Archive novembro 2013

Design Thinking: Criatividade nos Negócios e Inovação nas Organizações

O mundo mudou radicalmente desde a Revolução Industrial; MBAs lançados em 1881 e atuais técnicas de negócios não são mais tão eficazes no mundo complexo e desafios sistêmicos enfrentados pelas empresas e seus gestores. Modelos de negócios como, por exemplo, os da indústria musical se tornaram obsoletos frente a novos modelos como o da Apple (iPod+iTunes), a qual oferece músicas a menos de US$ 1,00 cada através de uma experiência que encanta usuários no mundo inteiro. Até mesmo a indústria da pirataria sentiu os efeitos desta inovação. “Os executivos, gestores e colaboradores de todos os níveis de uma organização que considera a inovação como aliada para vencer a concorrência, minimizar custos e maximizar resultados, podem usufruir do modelo mental e metodologia presentes no Design, afirma Gustavo Machado, Design Thinker que integra o time da Razão Humana Consultoria.

O Design Thinking tem trazido clareza de maneira visual a temas complexos há algum tempo. Mais recentemente, a aplicação da Criatividade e de ferramentas visuais nos Negócios e Inovação em Produtos e Serviços passou a ser adotada por organizações de todos os setores da economia mundo afora. Pode ser utilizado para desenvolvimento de novos produtos, readequação dos atuais, na melhoria de processos, na comunicação interpessoal, redução de custos, soluções gerenciais, problemas da sociedade, incluindo soluções de impacto globais, entre outros.

O termo foi cunhado por Tim Brown, CEO da IDEO, para conseguir expressar a diferença entre ser designer e pensar como designer. E em momento algum os designers tradicionais, que projetam layouts, produtos, sites e embalagens vão perder espaço. Pelo contrário, os designers terão mais oportunidades e ampliarão o campo de atuação dentro dos novos ambientes de negócios com visão estratégica propiciada pelo Design Thinking.

Metodologia do Design Thinking
O modelo possui várias formas de aplicabilidade tais como: Cursos in company básico, intermediário e avançado; desenvolvimento de projetos sob medida para as necessidades de cada empresa, formação de multiplicadores internos e assessoria a implementação do processo. O treinamento é expositivo, com discussões, prática (Design Thinking), dinâmica de grupo, análise de filmes, cases, leitura de artigos. A carga horária é de 16 horas para o Básico e 24 horas para Intermediário.
Para mais informações, acesse: http://www.razaohumana.com.br

Tags

Brasil é o país que melhor remunera os gerentes na América Latina

Apesar do baixo crescimento do PIB brasileiro e o ritmo mais conservador da economia, o Brasil ainda é o país que melhor remunera os profissionais de gestão na América Latina. É o que aponta o Estudo de Remuneração da Michael Page 2013/14, que avaliou a remuneração de 31 cargos nos países que a empresa atua na América Latina – Brasil, México, Argentina, Chile, Peru e Colômbia. De acordo com a pesquisa, em 48% de todas as posições avaliadas, o Brasil tem as melhores remunerações para a média e alta gerência, seguido do Chile, com 29% e Peru, com 10% das posições avaliadas. Na contramão, a Colômbia apresentou os menores salários nas posições avaliadas pelo estudo.Os valores apresentados foram retirados dos Estudos de Remuneração e desenvolvidos por cada um dos países pesquisados. Na pesquisa, foram avaliados 14 setores: Bancos, Engenharia e Manufatura, Finanças, Saúde, RH, Seguros, Jurídico, Óleo e Gás, Propriedade e Construção, Varejo, Vendas, Suprimentos, Tributos e TI.

Segundo Patrick Hollard, diretor do PageGroup para América Latina, mesmo com as incertezas econômicas que o país enfrentou, o Brasil tem setores que vão muito bem e que demandam profissionais em grande escala, o que impulsiona os salários dos executivos. Nas áreas de construção e impostos, por exemplo, os profissionais chegam a ter remunerações muito maiores que os outros países da AL.Outro ponto de destaque segundo Hollard é a economia mexicana, que apresentou crescimento de 4% no PIB em 2012. “O México embora tenha uma economia 50% menor que a nossa vem apresentando bons resultados e isso estimula as empresas a contratarem os melhores profissionais”, explica.

Tags, , , , , ,

Megaeventos para comemorar os 50 anos do Mustang

A Ford anunciou dois grandes eventos para marcar os 50 anos do Ford Mustang, o esportivo-ícone da indústria automobilística. Em parceria com o Mustang Clube da América, vai realizar megaencontros simultâneos, de 16 a 20 de abril de 2014, nos autódromos de Charlotte e Las Vegas, dois dos mais importantes dos Estados Unidos.

Esses eventos prometem estar entre os maiores do setor nos últimos anos. Abertos ao público, os dois circuitos serão preparados para receber entusiastas de todo o mundo na comemoração.

“Trabalhando junto com a Ford, queremos fazer da comemoração oficial de 50 anos do Mustang um megaevento automobilístico”, diz Ronald Bramlett, diretor executivo do Mustang Clube da América.

Os organizadores esperam milhares de fãs desse carro emblemático para compartilhar a sua história pessoal com o Mustang. “Nos dois locais, haverá momentos memoráveis para todos que amam os Mustangs, modernos ou antigos”, afirma Bramlett.

9 milhões de Mustangs

Com mais de nove milhões de unidades vendidas desde o lançamento, o “pony car” é um dos maiores sucessos da história da Ford. Um aspecto chave para isso é sempre ter sido oferecido em várias configurações para atrair diferentes tipos de clientes. No próximo dia de 5 dezembro, a Ford vai apresentar a sexta geração do Mustang, em eventos simultâneos em seis cidades de quatro continentes.

Desde que foi lançado na Feira Internacional de Nova York, em 1964, o Ford Mustang tornou-se uma parte importante da cultura popular mundial. Ele soma mais de 3.000 aparições em filmes e na TV, além de centenas de músicas. Com quase 5,5 milhões de fãs, também é o carro mais popular no Facebook.

Dupla comemoração

A comemoração de 50 anos do Mustang terá a exposição de modelos de todas as épocas, de 1964 até hoje, incluindo versões de mais de 600 cv que aceleram a mais de 320 km/h, além de inúmeras personalizações.

“Os fãs do Mustang estão entre os mais apaixonados do mundo”, diz Steven Ling, gerente de Marketing de Carros da Ford. “Esses dois eventos são realmente para eles. Estamos orgulhosos de fazer parte dessa celebração de um carro que frequentemente é chamado de ‘alma’ da Ford.”

Agenda

A agenda dos eventos começa no dia 16 de abril, com exposições e vendas. No dia 17, data oficial do aniversário, o Mustang Clube da América promove uma festa com direito a bolo e “parabéns à você”, exposições, provas de volta mais rápida e atrações interativas.

A partir do dia 18, o evento terá uma série de competições, corridas e arrancadas, jantares e shows. O dia 20 é reservado para desfiles, fotos e cerimônias de encerramento. A comemoração poderá ser acompanhada por um site especial (www.mustang50thbirthdaycelebration.com/) e pelo site do Mustang Clube da América (http://www.mustang.org/). O Mustang Clube da América também vai organizar grupos de viagem de proprietários do veículo para os eventos.

No Paraná, um grupo já se prepara para comemorar os 50 anos do Mustang nos Estados Unidos.

Tags, , ,

O Facebook vai dominar o mundo?

Por Luiz Alberto Ferla

Tudo indica que sim. O crescimento da rede social de Mark Zuckerberg nos últimos anos é surpreendente: já tem mais de 1,2 bilhão de usuários e é a mais popular em ao menos 127 países. No Brasil ultrapassa 76 milhões de usuários – estamos atrás apenas dos Estados Unidos e da Índia.

Os números sugerem que a América Latina – com cerca de 200 milhões de usuários ou 18% da base global – é uma região de acelerado crescimento para a companhia de Menlo Park, Califórnia. Todos os dias, 61,4% dos usuários ativos mensais nos três maiores mercados da região conectam-se à rede social. Isso representa uma audiência de 47 milhões de brasileiros, 28 milhões de mexicanos e 14 milhões de argentinos.

Em termos de construção de marca para os clientes, isso tem uma relevância enorme já que não há outro meio que tenha essa capacidade de chegar a tanta gente em um só dia. Nem mesmo a televisão.

É, o mundo está mudando… E as pessoas também. Durante muito tempo as relações aconteciam de forma linear, baseada nos meios de comunicação, principalmente rádio e TV. Hoje, a grande massa de informação consumida linearmente passou a ser trocada de forma matemática, com base no conhecimento das multidões, por meio dos buscadores.

Ainda assim, os comportamentos no mundo não mudaram. As pessoas continuam casando, tendo filhos, querendo ser felizes, querendo se engajar em causas nobres. O que mudou foi a maneira como contam as novidades sobre elas para os amigos. Tudo vai para a internet, um espaço democrático, onde todos têm o direito de se manifestar. Ali é possível assumir quem somos, o que pensamos, o que gostamos, sem medo. Isso faz com que a Internet seja construída com base na relação real dos amigos na Internet. E a opinião sincera de um amigo vale muito!

Quem ainda não entende muito bem esta relação são as empresas – algumas ainda tropeçam na divulgação de suas marcas. Pensam que basta apenas marcar presença nas redes sociais, sem estratégia. É um engano que pode custar caro para muitas marcas. É preciso que as empresas e organizações façam a si mesmas duas perguntas, antes de inovar e postar em suas páginas no Facebook: Por que isso é importante? Por que precisa ser compartilhado?

Um bom exemplo de campanha digital no Facebook, para um público segmentado, desenvolvida pela Talk2 foi para a Imaginarium, que culminou com mais de 600 mil fãs. A empresa queria construir uma presença digital que fizesse jus ao esmero encontrado nos seus produtos e buscou na web um meio de fortalecer esse branding irreverente. Uma estratégia, um plano de marketing digital com público, missão, metas e linguagem a ser adotada, surpreendeu: centenas de milhares de fãs fortaleceram a marca e a Imaginarium ficou gigante no mundo digital.

É isso que acontece quando as marcas entendem o que deve e o que não deve ser feito nas redes sociais. Pensando nisso, a empresa Talk2, que pertence ao DOT digital group, lança um eBook sobre como potencializar comercialmente o uso do Facebook http://materiais.talk2.com.br/facebook_estrategico, mostrando o que é importante nessa relação empresa/consumidor. O conteúdo vai auxiliar as organizações a conhecer melhor seus negócios e questionar a maneira como estão lidando com os clientes, fornecedores, funcionários e acionistas.

*Luiz Alberto Ferla é presidente do DOT digital group (Knowtec, Talk2, TechFront, DDBR, KeepingUp, IEA, SocialBase, Suite Plus) e Líder Empresarial 2012 (Fórum de Líderes).

Tags, , ,

Não perca,amanhã, o evento Aplicativos Móveis – Grandes Oportunidades

Nessa terça-feira, 26/11, acontece o evento “Aplicativos Móveis- Descubra Grandes Oportunidades. A realização é da Cenetic – Central de Negócios de TI de Curitiba em parceria com a Universidade Positivo e com apoio da Assespro-PR.

Acompanhe, a programação em http://cenetibr.acessotemp.net/eventos/ e uma entrevista em vídeo com Oscar Monteiro, presidente do conselho da Cenetic.

Tags, ,

ICI: Central 156 de Curitiba vai ter atendimento em inglês para Copa 2014

A equipe da Central de Atendimento e Informações 156 da Prefeitura de Curitiba, que é mantida e operacionalizada pelo ICI, participará nos próximos quatro meses de um curso básico de inglês com foco em atendimento. O objetivo é preparar um grupo de 25 teleatendentes para a demanda prevista nesse idioma na ocasião da Copa do Mundo Fifa 2014.
“Trabalhamos sempre pela qualificação dos colaboradores e melhoria contínua no atendimento”, comenta o diretor-presidente do ICI, Luís Mário Luchetta. “Como Curitiba é uma das cidades-sede da Copa, é fundamental que a equipe de teleatendentes esteja preparada para um atendimento diferenciado.”

O curso será ministrado pela Universidade Livre do Comércio, duas vezes por semana. Será dividido em cinco módulos: 1) expressões básicas para as aulas, cumprimentos, alfabeto, números, endereço, telefone; 2) primeiros contatos, apresentações pessoais e profissionais oferecendo ajuda; 3) desenvolvimento integrado da escuta, fala, leitura e escrita; 4) informações, comandos e descrição de objetos; 5) transportes, pontos turísticos, informações sobre a cidade, localizações e direções.

Saiba mais na reportagem em vídeo do programa de tv Valor Agregado.

Tags, , , ,

LinkedIn lança Showcase Pages

O LinkedIn é a maior plataforma de publicação de conteúdo profissional no mundo e as Páginas de Empresa são parte essencial de seu ecossistema. Mais de três milhões de empresas utilizam suas páginas no LinkedIn para promover conteúdo e se relacionar com seus públicos – compartilhando informações, incentivando discussões e publicando insights, que ajudam os usuários da rede a se tornarem mais produtivos e bem sucedidos. Hoje, o LinkedIn está feliz em anunciar uma nova aba nesta experiência, com o lançamento das Showcase Pages.

Agora as organizações podem criar páginas dedicadas para suas marcas, empresas e iniciativas de destaque. Através das Showcase Pages, empresas podem segmentar conteúdo para públicos interessados em diferentes aspectos do negócio. É uma nova maneira de engajar as pessoas corretas, no contexto correto.

Seguindo uma nova Showcase Page

Os usuários do LinkedIn podem seguir uma Showcase Page do mesmo modo que seguem as Páginas de Empresas. Uma vez que se tornam seguidores, as atualizações serão compartilhadas na linha do tempo ou podem ser vistas quando visitarem a Showcase Page. Além disso, as empresas podem expandir seu alcance indo além de seus seguidores e promovendo publicações através do Conteúdo Patrocinado. Fazer isso permite às empresas compartilhar conteúdo diretamente da Showcase Page para a linha do tempo dos usuários em seus computadores, smartphones e tablets.

Criando uma nova Showcase Page

Uma Showcase Page pode ser criada pelo administrador atual de uma Página de Empresa, que, a partir daí, pode adicionar outros administradores para gerenciar novas páginas. Semelhante às Páginas de Empresa, os administradores poderão monitorar a performance por ferramentas analíticas dedicadas.

Com as Showcase Pages, o LinkedIn reforça seu compromisso em prover soluções integradas que permitam que conteúdo flua com facilidade em sua plataforma. O LinkedIn está focado em criar experiências sociais simplificadas, que permitam às empresas disseminarem suas mensagens para as pessoas certas e gerar engajamento.

Tags, ,

Desenvolvimento móvel corporativo: abrace APIs ou desista antes mesmo de começar

Fonte: InformationWeek

Assim como a Matrix, o desenvolvimento móvel te oferece apenas duas opções: aceite a pílula azul e assuma que mobilidade é apenas outro tamanho de tela para o que já foi criado; ou pegue a pílula vermelha e entenda que a mobilidade muda todo o conjunto de tecnologia, não apenas o front end.

É o que escreve o analista Michael Facemire, da Forrester Reserach, no blog da consultoria. Ele pontua que um novo paradigma de oferta e demanda está levando arquitetos empresariais e profissionais de desenvolvimento a um novo ponto de inflexão. A demanda por aplicativos móveis existe – os consumidores têm um apetite insaciável por mais apps, desenvolvidos e atualizados com cada vez mais velocidade. E os consumidores de aplicativos móveis não são apenas usuários externos, eles também são funcionários e parceiros de negócio das companhias. À medida que o desenvolvimento de aplicativos evolui, como suprir essa demanda? A resposta, para Facemire, é clara: interface de programação de aplicações, mais conhecidas como APIs.

O analista exemplifica com um sistema de mobilização de vendas corporativas. “Peça para um desenvolvedor móvel (conhecido como desenvolvedor front end) para criar um app contra o set de sistemas de back office que um vendedor usa, sem prover infraestrutura adicional”, elucida Facemire. Segundo ele, o ciclo de vida de desenvolvimento deve ter três passos. Leia reportagem completa.

Tags,

Dicas para não errar nas compras do Black Friday

No dia 29 de novembro acontece no comércio eletrônico brasileiro o Black Friday Brasil 2013, ação realizada pelo portal Busca Descontos que vai reunir diversas ofertas de produtos e serviços com descontos. As ofertas das mais de 120 lojas participantes estarão disponíveis a partir da 0h do dia 29/11 no site oficial da ação: www.blackfriday.com.br.

Pedro Eugenio – CEO do portal Busca Descontos e idealizador do Black Friday no comércio eletrônico brasileiro – preparou algumas dicas sobre como o consumidor poderá se preparar para aproveitar o BlackFriday.com.br da melhor maneira possível.

1 – Vá ao lugar certo

As ofertas das 120 lojas participantes do Black Friday Brasil estarão reunidas no site oficial da ação: www.blackfriday.com.br. Todas as ofertas de produtos e serviços disponíveis no site passam por um filtro rigoroso, para que sejam publicadas somente ofertas realmente atrativas para o consumidor. O acesso ao site oficial do evento é uma maneira de fugir das possíveis ‘ofertas maquiadas’, além de comprar apenas em lojas que possuem boa reputação no comércio eletrônico.

O consumidor terá apenas 24 horas para aproveitar o dia mundial dos descontos. Programe-se com antecedência, o Black Friday Brasil começa às 0h do dia 29 de novembro e termina às 23h59.

2 – Faça uma lista

Quais os itens que você está procurando? Faça uma lista de tudo aquilo que você pretende comprar e prepare um Top 10 dos seus produtos mais desejados. Isso ajuda a se organizar e não se perder em meio a grande quantidade de ofertas no dia da ação.

3 – Crie um orçamento e fuja das dívidas

Saiba quanto você pretende gastar para cada item que deseja. O BlackFriday.com.br é uma ótima oportunidade para comprar, mas evite excessos que podem exceder o limite do cartão de crédito e te deixar pagando pelos próximos meses.

4 – Fuja dos horários de pico

Os picos de acesso ao site do Black Friday e das lojas participantes acontece nas duas primeiras horas da promoção, entre 0h e 2h, e na hora do almoço, entre 12h e 14h. A grande quantidade de visitantes simultâneos pode causar lentidão no acesso. Caso isso aconteça, tente acessar o site em outro horário.

5 – Compare os preços

Antes de comprar, compare os preços dos produtos em oferta com os de outras lojas participantes do BlackFriday.com.br. Certifique-se de entender a especificação detalhada para realizar uma comparação válida. Não compre nada sem antes ter certeza de que o preço está realmente em conta.

6 – Saiba identificar quais produtos estão em promoção

Vale lembrar que se uma loja participa do Black Friday, isso não significa que todos os seus produtos estão em promoção. A loja escolhe alguns produtos ou categorias que terão descontos para o Black Friday. Outros produtos podem continuar com os preços originais. Para procurar somente por produtos que estejam com desconto, o consumidor deve ir direto para o site www.blackfriday.com.br, ou ainda acessar hotsites montados especialmente para a ação no site das lojas.

“O Black Friday funciona como um mega outlet online. Isso quer dizer que somente alguns produtos vão estar com descontos, e não a loja toda. Nem sempre o produto que você deseja está disponível, por isso, para fazer grandes negócios, você precisa ser flexível e procurar os itens que tem maiores descontos”, orienta Pedro Eugenio, CEO do Busca Descontos e idealizador do Black Friday no Brasil.

6 – Selo Black Friday Legal

A Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico, em trabalho conjunto com o portal Busca Descontos, criou um Código de Ética para o Black Friday. As lojas virtuais que aderirem ao texto se comprometem a anunciarem ofertas reais na ação. Caso a empresa não cumpra o acordo, a mesma poderá sofrer suspensões.

As ofertas das lojas que aderiram ao Código de Ética serão identificadas com o ”Selo Black Friday Legal”, que indica a credibilidade das promoções. Fique atento!

7 – Denuncie ofertas irregulares

O consumidor que encontrar alguma promoção com qualquer tipo de irregularidade ou desconto irreal, pode fazer sua denúncia no link “Reclame Aqui”, do site oficial do Black Friday – www.blackfriday.com.br. As reclamações serão direcionadas para o site ReclameAqui, especializado no recebimento de reclamações e termômetro para a reputação de empresas.

A previsão do portal Busca Descontos é de que as vendas online na data gerem R$ 340 milhões, o que representa um crescimento de mais de 50% em relação ao Black Friday Brasil de 2012, quando foram vendidos R$ 217 milhões, segundo a ClearSale. De acordo com a previsão do portal, mais de 850 mil pedidos de compra devem ser realizados no dia 29.

Tags, , , ,

MathYou: milhões de exercícios de matemática em um só clique

Natan Gorin criou, desenhou e programou seu segundo aplicativo aos 13 anos de idade. A principal função do MathYou é gerar expressões e equações matemáticas. Com infinitas possibilidades – já que o próprio Natan chegou a, pelo menos, dois milhões de exercícios – o MathYou é um aplicativo único no Brasil com funcionalidade simples para alunos de 7 a 13 anos, de todo Ensino Fundamental.
Desenvolvido para iPhone e iPad, a ideia surgiu para ajudar os alunos em meio ao estresse do fim do ano letivo. Gerar expressões com adição, subtração, multiplicação, divisão, exponenciação, radiciação, inteiros, frações ou números negativos. E você pode escolher o que você quer na palma da mão. “O MathYou é uma grande ferramenta para o estudo da matemática. Se você é um iniciante, também tem os exercícios simples, onde você pode fazer uma única adição, subtração, multiplicação ou uma única divisão. O MathYou não trabalha com um banco de dados com todos os exercícios, ele gera na hora com os seus algoritmos”, afirma Natan.

Para os alunos que estão preocupados com as provas do fim de ano, o app pode ajudar nos estudos; para os professores, é uma dica de um sistema infinito de exercícios; e para os amantes da matemática, é uma maneira constante de desafiar-se. Durante quatro meses, o menino aprimorou o aplicativo até chegar o momento de oferecê-lo na App Store com versões em português e inglês. O MathYou tem milhões de exercícios para o estudante escolher o que quer, de maneira rápida e simples.

Apenas dois dias depois de lançá-lo, o site americano iheartthisapp inseriu uma votação sobre o MathYou na seção de educação (http://iheartthisapp.com/apps/mathyou/).

Este é o segundo aplicativo criado por Natan, que lançou o primeiro em março deste ano, também voltado aos estudantes. O iBoletim, um aplicativo que serve como gerenciador de notas, chegou a ocupar a primeira posição no ranking de aplicativos de educação grátis na App Store Brasil em menos de um mês, registrando 20 mil downloads em um único dia, pelo site AppGratis. Natan tinha apenas 12 anos. Hoje, o iBoletim já passou dos 50 mil downloads.

Tags, , ,

Samsung apresenta nova linha de tablets Galaxy Tab 3

Ter a liberdade de acessar conteúdos online em qualquer lugar, horário e ter sempre suas músicas, filmes e jogos preferidos é a proposta da Samsung com a sua nova linha de tablets, a Série Galaxy Tab 3. Os três modelos disponíveis (7, 8 e 10.1 polegadas), chegam ao Brasil para entreter jovens e adultos.

Com mais de 10 produtos tablets em seu portfólio, a Samsung busca sempre desenvolver produtos para os mais diversos perfis de consumidor. Segundo Roberto Soboll, Diretor de Produtos de Telecom da Samsung Brasil, “os tablets caíram no gosto dos brasileiros, pois unem a mobilidade de um smartphone com a usabilidade semelhante a um notebook e a nova linha Galaxy Tab 3, além da conectividade e mobilidade garantidas, conta com ótimo desempenho, item já característico dos produtos da marca”.

Galaxy Tab 3 – 7 polegadas: Presença nas redes sociais 24 horas por dia
O Galaxy Tab 3 – 7 polegadas é o companheiro ideal para quem adora ficar 24 horas ligado nas redes sociais e se diverte compartilhando e enviando mensagens o tempo todo para seus amigos. Os 9.9 milímetros de espessura e 7 polegadas de tela, faz com que esse tablet se encaixe perfeitamente nas mãos. E, pesando apenas 300 gramas, ele pode ser levado para qualquer lugar.
Colocar um título poderoso de conteúdos aqui – A fim de garantir ainda mais diversão, o Galaxy Tab 3 – 7 polegadas vem com conteúdos exclusivos disponíveis na Samsung Apps. Os usuários poderão ter acesso, por seis meses, a sete revistas da Editora Abril e por três meses, a cinco revistas da Editora Globo, além de poder baixar cinco livros digitais da Saraiva, totalmente grátis. Outro benefício incrível é o acesso a 50 GB no Dropbox, por dois anos, para armazenar todos os conteúdos que quiser, sem custo nenhum.
A diversão se estende ainda mais com os aplicativos Game Hub, Video Hub e Learning Hub, que reúnem jogos, filmes e conteúdos de ensino, especialmente selecionados e o Samsung Apps, uma loja integrada, que reúne os melhores aplicativos disponíveis no momento.
Além disso, o Galaxy Tab 3 – 7 polegadas traz câmera traseira de 3 MP e câmera frontal de 1.3 MP, sistema operacional Android 4.1 (Jelly Bean) e processador Dual Core 1.2 GHz, permitindo baixar e compartilhar jogos, aplicativos e vídeos de forma mais rápida e fácil.

Galaxy Tab 3 – 8 polegadas: Mais entretenimento e conectividade
Com 7.4 mm de espessura e pesando apenas 316 gramas, o Galaxy Tab 3 8.0 foi desenvolvido para oferecer conveniência ao levá-lo a qualquer lugar. Com design compacto e leve, ele é de fácil manuseio e altamente portátil. Seus aplicativos proporcionam maior produtividade durante a navegação, atendendo as necessidades de quem está sempre conectado à Internet, seja para o trabalho, diversão e, acima de tudo, prezam por produtos que trazem portabilidade total, aliada à tecnologia de última geração.
O aplicativo Modo Leitura ajusta automaticamente o brilho, as cores e contraste assim que você abre um e-Book, tornando a leitura mais agradável e confortável. Já com recurso o Multitela, é possível dividir as tarefas, abrindo dois aplicativos na tela, simultaneamente. Aumentando a produtividade do Galaxy Tab 3 8.0.
Prezando pela praticidade, o aparelho possui a função Smart Remote, que possibilita controlar, diretamente do tablet, diversos equipamentos eletrônicos diferentes como TV (independente da marca), Home Theather, DVD e até mesmo o ar condicionado. O Story Album é ideal para organizar suas fotos de uma forma simples e divertida em uma linha do tempo.
Além disso, o Samsung Galaxy Tab 3 8.0, oferece o Group Play, aplicativo para compartilhar músicas, fotos, documentos com seus amigos, criando uma rede de compartilhamento simultâneo, Som ao vivo com Dolby Surround, que reproduz a experiência do cinema em seu tablet, trazendo o som cristalino e efeitos de áudio e, por fim, o Pop up Play, que possibilita assistir a um vídeo em Full HD enquanto navega na Internet, escreve um SMS ou e-mail, tudo ao mesmo tempo.
O Galaxy Tab 3 8.0 funciona por meio do sistema operacional Androd 4.2 (Jelly Bean), tem processador Dual Core 1.5 GHZ, e traz câmera traseira de 3 MP e câmera frontal de 1.3 MP, proporcionando transições rápidas e suaves, com funções inteligentes e alta velocidade de conexão.

Galaxy Tab 3 – 10.1 polegadas: Diversão para toda família
Para os mais tradicionais que também gostam de desfrutar das experiências tecnológicas, o Samsung Galaxy Tab 3 10.1 reúne todos os aplicativos oferecidos nos modelos 7 e 8 polegadas, com o benefício de maior conectividade, praticidade e interação em um único aparelho. Deste modo, você pode se divertir com a família compartilhando músicas, fotos e documentos por meio do Group Play, rever imagens organizadas no Story Album e acessar arquivos de forma segura no Dropbox.
Também, é possível assistir a um vídeo pelo Pop up Play, enquanto controla os diversos equipamentos eletrônicos do ambiente pelo Smart Remote. Tudo com o Som ao vivo com Dolby Surround, que traz a experiência do cinema em seu tablet. É diversão de verdade.
Com apenas 7.95 mm de espessura e pesando só 512 gramas, o Samsung Galaxy Tab 3 10.1 possui melhor aderência à mão e aproveitamento do display, uma vez que a linha de comando na tela viraram botões funcionais físicos. O modelo possui processador Dual Core de 1.6 GHz e câmera traseira de 3 MP e câmera frontal de 1.3 MP.
Disponibilidade
A linha Samsung Galaxy Tab 3 já está disponível em toda rede varejista do País, incluindo as mais de 46 lojas Samsung espalhadas pelo Brasil. Os preços dos aparelhos variam conforme as versões (3G ou Wifi), e podem ser encontrados pelo valor sugerido a partir de R$ 1099,00 para o modelo de 7”, a partir de R$ 1399,00 o de 8” (somente na versão 3G) e a partir de R$ 1299,00 a versão 10.1 da linha.

Tags,

Positivo Informática apresenta o Positivo Mini

A Positivo Informática lança, nesta semana, o Positivo Mini, tablet de 7,85 polegadas de alta resolução com tecnologia IPS, que possibilita um ângulo de visão superior, e processador Quad Core de 1,6GHz. O equipamento é voltado para usuários que buscam agilidade para navegar na internet, ler, ouvir músicas, ver vídeos e rodar jogos.

O Positivo Mini tem 9,4mm de espessura, pesa 430g e seu acabamento é branco na parte frontal e prata na traseira, com a assinatura “With Google”, que aprovou também os produtos da linha de tablets Positivo Ypy. O dispositivo conta com aplicativos e serviços Google, incluindo cerca de 1 milhão de apps disponíveis para download na Google Play. Há também diversos aplicativos embarcados para potencializar ainda mais a experiência de uso. Entre eles, estão revistas gratuitas por três meses, Facebook, Kingsoft Office, para a edição de arquivos de Word, Excel e Power Point, e jogos como Cute the Rope e Fruit Ninja, além de outros games da Gameloft.

O dispositivo vem com sistema operacional Android 4.2 Jelly Bean e teclado customizados para o português Brasil, que permite escrever somente deslizando o dedo entre as letras para formar palavras em vez de digitar letra a letra. O modelo também conta com armazenamento de 8GB, memória expansível até 32GB pela porta Micro SD, câmeras frontal e traseira, conectividade Wi-Fi e Bluetooth 4.0 e portas mini HDMI e micro USB.

O Positivo Mini está à venda nos principais varejistas do país pelo preço sugerido de R$ 699. O Mini se encaixa nas condições do Minha Casa Melhor e pode ser adquirido com o cartão do programa em até 48 meses. Mais informações estão disponíveis no site www.minhacasamelhorcompositivo.com.br.

Mercado de tablets no Brasil
Com o Positivo Mini, a companhia se fortalece no mercado de tablets ao oferecer equipamentos de 7, de 7,85 e de 10,1 polegadas. Segundo a IDC, o segmento contabilizará 7,2 milhões de unidades comercializadas neste ano no Brasil, contra 3,3 milhões em 2012. De cada 20 tablets vendidos no país hoje, 19 rodam Android. Em um ano, a participação do Android aumentou de 68% para 95%, segundo dados da consultoria do segundo trimestre.

Tags,

Em 2017, seu smartphone será mais inteligente que você, afirma o Gartner

De acordo com o Gartner, líder mundial em pesquisa e aconselhamento sobre tecnologia, os smartphones poderão, em breve, prever o próximo movimento do consumidor, sua próxima compra ou interpretar as ações, baseados no que sabem. Estes insights serão realizados com dados individuais reunidos, usando computação consciente – a próxima etapa da Computação em Nuvem pessoal.

Tags

CIO: Preste atenção nessas dicas para o projeto de aplicativo móvel

Fonte:CIO

Galen Gruman M., InfoWorld/EUA
Um bom design é importante para qualquer aplicação, apesar daquilo que as péssimas experiências de anos e anos nos levaram a acreditar. No contexto móvel, um bom design é ainda mais crítico, pois a tela pequena e o ambiente operacional instável tornam o uso ainda mais difícil.

O que os desenvolvedores podem fazer sobre isso? E o que os usuários procuram?

Conversei recentemente com Michael Griffith, diretor de criação da Bottle Rocket Apps, desenvolvedora de aplicativos móveis cujas aplicações incluem o bem concebido app da de notícias da NPR. Ele segue um conjunto de 10 princípios e recomendações que leva ao desenvolvimento de melhores apps – especialmente melhores aplicativos móveis.

Confira:

1. Não basta portar o que você tem para outras plataformas (iOS para Android, Web para iOS, Android para o BlackBerry, e assim por diante). A aparência deve honrar a plataforma de destino, que os usuários optaram por determinada razão. Além disso, os recursos também podem ser diferentes, com base no que a plataforma oferece.

Para aplicativos corporativos utilizados em vários contextos e dispositivos, Griffith observa que o grau de padronização deve ser maior do que em aplicações de consumo, assim os usuários podem fazer o que é conhecido em todos os dispositivos e reduzir o tempo de aprendizagem. Neste caso, a aplicação é o centro da experiência do usuário, mais do que o dispositivo.

Você ainda deve honrar os pressupostos fundamentais da interface de usuário da plataforma na hora de criar as interações básicas do aplicativo – como o acesso aos menus.

2. Tire proveito das restrições móveis (especialmente dos smartphones) para pensar criativamente.

3. Tire vantagem das capacidades móveis que não estão disponíveis em um PC. Por exemplo, use a câmera para tirar fotos ou serviços de localização para diminuir sugestões de busca. Use sensores, especialmente quando dados adicionais puderem ajudar a reduzir o esforço do usuário ou da aplicação.

4. Cuide da acessibilidade. É comum ver jovens designers usando pequenos textos e layouts apertados, difíceis de serem lidos e tocados com precisão por usuários mais velhos. Evite o efeito Retina, só porque agora existem pixels menores que fazem texto tecnicamente legível em tamanhos ainda menores. Se você já passou dos 35 anos de idade, sabe bem o esforço que os olhos humanos fazem para ler esse texto minúsculo. Ao contrário disso, ofereça opções de adaptação no seu projeto, como o ajuste de preferências de tamanho do texto. A nova API do iOS 7 deve reduzir a carga de codificação necessária para inclusão desse recurso em apps para iPhones e iPads.

5. Ao mostrar maquetes e protótipos para clientes ou usuários, procure fazê-lo no aparelho no qual o aplicativo será executado. PDFs ou Photoshops em uma grande tela de computador simplesmente não refletem o olhar e a sensação de um smartphone ou tablet, nem as interações. O que parece funcionar direito em uma tela grande com mouse e teclado podem ser horrível na pequena tela sensível ao toque de um dispositivo móvel. Da mesma forma, o que funciona bem em um dispositivo móvel pode funcionar mal em uma tela de computador, fazendo com que os usuários e clientes rejeitem boas opções.

6. Cuidado com metáforas. Há poucas metáforas gráficas universais com as quais você pode contar. Das imagens analógicas antigas (as telas de TV, controles de rádio, toca-fitas, câmeras, filmstrips, LPs, seletor giratório, luzes piloto e até CDs)muitas não são operacionalmente familiares para as gerações mais jovens, mesmo que eles possam tê-las visto em um filme antigo. Embora a teoria da iconografia permita um design mais universal, muitas das bases analógicas para os ícones estão se tornando menos e menos conhecidas, o que pode deixar os usuários mais confusos. Em várias situações o uso de texto pode ser melhor.

7. Cuidado com a simplificação, onde tudo (cor, peso, textura, e assim por diante) parece igual. Uma interface muito simples pode ser tão confusa quanto uma muito complexa.

8. Não sobrecarregue o app. Se você tem um monte de funcionalidades para fornecer, considere dividi-las em um conjunto de aplicativos relacionados, cada um deles focado em uma funcionalidade central. Essa opção pode ser difícil de explicar aos clientes, especialmente tendo em conta a pressão para “fazer mais” em cada revisão, mas é essencial que os aplicativos não se tornem inviáveis ou muito complexos. (Griffith sugere que você cite a máxima “liberdade de escolha é o que você ganha, liberdade de escolha é o que você quer” do icônico “Freedom of Choice”, música de banda Devo.)

9. Projete para diferentes graus de experiência. Usuários iniciantes devem sentir algo especial e imediatamente valioso quando usarem seu aplicativo. Usuários subsequentes devem descobrir mais facilidades de uso. Pessoas que usem o aplicativo regularmente ao longo do tempo devem começar a descobrir funcionalidades mais profunda para fazer algo ainda mais útil. O Flipboard é um bom exemplo dessa abordagem, segundo Griffith.

10. Use movimentos e transições para enriquecer a experiência do usuário, e empurre valor, em vez de forçar o usuário a procurar por ele. Deixe uma maneira de ir mais fundo para aqueles que sdesejam, em vez de sobrecarregar as pessoas com informações.

Tags, ,

Evento em Curitiba apresenta grandes oportunidades para quem quer trabalhar com aplicativos móveis

Dia 26 de novembro, na Universidade Positivo, você pode conhecer casos de sucesso de startups e empresas maduras que se especializam em aplicativos móveis. Vai saber também quais são as tendências e onde estão as oportunidades do mercado nos próximos anos com palestras de especialistas do setor.

O evento é voltado a empresários de TI e Comunicações, Agências de Publicidade, alunos universitários e associados da Cenetic – Central de Negócios de Tecnologia da Informação e Comunicações de Curitiba, responsável pela organização.

Nos próximos dias, você vai acompanhar notícias sobre o mundo móvel e sobre startups que nascem voltadas para crescer desenvolvendo aplicativos para smartphones, tablets e dispositivos de uso corporativo.

Para mais informações e inscrição:

http://cenetibr.acessotemp.net/eventos/

Tags, , , , , , ,

5 motivos para melhorar o desempenho profissional

Um profissional que faz bom uso da inteligência é capaz de contagiar o ambiente de trabalho e influenciar nos resultados financeiros da organização, segundo Carlos Aldan, CEO do grupo Kronberg.
Para ilustrar a ideia, Aldan destaca cinco motivos para melhorar o desempenho profissional:
1- Destaque no mercado – Funcionários e líderes que permitem oportunidades de escolhas e mudanças de comportamento aprendem a gerenciar suas emoções e o estresse. Dessa maneira, conseguem manter o foco nas prioridades, otimizando os resultados.

2- Bom relacionamento com os colegas de trabalho – Por saber administrar as emoções, o profissional adquire a capacidade de driblar o contágio negativo, tanto os próprios, quanto dos outros, criando assim um ambiente harmonioso e suscetível a melhores lucros.

3- Sucesso – Estudos comprovam que as pessoas mais bem-sucedidas dentro de uma definição ampla de sucesso (não somente na esfera profissional, mas também física, espiritual, realização, conquistas e legados), detêm índices mais desenvolvidos de Inteligência Emocional. Os líderes que produzem resultados de 25 a 30% superiores à média, também têm em comum índices avançados de Inteligência emocional.

4- Sem datas de validade – Inteligência emocional, independentemente do esforço consciente para aprimorá-la, para a maioria das pessoas, melhora com o resultado das experiências de vida. É possível aprimorar conscientemente todos os componentes da Inteligência Emocional independente da faixa etária.

5- Autoconfiança – Exercitar a Inteligência Emocional também prepara o indivíduo para enfrentar com mais resiliência as inevitáveis adversidades, retrocessos e perdas na vida. A identificação, o constante aprimoramento e a aplicação de competências, forças de caráter, valores e compromissos nos permite aumentar a motivação intrínseca. Quanto maior a motivação intrínseca, maior nossa autoconfiança.

Tags, , , , , ,

Nokia acelera inovação em aplicativos

Fonte: TechLider

A Nokia anunciou recentemente uma variedade de aplicativos para aumentar as experiências dos consumidores com as linhas Asha e Lumia. DreamWorks Animation, Flipboard, Electronic Arts, Vine e WhatsApp estão entre os desenvolvedores líderes que construíram novos apps para os mais recentes dispositivos Lumia com tela grande e para a linha Asha, incluindo o primeiro tablet da Nokia.

O aplicativo mais popular de compartilhamento de foto e vídeo, o Instagram, também foi anunciado hoje. Ele está chegando ao Windows Phone 8 já nas próximas semanas.

“Nossa última conquista é levar o Instagram para todos que quiserem usá-lo”, diz Kevin Systrom, CEO e co-fundador do Instagram. “Nós estamos ansiosos para ver a comunidade do Windows Phone nas próximas semanas usando o Instagram para capturar e compartilhar momentos”.

A Nokia também lançou seus próprios aplicativos, o Nokia Storyteller, o Nokia Video Diretor e o Nokia Beamer, aproveitando a mais recente inovação de imagem da Nokia e a integração profunda com HERE Maps para que os clientes possam capturar, compartilhar e reviver memórias como nunca antes.

“Cada vez mais, os consumidores estão demandando aplicativos de alta qualidade e com melhor usabilidade”, explica Bryan Biniak, vice-presidente de ecossistemas da Nokia. “Nós estamos trabalhando em conjunto com a Microsoft e desenvolvedores de diferentes partes do mundo para entregar uma experiência única de aplicativos, estendendo os limites da inovação para nosso ecossistema. Com os novos dispositivos Lumia e Asha, a Nokia permite aos desenvolvedores alavancar nossas mais recentes ferramentas para oferecer aos consumidores a melhor experiência com os aplicativos e ainda aumentar as receitas”.

Leia a reportagem completa.

Tags, ,

HSM Expomanagement é marcado por debates sobre sustentabilidade e tecnologia

A ExpoManagement 2013, maior evento de gestão da América Latina, teve início na manhã desta segunda-feira com a presença de especialistas, executivos e empresas dos mais diversos setores da economia de todo país apresentando os conceitos mais atuais, cases inspiradores e práticas de sucesso do mundo corporativo. O evento acontece entre hoje e quarta-feira (6/11), no Transamérica Expo Center, em São Paulo.

A primeria palestra do dia foi de Paul Dickinson, especialista em sustentabilidade, diretor e fundador do Carbon Disclosure Project (CDP), entidade que trabalha de perto com as maiores empresas do mundo para reduzir as emissões de carbono e melhorar a gestão da água no planeta. Dickinson iniciou sua fala apresentaqndo o trabalho do CDP, que possui o maior banco de dados com informações sobre sobre mudanças climáticas do mundo. Para o especialista, sustentabilidade é o nome que damos para problemas que o governo não consegue solucionar. “Algumas pessoas acreditam que a sustentabilidade é uma prioridade menor, mas estamos falado do futuro que deixaremos para as próximas gerações. Desta forma, eu acredito que as corporações podem e devem ser a solução para os problemas climáticos”, afirma.

Para Dickinson, negócios e política hoje são a mesma coisa. “Os negócios são a nova democracia mundial. Qualdo as pessoas compram um produto ou investem em uma empresa, elas também estão votando no mundo que elas desejam para si mesmas e para seus filhos”. Ele também acredita que os riscos apresentados pelo aquecimento global são, na verdade, uma enorme oportunidade para que o mundo dê um novo salto tecnológico. “A sustentabilidade não é um peso. Os consumidores querem cada vez mais fazer negócios com empresas façam parte da solução, e não do problema, e é aí que residem as oportunidades de negócios do futuro. Estamos experimentando uma evolução no capitalismo, em que passamos da necessidade de maximizar o valor para os acionistas shareholders a necessidade de maximizar o valor das ações que desempenhamos” finalizou.

Wesley Batista, presidente global do Grupo JBS, maior empresa privada do Brasil e líder mundial em processamento de carne bovina, ovina e de aves, abordou os desafios de liderança que uma empresa familiar de atuação global enfrenta. Para o executivo, nada substitui ter as pessoas certas nos lugares certos. “Esse é o segredo da boa gestão de um grupo tão grande. Acreditamos que a simplicidade é essencial, não só na forma de ser, mas na forma de agir.” Ele lembra que o maior desafio do JBS é ser a maior empresa do setor sem sem perder a essência – ser simples e eficiente.

“Muitas empresas começam de uma forma simples e quando crescem, criam uma burocracia que por vezes traz problemas sérios para a sobrevivência da organização. Lutamos muito para evitar que isso aconteça, para não aumentar a burocracia, para não criar feudos.”

Mas Batista também acredita que para que a governança nas empresas seja algo real e palpável é preciso que as estruturas atuem de fato. “Em muitas empresas o que se vê são estruturas criadas desnecessariamente, o que serve somente para satisfazer uma necessidade dos executivos, e que no fim das contas acaba por não produzir resultados palpáveis para a empresa” finaliza.

A presidente e CEO da IBM, Ginni Rometty, apresentou uma palestra sobre a importância do Big Data para as empresas do século 21. De acordo com a executiva, “estamos finalmente presenciando a convergência de multiplas tecnologias. Atualmente 2,7 bilhões de pessoas estão conectadas à internet e um quarto da população mundial utiliza alguma rede social. Cerca de 80% de todos os dados existentes foram criados nos últimos 2 anos”. Ela diz que há tanta informação sendo criada diariamente que é impossível que as pessoas tenham condições de analisar todos os dados disponíveis.

Segundo Rometty, o principal desafio desta nova era de tecnologia será filtrar as informações relevante nesse mar de dados. Ela acredita que estamos vendo a criação de uma ‘tecnologia mais inteligente’, que irá transformar as empresas, sua natureza e suas atividades com base em três características fundamentais:

A maior parte das decisões serão tomadas com base em dados e na análise de informações;
As empresas irão infundir inteligência em tudo o que fazem, e na forma com que fazem;
O ‘valor’ deverá ser entregue diretamente aos indivíduos, e não mais para grupos.

“Sou bastante esperançosa sobre o futuro e acredito que a informação vai ser o principal recurso natural do século 21. Mas há uma diferença fundamental entre esse recusro e aqueles que movimentaram a economia das nações em séculos passados: a produção de informação é ilimitada. Tudo o que precisamos é de uma forma eficiente de refiná-la. E é isso que as empresas mais inteligentes do mercado já estão fazendo em todo o mundo”

Tags, , , , ,