Tag Mobile World Congress

TI brasileira participa do MWC 2018

Com os objetivos de gerar novos negócios e também mapear tendências e inovação em Internet das Coisas (IoT), o Brasil estará presente uma vez mais ao Mobile World Congress (MWC). O maior encontro mundial da indústria móvel começou ontem (25) em Barcelona, na Espanha, e prossegue até a próxima quinta-feira, 1º de março.

Em mais uma ação do Brasil IT+, iniciativa de cooperação desenvolvida pela Softex e pela Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), 17 empresas de software e serviços de tecnologia da informação estarão presentes ao evento pelo quinto ano consecutivo.

“O MWC projetará para o mundo a proposta de valor das soluções móveis desenvolvidas no Brasil e que estão totalmente aderentes às últimas tendências em BI, Big Data e inteligência artificial, pilares da revolução tecnológica d IoT”, destaca Ruben Delgado, presidente da Softex. Ele acompanhará a delegação nacional e também o Secretário de Política de Informática do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Thiago Camargo.

Os visitantes do estande Brasil IT + encontrarão um portfólio robusto e diversificado integrado por soluções de segurança e criptografia produtos de conteúdo para operadoras e plataformas de mídia digital. O espaço contempla sala de reuniões para encontros formais e um longe para encontros casuais e apresentações rápidas.

Irão compor o pavilhão brasileiro no MWC 2018 BRQ, Bwtech, Certisign, Control Informática, EiTV, EveryTI, Icaro Tech, MT4, MC1, Navita, RocketChat, Senior, Sikur, Tokenlab, Vortigo, W5 e a Wavy, recentemente criada pelo Grupo Movile.

“Projetamos cerca de U$ 30 milhões em negócios para empresas participantes nos próximos 12 meses, o que representa um retorno de 80 vezes sobre o investimento aportado pelos envolvidos nesta ação do Brasil IT+”, conclui o presidente da Softex.

Reuniões de negócios já estão pré-agendadas com players globais que visitarão o estande. A agenda contempla também visitas à Qualcomm e à operadora de telefonia francesa Orange e a apresentação de conteúdos da Oracle, Ericson e Banco do Brasil, além de representantes do MCTIC e do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) explicando o Plano Nacional de IoT.

Considerado o principal encontro mundial da indústria de comunicação móvel, o MWC recebeu no ano passado mais de 108 mil visitantes e tem confirmada a participação de 2.300 expositores de 40 países.

Brasil IT+ no Mobile World Congress

Data: 25 de fevereiro a 1 de março
Local: Fira Gran Via – Av. Joan Carles I, 64 – Barcelona
Estande: Hall 8.1 E11

Tags, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Samsung anuncia parceria estratégica com a Microsoft no mercado de mobilidade empresarial

A Samsung Electronics Co. Ltd. anunciou, no Mobile World Congress, uma parceria estratégica com a Microsoft, que aumentará o poder de mobilidade dos profissionais e dará suporte à desejada transformação dos negócios através da tecnologia digital. Com essa parceria, a Samsung e a Microsoft colocarão à disposição dos profissionais a tecnologia líder para que eles trabalhem de qualquer lugar e a qualquer momento, por meio da integração do melhor dos hardwares, softwares, soluções e serviços das empresas.

Trabalhando em estreita colaboração no projeto e na engenharia do produto, a Samsung e a Microsoft sentem-se felizes em apresentar o novo Galaxy Book, um dispositivo premium 2 em 1 pensado para o cliente corporativo de tecnologia móvel. Equipado com plataforma Microsoft Windows 10, o Samsung Galaxy Book oferece acesso fácil à experiência completa do Microsoft Office em um design ultraportátil 2 em 1, que proporciona uma incomparável produtividade ao profissional que precisa se deslocar.

Disponível em modelos de 10,6 e de 12 polegadas, o Samsung Galaxy Book é leve e conta com a última palavra em portabilidade, pois o usuário pode levá-lo facilmente aonde quer que esteja indo. O Galaxy Book traz o melhor desempenho de nível empresarial com um processador Intel® Core™ i5 de 7ª Geração, Dual Core de 3.1GHz para a versão de 12 polegadas, e um processador Intel® Core™ m3, Dual Core de 2.6GHz para a versão de 10,6 polegadas.

Criar experiências absolutamente integradas que permitam a comunicação simples e segura entre dispositivos é componente chave para uma transformação móvel bem-sucedida. A Samsung aprimorou o Samsung Flow com a Microsoft no Galaxy Book. O Samsung Flow permite que os clientes sincronizem seus smartphones Galaxy com o Galaxy Book para obter acesso prático e conexão Wi-Fi através do roteador do celular quando uma conexão de dados não estiver disponível. O aplicativo Samsung Flow se comunica com o Windows Hello para login e exibição de notificações de modo simples e seguro diretamente do smartphone.

“Acreditamos que a colaboração com parceiros chave como a Microsoft é essencial para a inovação, uma vez que compartilhamos nossa visão de construir a excelência na produtividade móvel”, disse Jeeho Baek, vice-presidente sênior do Grupo de Gestão de Produtos B2B na divisão de Comunicações Móveis da Samsung Electronics. “A mobilidade corporativa permite que as empresas expandam os limites com os quais operam e que os trabalhadores ganhem flexibilidade na maneira como trabalham. Junto à Microsoft, esperamos continuar a vencer os desafios que nossos clientes enfrentam, criando tecnologias flexíveis e seguras.”

“A Microsoft e a Samsung estão trabalhando juntas para oferecer experiências móveis inovadoras e que ajudem as organizações com a transformação digital. O Samsung Galaxy Book é um ótimo exemplo desse foco em ação”, disse Peter Han, vice-presidente de Dispositivos e Soluções para Parceiros da Microsoft. “O novo Galaxy Book da Samsung destaca os recursos digitais do Windows 10, como o Windows Ink, que proporciona aos funcionários a capacidade de conseguir mais, trabalhando de forma mais inteligente, portátil e segura.”

Com esta parceria, a Samsung e a Microsoft estão colocando as necessidades de seus clientes no topo de suas prioridades. Além de trazer uma nova solução de dispositivo e software, as empresas alinharam seus programas de marketing, parceiros e vendas em todo o mundo para oferecer uma experiência positiva de compra a seus clientes.

*Todas as funcionalidades, características, especificações e outras informações dos produtos apresentadas neste documento, incluindo benefícios, design, preço, componentes, desempenho, disponibilidade e funcionalidades estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

**Não há data de lançamento prevista para o Brasil.

Tags, ,

Huawei apresenta oportunidades de crescimento para mercados emergentes no Mobile World Congress 2017

view

Durante o Mobile World Congress 2017, a Huawei se posicionou como uma parceira estratégica dos países que buscam desenvolvimento econômico e social. A partir do seu compromisso de criar de valor para comunidades ao colaborar com as operadoras, a Huawei ajuda a maximizar recursos de rede, implantar banda larga residencial e a digitalização de interiores, além de fomentar a conectividade.

Ao passo que ingressamos em uma era conectada, a infraestrutura digital facilita o crescimento econômico e os mercados emergentes passam por uma grande transição rumo às economias digitais. O Índice de Conectividade Global (GCI, na sigla em inglês), publicado pela Huawei em 2016, relatou que, para cada ponto de aumento na classificação GCI, um país melhorou a sua capacidade de inovação em 2,2%, competitividade em 2,1% e produtividade em 2,3%. As operadoras estão em uma posição única para investir nesses mercados para aproveitar o imenso potencial de TIC, dados demográficos e estratégias nacionais ainda não exploradas.

“A Huawei está comprometida em ajudar as operadoras a aumentarem a eficiência e fomentar o crescimento da lucratividade ao promover o desenvolvimento dos mercados emergentes. Juntos, a Huawei e as operadoras incentivarão novas fontes de receita e um ciclo positivo de negócios no desenvolvimento de serviços e construção da rede”, afirmou William Xu, diretor executivo e chefe do departamento de Marketing da Huawei.

A empresa analisou o atual cenário dos mercados emergentes para formular a sua abordagem estratégica de quatro ângulos: usuário+, família+, recursos+ e eficiência+. A rápida implantação da banda larga residencial e da digitalização de interiores melhorará a cobertura e a experiência do usuário. Os recursos de rede existentes são aproveitados para maximizar o valor da rede e a eficiência do espectro, melhorar a O&M e atender cada nível econômico.

“Até 2025, veremos mais 2 bilhões de pessoas com conexões móveis e outros 500 milhões de usuários de banda larga residencial. Temos um compromisso em habilitar as operadoras do mundo a construírem estradas para esse crescimento. A partir da colaboração com as operadoras, a Huawei impulsiona mercados emergentes a aumentem pelo menos 1 ponto GCI”, completou William Xu.

O MWC acontece entre os dias 27 de fevereiro e 2 de março em Barcelona, na Espanha. A Huawei está demonstrando seus produtos e soluções no estande 1J50 na Fira Gran Via, Saguão 1; no estande 3I30, no saguão 3 e no Innovation City zone, no saguão 4. Para mais informações, acesse http://www.huawei.com/cn/events/mwc/2017/.

Tags, , , , , ,

Oracle e Mastercard impulsionam pagamentos digitais

No Mobile World Congress, a Oracle e a Mastercard anunciaram uma parceria estratégica global pensada para levar interações digitais a todo o setor de varejo e hotelaria. A nova parceria une as plataformas de software e tecnologias da Oracle com as soluções de pagamentos digitais da Mastercard, como o Masterpass, para criar experiências de consumo unificadas e seguras para empresas de qualquer porte, além de impulsionar eficiências operacionais no processamento de pagamentos para os clientes parceiros.

Inicialmente, a Oracle e a Mastercard focarão em três áreas importantes de inovação com ênfase em restaurantes, hoteis e varejistas:

• A Oracle e a Mastercard atuarão juntas para desenvolver e dar escala a experiências incríveis de pagamentos em lojas físicas, incluindo o Qkr! com Masterpass. Trata-se de um aplicativo móvel que permite aos consumidores fazerem pedidos e pagar por mercadorias e serviços de forma simples usando um telefone celular, sem a necessidade de esperar em filas ou serem atendidos por um garçom. Esta integração deixará as transações mais simples, convenientes e seguras, além de acabar com atritos para o cliente.

• Parceria para criar soluções de aceitação de pagamentos que facilitem e acelerem o comércio multicanal em estabeleciments comerciais ao redor do mundo. Oferecimento de funcionalidades de pagamentos digitais e prevenção de fraude totalmente integradas aos clientes da Oracle por meio do Payment Gateway Services global da Mastercard.

• Integração do Masterpass aos produtos e soluções da Oracle para levar aplicações de pagamento digital de ponta que incorporem programas de fidelização e recompensas num único lugar garantindo acesso fácil na hora de pagar.

A Mastercard e a Oracle já estão trabalhando com parceiros como wagamama, Carluccio’s, Young & Co.s Brewery é Geronimo Pubs. Eles já adotaram o Qkr!, permitindo que seus clientes façam seus pedidos de itens adicionais durante suas refeições, paguem à mesa quando quiserem e dividam a conta com outras pessoas.

Falando sobre o anúncio, N.N. Oracle, disse: “Estamos ansiosos para trabalhar inspirados pelo sucesso de nossas iniciativas conjuntas no Reino Unido e para ampliar nossa parceria no mundo todo. Ambas as empresas reúnem ativos poderosos em que podemos confiar para ajudar a nortear o futuro do comércio digital, levar inovação aos pagamentos e melhorar a receita dos nossos clientes e parceiros em todo o mundo”.

“Com a tecnologia digital transformando as expectativas do consumidor, a Mastercard assume o compromisso de desenvolver o comércio multicanal para todos os dispositivos e levar experiências convenientes aos usuários em casa, em lojas físicas, e até na rua”, disse Catharina Eklof, vice-presidente sênior de desenvolvimento de estabelecimentos comerciais da Mastercard. “Juntos com a Oracle, podemos ajudar os setores de verejo e hotelaria a se conectarem com seus clientes de formas mais angajadoras para que possam fazer seus negócios crescerem com escala, agilidade e segurança.”

Tags, , , ,

TCL Communication apresenta o novo BlackBerry® KEYone no MWC 2017

unnamed (19)

A TCL Communication, uma das principais fabricantes de smartphones do mundo, apresentou o novo smartphone BlackBerry: BlackBerry KEYone. Esse lançamento representa o primeiro smartphone BlackBerry lançado pela TCL Communication com um novo contrato de licenciamento da marca, celebrado em dezembro de 2016 com a BlackBerry Limited. Ao oferecer aos usuários todos os recursos esperados de um smartphone – como uma excelente câmera, tela e design – em uma experiência nitidamente diferente, o KEYone conta com o melhor software e com a segurança da BlackBerry Limited, além do compromisso da TCL Communication de oferecer smartphones confiáveis e de alta qualidade aos cliente s do mundo todo. O BlackBerry KEYone estará disponível em todo o mundo[i] a partir de abril, com preço de até ? 599/£ 499/US$ 549.

“Com um design impressionante para ser nitidamente diferente, o BlackBerry KEYone reimagina a maneira como nos comunicamos ao oferecer produtividade inigualável e o smartphone Android mais seguro do mundo”, afirmou Nicolas Zibell, diretor geral da TCL Communication. “Estamos lisonjeados por desempenhar um papel tão importante no futuro dos smartphones BlackBerry, que são tão icônicos em nosso setor, e estamos ansiosos para provar para a comunidade BlackBerry que ela pode ficar orgulhosa da emoção em torno desse novo smartphone BlackBerry.”

“Queremos parabenizar a TCL Communications pelo lançamento do KEYone”, afirmou Alex Thurber, vice-presidente sênior e gerente geral de soluções de mobilidade da BlackBerry. “Trabalhamos em estreita colaboração com a TCL para colocar a segurança e experiência BlackBerry em todos os níveis do KEYone, para que o DNA da BlackBerry continue presente. Estamos muito emocionados por ajudar a levá-lo ao mercado e a apresentá-lo aos fãs do BlackBerry.”

NITIDAMENTE DIFERENTE

Com uma estrutura de alumínio anodizado e com textura suave na parte de trás, esse novo smartphone BlackBerry foi criado para oferecer o máximo em durabilidade, sem perder a beleza. Com uma tela de 4,5 polegadas, (resolução de 1620×1080/definição de 434 PPI 3:2) com vidro Corning® Gorilla® Glass 4 que oferece mais resistência a impactos e arranhões, o KEYone combina tela touch com um teclado físico para proporcionar aos usuários mais espaço para digitar do que um smartphone comum com tela touch de 5,5 polegadas.

Com o BlackBerry KEYone, você pode esquecer tudo o que sabia sobre teclados. O teclado inteligente do dispositivo responde a gestos de toque que imitam o antigo touchpad do BlackBerry, facilitando a navegação na internet, a leitura de e-mails e a escrita de mensagens por meio de digitação e tornando essa experiência muito mais intuitiva. Esse teclado inteligente também pode ser facilmente programado para lançar até 52 atalhos personalizáveis, como apertar “I” para acessar a caixa de entrada ou “M” para acessar os mapas, oferecendo uma facilidade de uso ainda maior. Além disso, o KEYone é o primeiro smartphone a oferecer a segurança de um sensor de impressão digital integrado diretamente à tecla de espaço do teclado, para aprimorar a funcionalidade e a segurança.

NITIDAMENTE BLACKBERRY

Além do design icônico da BlackBerry que foi aperfeiçoado para os usuários modernos, o BlackBerry KEYone vem com vários recursos e melhorias de segurança, o que faz com que esse smartphone seja nitidamente um BlackBerry. De simples operação, o dispositivo conta com Android 7.1 – dando aos usuários o acesso a toda a loja e aplicativos do Google Play – e receberá as atualizações de segurança do Google. O aparelho também conta com o BlackBerry Hub®, concentrando todas as suas mensagens em um só lugar, inclusive e-mails, textos e mensagens de sua conta em qualquer rede social. Outro benefício do BlackBerry Hub é a capacidade de administrar várias contas de e-mail sem precisar alternar entre aplicativos, com suporte para Gmail, Yahoo Mail, Outlook, Microsoft Exchange e vários outros provedores de e-mail IMAP e POP3.

O que realmente diferencia o smartphone BlackBerry dos outros dispositivos Android são os recursos de segurança aprimorados embutidos em todos os aparelhos desde o início. Com um sistema operacional robusto e a técnica própria da BlackBerry Limited para estabelecer a confiança no hardware com a adição de chaves de segurança no processador, o BlackBerry KEYone foi desenvolvido para oferecer a experiência de smartphone Android mais segura possível. Esse dispositivo vem pré-carregado com DTEK? da BlackBerry, oferecendo monitoramento de segurança e proteção constantes para seu sistema operacional e aplicativos ao avisar quando há algum risco à sua privacidade e como você pode agir para aprimorar a segurança. Ao bater o olho você já pode ver a classificação geral de segurança do seu dispositivo, que oferece acesso s imples para você aprimorar com facilidade seu nível de segurança. O aplicativo de segurança do BlackBerry monitora os demais aplicativos e envia um alerta caso algum esteja acessando sua câmera para tirar uma foto ou fazer um vídeo, ligando o seu microfone, enviando uma mensagem de texto ou acessando seus contatos ou localização.

A EXPERIÊNCIA BLACKBERRY KEYONE

Além do design e dos recursos de segurança que tornam o BlackBerry KEYone tão especial, esses recursos adicionais reinventam as comunicações móveis para usuários de negócios e empresariais. Esse novo smartphone BlackBerry conta com a plataforma móvel Qualcomm® Snapdragon? 625 com GPU Qualcomm® Adreno? 506. Isso significa que os usuários do BlackBerry KEYone desfrutarão de uma bateria com vida útil maior, graças ao uso mais eficiente da mesma e velocidades maiores de LTE para o compartilhamento super-rápido de arquivos. Ele inclui tecnologia Qualcomm® Quick Charge? 3.0, fazendo com que seja possível a bateria de 3505 mAh do KEYone – a maior bateria já utilizada em um dispositivo BlackBerry – receber até 50% da carga em aproximadamente 36 minutos. E, quando você tem pouco tempo para carregar seu aparelho, o Boost do BlackBerry p ode potencializar o carregamento da sua bateria para que você possa obter o máximo de carga em um tempo disponível limitado.

“Temos orgulho de trabalhar com a TCL no BlackBerry KEYone”, afirmou Enrico Salvatori, vice-presidente sênior e presidente da Qualcomm EMEA. “A plataforma móvel Snapdragon 625 com X9 LTE e a GPU Adreno 506 foram especialmente construídas para os usuários que exigem desempenho e conectividade de nível superior, acompanhados de uma bateria com excelente duração.”

A experiência do BlackBerry KEYone não estaria completa sem uma câmera incrível. Por isso, ele inclui uma câmera traseira de 12 MP com o sensor Sony IMX378, líder no mercado. Com muitos pixels (1,55 ?m) e autofoco por detecção de fase, os momentos capturados com o BlackBerry KEYone ficarão supernítidos e claros. E, quando você tiver que fazer uma conferência por vídeo, poderá utilizar a câmera frontal de 8 MP com foco fixo e lentes com ângulos de 84 graus.

Para obter mais informações sobre o BlackBerry KEYone e para se inscrever para receber atualizações sobre a pré-venda, acesse www.blackberrymobile.com.

Tags, , , ,

Kassab apresentará eixos do Plano Nacional de Internet das Coisas

O ministro da Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab, trocou a folia no Brasil por uma missão em Barcelona: apresentar durante o Mobile World Congress, maior congresso de inovações do mundo, na segunda-feira de Carnaval, os eixos de transformação que vão nortear o Plano Nacional de Internet das Coisas. Kassab ainda lançará no exterior o IoT Bytes, plataforma de interação digital que ajudará a criar o mapa de iniciativas em IoT no Brasil – o ministério vai colher a opinião de experts de todo o mundo por meio de uma consulta pública on-line.

Em setembro, consórcio formado pela McKinsey, CPQD e Pereira Neto Advogados vai entregar ao governo estudo que traça os caminhos para o desenvolvimento de IoT no país. O material, encomendado pelo BNDES, servirá de base para o plano. O Brasil é hoje um dos únicos países que estuda IoT com vistas a elaborar uma estratégia nacional de desenvolvimento. O governo terá acesso ao estudo sem custo e o acordo prevê ainda que o consórcio auxilie o governo a colocar em prática as metas traçadas.

Com base no estudo, o governo poderá elaborar uma política pública de curto e médio prazo para IoT no país. Pesquisa do McKinsey Global Institute (MGI) estima que a Internet das Coisas pode gerar até 11 trilhões de dólares para a economia global até 2025 – 38% nos países emergentes.

O plano, a ser executado em nove meses, prevê as seguintes entregas: diagnóstico do potencial impacto da Internet das Coisas no Brasil, diagnóstico das competências que o país já possui e a criação do Plano de Ação 2017-2022. Atualmente, o estudo está na primeira fase. Após a conclusão das três fases, o consórcio ficará dedicado, nos seis meses subsequentes, a apoiar os agentes públicos e privados em iniciativas de implantação das ações propostas.

Em Barcelona, Kassab apresentará os sete eixos de transformação que devem ser endereçados para que o Brasil atinja completamente seu potencial em IoT: sistema regulatório de telecomunicações, investimento e financiamento de projetos de inovação, expansão internacional, infraestrutura e conectividade, impacto na sociedade e capacitação de mão de obra.

O acordo prevê um financiamento de R$ 17,4 milhões para a elaboração de um estudo técnico independente. O BNDES vai disponibilizar R$ 9,8 milhões, e o consórcio arcará com outros R$ 7,6 milhões. O consórcio foi selecionado pelo MCTIC e BNDES por meio de chamada pública, em dezembro. O desenvolvimento de IoT no país pode aumentar a produtividade, levar à criação de novos mercados e incentivar a inovação.

Tags, , , , , , , , , ,

MWC 2017: Huawei discute novas oportunidades de crescimento para operadoras

888204_2 A Huawei realizou o briefing pré-MWC 2017, em Londres, no qual ressaltou que o Mundo Melhor Conectado está se aproximando rapidamente. Na ocasião, a Huawei mostrou a importância de se desenvolver soluções para habilitar a transformação digital e o sucesso comercial das operadoras.

Zou Zhilei, presidente da Huawei Carrier, enfatizou que a empresa está comprometida a se tornar parceira das operadoras e facilitadora de suas transformações digitais para alcançarem crescimento. De acordo com Zou, a estratégia das operadoras de telecomunicações está mudando de “orientada pelos investimentos” para “orientada pelo valor”, prestando mais atenção à experiência e serviços para o usuário final e criando mais valor com base em vantagens competitivas.

“Até 2025, teremos 100 bilhões de conexões globalmente; 85% de todos os aplicativos empresariais serão movidos para a nuvem; 100% das empresas usarão serviços em nuvem e a taxa de penetração da inteligência industrial ultrapassará 20%. Em um Mundo Melhor Conectado, as indústrias digitais criarão oportunidades ilimitadas. Nesse processo, o desenvolvimento das indústrias está além da nossa imaginação”, disse Zou.

888204_1 Ken Wang, presidente de marketing global e soluções da Huawei Carrier, ressaltou que as operadoras entrarão em uma era em que o vídeo se tornará um serviço básico. Além disso, as indústrias verticais que passarem pela transformação digital criarão um mercado de trilhões de dólares para as operadoras.

“Existem mais de 400 operadoras em todo o mundo com ativos de rede valendo trilhões de dólares. A Huawei trabalhará em parceria com os clientes para maximizar o valor da rede para aumentar a receita e melhorar a eficiência. Atingiremos essa era a partir da identificação de clientes, ampliação de serviços e construção de redes de alto valor”, disse Wang.

A Huawei, graças aos investimentos em inovações tecnológicas, se transformou em empresa líder no fornecimento de soluções globais de TIC. A empresa trabalha com parceiros para construir alianças comerciais, comunidades de código aberto e ecossistemas para desenvolvedores. Ao trabalhar dessa forma, a Huawei sustenta a criação de um ecossistema aberto e colaborativo que resulte em sucesso compartilhado.

O MWC 2017 será realizado entre os dias 27 de fevereiro e 2 de março. A participação da Huawei conta com discursos, fóruns e outras atividades com o tema “ROADS aberta para um mundo melhor conectado – ROADS para fomentar novas oportunidades de crescimento”. A empresa também demonstrará seus mais recentes produtos e soluções e, ao lado dos parceiros, fará demonstrações em múltiplos cenários ao lado dos parceiros.

Para mais informações sobre a Huawei no Mobile World Congress 2017, acesse: http://www.huawei.com/en/events/mwc/2017/.

Tags, , , ,

Brasil participará da Mobile World Congress 2017

A Softex, em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) através do Brasil IT+, leva uma delegação de 16 empresas para participar do Mobile World Congress (MWC) 2017, o encontro mundial da indústria de mobilidade, que acontecerá de 27 de fevereiro a 02 de março em Barcelona – Espanha.

Há anos o evento reúne a comunidade global de líderes e as maiores empresas do segmento de tecnologia e telecomunicações. A expectativa dos organizadores é receber mais de 100 mil visitantes e mais de 2.200 organizações. Os executivos levam desses quatro dias de feira internacional as últimas tendências, avanços tecnológicos e as melhores práticas inovadoras necessárias para construir as futuras estratégias de TI.

A delegação do Brasil será representada pelas empresas: BWTECH, EiTV, Icaro Tech, Navita, Reddrummer, Sikur, Tokenlab, Vortigo, W5 Soluções, BRQ, Every TI, FH Cosultoria, Muxi, NEKIT, Senior e Stefanini.

Com um diversificado portfólio voltado para as necessidades e desafios de negócios em variadas indústrias e geografias, juntas as empresas ofertarão consultoria em TI, soluções empresariais móveis, desenvolvimento de apps, segurança e criptografia, sistema de controle de acesso, sistema de suporte a operações (OSS), gestão de dispositivos móveis (MDM) , gestão de custos de telecom (TEM), soluções para pagamentos, plataforma para mídia digital, análise e visualização dinâmica de dados, dashboards cognitivos e, é claro, não poderia faltar, internet das coisas (IOT).

Ruben Delgado, Presidente da Softex, estará presente no evento e comenta: “Devido às mudanças que estão ocorrendo ao redor do mundo, a participação Brasileira no Mobile World Congress deste ano é estratégica, cada dia mais os países estão se posicionando no que se refere a tecnologia de comunicação e o Brasil não fica de fora. A participação além de estratégica é obrigatória pois é uma vitrine de apresentação da nossa tecnologia para o mundo na maior feira do segmento, onde todos os países estarão presentes e nós estaremos lá.”

O Brasil também será representado pelo ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, que fará a abertura oficial do estande do Brasil, no dia 27 de fevereiro às 18h.

Gilberto Kassab comenta que participar do GSMA Mobile World Congress, principal evento de tecnologia móvel do mundo, é muito importante para o ministro responsável pelas políticas públicas e as diretrizes de telecomunicações, inovações e tecnologia, pois esse “mundo” vai muito além do celular, e tem ganho importância, força e proporção cada vez maiores na vida das pessoas. “Estamos atentos aos avanços tecnológicos ao ponto de estarmos elaborando um Plano Nacional de Internet das Coisas (IoT), o qual, aproveitaremos a MWC, para apresentar alguns pontos já definidos desta regulamentação e discuti-los, inclusive com um foco social. No evento aproveitaremos para prestigiar o espaço da Softex, que neste cenário de conectividade, é essencial para o crescimento das empresas brasileiras de software e serviços de TI nos mercados nacional e internacional, especialmente por ser num setor tão competitivo e importante para o desenvolvimento econômico e social do país” completa o ministro.

A Softex prevê gerar USD 30 milhões de dólares em negócios em 12 meses, para o Brasil em mais de 100 reuniões de negócios que ocorrerão no evento, muitas delas já agendadas com players globais que visitarão o estande do Brasil.

Brasil no Mobile World Congress

Local: Fira Gran Via – Av. Joan Carles I, 64 – Barcelona
Estande: Hall 8.1 – estande E33

Tags, , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

O Mobile World Congress 2016 da GSMA supera recorde de 100.000 visitantes

O número de visitantes da edição 2016 do Mobile World Congress ultrapassou a marca de 100.000 pela primeira vez na história do evento, com cerca de 101.000 participantes, anunciou hoje a GSMA, o que representa um aumento de mais de 6% em relação ao último ano. Além disso, quase 4000 pessoas participaram da ESL Expo Barcelona, que ocorreu no final de semana anterior ao Mobile World Congress.

Visitantes de 204 países participaram do principal evento do setor de tecnologia móvel nos locais Fira Gran Via e Fira Montjuïc em Barcelona. O Mobile World Congress 2016 contou com mais de 2200 empresas expositoras, apresentando produtos e serviços inovadores nos 110.000 metros quadrados de espaço expositivo e de hospitalidade. Mais de 3600 analistas internacionais da mídia e da indústria participaram do evento para informar sobre os anúncios mais significativos do setor feitos no Congresso.

“O Mobile World Congress atingiu um marco significativo em 2016, já que os visitantes do evento superaram a marca de 100.000 pela primeira vez”, disse John Hoffman, diretor executivo da GSMA Ltd. “O Mobile World Congress deste ano incorporou eventos variados, abrangendo vários setores e interesses, que refletem o papel em expansão da tecnologia móvel no mundo inteiro. Mais uma vez, desfrutamos de um evento tremendamente estimulante, que apresentou uma escalação de oradores de nível internacional e lançamentos de uma série de produtos de vanguarda que irão definir o tom para o setor móvel para o resto do ano e além.”

A conferência e exibição de quatro dias atraíram executivos das maiores e mais influentes operadoras do mundo, empresas de software, fornecedores de equipamentos, empresas de Internet e empresas de setores da indústria, como o automotivo, financeiro e saúde, assim como representantes de governos do mundo inteiro. Mais de 55% dos participantes do Mobile World Congress deste ano ocupam cargos de diretoria de diversas áreas, incluindo mais de 5000 diretores executivos. Vinte e um por cento dos participantes do evento de 2016 foram mulheres. Análises econômicas preliminares e independentes indicam que o 2016 Mobile World Congress contribuiu com mais de 460 milhões de euros e cerca de 13.000 trabalhos de meio período.

Líderes da indústria tomam conta do palco em Barcelona

O programa de conferências de 2016 apresentou 12 sessões com temas centrais e 48 sessões de acompanhamento mais detalhadas durante os quatro dias. Entre os destaques da conferência estavam os temas centrais com diretores executivos e principais executivos de empresas, incluindo ARM, AT&T, BT Group, BuzzFeed, China Mobile, Cisco, Digital Legends, Ericsson, ESL, Facebook, Ford Motor Company, GE Digital, Getty Images, Huawei, Intel Corporation, Jukedeck, Jukin Media, MasterCard, MERCEDES AMG Petronas Formula One team, Morpho (Safran), PayPal, Publicis Groupe, Qualcomm Incorporated, Roshan, Royal Caribbean Cruises Ltd., See.Sense, Stripe, SwiftKey, Telefónica, Telegram, Telenor, Turkcell, UNICEF, University of Manchester, Vodafone e WPP.

Recorde de público para o Programa Ministerial da GSMA

Paralelamente ao principal evento estava o Programa Ministerial da GSMA, que também teve recorde de público, com delegações representando 137 países e 31 empresas internacionais. O Programa Ministerial reúne governos, reguladores e líderes do setor para discutir questões específicas de regulamentação relacionadas com o desenvolvimento da tecnologia móvel no mundo inteiro. A Intel foi o patrocinador oficial do Programa Ministerial da GSMA e do Mobile World Summit.

Innovation City apresenta o que é viver conectado

Estima-se que 28.000 participantes visitaram a Innovation City da GSMA, que mostrou o impacto de produtos e serviços móveis conectados aos consumidores e empresas, com demonstrações dos parceiros AT&T, GMA, Jasper, KT Corporation e Sierra Wireless. Com uma área de 2000 metros quadrados, este espaço único acolheu numerosas demonstrações interativas inovadoras, abrangendo uma grande variedade de setores, incluindo a indústria, transportes, saúde, casa e varejo, entre muitos outros. Os destaques incluíram uma experiência de realidade virtual a bordo do avião de passageiros Innovation City, um salto de esqui virtual e demonstrações de como a conectividade móvel está ajudando a rastrear animais de estimação e manter ciclistas seguros.

4 Years From Now na Fira Montjuïc

Agora em seu terceiro ano, o evento 4 Years From Now (4YFN) atraiu mais de 12.500 participantes e contou com 500 startups e grandes empresas no Mercado de Inovação.Um programa internacional apresentado pela Barcelona Mobile World Capital e GSMA, o evento 4YFN reúne as melhores startups e empresários de tecnologia móvel com investidores, aceleradores, incubadoras e empresas do ecossistema móvel. Realizado entre 22 e 24 de fevereiro, o programa 4YFN foi palco de palestras inspiradoras, workshops interativos, exibições de vanguarda, competições entre startups e oportunidades exclusivas de networking para o setor da tecnologia empresarial.

ESL Expo Barcelona oferece competição inovadora no setor de jogos

A GSMA acolheu a ESL Expo Barcelona na Fira Montjuïc, entre 19 e 21 de fevereiro, em parceria com a ESL, a maior empresa esportiva do mundo. O evento contou com o torneio “Barcelona CounterStrike Invitational”, ganho pela “Fnatic”, a equipe número uno do mundo, vencendo a número dois, “Astralis”, nas finais. A ESL Expo Barcelona também contou com competição inaugural “ESL Masters – Spanish National Championship for League of Legends”. Cerca de 4000 entusiastas de jogos por dia visitaram o torneio de três dias para assistir este evento ao vivo, enquanto as equipes competiam pelo prêmio em dinheiro de mais de 80.000 euros. Enquanto isso, mais de 2 milhões de espectadores se conectaram para assistir as competições em linha, com mais de 175.000 espectadores simultâneos em linha para as finais de domingo.

Evento premiou as emissões neutras em carbono com o Guinness World Record

O 2015 Mobile World Congress foi recentemente premiado com um Guinness World Record, confirmando sua posição como a maior exposição com emissões neutras em carbono do mundo. O Mobile World Congress foi certificado em julho de 2015 como neutro para emissões em carbono pelo BSI (British Standards Institution), confirmando que a GSMA concluiu satisfatoriamente o processo de certificação segundo a norma internacional PAS 2060 e que o Mobile World Congress alcançou emissões neutras em carbono. Para 2016, a GSMA concentrou-se em reduzir ainda mais o impacto ambiental e as emissões de carbono do evento, compensando eventuais emissões em circulação, como necessário, e continuará em busca da certificação de carbono neutro no próximo Mobile World Congress de 2016.

“Agradecemos a todos os nossos participantes, expositores, patrocinadores e parceiros que nos ajudaram a tornar a edição de 2016 do Mobile World Congress a maior e melhor feira na história do evento. Também estendemos nossa gratidão ao Ministério da Indústria, Energia e Turismo, à Generalitat de Catalunya, à cidade de Barcelona, à cidade de Hospitalet, ao Turisme de Barcelona, à Fira de Barcelona, à Fundação Barcelona Mobile World Capital e a todos os nossos parceiros de Barcelona por seu apoio contínuo”, concluiu Hoffman.

Mobile World Congress 2017

O Mobile World Congress 2017 acontecerá de 27 de fevereiro a 2 de março de 2017 na Fira Gran Via.

O Mobile World Congress é a base da Mobile World Capital, que será realizado em Barcelona até 2023. O Mobile World Capital abrange programas e atividades que se estendem por todo o ano e que vai beneficiar não só os cidadãos de Barcelona, Catalunha e Espanha, mas também o setor de tecnologia móvel no mundo inteiro. Para mais informações sobre o Mobile World Capital, acesse www.mobileworldcapital.com.

Para mais informações sobre o 2016 Mobile World Congress, acesse www.mobileworldcongress.com.

Tags,

Huawei apresenta cinco iniciativas para a transformação digital no setor de telecomunicações

A Huawei apresentou hoje suas cinco “Grandes Iniciativas” para o setor de telecomunicações acelerar sua transformação digital. A Huawei também aprovou plataformas abertas para possibilitar colaboração, de forma que o sucesso compartilhado possa ser conseguido no setor de telecomunicações. Além disso, a empresa anunciou soluções inovadoras para 4.5G, Internet das Coisas (IoT — Internet of Things), vídeo 2K/4K e Cidade Segura (Safe City). As Grandes Iniciativas e soluções inovadoras representam o compromisso de longo prazo da Huawei de desenvolver um Mundo Mais Bem Conectado (Better Connected World), através de uma ampla colaboração no setor.

A Huawei prevê um mercado potencial de vídeo no setor de $ 100 bilhões e um mercado de nuvem empresarial de $ 1 trilhão. O número de conexões da Internet das Coisas deve crescer 10 vezes. Haverá oportunidades sem precedentes para as operadoras de telecomunicações. As Grandes Iniciativas da Huawei foram projetadas para criar novas oportunidades. As cinco Grandes Iniciativas são: Grande video – Em todos os lugares (Big Video — Everywhere), Grande TI — Capacitadora (Big IT — Enabling), Grande Operação — Ágil (Big Operation — Agile), Grande Arquitetura — Elástica (Big Architecture — Elastic), Grande Condutor — Ubíquo (Big Pipe — Ubiquitous).

“A transformação digital é um novo mecanismo para propulsionar o crescimento do setor de telecomunicações e também irá potencializar a inovação de outros setores”, disse em Londres o diretor executivo do Conselho e CSMO (chief strategy marketing officer) da Huawei, William Xu. “A Huawei continuará a abrir recursos de plataforma para ajudar as operadoras a desenvolver um ecossistema aberto, colaborativo e de ganho mútuo para o setor, a fim de acelerar a transformação digital”.

Com seus parceiros, a Huawei está instalando laboratórios abertos para inovação conjunta, para dar suporte ao rápido uso comercial de novos serviços. Mais de dez laboratórios abertos na China, Europa e outras regiões reuniram mais de 600 parceiros. Para os desenvolvedores, a Huawei desenvolveu a plataforma eSDK, que disponibiliza ferramentas de desenvolvimento flexíveis, fáceis de usar, e serviços de suporte. A empresa também lançou um Programa de Capacitação de Desenvolvedores (Developer Enablement Program) de $ 1 bilhão, para criar um ambiente propício para a inovação. Para a transformação digital de setores verticais, a Huawei está colaborando com consultores e parceiros de software para construir ecossistemas específicos para o setor, de forma a fornecer soluções integradas a setores tais como transporte, energia, governo e finanças. A Huawei também está inovando com parceiros upstream e downstream, para ajudá-los a se adaptar às novas tendências das telecomunicações, tais como 5G, SDN/NFV e operações digitais.

A Huawei desenvolveu soluções de plataforma aberta para vídeo 2K/4K, que agrega conteúdo e possibilita a inovação em serviços de vídeo. Na computação em nuvem, a prioridade da Huawei é trabalhar com as operadoras de telecomunicações para fornecer serviços de nuvem. A estratégia de nuvem da Huawei é desenvolver um ecossistema de nuvem aberta em conjunto com seus parceiros: a Huawei irá se focar no desenvolvimento de IaaS (infraestrutura como serviço), habilitação de PaaS (plataforma como serviço) e agregação de SaaS (software como serviço), para capacitar nossos parceiros na criação de alto valor, orientada por aplicação e baseada em dados.

“A Huawei se foca em suas atividades principais e está comprometida com a viabilização da transformação digital das operadoras com investimentos estratégicos contínuos. Acreditamos que o esforço concentrado de longo prazo e a perseverança irá levar a um passo revolucionário”, disse em Pequim o diretor executivo do Conselho e presidente de Produtos e Soluções da Huawei, Ryan Ding.

Durante o próximo Congresso Mundial de Comunicações Móveis (MWC — Mobile World Congress), a Huawei irá exibir suas soluções inovadoras de 4.5G, IoT, Cidade Segura, etc., que podem ajudar as operadoras de telecomunicações e empresas globais a promover a inovação ágil, a transformação acelerada e o sucesso empresarial na era digital.

O padrão 4.5G irá garantir taxas de dados de largura de banda móvel de 1.000 Mbit/s, possibilitando a disponibilidade de voz em HD, vídeo 2K/4K e experiências de realidade virtual em qualquer lugar. O padrão 4.5G também viabilizará a IoT, o que tornará nossas vidas mais inteligentes e ajudará as operadoras de telecomunicações a expandir para mercados do setor. O GigaRadio, um dos principais produtos da Huawei lançados neste ano no MWC, é uma tecnologia fundamental para o 4.5G. O GigaRadio será disponibilizado em grande escala para comercialização em 2016 e irá ajudar a acelerar a adoção global do padrão 4.5G.

As soluções de IoT da Huawei irão impulsionar a transformação digital dos serviços de banda larga residencial das operadoras, tornando a casa inteligente uma realidade. A tecnologia de Internet das Coisas de banda estreita (NB-IoT — Narrow Broadband IoT) baseada em LTE da Huawei irá possibilitar às operadoras de telecomunicações oferecer IoT celular ubíqua. Essa tecnologia irá gerar novas oportunidades de negócios em medição inteligente, estacionamento inteligente, rastreamento de logística e cidades inteligentes.

As soluções de Cidade Segura da Huawei são habilitadas pelas últimas tecnologias de IoT e banda larga móvel (MBB — mobile broadband) para disponibilizar sistemas de segurança inteligentes, baseados em vídeo, a cidades. Esses sistemas possibilitam a governos e autoridades municipais prevenir crises e melhorar o atendimento a emergências. Até agora, as soluções de Cidade Segura da Huawei já foram instaladas em mais de 100 cidades, em mais de 30 países.

De acordo com as previsões, até 2025 haverá quatro bilhões de novos usuários de banda larga, mais de 100 bilhões de coisas estarão conectadas digitalmente e o consumo de dados por pessoa irá aumentar em mais de 500 vezes. O mundo digital e o físico estão convergindo rapidamente. E os consumidores estão exigindo a experiência ROADS (Real-time, On-demand, All-online, DIY, and Social — tempo real, a pedido, tudo online, faça-você-mesmo e relações sociais) como uma nova norma.

Para o setor de telecomunicações, oferecer a experiência ROADS e atender as diversas necessidades dos consumidores exige que elas expandam sua própria visão, abram condutores, dados e serviços aos parceiros, adotem as Grandes Iniciativas para a transformação digital e compartilhem recursos em parcerias complementares.

No MWC 2016, a Huawei, operadoras de telecomunicações e clientes empresariais irão compartilhar percepções valiosas sobre a transformação digital dentro do setor de telecomunicações.

O MWC 2016 será realizado em Barcelona, Espanha, de 22 a 25 de fevereiro. Os estandes de exposição da Huawei se localizam na Fira Gran Via, Salão 1 e Salão 3. Para mais informações, visite http://www.huawei.com/en/mwc2016.

Tags, ,

Redes 4G cobrirão mais de três quartos da população da América Latina até 2020, revela pesquisa

 

 Redes 4G LTE cobrirão mais de três quartos da América Latina em 2020, de acordo com novos dados da GSMA Intelligence divulgados hoje, no Mobile World Congress, como consequência de aceleradas implantações 4G em toda a região. Os novos dados calculam que a cobertura 4G estará disponível para 76% da população latinoamericana até o final de 2020, acima dos 35% previstos no final de 2014.

A tecnologia 4G é atualmente responsável por uma porcentagem de um dígito das conexões1 móveis na América Latina, mas a GSMA Intelligence espera que essa participação seja responsável por mais de uma em cada quatro conexões em 2020. A previsão é de que o total de conexões móveis na América Latina alcance 709 milhões no final de 2014 e 889 milhões em 2020, com o 4G respondendo por 28% (245 milhões de conexões) no período.

O aumento dos níveis de investimento por operadoras móveis latinoamericanas

As despesas de capital (Capex) por operadoras de telefonia móvel na América Latina estão aumentando significativamente, e a previsão é de que se chegue a um total acumulado de US$ 193 bilhões no período de sete anos entre 2014 e 2020. As operadoras latinoamericanas investiram quase US$ 8 bilhões em licenças de espectro entre 2012 e 2015, principalmente para apoiar implantações 4G. A quantidade total de espectro atribuído a serviços móveis desde 2012 foi de 1472MHz, nas faixas de 700MHz, 850MHz, 1800MHz, 1900MHz, AWS (serviços avançados sem fio: 1700-2100MHz) e 2,6GHz.

Acelerando a adoção de smartphones na América Latina

Assim como a expansão do alcance da cobertura 3G/4G, a migração para redes de banda larga móvel de maior velocidade também está sendo impulsionada pela crescente adoção de smartphones. Os smartphones foram responsáveis por 32% das conexões da América Latina em 2014 e espera-se que sejam responsáveis por 68% do total em 2020. A essa altura, a América Latina terá a segunda maior base instalada de smartphones no mundo, atrás apenas da região Ásia-Pacífico. Abaixo uma lista de números de adoção de smartphones na América Latina por país:

Adoção de Smartphones como percentagem de conexões nos dez maiores mercados da América Latina: 2014 e 2020 (previsão). Fonte: GSMA Intelligence

Mercado / País 2014 2020
América Latina 32% 68%
Argentina 34% 72%
Brasil 38% 72%
Chile 36% 73%
Colômbia 31% 68%
República Dominicana 39% 66%
Equador 35% 67%
Guatemala 25% 63%
México 20% 62%
Peru 19% 57%
Venezuela 47% 73%

A tecnologia móvel é considerada o principal meio de acesso à Internet para grande parte da população latinoamericana, especialmente em áreas rurais. O número de conexões de banda larga móvel ultrapassou as conexões de banda larga fixa na região em 2011. Este é o caso dos cinco maiores mercados da América Latina, inclusive do Brasil, onde há mais de cinco vezes mais conexões de banda larga móvel do que de banda larga fixa.

Tags, ,

Barcelona recebe TI brasileira durante o Mobile World Congress

Em mais uma iniciativa do programa de internacionalização competitiva de software e serviços de Tecnologia da Informação (TI) coordenado pela Associação para Promoção do Software Brasileiro – SOFTEX em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos – Apex-Brasil ( www.apexbrasil.com.br), uma delegação de sete empresas participará de 25 a 28 de fevereiro em Barcelona, na Espanha, do Mobile World Congress .

Considerado o principal encontro mundial da indústria de comunicação móvel, o Mobile Congress recebeu mais de 67 mil visitantes no ano passado e já tem confirmada a presença de 1.500 fornecedores de dispositivos móveis, serviços e tecnologias nesta edição.

No estande Brasil IT+, marca que identifica a indústria de TI nacional no exterior, FITec , Ícaro Technologies , MC1, MG System , Nana Pocket , Navita , e STA Holding apresentarão um diversificado portfolio de serviços e soluções para o setor de TI e Telecomunicações, entre as quais aplicações móveis corporativa, soluções de gerenciamento de sistemas e segurança, e CRM (Gestão de Relacionamento com o Cliente).

Especialista em soluções multiplataforma para mobilidade corporativa e serviços de gestão de Telecom, a Navita já possui clientes em mais de 20 países. Parceira de fabricantes de smartphones e tablets, além das principais operadoras no Brasil e na América Latina, a empresa apresentará aos visitantes da mostra sua ampla gama de serviços: Navita Mobile, plataforma para o desenvolvimento de aplicativos corporativos e para o usuário final; Navita SGM (Serviços Gerenciados de Mobilidade), para a gestão de smartphones e tablets corporativos; e Navita SGT (Serviços Gerenciados de Telecom), para o gerenciamento, prevenção e redução de custos de telecomunicação em tempo real.

“O Mobile World Congress é o evento de mobilidade mais importante neste semestre e nosso objetivo é utilizá-lo como plataforma para a divulgação dos nossos serviços de gerenciamento de Mobilidade e Telecom para o mercado internacional. Essa participação integra nossa estratégia de reforçar a marca junto às grandes empresas multinacionais”, detalha Roberto Dariva, diretor-executivo da Navita.

“Os setores de TI e Telecom são estratégicos para alavancar o crescimento do Brasil. Nossa presença em um evento com essa relevância mundial é fundamental para apresentarmos a especialização de nossas companhias no desenvolvimento de soluções de comunicação móvel a um público altamente qualificado e tomador de decisões em suas organizações, para o mapeamento de oportunidades e também das principais tendências do mercado mundial, bem como para o fortalecimento da presença de nossas companhias no mercado internacional”, explica Maurício Fernandes, consultor da SOFTEX responsável pela organização da presença brasileira na mostra.

Brasil IT+ no Mobile World Congress
Data: 25 a 28 de fevereiro
Local: Fira Gran Via – Av. Joan Carles I, 64 – Barcelona
Estande: Hall 5 estandes 5I50 – 5I54

Tags,