Tag OIweek

Oiweek e USP firmam parceria inédita e reúnem a comunidade de inovação em evento em São Paulo

A Open Innovation Week, maior evento de inovação aberta do Brasil, e a Universidade de São Paulo (USP) se uniram em uma parceria inédita liderada pela FEA-USP e Agência USP de Inovação para promover a Oiweek SciBiz, evento que irá reunir a comunidade de inovação, em uma experiência pioneira de open innovation que será realizada de 25 a 28 de fevereiro, na USP Campus Cidade Universitária, em São Paulo.

Startups, pesquisadores, investidores, estudantes universitários e executivos de grandes empresas poderão participar do evento para discutir os rumos do setor e estimular as conexões e negócios dentro desse ecossistema. Inscrições podem ser feitas no site www.oiweekscibiz.com.

A plataforma 100 Open Startups e 100 Open Techs serão a base das ações de conexão entre startups, cientistas e mercado durante o evento que encerra o ciclo de avaliações para a publicação do Ranking Top 100 Open Startups 2019. A iniciativa tem como objetivo compartilhar conhecimento, gerar negócios e cocriar soluções para os mais importantes desafios do mercado e da sociedade.

“Em colaboração com a USP, ampliamos o formato da 11ª Oiweek, utilizando os métodos mais avançados de open innovation e uma verdadeira transformação digital no formato do evento. Vamos promover uma experiência pioneira de inovação aberta dentro do Campus, aliada à tecnologia do 100 Open Startups, buscando potencializar a colaboração entre os atores do ecossistema e resultados mais efetivos. Ter uma das instituições de ensino superior mais importantes do Brasil aberta e participando ativamente de um evento deste porte é um marco para o ecossistema”, explica Bruno Rondani, organizador da Oiweek.

O evento se propõe a aproximar profissionais de diferentes áreas de novas tecnologias, como digitalização, robotização, inteligência artificial, manufatura avançada, big data, IoT, drones, biotecnologia e outras tendências que estão mudando radicalmente a estrutura do mercado e da sociedade. “Cocriar soluções a partir de redes de inovação, open innovation e empreendedorismo de alto impacto torna-se crucial como uma oportunidade de expansão. A expectativa é realizar mais de 5.000 reuniões de negócios”, acrescenta Rondani.

Programação

Nos dias 25 e 26 de fevereiro, serão realizadas reuniões em formato speed-dating, conectando as 300 startups mais atraentes de acordo com o mercado com mais de 100 empresas líderes. Universidades e Institutos Tecnológicos globais também participam do encontro, apresentando tecnologias disruptivas, bem como trocar experiências entre cientistas, executivos e investidores. Nesses dias, estudantes universitários poderão se conectar com startups e empresas líderes para conhecer seus processos de recrutamento e seleção para trabalhar com inovação.

Os dias 27 e 28 de fevereiro serão dedicados aos painéis e mesas redondas com especialistas internacionais da II Science Meets Business Conference, para discutir os benefícios da ciência encontrando negócios. Os painéis compreenderão as diferentes visões dos principais interessados em inovação sendo compostos por representantes de startups, corporações líderes, investidores, acadêmicos e formuladores de políticas públicas. Especificamente no dia 27 acontece o Open Campus, uma imersão no ambiente acadêmico e científico da USP, com aulas abertas ministradas por docentes e visitas aos laboratórios da Universidade.

“A SciBiz permitirá aos profissionais da inovação navegar por tópicos complexos de gestão da inovação, redes de inovação e inovação aberta. A grande variabilidade de padrões de inovação que difere de setor para setor, o uso de tecnologia, comportamento do consumidor, e assim por diante, serão abordados de forma estruturada” comenta Moacir Miranda, chairman da SciBiz Conference e líder da iniciativa.

Nesta edição especial Oiweek SciBiz a expectativa é superar os números do ano anterior que contou com a participação de mais de 2.000 executivos de empresas líderes, 300 startups, 50 painelistas, 15 palestrantes internacionais, 300 investidores e 200 tecnologias. Com coordenação geral do Prof. Dr. Moacir de Miranda Oliveira Junior, professor-titular e chefe do Departamento de Administração da FEA-USP, o evento é realizado em conjunto pela Agência USP de Inovação – AUSPIN, 100 Open Startups e centenas de parceiros do ecossistema em um modelo aberto.

Comunidade

A Oiweek é uma comunidade criada por um grupo de 350 gestores de inovação que em 2008 passaram a promover prática de open innovation no Brasil. Atualmente a comunidade é composta por mais de 1.000 companhias líderes de todos os setores organizadas em 20 grandes temas-desafios, como: Indústria do Futuro, Plataformas Científicas e Tecnológicas, Saúde & Bem-Estar, Serviços Financeiros, Varejo e Moda e Beleza. Com o propósito de criar conexões com o ecossistema, participam da rede investidores, startups, cientistas e demais organizações ligadas a inovação e empreendedorismo ultrapassando a marca 40 mil pessoas engajadas.

Confira a agenda completa: http://www.oiweekscibiz.com/agenda.html

Oiweek SciBiz

Data: Dias 25/09 das 9h às 17h, 26 a 28/02 das 10h às 17h

Local: USP Campus Cidade Universitária – Av Prof. Luciano Gualberto, 908

São Paulo – SP

Ingressos: pelo site http://www.oiweekscibiz.com/#tickets com valores entre R$60 e R$640

Informações: helpme@oiweek.com/(11) 3500-5001

# Conheça o movimento “100 Open Startups”: http://www.openstartups.net

Tags, , , , ,

Open Innovation Week chega à 10ª edição e prevê realizar 10.000 reuniões de negócios

O maior evento internacional de open innovation chega à sua 10a edição com números recordes. Realizada de 18 a 20 de março, no Golden Hall WTC, em São Paulo, a Oiweek X reunirá startups, cientistas, investidores e executivos de grandes empresas com o objetivo de compartilhar conhecimento, gerar negócios entre os envolvidos e cocriar soluções para os mais importantes desafios do mercado e da sociedade.

Com a expectativa de receber um público diário de 3.000 pessoas, o ambiente projetado para o evento prevê um espaço de 4.000m2, organizado para facilitar novas conexões e suportado pelas tecnologias mais avançadas de matchmaking. “Nesta edição, aplicaremos soluções para que as conexões sejam pelo menos 10 vezes mais efetivas que em um evento convencional”, comenta Bruno Rondani, chairman da Oiweek X.

A Oiweek encerra um ciclo de atividades promovidas ao longo de um ano de atividades. Para chegar neste momento, foram realizados mais de 80 eventos preliminares, em 26 cidades do mundo, para identificar e avaliar os projetos de startups e cientistas mais atraentes e promissores para o mercado. Ao todo, cerca de 6.000 executivos e investidores da América Latina analisaram mais de 4.500 projetos vindo de todo o mundo.

Nesta décima edição, a expectativa é realizar 10 mil reuniões de negócios para discutir parcerias, investimentos, contratos e formas de implementar soluções inovadoras em conjunto. Em 2017, foram realizadas 2.400 reuniões, que geraram 693 negociações entre os participantes, o dobro do que foi registrado em 2016. Para que isso ocorra, foram selecionadas 300 startups e 100 projetos científicos oriundos da academia para se apresentarem para um público esperado de 2.000 executivos de grandes empresas e investidores. A expectativa é que pelo menos 1.000 negócios sejam efetivados como resultado dessas conexões.

As reuniões serão realizadas no estilo speed-dating e aquelas que obtiverem melhor performance concorrerão ao Ranking Top 100 Open Startups 2018, que classifica as mais atraentes na opinião do mercado brasileiro para fazer negócios. Das 4,5 mil startups ativas do programa 100 Open Startups, mais de 300 atingiram o Nível 5, ou seja, firmaram contratos com grandes empresas. No mesmo período foram gerados mais de 700 contratos entre as iniciantes e as grandes companhias.

Entre as organizações patrocinadoras do programa e que já confirmaram presença na Oiweek, estão: Johnson&Johnson, Cemig, Vale, Atlas-Schindler, Dow, Bosch, BRF, Votorantim, Algar, Air Liquide, Accenture, Roche, Whirlpool, Natura, Microsoft, Givaudan, Edenred, Smartfit, Eletropaulo, CSU, Solvay, Faber-Castell, Suzano, Oi, Furukawa, Novozymes, Softplan, Grupo Oncoclínicas, Matera, ilegra, Pieracciani, ABDI e Fibria. Muitas delas participarão dos Open Talks, abordando os desafios do mercado e apontando para as startups e comunidade científica onde estão as melhores oportunidades. A organização espera receber mais de 3 mil participantes do Brasil, América Latina e demais países.

A Oiweek é uma comunidade formada por executivos de mais de 500 companhias líderes, distribuídas em mais de 20 grandes desafios globais, como: Indústria do Futuro, Plataformas Científicas e Tecnológicas, Saúde & Bem-Estar, Serviços Financeiros, Varejo e Moda e Beleza. Desde 2008, executivos, investidores, startups e organizações se juntaram e criaram essa comunidade que já ultrapassa 30 mil pessoas.

Área de Conhecimento
Temas que envolvem o universo de todo o ecossistema de inovação terão destaque na Oiweek X. O objetivo é trazer uma ampla discussão sobre assuntos ligados a esse universo e o quanto esse movimento irá mudar o futuro das companhias e sociedade. As palestras serão conduzidas por empresas-referência nas áreas em discussão.

Encontro Acadêmico em Inovação Colaborativa
A 6ª edição do Encontro Acadêmico sobre Inovação Colaborativa reunirá pesquisadores, professores e estudantes de doutorado em pesquisas atuais sobre redes empresariais corporativas e de inovação. Os participantes terão acesso ao Observatório de Startups, iniciativa que compila e divulga dados sobre inovação e empreendedorismo para fins de pesquisa acadêmica.

Oiweek X (10ª Open Innovation Week)
Dias: 18/03, das 19h às 22h – 19/03, das 8h30 às 19h – 20/03, das 8h30 às 20h
Local: WTC Golden Hall – Avenida das Nações Unidas, 12.551 – Brooklin Paulista – São Paulo, SP

Tags, , , , , , , , , ,

Oiweek: startups podem submeter propostas para o maior evento de inovação aberta

Startups interessadas em participar da Oiweek 2018 – evento líder mundial de inovação aberta – podem apresentar suas soluções para os desafios do mercado e da sociedade conectando seus projetos no site http://www.oiweek.com.br/queroirstartup até o próximo dia 04 de fevereiro.

Os inscritos serão sugeridos pela ferramenta de matchmaking para os mais de 5.000 executivos de grandes companhias que integram a plataforma 100 Open Startups. As avaliações geradas pela rede indicarão as startups mais atraentes para o mercado, as quais serão convidadas para o Speed-Dating do evento, dinâmica de reuniões junto às 100 principais empresas líderes engajadas em cocriar soluções de impacto, discutir parcerias, investimentos e contratos, gerando negócios sustentáveis para todos os envolvidos.

Realizada de 18 a 20 de março, no WTC – Golden Hall, em São Paulo, a Oiweek reunirá empresas líderes de todos os setores da indústria e as startups mais atraentes para o mercado, além de cientistas e investidores. A expectativa é que sejam realizadas mais de 5.000 reuniões.

Os participantes desta fase concorrerão ao Ranking das 100 Open Startups, fase final do ciclo anual do programa 100 Open Startups, principal plataforma de conexão entre grandes empresas e startups, com mais de 4.000 startups ativas, 5.000 executivos avaliadores e 500 grandes companhias conectadas.

A 10ª edição da Oiweek deve reunir 400 startups nacionais e internacionais, 100 grandes empresas, 200 investidores, além de 100 universidades.

Tags, , , , , ,

Johnson & Johnson recebe inscrições de startups para Desafio América Latina até 31 de janeiro

Maior e mais diversificada empresa de saúde do mundo, a Johnson & Johnson está com inscrições abertas até o dia 31 de janeiro de 2018 para o Desafio América Latina, que busca startups com ideias inovadoras, tecnologias ou soluções nas áreas específicas de: Dispositivos Pessoais, Diagnósticos ou Terapêutica Digital, Ativos Naturais e Microbioma, Cuidados ao Ar Livre e Oncologia, Neurociências e Doenças Infecciosas.

O programa é realizado em parceria com o movimento 100 Open Startups, principal plataforma internacional de conexão entre grandes empresas e startups, e está aberto a todas as companhias sediadas na América Latina. As inscrições devem ser feitas pelo site www.openstartups.net/events/jnj/#top. Os vencedores serão anunciados em março de 2018, durante a Oiweek, em São Paulo, Brasil.

As startups que apresentarem as melhores ideias, tecnologias ou soluções para avançar nos cuidados com a saúde concorrerão a até US$ 25 mil em subsídios, residência em uma incubadora JLABS, além da oportunidade de trabalhar com especialistas da Johnson & Johnson. “O segundo ano de desafio é reflexo do nosso compromisso com a pesquisa e inovação na América Latina. Estamos entusiasmados em poder dar continuidade ao apoio a empreendedores para desenvolverem soluções inovadoras e importantes para o futuro do cuidado com a saúde de pacientes e consumidores”, comenta Fabiana Gargaro, vice-presidente de Pesquisa e Desenvolvimento da Johnson & Johnson Consumo para a América Latina.

“Estamos bem otimistas com mais este desafio lançado, abrindo novas oportunidades para que startups de toda a América Latina concorram a uma vaga e trabalhem em conjunto com uma das maiores referências na área de saúde”, observa Bruno Rondani, CEO e fundador do movimento 100 Open Startups.

Desafios:

– Dispositivos pessoais, diagnósticos ou terapêutica digital: para o autocuidado e o tratamento diário do consumidor, particularmente nas áreas de sono, cuidados com a pele, dor, cuidados com a mãe e o bebê e saúde bucal.

– Ativos naturais e microbioma: eficácia superior em novos ingredientes para cuidados bucais, cuidados com a pele, saúde digestiva, cuidados femininos, dor ou alergias.

– Cuidados ao ar livre: proteção contra o sol, poluição, desidratação, alérgenos, insetos e germes.

– Oncologia, neurociências e doenças infecciosas: prevenção, diagnóstico e novas soluções terapêuticas.

Tags, , , , ,

Open Innovation Week promove mais de 2.400 reuniões e cerca de 700 matches entre startups e grandes empresas

Com mais de 20 mil startups na rede e 6,5 mil avaliadas desde seu lançamento, a 9ª edição da Open Innovation Week, principal evento de empreendedorismo e inovação aberta entre startups e grandes empresas reuniu em sua última edição, mais de 150 startups nacionais e internacionais que se conectaram com mais de 100 grandes empresas, com o intuito de engajar e propor novas práticas e metodologias de modelos de negócios para a inovação.

Foram registradas 2.410 reuniões que geraram 693 matches entre os participantes. Isso representa o dobro do que foi realizado em 2016, o que amplia a expectativa de conversão de contratos para as startups ao longo de 2017. “Estamos otimistas com os negócios que poderão se concretizar ao longo dos próximos 12 meses. Acreditamos que muitas startups vão evoluir e escalar seus negócios. Encerramos mais um evento com grandes novidades e oportunidades para o ano”, comenta Bruno Rondani, Cofundador da Open Innovation Week.

Com o tema central “Novos modelos de negócios para inovação”, a Oiweek 2017 mostrou ao ecossistema a importância da inserção de empresas de base científica e tecnológica, em conjunto com as digitais, para a colaboração aberta com companhias de diferentes setores da indústria.

De acordo com Michelle Morcos, CCO da Justto, a Oiweek foi excelente, permitindo ótimas conexões com grandes companhias, como Oi, Santander, Softplan, Accenture, Whirpool, Algar, Natura e AWC Tecnologia.

Participando pela primeira vez da Oiweek, André Tanesi, CEO da Descola, classificou o evento como excelente, com muitas oportunidades. “Conseguimos mostrar nosso produto para muita gente e falamos em um curto espaço de tempo com quase 20 grandes empresas, algo que certamente levaria mais de um ano fora daqui. Estar na Oiweek é obrigatório para qualquer startup”, destaca o empreendedor.

Para as grandes empresas, a conexão com as startups realmente trazem excelentes resultados. Larissa Macedo, responsável pela área de Inovação da Algar Agro, acrescenta que o evento gera muitas oportunidades. “No ano passado fizemos algumas conexões, evoluímos com alguns contatos e este ano devemos seguir com umas cinco startups que conversamos aqui, além de termos fechado um contrato com a Beenoculus”, explica. A empresa tem hoje parceria com seis startups, em estágios diferentes, algumas prototipando e outros que já viraram projetos, trazendo retorno financeiro à operação.

O gerente-geral de Sustentabilidade e Inovação da Votorantim S.A, David Canassa, destaca a importância das startups “Em um ambiente de negócios cada vez mais complexo, as startups podem dar agilidade, aumentar a produtividade das operações, propor novos produtos e possibilidades de negócios ao portfólio”.

Simultaneamente ao evento aconteceu a 5ª edição do Encontro Acadêmico em Inovação Colaborativa, que contou com a participação de pesquisadores, professores doutores e doutorandos que estudam empreendedorismo corporativo e redes de inovação. Os participantes conheceram o “Observatório de Startups”, iniciativa que compila e disponibiliza dados sobre inovação e empreendedorismo para fins acadêmicos e participaram de uma “visita guiada” à metodologia de categorização/classificação de startups.

Vitrine das Startups

Uma das novidades desta edição foi a Vitrine das Startups, espaço para que as top 10 startups de 2016 contassem rapidamente sobre a evolução de seus negócios aos longos dos últimos 12 meses. O resultado foi bastante positivo, com as startups realizando negócios com grandes empresas e algumas já recebendo investimentos Series A ou B. São elas: Lean Survey, Beenoculus, Nexxto, Reachr, Prosumir, Storymax, Ominize, Dr. Cuco, Nama e Virtual Care.

Movimento 100 Open Startups

Durante a 9ª edição da Oiweek, aconteceu a etapa final do movimento que obteve recorde de avaliações. No último semestre, mais de 2.100 avaliadores representaram 317 grandes empresas que classificaram online (4.356 avaliações) e presencialmente (2.287 avaliações) cerca de 2.700 projetos de startups. As etapas incluíram reuniões e demo days em diversas cidades do Brasil – Campinas, Curitiba, Rio de Janeiro, São José dos Campos, Recife, Porto Alegre, São Paulo, Florianópolis e Belo Horizonte – e do exterior – Bangalore (Índia) e Pittsburgh (Estados Unidos). As 150 startups selecionadas para o evento passaram por novas reuniões, avaliações e pitches com investidores e executivos. As que obterem melhor desempenho na Oiweek irão compor o ranking do Movimento 100 Open Startups 2017, o qual está em fase de conclusão.

Tags, , , , , , , , , ,