3 caminhos para inovação sustentável no mundo corporativo

3 caminhos para inovação sustentável no mundo corporativo

Por Douglas Silva, VP e Country Head da Wipro no Brasil

Em um mundo constantemente confrontado por desafios socioambientais, combinar inovação com sustentabilidade é cada vez mais necessário para preservar os negócios e o meio ambiente. Os consumidores no Brasil não apenas apoiam meios de produção mais sustentáveis, mas também esperam que as organizações se comprometam a aplicá-los. O relatório Authenticity Gap 2021 da FleishmanHillard mostra que os consumidores esperam que as empresas sejam parte da solução nessa discussão, especialmente no Brasil (75%).  

Neste contexto, é fundamental identificar novas formas de alocar investimentos em tecnologia para alcançar melhores resultados para as organizações e preservar o meio ambiente. Mas como? É realmente possível criar estratégias de negócios que acelerem o crescimento e sejam ecologicamente corretas? Absolutamente. Abaixo estão três caminhos que as organizações podem seguir para impulsionar a inovação e o crescimento sustentável.

1) Análise de dados para o bem-estar da equipe

Tradicionalmente, as empresas extraem e analisam dados para melhorar a tomada de decisões estratégicas em vendas, marketing, experiência do cliente e outros aspectos de seus negócios. Essa mesma análise de dados pode ser aplicada a processos internos para promover o bem-estar dos funcionários.

Por meio de dados gerados a partir de pesquisas com funcionários, as organizações podem obter insights sobre as ambições dos funcionários e os desafios que enfrentam. Eles podem usar essas informações para apoiar melhor os funcionários, ajudá-los a progredir profissionalmente e construir uma vida mais saudável.

2) Inteligência artificial como vetor de sustentabilidade

Há muitas maneiras pelas quais a inteligência artificial (IA) pode ser empregada para promover a sustentabilidade. A IA pode ajudar as empresas a gerenciar rotas de entrega para frotas de caminhões para reduzir o consumo de combustíveis fósseis. Ele pode ser usado para otimizar a iluminação de edifícios com eficiência energética por meio de sensores inteligentes. Combinado com ferramentas analíticas preditivas, a IA pode prever tendências de consumo e mudanças nos hábitos do consumidor para aumentar ou diminuir as linhas de produção da fábrica.

3) Cadeia de suprimentos mais inteligente

A inteligência artificial também pode ser usada para melhorar a gestão de armazéns, que muitas vezes é considerada um gargalo para as operações logísticas. Por meio de algoritmos de IA, as organizações podem conectar armazéns, lojas e centros de distribuição para garantir a rastreabilidade de todos os produtos entre esses locais e em tempo real. Com menos tempo e menos recursos necessários para monitorar e recuperar mercadorias, as empresas podem aprimorar o controle de estoque, aumentar a eficiência energética e reduzir o desperdício de matéria-prima.

Considere a seguinte situação: Um pote de iogurte na prateleira do supermercado está próximo do prazo de validade. Por esse motivo, provavelmente não será comprado e, portanto, será desperdiçado. Junto com o carbono emitido pela produção, embalagem e transporte deste produto, descartá-lo produzirá mais emissões de CO2.

Para aumentar a sustentabilidade ao longo dos ciclos de vida dos produtos, é essencial que as empresas otimizem suas cadeias de suprimentos de ponta a ponta e evitem o desperdício de produtos. AI, machine learning, data analytics podem ser combinadas para melhorar a gestão dos armazéns, considerados um gargalo para as operações logísticas. Por meio de algoritmos, é possível conectar armazéns, lojas e centros de distribuição para obter a rastreabilidade de todos os produtos entre esses locais e em tempo real. Com menos tempo e recursos para monitorar e retirar mercadorias, controle de estoque, eficiência energética e redução do desperdício de matéria-prima serão alguns dos benefícios alcançados.

O caminho para uma empresa se tornar verdadeiramente sustentável é longo, mas é possível encurtar a jornada usando a tecnologia e a inovação como veículos de transformação. Também será necessário um nível de colaboração sem precedentes entre empresas e governos. No entanto, há motivos para manter o otimismo. As próximas gerações de líderes são apaixonadas pela sustentabilidade e ansiosas por inovar. Ao combinar esses impulsos, parece possível construir um futuro melhor e mais sustentável.

Comments are closed