Tag Rakuten

Geração Y gosta mais de comprar no e-commerce que geração Z, revela pesquisa

A preferência das pessoas por comprar pela internet já é uma realidade entre todas as gerações. Até mesmo entre os babyboomers, geração nascida logo após a Segunda Guerra Mundial, a inclinação pela compra online atinge 84% das pessoas. No entanto, ao contrário do que se poderia pensar, não são os jovens de 20 anos ou menos os campeões na escolha pelo e-commerce.

A porcentagem de consumidores nascidos depois de 1995, a chamada geração Z, que se declararam estar mais propensos a usar o e-commerce para comprar produtos ou contratar serviços ainda é esmagadora (87%), contra 13% que preferem comprar em lojas físicas. Mas os millennials, da geração Y, gostam mais ainda da modalidade: 95% das pessoas que têm entre 27 e 37 anos priorizam a compra pela web em detrimento das lojas físicas. Esta geração ainda se destaca na compra via mobile (40%, enquanto a média foi de 29%) e na busca pelo menor preço. Para 84% das pessoas nesta faixa etária, o custo é o fator que mais influencia na compra.

Os números são de uma pesquisa da Rakuten Digital Commerce com 472 consumidores das 4 gerações. Entre os consumidores da geração X, nascidos entre 1960 e 1979, o índice de preferência por comprar online é igual ao dos millennials mais jovens, a chamada geração Z: 87%. A geração X se destaca também como a que mais planeja antes de fazer comprar (91%), 4 pontos percentuais a mais que a média geral.

A disputa entre as gerações Y e Z continua em outros quesitos. Se por um lado a geração Z é a que mais usa apenas apps para finalizar a compra (75%, enquanto a média foi de 65%), a geração Y é a campeã nas compras de produtos de saúde e beleza, entretenimento e casa & decoração. Por outro lado, os millennials da geração Y também ostentam um recorde não tão positivo: a compra por impulso, declarada por 32% das pessoas que responderam a pesquisa.

E não pense que os mais velhos ficaram de fora. São eles os que mais compram produtos ou serviços relacionados à viagem e turismo pela internet. Já quando o assunto é segurança, também são os que mais se preocupam; apenas 4% disseram não analisar atentamente todos os aspectos de segurança da loja virtual antes de fazer a compra.

Os hábitos de consumo dos brasileiros no e-commerce e as melhores práticas para vender online serão debatidos durante a Rakuten EXPO 2017, um dos maiores eventos do calendário nacional de e-commerce e que acontece no próximo dia 5 de outubro, a partir das 9h, no World Trade Center Golden Hall, em São Paulo. A feira é promovida pela Rakuten Digital Commerce, empresa de soluções para e-commerce vinculada ao maior ecossistema de internet no mundo. Em sua 6ª edição, a Rakuten EXPO espera reunir cerca de 3 mil participantes. Os ingressos podem ser adquiridos no site do evento (expo.rakuten.com.br).

Tags, , ,

Rakuten é eleita pela Forbes uma das 20 empresas mais inovadoras do mundo

A Rakuten, Inc. – uma das maiores empresas de Internet Services do mundo e líder de mercado no Japão acaba de ser apontada pela Revista Forbes como a 17ª empresa mais inovadora do planeta. Conhecida por praticamente ter inventado o e-commerce em 1997 com o Rakuten Shopping no Japão, a companhia expandiu o modelo ao redor do mundo e hoje gerencia milhares de lojas em mais de 100 países.

A Forbes é a publicação de negócios mais importante do mundo e calcula quão inovadoras são as companhias através de um algoritmo que relaciona valor de mercado e fluxo de caixa, além da análise de um corpo de especialistas, que buscam elementos que apontem a capacidade de a empresa continuar crescendo e tendo lucro no futuro. Concorrem apenas companhias que tiverem ao menos sete anos de dados financeiros públicos e valor de mercado superior a US$ 10 bilhões.

De acordo com René Abe, recém-empossado CEO da Rakuten Brasil, a empresa figura entre as empresas mais inovadoras do mundo porque nunca abandonou sua missão de capacitar as pessoas e a sociedade por meio da Internet. “Assim como o fez no Japão, essa revolução tem sido colocada em prática também no Brasil e através dos nossos serviços, que cada vez mais empoderam os varejistas do e-commerce nacional”, comenta.

A Rakuten atua no mercado brasileiro desde 2011 – época em que adquiriu a Ikeda E-commerce e começou a oferecer ao varejo virtual a mais completa plataforma do mercado: a Rakuten Genesis – disponível aos lojistas sem nenhum custo de setup, manutenção ou taxas mensais em um ecossistema que oferece logística (via Rakuten Envios), pagamentos (Rakuten Payments).

Além disso, as plataformas Rakuten oferecem total integração com os sistemas dos varejistas, unificando informações de pedidos, de estoques e das vendas realizadas por todos os canais e marketplaces do mercado por meio do Rakuten Nexus.

Tags, , , , , , , , , ,

Rakuten é premiada como melhor plataforma de e-commerce do varejo brasileiro

A Rakuten Digital Commerce foi premiada como a melhor plataforma de e-commerce do varejo nacional. A empresa ganhou o Prêmio BR Week, o mais importante reconhecimento do setor no país e que foi entregue durante o Brazilian Retail Week, realizado pelo Grupo Padrão no Hotel Transamérica, em São Paulo (SP).

O prêmio avalia mais de 30 indicadores de desempenho das empresas, analisando fatores como rentabilidade, estratégia, eficiência da estrutura de TI, entre outros.

“Ser escolhida a melhor plataforma de e-commerce do país é motivo de orgulho para nós. Ainda mais sabendo que, para a avaliação, o prêmio BR Week analisa se a oferta de serviços e produtos é adequada, assim como se a empresa tem capacidade de compreender as necessidades e expectativas dos varejistas. É justamente o que sempre buscamos”, explica René Abe, COO da Rakuten no Brasil.

A Rakuten é uma das maiores empresas de Internet Services do mundo e no Brasil atua fornecendo plataformas de e-commerce e no marketplace. O ecossistema da marca atende desde a plataforma, pagamentos, até a gestão da logística da loja online, de maneira personalizada e a um custo muito menor que a média do mercado.

Estes são alguns motivos pelos quais a empresa acabou sendo a vencedora do prêmio do Brazilian Retail Week, que busca contribuir com o crescimento, fortalecimento e desenvolvimento das redes varejistas, assim como fazer com que os fornecedores e parceiros de negócios ofereçam sistemas cada vez mais adequados ao varejo.

Tags, , , , , , ,

Cabify recebe aporte de US$ 120 milhões

A Cabify, empresa de mobilidade urbana, anunciou recentemente uma nova rodada de investimento recebida e liderada pela Rakuten, Inc., para novas operações de escala em toda a América Latina e Europa. A Cabify é uma plataforma online de serviços de veículos comerciais e particulares, para consumidores e empresas, e tem registrado crescimento sem precedentes por parte de sua tecnologia de ponta e serviço de primeira classe. A empresa tem planos de utilizar parte do valor para o início de sua operação no Brasil.

Desde o seu último investimento em Julho de 2015, a Cabify continua expandindo rapidamente e se consolidando com uma forte posição de lideraça em 14 cidades pela Espanha, Mexico, Peru, Chile e Colômbia. Esses US$ 120 millhões do no novo fundo irá permitir que a Cabify acelere o crescimento em mercados que já tem atuação e expandir para alcançar novos mercados.

“Nós estamos animados para estreitar nosso relacionamento com a Rakuten, grande parceiro que entende a nossa meta de longo prazo de desconstruir o modelo de propriedade de veículo”, disse Juan de Antonio, CEO da Cabify. “Até agora, a Cabify se destacou por fornecer um serviço de alta qualidade para uma clientela fiel. Pretendemos continuar a replicar esse modelo em toda a América Latina e Europa para consolidar nossa posição de liderança”.

Comentando o que conduz a mais recente rodada de investimentos, Oskar Mielczarek de la Miel Managing Partner do Fundo FinTech Rakuten disse: “a Cabify está rapidamente consolidando a sua posição com uma abordagem muito sistemática e disruptiva. A Rakuten é apaixonada por capacitação de liderança em inovação. A Cabify tem uma equipe excelente de gestão liderada por Juan de Antonio, cuja visão coloca exclusivamente a Cabify em uma posição para entrar no próximo nível da competição tecnológica”.

De acordo com Beatriz González, Conselheira e sócia da Seaya Ventures, a Cabify tem profundo conhecimento das diversas condições dos diferentes mercados, incluindo complacência com as regulamentações locais. Como parte de sua solução completa de mobilidade, Cabify já está adicionando opções como táxis regulares e pagamento em dinheiro em países como Peru, Colômbia, Brasil e Espanha.

“Queremos ser mais do que apenas um serviço de motorista particular”, diz Juan de Antonio. “A Cabify será uma plataforma de transporte para todos serviços de valor agregado para vários tipos de clientes.”

Tags, , ,

63% dos brasileiros recomendam produtos pelas redes sociais

Uma pesquisa global divulgada pela Rakuten aponta um crescimento mundial da prática chamada como ‘social shopping’. Segundo dados apresentados, 45% dos consumidores ativos das redes sociais recomendam e adquirem produtos por esses canais. No Brasil, 63% das pessoas disseram que recomendam produtos por meio das redes sociais. O país com a maior porcentagem de recomendação é a Indonésia (67,3%), e o com menor, o Japão (7,7%).

“As redes sociais facilitam o compartilhamento de informações de produtos, marcas e serviços, funcionando como uma propaganda gratuita e eficaz para as lojas”, afirma Pedro Eugenio, CEO do Busca Descontos – www.buscadescontos.com.br – portal que reúne cupons de descontos grátis e responsável pelo Black Friday no comércio eletrônico brasileiro.

Os dados são do E-commerce Index, uma pesquisa global independente sobre as tendências de compras no comércio eletrônico. O levantamento também aponta o gasto médio nos mercados pesquisados: Reino Unido, Alemanha, Áustria, França, Espanha, Estados Unidos, Brasil, Taiwan, Japão, Indonésia, Tailândia e Malásia. Os consumidores mais “gastões” são os britânicos, com gasto médio por pessoa de US$ 1.700, seguido pela Alemanha com US$ 1.006. No Brasil, o consumidor gastou cerca de US$ 657 (aproximadamente R$ 1.300) ao longo de 2012. A Indonésia ficou com a menor média, US$ 239 por pessoa.

Mobile Commerce

Em relação a compras realizadas em dispositivos móveis, a Indonésia lidera o ranking, já que 14% dos entrevistados relatam que fazem a maioria de suas compras online usando um smartphone, tablet ou outro dispositivo móvel. No Brasil, somente 4% dos consumidores afirmaram usar regularmente um dispositivo móvel para fazer compras. Superam o Brasil nesse quesito países como Reino Unido (12%), os EUA (10%) e a Espanha (9%).

Tags, ,