Tag Convenia

Segurança da informação: 8 cuidados para o trabalho remoto

Por Marcelo Furtado, CEO da Convenia

O isolamento social instituído no país para frear a disseminação do novo coronavírus fez com que diversas empresas tivessem que adaptar suas rotinas ao formato home office. Com isso, muitos gestores corporativos estão dando uma atenção a mais para a segurança da informação e dos dados da organização. Isso porque os colaboradores geralmente levam o computador do escritório para casa a fim de desenvolver as atividades remotamente. Por isso, é imprescindível que a gestão estabeleça estratégias para manter a integridade e o sigilo dos dados do negócio.

Qual a importância da segurança da informação nas empresas?

É fundamental ter uma política específica que apresente as diretrizes do trabalho remoto de forma transparente para os colaboradores, assim como tomar cuidados para garantir a segurança da informação e dos dados empresariais.

Nesse sentido, a tecnologia é uma ferramenta utilizada para manter a integridade dos documentos, armazenar e compartilhar arquivos de maneira eficiente, impedindo perdas, extravio ou violação de sigilo. Assim, o uso da tecnologia, aliado a uma mudança na cultura e conscientização, possibilita que as atividades sejam realizadas rapidamente e com a devida segurança.

A gestão corporativa deve verificar se as medidas estão sendo tomadas, entendendo se os profissionais estão realmente se precavendo de possíveis ataques cibernéticos. O ideal é que a companhia disponibilize dispositivos com sistemas e programas de proteção já instalados, como antivírus e firewall. Tomando as devidas providências, é possível dar continuidade ao trabalho tranquilamente e sem nenhum risco para o negócio.

Quais são os cuidados que devem ser tomados ao trabalhar remotamente?

Os perigos existentes no ambiente virtual são variados e podem surgir de inúmeras formas. Qualquer tipo de ameaça pode representar roubo de informações confidenciais ou de dados sigilosos da empresa. Por isso, diante de um cenário no qual o trabalho remoto é uma necessidade, é fundamental tomar determinados cuidados para manter a segurança dos arquivos corporativos de forma adequada.

8 ações que o colaborador deve executar ao levar o PC do escritório para exercer suas funções em casa.

1. Seguir diretrizes empresariais

Naturalmente, a gestão deve guiar a equipe e implementar algumas diretrizes e bons hábitos básicos de segurança. Assim, com a definição e a organização das questões internas, os colaboradores ficam informados sobre como será a rotina e quais práticas de proteção serão adotadas pela empresa. Isso também é importante para entender como se comportar no ambiente virtual de acordo com as expectativas dos gestores.

2. Só utilizar softwares e aplicativos instalados pelo TI da empresa

Mesmo antes do home office, softwares e aplicativos de TI já eram parte importante do cotidiano organizacional das empresas. Isso porque as ferramentas permitem realizar operações no departamento financeiro, de logística, de RH, e de clientes e fornecedores, de maneira totalmente segura e ágil. Para que as atividades continuem ocorrendo a distância, os colaboradores devem se adaptar, utilizando apenas os programas instalados pelo setor de tecnologia da corporação.

3. Atualizar sistemas e softwares

Outro cuidado imprescindível é instalar apenas sistemas e softwares originais no computador e mantê-los sempre atualizados. Com frequência, os programas são atualizados pelos desenvolvedores para evitar riscos de vazamentos de dados ou possíveis brechas para hackers invadirem as informações corporativas. No entanto, é necessário ter bastante atenção no momento da atualização, verificando se a fonte de notificação é, de fato, confiável.

4. Realizar backup regularmente

Fazer o backup regularmente mantém o negócio protegido contra imprevistos. Por isso, é fundamental que a equipe tenha uma rotina de armazenamento de cópias de segurança dos dados. O mais indicado é contar com sistemas em nuvem que mantém um backup a cada alteração, o que garante maior eficiência e proteção no processo de compartilhamento.

5. Usar senhas fortes

O mais indicado é utilizar sempre senhas fortes e mecanismos de autenticação, garantindo segurança e impedindo que hackers acessem as contas da empresa. Também é importante evitar salvar as senhas automaticamente no computador e no navegador. O ideal é que, a cada acesso, a senha seja digitada, fazendo disso um hábito de proteção a mais para a manutenção da integridade dos dados.

6. Controlar o acesso aos sistemas corporativos

Outra dica fundamental é controlar ao máximo o acesso aos sistemas corporativos, sempre fazendo a ação por meio de uma conexão de rede segura. Portanto, é importante verificar se o roteador da casa está com as configurações atualizadas e com uma senha forte. A gestão ainda pode incentivar os colaboradores a utilizarem uma rede privada virtual (VPN), que garante a criptografia no momento de trocar as informações relativas ao negócio.

7. Não acessar links suspeitos

Caso o colaborador se depare com links suspeitos, o mais indicado é excluir a mensagem quanto antes e reportar o problema ao departamento de TI da empresa. Ataques cibernéticos, e-mails, entre outros tipos de ameaças ocorrem diariamente e representam riscos reais para a integridade e o sigilo dos dados corporativos. Por isso, é preciso ficar atento. Caso haja qualquer tipo de notificação estranha, o melhor é não acessar os links recebidos.

8. Instalar um bom antivírus

Os antivírus são softwares específicos para verificar se os dispositivos estão ou não contaminados e, ainda, se o sistema operacional está atualizado. Além disso, os antivírus realizam atualizações que corrigem problemas técnicos – responsáveis, muitas vezes, por causar vulnerabilidade nos computadores e na rede de internet. Portanto, ter um bom antivírus instalado é essencial para exercer as atividades em formato home office.

É preciso ter em mente que as medidas citadas são de extrema importância para manter a segurança da informação, uma vez que todos os cuidados garantirão uma maior proteção para a empresa. Com isso, os gestores podem ficar mais tranquilos, tendo a certeza de que os colaboradores cuidarão da melhor forma da integridade dos dados do negócio .

Tags, ,

Pesquisa de salários nas PME’s e Startups revela que homens ganham, em média, 44% a mais que as mulheres

A diferença salarial entre homens e mulheres é historicamente contrastante. Segundo as estatísticas do IBGE de 2018, no geral homens têm a renda mensal 30% maior que a das mulheres. E quando se fala em startups e PMEs de tecnologia, homens ganham, em média, 44% a mais que mulheres, é o que revela uma pesquisa realizada pelo Convenia, um software ideal que auxilia nos processos de departamento de pessoal de pequenas e médias empresas.

Do ponto de vista da diversidade, a pesquisa aponta que ainda há problemas concretos na igualdade salarial entre gêneros, analisando cargos que são comparáveis entre as empresas, é possível observar que a diferença entre os salários de homens e mulheres é mais aguda em cargos de gestão, chegando a 30%. Além disso, a representatividade nas empresas analisadas ainda é extremamente concentrada em jovens (67% até 30 anos) e brancos (70% da base total).

A boa notícia é a meritocracia observada nas empresas analisadas, os dados indicam que, de fato, as startups propiciam uma escalada de carreira mais agressiva do ponto de vista salarial. Enquanto as grandes corporações trabalham com aumento médio de 20% em promoções, promovendo um ritmo de carreira pré-definido, nas empresas de tecnologia esse cenário é diferente, pois os aumentos salariais entre uma função e outra chegam a mais de 150%, indicando que o crescimento de remuneração pode ser muito mais expressivo que em mercados tradicionais.

De acordo com Marcelo Furtado, CEO do Convenia, a primeira edição desta pesquisa pretende fornecer ao mercado um parâmetro das médias salariais praticadas nas Startups e PMEs em diversos níveis e categorias. O objetivo é apresentar aos gestores das empresas de tecnologia o cenário de contratações e remunerações, para que possam se atentar de suas forças e fraquezas em busca de melhorias contínuas.

O que acha de alinharmos algo a respeito? O porta-voz está disponível para entrevistas e em anexo eu caminho o material completo para avaliação.

Tags, ,