Tag Stone

Stone seleciona startups para competição de Venture Capital entre universitários

A Stone, empresa de tecnologia de pagamentos financeiros e de soluções para PMEs, está com inscrições abertas para a Stone Investment Competition, uma competição que reúne universitários interessados em finanças e investimentos e startups brasileiras reais. A empresa busca startups de todos os modelos de negócios, independentemente de terem recebido investimento. Serão selecionadas três startups para o desafio, em que os times de estudantes representarão investidores, com objetivo de avaliar e escolher apenas uma empresa, em uma experiência on-line completa e interativa de um Venture Capital.

A iniciativa, que terá todas as etapas de forma on-line devido à pandemia, premiará a startup com maior qualidade do negócio e orientada a resolver os problemas de seu cliente com um programa de mentoria com líderes da Stone. Já os times de estudantes vencedores receberão bolsas de estudos de até R$ 30 mil, que poderão ser utilizadas em qualquer instituição de ensino.

“Queremos potencializar o empreendedorismo no Brasil e, por isso, lançamos neste ano a Stone Investment Competition. Além de desenvolver novas habilidades de jovens em formação, a iniciativa tem como objetivo conectar líderes da Stone e startups que tenham sinergia com a nossa cultura. Com o Programa de Mentoria com nossos especialistas, buscamos dar feedbacks estruturados e ajudar a startup vencedora a aprimorar seu negócio”, explica Fernanda Teich, responsável pela área de educação da Stone.

A seleção das três startups será feita antes do início da competição, priorizando negócios que tenham sinergia com a cultura da fintech. Um time de líderes da Stone fará a seleção criteriosa das empresas, a partir dos dados e documentos submetidos na inscrição on-line. A Stone procura startups que sejam soluções baseadas na nuvem. Todas as soluções serão avaliadas pelo time da fintech, e três serão convidadas para o evento de Decisão de Investimento, no dia 27 de setembro, com grandes líderes da Stone e jovens selecionados para o desafio.

Nessa data, as startups apresentarão seus negócios para os grupos de estudantes, que poderão fazer perguntas para os representantes dos negócios. Depois, cada time terá de 2 a 3 horas para decidir em qual startup investir. Ao final do Pitch Day, os universitários escolherão uma startup para investimento. Os vencedores serão anunciados no dia do evento, após a avaliação dos jurados.

As startups interessadas podem realizar a inscrição no site até o dia 15 de setembro

http://innovationawardslatam.com/c/stone.

Os estudantes devem se reunir em times de 3 a 5 estudantes para realizarem a inscrição e a primeira etapa do desafio até 11 de setembro pelo link:

http://www2.stone.com.br/stone-investment-competition/.

Tags, ,

A importância do pagamento para a experiência de compra

Por Augusto Lins*

Caprichar no atendimento e ter uma loja bonita e bem organizada não são garantia de uma boa experiência de compra para o consumidor.

Seja no varejo físico ou no online, de nada adianta uma loja oferecer promoções e descontos para atrair novos clientes se, a hora de efetuar o pagamento e concluir a compra a história é dolorosa ou burocrática.

A tecnologia pode e deve ser usada para tornar o pagamento um ato mais natural, promovendo uma experiência simples, transparente e sem fricção, a chamada “uberização” do pagamento, que tem uma contribuição significativa na fidelização do cliente.

É missão dos especialistas em mercado financeiro e tecnologia desenvolver, juntos, soluções que tragam simplicidade e facilidade aos meios de pagamento, integrando-os às plataformas físicas e móveis, como os smartphones, cada vez mais presente no cotidiano das pessoas.

Assim, novas ideias têm surgido, como dos totens de autoatendimento ou das ferramentas de pagamento rápido com um clique, que já fazem sucesso entre os consumidores.

A chegada das aplicações de código aberto ao mundo dos pagamentos traz aos programadores e desenvolvedores uma gama de novas possibilidades, tornando acessível a criação de aplicativos que processem as transações de forma segura com sistemas multibandeiras.

Para o varejista, isso significa mais eficiências e novas chances de fidelização, já que, quanto mais formas de pagamento forem aceitas em sua loja, menor o risco de perder um cliente porque a bandeira de seu cartão foi negada.

E não é apenas no mundo virtual que isso deve ser levado em conta: o varejo físico deve oferecer ao consumidor motivos que justifiquem sua ida até o estabelecimento, além da compra em si.

Imagine, se, em uma loja de calçados ou eletrônicos, por exemplo, os vendedores tenham tablets que possibilitem que o cliente faça o pagamento ali, na hora, sem a necessidade de enfrentar filas?

Os desenvolvedores devem pensar em plataformas já conectadas a sistemas de pagamentos, principalmente no que diz respeito aos adquirentes de cartão de crédito e débito, de forma que a experiência de pagamento se torne um diferencial competitivo.

Tendo a Internet e os dispositivos móveis como aliados para a criação de soluções, é possível descomplicar a vida de quem vende e de quem adquire os produtos, de forma que a experiência de compra, como um todo seja lembrada pelo cliente como algo simples e agradável.

*Augusto Lins é diretor da Stone, nova adquirente de cartões de crédito e débito especializada em mobile – www.stone.com.br

Tags, , , , , ,