Tag Zenvia

Black Friday: Como conquistar o cliente pelo atendimento

Por Fábio Matias

A Black Friday é o período do ano mais esperado por consumidores e empresas, principalmente as do varejo. Isso porque os consumidores aguardam a data para comprar aquele produto que estão querendo há tempos, com o melhor preço e as melhores condições de pagamento. Já as empresas vêm na época a maneira de se diferenciar, fortalecer a marca e se tornar referência para o cliente, como melhor experiência de compra e atendimento.

Porém, a cada dia está mais difícil alcançar o consumidor pelos métodos convencionais. Isso porque ele pode estar em qualquer plataforma e não se encanta mais somente pelo preço. Embora esse seja o atrativo inicial, para que feche a compra é preciso mais do que isso. Ele precisa saber, com certeza, que a empresa está apta a atendê-lo com excelência, desde a pré-compra até o pós-compra, passando pelas etapas de entrega e assistência.

Por isso, acredito que para as empresas se destacarem, ainda mais em uma época tão concorrida como é a Black Friday, a melhor alternativa é investir no atendimento, considerando opções online e offline, de acordo com o perfil do público. Destaco sete delas a seguir, que podem transformar a relação da marca com os clientes, tornando-a mais próxima, eficiente e duradoura.

PDVs (Pontos de Venda) – Se a intenção é focar em determinado produto ou serviço para a data, seja pela relevância e aceitação do item, seja por uma questão de equilíbrio de estoque, o PDV pode ser uma boa escolha como canal de vendas, desde que o público seja aquele que busca um funcionário para tirar dúvidas, que o vendedor não interfira na jornada do cliente e que a equipe domine plenamente as informações necessárias sobre os produtos e serviços oferecidos. Isto facilita o processo para a decisão de compra.

E-mail – Considero uma das melhores alternativas para informar as ofertas, pela riqueza de informações possíveis, porque o e-mail pode ser aberto como, quando e onde o consumidor quiser. Mas, cuidado: ele não deve ser disparado sem critério, com o objetivo de atingir mais e mais pessoas. Uma estratégia bem pensada privilegia o consumidor fiel e busca atingir clientes atuais e consumidores em potencial que já tenham tido algum contato com a loja, tendo manifestado algum interesse em novidades e notícias da empresa. Caso contrário, seu e-mail será mais um a ser excluído e, pior ainda, poderá afastar o cliente da marca.

Telefone – Para que o consumidor tire dúvidas e possa saber mais sobre a empresa, o telefone ainda é um canal utilizado. No entanto, para otimizar a experiência, é imprescindível tomar cuidado com o tempo de espera e os menus intermináveis. Afinal, ninguém gosta de ficar esperando para ser atendido, e o consumidor está sempre em busca de maneiras de conseguir o que quer da maneira mais rápida possível.

Além disso, existem leis e regras específicas que protegem os clientes e os operadores telefônicos como, por exemplo:

• O atendente não pode exceder seis horas diárias, ou 36 horas por semana, de trabalho;

• É necessária uma infraestrutura de atendimento telefônico, com computador, microfone e fone de ouvido;

• As ligações para números de SAC devem ser gratuitas;

• A espera por atendimento não deve exceder mais do que um minuto.

Chat – Para este tipo atendimento, a conversa com o cliente em tempo real e a interação no ambiente da empresa – com o chat embarcado no site corporativo ou na página na rede social – são as principais vantagens. Também conta muito neste formato a capacidade de atender muitas pessoas ao mesmo tempo, condição possibilitada quando o chat funciona de forma combinada com um robô, com possível transbordo para um atendente em caso de necessidade. Para que essa estratégia alcance os resultados esperados, o chatbot precisa ser pensado desde a personalidade (seu comportamento) até as necessidades de aprimoramento, de acordo com os inputs do público. O que as empresas ganham com isso? Agilidade no endereçamento correto da necessidade do cliente, otimização da mão de obra disponível e análise de oportunidades.

SMS – Assim como o chat, o SMS oferece maior flexibilidade e conveniência para comunicar os clientes, aproximando os consumidores das marcas, pois alia a mobilidade e facilidade dos celulares a informação útil, neste caso, relacionada a produtos e serviços. Considerando que no Brasil, segundo dados de mercado, cada pessoa costuma conferir o mobile de 150 a 200 vezes por dia, em média, o SMS se torna uma opção válida e de baixo custo para as empresas se comunicarem com seus clientes, com as vantagens de que o envio é praticamente instantâneo e de que 98% das mensagens são lidas em até dois minutos. Além disso, é uma solução de fácil utilização, não dependendo de pacote de dados ou de conexão para confirmar entrega de mercadoria, avisar sobre o horário de funcionamento da loja ou informar sobre a disponibilidade do produto, dentre outras muitas aplicações.

WhatsApp – É o canal de comunicação de alta preferência dos consumidores brasileiros. No país, o aplicativo é usado por 89% das população e ocupa o terceiro lugar entre as redes sociais mais usadas, perdendo apenas para YouTube e Facebook, segundo o relatório Digital In 2019. Pode ser aplicado para atender o cliente com dúvidas, atuar na resolução de problemas e enviar status dos pedidos feitos em quaisquer canais de venda, físicos ou on-line, por exemplo. No entanto, embora tenha muitas vantagens e capilaridade, as empresas precisam ter estratégias bem definidas para este canal, com processos e estrutura para, assim, garantir mais engajamento e fidelização dos consumidores.

Redes sociais – Diante da velocidade das interações digitais, é quase impossível ficar de fora das redes sociais. Afinal, muitos consumidores usam as plataformas para compartilhar suas histórias e experiências com marcas, produtos e serviços. Porém, é preciso avaliar onde o seu consumidor está e investir em comunicações diferenciadas em cada rede. Também é fundamental que a empresa tenha um diálogo consistente, independentemente da rede social escolhida. Para evitar discordância em anúncios, postagens e respostas de comentários, você pode contratar uma equipe responsável por essa área. Dessa forma, você se mantém sempre ativo nas redes sociais e evita que alguém não seja atendido. Uma outra dica é automatizar o atendimento via redes sociais, por meio de um chatbot. Essa tecnologia permitirá fazer configurações para um atendimento mais ágil e rápido, poupando tempo e recursos.

Todos esses canais facilitam a abordagem e a interação com o cliente, possibilitando que o relacionamento construído na Black Friday perdure por muitas outras ações e datas importantes para a marca.

Fábio Matias, vice-presidente de Negócios da Zenvia, plataforma de comunicação que simplifica a relação entre empresas e consumidores

Tags, , ,

Zenvia anuncia nova gerente de Marketing

Liliane Nogueira, gerente de marketing

A Zenvia, líder brasileira no mercado de serviços móveis, anuncia a contratação de Liliane Nogueira como nova gerente de Marketing. A executiva, que possui mais de 10 anos de experiência no mercado, chega à empresa com o desafio de fortalecer ainda mais o posicionamento da marca na entrega de valor aos seus clientes. Além disso, será responsável pelo desenvolvimento de novas estratégias de Marketing mais persuasivas alinhadas com o negócio da companhia para gerar resultados.

“É motivo de satisfação pessoal e profissional ingressar neste momento tão relevante e estratégico de diversificação do portfólio da Zenvia, quando a empresa amplia sua atuação no mercado em serviços móveis”, diz a gerente. “Minha missão é contribuir diretamente com o crescimento para novas frentes, posicionando a marca com um plano de Comunicação e Marketing inovador e consistente.” O objetivo da empresa com a estratégia adotada de expansão dos negócios é atingir um aumento de 30% no faturamento para 2016 em relação a 2015, quando a receita registrada foi de R$ 270 milhões.

Liliane tem ampla experiência tanto no segmento de Tecnologia quanto de Varejo. É formada pela Universidade Paulista (UNIP), pós-graduada em Gerência em Gestão de Negócios com ênfase em Marketing pela ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing) e fez curso de Gestão de Varejo pela FGV (Fundação Getúlio Vargas). Em seu histórico profissional constam empresas como Bematech, onde atuou como gerente de Marketing; além de Lojas Marisa e Accor Hotels.

Tags, ,

Conquistando clientes e vendas com SMS Marketing – Por Rafael Barin

Rafael Barin Gerente de negocios PMEO celular faz parte da comunicação cotidiana de expressiva parcela da população mundial, mas ainda é um canal distante do Plano de Marketing de muitas marcas brasileiras. Uma pesquisa da União Internacional de Telecomunicações revela que o total de celulares em uso no mundo já passou dos sete bilhões de unidades. Nesse cenário, cada vez mais as empresas podem utilizar a tecnologia a seu favor, com estratégias para criar conteúdo que gere engajamento e, consequentemente, amplie vendas.

O SMS (Short Message Service) é um aliado fundamental para ampliar a visibilidade das marcas. Além de seu alcance, essa ferramenta enquadra-se em um novo contexto de comunicação com os consumidores: as pessoas estão, cada vez mais, habituadas a receber informações em tempo real. Essa é uma das vantagens do SMS, que possui uma taxa de abertura de 98% (em comparação com 22% dos e-mails) e índice de respostas de 26% (contra 5% dos e-mails), segundo levantamento da Frost & Sullivan.

Mensagens de texto bem elaboradas demonstram que a empresa se importa com as necessidades do seu público e podem garantir a preferência do consumidor no momento da compra. Além disso, são um excelente recurso para encorajar os consumidores na contratação de novos serviços ou produtos. As pessoas que recebem promoções ou descontos se sentem privilegiadas, percebem vantagens em manter um vínculo com a marca e indicam a empresa para sua rede de contatos.

Ressalto que é importante que as organizações criem planejamentos para as campanhas de SMS Marketing. Para vender mais, é necessário focar em promoções, descontos ou divulgação de novos serviços. Já para manter uma boa relação com o público, vale enviar mensagens de agradecimento pela fidelidade dele com sua marca. Definir uma estratégia e selecionar quando encaminhar as mensagens e com que frequência é essencial para não importunar o cliente e conseguir fortalecer a imagem institucional.

Os resultados alcançados por meio do SMS Marketing podem ser ainda melhores com algumas dicas preciosas. Em primeiro lugar, identifique sua empresa nas mensagens para reforçar a marca e o vínculo com o usuário, usando linguagem simples, clara e direta. Além disso, é válido desenvolver o hábito de enviar mensagens em datas comemorativas, como aniversários e feriados, para criar um relacionamento mais próximo com seu público.

Abrir espaço para feedbacks também fortalece a relação com o cliente, uma vez que o envolve em processos de mudança e aperfeiçoamento. Outra sugestão é lembrar as pessoas sobre novos eventos promovidos por sua empresa, estimulando a participação. Não se pode esquecer que todo canal de comunicação com o consumidor deve ter planejamento e comunicação direcionada, com conteúdo personalizado. As empresas brasileiras que ignorarem essas diretrizes e o uso do mobile em suas estratégias de marketing terão, nos próximos anos, que percorrer uma distância ainda maior para alcançar seus líderes de mercado e engajar seus consumidores.

Por Rafael Barin, Gerente de Negócios PME da Zenvia

Tags, , ,

Maior frota, mais conexão

Por Fábio Matias, Diretor de Negócios Corporativos da Zenvia

A frota de veículos vem crescendo sistematicamente nos últimos anos no Brasil. Dados da Confederação Nacional do Transporte (CNT) revelam que o País registrou um aumento de 122% no total de veículos de 2004 a 2014, superando 84 milhões de unidades. Além disso, projeções da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) indicam que a frota brasileira deverá mais que dobrar nos próximos 18 anos, chegando a mais de 95 milhões de unidades em 2034.

Com o aumento da quantidade de veículos em território nacional, empresas de logística e de gestão de frotas, além de órgãos governamentais do setor de transporte, passaram a investir mais em tecnologias para comunicação, gestão e melhoria na qualidade dos serviços prestados.

Como exemplo de adoção de novas tecnologias nesse setor, podemos citar uma ampliação considerável no uso de SMS (Short Message Service – ou Serviço de Mensagens Curtas), ferramenta utilizada por empresas para envio de textos via mobile.

Um case recente do uso dessa tecnologia pelo setor de transportes é o projeto realizado pela Zenvia para aprimorar a comunicação de um órgão governamental de trânsito com os proprietários de automóveis no Brasil. Com o envio de SMS, unidades desse órgão em todo o País passaram a manter motoristas informados em tempo real sobre assuntos relacionados à situação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e do veículo, como multas, pontuação, solicitação de segunda via da CNH e agendamentos.

Na gestão de frotas e operações logísticas, há exemplos do uso do SMS para melhorar a produtividade e o nível de serviços, reduzir riscos e custos, destacando o disparo automático em pontos de controle da carga, aviso de entrega e recebimento, aviso de alteração de rota etc. Neste quesito, cito como exemplo o uso de SMS por cooperativas de taxi que utilizam a tecnologia para aviso de tempo para locomoção até o passageiro, modelo e placa do carro, cancelamento de viagens, entre outros.

Outro setor importante para a implementação de SMS é o de transporte público, por exemplo, com o envio de alertas e avisos sobre a situação das estações de metrô, operações das linhas, manutenção de trens e até envio de denúncias por parte dos usuários.

Considerando um universo no qual nem todos os brasileiros têm acesso à Internet móvel, o SMS ganha ainda mais importância e chega a atingir uma taxa de abertura de 98%. Além disso, traz as vantagens da entrega da mensagem em tempo real e da possibilidade de segmentação por público.

Tecnologias relacionadas ao mobile e focadas na comunicação em tempo real são frentes estratégicas de comunicação para empresas do setor de transporte que visam superar os desafios atuais, com recursos de baixo custo e elevada eficiência. Também é preciso ter em mente que investir nesse universo é uma oportunidade para tornar o atendimento ao consumidor mais eficiente e dinâmico, consequentemente, ampliando o tão desejado engajamento dos clientes com a marca.

Tags, , , , ,

Zenvia apresenta novo Diretor de Negócios Corporativos

Fábio Matias, novo diretor de Negócios Corporativos da Zenvia

Fábio Matias, novo diretor de Negócios Corporativos da Zenvia

A Zenvia, líder brasileira no mercado de serviços móveis, anuncia a contratação de Fábio Matias como seu novo Diretor de Negócios Corporativos. A contratação faz parte da estratégia de crescimento e expansão da companhia e o executivo atuará no posicionamento de mercado e no fortalecimento da relação da Zenvia com clientes e operadoras. Além disso, o novo diretor desenvolverá ações comerciais e de marketing, colaborando com novas soluções de interação digital.

“Estou muito animado com esta nova oportunidade. Há muita complementaridade nas experiências formadas e adquiridas pela Zenvia e me sinto motivado em poder contribuir diretamente com a estratégia de crescimento e expansão da empresa”, afirma o novo diretor.

A chegada do novo diretor faz parte do processo de crescimento e expansão da Zenvia. A empresa está apostando na diversificação do seu portfólio em 2016 e espera um faturamento 30% maior do que em 2015. No ano passado, a receita registrada foi de R$ 270 milhões, um aumento de 75% em relação a 2014.

Fabio Matias é formado em Ciências Contábeis pela Universidade da Região de Joinville (Univille), possui MBA Empresarial pela Fundação Dom Cabral, MBA em Marketing pela Fundação Getulio Vargas (FGV) e MBA em Identidade Empresarial pela Formação Ontopsicológica Interdisciplinar Liderística (FOIL). O executivo tem extensa experiência na gestão de negócios em software, marketing estratégico, gerenciamento de produtos e vendas, e já atuou em empresas como Datasul, TOTVS, Bematech, Localiza e Grupo Interplayers.

Tags, , ,

Zenvia patrocina pesquisa sobre Internet móvel

O Brasil é o maior mercado de Internet móvel da América Latina, o smartphone tem a preferência de 90% dos usuários de dispositivos móveis, e 58% dos entrevistados continuam utilizando planos pré-pagos. As conclusões são da pesquisa “MMA Mobile Report 2015”, patrocinada pela Zenvia, líder brasileira em serviços de mobilidade, e desenvolvida pela Millward Brown em parceria com a Mobile Marketing Association (MMA).

“Os resultados apresentam importantes insights sobre a relação dos brasileiros com a Internet e os dispositivos móveis. São dados relevantes que norteiam estrategicamente a nossa atuação. A Zenvia busca acompanhar o perfil dos usuários de smartphones para atuar cada vez alinhada com as necessidades e expectativas do mercado mobile”, afirma Jéssica Oliveira, Gerente de marketing da Zenvia.

O objetivo do levantamento foi compreender o perfil, o comportamento e as preferências dos usuários de Internet móvel no Brasil. Além disso, o estudo também identificou oportunidades de negócios para o mercado de dispositivos móveis e mobile marketing. Participaram do estudo 1,2 mil pessoas com acesso à Internet, com idades entre 14 e 55 anos, das classes A, B e C, em nove cidades brasileiras. Os entrevistados foram divididos em quatro categorias: millenials (de 14 a 24 anos), gen Y (de 25 a 34 anos), gen X (de 35 a 44 anos) e boomers (de 45 a 55 anos).

Entre os usuários de dispositivos móveis, o smartphone é o aparelho mais comum (90%). O sistema operacional mais usado é o Android (78%) e o fabricante mais popular é a Samsung (34%). O estudo revela que mais da metade dos usuários têm plano pré-pago (58%), gastam de R$ 10,00 a R$ 70 com créditos mensalmente, e 60% possuem planos de dados.

De acordo com a pesquisa, 93% dos entrevistados passam mais tempo conectados em suas residências, onde a conexão é melhor. No entanto, mais da metade das conexões (58%) já é feita pelo plano de dados. A categoria millenials é a mais conectada, fica em média quatro horas e meia por dia navegando na Internet via celular e, consequentemente, ela também é a mais exposta à publicidade em dispositivos móveis (57%).

Um dos destaques da pesquisa é o relacionamento dos usuários com os seus dispositivos. Nenhuma das categorias afirma que vive sem Internet, e a rede é indispensável para todas as gerações. Os brasileiros possuem em média 20 aplicativos instalados, mas os sete principais são utilizados para conversar e socializar. A rede social mais acessada entre todos é o Facebook, com um mínimo de três a quatro acessos diários em todas as idades, e também é por ele que as marcas conseguem se relacionar mais com seus públicos na Internet.

Os mais jovens utilizam o celular para comprar roupas, calçados e acessórios, e são os principais consumidores de entretenimento (ingressos, filmes, séries e música). Já os mais experientes compram vestuário, mas também gostam de adquirir itens de tecnologia e passagens aéreas.

Tags, , ,

Zenvia fecha 2015 com aumento de 75% no faturamento

A Zenvia, líder brasileira em serviços de mobilidade, encerra 2015 com um faturamento de aproximadamente R$ 270 milhões, um aumento de 75% em relação a 2014. Para o próximo ano, a empresa estima um crescimento de pelo menos 30%.

“Este ano foi muito importante para a Zenvia, pois mesmo com a crise mantivemos nosso alto ritmo de crescimento, de quase 90% ao ano desde 2007. Em 2016, pretendemos crescer mais de 30% organicamente e realizar eventuais aquisições”, afirma Cassio Bobsin, CEO da Zenvia.

Para atingir a meta, a Zenvia aposta não apenas no crescimento de mercado, mas também na ampliação da sua oferta de serviços e produtos. No início de 2015, a companhia adquiriu a área de Serviço de Valor Agregado (VAS) da Spring Mobile Solutions. A compra aumentou em mais de 80% o quadro de colaboradores em São Paulo e ampliou a atuação nos segmentos financeiro e de serviços.

Com a expansão em São Paulo, a Zenvia precisou investir em outro espaço. Em novembro, foi inaugurado um novo escritório na cidade. Localizado na Avenida Paulista, o ambiente reúne uma equipe de 100 funcionários em um moderno ambiente de 1 mil metros quadrados. Além disso, no final do ano a Zenvia lançou seu novo site totalmente reformulado, mais dinâmico e interativo, com melhor experiência de uso aos visitantes.

“Estamos preparando a empresa para dar passos ainda maiores. Queremos ampliar nossa oferta de serviços e consolidar o setor”, diz Bobsin.

Tags,

Tecnologia a favor da Saúde – Por Márcio Capassi*

view.aspx

A descoberta de novos medicamentos, exames e tratamentos médicos vêm causando uma revolução na Medicina. Atualmente, vivenciamos um cenário completamente diferente do que tínhamos há alguns anos. Mesmo assim, quando abordamos o uso da tecnologia no suporte à gestão de empresas de Saúde, ainda há muito espaço para expandir a oferta de produtos e serviços. Essa é uma das conclusões da Sociedade Brasileira de Informática em Saúde (SBIS), ao revelar que menos de 20% dos 7 mil hospitais brasileiros são informatizados.

A tecnologia pode contribuir para otimizar o atendimento, reduzir custos e aproximar ainda mais os médicos dos pacientes. Uma solução viável, rápida e prática que substitui os telefonemas com qualidade é o SMS (Short Message Service – em português Serviço de Mensagens Curtas). Como a telefonia móvel se proliferou no Brasil, a probabilidade de um paciente ou familiar não ter um celular é muito baixa, uma vez que, segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), temos mais de 280 milhões aparelhos habilitados no Brasil, ou seja, em uma análise simples, existem mais aparelhos do que habitantes.

Na prática, o SMS vem se mostrando uma ferramenta essencial na agilização do trabalho dos médicos, das clínicas e hospitais. O envio de alertas ajuda a controlar melhor as agendas, a minimizar ausências em consultas e a avisar no caso de atrasos. Pesquisas indicam que 50% das faltas podem ser evitadas com a troca de mensagens. Além de contribuir para o bom funcionamento, a tecnologia evita prejuízos financeiros e reduz custos de profissionais que teriam que atuar em atividades operacionais de confirmação.

O SMS é uma alternativa de comunicação direta e eficaz que pode ser integrado a um sistema de agendamento eletrônico para enviar mensagens personalizadas com opção de resposta para que o paciente interaja, confirme ou cancele horários.

As vantagens não param por aí. O SMS é igualmente útil em ações de medicina preventiva. Como alguns exames devem ser repetidos periodicamente, esquecer o prazo de refazê-los pode causar danos à saúde. A clínica o laboratório ou hospitais podem utilizar o SMS para avisar que a data para a realização dos exames está próxima, auxiliando o paciente para agendar os procedimentos. Com o SMS é possível comunicar ações de qualidade de vida, como dicas de bem-estar, fornecer orientações específicas e informar campanhas especiais de vacinação ou prevenção.

As soluções de SMS apresentam baixo custo e são extremamente assertivas, uma vez que são compatíveis com todos os aparelhos celulares e não exigem que o paciente esteja conectado à Internet para receber a mensagem. O recebimento pode ser feito, inclusive, em aparelhos simples. Vale destacar que 73,78% dos celulares são pré-pagos no Brasil, segundo dados de outubro deste ano da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Sem demandar pacotes de dados, a troca de mensagens é simples, rápida, barata e, principalmente, assertiva. Com essas vantagens, a comunicação instantânea está prestes a gerar uma nova revolução na área médica. É a tecnologia a favor da saúde!

Por Márcio Capassi, Head de Soluções da Zenvia

Tags, , , ,

Zenvia adquire unidade de negócios de VAS da Spring Mobile Solutions

A Zenvia anuncia que chegou a um acordo com a Spring Mobile Solutions para a aquisição da área de Serviço de Valor Agregado (VAS). A aquisição faz parte da estratégia de consolidação de mercado da Zenvia, que visa fortalecer sua presença no segmento de mensagens móveis, mobile marketing e carrier billing. A área de VAS da Spring possui, aproximadamente, 400 clientes nos setores financeiro, varejo, saúde e consumo, oferecendo soluções de mensageria, mobile marketing e tarifação de serviços e bens virtuais.

“Este é um passo muito importante para o mercado, pois o portfólio de VAS da Spring Mobile traz mais agilidade e sinergia para nossas operações”, diz Cassio Bobsin, CEO da Zenvia. De acordo com Bobsin, a plataforma adquirida proporcionará aos clientes Zenvia mais recursos, maior capacidade e qualidade de serviço aos clientes. “Estamos expandindo a nossa oferta de serviços e, ao mesmo tempo, consolidando nossa liderança no mercado”, explica Bobsin.
“A Spring Mobile Solutions sempre foi, prioritariamente, uma empresa de software de mobilidade para os representantes de campo na indústria de bens de consumo. Por isso, a venda da unidade de VAS fez sentido, pois nos permitirá novos investimentos e foco na nossa unidade de negócio de SaaS. Agora, temos a possibilidade de nos concentrarmos no crescimento da nossa participação no mercado e melhorar o nosso alcance e capacidade mundial”, diz o presidente da Spring, Conor Keane.

A Spring Mobile Solutions continuará investindo em novos produtos e em inovação para, assim, expandir sua capacidade de entrega global. A empresa, que já possui escritórios e centros de distribuição nos Estados Unidos, Colômbia, Brasil, México e Rússia, planeja abrir filiais na Ásia, África e Europa.

Os cerca de 50 colaboradores que já trabalhavam na área de VAS da Spring deverão permanecer na operação. “Nossos planos para 2015 consistiam em contratar mais de 80 novos profissionais para expandir a oferta dos serviços e colocar em prática nosso plano de crescimento para essa área. Com a aquisição, essas contratações devem diminuir, pois já contaremos com profissionais preparados. Será um movimento excelente do ponto de vista de equipe”, diz Bobsin.

“A expectativa da Zenvia para 2015 é dobrar o faturamento que, no ano passado, foi superior a R$ 150 milhões”, finaliza o CEO.

Tags, , , , , , ,

2013 será o ano das compras via celular, indicam pesquisas e especialistas em tecnologia móvel

Pesquisa da indústria móvel revela que 2013 deve ser o ano das lojas móveis. Especialista do setor acredita que isso se deve a mudança de cultura e comportamento do usuário mais aberto em sua experiência de compra
De acordo com a Juniper Research, que anualmente faz 10 previsões de tendências para a indústria da mobilidade, em 2013 um dos destaques é o comércio virtual. Segundo a consultoria, o dado ficou na quarta colocação e afirma que a tendência do ano é que o varejo abrace a estratégia de loja móvel e com isso, impulsione o mercado de mobile commerce (m-commerce).

Um dos pontos positivos para o m-commerce é a rápida evolução no mercado dos gadgets, telas maiores, melhor resolução, internet de qualidade à disposição e também aplicativos que facilitam o sistema de compras. “Hoje é viável consultar um mapa no celular, pesquisar lojas e comparar preços. Os consumidores estão incorporando naturalmente esses recursos em suas vidas e apresentam um comportamento mais aberto para a experiência de compra”, explica Vander Guerrero, CEO da Zenvia, empresa líder em mobilidade corporativa.

Outro fator que impulsiona as compras são as mídias sociais, principalmente com a publicidade nos sites de relacionamento que ativam consumidores virtuais de todas as idades. “Naturalmente o avanço da internet e da comunicação móvel permite a evolução das soluções de compras virtuais. É importante entender o m-commerce como todas as atividades relacionadas com a experiência de compra, desde uma busca a uma loja até a transação em si”, reforça Guerrero.

A tendência é Investir em recursos que consigam explorar o valor único da mobilidade. “Um exemplo é o uso de notificações SMS para aumentar a transparência e a confiabilidade em uma compra virtual, temas bastante sensíveis para a expansão do e-commerce”, conclui o executivo.

Tags, , , , , ,