Tag Juan Quirós

Maior festival de inovação do Brasil reúne gigantes da tecnologia em São Paulo

Entre os dias 5 e 12 de novembro, a capital paulista recebe a terceira edição da São Paulo Tech Week (SPTW). O festival busca reforçar o posicionamento da cidade como hub global de inovação e estimula as organizações a utilizarem a semana como plataforma para negócios, para exposição de produtos e serviços inovadores e para formar novos talentos.

A expectativa é que sejam realizados mais de 200 eventos focados no futuro da tecnologia, envolvendo cerca de 75 mil pessoas e incentivando a geração de negócios e as iniciativas sociais para inclusão digital, desenvolvimento e formação de novos talentos.

O presidente da São Paulo Negócios, agência responsável pela organização do SPTW, Juan Quirós, enfatiza que o objetivo do festival é espalhar pela cidade diversas atrações explorando o que promete ser o futuro, fazendo do município palco para experimentação de tecnologias inovadoras. “O importante é mostrar ao Brasil e ao mundo que São Paulo é o lugar certo para investir e fazer negócios em tecnologia”, destaca Quirós.

Um dos eventos-âncora do festival, o IT Forum Expo acontece nos dias 7 e 8 de novembro, espera 8 mil profissionais da área e trará palestrantes como Lucas Vargas, CEO do Viva Real; Marco Antonio Carvalho, Head de Growth Management Latam do Facebook; Fernando Nogueira Cesar, Gerente de OEM e Soluções IoT da Dell; Marcelo Porto, presidente da IBM Brasil; e Fiamma Zarife, diretora-geral do Twitter no Brasil, entre muitos outros.

Outros destaques da agenda são:

· Startup Weekend Travel Tech
Trata-se de um evento imersivo, no qual os empreendedores devem validar novas ideias, criar o MVP e conseguir clientes em um fim de semana. Participam executivos de turismo, desenvolvedores, designers e empreendedores. A atividade será realizada na Oxigênio Aceleradora (Rua Conselheiro Nébias, 1530 – Campos Elíseos), nos dias 10, 11 e 12 de novembro.

· Casa das Empreendedoras
A segunda edição da Casa das Empreendedoras, evento que visa incentivar o protagonismo das mulheres paulistanas fundadoras de negócios e startups, acontece nos dias 06, 07, 08 e 09 de novembro. O evento é realizado pela Rede Mulher Empreendedora e pela Prefeitura e São Paulo, por meio da Tech Sampa, em parceria com Airbnb e Brasscom e patrocínio da Wayra e da Oracle. Serão oferecidos workshops, palestras, painéis e oficinas mão na massa, todos ligados à temas de empreendedorismo feminino, alguns abertos ao público e outros específicos para universitários, fundadoras de empresas de tecnologia, mães empreendedoras, entre outros. A programação contará com as startups vencedoras da 3ª edição do Prêmio Mulheres Tech em Sampa.

· Next Money
O evento acontecerá no dia 9 de novembro, das 9h às 19h, no auditório da Telefônica Brasil (Rua Martiniano de Carvalho, 851 – Bela Vista), e promoverá discussões sobre o futuro do mercado de wealth management, cases de internacionalização de fintechs nacionais, inclusão financeira, o panorama do ecossistema suíço de inovação para mercado financeiro, o mercado de cryptomoedas e ICOs, dentre outros. Organizado pela Spiralem, tem como público-alvo fintechs, bancos, seguradoras, empresas de pagamento, provedores de tecnologia, fundos de investimentos e demais entusiastas em inovação para o mercado.

· Arena BlackRocks
Tem como objetivo aproximar os temas de inovação, tecnologia e startup ao público, trazendo o diferencial de oferecer o protagonismo à população negra. Haverá painéis durante todo o dia com atividades diversas que oferecerão conhecimento e vivência para os participantes. O evento é gratuito e será realizado na Escola de Negócios Sebrae, no dia 11 de novembro, às 10h.

· WeAr Brasil
O festival WeAr é dedicado ao futuro da moda e, na edição de 2017, receberá a dupla inglesa Cute Circuit, nome mais consagrado na união da Alta Moda e da Tecnologia, que fará palestra, exposição de looks (entre eles os usados por Katy Perry e U2) e uma aula master para 30 interessados. Além de conferências, o WeAr terá workshops Hands On e um café maker. O evento será realizado no dia 9 de novembro, no IED-SP, e entrada é gratuita.

· French Tech Tour
O evento acontecerá no Espaço Coworking CUBO (Rua Casa do Ator, 919 – Vila Olímpia), no dia 8 de novembro, das 15h30 às 19h, e reunirá em um só lugar startups e empresas do Brasil e da França, investidores e especialistas internacionais! Por meio de concursos de pitches, as empresas francesas e brasileiras competirão diante de um júri de peso: Anjos do Brasil, StartupFarm, Ericsson, TIM, Waze, Webedia, French Tech Hub SP. Um dos prêmios recompensará a empresa francesa que se destacou em termos de inovação e adaptação ao mercado brasileiro; o outro prêmio será concedido à startup brasileira com maior potencial no mercado francês. A entrada é gratuita.

· Norway Fintech Day
A atividade será realizada no dia 10 de novembro, das 10h às 17h, no Campus São Paulo. A ideia é apresentar tecnologias norueguesas e alinhar parcerias entre companhias e profissionais noruegueses e brasileiros. A entrada é gratuita.

· Tecnologia e Educação: a experiência dinamarquesa
O Centro de Inovação da Dinamarca (Innovation Centre Denmark) traz até São Paulo a experiência dinamarquesa em integração de tecnologia na educação através de uma delegação que conta com representante do Município de Vejle, empresas e startups ligadas ao setor de edtech. O Prof. Dr. Mads Bo-Kristensen, consultor-chefe de digitalização de escolas do Município de Vejle, apresentará o panorama de tecnologia educacional na rede pública de ensino da Dinamarca e a nova estratégia curricular. A atividade acontecerá no Campus São Paulo (Rua Coronel Oscar Porto, 70 – Paraíso), no dia 6 de novembro, das 14h às 18h. A entrada é gratuita.

· Roadsec
O Roadsec é o maior festival de cultura hacker da América Latina e promoverá palestras temáticas, atividades de aprendizado interativo e shows que pretendem desmistificar e fomentar a comunidade hacker brasileira. O evento começa no dia 11 de novembro, às 10h, e termina na madruga do dia 12, na Áudio Club – Av. Franciso Matarazzo, 694 – Barra Funda. Serão​ 24h de programação com 5​ trilhas de conteúdo simultâneas​, 10 DJs e diversas oficinas e atividades conduzidas por hackerspaces e comunidades do país inteiro. Para este ano já estão confirmados Raimundos e Matanza.

· Pitch Gov.SP
Evento de apresentação das soluções finalistas do Pitch Gov.SP, programa do Governo do Estado de São Paulo em parceria com ABStartups para buscar soluções inovadoras para desafios da administração pública. Serão 16 startups apresentando soluções nas áreas de Educação, Estatística e Análise de Dados, Finanças Públicas, Habitação, Saneamento e Energia, Saúde, Transparência e Transportes. A atividade será realizada no dia 9 de novembro, das 14h às 19h, no Palácio dos Bandeirantes (Avenida Morumbi, 4500). A entrada é gratuita.

· Google Cloud Summit
O evento será realizado nos dias 8 e 9 de novembro, na Fundação Bienal – Parque do Ibirapuera, das 8h às 19h, e reunirá executivos, clientes, parceiros, desenvolvedores, profissionais de TI e engenheiros do Google para criar o futuro da nuvem.

· Women Dev Summit
O encontro é exclusivo para mulheres e será realizado no SENAI Santa Cecília, no dia 11 de novembro, das 8h30 e 18h. O objetivo é criar um espaço em que todas as mulheres possam questionar, aprender e compartilhar sua história de vida, sem medo. Para isso, será criado um ambiente de imersão no que há de mais interessante na tecnologia, instigando-as a buscar aprender mais e mais, conectando-as à oportunidades e mostrando o quanto a tecnologia pode ser um sonho de carreira real.

As inscrições para as empresas interessadas em promover eventos durante a SPTW podem ser realizadas no site www.saopaulotechweek.com, onde também é possível conferir a agenda completa do festival.

São Paulo Tech Week
Quando: de 05 a 12 de novembro de 2017
Onde: São Paulo/SP
Agenda: www.saopaulotechweek.com/techlovers
Informações: www.saopaulotechweek.com

Tags, , , , , , , , , , , , , , , , ,

São Paulo Negócios e IBM impulsionam startups para desenvolver soluções de saúde

A Prefeitura de São Paulo e a IBM anunciaram hoje um acordo que visa desenvolver soluções tecnológicas inovadoras para o setor de saúde na cidade de São Paulo nos próximos 3 anos. O programa “100% saúde”, assim nomeado no ano do centenário da empresa no Brasil, poderá apoiar até 300 startups selecionadas para resolver problemas atuais do sistema de saúde da cidade, com consequente melhora no atendimento à população.

“Nosso objetivo é apoiar projetos que nos ajudem a alavancar o setor de saúde no município, o que pode dar mais agilidade ao serviço e diminuir as filas”, disse o prefeito João Doria.
Cada startup selecionada poderá receber créditos equivalentes a US$ 1000 por mês por um período de um ano para o uso de aplicações de serviço na plataforma IBM Cloud, como parte do Global Entrepreneur Program (GEP), programa global de empreendedorismo da IBM. Esse valor só será usado por empresas que se juntarem ao programa e usarem o serviço. O total de créditos fornecidos pela empresa nos próximos três anos pode representar mais de R$ 12 milhões. “A IBM celebra o seu centenário no Brasil este ano com uma história de contribuições para o progresso da nossa sociedade. Este projeto une a experiência global da empresa com nossas capacidades inovadoras locais para uma necessidade pública da cidade e seus cidadãos. Esperamos que os resultados deste programa impulsionem novas mudanças e progressos no nosso ecossistema de saúde e permaneça como um legado para a cidade de São Paulo e nossas futuras gerações”, afirmou Marcelo Porto, presidente da IBM Brasil.

A parceria da empresa pode incluir o apoio de técnicos, profissionais de consultoria e licenciamento de acordo com os critérios do GEP. A SP Negócios e a empresa também poderão vir a definir em conjunto atividades para estimular o uso da tecnologia, desenvolvimento de aplicações, protótipos e ideias que possam trazer um impacto positivo na área da saúde. “Esta é uma iniciativa pioneira e inovadora que tem como objetivo encorajar o empreendedorismo e, ao mesmo tempo, melhorar o serviço à população”, diz o Secretário Municipal de Saúde, Wilson Pollara.
Os interessados em participar dessa primeira etapa devem encaminhar um e-mail para projetosaude@spnegocios.com, até o dia 31 de outubro, manifestando interesse pelo programa. Para se candidatar, as startups devem atender aos requisitos e aderir ao programa GEP, devem ser devidamente constituídas, no pleno exercício de suas atividades e ter receitas anuais que não excedam R$ 3,6 milhões.

“A importância desta parceria com a IBM é que temos a oportunidade de criar um programa piloto que possa ser replicado por outras prefeituras no Brasil”, explicou o presidente da SP Negócios, Juan Quirós. A instituição será responsável por selecionar as startups candidatas a participarem do programa. A SP Negocios é uma empresa ligada à Secretaria Municipal da Fazenda, que visa promover investimentos, negócios e exportações para a cidade de São Paulo.

Fonte: IBM Brasil

Tags, , , , , , ,

Investe SP capta investimento de R$ 12,8 bilhões para data center hubs em Campinas e Sorocaba

Foto:Luiz Granzotto/PMC

Foto:Luiz Granzotto/PMC

O presidente da Investe São Paulo, Juan Quirós, atendeu nesta terça-feira (12/01), em Campinas, a empresa americana TechxAct, com sede em Washington, que tem projetos de implantação de data centers hubs de abrangência internacional para armazenamento e administração de dados de clientes mundiais.
A empresa deve investir, em Campinas e Sorocaba, cerca de R$ 12,8 bilhões, gerando aproximadamente 20 mil empregos diretos em cada município e 43 mil indiretos ao longo da execução total do programa.

A pedido do prefeito de Campinas, Jonas Donizette, Quirós mostrou aos dirigentes da empresa os serviços da Investe São Paulo. O chairman G.H. Paryavi e o vice-presidente da TechxAct, Carlos Tavares, explicaram que, em 2030, o mundo terá 250 bilhões de equipamentos conectados na internet.

“Todos dependerão do armazenamento e gerenciamento de dados em nuvens. Os data centers já se apresentam como o maior prestador de serviços do mundo. É um setor que garante estabilidade, rentabilidade e crescimento únicos. E nossa intenção é criar um Silicon Valey em Campinas”, afirmou o vice-presidente da empresa, que tem um hub em operação na cidade norte-americana Loundoun Count, Virgínia.

O projeto é também conhecido como Universal Clouds, a primeira nuvem global de administração de dados. “Não existirá indústria que não vai estar no nosso negócio num futuro muito breve. Campinas tem mão de obra capacitada para treinarmos para este empreendimento, que vai armazenar, por exemplo, dados essenciais de países do Oriente Médio, da Europa, e da Ásia. Isso porque o Brasil tem boas relações com todos os países do mundo, não tem rejeição, o que é um grande fator que favorece a instalação de data centers hubs”, ressaltou Carlos Tavares.

Dentre os serviços dos data center hubs a serem instalados em Campinas e Sorocaba está também a recuperação de problemas nos sistemas de armazenamento de dados mundiais. “Para se ter uma ideia, um segundo de paralização nesses sistemas representa um prejuízo de US$ 80 milhões (Cerca de R$ 320 milhões)”, afirmou o chairman H.G. Paryavi, lembrando ainda que o retorno do investimento supera as expectativas.

O prefeito de Campinas disse que a cidade tem todas as condições para abrigar o investimento e que há uma conjugação de forças inéditas no momento, entre a Prefeitura, o Governo do Estado e demais órgãos envolvidos, como os fornecedores de água e energia (presentes à reunião), que os investidores não encontrarão em outras unidades da federação.

Após reunião de trabalho, Juan Quirós imediatamente convocou equipe de especialistas e dois diretores da Investe SP para se deslocarem a Campinas e iniciar, na mesma noite, as reuniões técnicas para conhecer as necessidades dos investidores e detalharem o projeto. “Sabemos que a empresa tem intenção de criar um triângulo na América do Sul. Vamos assinar um memorando de entendimentos e nos esforçar para que a base do triângulo fique em duas cidades paulistas: Campinas e Sorocaba. A outra ponta deve ser, provavelmente, em Recife. O que importa é que São Paulo quer e terá estes 40 mil empregos diretos”, finaliza.

Fonte: Investe São Paulo

Tags, , , ,