão, que era algo muito enraizado. “Os novos hábitos de consumo revelaram aqueles gastos ocultos como tempo, estacionamento, atraso, privacidade”, avalia.

Recentemente, a Bnyou também foi aprovada no programa de aceleração do Grupo Boticário. Serão cinco meses de trabalho com acompanhamento semanal, com acesso a uma ampla rede de relacionamentos e mentorias com executivos da empresa e líderes de mercado.

A Bnyou ouviu as dores desses profissionais autônomos e deu a eles um sistema que reúne tudo o que eles precisam para ganhar mais e conquistar novos clientes. “Brincamos que somos uma espécie de aplicativo de entrega de comida, mas de beleza”, diz Gabriella. O cliente digita o seu CEP e vê todos os profissionais disponíveis naquela região, com valores, serviços, fotos e avaliações. Para quem contrata o serviço, resolve a dificuldade de encontrar bons profissionais bem recomendados. E para o profissional, ajuda a aumentar renda e divulgar seu trabalho.

Comments are closed