Tag IIBA

Profissão promissora, analista de negócios é essencial para empresa ganhar competitividade

untitled

Profissional que está sendo absorvido em grande escala em um mercado empresarial ávido por empreendedores organizacionais, o analista de negócios não é um trabalhador tradicional e, tão pouco, fácil de achar. Mas ele atua em uma área promissora e em franca expansão no país e no mundo. Segundo uma pesquisa da empresa de recrutamento e seleção Catho, esse profissional é procurado por 42% das companhias. “Elas o procuram porque ele possui não só a visão técnica do negócio, mas se relaciona com os setores estratégico e operacional da empresa, auxiliando-os a entender seus problemas e a encontrar soluções que mais agreguem valor. Para isso, utiliza conceitos e técnicas reconhecidos globalmente”, destaca Fabrício Laguna, coordenador do Capítulo São Paulo do International Institute of Business Analysis (IIBA), uma associação sem fins lucrativos que tem como missão desenvolver e manter padrões para a prática de análise de negócios e a certificação de profissionais.

Trocando em miúdos, o analista de negócio é responsável por desvendar as verdadeiras necessidades da organização, não simplesmente seus desejos explícitos. Trabalha como facilitador da comunicação entre as várias unidades organizacionais. É comum que assuma um papel central na tradução das necessidades das unidades de negócio em funcionalidades desenvolvidas pelas áreas de TI. “Ele atua como um consultor interno, responsável por investigar os sistemas de negócios e seus processos, propondo melhorias e soluções”, argumenta Laguna, o primeiro brasileiro a receber o certificado do IIBA. Além dele, apenas outros 11 profissionais em todo o país têm o certificado.

Em um mercado em crise, como o atual, o analista de negócios é de fundamental importância. Sua atuação pode ajudar a organização a investir nas iniciativas mais adequadas para redução de custos, aumento de produtividade e melhoria da qualidade do resultado entregue ao cliente. Por isso também é um profissional que tem se tornado mais bem remunerado no mercado de trabalho.
Valorização reflete-se nos salários – O IIBA SP apresenta uma pesquisa que identifica as médias salariais dos analistas de negócios que atuam em 13 Estados e no Distrito Federal. A participação no levantamento foi maior em São Paulo, que teve o primeiro capítulo do IIBA no Brasil, seguido pelo Rio de Janeiro (Capítulo Rio de Janeiro), Rio Grande do Sul (Capítulo Porto Alegre), Minas Gerais (Capítulo Belo Horizonte) e Pernambuco (Capítulo Recife).

Segundo a pesquisa, efetuada em 2014, o rendimento do profissional que trabalha com análise de negócios chega a R$ 30.000,00 para um profissional sênior. O estudo também apresentou a média salarial para analistas em diferentes estados. São Paulo e o Distrito Federal apresentam rendimentos acima da média nacional.

Segundo Fabrício Laguna, do IIBA São Paulo, é muito importante que o analista de negócios compreenda sua área em diferentes aspectos:

Estratégico – definir direção, política, objetivos e macroprocessos de negócio;

Operacional – analisar e especificar a implementação do modelo de negócio por meio de requisitos, regras, processos e sistemas de informação;

De acordo com Laguna, conhecendo os aspectos fundamentais do negócio, o analista está em uma posição privilegiada para conectar as soluções operacionais aos objetivos estratégicos. É válido salientar que a análise de negócio nem sempre necessitará envolver a tecnologia da informação na definição de uma solução de um problema de negócio. Ainda assim esse profissional pode recorrer aos recursos de TI para implementar soluções visando melhor atender as necessidades da empresa.

Laguna afirma que a análise de negócio ocorre durante todo o ciclo de vida de uma solução de negócio. “Na concepção de um negócio são definidas as necessidades e escolhida a melhor forma de atender a essas necessidades. Durante o desenvolvimento da solução, a análise de negócios possibilita a comunicação clara e o entendimento mútuo dos requisitos. E após a solução implantada, é possível validar o alcance das metas esperadas desde o início”, explica.

Conferência na capital paulista em maio – Algumas das principais organizações do país estarão reunidas no dia 15 de maio, no Auditório da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP), para compartilhar suas experiências na 5ª Conferência de Análise de Negócios, promovida pelo IIBA SP. “Ela tem importante participação no mercado nacional. Muitas empresas que vêm ao evento mudam sua forma de atuar. A maior parte dos conferencistas vem em busca de integrar suas áreas de tecnologia aos negócios”, justifica Laguna. O evento, que será realizado das 8h30 às 18h00, tem o apoio da Poli e da Fundação Vanzolini.

Serviço:
5ª Conferência de Análise de Negócios do IIBA – SP
Quando: 15/05/2015
Horário: 08:30 h – 18:00 horas
Local: Auditório Romeu Landi da Escola Politécnica na Universidade de São Paulo (USP)
Endereço: Avenida Prof. Luciano Gualberto, travessa 3, nº 380
Edifício Eng. Mário Covas Júnior – 1º andar

Tags, , , , , , ,