Suzano investe até R$ 5 milhões no WE Ventures, fundo que apoia startups lideradas por mulheres

Suzano investe até R$ 5 milhões no WE Ventures, fundo que apoia startups lideradas por mulheres

A Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, anuncia o investimento de até R$ 5 milhões no fundo de investimentos WE Ventures. A partir da parceira, a Suzano torna-se a primeira empresa do setor de papel e celulose a apoiar o fundo e, dessa forma, reforça seu compromisso com a inovação, a tecnologia e a promoção do empreendedorismo feminino. O WE Ventures faz parte das iniciativas do Women Entrepreneurship (WE), programa desenvolvido pela Microsoft Participações em parceria com o Sebrae Nacional e a M8 Partners, em associação com a Bertha Capital, e tem como objetivo incentivar o empreendedorismo feminino no país por meio de cursos de capacitação e investimentos para mulheres empreendedoras.

O investimento em empresas fundadas por mulheres é uma demanda latente no mercado brasileiro. De acordo com o Female Founders Report, levantamento feito pelo Distrito, plataforma de fomento à inovação aberta, com a B2mamy, empresa de educação digital que capacita e conecta mães ao ecossistema de inovação e tecnologia, e o hub de inovação Endeavor, 4,7% das startups brasileiras foram fundadas exclusivamente por mulheres. Deste total, as startups fundadas por mulheres receberam apenas 0,04% do total aportado em 2020.

“Estamos entusiasmados com a nova parceria, que vem para somar aos nossos valores, e vemos a possibilidade de trazer inovação e tecnologia de ponta para as soluções da empresa, sempre com foco em ações relacionadas aos pilares ESG”, afirma Vinicius Nonino, diretor executivo de Novos Negócios da Suzano, em referência a temas sociais, ambientais e de governança, na sigla em inglês.

“A chegada da Suzano como empresa apoiadora é uma conquista para o WE Ventures e também mais um importante marco na busca pela equidade de gênero no setor tecnológico. Queremos que o mercado entenda a necessidade de se investir no empreendedorismo feminino, dando a chance para que as empresas fundadas e lideradas por mulheres tenham espaço e oportunidade em suas áreas de atuação”, afirma Franklin Luzes, vice-presidente de inovação, transformação e novos negócios da Microsoft Brasil.

Para Marcella Ceva, CIO do WE Ventures, o investimento da Suzano no WE Ventures possibilitará uma nova rodada de investimentos, com foco em startups que tenham soluções que enderecem o tema de circularidade, otimizações de produção e consumo ou produtos de origem renovável, impactando a redução de resíduos e emissões de carbono. “Cada apoio que recebemos é muito comemorado, pois é uma nova oportunidade de renovarmos a busca por startups lideradas por mulheres, com foco em diferentes áreas de atuação, sempre priorizando o fomento ao mercado empreendedor. Com a expertise do WE Ventures no mercado empreendedor e a importância global da Suzano, essa com certeza já é uma parceria de sucesso”, diz.

Para receber o investimento do WE Ventures, a empresa precisa ter faturamento mínimo anual de R$ 200 mil, ser liderada por uma equipe feminina com pelo menos 20% de participação e ter pelo menos uma mulher com cargo de liderança.

A Suzano valoriza a diversidade e a inclusão, e trabalha para fortalecer a liderança e o empreendedorismo feminino no Brasil. A companhia tem como meta alcançar 30% de mulheres em posição de liderança da organização até 2025. Esse é um dos “Compromissos para renovar a vida” da Suzano, conjunto de 15 grandes metas de longo prazo com foco ESG, divulgados pela companhia em 2020.

O apoio ao WE Ventures faz parte de um amplo conjunto de ações endereçadas pela Suzano para promover a Diversidade e a Inclusão. Neste ano, por exemplo, a Suzano associou-se ao Movimento Mulher 360 – Movimento Empresarial pelo Desenvolvimento Econômico da Mulher, e foi reconhecida pelo prêmio WEPs Brasil 2021 – Empresas Empoderando Mulheres, que fomenta o empoderamento econômico e a liderança das mulheres como um dos pilares para um crescimento sustentável, inclusivo e equitativo. Além disso, a companhia também recebeu o selo WOB (Women on Board), que considera as companhias que promovem a diversidade no ambiente corporativo por meio da participação feminina nos conselhos de administração ou consultivos.

Comments are closed