Vendas nominais do varejo brasileiro em setembro cresceram +10% ano a ano, de acordo com Mastercard SpendingPulse

Vendas nominais do varejo brasileiro em setembro cresceram +10% ano a ano, de acordo com Mastercard SpendingPulse

Após a disseminação da covid-19 que impactou significativamente o cenário do varejo, o setor segue crescendo em 2022. Em setembro, as vendas nominais totais do varejo aumentaram +10,2% em relação ao mesmo período do ano anterior, e os setores de restaurantes e supermercados se destacaram com +52,3% e +20,8% de crescimento, respectivamente. Os insights estão de acordo com o Mastercard SpendingPulse™, que mede as vendas em lojas físicas e no varejo online em todas as formas de pagamento.
 

Em termos de vendas totais do varejo nas regiões do Brasil, todas elas tiveram um aumento ano a ano nas vendas nominais em setembro, com a região Centro-Oeste do Brasil liderando o crescimento (+13,1%), seguida pela região Sul (+12,0%), Nordeste (+9,9%), Sudeste (+9,8%) e Norte (+6,0%).
 

Os segmentos de Restaurantes (+52,3%), Supermercados (+20,8%), Drogarias (+22,2%), Combustíveis (+6,9%), Cama, Mesa e Banho (+2,8%) e Vestuário (+1,5%) registraram crescimento em relação a setembro do ano passado. Por outro lado, Materiais de Construção (-2,5%), Mobiliário Doméstico (-2,5%) e Artigos de Uso Pessoal (-19,3%) tiveram queda nas vendas na comparação com o mesmo período.
 

Panorama do e-commerce
 

Enquanto os consumidores brasileiros voltaram em grande parte às lojas, o e-commerce registrou um aumento de +1,7% nas vendas em relação a setembro do ano passado. Os itens farmacêuticos tiveram o maior crescimento pelo segundo mês consecutivo, de +39,4%, enquanto os eletrodomésticos registraram queda de -8,7% nas vendas ano a ano.
 

“Com a aceleração do varejo no cenário pós-pandemia, os resultados do SpendingPulse mostram que, além do crescimento das compras presenciais, houve uma busca por experiências que os consumidores perderam durante a pandemia, como ir a restaurantes”, conclui Marcelo Tangioni, presidente da Mastercard Brasil.

As vendas no comércio eletrônico são vendas de bens e serviços em que os compradores fazem um pedido ou o preço e as condições da venda são negociados pela Internet, em um dispositivo móvel (M-commerce), extranet, rede EDI (Electronic Data Interchange), correio eletrônico ou outro sistema online comparável. O pagamento pode ou não ser feito online.

Comments are closed