BH Airport conclui primeira fase da reforma do Terminal de Passageiros 1

BH Airport conclui primeira fase da reforma do Terminal de Passageiros 1

O único terminal internacional de Minas Gerais acaba de entregar a primeira fase das obras do Terminal de Passageiros 1. Com isso, o aeroporto passa a ter um embarque doméstico mais moderno, com canal de inspeção centralizado e pronto para receber os passageiros. Além disso, na sala de embarque, a parte mais antiga, que abrigava os portões 3, 4, 5 e 6, também foi reformada e passou a lembrar o Terminal de Passageiros 2. 

“A ideia da reforma foi trazer toda a modernidade do Terminal de Passageiros 2 também para o terminal mais antigo. Construído há mais de 30 anos e sem nenhuma reforma dessa magnitude durante esses anos, o Terminal de Passageiros 1 tem arquitetura e estética marcadas pelo concreto. Com o projeto de reforma e modernização, o intuito foi compor harmonicamente as áreas existentes com novos materiais e texturas. O resultado o passageiro já percebe ao acessar o embarque doméstico”, explica o gestor de Desenvolvimento Aeroportuário da BH Airport, Gustavo Anfra.  

Ele ressalta que o conceito arquitetônico é um dos destaques da reforma, uma vez que visa transformar a antiga estrutura em uma nova ambiência que atenda as demandas atuais de movimentação, sem descaracterizar o projeto original, de autoria do arquiteto Milton Ramos. “A ideia do conceito sempre foi trazer para o terminal uma matriz conceitual com o lema ‘De Minas para o Mundo’. O intuito é que a arquitetura se caracterize como um meio potente de identificação e valorização da história e da cultura mineira”, explica.  

Hoje, o aeroporto conta com 26 pontes de embarque divididas entre os terminais de passageiros 1 e 2. Dos portões 1 ao 16, todos fazem parte do Terminal de Passageiros 1. Do 17 em diante, compõem o Terminal de Passageiros 2. Com uma infraestrutura moderna, ele foi concluído em 2016 e oferece conforto e comodidade aos passageiros.     

O projeto de modernização do Terminal de Passageiros 1, assinado pelo escritório Fernandes Arquitetos Associados, também prevê a ampliação das áreas comerciais, assim como a revisão dos fluxos e processos. As intervenções demandaram investimentos da ordem de R$ 100 milhões e contribuem para fortalecer o papel do aeroporto como hub, ou seja, um centro distribuidor de voos, com localização privilegiada e ampla conexão com todo o país. Atualmente, cerca de 50 cidades estão ligadas ao terminal com voos diretos.      

“Queremos sempre oferecer a melhor experiência aeroportuária aos nossos clientes. Com o fim dessa primeira fase, o aeroporto deu um passo importante rumo a um novo patamar de excelência. Passageiros, visitantes e toda a comunidade aeroportuária passam a ter mais conforto e comodidade. Além disso, vamos ampliar nossas áreas comerciais em 100%, o que reflete na diversidade do nosso mix comercial”, ressalta.      

Megastore da Dufry inaugura operação 

Com o fim da primeira fase da reforma, uma das novidades é a inauguração da megastore Dufry, em formato walkthrough, com quase mil metros quadrados. O empreendimento é a porta de entrada para a nova sala de embarque do aeroporto. Recentemente, a marca líder em varejo de viagem estendeu o contrato de Duty Free no aeroporto até 2029. A empresa, que opera um total de dez lojas Duty Free, Duty Paid e Hudson News, prevê a construção de mais três novas lojas Duty Paid.       

Atualmente, o mix do aeroporto é composto por mais de 70 operações. Para 2023, a expectativa é abrir mais de 30 novas lojas. Ao longo de 2022, o BH Airport atuou para ampliar o seu mix e lançou 15 lojas em 11 meses. No primeiro semestre deste ano, foram inaugurados na sala de embarque doméstica os quiosques Califfornia Coffee, Dufry Vinhos, Dufry Balas e Doog. A sala de embarque também contou com a abertura da nova operação do Subway, do Liqd Bar e da joalheria internacional Pandora.

Para fechar as inaugurações do primeiro semestre, ocorreu o lançamento da Kopenhagen, no desembarque 2. Já no segundo semestre, as inaugurações foram dedicadas ao saguão do aeroporto. Abriram as portas a Pizza Hut e o Rokkon, restaurante de culinária japonesa, assim como os novos quiosques da Cacau Show e da Goccia Di Latte.  Em julho, foi inaugurado o La Vinícola, um espaço que combina winebar e fingerfoods, e mais uma loja do gelato italiano Goccia Di Latte. Para completar, foi lançada a Dufry Express.  

Comments are closed