Tag games

Mais da metade dos brasileiros jogam todos os dias de acordo com uma pesquisa da Justmob

A Justmob, unidade de negócios especializada em mobile marketing da Cisneros Interactive, lança um estudo sobre Mobile Games. Em parceria com a On Device Research, a pesquisa foi realizada durante o mês de janeiro de 2022 no Brasil e em mais 5 países da América Latina.

Os dados também mostram que os brasileiros são fanáticos por jogos mobile já que 63% das pessoas jogam diariamente pelo Smartphone e 25% jogam várias vezes na semana. Além disso, 76% dos respondentes jogam pelo menos 3 vezes ao dia e 61% passam, no mínimo, 40 minutos por dia jogando. E como se pode imaginar, o Smartphone se manteve como o meio mais utilizado para jogar, já que 73% jogam no celular.

Em relação ao tempo gasto jogando, o isolamento social provocado pela Covid-19 foi um fator que elevou esse quesito, pois 78% dos brasileiros passaram mais tempo jogando durante a pandemia. Desse número, 3 em cada 5 (65%) pretendem continuar jogando o mesmo tanto no pós-pandemia.

“O consumo de games, que já vinha crescendo ao longo dos anos, teve uma grande aceleração por causa do isolamento social, que provocou uma certa limitação nas formas de entretenimento dentro de casa, o que fez do celular um grande companheiro para o lazer. No entanto, é interessante ver como os números continuam crescendo e as pessoas pretendem manter seus hábitos, mesmo que estejamos rumo ao fim da pandemia. Em verdade, a pandemia só confirmou que todo mundo joga para se entreter, mas também para conectar com outras pessoas”, comenta Gonzalo Borras, General Director of Audio & Mobile.

Em relação a isso, a pesquisa prova que, atualmente, 3 em cada 4 pessoas têm entre 1 a 6 jogos instalados em seu Smartphone. Os dados revelam que 1 em cada 2 entrevistados faz download de jogos semanalmente. Os jogos de ação, esportes, aventura e estratégia são os favoritos da audiência brasileira. Candy Crush é o jogo mais jogado, junto com o PUBG. Entreter, prazer/diversão e relaxar são as principais razões pelas quais eles jogam.

Por fim, o estudo confirma que 91% dos brasileiros se sentem felizes enquanto jogam e 88% consideram os jogos mobile como uma forma de socializar. Além disso, segundo a Justmob, eles não só jogam: mais da metade também compram dentro do aplicativo enquanto estão jogando, sendo que essa atividade aumenta para os usuários entre 25 e 34 anos (64%). Somado a isso, para ganhar vidas extras ou conteúdos de jogo, 59% gastam dinheiro dentro dos aplicativos, principalmente pessoas de 25 a 34 anos (68%), que são as mais propensas a realizar esse tipo de compra.

De acordo com Rodrigo Tigre, Country Manager da Cisneros Interactive no Brasil: “O Mobile Game é um ambiente propício para se anunciar. Primeiro porque é livre de fake news, segundo porque as pessoas que o consomem, fazem isso por causa do entretenimento, em momentos de descontração e felicidade, e por último, porque os anúncios em games geram um benefício real para os jogadores que ganham itens virtuais em troca da sua atenção.”

Isso se prova quando observamos que, para os jogadores brasileiros, os anúncios se transformaram em uma parte fundamental da experiência do jogo, pois 92% disseram assistir anúncios em vídeos para conseguir vidas extras ou conteúdo no jogo. A atitude em relação aos jogos enquanto joga é positiva, porque a audiência acha que os anúncios realmente dão vida à marca/produtos e que não interrompem o jogo.

Em outras palavras, de modo geral, o universo dos games se mostra extremamente favorável e oferece diversas oportunidades de investimento para os anunciantes, principalmente pela receptividade dos gamers. O consumo de games, que já estava em ascensão e teve uma grande aceleração nos últimos dois anos, continua crescendo e chamando a atenção das pessoas, o que proporciona, para o anunciante, um ganho financeiro por meio da atenção do consumidor. Como um meio de descontração, os jogos são propícios para anunciar porque os jogadores estão atentos e gostam da experiência dentro desse ambiente, tanto que, inclusive, são eles que iniciam o processo de compra integrado aos jogos em troca itens virtuais.

Tags