Carreiras em TIC: Quão interessados estão os brasileiros e argentinos?

Carreiras em TIC: Quão interessados estão os brasileiros e argentinos?

Por Alejandro Anderlic, diretor de Assuntos Governamentais para a América Latina da Salesforce
 

A digitalização massiva das empresas gera demanda e concorrência cada vez maiores para atrair profissionais capacitados. Por isso, a Salesforce recentemente patrocinou um estudo da Morning Consult, uma empresa de análise para tomada de decisões, para entender melhor o conhecimento e o interesse das pessoas em ingressar no setor de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) na Argentina e no Brasil.
 

Os resultados da pesquisa mostram que 52% dos argentinos e 40% dos brasileiros estão interessados ​​em carreiras relacionadas ao setor. No entanto, os números sobem para 78% na Argentina e 67% no Brasil ao relatar as vantagens oferecidas pelos empregos nesse setor, como treinamento, salários que superam a inflação e emprego em tempo integral com diversos benefícios.
 

O estudo também reflete a desinformação existente sobre as habilidades e treinamentos necessários para trabalhar em tecnologia. Quase metade dos pesquisados, nos dois países, consideram que precisam de muitos anos de aprendizado e que o valor dos cursos sobre esses temas é muito alto. Soma-se a isso o desconhecimento sobre como encontrar formação adequada e o pressuposto de que é necessário um diploma universitário para ocupar cargos nesse setor específico.
 

Juntos, esses aspectos tornam o setor menos atraente. No entanto, ao fornecer informações sobre benefícios como a possibilidade de receber cursos gratuitos de 3 a 18 meses de duração e ter mais chances de conseguir um emprego em tempo integral depois de fazê-los, o interesse aumenta muito, principalmente entre a geração Y e as mulheres na Argentina, e entre aposentados, desempregados e donas de casa no Brasil.
 

Treinamento e colaboração público-privada são chave para aumentar o interesse

A pesquisa deixa clara a necessidade de educar sobre o setor de TIC, conscientizando sobre as oportunidades de trabalho disponíveis, fornecendo orientações sobre como encontrar e iniciar o treinamento certo e mostrando o caminho desde o treinamento até a inserção no setor.
 

Os resultados deste estudo nos mostram que temos que dar visibilidade exponencial às oportunidades de trabalho oferecidas pelo setor, para que muito mais pessoas sejam estimuladas a sonhar com um futuro em tecnologia. A quarta revolução industrial está transformando todas as organizações em empresas de tecnologia, gerando milhões de novos empregos. A educação tradicional já não é suficiente para ensinar competências digitais e é por isso que é necessário que os governos e o setor privado unam forças para promover a formação e a colocação profissional.
 

No Brasil, a Salesforce apoiou um programa de treinamento gratuito chamado Minha Chance, do Centro Paula Souza (CPS) e da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Governo do Estado de São Paulo. Somente a Accenture, parceira de consultoria da Salesforce, contratou mais de 70 jovens que concluíram o curso brasileiro.
 

Salesforce capacita as habilidades do futuro

A Salesforce é uma das empresas pioneiras no setor de TIC e sua influência na promoção do futuro do trabalho é reconhecida pelo mercado. De fato, um estudo da consultoria IDC revelou que a empresa, junto com seu ecossistema de tecnologias e parceiros, pode gerar 1,2 milhão de empregos no Brasil até 2026.
 

Nessa linha, a empresa criou o Trailhead, uma plataforma gratuita de treinamento online que oferece cursos de curta duração em disciplinas como desenvolvimento de software, marketing, vendas e gerenciamento de projetos.
 

Além disso, a empresa promove iniciativas como a série de entrevistas com líderes regionais de Trailblazers Latinoamericanos e o fórum Construindo Talentos para o Futuro, que buscam promover a liderança colaborativa para que muito mais pessoas possam ser capacitadas e ter acesso a um emprego nesse setor.

Comments are closed