Tag Stelleo Tolda

Mercado Livre bate recorde e registra 1 milhão de itens vendidos em 24h

Marketplace atingiu dias de picos de vendas nos meses de maio e junho, registrando 12 transações por segundo na América Latina; 80% desse resultado foram gerados pelos países Brasil, Argentina e México

O Mercado Livre (Nasdaq: MELI) (http://www.mercadolivre.com.br), companhia de tecnologia líder em e-commerce da América Latina, alcançou mais de 1 milhão de itens vendidos em 24 horas em três dias de maio e junho. Esse recorde significa a venda de 12 itens por segundo (ou mais de 1,03 milhão de produtos por dia). Brasil, Argentina e México foram responsáveis por 80% desse resultado. As categorias que mais venderam nesses períodos foram:

Casa, Móveis e Decoração
Acessórios para Veículos
Moda, Beleza e Fitness: calçados, camisas e blusas
Celulares
Informática e acessórios para notebooks e impressoras

Entre os fatores para a companhia alcançar esses picos de vendas está o investimento em oferecer frete grátis para compras a partir de R$ 120 junto com o programa de benefícios e fidelização Mercado Pontos, anunciado há poucos dias. “Com quase 18 anos de história e foco em inovação, desenvolvimento tecnológico e atenção aos clientes, estamos no caminho certo para repetir esses recordes muitas outras vezes”, afirma Stelleo Tolda, COO do Mercado Livre.

Esses números também acontecem na mesma época em que a companhia passou a ser listada entre as 100 maiores empresas da Nasdaq, entrando no índice Nasdaq-100.

Tags, ,

Mercado Livre entra no índice Nasdaq 100

O Mercado Livre (Nasdaq: MELI), companhia de tecnologia líder de e-commerce na América Latina, escreve uma nova fase de sua história, ingressando, nesta segunda-feira, no índice Nasdaq 100, que inclui as principais empresas de tecnologia do mundo listadas na Wall Street.

A partir de 19 de junho, o Mercado Livre irá se tornar um integrante da NASDAQ-100 Index® (Nasdaq: NDX) e da NASDAQ-100 Equal Weighted Index (Nasdaq: NDXE), que lista as ações mais importantes da indústria de hardware, software e telecomunicações do mundo. O Mercado Livre entra nesse grupo substituindo o Yahoo! (Nasdaq: YHOO) e se torna a primeira companhia latino-americana a pertencer a esse seleto índice de ações .

“Fazer parte deste índice junto às companhias globais mais relevantes do setor é um marco para nós. Um reconhecimento para todos que fazem parte do Mercado Livre, um trabalho de 18 anos de história de um contínuo crescimento nos diferentes países onde operamos”, assegurou Stelleo Tolda, COO do Mercado Livre.

Tags, , ,

Mercado Livre registra o melhor trimestre de sua história, com 73% de crescimento em receita líquida

O Mercado Livre (Nasdaq: MELI), maior empresa de tecnologia para e-commerce da América Latina, acaba de divulgar seus resultados financeiros do segundo trimestre de 2016, finalizado em 30 de junho.

Principais destaques do período:

– Foram vendidos 43,7 milhões de itens, um crescimento de 45% em relação ao mesmo período do ano passado – o maior crescimento desde 2009. O Brasil e a Argentina foram os principais protagonistas registrando, respectivamente, 57% e 46% de crescimento no número de itens vendidos.

– O valor total transacionado na plataforma (GMV – Gross Merchandise Volume) foi de US$ 2 bilhões, o que representa um crescimento de 68% em moeda constante e de 21% em dólar.

– Foram realizadas 31,9 milhões de transações de pagamentos via Mercado Pago – crescimento de 76% ano sobre ano. O volume total de pagamentos foi de US$ 1,81 bilhões, um aumento de 101% em moeda constante e de 51% em dólares.

Segundo Stelleo Tolda, Vice-Presidente Executivo – COO da empresa, “o segundo trimestre de 2016 foi o mais forte da nossa história. Além de termos mantido elevadas as taxas de crescimento da nossa principal operação, que é o Marketplace, e termos executado bem as métricas financeiras, nossa estratégia de oferecer serviços agregados está cada vez mais consolidada nos principais mercados onde atuamos”.

Destaques financeiros do segundo trimestre

– A receita líquida do segundo trimestre foi de US$ 199,6 milhões, um crescimento de 29,4% em dólares e de 73% em moeda constante. Excluindo a Venezuela, a receita líquida cresceu 29% em dólares e 68% em moeda constante.

– No Brasil, o crescimento da receita foi de 41% em dólares e de 61% em reais, acima da média de 50% dos 4 trimestres anteriores.

– A receita do Marketplace na América Latina cresceu 67% em moeda constante e 22% em dólares, enquanto a receita das outras unidades de negócio cresceu 82% em moeda constante e 41% em dólares, impulsionado principalmente pelo crescimento de Mercado Pago, Mercado Envios e Publicidade.

– A receita proveniente dos serviços de pagamento de Mercado Pago em lojas online fora da plataforma Mercado Livre cresceu 102% no período em moeda constante, mais um crescimento de três dígitos em cinco trimestres consecutivos. Essa performance positiva é impulsionada principalmente pelo modelo de plataforma aberta adotado pelo Mercado Pago, os esforços comerciais da área e as melhorias nas funcionalidades oferecidas pela ferramenta de pagamentos, elevando sempre mais a qualidade da experiência do usuário.

– No período, 20,3 milhões de itens foram enviados por meio do Mercado Envios, unidade de negócios que oferece serviços de logística aos vendedores da plataforma, o que representa um crescimento de 104% comparando com o mesmo período do ano passado. Neste segundo trimestre, Mercado Envios foi responsável pelo envio de 70% dos itens vendidos no Brasil, 32% no México e cerca de 25% na Colômbia, onde o serviço passou a ser oferecido há apenas um ano.

– As receitas com Publicidade cresceram 124% em moeda constante, provenientes principalmente da consolidação do formato publicitário Product Ads; 50% da receita total dessa unidade de negócio está atribuída a Product Ads em dispositivos móveis.

– Em 1 de junho de 2016, o Mercado Livre finalizou a compra da Axado Informação e Tecnologia S.A, uma empresa brasileira de desenvolvimento de software para logística no e-commerce.

Tags, , , ,