Sinapse recebe aporte de R$ 4,4 milhões

Sinapse recebe aporte de R$ 4,4 milhões

Sinapse, pioneira no modelo de CFO as a Service, concluiu sua rodada Anjo no valor de R$ 4,4 milhões. O aporte, liderado pelo BR Angels Smart Network, contou com a participação da Aimorés Investimentos e de investidores-anjo consagrados como Paulo Silveira (Alura), Rudy Tarasantchi (CTO Afya), Guilherme Decourt (Ex-Monashees, sócio da école 42), Karen Kanaan (Ex-Endeavor, sócia da école 42) e Ricardo Morikio (Ex-E﹒bricks e Rocket internet). O valor será investido no desenvolvimento da plataforma Sinapse e na ampliação do time nas áreas de produtos, tecnologia e growth.

“Os processos financeiros ainda são realizados de maneira arcaica e manual no Brasil e no mundo, consumindo muito tempo e dinheiro, principalmente das PMEs. A plataforma Sinapse auxilia os empreendedores a automatizarem o seu dia a dia, garantindo eficiência na execução das rotinas financeiras e qualidade nos dados gerados nos processos”, diz Walter Cavalcante, CEO da startup.

A Sinapse criou o conceito de CFO as a Service e, nos últimos meses, evoluiu para o formato inovador de CFO as a Network, uma combinação de tecnologia voltada à automação de processos financeiros, integração entre sistemas e um marketplace que permite a construção de áreas financeiras personalizadas para cada negócio. O modelo combina o conhecimento em finanças para PMEs acumulado pela Sinapse nos seus quatro anos de história com os relacionamentos desenvolvidos com diversos parceiros de mercado. O objetivo é evitar desperdícios de recursos e desconfiança nos dados financeiros, problemas recorrentes em PMEs.

A fintech já conta com uma rede com mais de 60 parceiros homologados em sua Network, ofertando produtos e serviços focados em enriquecer a área financeira das PMEs. Para entrar no ecossistema os parceiros passam por um rigoroso processo de curadoria, garantindo que apenas serviços e produtos com qualidade comprovada sejam oferecidos aos clientes. Na intermediação dos negócios, a Sinapse fica com um take rate das receitas originadas para os parceiros, um modelo altamente escalável.

“É muito difícil escolher bons serviços e sistemas para a área financeira. Do contador ao banco, passando pelo ERP, o empreendedor sofre avaliando soluções sem conhecimento nas questões técnicas de finanças. No Brasil, existem mais de 70 mil escritórios de contabilidade e 2.000 ERPs. Nesse mar de opções o empreendedor acaba cometendo erros que custam muito tempo e dinheiro” afirma Cavalcante.

A fintech dobrou o número de clientes em 2021, chegando a 120 empresas atendidas, entre elas destacam-se Speedbird Aero, Vitat, Mutant, Pink Farms, 99Jobs e Clima Tempo. O objetivo é quadruplicar esse número neste ano. Para fazer frente a esse crescimento, a equipe saiu de 28 para 60 colaboradores em 2021, e a expectativa é ultrapassar 150 em 2022.

Orlando Cintra, fundador e CEO do BR Angels, reforça a importância do modelo da fintech. “Toda empresa precisa de uma boa estrutura financeira para operar e prosperar. Só que as PMEs, muitas vezes, não têm condições de arcar com os altos custos de um CFO, analistas e demais profissionais capacitados para gerir a área. A Sinapse chega para cobrir essa lacuna e apresenta uma solução inteligente, completa e capaz de impactar o futuro de muitos empreendimentos no país. Nós identificamos uma forte convergência com o propósito do BR Angels de contribuir para o ecossistema de negócios nacional. Por isso, decidimos apostar”, diz.

Com metodologia própria, tecnologia e um time de profissionais de alta performance, a Sinapse promove gestão financeira profissional e focada no empreendedor. “Vamos continuar investindo em tecnologia e no aperfeiçoamento do ecossistema para nossos clientes, nossa missão é facilitar o empreendedorismo no por meio de gestão financeira de qualidade”, comenta Cavalcante.

Comments are closed