BioElements recebe aporte de US$ 30 milhões do Fundo de Investimentos de Impacto do BTG Pactual e estima crescer 83% na América Latina em 2023

BioElements recebe aporte de US$ 30 milhões do Fundo de Investimentos de Impacto do BTG Pactual e estima crescer 83% na América Latina em 2023

A BioElements, empresa chilena de bioplásticos focada em biotecnologia e economia circular, acaba de receber um aporte de US$ 30 milhões do Fundo de Investimentos de Impacto do BTG Pactual. O objetivo principal dos recursos é exponencializar a expansão comercial da companhia no Brasil, país em que começou a operar em 2022 e já possui clientes importantes como Privalia e Cornershop, e no México, que é o seu principal mercado de atuação (mais de 50% da receita). Somente na América Latina, a BioElements prevê crescimento de 83% neste ano.

Enquanto materiais de plástico convencional precisam de, aproximadamente, 400 anos para se degradar na natureza, as soluções da BioElements se decompõem em um período de 6 a 20 meses. Isso é possível através de uma tecnologia proprietária desenvolvida pela companhia, a qual é baseada em um biopolímero que funciona como fonte de energia para fungos, bactérias e microrganismos e é capaz de se integrar na economia circular por meio da reciclagem orgânica, ambiental e mecânica. Os produtos são certificados e estudados por instituições de ensino dos países em que ela atua, como a UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), no Brasil

Além da redução na geração de resíduos sólidos, a matéria-prima da BioElements reduz as emissões de gás carbônico em 60% quando comparada a plásticos baseados em combustíveis fósseis (PET/PVC/HDDP).

Outro diferencial da empresa é o impacto social gerado com o biopolímero: por ser utilizado em qualquer maquinário de plástico convencional, o produto oferecido pela BioElements possibilita que a nova matéria-prima seja incorporada às operações existentes da empresa, sem a necessidade da aquisição de novo maquinário. “Conseguimos preservar a infraestrutura já existente nas fábricas e nos postos de trabalho, uma vez que o maquinário não precisa ser substituído”, afirma Ignacio Parada, CEO e cofundador da BioElements.

“Hoje conseguimos gerar impacto social e ambiental positivo para todo o nosso ecossistema. Trabalhamos com grandes varejistas e com importantes e-commerces da América Latina. Atuamos ainda na indústria alimentar, não alimentar e agroindústria. Hoje, 70% das nossas vendas são soluções para o varejo e 27%, soluções industriais: estas serão as chaves para atingir nossa meta ambiciosa de expansão de 83% dos negócios até 2023 na América Latina. O investimento nos possibilitará focar no crescimento das operações no Brasil e no México, podendo até expandir para os Estados Unidos nos próximos anos. Além disso, o aporte impulsiona nossa área de Pesquisa e Desenvolvimento, para sempre estarmos alinhados com o que há de mais tecnológico e atual no mercado, mantendo a nossa liderança no setor”, conclui Ignacio.

Este é o terceiro investimento do Fundo de Investimentos de Impacto gerido pelo BTG Pactual, que tem como objetivo investir em empresas que buscam maximizar a geração de impacto social e ambiental positivo, intencional e mensurável, além de gerar resultados financeiros robustos, bom desempenho empresarial e integração Ambiental, Social e de Governança (ESG) apropriada.

Comments are closed