Tag sites

E-commerce: Dynatrace alerta que sites brasileiros demoram mais para abrir

A Dynatrace, líder mundial em soluções de Gerenciamento de Performance Digital, divulga levantamento que realizou para analisar o comportamento e experiêcias de compra no e-commerce de algumas categorias do varejo mundial. A pesquisa acompanhou diversas datas comemorativas de 2017 e foi concluída no período do Natal com dados de importantes mercados do mundo, como Brasil, Reino Unido, EUA, França, Alemanha, China, Austrália, Espanha, países nórdicos. Os resultados têm como objetivo auxiliar os varejistas na melhoria de suas lojas virtuais, que muitas vezes perdem clientes por causa de problemas técnicos nos seus sites.

“Os consumidores esperam que os sites sejam carregados dentro de três segundos ou menos”, explica Dave Anderson, Especialista em Desempenho Digital da Dynatrace, sobre a necessidade do levantamento para apoiar aos comerciantes. O executivo destaca que empresas que utilizam soluções como as da Dynatrace conseguem ter sites mais ágeis e preparados para serem acessados simultaneamente por milhares de consumidores. Segundo ele, sem o uso de tecnologia específica, esse desempenho não consegue ser obtido.

De acordo com o levantamento, nos países da Europa e América do Norte analisados a média de visibilidade completa dos sites e prontos para serem utilizados pelos consumidores foi de até 2,5 segundos, sendo Alemanha e Reino Unido os mais rápidos. Já no Brasil, a média foi de 4 segundos, tendo apresentado um pico de acesso no dia 18 de dezembro, entre às 10h e 13h.

Na avaliação do carregamento completo das páginas por categoria de vendas no Brasil, os cincos primeiros varejistas em ordem descrente foram papelaria e informática (4s), brinquedos (4,78s), perfumaria e cosméticos (4,93s), vestuário (7s) e varejista (7,06s). No quesito de visualização completa dos canais, a classificação ficou na ordem de perfumaria e cosméticos (1,45s), varejista (2,07s), livraria (2,14s), vestuário (2,24s) e papelaria e informática (2,29s). Todos tiveram 100% de disponibilidade de acesso.

“Nossa métrica visualmente completa foi desenvolvida para ajudar as organizações a se concentrarem no que realmente afeta a experiência do usuário. Fornecer aos compradores uma ótima experiência de compras on-line é vital para os varejistas que buscam ter sucesso no mundo de comércio eletrônico. Portanto, a conclusão visual deve ser a chave mestra para qualquer organização que procure realmente entender a experiência do usuário online “, finaliza Anderson.

Tags, , , , , , , , , ,

Copywriting: como usar e potencializar o número de conversão em seu site

Por Rafael Damasceno

Em diversos negócios, o website é a principal ou única porta de entrada para que os visitantes conheçam os produtos e serviços que são oferecidos. Para transformá-los em futuros clientes é preciso uma página funcional, com informações diretas, ótimo design e de fácil navegabilidade, fazendo com que em poucos cliques se consiga alcançar o objetivo. Porém, tudo isso pode ir por água abaixo caso o visitante não se sinta munido de argumentos suficientes que o convençam a realizar a ação que procura. É para ajudar nessa questão que surgiu o copywriting.

Para quem ainda não conhece, o copywriting nada mais é que o uso da linguagem escrita para induzir, direta ou indiretamente, o seu público-alvo e levá-lo a uma ação de conversão. Normalmente essa ação é uma compra imediata ou o contato com sua empresa. Vale lembrar que diferentemente de negócios físicos, as plataformas online não contam com um vendedor para sanar as dúvidas dos clientes e por fim, levá-lo à compra. Nesse cenário, o bom uso do copywriting como ferramenta para geração de vendas é ainda mais importante.

O primeiro passo para o uso da técnica é a criação de conteúdos de qualidade por meio de uma excelente argumentação textual, que envolverá o visitante a cada palavra lida, provocando assim, o interesse que o levará para a conversão final. Esse é o momento ideal para que você fale tudo o que precisa para converter seu visitante e nada além disso. É importante ressaltar que elaborar um bom conteúdo é ainda um fator de relevância para sites de busca, potencializando as chances de sua marca aparecer nas primeiras colocações no ranking dessas páginas.

Fora o excelente conteúdo, é necessário também aguçar a curiosidade do visitante de sua página. Para isso, use títulos que despertem o interesse, juntamente com um bom subtítulo, assim induzindo o visitante a continuar com a leitura. Outra forma de potencializar o interesse do leitor é o uso de fotos, vídeos, infográficos, links e outras informações que facilitem o entendimento do que está sendo oferecido. Evite parágrafos e frases longas, isso pode deixar o visitante perdido com o extenso volume de informações.

Tenha também muita atenção ao uso correto da ortografia! Não adianta ter bons argumentos e usar o “mais” no lugar do “mas”, por exemplo. Isso tira toda a credibilidade de seu site, fazendo com que o visitante desista da leitura, diminuindo as chances de conversão.

Se você ainda não utiliza o copywriting em seu dia a dia, chegou a hora de rever seus conceitos! Mesmo com todo avanço tecnológico e das facilidades de encontrar serviços e produtos, o poder da palavra ainda tem um peso decisivo no momento de induzir seu visitante a comprar seu produto ou escolher seu serviço. Isso muito provavelmente trará um aumento significativo em sua taxa de conversão.

Rafael Damasceno, CEO da Supersonic, primeira empresa brasileira empresa 100% focada no aumento das taxas de conversões de sites

Tags, , , , ,

SEMRush aponta os 11 erros mais comuns em SEO

A SEMRush, líder global em marketing digital, divulga estudo que aponta os onze erros mais comuns em SEO. A análise foi feita de forma anônima, utilizando a ferramenta Site Audit da SEMrush em mais de 100 mil sites e 450 milhões de páginas.

“Meu objetivo era provar a importância da técnica do monitoramento com uma frequência constante, não apenas avaliações anuais. Para tal, decidimos pesquisar quais seriam os erros mais comuns em todo o website ou em pelo menos uma das páginas do site. E, como esperávamos, os resultados demonstraram a importância de se ter uma avaliação técnica constante nas tabs de SEO do site” afirma Maria Belkina, Product Owner, Site Audit and SEO Ideas da SEMrush.

As principais conclusões do estudo são:

– A questão mais comum que afeta o SEO dos sites é o conteúdo duplicado: encontrado em 50% dos sites analisados pela SEMRush;

– 45% dos sites analisados tem problemas na otimização de imagens;

– Questões de SEO nas páginas dos sites estão entre os erros mais comuns. 35% dos sites tinha tags duplicadas no, e outras questões, tais como tags enormes no título que foram encontrados em 15% dos sites. Em 30% da base analisada tinham páginas com meta descriptions duplicados e 25% dos sites tinha páginas sem meta descriptions.

Para mais detalhes do estudo, acesse a versão completa aqui (em inglês).

Tags, , , ,

4 motivos para ter um certificado SSL no site

Secure Socket Layer ou, simplesmente, SSL. Há empresas e consumidores que não sabem, mas essa tecnologia é essencial na experiência e segurança do usuário dentro do site ou loja virtual. O Certificado de servidor é um protocolo de proteção que garante a criptografia das informações e resguarda os internautas durante toda a navegação.

Este tipo de tecnologia é primordial, por exemplo, para empresas de comércio eletrônico, que precisam proteger dados como informações de cadastro e números de cartão de crédito dos clientes. Cada vez mais, para obter sucesso no mundo digital, é preciso ter a segurança como prioridade.
Confira abaixo quatro motivos para investir nessa tecnologia:

1- Segurança:
Todas as informações trafegadas entre o navegador do usuário e o site são criptografadas. Os dados ficam totalmente protegidos, uma vez que são totalmente codificados, impedindo que hackers interceptem as informações para utilizá-las de forma fraudulenta.

2- Confiança do usuário:
Para ter acesso aos leilões em andamento da Receita Federal ou Polícia Federal, basta que o interessado, pessoa física ou jurídica, acesse o Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte (e-CAC) por meio de certificado digital válido, utilizando a opção de atendimento “Sistema de Leilão Eletrônico”. Nesse link é possível visualizar os editais disponíveis, os lotes de cada um, preços e as datas de início e fim de recebimento das propostas. Também é possível acessar fotos de cada um dos itens.

3- Mais vendas:
Para as lojas virtuais, a garantia de segurança pode resolver o problema do abandono dos carrinhos de compra, já que um dos principais receios dos consumidores na internet continua sendo a troca de informações no e-commerce. Soluções como essa ajudam a aumentar a confiança dos compradores e, consequentemente, promovem o crescimento das vendas.

4- Boa reputação:
Muitas empresas já ficaram mundialmente conhecidas por grandes vazamentos de informações de usuários. Investir em tecnologias que impeçam este tipo de “mancha” na reputação garante que a imagem da companhia não ficará arranhada por conta de possíveis fraudes.
Saiba mais em: https://serasa.certificadodigital.com.br/produtos/certificados-de-servidor-web-ssl/raiz-internacional/

Tags, ,

Nova atualização do Google irá impactar e-commerces e sites que não possuem versão mobile

O Blog do Google anunciou oficialmente uma nova atualização em seu algoritmo de buscas. De acordo com especialistas de SEO em todo o mundo, a nova versão terá um impacto ainda maior que o Panda e o Penguin. Segundo o Google a nova ferramenta, chamada por muitos de “mobilegeddon”, possui duas novidades que prometem ajudar os usuários a encontrar mais conteúdo de sites mobile:

1 – Mais sites mobile nos resultados de busca;
2 – Mais conteúdo de aplicativos nos resultados de busca;

A primeira alteração acontece no 21 de abril. “Expandiremos o uso de recursos mobile-friendly como sinal de ranqueamento. Esta mudança irá afetar as buscas em dispositivos móveis em todos os idiomas e países, impactando significativamente os resultados de busca”, informou o Google. Na prática, sites adpatados a dispositivos móveis aparecerão melhor posicionados em buscas realizadas nesses gadgets.

Segundo levantamento realizado pela consultoria Conversion, um em cada cinco visitantes de lojas virtuais utilizam celulares e tablets. Estima-se que o comércio eletrônico fature pelo menos R$ 11,1 bilhões apenas em compras efetuadas por dispositivos móveis. Somente em 2014, 10% das vendas pela internet foram realizadas a partir deles, um aumento de mais de 200% em relação ao último ano.

“Tanto pela mudança de comportamento do consumidor, que cada vez mais usa smartphones para se conectar à Internet, consultar produtos e realizar compras, quanto pela importância dos mecanismos de busca em gerar tráfego para sites, é indispensável que empresas tenham um site que funcione bem em celulares”, conclui Diego Ivo, CEO da Conversion, especialista em otimização para buscadores.

Acesso mobile não é tendência, é fato mais que consolidado

2013 – Pesquisa do Ibope Media revela que 52 milhões de pessoas têm acesso à internet pelo celular;

2014 – Pesquisa divulgada pelo CETIC.br (Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento Sociedade da Informação) revela que “número de brasileiros que usa a internet pelo celular cresce 106% em dois anos”;

2015 – Estudo da Vivera Mobile aponta que “smartphones dominam acesso à internet no País”.

Tags, , , ,

5 dicas para um profissional chamar a atenção na Internet

A maioria dos profissionais liberais e autônomos utilizam a Internet para buscar oportunidades e serem encontrados por clientes, mas muitos não estão empregando os recursos certos para isso!

Quando se fala em Internet já se imagina milhões de pessoas conectadas pelo mundo, com muitas informações circulando. Mas como ser encontrado nessa multidão de IPs e, ainda, dizer algo notável no meio de tantas informações?

Foi pensando nisso que o doutor Paulo Salem – criador do Liberalis – desenvolveu o site que ajuda profissionais liberais e autônomos a encontrarem oportunidades e, principalmente, a serem achados por elas. No Liberalis o profissional pode criar seu site profissional individual, com o seu nome no próprio endereço da página, utilizando vários recursos gratuitos ou pagando só 15 reais por mês pela versão completa. A ideia é que qualquer pessoa tenha a sua página profissional e faça dela o seu melhor cartão de visitas virtual.

Porém, como qualquer ferramenta na Web, ela precisa ser bem utilizada para ser eficaz. Mesmo com tantas facilidades técnicas, muitas pessoas se esquecem ou menosprezam detalhes básicos que ajudariam, e muito, na sua visibilidade digital. “Tenho observado que muita gente tem deixado de colocar coisas essenciais, inclusive – inacreditável – o nome!” afirma Paulo. Foi com esses dados em mãos e aproveitando a crescente procura pelos serviços do site, que Paulo separou algumas dicas importantes para aumentar a visibilidade do profissional na rede:

1. Dê (muitas) informações corretas. Quanto mais informações houver na sua página, mais fácil ficará para os clientes potenciais lhe encontrarem para resolverem problemas específicos. Lembre-se que as pessoas muitas vezes usam termos de buscas surpreendentes e às vezes nem sequer sabem exatamente o que querem. Por exemplo, uma pessoa que deseje resolver suas crises de ansiedade possivelmente buscará por informações relacionadas aos seus sintomas na Internet, e não necessariamente por um psicólogo. Porém, se um psicólogo tomou o cuidado de mencionar que é capaz de tratar o transtorno, o paciente talvez o encontre e, eventualmente, o consulte. Clientes do Liberalis já nos contaram que foram contatados por questões muito específicas, como o título de uma monografia colocada no portfolio de trabalhos!

2. Acrescente conteúdo periodicamente (em blogs, por exemplo). O próprio Liberalis dá a oportunidade de ter um blog exclusivo no qual o profissional pode escrever artigos ou comentar assuntos relacionados a sua profissão. Esse conteúdo regular tem vários propósitos. Primeiramente, ele mostra aos visitantes do site que o profissional sabe do que está falando e preocupa-se com seu ramo. Em segundo lugar, ele mantém os visitantes interessados, retornando sempre ao site e talvez algum dia contratando-o. E, finalmente, quanto mais conteúdo, maior a chance de ser encontrado numa busca orgânica do Google, pelos mesmos motivos do ítem acima.

3. Monitore os acessos. Fique ligado nos acessos que a sua página vem tendo. Isso sinaliza o sucesso ou o baixo desempenho das suas ações virtuais. Existem ferramentas gratuítas que ajudam nesse ponto. O Liberalis já inclui um monitor simples de acessos e visitantes, mas existem outras opções mais sofisticadas, como por exemplo o Google Analytics. Se o site estiver com poucos acessos, significa que está na hora de acrescentar mais conteúdo, divulgar melhor com os colegas e amigos, e talvez fazer uso de publicidade. A qualidade do site é importante para trazer mais acessos, mas não apenas por causa das buscas feitas por clientes. No Liberalis, por exemplo, damos destaque na nossa home page aos sites mais bem acabados e completos, que apenas por isso acabam tendo muito mais acessos. Pense bem: se você fosse um portal como o Liberalis, ou um buscador como o Google, você não iria tentar colocar os melhores sites na sua vitrine?

4. Faça uso da publicidade online. Há várias maneiras de utilizar-se a publicidade online, e há vários preços bem acessíveis para isso também. Por exemplo, é possível anunciar tanto no Google (AdWords) quanto no Facebook. Normalmente paga-se bem pouco por cada clique no anúncio (em torno de R$ 0.50) e pode-se focá-lo em clientes específicos, como pessoas buscando por, digamos, advogados. Mas atenção, não basta anunciar o seu site e achar que todos que clicarem nos anúncios se tornarão clientes: uma vez que a pessoa encontre o site, é preciso que ele esteja bem arrumado para motivá-la a contratar o profissional. Caso contrário, o dinheiro colocado em anúncios será jogado fora e não se converterá em negócios. No Liberalis, temos uma forma sutil de publicidade paga: os assinantes Premium são colocados em destaque dentro do nosso diretório de usuários em suas respectivas categorias profissionais.

5. Destaque-se da crescente concorrência, mas com decoro. Fique atento aos seus concorrentes e faça melhor. Coloque fotos atuais e de acordo com a imagem que queira passar. Se você é especialista em algo difícil de se encontrar, tenha certeza de divulgar o fato. Se tem algo novo a dizer, escreva um artigo e coloque online. Se formou-se numa universidade de prestígio, coloque no seu currículo. Faça do seu nome a sua MARCA. Contudo, mantenha sempre a sobriedade e o decoro. Não gabe-se das coisas, apenas relate os fatos concretos que o destacam dos demais. Além de ser uma demonstraç ão de respeito para com seus clientes e colegas, é importante para não ter problemas legais: diversos órgãos reguladores profissionais (como a OAB) exigem uma conduta ética exemplar de seus membros, o que inclui manter a seriedade na divulgação (tanto online quanto offline).

Essas dicas são importantes para profissionais que queiram aumentar sua visibilidade na Internet e consequentemente sua credibilidade diante da concorrência, por isso é fundamental não esquecer da regra mais básica e simples: a de ser verdadeiro! Mentir não “pega bem” em nenhum meio, principalmente no online, e pode colocar todos os seus esforços por terra.

Tags, , , , , ,