Tag consumo de água

Certificado digital reduz consumo de água

Implementada em 2006 a emissão de notas fiscais eletrônicas contribuiu para econômia de cerca de 180 bilhões de litros de água

Comemorado em 22 de março, data oficial da ONU, o Dia Mundial da Água estimula e destaca soluções para racionalizar o consumo e preservar os mananciais hídricos. Entre as criações empresarias, está o Certificado Digital, documento de identidade no meio eletrônico, que permite migrar processos físicos para o digital sem o uso do papel, que demanda muita água para a sua produção. Nesta linha, um dos principais casos de sucesso está a implementação da Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), que aconteceu em 2006, a qual utiliza a Certificação Digital para garantir a autenticidade das informações e eliminou o uso do papel no processo.

Os números

Para cada sulfite ou A4 que deixa de ser utilizado, por meio da substituição de um documento impresso por um digital, são economizados 10 litros de água, que seriam necessários para a produção da folha, conforme dados do Water Footprint Network (WFN). Voltando a questão das notas fiscais, segundo informações do site da nfe.fazenda, desde a sua implementação, foram emitidos 18 bilhões de documentos digitais, o que representa a economia de 72 bilhões de folhas de papel, já que a versão impressa, em média, tinha quatro vias.

Na ponta do lápis

Esse volume, multiplicado pelos 10 litros por folha calculados pelo WFN, significa uma economia de 180 bilhões de litros, ou 180 milhões de metros cúbicos de água.

Tecnologia pode ser usada em outros processos

De acordo com Julio Cosentino, vice-presidente da Certisign, Autoridade Certificadora líder na América Latina, o Certificado Digital também pode ser usado para assinatura de documentos. “A cada uso ele gera uma assinatura digital que tem o mesmo valor jurídico da manuscrita. Ou seja: contratos, procurações, petições, entre outros documentos, podem ser formalizados sem papel e sem caneta. Além de contribuir com a preservação do meio ambiente, a tecnologia proporciona às empresas que a adota eficiência operacional e redução de custos, afinal processos digitais são mais ageis e menos custosos”.

Dia Mundial da Água

A data foi instituída na Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento de 1992, passando a ser comemorada oficialmente em 1993. Seu objetivo é disseminar a consciência sobre a importância da água e a necessidade de conter o desperdício e usá-la de modo racional.

Tags, , , , , , , ,

FEBRABAN e Instituto Akatu lançam aplicativo para estimular a economia de energia

A Federação Brasileira de Bancos – FEBRABAN e o Instituto Akatu lançam em parceria mais uma ferramenta para ajudar o brasileiro a economizar os recursos naturais do planeta, trata-se do aplicativo “Nossa Energia”. O app é gratuito e foi desenvolvido para orientar as pessoas em relação ao consumo eficiente da energia. A ferramenta oferece uma calculadora que identifica os gastos de acordo com os eletrodomésticos e o consumo da residência, tem ainda o jogo “Apagão” e dicas práticas para a economia de de energia. A iniciativa faz parte do programa de educação financeira da FEBRABAN, o portal MeuBolsoemDia.com.br e já está disponível para download gratuito no Google Play.

O aplicativo é o segundo de uma série de ferramentas sobre consumo consciente que serão lançadas ainda este ano. “Queremos estimular a população a consumir com responsabilidade os recursos naturais do planeta. O aplicativo mostra que o uso eficiente da energia pode se refletir, também, em uma economia financeira” avalia Fábio Moraes, diretor de educação financeira da FEBRABAN.

O usuário irá conhecer diversas dicas sobre o consumo eficiente da energia elétrica, que também está ligado ao uso da água, uma vez que são geradas por usinas que utilizam água. “O aplicativo “Nossa Energia”, além de informar e sensibilizar para o uso eficiente desse recurso, revela ainda como os hábitos do consumo de um produto ou serviço podem ter impactos sobre várias dimensões da nossa vida. Consumo consciente é também entender essas relações e agir para causar menos impactos negativos sobre a sociedade, a economia e o meio ambeinte”, afirma Helio Mattar, diretor-presidente do Instituto Akatu. O app mostra, por exemplo, que se uma pessoa economizar 1 minuto de banho durante 1 ano significa uma economia de 15 dias da Usina Itaipu. As dicas elaboradas pelo Akatu são simples e lúdicas e podem ser compartilhadas nas redes sociais, basta que o usuário clique na opção “veja a dica completa” para mais informações.

Um ponto alto do aplicativo é a calculadora de energia, que contabiliza em Kw (kilowatt) o gasto conforme a quantidade de equipamentos eletrônicos e eletrodomésticos do usuário. Primeiramente deve se cadastrar a quantidade exata de equipamentos que o usuário possui em sua residência e, depois disso, a ferramenta fará uma conta baseada nos equipamentos contabilizados e mostrará um preço estimado deste consumo energético. Após a análise, é possível verificar os equipamentos que consomem mais energia e, a partir daí, fazer uma reflexão sobre o seu uso.

Outra utilidade do app está no game “Apagão”, em que o usuário deve apagar todas as luzes de um prédio, quem apagar mais luzes ganha mais pontos no ranking geral. Ainda é possível conectar o aplicativo ao Facebook, desta forma, o participante poderá visualizar o ranking dos seus amigos que, também, estão conectados.

O aplicativo é simples de usar e já está disponível para download gratuito no Google Play/Play Store. No momento o app está liberado para aparelhos smartphones da versão Android.

Visite o Google Play e baixe o aplicativo:
https://play.google.com/store/apps/details?id=br.com.soundy.nossaenergia

Tags, , , , , , , ,