Tag Microsoft Brasil

Brasil precisa alcançar novo patamar na competitividade global, afirmam líderes empresariais em Fórum em São Paulo

Lideranças empresariais dos setores público e privado participaram, na manhã desta quarta-feira (25/10), da primeira edição do FÓRUM NACIONAL DE COMPETITIVIDADE, novo projeto do LIDE – Grupo de Líderes Empresariais, em parceria com a Whirlpool, dona das marcas Brastemp, Consul e KitchenAid. Estiveram presentes na abertura do evento, realizado no Hotel Grand Hyatt, em São Paulo, Paulo Uebel, secretário Municipal de Planejamento e Gestão da Prefeitura de São Paulo; João Carlos Brega, presidente da Whirlpool América Latina; Roberto Giannetti da Fonseca, vice-chairman do LIDE; Paula Bellizia, presidente da Microsoft Brasil; Nicola Calicchio, presidente da Mckinsey & Company; Gustavo Ene, CEO do LIDE; Decio da Silva, presidente do Conselho de Administração da WEG, e Luiz Fernando Figueiredo, CEO da Mauá Capital.

Para o vice-chairman do LIDE, Roberto Giannetti da Fonseca, o evento acontece em um momento extremamente oportuno para o Brasil. Ele destacou que “o crescimento do País dessa vez virá pela competitividade. O Brasil precisa se tornar um parceiro global”.

Paulo Uebel, secretário Municipal de Planejamento e Gestão da Prefeitura de São Paulo, enfatizou que “precisamos reduzir os gastos públicos, que são o principal gargalo para os investimentos no Brasil. Enquanto não fizermos isso, com uma reflexão madura, baseada em dados e evidências, infelizmente não vamos ter um País mais competitivo. Esse evento hoje é fundamental e um trabalho que permitirá uma discussão sólida, e tenho certeza que as conclusões serão muito importantes para nós”.

Em sua apresentação, Paula Bellizia, presidente da Microsoft Brasil, reforçou que a posição do Brasil em relação a competitividade global, por uma série de motivos, vem caindo, ficando à frente apenas da Venezuela e Mongólia. “O momento que vivemos também cria oportunidades e o uso da tecnologia é um caminho possível para reposicionar o País. Precisamos olhar para recursos tecnológicos, como a Inteligência Artificial, para que o Brasil alcance uma posição de competitividade. Ela parece futurista, mas já está presente e vai mudar a forma como pensamos em educação e o mercado de trabalho”.

O FÓRUM NACIONAL DE COMPETITIVIDADE tem patrocínio da BRAGA NASCIMENTO E ZÍLIO ADVOGADOS ASSOCIADOS, D’OR CONSULTORIA, MICROSOFT e SOUZA CRUZ. O apoio é da SORANA / AUDI, AWS INTEL. São fornecedores oficiais GRUPO CDI, PR NEWSWIRE e RODOBENS COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL, SAÚDE A QUALQUER HORA e TRÊS CORAÇÕES. O jornal O ESTADO DE SÃO PAULO, revista LIDE e TV LIDE e PR NEWSWIRE são mídia partners.

Tags, , , , , , ,

Microsoft Brasil anuncia Fabio Costa como vice-presidente comercial

A Microsoft Brasil anuncia a contratação de Fabio Costa para ocupar a vice-presidência comercial com foco em grandes empresas. Nos últimos cinco anos, Costa foi presidente da VMWare no Brasil, obtendo resultados notáveis como ter feito a operação brasileira ​ser reconhecida como a melhor do mundo em 2014, e levado a empresa à segunda colocação do Great Place to Work em 2017. Em 25 anos de carreira, principalmente na área de tecnologia, ocupou posições de alta liderança no Grupo O Estado de São Paulo, Oracle, IDC Brasil, TNext (Oi) e IBM Consulting. “Fabio traz para a Microsoft uma forte experiência em gestão, vendas e serviços, desenvolvimento de negócios e conhecimento dos novos modelos de tecnologia em nuvem, além do foco em clientes, fatores críticos para a evolução de nosso negócio no Brasil”, diz Paula Bellizia, presidente da Microsoft Brasil.

Costa é formado em Processamento de Dados pela PUC/RJ, e possui PhD em Administração de Empresas pela mesma instituição. Além disso, cursou o General Management Program da Harvard Business School. “Estou orgulhoso de me juntar à Microsoft e de ter a oportunidade de trabalhar com o time responsável pelas incríveis mudanças pelas quais a empresa vem passando nos últimos anos”, diz.

O anúncio está em linha com o constante foco na evolução do modelo de negócios, com a nova cultura e com o momento positivo e de grande transformação da empresa, com a missão de empoderar pessoas e organizações a fazerem mais com tecnologia.

Fonte: Microsoft Brasil

Tags, ,

Microsoft e SmartLab inauguram espaço de experiências educacionais

A Microsoft Brasil e o SmartLab, projeto de tecnologia educacional do Grupo Santillana, fecharam parceria e inauguraram no dia 20 de setembro o espaço Microsoft SmartLab Education Experience, um ambiente interativo dedicado para clientes educacionais dentro do MTC – Microsoft Technology Center. O objetivo da parceria é colaborar para a transformação no que se refere à educação do futuro. Nesse espaço, diretores, coordenadores, professores e estudantes poderão vivenciar a experiência dos ambientes propostos pelo SmartLab, conhecer novos recursos e ferramentas que contribuem para alavancar o aprendizado dos estudantes e vislumbrar possibilidades e benefícios de se tornar uma escola conectada e colaborativa. Estima-se que o espaço SmartLab no MTC receberá mais de 5 mil visitantes no período de um ano.

Para Robson Lisboa, um dos idealizadores do SmartLab, a escola e a forma de aprender precisam estar alinhadas com os tempos de uma vida mais smart e digital: “Os alunos de hoje fazem parte da geração nativa e conectada, portanto, é preciso que a escola faça parte dessa realidade. Para nós, uma instituição smart é aquela em que aulas e atividades são montadas de forma que crianças e adolescentes visualizem seu futuro, encontrem relevância no aprendizado e ganhem motivação extra para estudar e frequentar a escola”.

A parceria entre as duas empresas se deu pelo fato de ambas acreditarem no potencial de transformação da educação por meio de soluções tecnológicas, maior conectividade e conteúdos motivadores. “A Microsoft tem o compromisso de empoderar as pessoas por meio da tecnologia. Por conta disso criamos a Jornada Empreendedora que visa apoiar estudantes desde os ciclos iniciais até o momento em que se tornam empreendedores. Esta talvez seja uma das maiores contribuições da Microsoft para o Brasil, pois é uma necessidade latente na qual poderemos ajudar o país a resolver questões ligadas à produtividade e desigualdade. O Microsoft SmartLab Education Experience vem para concretizar nossa visão e complementar as soluções que oferecemos”, explica Antonio Moraes, diretor de educação da Microsoft Brasil.

O SmartLab propõe um espaço de transformação na forma como o aluno aprende, proporcionando maior envolvimento em sala de aula por meio do uso da tecnologia e incentivo ao aprendizado colaborativo. Nesse sentido, o conceito do Microsoft SmartLab Education Experience, planejado pelo designer Kiko Sobrino, trouxe referências de empresas que já exercitam com seus funcionários o coworking e o coliving com um toque de Starbucks. O objetivo da criação deste ambiente colaborativo é desenhar a escola do futuro, com o uso de tecnologias e conteúdos de aprendizado interativos que façam com que os alunos tenham prazer em adquirir conhecimento e, assim, permanecer mais tempo na escola.

Soluções e ferramentas

O Microsoft SmartLab Education Experience tem como objetivo ajudar na adoção de tecnologias utilizadas no dia a dia e explorar o uso de novas tecnologias, como o Minecraft e as Hololens. Nesse sentido, com a parceria, alunos da plataforma SmartLab também poderão utilizar soluções Microsoft que possibilitam aos estudantes inúmeras formas de aprender; e aos professores, maior produtividade em suas tarefas.

Por meio do Office 365, os usuários têm acesso a uma suíte de aplicativos com as mais recentes versões de ferramentas educacionais. O Office Mix, por exemplo, permite a criação de videoaulas interativas com uma simplicidade surpreendente. Com ele, o professor pode modificar conteúdos já existentes no PowerPoint ou desenvolver novos. Também é possível gravar qualquer tela do computador e incluir quizzes para avaliar o rendimento de cada aluno. O resultado é uma aula envolvente e interativa, que promove a acessibilidade, o ensino a distância e o aprimoramento do processo de ensino-aprendizagem.

Outro recurso é o OneNote Class Notebook que reúne um espaço de trabalho para cada aluno, uma biblioteca de conteúdo para material de apoio e um espaço de colaboração para lições e atividades criativas. Foi projetado para ajudar os professores a economizar tempo e serem mais eficientes. Com essa ferramenta é possível distribuir páginas e seções para estudantes específicos, revisar rapidamente os trabalhos, o rendimento de cada aluno e atribuir notas. E em breve as escolas SmartLab terão acesso à versão educacional do Minecraft, jogo eletrônico que permite a construção usando blocos (cubos) e que pode ser aproveitada no ensino de várias disciplinas.

Todas as soluções do SmartLab são entregues com vários facilitadores, como a formação contínua dos professores, consultoria pedagógica e tecnológica, conteúdos online diversificados, além da integração de plataformas com senhas unificadas, favorecendo a personalização. O projeto já está implementado em várias escolas públicas e privadas.

Tags, , , , , , , , , ,

Microsoft lança campanha para meninas entrarem no mundo da programação

Em parceria com 15 ONGs, empresa promove campanha Eu Posso Programar para Meninas, que ensina linguagem de código de maneira lúdica

Para comemorar o Dia Internacional da Mulher, a Microsoft Brasil está lançando a campanha Eu Posso Programar para Meninas, que começa a convocar pelas redes sociais, até o dia 28 de abril, garotas que queiram aprender a linguagem de código de uma maneira lúdica e divertida, um pontapé inicial para quem deseja atuar no mercado de TI.

A iniciativa contará ainda com o apoio de 15 ONGs que atuam nacionalmente em diferentes frentes: educação, cultura, tecnologia e esporte. Além de impulsionarem a divulgação do projeto, as ONGs ficarão responsáveis por organizar turmas de meninas para as aulas na plataforma virtual www.eupossoprogramar.com, criada pela Microsoft com apoio de parceiros, como parte do programa global YouthSpark, que tem como objetivo abrir oportunidades para jovens por meio do acesso à tecnologia.

As participantes vão entrar em contato com o conteúdo de nível básico que é oferecido no site, chamado de “Hora do Código”, uma parceria da Microsoft com a ONG Code.org. Os exercícios da edição feminina do programa são feitos com a ambientação de dois títulos bastante conhecidos: Minecraft – que explora a imaginação com o uso de blocos dinâmicos – e Frozen, animação da Walt Disney que narra as aventuras da princesa Anna. Dessa forma, o aprendizado é intuitivo e agradável para as jovens.

Após a conclusão das aulas, as garotas recebem um certificado validado pela Code.org e pela Microsoft. Cada uma das futuras programadoras poderá então postar nas redes sociais a imagem do certificado com as hashtags #Eupossoprogramar e #Meninaspodemprogramar e desafiar quatro amigas a participar do curso. “A ideia é viralizar a campanha e agregar o maior número de pessoas”, afirma Kátia Gianone, diretora de Comunicação e Cidadania Corporativa da Microsoft Brasil.

Para Kátia, um dos objetivos da campanha “é proporcionar um conhecimento técnico para meninas e jovens mulheres, dando-lhes uma base para se tornarem desenvolvedoras de soluções aplicáveis em diferentes contextos, tanto de negócios quanto sociais, com o objetivo de criar oportunidades de empregabilidade e empreendedorismo”. Kátia ressalta também que “a ação é importante no sentido de buscar mais espaço para as mulheres nesse mercado de trabalho de TI”.

Serviço

O que: Campanha #Eupossoprogramar para meninas

Quando: De 8 de março a 28 de abril

Como: Acessar www.eupossoprogramar.com

Tags, , ,

Universidade Microsoft apresenta soluções para o mercado publicitário

A Microsoft lança o programa ‘Universidade Microsoft’ para apresentar e familiarizar os profissionais das maiores agências de propaganda do País aos produtos e serviços da companhia. O objetivo da ação é que esses profissionais possam extrair o máximo de cada ferramenta Microsoft que eles têm à disposição em suas agências para o desenvolvimento de suas campanhas.

Cada empresa participante contará com alguns dias de aprendizado interativo. No primeiro momento, a Microsoft vai até a parceira para apresentar todas as suas soluções para diversas plataformas, como Xbox LIVE, Windows 8, Bing e Skype. Na sequência, a agência vem até a Microsoft para uma experiência inovadora no qual os participantes irão aplicar os conhecimentos adquiridos e terão um contato real com todos os produtos da companhia. Ao final do programa os vencedores de cada etapa ganharão uma viagem para Seattle para conhecer o campus da Microsoft.

“A Universidade Microsoft é uma excelente forma de aproximar as agências de publicidade, que cada vez mais utilizam os meios e canais digitais para elaborar suas campanhas, da Microsoft, que atualmente oferece uma ampla gama de opções interativas e experiências únicas alinhadas com as necessidades e interesses dos usuários de todas as nossas plataformas”, afirma Marcos Swarowsky, diretor da divisão de publicidade e online da Microsoft Brasil.

A agência DM9 atuou como parceira da Microsoft auxiliando a elaborar e participando do piloto da ‘Universidade Microsoft’. “O mundo está tão rápido hoje, que muitas vezes deixamos de perceber detalhes que podem mudar a nossa realidade. Pensando nisso, resolvemos desenvolver junto com a Microsoft uma universidade com o objetivo de capacitarmos os profissionais da DM9. A quatro mãos, desenvolvemos um conteúdo onde todos os produtos foram apresentados novamente a todo o time de mídia da DM9, mas de uma maneira diferente, com um treinamento interativo e uma prova prática, divertida e engajadora ao final. O vencedor viajou para a Adweek em Seattle, junto com os clientes da DM9. Participar da Universidade Microsoft foi uma experiência fantástica e muito enriquecedora para todos os envolvidos”, explica Adrian Ferguson, VP de Mídia da Agência DM9 DDB.

Nos próximos 12 meses, 15 agências devem participar da iniciativa.

Tags, , , , , , , , , ,

Cloud Computing é “questão de tempo” para empresas de TI

A Celepar – Companhia Paranaense de Tecnologia da Informação e Comunicação sediou o Seminário Computação em Nuvem no Brasil: Aspectos Técnicos e Regulatórios. O evento reuniu empresários, técnicos e acadêmicos, que acompanharam um debate de especialistas e uma palestra de Raimundo Nonato da Costa, diretor nacional de tecnologia para o setor público da Microsoft Brasil. O presidente da Assespro-PR Sandro Molés da Silva ressaltou que trabalhar na nuvem é “questão de tempo” para as empresas de TI brasileiras. Acompanhe a reportagem do programa de tv Valor Agregado e uma entrevista especial com o palestrante.

Tags, , , , , , ,

Microsoft Brasil apresenta Relatório de Competitividade Nacional 2012 – 2013

O Relatório de Competitividade Global 2012-2013, publicado anualmente pelo Fórum Econômico Mundial, traz o Brasil na 48a posição de um ranking de 144 países, o que representa um salto de cinco pontos em relação à avaliação de 2011-2012, quando o País ficou na posição de número 53. Atualmente, segundo o relatório, o País está em transição entre o segundo estágio de desenvolvimento (“Efficiency-driven”) e o terceiro estágio, relacionado à inovação (“Innovation-driven”).

O Relatório também traz os resultados e o impacto da atuação da companhia no País em áreas, como educação e capacitação, inovação, cidades mais sustentáveis e pequenas e médias empresas. Com foco nos indicadores avaliados no Relatório de Competitividade Global, a Microsoft redesenhou seu plano de ação a fim de fomentar e estender atividades que já vinham sendo realizadas, baseadas na ampliação do acesso e na exploração da tecnologia. Agora, a atuação da companhia é apoiada sobre quatro pilares que compõem o Plano Nacional de Competitividade, em linha com as principais prioridades do País:

– Educação e Capacitação

– Inovação, Pesquisa e Desenvolvimento

– Incentivo a Pequenas e Médias Empresas

– Cidades Sustentáveis

São quatro áreas diretamente interligadas, em que o uso da tecnologia como ferramenta para impulsionar a competitividade pode e deve gerar um impacto real na vida das pessoas.

Saiba mais no Blog Microsoft Brasil: Microsoft Brasil apresenta Relatório de Competitividade Nacional 2012 – 2013

Tags,