Tag computadores

Pesquisa global da Avast releva as condições dos PCs

A Avast, líder em produtos de segurança digital, anunciou dados do seu Relatório de Tendências para PC. O estudo apresenta uma visão real sobre os softwares e hardwares mais usados em computadores, a partir de dados anônimos de mais de 155 milhões de usuários do mundo todo. As informações foram reunidas pelo AVG PC TuneUp e Avast Software Updater, no terceiro trimestre do último ano. A seguir, estão os principais fatos apontados no relatório:

Em média, os computadores têm mais de 5 anos de idade

O relatório da Avast apontou que os usuários permanecem com seus computadores por um longo tempo. Surpreendentemente, quase 28% dos PCs têm mais de oito anos, o que significa que são da era do Core 2 Duo e, por isso, são mais lentos. Os resultados mostraram que 27,82% foram fabricados em 2009 ou antes; 12,03% em 2010; 10,67% em 2011; 14,09% em 2012; 10,51% em 2013; e 14,48% em 2014. Além disso, apenas 10% dos PCs e laptops foram adquiridos em 2015 ou após este ano. Portanto, a idade média dos PCs avaliados, conforme dados dos 155 milhões de usuários, possuem pouco mais de 5 anos.

Em média, o usuário tem 51 programas instalados

Dentre os milhões de usuários de PC no mundo, a quantidade média de programas instalados chegou a 51. Neste caso, não são apenas programas do dia a dia como Skype, Office ou iTunes, mas também ferramentas como Java e Flash necessárias para executar sites e outras plataformas. O usuário deve estar ciente de que quanto mais programas instala, mais lento e potencialmente não confiável o PC se tornará.

Os programas mais instalados

A grande maioria (79%) têm o Google Chrome instalado, seguido de Adobe Flash Player (77%), Java (59%), Mozila Firefox (44%) e Skipe (39%). Muitos usuários têm o Google e Firefox instalados no PC, para talvez alternar o uso dos navegadores.

Muitos programas estão desatualizados – Java, Adobe Air e Shockware

Com a telemetria, o Software Updater da Avast é capaz de identificar quais programas estão desatualizados. Alguns usuários (gratuitos) da Avast, que não possuem Atualizações Automáticas de Software ativadas, executam algum programa bastante antigo e potencialmente perigoso. No topo dessa lista está o Java, com 17% dos usuários executando as versões 6 e 7 desatualizadas. A Avast sugere que os usuários, mesmo aqueles que executam o Java 8, devem atualizar o software visitando o site oficial do Java ou usando o Avast Premier, que inclui o Automatic Software Updater.

Participação do Windows 10 no mercado de software cresceu e chegou a 35%

O Windows 10  da Microsoft foi introduzido há dois anos no mercado e teve várias versões desde então, diferentemente do Windows 7 que está começando a mostrar sua idade. Apesar disso, o sistema operacional mais antigo ainda está instalado em 45% dos PCs dos usuários. A lista com a participação de mercado dos programas avaliados traz o Windows 7 (45%), Windows 10 (35,1%), Windows 8.1 (10,7%), Windows XP (4,6%), Windows 8 (2.1%) e Windows Vista (2%).

HP lidera com 20% de participação do mercado de PC

Olhando para a distribuição global das marcas de computadores, a HP (Hewlett-Packard) lidera o ranking. Seu concorrente mais próximo possui apenas metade desse mercado. Assim, no topo está a HP (19,8%), seguida pelas marcas Acer, Asus, Dell e Lenovo (com cerca de 10%), logo após a Gibagyte e Toshiba (com cerca de 5%), Samsung (3,7%) e demais marcas avaliadas (24,8%).

SSD surpreendentemente pequeno: HDD ainda rege

Tendo em vista que os PCs têm em média 5 anos, não é surpreendente saber que a unidade de estado sólido (SSD) mais rápida não é tão comum quanto a unidade de disco rígido mecânica (HDD). Dentre os milhões de usuários da base Avast apenas 7,4% tinham um SSD, enquanto outros 6,7% tinham uma combinação híbrida de SSD + HDD em seus sistemas. O restante (85,9%) ainda tem que lidar com os atrasos e a lentidão dos discos rígidos tradicionais.

“Diante dos avanços tecnológicos, imaginamos que a maioria das pessoas utilizam PCs inteligentes, rápidos e atualizados, e que aqueles computadores com monitores antigos simplesmente desapareceram do mercado. Mas a realidade é outra”, disse André Munhoz, Country Manager da Avast no Brasil. “O número de PCs com anos de uso é grande e esses usuários precisam estar atentos para a necessidade de atualização constante dos programas, principalmente para reduzir vulnerabilidades que possam facilitar a ação de cibercriminosos e colocar em risco seus dados pessoais e sua privacidade”, completou.

Tags, , , , , , ,

Avast lança Cleanup Premium com novas ferramentas para otimizar o desempenho do PC

A Avast, líder global em produtos de segurança digital, anunciou o seu novo produto Avast Cleanup Premium que oferece aos usuários uma solução simples e efetiva para otimizar o desempenho de PCs.

Com mais de 10 recursos abrangentes, incluindo um patenteado Modo Dormir que prioriza os programas em uso para deixar o computador mais rápido, o Avast Cleanup Premium é uma ferramenta de otimização essencial para todos os usuários de PC. Além do Modo Dormir, outros recursos notáveis são o de Limpeza de Disco que remove o lixo de mais de 200 aplicativos e funcionalidades do Windows; e o de Limpeza de Navegador que elimina rastros online, dados temporários e resíduos de informações que os usuários possam ter tido problemas para deletá-los.

O novo Avast Cleanup Premium faz com que PCs novos e antigos ganhem mais velocidade no desempenho ao liberar espaço para os usuários, limpando o disco rígido ou corrigindo problemas comuns em seus computadores.

“Os laptops tiveram grandes avanços em termos de desempenho, recursos e espaço em disco, porém, ao mesmo tempo, as nossas atividades digitais estão crescendo. À medida que confiamos mais em nossos PCs, o desempenho e a confiabilidade deterioram rapidamente, por isso, o novo Avast Cleanup Premium foi projetado para resolver de forma ágil e imperceptível essas questões para as pessoas. Com base em nossa experiência de mais de 20 anos, desenvolvemos uma gama abrangente de recursos e algoritmos inteligentes que mantêm os PCs mais avançados funcionando com eficiência e fazem com que os computadores mais antigos trabalhem como novos, novamente “, disse Ondrej Vlcek, CTO, EVP & GM Consumer da Avast.

O Avast Cleanup Premium proporciona melhor performance, mais espaço em disco e manutenção confiável para PCs através de uma série de novos recursos, incluindo:

Manutenção:

Esta opção permite que os usuários analisem seus sistemas, sem um clique sequer. Assim que o programa é instalado, ele inicia um escaneamento dos atalhos para remover links quebrados, esvaziar caches, deletar cookies e lixo em disco, melhorando o desempenho de PCs desde o primeiro dia.

Modo Dormir: Otimização Patenteada

Agora, o Cleanup da Avast inclui o patenteado “Modo Dormir” da companhia. Muitos programas como o iTunes, Skype ou o Adobe Reader têm uma série de serviços, itens de inicialização e tarefas programadas ativas mesmo quando não estão sendo utilizados. Ao interromper esses recursos ativos em segundo plano através do Modo Dormir da Avast, a prioridade é dada aos programas que estão realmente em uso, fazendo com que o computador funcione de maneira mais suave e rápida.

Limpeza de Disco e Limpeza de Navegador:

O Windows e seus programas produzem uma quantidade enorme de resíduos de dados, gerando registros em segundo plano e armazenando arquivos temporariamente. O recurso de Limpeza de Disco da Avast remove o lixo de mais de 200 aplicativos e funcionalidades do Windows, garantindo que não exista excesso ocupando um valioso espaço em disco. Já o recurso de Limpeza de Navegador elimina rastros online, dados temporários e resíduos de informações que os usuários não tenham sido capazes de deletar – esta funcionalidade é compatível com mais de 25 navegadores, incluindo Explorer®, Chrome™ e Firefox®.

Software Cleanup

O software Cleanup corrige aquelas barras de ferramentas e programas pré-instalados considerados irritantes, que nunca foram usados. Assim, faz que com esses softwares indesejados (bloatware) tornem-se coisas do passado.

Centro de Resgate

O Centro de Resgate permite ao usuário desfazer quase todas as otimizações realizadas com o Avast Cleanup Premium, provando como o recurso é fácil de usar. O Centro de Ação fornece notificações em tempo real sobre qualquer problema, para que o usuário possa corrigi-lo a partir de um simples clique.

Usuários podem baixar a versão teste ou adquirir o Avast Cleanup Premium. Licenças para avaliadores estão disponíveis.

Tags, , , , , ,

DATEN anuncia aquisição de participação na MTM Tecnologia

A DATEN, uma das principais fabricantes brasileiras de computadores, anuncia a aquisição majoritária da MTM Tecnologia, uma das principais empresas de soluções mobile para o mercado nacional. A empresa adquiriu a participação de antigos investidores através do seu fundo Lighthouse Investimentos, representando uma nova etapa que tem como objetivo a diversificação da oferta de produtos e o crescimento do mercado de software.

“A nossa relação com a DATEN se iniciou como fornecedor de soluções. Com o tempo entendemos que essa parceria faria muito sentido para ambas as empresas. A DATEN possui uma estrutura sólida, uma extensa rede de parceiros tecnológicos e de negócio e um histórico de investimento em inovação. Com a DATEN como sócia teremos condições de expandir nossa presença e intensificar a nossa oferta principalmente de produto”, diz Gustavo Perez, Sócio-Fundador da MTM Tecnologia.

Todos os sócios fundadores permanecem no quadro societário da empresa mantendo as suas participações. A direção da empresa continuará sob a responsabilidade de Gustavo Perez. Com o anúncio, o objetivo é ampliar o investimento em áreas como Pesquisa e Desenvolvimento de soluções mobile, Comercial, Comunicação e Marketing.

“A MTM passará a adotar uma estratégia de negócios mais agressiva focando principalmente na oferta de produtos baseados na nossa plataforma de soluções mobile. O objetivo é expandir a nossa carteira de ofertas consolidando a MTM como principal fornecedor de soluções mobile do país. As novas ofertas serão criadas com foco em nichos de mercado carentes de soluções como o de saúde, com a otimização no processo de relacionamento de grandes organizações com os seus clientes”, diz Perez.

Com a aquisição, a DATEN também anuncia a expansão de sua atuação, deixando de ser uma empresa predominantemente de hardware para atender também o mercado de software. “Nossa estratégia é investir nas linhas de produto da MTM dentro dos segmentos nos quais eles já atuam e também em projetos customizados para importantes setores da indústria nacional. Um de nossos focos é sem dúvida o segmento de saúde no qual a MTM é uma referência”, afirma Christian Dunce, Sócio-Diretor da DATEN. “Atuaremos para sermos reconhecidos como uma das principais empresas brasileiras de TI”, diz o executivo

Tags, , , ,

Mercado brasileiro de PCs cresce 5% em vendas no segundo trimestre, revela estudo da IDC Brasil

Pelo segundo trimestre consecutivo o mercado de PCs mostrou crescimento no Brasil. De acordo com o estudo IDC Brazil PCs Tracker Q2, realizado pela IDC Brasil, líder em inteligência de mercado, serviços de consultoria e conferências com as indústrias de Tecnologia da Informação e Telecomunicações, entre os meses de abril e junho de 2017 foram vendidos 1,243 milhão de máquinas, ou seja, 5% a mais do que no mesmo período de 2016, quando o mercado chegou à marca de 1,182 milhão de computadores comercializados. A receita do segundo trimestre de 2017 foi de R$ 2,7 bilhões, queda de 6,4% em comparação ao mesmo período do ano passado, e aumento de 14% em relação aos três primeiros meses deste ano.

Do total de computadores vendidos no segundo trimestre de 2017, 396 mil são desktops – 10% a menos do que no mesmo período de 2016, quando foram vendidas 438 mil máquinas -, e 847 mil notebooks – 14% a mais na comparação com o segundo trimestre do ano passado, quando foram vendidos 744 mil equipamentos.

“O crescimento no primeiro semestre de 2017 mostra que o mercado ainda tem fôlego para fechar um bom ano. A liberação do dinheiro do FGTS contribuiu para o aumento nas vendas. Além disso, os fabricantes passaram a oferecer computadores com preços mais acessíveis, em torno de mil reais, o que alavancou o mercado”, diz Pedro Hagge, analista de pesquisa da IDC Brasil. Segundo ele, este movimento trouxe de volta uma parcela da população que não tinha condições de compra e outra que precisava renovar as máquinas.

Ainda de acordo com o estudo da IDC, o mercado voltado ao consumidor final continua na liderança das vendas, com 68% de participação. O varejo vendeu 843 mil equipamentos, o que representa crescimento de 6% ante 795 mil de abril a junho de 2016. O mercado corporativo também mostrou números positivos. No segundo trimestre de 2017, 400 mil máquinas foram destinadas ao segmento, alta de 3% em relação ao segundo semestre de 2016, quando foram 387 mil. Quanto ao tíquete médio dos computadores no segundo trimestre de 2017 foi de R$ 2.177, contra os R$ 2.445 de 2016, recuo de 11%. Já na comparação com os três primeiros meses de 2017, houve aumento de 2% na média de preços.

Para 2017, a IDC Brasil prevê crescimento de 1,2% na comparação com o ano de 2016. “Acreditamos que o mercado chegue a 4,55 milhões de unidades vendidas, sendo 1,6 milhão de desktops e 2,9 milhões de notebook. A receita deve ficar na casa dos R$ 10,3 bilhões”, finaliza o analista da IDC Brasil.

Tags, , ,

Dell renova portfólio corporativo de notebooks 2 em 1

A Dell – líder no mercado brasileiro de computadores – anuncia a renovação de seu portfólio de notebooks 2 em 1 para empresas, com o lançamento de equipamentos nas linhas Latitude 5000 e 7000. Entre as novidades está o Latitude 7285, que combina recursos de segurança avançados e um teclado destacável, com as funcionalidades e interatividade de um tablet, e tela de altíssima resolução (QHD). Outro destaque é o modelo Latitude 12 5000, que entrega alta versatilidade a partir de um sistema de rotação da tela em 360º.

Os novos notebooks respondem ao aquecimento na demanda do mercado corporativo global nesse segmento que, de acordo com a consultoria IDC*, registrou crescimento de 46% no volume de unidades comercializadas durante o primeiro trimestre do ano, na comparação com o mesmo período de 2016. Além do formato que combina notebook e tablet, as novidades da Dell incluem recursos de segurança avançada, como: autenticação multifator, criptografia e proteção contra malware. Além disso, as tecnologias de gerenciamento e manutenção embarcadas nos equipamentos permitem uma integração simplificada em qualquer ambiente de rede corporativa.

“Esses lançamentos reconhecem o avanço das necessidades dos executivos modernos que estão aquecendo o mercado de notebooks 2 em 1 com o desejo por equipamentos que tenham todas as capacidades e funcionalidades de um desktop, mas que também ofereçam a praticidade e a autonomia de bateria de um tablet”, descreve Daniel Bretas, gerente de Marketing de Produto de Notebooks Corporativos da Dell Brasil.

Notebook 2 em 1 Latitude 7285

Com medidas compactas e tela de 12,3” com resolução WQHD+ (2880 x 1920), o notebook 2 em 1 Latitude 7285 é a oferta mais completa da Dell para o segmento de ultramobilidade. O equipamento foi desenvolvido para atender aqueles executivos que desejam o dispositivo mais fino e leve possível, sem abrir mão de desempenho e segurança. Para isso, o notebook inclui a 7ª geração de processadores Intel Core e conta, ainda, com versões com a tecnologia Intel vPro – capaz de permitir o gerenciamento remoto do parque de equipamentos.

A produtividade no equipamento é ampliada pelo uso de um teclado destacável que permite longas horas de digitação com conforto e precisão. Além dessa alternativa, a Dell ainda oferece como opcional um teclado adicional (Productivity Keyboard), que combina a melhor experiência de digitação possível com uma bateria extra capaz de impulsionar o dispositivo até 12h03min** de trabalho contínuo a partir de uma única carga. Complementam as configurações do equipamento até 8GB de memória RAM e armazenamentos em SSD de até 512GB.

Notebook 2 em 1 Latitude 12 5000

Com um sistema de rotação da tela de 12” em 360º, o Latitude 12 5000 se destaca pela versatilidade e longa autonomia da bateria, capaz de manter o equipamento em operação contínua por até 17h. O notebook 2 em 1 foi desenvolvido para operar nos modos notebooks, tablet, tenda e apresentação, contando com configurações de ponta, como: processadores de 7ª geração Intel Core (vPro opcional), até 256GB de espaço para armazenamento de dados em SSD e memória de 8GB.

Disponibilidade

Os notebooks 2 em 1 Latitude 7285 já podem ser adquiridos no site da Dell no Brasil (www.dell.com.br), com preço inicial de R$ 10.998.

Os modelos Latitude 12 5000 também já estão disponíveis na loja virtual a partir de R$ 8.096

Tags, ,

AMD lança processador para desktop de alto desempenho

A AMD (NASDAQ: AMD) lançou dois modelos de seus processadores de desktop Ryzen ™ Threadripper ™, AMD Ryzen ™ Threadripper ™ 1950X e AMD Ryzen ™ Threadripper ™ 1920X. Durante um ano de recordes já estabelecidos para a empresa através do lançamento de vários processadores de desktop Ryzen ™ para a plataforma AM4 premiados, o lançamento de hoje do Ryzen Threadripper marca um grande passo no desempenho e recursos para o mercado de desktop high-end, com o novo processador ultrapassando as expectativas de até mesmo os mais exigentes desenvolvedores, pesquisadores, prosumers, criadores e jogadores multitarefa. Construído em torno da nova arquitetura central “Zen” da AMD x86.

“O nível de suporte global e entusiasmo acumulado em torno dos processadores da AMD Ryzen tem sido incrível de assistir nestes últimos meses, e com o lançamento atual de Ryzen Threadripper, oferecemos um novo nível de poder de computação para os sistemas de desktop ultra-premium mais rápidos do mundo através de uma plataforma inteiramente nova e um conjunto de processadores multi-core “, disse Jim Anderson, vice-presidente sênior e gerente geral da Computing and Graphics Group, AMD. “O Ryzen Threadripper é o golpe de inovação que o cliente de desktop high-end estava aguardando, proporcionando a tão aguardada capacidade de escolher um processador que melhor atenda às suas necessidades de computação a um preço competitivo”.

Desempenho e Disponibilidade

Ambos os novos modelos da Ryzen Threadripper suportam a nova plataforma SocketTR4, trazendo sessenta e quatro lanes PCIe®, memória DDR4 de quad channel e multidimensionamento simultâneo AMD (SMT). Com suporte para 16 cores e 32 threads de processamento, o Ryzen Threadripper 1950X oferece um poder de processamento múltiplo sem precedentes, que nunca esteve disponível para sistemas desktop de consumo antes. O Ryzen Threadripper 1920X fornece 12 cores e 24 threads de processamento e estará disponível na prateleira junto com o Threadripper 1950X à partir de 10 de agosto de 2017. Uma terceira variante, o Ryzen Threadripper 1900X de 16 threads, deverá estar disponível no dia 31 de agosto.

Seja a renderização de cenas 3D complexas, a transmissão de conteúdo em vídeo de alta qualidade de games, a codificação, compilação e criptografia de arquivos em paralelo, o desempenho de classe mundial por clock e eficiência da arquitetura “Zen” da AMD significa que os usuários podem fazê-lo sem sacrificar eficiência ou desempenho. Os processadores Ryzen Threadripper 1950X e 1920X incluem 40MB e 38MB de cache do processador, respectivamente, e todos os processadores Ryzen Threadripper do USD$ 549 Threadripper 1900X ao USD $ 999 Threadripper 1950X possuem a mesma largura de banda de memória DDR4 do Quad-Channel, 64 lanes PCIe® 3.0 e Conectividade SATA / NVMe / USB direta. Além disso, todo o processador Ryzen Threadripper é desbloqueado por multiplicadores para oferecer flexibilidade ao usuário ilimitada. Um ecossistema completo das plataformas SocketTR4 X399, com conectividade USB 3.1 Gen2 10 GB/s nativa, oferece suporte para todos os processadores Ryzen Threadripper no lançamento, com placas-mãe provenientes de grandes fabricantes como ASRock, ASUS, Gigabyte e MSI.

Alienware Area-51 Threadripper ™ Edition

A Alienware lançou também o seu exclusivo sistema pré-construído de 16-cores AMD Ryzen Threadripper ™ Edition para entusiastas de desktop high-end em todo o mundo. O novo Alienware Area-51 Threadripper Edition, chamado “Best of E3” do Tom’s Guide e PC Gamer, possui um design de chassi Triad semelhante ao dos sistemas existentes da Área-51, mas incorpora o poderoso processador Ryzen Threadripper 1950X da AMD.

“Construído no DNA da marca Alienware, estamos de acordo com nosso compromisso de oferecer o melhor desempenho de jogos com design icônico e excelente qualidade, a Alienware tem o prazer de ser o primeiro e único OEM a oferecer o Ryzen Threadripper da AMD aos jogadores e aos novos criadores de conteúdo doméstico e megatasking streamers “, disse Frank Azor, VP e GM, Alienware, Dell Gaming e XPS. “O Alienware Area-51 Threadripper Edition com o primeiro processador de desktop de 16-cores e o resfriamento líquido da CPU permite que você use as aplicações mais exigentes para reproduzir, gravar e criar simultaneamente – levando a sua experiência e criação de jogos para um novo nível.”

Tags, , , ,

Gartner: remessas mundiais de PCs diminuíram 4,3% no segundo trimestre de 2017

O Gartner, Inc., líder mundial em pesquisa e aconselhamento imparcial em tecnologia, aponta que as remessas globais de PCs totalizaram 61,1 milhões de unidades no segundo trimestre de 2017, uma queda de 4,3% em relação ao segundo trimestre de 2016. A indústria de computadores está no meio de uma recessão de cinco anos e esse é o 11º trimestre consecutivo de declínio. As remessas do segundo trimestre deste ano foram as menores em volume desde 2007.

“Os preços mais elevados dos PCs devido à escassez de componentes para DRAM (um tipo de memória RAM), unidades de estado sólido (dispositivos para armazenamento não volátil de dados digitais) e telas LCD tiveram um impacto negativo acentuado na demanda por desktops no segundo trimestre de 2017”, diz Mikako Kitagawa, Analista do Gartner. “A abordagem em relação aos maiores custos de componentes variou de fornecedor para fornecedor. Alguns decidiram absorver o aumento dos preços das peças sem elevar o preço final de seus dispositivos, enquanto outros transferiram os custos para o valor para o usuário final.”

No entanto, no segmento de negócios, os fornecedores não aumentaram o preço tão rapidamente, especialmente em grandes empresas em que o valor normalmente é fixado com base em contrato, que muitas vezes é mantido durante o trimestre ou mesmo durante o ano”, afirma Mikako. “No mercado de consumo, a elevação de preços tem um impacto maior à medida que os hábitos de compra são mais sensíveis aos aumentos. Muitos consumidores estão dispostos a adiar suas aquisições até que a pressão sobre os preços diminua.”

A HP Inc. recuperou sua posição frente à Lenovo no mercado mundial de PCs no segundo trimestre de 2017 (tabela 1). A empresa alcançou cinco trimestres consecutivos de crescimento ano a ano. As remessas cresceram na maior parte das regiões, especialmente no mercado norte-americano, no qual o aumento das remessas excedeu a média regional.

As remessas globais da Lenovo diminuíram 8,4% de abril a junho de 2017 após dois trimestres de crescimento. A empresa registrou queda de remessa ano a ano em todas as regiões-chave. Mikako diz que os resultados do trimestre poderiam refletir a mudança estratégica da Lenovo de ganhos por compartilhamento de unidades para proteção de margem. O equilíbrio estratégico entre ganho de participação e rentabilidade é um desafio para todos os fornecedores de PCs.

A Dell alcançou cinco trimestres consecutivos de crescimento anual de remessas, com aumento de 1,4% no segundo trimestre de 2017. A empresa colocou alta prioridade em PCs como negócio estratégico. Entre os três principais fornecedores, a Dell é o único que pode suprir as necessidades integradas de TI para as empresas da Dell Technologies.

Nos EUA, as remessas de PCs totalizaram 14 milhões de unidades no segundo trimestre de 2017, um declínio de 5,7% em relação ao mesmo período de 2016 (tabela 2). O mercado norte-americano diminuiu devido à fraca demanda no consumo de PCs. O segmento de negócios mostrou um crescimento consistente, enquanto os primeiros indicadores sugerem que as despesas no setor público estavam no caminho certo com a normal sazonalidade, já que o segundo trimestre geralmente é a pior temporada de compras dos equipamentos. No entanto, o mercado de educação estava sob pressão de uma forte demanda do Chromebook.

O segmento de Chromebook vem crescendo muito mais rápido do que o mercado geral de PCs. O Gartner não inclui as remessas desse equipamento no número geral, mas ele está afetando razoavelmente o mercado de computadores. As remessas mundiais do Chromebook cresceram 38% em 2016, enquanto o mercado geral de PCs diminuiu 6%.

“O Chromebook não é uma substituição ao PC desde já, mas poderia ser potencialmente transformado em uma troca se algumas poucas condições forem atendidas”, diz Mikako. “Por exemplo, a infraestrutura de conectividade geral precisa melhorar, a conectividade de dados móveis precisa se tornar mais acessível e é necessário ter mais capacidade off-line.”

As remessas de PCs na região EMEA (Europa, Médio Oriente e África) totalizaram 17 milhões de unidades no segundo trimestre de 2017, um declínio de 3,5% ano a ano (tabela 3). Houve resultados variados entre os diversos países. A incerteza em torno das eleições no Reino Unido indicou que algumas empresas britânicas atrasaram as compras, especialmente no setor público. Na França, a confiança dos consumidores aumentou mais do que o esperado depois que Emmanuel Macron foi eleito presidente. No entanto, os gastos com PCs permanecem tímidos. As remessas de computadores aumentaram na Alemanha à medida que as empresas investem em novo hardware com base no Windows 10 e o mercado russo continuou a mostrar melhorias impulsionadas pela estabilização econômica.

Na Ásia/Pacífico, as vendas de PCs superaram 21,5 milhões de unidades no segundo trimestre de 2017, 5,1% abaixo do mesmo período do ano passado. O mercado de computadores nessa região foi afetado principalmente pela dinâmica do mercado na Índia e na China. Na Índia, a demanda reprimida após a desmonetização esfriou depois do primeiro trimestre, juntamente com a ausência de um amplo contrato de compra em comparação com o ano anterior e preços mais elevados dos computadores, o que provocou um fraco crescimento do mercado. A China foi fortemente impactada pelo aumento dos preços dos PCs devido à falta de componentes.

Esses resultados são preliminares. As estatísticas finais estarão disponíveis em breve para clientes do programa Gartner’s PC Quarterly Statistics Worldwide by Region. O relatório oferece uma visão abrangente e oportuna do mercado mundial de PCs, permitindo que o planejamento de produtos, a distribuição, o marketing e as vendas das organizações se mantenham a par das questões-chave e suas implicações futuras em todo o mundo.

Tags, , ,

Positivo Tecnologia mostra abrangência de portfólio e novos produtos na 12ª edição da Eletrolar Show 2017

view Com uma gama mais abrangente de tecnologias, a Positivo Tecnologia leva sua nova diretriz de mercado com marcas diversificadas para a 12ª edição da Eletrolar Show, maior feira de negócios da América Latina, que acontece de 17 a 20 de julho, em São Paulo (SP). A companhia apresenta no evento quatro lançamentos que vão ampliar seu portfólio aos varejistas: o smartphone Positivo Twist MAX, os desktops Positivo Station Fire e Positivo Station Colors e o notebook Positivo Motion.

Esta é a quinta vez que a Positivo Tecnologia participa da Eletrolar Show. Em um espaço de 311m2, vai expor completas linhas de produtos – dos mais básicos aos mais sofisticados – das marcas Positivo, Quantum e VAIO®. Adicionalmente, a companhia atua também no segmento de telemedicina, com a Hi Technologies, e vislumbra outras oportunidades de negócios em áreas que estão ganhando relevância a cada dia, além dos devices, especialmente internet das coisas, inteligência artificial e big data. “A Eletrolar Show é muito importante para estreitarmos relacionamento com os varejistas e para fecharmos negócios, já que vamos com uma tabela exclusiva para o período da feira, bastante agressiva, com as nossas três marcas de devices. Também é uma ótima oportunidade de encontrar parceiros e apresentar nossa nova proposta de valor: a Positivo Tecnologia como marca guarda-chuva, que oferece produtos para diversos perfis de consumidor por meio das marcas Positivo, Quantum e VAIO. Os visitantes poderão ver claramente a complementaridade, que é um ponto forte de nossa estratégia de vendas”, afirma Alexandre Colnaghi, diretor de Marketing da Positivo Tecnologia.

Lançamentos

Em smartphones, a novidade da companhia é o Positivo Twist MAX, que vem incrementar a linha Positivo Twist. O aparelho mantém o design arrojado da linha e vem com funcionalidades mais robustas, a começar pela bateria de longa duração, com capacidade de 4.000mAh, que permite que o usuário passe mais tempo conectado. O smartphone apresenta tela de 5”, processador Quad-Core de 1.3GHz e armazenamento de 16GB, com possibilidade de expandir o espaço com uso de cartão microSD de até 128GB. Sua câmera traseira tem definição de 8MP e a câmera frontal tem 5MP. Ambas vêm com flash que melhora as fotos no escuro. Possui sistema operacional atualizado, o Android 7.0 Nougat, e pode ser encontrado nas cores cinza ou dourado, com detalhes em metal na câmera. Durante a feira, a marca Positivo ainda mostrará celulares já lançados e que ganharam notoriedade por suas boas funcionalidades e custo-benefício, como o smartphone Positivo Twist XL, que tem tela de 5,5” de alta resolução em HD, memória RAM de 1GB, armazenamento de 16GB (expansível até 128GB).

Ultrafino e ultraleve, o que garante facilidade para transporte, o novo Positivo Motion é o aparelho ideal para atividades do dia a dia. Vem com processador Intel Inside, sistema operacional Windows 10, memória RAM de 2GB e capacidade de armazenamento de 32GB, que pode ser ampliada com o uso de espaço da nuvem que chega a 64GB, além de cartões SD. “Pensamos nesta solução para que o usuário possa manter a leveza e a praticidade do aparelho, sem abrir mão do armazenamento de arquivos, o que é uma necessidade para diversas situações. Com o armazenamento em nuvem, o usuário pode acessar seus arquivos a qualquer hora e de qualquer dispositivo com conexão Wi-Fi, o que traz mais comodidade ainda para quem levar para casa o seu Positivo Motion”, destaca Daniela Colin, diretora de Produtos e Procurement da Positivo Tecnologia. O que também chama atenção no aparelho é o seu acabamento emborrachado, o teclado confortável para a digitação e o touchpad maior, tudo para garantir mais ergonomia para o usuário. Outro destaque em exposição é o híbrido Positivo Duo ZR3630, com tela de 11,6” sensível ao toque e suporte para até 10 toques simultâneos e caneta capacitiva, que melhora ainda mais a experiência de uso.

Outros dois lançamentos estão na linha de desktops. O Positivo Station Fire possui processador Intel Inside, com memória RAM de até 8GB e armazenamento que chega a até 1TB. Além de ter como diferencial o baixo consumo de energia e configurações que asseguram velocidade ideal para o uso diário, o aparelho vem com o jogo Minecraft – popular entre o público infanto-juvenil – embarcado de fábrica, o que garante bons momentos de entretenimento. Além desta novidade, a Positivo traz o Positivo Station Colors, um gabinete que alia boas funcionalidades e configurações de processador com grande espaço de armazenamento de até 1TB e memória RAM de 8GB, com opções de acabamento preto ou branco. Ambos os desktops também vêm com o Windows 10 instalado.

Mais opções

Prestes a completar dois anos de atuação no mercado brasileiro com produtos que concorrem com gigantes globais, a Quantum leva à Eletrolar Show a visão estratégica de jovens empreendedores e o resultado do investimento constante em inovação e ampliação de negócios da Positivo Tecnologia. A marca é uma unidade independente dentro da Positivo Tecnologia e, só neste primeiro semestre de 2017, já lançou três modelos de smartphones, que estarão entre os produtos disponíveis na feira, todos com grande espaço de armazenamento de 32GB e memória RAM de 3GB: o Quantum MUV UP, que impressiona por seu design elegante, além de sua tela de 5,5’’ em alta definição; o Quantum GO2, mais compacto e com alto poder de processamento de imagens; e o Quantum YOU, aparelho para quem quer registrar boas imagens e vídeos com a excelente definição da câmera.

Ao todo, são sete aparelhos no portfólio da Quantum para agradar diferentes públicos e atender a necessidades distintas: jovens, interessados em jogos, vídeos ou redes sociais e também para demandas do trabalho e estudos. “O consumidor está cada vez mais exigente e, por isso, seguir as tendências do mercado internacional é imprescindível para nos mantermos competitivos. Nossos lançamentos recentes demonstram a amplitude do nosso portfólio e reforçam o caráter inovador da Quantum no mercado nacional”, comenta Marcelo Reis, diretor da marca. Recentemente, a Quantum anunciou a contratação de Neymar Jr, atacante do Barcelona e um dos maiores jogadores de futebol do mundo, para mostrar aos amantes de inovações tecnológicas os benefícios da marca. A campanha com o craque brasileiro está presente no ambiente digital e também em partidas de futebol nos principais torneios nacionais e nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.

Reforçando a oferta de notebooks, a Positivo Tecnologia também mostra ao visitante da Eletrolar Show equipamentos da marca VAIO, produzidos por ela no Brasil. “O licenciamento da VAIO no país reforça nossa competência e expertise no mercado de computadores e nos fortalece ainda mais”, diz Cinthya Ermoso, gerente de produtos da VAIO® no Brasil. No evento, estarão expostos os modelos VAIO Z, VAIO Pro 13G e VAIO Fit 15S, todos com a tradicional e conhecida qualidade dos produtos VAIO, que alia tecnologia e performance de ponta e design único.

Eletrolar Show 2017

Data: 17 a 20 de julho de 2017, das 13h às 21h
Local: Transamerica Expo Center – Av. Dr. Mário Villas Boas Rodrigues, 387, São Paulo/SP
Mais informações em http://www.eletrolarshow.com.br/ 

Tags, , , ,

Startup desenvolve sistema que corrige a má postura na frente do computador

Você sabia que a dor nas costas é a maior causa de afastamentos do trabalho? Segundo dados recentes apontados pelo ranking de auxílios-doença do INSS, esse problema afetou mais de 116 mil trabalhadores somente em 2016, deixando-os afastados por mais de 15 dias.

Mas o que poucas pessoas sabem é que a má postura na frente do computador e o esforço repetitivo são riscos ergonômicos que podem gerar doenças de trabalho e consequentemente afastamento de funcionários.

E foi pensando nesse assunto e observando a má postura de sua filha na frente do computador, que o empreendedor Cláudio Tulli, em parceria com a Dub Soluções, teve a ideia de criar o EP (Educador Postural), um software inovador que ajuda a corrigir a postura na frente do computador, reduzindo as chances de problemas como LER e DORT.

Como funciona do Educador Postural

O Educador Postural é um sistema web que pode ser acessado no trabalho ou em casa com o objetivo de ajudar o usuário a manter uma boa postura ao longo de sua jornada de trabalho na frente do computador, além de lembrá-lo de realizar alongamentos.

Por meio da webcam do computador, o sistema captura imagens do usuário ao longo do dia, que são armazenadas no histórico e avaliadas pelo sistema. Nessa avaliação, o sistema dá dicas para o trabalhador melhorar a sua postura na frente do computador, além de alertá-lo sobre possíveis tendências a problemas em sua coluna.

Quando o usuário está sentado corretamente, o sistema também emite alertas e além disso, avisa o usuário quando ele deve fazer pausas para breves exercícios.

Maior qualidade aos trabalhadores

O projeto para a criação do Educador Postural durou cerca de 9 meses entre pesquisa e desenvolvimento e como resultado, foi possível criar um sistema ideal para melhorar a qualidade de diversos trabalhadores, além de ajudar muitas empresas.

Como se sabe, aqui no Brasil existe a NR17, norma regulamentadora que tem como objetivo estabelecer nas empresas alguns parâmetros para a adaptar as condições de trabalho conforme as características psicológicas e fisiológicas dos trabalhadores, de modo a proporcionar maior desempenho, conforto e segurança.

Neste caso, a norma também exige que o empregador realize a análise ergonômica do ambiente de trabalho e proporcione tais condições ao trabalhador. E é justamente esse o papel do Educador Postural, ou seja, ajudar a prevenir problemas como desconforto e baixa produtividade, além de afastamento por doenças como LER/DORT.

Outro assunto que entra em pauta com o uso do Educador Postural é que as empresas podem se beneficiar com a redução de impostos devido a diminuição da CAT (Comunicação de Acidente de Trabalho). Deste modo, é possível conciliar maior qualidade para os trabalhadores e economia para os cofres da empresa com a redução de afastamentos de profissionais.

Além disso, a facilidade em poder acessar o sistema de casa, dá ao trabalhador uma maior consciência da importância de manter uma boa postura diariamente e ajudar a reduzir essa que é hoje líder de afastamentos de profissionais por motivos de saúde. Assim, essa consciência em manter uma boa postura pode ser refletida não só no universo empresarial, mas também dentro de casa ao educar filhos e entes queridos.

[embedyt] http://www.youtube.com/watch?v=sFM2c5sSdMo[/embedyt]

Tags, , , , , ,

Mercado brasileiro de PCs volta a crescer depois de cinco anos, revela estudo da IDC Brasil

Após cinco anos de resultados negativos, o mercado brasileiro de PCs voltou a crescer no primeiro trimestre de 2017. Entre os meses de janeiro e março, foram vendidos 1.1 milhão de máquinas, ou seja, 5% a mais que no mesmo período de 2016. Do total, 405 mil unidades foram desktops e 701 mil notebooks. Os produtos destinados ao consumidor representam 65% do mercado total. Já o segmento corporativo foi responsável pela compra de 35% dos computadores, o que representa 340 mil aparelhos. Os dados fazem parte do estudo IDC Brazil PCs Tracker Q1, realizado pela IDC Brasil, líder em inteligência de mercado, serviços de consultoria e conferências com as indústrias de Tecnologia da Informação e Telecomunicações.

“O crescimento é modesto, mas demostra que o mercado brasileiro está se estabilizando. A melhora aconteceu devido ao fim da oscilação do dólar, às promoções realizadas pelos varejistas para incentivar a compra e ao aumento da confiança do setor corporativo para investir”, diz Pedro Hagge, analista de pesquisa da IDC Brasil.

Ainda de acordo com o estudo da IDC, o ticket médio no período foi de R$ 2.141, 22% a menos do que nos meses de janeiro, fevereiro e março de 2016, quando o mercado trabalhava com o dólar mais alto e tinha média de preço de R$ 2.750. “O consumidor brasileiro é muito sensível a preço e a queda de mais de R$ 600 nos computadores foi um ponto decisivo para que o mercado voltasse a crescer”, completa Hagge.

Para 2017, a IDC Brasil prevê a manutenção no mercado de PCs com 4,5 milhões de unidades vendidas, sendo 1,6 milhão de desktops e 2,9 milhões de notebook, leve crescimento de 1,2% na comparação com o ano de 2016, e receita de R$ 9,6 bilhões. “Em um mercado maduro como o de PCs, um crescimento, mesmo que pequeno, é muito importante, ainda mais porque existe uma forte competição com tablets e, principalmente, com celulares” finaliza o analista da IDC Brasil.

Tags, , ,

IDC: mercado brasileiro de PCs tem o pior trimestre de 2016

O mercado brasileiro de PCs voltou a apresentar queda e chegou ao pior trimestre de 2016. Entre os meses de julho e setembro, foram vendidos 1.047 milhão de máquinas, ou seja, 35% a menos que no mesmo período de 2015 e 11% menos em relação ao segundo trimestre de 2016. Do total, 373 mil unidades foram desktops e 674 mil notebooks, com quedas de 39% e 32%, respectivamente, em relação ao terceiro trimestre de 2015. Os dados fazem parte do estudo IDC Brazil PCs Tracker Q3, realizado pela IDC Brasil, líder em inteligência de mercado, serviços de consultoria e conferências com as indústrias de Tecnologia da Informação e Telecomunicações.

“O mercado brasileiro de PCs está canibalizado. É cada vez mais comum o consumidor preferir um celular com configuração robusta e boa qualidade de navegação a um computador. Prevíamos um terceiro trimestre mais aquecido, com o varejo abastecendo os estoques para as datas especiais como Back Friday e Natal, mas esse movimento não aconteceu. Os canais tinham estoque e acabaram postergando as compras”, diz Pedro Hagge, analista de pesquisa da IDC Brasil.

Do total de computadores vendidos no terceiro trimestre de 2016, 366 mil foram para o mercado corporativo e 681 mil para o consumidor final, com quedas de 26% e 38%, respectivamente, em relação ao terceiro ao mesmo período de 2015. “As empresas privadas estão adiando investimentos e a compra de computadores e o setor público está travado, devido às eleições, troca de governos, gestões endividadas e outros problemas políticos e econômicos. Não há expectativas de melhoras para os próximos meses”, completa o analista da IDC.

Ainda de acordo com o estudo da IDC, os computadores ficaram R$ 105 mais baratos no terceiro trimestre. “O ticket médio no período foi de R$ 2.334, ou seja, 4% a menos do que nos meses de julho, agosto e setembro de 2015, quando o mercado trabalhava com o dólar mais alto”, finaliza Hagge.

Tags, , ,

Leasing de equipamentos de TI para pequenas e médias empresas

Em períodos de crise, as dificuldades de crédito, incertezas na economia e as altas taxas de juro, penalizam principalmente às pequenas e médias empresas. De toda forma, essas empresas continuam precisando realizar negócios, otimizar seu fluxo de caixa e também adquirir máquinas e equipamentos, seja para atualizar ou ampliar seu parque tecnológico.

Com essa perspectiva à frente, e como forma de escapar das altas taxas de juros que os bancos praticam, uma das alternativas que se apresentam é o leasing.

Talvez um dos principais aspectos que as empresas precisam entender sobre o leasing (arrendamento mercantil), é que é que este tipo de operação não é considerada uma operação de crédito. Ou seja, toda aquisição efetuada dentro dessa modalidade não irá impactar no seu limite de crédito, tal como seria um financiamento comum ou ainda, obtenção de capital de giro entre outros.

Principais pontos que você precisa saber sobre o leasing (arredamento mercantil):

– O leasing não é considerado uma operação financeira, portanto, não impacta nas linhas de crédito da empresa – desta forma, não irá impactar por exemplo nos limites de créditos pré-aprovados, créditos pré-aprovados – ou seja, se sua empresa já tem empréstimos ou quiser efetuá-los durante a vigência do contrato de arrendamento mercantil – poderá fazê-los sem problema algum;

– O bem / equipamento financiado fica em nome do Banco / Financeira, sendo considerado uma espécie de “aluguel”. Por ficar em nome do banco, eles servem como uma garantia maior para o a instituição “locadora”, que por poder encerrar e retomar rapidamente o bem em caso de calote – cobram juros menores em contrapartida;

– Ao final desse contrato de “locação” a empresa que adquiriu o equipamento, tem o direito de adquiri-lo, ou ainda, efetuar a troca por um equipamento mais atualizado, efetuando um novo contrato de arrendamento mercantil;

– Também por não ser considerada operação financeira, não incorre a cobrança do IOF (imposto sobre operações financeiras);

Tributação

Historicamente o empresário brasileiro não se atenta a uma série de aspectos de como as despesas e investimentos serão lançados em seu balanço, não pensando de forma prévia quais impactos, benefícios ou eventuais problemas terão sobre seu balanço e pagamento de impostos.

No caso do leasing (arrendamento mercantil), existe uma vantagem que é o lançamento no balanço de todas as parcelas como despesas operacionais. O efeito prático desse lançamento é que é reduzida a base de tributação para pagamentos de impostos como IRPJ e CSLL, ou seja, a empresa paga menos impostos.

Cabe salientar que essa vantagem é válida para empresas que utilizam o critério de lucro real em seus balanços – ocorre porém, que a maior parte das empresas somente declara através do simples ou lucro presumido por desconhecimento, ou ainda comodismo, principalmente dos escritórios de contabilidade, que não apoiam seus clientes em ter vantagens tributárias e de fluxo de caixa.

Empresas de Leasing

Existem várias empresas que oferecem leasing de diferentes perfis ou ainda, focados em um perfil de equipamentos que vão desde máquinas de grande porte como guindastes ou caminhões, até empresas mais focadas em equipamentos eletroeletrônicos ou de informática / tecnologia da informação.

A Rental-TI, que faz parte de um dos maiores grupos de locação corporativa do país – é uma empresa focada em equipamentos de tecnologia da informação com opções de locação, arrendamento mercantil e programas de leasing para pequenas e médias empresas.

Os programas de leasing, são efetuados em parceria com a Dell – líder mundial em tecnologia – indo desde notebooks e desktops à storages e servidores.

Tags, , ,

Positivo aposta em notebook híbrido com tela sensível ao toque de 11,6” e caneta capacitiva

image004

A Positivo amplia sua linha de computadores híbridos e versáteis, lançada em meados de 2014, com o modelo Positivo Duo ZR3630, que oferece excelente relação custo-benefício no varejo brasileiro. A novidade traz entre seus principais diferenciais Sem títulotela touch de 11,6”,com suporte para até 10 toques simultâneos, e conversível em 360°, o que permite ótima experiência para entretenimento e navegação nas mídias digitais. Adicionalmente, o produto vem com caneta capacitiva que melhora ainda mais a experiência de uso.

A novidade chega ao mercado para atender usuários que buscam mobilidade atrelada à conveniência de um teclado para digitação. “O mercado de notebooks híbridos é um nicho que oferece grande espaço para exploramos as possibilidades deste produto, que alia versatilidade e mobilidade ao consumidor. Para o próximo ano, segundo a consultoria da IDC, a previsão é de que sejam comercializadas cerca de 300 mil unidades deste tipo de dispositivo, por isso a Positivo reforça sua aposta neste segmento com o lançamento do Duo ZR3630”, declara Maurício Roorda, vice-presidente de Marketing, Produtos e Negócios Digitais da Positivo.

O Duo ZR3630 apresenta design atraente e ótima performance, com sua configuração com sistema operacional Windows 10, plataforma Intel Dual-Core, 32GB de armazenamento e 4GB de RAM, o que garante desempenho superior ao apresentado nos modelos anteriores, além de conectividade Bluetooth 4.0, duas portas USB 3.0 – que transferem até 5GB de dados por segundo – e dispositivo de segurança trava Kensington.

Tags, , , , ,

Intel comemora 45 anos do lançamento do primeiro processador

Projetado para realizar operações matemáticas simples em uma calculadora, a Intel celebra 45 anos da criação do seu primeiro processador. Desde então, os microprocessadores se tornaram o cérebro de todos os computadores, seja os que usamos em casa ou de quaisquer dispositivos computacionais que estão presentes no nosso dia a dia.

O mercado de tecnologia está se reinventando constantemente e a Intel tem trabalhado para desenvolver microprocessadores cada vez mais rápidos e poderosos, ao mesmo tempo, que se tornam menores e mais potentes. Atualmente, os processadores mais modernos têm apenas 14 nm (nanômetros) e podem realizar operações muito sofisticadas.

Essa compactação dos processadores acontece graças à elaboração da Lei de Moore, que completou 50 anos em 2015, e consiste em reduzir as dimensões do transistor (componente principal do processador) em aproximadamente 50% a um custo fixo. Dessa maneira, produz duas vezes mais transistores pelo mesmo custo.

Este conceito impulsionou a revolução tecnológica que vivemos hoje. A liderança da Intel na Lei de Moore permitiu que os produtos tivessem potência computacional massiva e com preços menores. À medida que a tecnologia avança os processadores diminuem. A Intel já planeja aparelhos de 10 nanômetros, de 7 nanômetros e 5 nanômetros e, assim, sucessivamente. Isso demonstra que a Lei de Moore está viva e a Intel continuará explorando seu valor com confiança. Na lista dos benefícios podemos mencionar que os objetos são cada vez mais inteligentes e indispensáveis.

Cinco indústrias que estão mudando por conta da evolução dos processadores1. Esportes – A revolução dos esportes é ainda mais incrível com a Replay Technologies, que fornece experiências de visualização completamente novas para os fãs de esporte, em meios de comunicação, no estádio e em casa.

2. O carro inteligente – A associação das empresas BMW Group, Intel e Mobileye resultará no desenvolvimento de sistemas inovadores e das soluções necessárias para a condução totalmente automatizada e incorporarão estas tecnologias na produção em série antes de 2021.

3. Moda – A Intel e a IMG se associaram com alguns designers para transmitir ao vivo a passarela em realidade virtual estereoscópica completa, na semana de moda de NY este ano. Fornecendo uma experiência Intel e usando os recursos da VOKE, a tecnologia cria um ambiente natural, transportando os espectadores de seus sofás para a passarela. Os fãs podem acessar a experiência baixando um aplicativo da VOKE para uso com o headset Samsung Gear VR ou visitar NYFW.com e os sites dos designers para acessar uma envolvente solução 2D. A Intel está permitindo novas formas de interagir e experimentar conteúdos digitais no dia a dia. Esta nova experiência é possível com o uso dos processadores Intel® Xeon® que equipam plataformas computacionais de alto desempenho.

4. A inteligência artificial – Quando aplicamos análises avançadas para empoderar máquinas com inteligência similar à humana, podemos ter uma mudança real. A inteligência artificial está ao nosso redor, no cotidiano (conversa fala/texto, fotos marcadas e detecção de fraudes) e na vanguarda (medicina de precisão, previsão de lesões e carros autônomos). Abrangendo métodos computacionais como análises avançadas de dados, visão computacional, processamento de linguagem natural e aprendizagem automática (machine learning), a inteligência artificial está transformando o modo como as empresas operam e como as pessoas interagem com o mundo.

5. Drones mais inteligentes – A Intel está desenvolvendo novas tecnologias inovadoras e liderando o segmento de veículos aéreos não tripulados (UAVs, na sigla em inglês). A Intel anunciou o primeiro drone para consumidores, o Yuneec Thyphoon H com a tecnologia Intel® RealSense™, para navegação inteligente entre obstáculos, e a Intel Aero Platform para os desenvolvedores que desejam construir seus próprios drones do zero. A Intel está estabelecendo um novo padrão para drones comerciais, incorporando redundância completa do sistema eletrônico e soluções automatizadas para detecção aérea com os melhores sensores a bordo no seu segmento.

Tags, , ,

Gartner: líderes da indústria de PCs devem reformular seus negócios ou deixar o mercado até 2020

O Gartner, Inc., líder mundial em pesquisa e aconselhamento imparcial em tecnologia, alerta que os fornecedores líderes de PC devem enfrentar uma difícil escolha e decidir entre reformular seus negócios ou deixar o mercado de PCs até 2020. Caso decidam continuar, as empresas devem determinar rapidamente quais mudanças precisam realizar ou quais são as alternativas para se adaptarem ao mercado atual, sobrecarregado de PCs.

“O modelo de negócios de PCs que tradicionalmente conhecemos está enfraquecido. Os cinco maiores fornecedores de computadores portáteis conquistaram 11% do mercado nos últimos cinco anos, de 65% em 2011 para 76% no primeiro semestre de 2016. Isso, porém, ocorreu às custas de uma receita rentável. Não significa que o mercado de PCs acabou, mas a base instalada de computadores diminuirá nos próximos cinco anos, com uma erosão contínua de receita e lucro dos fornecedores”, explica Tracy Tsai, Vice-Presidente de Pesquisas do Gartner.

Base instalada de PCs em todo o mundo, 2015-2019 (unidades)

Tipo de Aparelho 2015 2016 2017 2018 2019

PCs (Computador de mesa, Notebook e Ultraportátil Premium)

1.485.276 1.442.329 1.400.050 1.362.622 1.333.450
Fonte: Gartner (Setembro de 2016)

“A forma tradicional de conquistar market share por meio de preços competitivos para estimular a demanda simplesmente não funcionará para o mercado de computadores nos próximos cinco anos. Os atuais fabricantes precisam se ajustar às novas realidades que estão moldando o consumo, como o fato de que os usuários estão estendendo a vida útil dos computadores até o fim, os aplicativos de negócios e o armazenamento estão sendo transferidos para a Nuvem e o desempenho dos PCs deixa de ser tão importante. Além disso, preço e especificações não são mais os principais fatores para um usuário fazer o upgrade de seu computador — agora, ter uma experiência nova e melhor é o único verdadeiro diferencial”, afirma a executiva.

O Gartner aponta quatro estratégias alternativas que os fornecedores de PCs podem utilizar para se adaptarem ao mercado do futuro, com base na cultura corporativa e ativos, operações comerciais e inovação da tecnologia e na reformulação completa do negócio.

Alternativa 1: Produtos e Modelo de Negócios Atuais

Essa alternativa possui a abordagem mais conservadora, com o fornecedor gerindo a operação de um negócio e comercializando um computador atual. Isso requer altos volumes para gerar um fluxo de caixa suficiente para cobrir o custo do negócio, portanto, em um mercado em declínio, a consolidação dos fornecedores é inevitável. O propósito aqui é proteger e manter o negócio de computadores funcionando, mas os riscos são altos, principalmente pelo fato de a Intel e a Microsoft estarem sempre focadas em avançar.

“Os fornecedores de PCs precisam agilizar as operações, deixar de focar em conquistar participação de mercado e aumentar a proporção de vendas de produtos intermediários e sofisticados para melhorar os resultados operacionais e a sustentabilidade do negócio em longo prazo”, afirma Tsai. “Outro fator-chave que precisa ser alterado é o esquema de compensação de vendas. As empresas precisam de incentivos para gerenciar suas equipes de vendas internas e vendas por canais, migrando o foco do volume e market share para as margens e lucratividade. Os fornecedores também precisam deixar de enfocar no que o distribuidor e o revendedor querem para se concentrar nas necessidades dos usuários.”

Alternativa 2: Produtos atuais e novos modelos de negócios

Essa alternativa sugere que os fornecedores de computadores formem um novo grupo que possa experimentar novos modelos de negócios e receitas para PCs, como tratar o computador como um serviço. Nesse cenário, o modelo de negócio é ágil, permite assumir riscos e aceitar falhas. As empresas podem, por exemplo, fazer parcerias com uma editora de conteúdo educacional digital. Os computadores 2 em 1 do fornecedor são oferecidos com conteúdo digital por meio de uma assinatura, enquanto o PC é gratuito para os usuários e subsidiado pela editora.

Alternativa 3: Novos produtos com o modelo de negócios atual

A terceira alternativa é mais conservadora para explorar a oferta de novos produtos e novas oportunidades de mercado, como tornar os PCs mais inteligentes em termos de detecção, fala, emoção e toque, expandir novos produtos para as casas conectadas ou desenvolver dispositivos específicos para mercados verticais. É uma forma gradual de os fornecedores de PCs criarem novos produtos com base em seus modelos de negócios atuais.

Alternativa 4: Novos produtos com um novo modelo de negócios

A alternativa 4 é a forma mais agressiva de mudança em termos de operações de negócios e inovação de produtos. Nesse cenário, os fornecedores de PCs podem estabelecer uma nova unidade de negócios para gerir suas atividades de um modo diferente e explorar novas soluções de tecnologia, criando uma linha de produtos inteiramente nova. Isso incluiria trabalhar com parceiros de novos canais e fornecedores de software independentes, além de fazer parcerias com startups. Os recursos e modelos de receita podem ser completamente diferentes da estrutura existente de um fornecedor.

Um exemplo são os “robôs-assistentes pessoais”. Um computador pode servir como um “mordomo de avisos” em casa, uma combinação de um robô que conversa e um assistente pessoal virtual ativado por voz, com receita proveniente dos desenvolvedores, materiais de terceiros e prestadores de serviços, como aqueles do varejo, saúde, educação, vídeo ou música.

“Os fornecedores de computadores líderes de mercado precisam pensar sobre os resultados dos negócios com base nas quatro alternativas discutidas aqui. Algumas empresas talvez precisem de um negócio totalmente novo e de uma estratégia de produtos para reverter sua situação. Os fornecedores precisam identificar suas principais competências, avaliar seus recursos internos e adotar um ou mais modelos de negócios alternativos e de inovação de produtos para permanecer ou sair do mercado de PCs”, conclui Tsai.

Tags, ,

Gartner estima que existam oportunidades de lucro para fabricantes de computadores

O Gartner, Inc., líder mundial em pesquisa e aconselhamento imparcial em tecnologia, estima que o mercado mundial de computadores ainda existam várias oportunidades de lucros para fabricantes de PC apesar de ter registrado uma de suas mais baixas taxas de crescimento no primeiro trimestre de 2016.

“Os computadores já não são a primeira ou única escolha dos usuários para acessar a Internet. Nos últimos cinco anos, as vendas globais de PCs tradicionais (desktop e notebooks) caíram de 343 milhões de unidades em 2012 para cerca de 232 milhões de unidades em 2016. Em termos de receita, o mercado global de computadores tinha em 2012 um contrato de US$ 219 milhões. Para 2016, a expectativa é de US$ 137 milhões”, afirma Meike Escherich, analista de Pesquisa do Gartner.

Muitos fabricantes intermediários de computadores estão enfrentando dificuldades. “Eles estão reduzindo severamente sua presença nacional e regional ou deixando o mercado de computadores por completo. A Acer, a Fujitsu, a Samsung, a Sony e a Toshiba perderam 10,5% de participação no mercado desde 2011. No primeiro trimestre de 2016, a Dell, HP Inc. e Lenovo ganharam participação, mas registram declínio ano a ano”, explica Escherich.

Os negócios regionais também estão mudando. O preço baixo do petróleo e as incertezas políticas levam a um agravamento da economia no Brasil e na Rússia, fazendo com que estes países deixem de ser impulsionadores de crescimento. Em termos de volume, os Estados Unidos, a China, a Alemanha, o Reino Unido e o Japão permanecem como os cinco primeiros do ranking, mas seus consumidores também diminuíram o número de computadores por domicílio.

“No entanto, os PCs ainda são capazes de atuar em áreas onde os smartphones e tablets não podem, com telas maiores, teclados ergonômicos, maior capacidade de armazenamento e processadores mais potentes. Com um mercado saturado e com a queda nos ASPs (do inglês “average selling price” ou preço médio de venda), os fabricantes de computadores devem focar na otimização da rentabilidade para sustentar o crescimento”, afirma Tracy Tsai, vice-presidente de Pesquisa do Gartner.

Captação da crescente demanda por ultraportáteis premium

Apesar do declínio do mercado de computadores, o segmento ultraportátil premium é o único com a certeza de alcançar um crescimento de receita este ano. Estima-se que o mercado chegue a US$ 34,5 milhões, um aumento de 16% em relação a 2015. Em 2019, o Gartner prevê que a indústria de modelos ultraportáteis premium se tornará a maior do mercado de PCs em termos de receita, com US$ 57,6 milhões.

“O mercado ultraportátil premium também é o mais lucrativo em comparação com o de entrada, em que computadores custam até US$ 500 e têm uma margem bruta de 5%. Esse percentual pode alcançar até 25% para PCs ultraportáteis premium superiores a US$ 1.000”, explica Tracy.

O segmento continuará a crescer devido à demanda de substituição de computadores tradicionais e à experiência de toque que o mercado dois-em-um (tablets e híbridos) fornece. Há uma expectativa de queda lenta para o ASP do segmento de ultraportáteis premium podendo chegar a US$600 em longo prazo. Esta situação, junto com os inovadores produtos dois-em-um, irá motivar os usuários não somente a substituírem seus computadores, mas também a trocarem por um dispositivo com mais funcionalidade e flexibilidade.

Dessa forma, os fabricantes de PCs precisam ajustar seu portfólio de ultraportáteis premium em mercados como a América do Norte, Europa Ocidental, China, Ásia/Pacífico e Japão, onde o segmento continua a crescer.

Capitalizar na rentabilidade em longo prazo do mercado de computadores para jogos

Embora o mercado de computadores para jogos seja pequeno, com somente alguns milhões de unidades vendidas por ano, o ASP de um modelo desse tipo é significativamente maior do que o de um PC comum. Seu valor médio de venda varia de US$ 850 – opção de entrada de notebook para jogos – a US$ 1.500 para uma versão premium.

“Os modelos de ponta do segmento de computadores fabricados para jogos devem ser o foco dos fabricantes, pois, apesar da alta competitividade, apresentam maior rentabilidade em longo prazo”, afirma Tracy.

A Internet das Coisas está cheia de oportunidades

As empresas de PCs também precisam olhar para o mercado de Internet das Coisas (Internet of Things – IoT) e identificar as áreas que possuem maior potencial para lucro. Por exemplo, podem usar a IoT para melhorar os produtos e os serviços para o cliente.

“Os fabricantes podem detectar com sensores se a bateria está ficando muito quente ou se o HD está sendo sobrecarregado e enviar um alerta ao cliente para verificarem o computador antes que ele desligue. Isso pouparia custos de operação dos produtores e também ajudaria os usuários com um serviço melhor”, conclui Tracy.

Tags, , , ,

Pontofrio começa vendas de computadores da 6ª geração Intel

6_geracao

Até o dia 15 de junho, o Pontofrio, em parceria com a Intel, realiza a campanha da nova 6.ª geração dos processadores Intel® Core. A ação acontece em todas as lojas da varejista no Brasil, e disponibilizará aos clientes a possibilidade de parcelamento no cartão Ponto Frio em até 18 vezes sem juros, além de condições especiais para notebooks somente nesse período.

Considerado o melhor processador Intel Core de todos os tempos, a 6.ª geração melhora o desempenho dos notebooks oferecendo uma nova experiência de uso. Na comparação com outras gerações, os novos modelos têm até 2,5 vezes mais velocidade de navegação, 3x mais duração de bateria, e imagens gráficas HD até 30x melhores do que um PC de cinco anos atrás. Com isso o usuário poderá assistir filmes em alta resolução, jogar os games mais modernos do mercado e ainda trabalhar, comprar e se divertir com mais tempo de bateria.

“É importante tanto para o varejo quanto para a indústria parcerias como a que estamos promovendo entre Pontofrio e Intel, pois dá aos consumidores a oportunidade de adquirir produtos de ponta com condições de pagamento adequadas aos mais diversos perfis de clientes”, analisa Henrique Vendramini, diretor Executivo Comercial da Via Varejo, empresa que administra as marcas Pontofrio e Via Varejo.

Tags, , , , , ,

Globalweb amplia parceria com Lenovo

A Globalweb Corp, um dos maiores grupos de tecnologia da informação do país, acaba de ampliar parceria com a Lenovo para a comercialização de produtos da linha System X, que contempla servidores, storages e acessórios.
Parceiras desde 2014, a comercialização dos produtos da Lenovo pela Globalweb Corp limitava-se a vendas de PCs, segmento do qual a fabricante é líder mundial. Entretanto, desde o ano passado a companhia vem expandindo sua atuação no mercado, oferecendo soluções corporativas completas para empresas de diversos portes. Com isso, vem buscando parceiros para distribuir suas novas soluções no país.

A aliança com a Globalweb Corp, portanto, possibilita a ampliação do portfólio da marca no segmento de servidores no mercado nacional. “A Globalweb Corp está presente nas grandes companhias do país, provendo serviços como service desk, operação e gerenciamento de data center, centrais de monitoramento, centrais de comando e controle, tem conhecimento de mercado e está preparada para ofertar nossas soluções. Essa parceria fortalece o nome da Lenovo no Brasil e para nós é uma oportunidade de expandir nossa atuação no país”, diz Adriano Bolzani, diretor de Enterprise Business Group da Lenovo Brasil.

Para Renato Panessa, VP de Plataformas e Serviços Tecnológicos da Globalweb Corp, a extensão dessa aliança com um dos maiores fabricantes de servidores no mundo, fortifica o papel da companhia como fornecedor de soluções poderosas de tecnologia. “A Lenovo está em constante crescimento com a fabricação de dispositivos móveis e servidores, contar com os produtos de um dos maiores players do mercado nos dá a possiblidade de atender projetos complexos e arrojados com necessidades distintas”.

O negócio, que foi fechado recentemente, aumenta a capilaridade do portfólio de soluções da Globalweb. Com a parceria a empresa pretende expandir as vendas de produtos da marca em 100%.

Tags, , , , , ,