Tag recursos humanos

Startups de recursos humanos captaram US$ 219 milhões em 2022

Na comparação com outros segmentos de empresas de tecnologia, as startups de recursos humanos atraíram investimentos tímidos até 2019. Mas a partir do isolamento social provocado pela pandemia, muitas empresas tiveram de buscar novas soluções para se conectar com os funcionários, impulsionando, assim, as HRTechs. O resultado desse movimento foi o crescimento do setor. Só nos primeiros cinco meses de 2022, as startups captaram US$ 219,2 milhões ao longo de 14 rodadas — em todo o ano de 2021, foram US$ 241,3 milhões levantados, segundo dados da plataforma de inovação Distrito.

Hoje, o Brasil conta com 408 startups de recursos humanos, divididas em três categorias principais: Aprimoramento e Cuidados (que oferecem qualidade de vida, desenvolvimento técnico e benefícios), Contratação (que facilitam a descoberta de novos talentos e facilitam no processo de inclusão nas empresas) e Gestão (que ajudam a gerir processos e times). Contemplando cerca de 40% do número de HRTechs, o segmento de Aprimoramento e Cuidados é responsável por 64% do volume recebido em investimentos — US$ 554,7 milhões levantados nos últimos dez anos.

“O capital humano será um dos grandes desafios dos próximos anos. As empresas tiveram de adotar soluções tecnológicas na pandemia e perceberam que podem otimizar seus processos e melhorar a gestão de pessoas. É um movimento que deve continuar, mostrando-se um terreno fértil para o surgimento e crescimento de diversas soluções inovadoras” afirma Gustavo Gierun, CEO do Distrito.

Entre as principais empresas do setor, destacam-se o Vagas e a Gupy, que facilitam a contratação de novos talentos, o Gympass, que oferece para funcionários o acesso a várias atividades físicas, e a Ahgora, que desenvolve tecnologias para a gestão de pessoas em pequenas, médias e grandes empresas.

Tags, ,