Shoppings preveem crescimento de 4% nas vendas de Natal

Shoppings preveem crescimento de 4% nas vendas de Natal

A Pesquisa de Expectativas Natal 2022, da Associação Brasileira de Shopping Centers (ABRASCE), feita em todo o país, aponta uma estimativa de vendas 4% superior ao registrado no mesmo período do ano passado. O levantamento também indica que o setor deve movimentar R$ 5,5 bilhões entre os dias 19 e 25 de dezembro.
 

O setor de shopping centers está otimista em relação à principal data comemorativa do comércio. As expectativas de vendas são positivas para 87% dos shoppings. A expectativa é que em 2022, o ticket médio seja superior a R$ 188,00. Além disso, as seguintes categorias deverão ser destaques de vendas no fim de ano: perfumaria e cosméticos (81%), vestuário (81%), calçados (63%), eletrônicos (61%), brinquedos (58%) e joalheria (40%) e artigos esportivos (31%).
 

Fluxo – Em relação ao fluxo de visitantes, 79% dos shoppings respondentes acreditam que a movimentação será superior em comparação à 2021, sendo que o aumento médio esperado de frequentadores é de 8%. Para incentivar o aumento do fluxo de visitantes, 83% dos shoppings funcionarão em horário diferenciado. Nesse caso, a maioria terá abertura 1 hora antes e/ou fechamento 1 hora depois do horário de funcionamento normal.
 

Promoções – Para o Natal de 2022, 67% dos shoppings disseram que investirão mais em decoração, ação promocional e divulgação para movimentar a data, em relação a 2021, e esperam um aumento médio de investimentos da ordem de 17%. Entre as campanhas promocionais mais citadas estão: Ganhe e Concorra (35%), Sorteio (35%) e Compre e Ganhe (24%), e os prêmios mais sorteados serão: Carro (42%) e Vale Compras (21%).
 

Contratações temporárias – Diante do aumento contínuo na frequência de visitantes ao longo do ano, a Abrasce estima um aumento de 11% no quadro de funcionários dos shoppings para o quarto trimestre, com a contratação de 112 mil trabalhadores temporários, um incremento de 14% sobre igual intervalo do ano passado.
 

Na avaliação do presidente da Abrasce, Glauco Humai, após o processo de recuperação das perdas da pandemia, os números deste Natal mostram que o setor está fechando o ano com chave de ouro. “O cenário de arrefecimento da inflação abre espaço no orçamento familiar para o consumo de bens e contribui para a elevação da confiança dos consumidores. Além disso, a expansão das vagas de trabalho, que traz aumento para a massa de rendimentos do trabalhador, possibilita a aquisição de mais itens. Aliada a isso, a recuperação no fluxo de visitantes também colabora para as boas estimativas deste Natal”, afirma o executivo.

Comments are closed