Tag Khan Academy

Em menos de um ano, Khan Academy conquista mais de 2 milhões de usuários no Brasil

No ar desde janeiro de 2014, a Khan Academy já é um sucesso no Brasil. Com mais de 2 milhões de usuários só na versão em português, o site já é referência em todo o país. Maior site gratuito do mundo para aprender matemática que, só no ano passado, foi usado por cerca de 50 milhões de estudantes pelo mundo. Foi traduzido e publicado em português por meio de uma parceria entre a Khan Academy e a Fundação Lemann. A Fundação Lemann, aliás, está com inscrições abertas para quem deseja implantar o site nas redes públicas em 2015.

No site, pessoas de todas as idades podem estudar desde a soma básica até temas complexos da matemática, como o cálculo, passando por álgebra e geometria. O destaque para os estudantes brasileiros foi a criação de uma área especial para os 20 temas que mais caem no Enem.

Pode ser usados livremente ou como um novo recurso dos professores nas salas de aula pelo Brasil. Na escola, “acredito que o sucesso da Khan deve-se ao fato de a plataforma se adaptar ao aluno, ou seja, cada estudante segue o seu ritmo aprendendo aquilo que ainda precisa praticar, sem que todos tenham que acompanhar a mesma tarefa juntos”, disse a gerente da Fundação Lemann, Flávia Goulart.

Processo seletivo para levar a Khan Academy para escolas públicas

Disponível para quem tiver o interesse em aprender matemática, a Khan Academy também pode ser acompanhada de perto na implantação nas escolas públicas. Isso porque a Fundação Lemann com o programa “Khan nas escolas” oferece apoio para implementação nas escolas, formação de professores para o uso da ferramenta e acompanhamento periódico dos profissionais capacitado.

Para aderir ao programa, as parcerias são firmadas com as redes municipais e estaduais de educação que demonstram interesse no projeto. Para participar do projeto é preciso também que as escolas tenham a infraestrutura mínima para usar a plataforma nas aulas de matemática: computadores para os alunos e conexão com a internet. Para as redes interessadas em se inscrever:
http://fundacaolemann.org.br/novidades/redes-publicas-de-ensino-podem-se-inscrever-para-projetos-em-2015

Atualmente, já são mais de 2,5 mil professores formados e 70 mil alunos de escolas públicas usando a ferramenta no Brasil, em 44 cidades nos estados da Bahia, Ceará, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

Tags, ,