Tag Bruno Rondani

Johnson & Johnson recebe inscrições de startups para Desafio América Latina até 31 de janeiro

Maior e mais diversificada empresa de saúde do mundo, a Johnson & Johnson está com inscrições abertas até o dia 31 de janeiro de 2018 para o Desafio América Latina, que busca startups com ideias inovadoras, tecnologias ou soluções nas áreas específicas de: Dispositivos Pessoais, Diagnósticos ou Terapêutica Digital, Ativos Naturais e Microbioma, Cuidados ao Ar Livre e Oncologia, Neurociências e Doenças Infecciosas.

O programa é realizado em parceria com o movimento 100 Open Startups, principal plataforma internacional de conexão entre grandes empresas e startups, e está aberto a todas as companhias sediadas na América Latina. As inscrições devem ser feitas pelo site www.openstartups.net/events/jnj/#top. Os vencedores serão anunciados em março de 2018, durante a Oiweek, em São Paulo, Brasil.

As startups que apresentarem as melhores ideias, tecnologias ou soluções para avançar nos cuidados com a saúde concorrerão a até US$ 25 mil em subsídios, residência em uma incubadora JLABS, além da oportunidade de trabalhar com especialistas da Johnson & Johnson. “O segundo ano de desafio é reflexo do nosso compromisso com a pesquisa e inovação na América Latina. Estamos entusiasmados em poder dar continuidade ao apoio a empreendedores para desenvolverem soluções inovadoras e importantes para o futuro do cuidado com a saúde de pacientes e consumidores”, comenta Fabiana Gargaro, vice-presidente de Pesquisa e Desenvolvimento da Johnson & Johnson Consumo para a América Latina.

“Estamos bem otimistas com mais este desafio lançado, abrindo novas oportunidades para que startups de toda a América Latina concorram a uma vaga e trabalhem em conjunto com uma das maiores referências na área de saúde”, observa Bruno Rondani, CEO e fundador do movimento 100 Open Startups.

Desafios:

– Dispositivos pessoais, diagnósticos ou terapêutica digital: para o autocuidado e o tratamento diário do consumidor, particularmente nas áreas de sono, cuidados com a pele, dor, cuidados com a mãe e o bebê e saúde bucal.

– Ativos naturais e microbioma: eficácia superior em novos ingredientes para cuidados bucais, cuidados com a pele, saúde digestiva, cuidados femininos, dor ou alergias.

– Cuidados ao ar livre: proteção contra o sol, poluição, desidratação, alérgenos, insetos e germes.

– Oncologia, neurociências e doenças infecciosas: prevenção, diagnóstico e novas soluções terapêuticas.

Tags, , , , ,

Empresas dos setores têxtil e de calçados buscam startups que tenham soluções para o mercado

Nesta quinta-feira, 14 de setembro, será realizado, em São Paulo, o primeiro Demoday FashionTec – Indústria e Varejo. O objetivo é conectar empresas dos setores têxtil e de calçados a startups que tenham soluções relevantes aos desafios enfrentados pelo mercado.

O Demoday é realizado pela Finep em parceria com o movimento 100 Open Startups, principal plataforma de conexão de startups e grandes empresas, e com a Abit e Abicalçados. O evento terá a presença de grandes empresas interessadas em novas parcerias, como 2 Rios, Coteminas, Arezzo, West Coast, Kidy, Solvay, Natura, Geofusion, Sascar, Dow e Dupont.

Para Daniel Dias, Head de biotech na Solvay, uma das patrocinadoras do movimento 100 Open Startups, a expectativa é reunir e conectar importantes players do setor no ecossistema de inovação para que, realmente, troquem informações, demandas e experiências e, efetivamente, acelerem e promovam novos negócios, por meio de inovação aberta, seja para o B2B ou B2C. “Espero que os participantes e o setor saiam do evento mais fortalecidos, com uma visão conjunta das demandas, das necessidades do setor e com o senso de atuação imediata na inovação, dentro do modelo open innovation. Mais que isso, espero que a cultura de inovação do setor seja desafiada para amadurecer”, acrescenta Dias.

Entre as startups que se inscreveram para o Demoday FashionTec – Indústria e Varejo, estará presente a Squidit, plataforma líder de influencer marketing no Brasil, que já tem em seu portfólio clientes do setor têxtil, além de outras convidadas

“Para empresas que trabalham com inovação, como é o caso da Squid, participar de um evento como o FashionTec é uma excelente oportunidade para iniciar o contato com grandes marcas para apresentar nossas novidades. Com apenas uma apresentação, conseguimos iniciar diversas parcerias e nos consolidar cada vez mais no setor”, comenta Felipe Oliva, CEO da Squid.

“Este evento é a oportunidade para startups apresentarem seus projetos e cocriarem soluções para os desafios enfrentados pelo mercado. Nosso objetivo é criar essa conexão entre empresas e startups, a fim de gerar novas oportunidades de negócios”, comenta Bruno Rondani, CEO e fundador do movimento 100 Open Startups.

Demoday Fashion Tech – Indústria e Varejo
Data: 14 de setembro (quinta-feira)
Horário: 08:30 às 12:00
Local: FINEP
Endereço: Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 510 – Itaim Bibi, São Paulo – SP

Tags, , , , , , ,

Citrosuco e 100 Open Startups lançam desafio para startups de base tecnológica

Atuando em toda a cadeia produtiva do suco de laranja, do cultivo agrícola até a entrega de produtos, a Citrosuco abriu inscrições para o Desafio Biomassa Cítrica – Mais da Laranja, que busca alternativas para aproveitar essa importante e rica matéria-prima.

O programa é realizado em parceria com o movimento 100 Open Startups, plataforma internacional que conecta startups a grandes empresas e fundos de investimento, da qual a Citrosuco é uma das patrocinadoras. O Desafio Biomassa Cítrica – Mais da Laranja tem inscrições abertas até dia 31 de agosto, no site http://openstartups.induct.no/public/pages/citrosuco.

O conteúdo será avaliado por executivos da Citrosuco conectados às startups pelo processo de matchmaking online. As propostas que se destacarem apresentarão seus projetos para a banca de avaliadores, que poderão se tornar parceiros no desenvolvimento de projetos pilotos, podendo se transformar em oportunidades para contratos futuros com a Citrosuco, na forma de prestação de serviços ou aquisição de produtos inovadores, de acordo com o nível de maturidade e consistência tanto da startup quanto da solução apresentada.

Para participar do Desafio, as startups devem apresentar soluções nas categorias:

– Extração de outros ingredientes da biomassa da laranja;
– Nanotecnologia – Orientada ao desenvolvimento de nanocelulose;
– Desenvolvimento de produtos farmacêuticos;
– Desenvolvimento de produtos alimentícios derivados da biomassa da laranja;
– Outras soluções disruptivas.

“Esta é uma excelente oportunidade para startups de todo o país se tornarem parceiras da maior empresa de suco de laranja do mundo. Cada vez mais temos companhias buscando inovação nas empresas iniciantes”, comenta Bruno Rondani, fundador e CEO do movimento 100 Open Startups.

“A Citrosuco acredita numa gestão pautada pela inovação e em um ambiente aberto às ideias. Desenvolvemos uma série de programas de pesquisa e inovação junto a empresas e instituições de ensino e a parceria com o movimento 100 Open Startups é mais uma iniciativa nesse sentido. Buscamos continuamente identificar oportunidades de aprimoramento em nossos processos, melhorando a qualidade e a rentabilidade de nossos produtos”, afirma Fabio Thomazelli, head global de marketing da Citrosuco.

Tags, , , ,

Votorantim Cimentos e 100 Open Startups buscam empresas de base tecnológica com foco na indústria 4.0

A Votorantim Cimentos abre inscrições para o Desafio The Digital Cement Open Innovation. O programa busca projetos na área da construção, com foco na indústria 4.0. Com isso, a empresa busca criar um ecossistema de inovação que tenha o engajamento de startups, universidades, centros de pesquisa, fundos de investimentos e empregados.

O programa é realizado em parceria com o movimento 100 Open Startups, plataforma internacional que conecta startups a grandes empresas e fundos de investimento, da qual a Votorantim Cimentos é uma das patrocinadoras. O Desafio The Digital Cement Open Innovation teve as inscrições abertas no último dia 21 de junho, estendendo-se até o próximo dia 24 de agosto, no site: www.votorantimcimentos.com/openinnovation

Composto por 7 desafios, o programa terá profissionais com conhecimentos técnicos e em gestão específicos, que vão apoiar e mentorar todo o processo, ou seja, será possível interagir, validar o produto ou serviço ou mesmo cocriar e codesenvolver a solução mais aderente às necessidades do mercado.

Segundo o relatório do Boston Consulting Group (BCG), a Indústria 4.0 já conta com nove principais tecnologias (robôs automatizados, manufatura aditiva, simulação, integração horizontal, internet das coisas industrial, big data e analytics, nuvem, segurança cibernética e realidade aumentada).

Para participar do Desafio, as startups devem apresentar soluções em algumas das seguintes categorias:

Eficiência energética – sistemas de gestão de energia elétrica;
Realidade virtual + realidade aumentada para treinamentos de segurança, operação e manutenção;
Automatização da mão de obra para aumentar a produtividade das unidades industriais;
Visibilidade da entrega para o cliente;
Gestão de almoxarifado centralizado / inventário digital;
Gestão digital de territórios no desenvolvimento mineral e ambiental;
Gestão de palete – alternativa de paletização.

No site do Desafio, é possível encontrar mais informações sobre cada categoria. Segundo Humberto Shida, gerente global de Arquitetura & Soluções em TI da Votorantim Cimentos, a empresa busca criar um ecossistema que gere ciclos de inovação alinhados à estratégia de negócio da empresa. “Vemos na indústria 4.0 um grande diferencial para continuarmos a nossa história da inovação de forma muito mais rápida, com um escopo mais amplo, que garanta a perenidade da nossa empresa e, acima de tudo, deixe um legado para a sociedade do qual todos nos orgulharemos”, completa.

“É muito importante ter uma empresa do porte da Votorantim Cimentos movimentando o ecossistema de inovação aberta. Certamente teremos soluções extraordinárias sendo apresentadas pelas três startups que mais se destacarem ao término da avaliação”, comenta Bruno Rondani, fundador e CEO do movimento 100 Open Startups.
Sobre o Movimento 100 Open Startups

Tags, , , ,

Open Innovation Week reúne 150 startups e 100 grandes empresas

O principal evento de empreendedorismo e inovação aberta entre startups e grandes empresas, a Open Innovation Week, vai reunir no mesmo ambiente empreendedores, executivos e pesquisadores da comunidade científica, com o intuito de engajar e propor novas práticas e metodologias de modelos de negócios para a inovação.

Com o tema central “Novos modelos de negócios para inovação”, a 9ª edição da Open Innovation Week acontece entre os dias 21 e 22 de fevereiro, em São Paulo, e mostrará ao ecossistema a importância da inserção de empresas de base científica e tecnológica, em conjunto com as digitais, para a colaboração aberta com companhias de diferentes setores da indústria.

Neste ano, foram selecionadas mais de 150 startups e 100 grandes empresas, entre elas: IBM, 3M, Accenture, HP, Microsoft, Cemig, Atlas Schindler, Johnson&Johnson, Grupo Algar, AES Brasil, Votorantim, Whirpool, BRF, Roche, Senai, Catho, Natura e Grupo Oncoclínicas. Com isso, a Oiweek se consolida como o principal palco mundial de conexão e geração de negócios de inovação aberta entre pequenas e grandes companhias.

“Em 2016, a 8ª Oiweek proporcionou mais de 1.000 reuniões entre as top startups e as grandes empresas. De lá, mais de 100 contratos e parcerias foram firmadas. Por isso, nosso objetivo principal é mostrar que é possível conectar modelos e portes de negócios tão distintos para gerarem negócios que impactam diretamente em diversas áreas da sociedade, como saúde e bem-estar, educação, energia, finanças, construção e cidades inovadoras”, explica Bruno Rondani, Cofundador da Open Innovation Week.

Isabela Botelho, Cofundadora da Pin People, plataforma de recrutamento e seleção de pessoas, conta que durante os dois dias da 8ª Oiweek conversou com pelo menos 20 grandes empresas. ”Provavelmente demoraríamos um ano para ter acesso aos executivos dessas companhias, se não estivéssemos neste evento”. A empreendedora afirma que quase dez projetos pilotos devem surgir dessas reuniões.

Participante das 7ª e 8ª edições da Oiweek, a Lean Survey liderou a lista das startups mais inovadoras de 2016. Criado em 2014 pelos empreendedores Alessandro Andrade e Fernando Salarori, o aplicativo permite que empresas utilizem a tecnologia mobile e o crowdsourcing para realizarem pesquisas de mercado presenciais. Entre as companhias que já contrataram a Lean Survey estão a Dell e a Ambev. ”É um orgulho fazer parte de um movimento que conecta grandes empresas e startups criando juntas o futuro do nosso país”, afirma Andrade.

Movimento 100 Open Startups

Durante a 9ª edição da Oiweek ocorre a etapa final do movimento que chega com recorde de avaliações. No último semestre, mais 2.100 avaliadores representaram 317 grandes empresas que classificaram online (4.356 avaliações) e presencialmente (2.287 avaliações) cerca de 2.700 projetos de startups. As etapas incluíram reuniões e demo days em diversas cidades do Brasil –Campinas, Curitiba, Rio de Janeiro, São José dos Campos, Recife, Porto Alegre, São Paulo, Florianópolis e Belo Horizonte– e do exterior – Bangalore (Índia) e Pittsburgh (Estados Unidos). As 150 startups selecionadas para o evento passarão por novas reuniões, avaliações e pitches com investidores e executivos. As que tiverem melhor desempenho na Open Innovation Week irão compor o ranking do Movimento 100 Open Startups 2017.

O evento também receberá a 5ª edição do Encontro Acadêmico em Inovação Colaborativa, que reúne pesquisadores, professores doutores e doutorandos que estudam empreendedorismo corporativo e redes de inovação. Os participantes poderão conhecer o “Observatório de Startups”, iniciativa que compila e disponibiliza dados sobre inovação e empreendedorismo para fins acadêmicos e fazer uma “visita guiada” à metodologia de categorização/classificação de startups.

“Com o amadurecimento da adoção de práticas de inovação aberta no país e o processo de transformação digital, as últimas edições do evento incluíram na pauta a conexão com startups digitais. Em 2017, com a consolidação do Movimento 100 Open Startups, a Oiweek tem como foco trazer de volta a geração de negócios e parcerias entre grandes e médias empresas, comunidade científica, startups digitais e empresas de base tecnológica”, diz Rondani.

Serviço: 9ª edição da Open Innovation Week

Dias: 21 e 22 de fevereiro – das 8:00 às 19:00
Local: Centro de Convenções Rebouças: Av. Rebouças, 600 – São Paulo

Saiba mais: www.oiweek.com.br/2017/

Conheça o Movimento “100 Open Startups”: http://www.openstartups.org.br/

Tags, ,

Movimento apresenta lista final de 100 open startups brasileiras boas para investimento

O movimento “100 Open Startups” divulga a relação final das 100 startups brasileiras mais inovadoras e boas para investimento na opinião de quem atua no mercado. Elas foram selecionadas a partir de um processo que teve cinco fases e que durou, ao todo, um ano.

Foram classificadas as startups que mais despertaram interesse ou fecharam contrato com as grandes empresas participantes do projeto – como Grupo Fleury, 3M, Abbott, Natura, Bradesco, IBM, J&J, Estácio e outras. Para se ter uma ideia, quase mil startups de 23 Estados que se inscreveram no movimento.

Cada startup recebeu pontos de acordo com suas conquistas ao longo do processo, que teve cinco etapas. No topo do ranking, estão as startups que mais despertaram interesse das grandes empresas e aquelas que conseguiram fechar contratos.

O interesse pela startup manifestado por uma empresa do movimento, por exemplo, vale um ponto. Já contratos de serviços e/ou pilotos estabelecidos valem dez pontos (ou 20 pontos, se o contrato envolver participação societária). Para se ter uma ideia, no top 10, as startups receberam uma média de 100 pontos cada.

“A vibração dos empreendedores ajuda executivos a driblar o desânimo causado pela atual crise econômica, o que é um passo muito importante”, diz o investidor Bruno Rondani, investidor e mentor do movimento.

O movimento conseguiu ao todo:

# 30 avaliações foi a média recebida por cada startup participante do movimento em todo o processo

# 75 grandes empresas se conectaram ao movimento

# 25 fundos de investimento ou redes de investidores-anjo participam das avaliações

# 53 contratos já foram firmados entre empresas e startups desde a conclusão do ciclo anterior

# 30 startups captaram investimentos em até 2 meses após o fim do ciclo anterior

# 692 parcerias estão em negociação

E O QUE ACONTECE AGORA?

O movimento 100 Open Startups está com inscrições abertas para qualquer startup do Brasil e do mundo que queira participar de uma rede de conexão que envolve 120 grandes empresas do Brasil –o triplo do número de empresas no lançamento da edição do ano passado. A novidade é que, agora, o movimento sai do Brasil e chega também a outros países na America Latina, EUA, Europa e Ásia.

Neste ano, o 100 Open Startups parte com 20 desafios temáticos propostos pela rede de grandes empresas das mais diversas áreas.

Para entrar para o movimento, a startup deve se inscrever e escolher o desafio que tem mais sinergia com sua solução e em qual “Capital da Inovação” do programa pretende se apresentar. O processo acontece em cinco etapas. Inicialmente, as avaliações da startup são feitas online pela rede de especialistas e executivos das grandes empresas que participam do movimento. As propostas com mais combinações com executivos de grandes empresas são convidadas a participar de um pitch pessoalmente na Capital escolhida – são 12 no país e 9 no exterior.

As inscrições das startups devem ser feitas pelo site http://www.openstartups.org.br/ até 15 de agosto.

CONFIRA A LISTA DAS 100 OPEN STARTUPS SELECIONADAS

1 – Lean Survey

2 – Beenoculus

3 – Nexxto

4 – Seekr

5 – Standout

6 – Nama

7 – VRMonkey

8 – Bliive

9 – StoryMax

10 – CRIO

11 – ColOff Industrial

12 – Conteúdo sob Demanda

13 – Educacross

14 – Virtual Care

15 – Broou

16 – Encontre um Nerd

17 – Tippz Mobile

18 – JáTá Chegando

19 – Leva Eu

20 – Aliado

21 – Pin People

22 – PickMeApp

23 – Solides Tecnologia

24 – Step.Box

25 – Wearable Sun Block

26 – Reachr

27 – RFIDBRASIL

28 – PROSUMIR

29 – Meerkat

30 – Omnize

31 – Soluz Energia

32 – Ubivis

33 – LogPyx

34 – Beenergy

35 – POP Recarga

36 – DICOM Grid Brasil

37 – Joy Street

38 – PrintGreen3D

39 – Eventplatz

40 – Me Passa Aí

41 – Droneng

42 – TracknMe

43 – Netbee

44 – Sou Genial

45 – Treevia Forest Technologies

46 – Woole

47 – Screens

48 – Nearbee

49 – Dropo

50 – Confirm8

51 – Carona Phone

52 – FindMe

53 – Dunning

54 – VisiLog

55 – Dr CUCO

56 – Ti.Mob

57 – Vineo

58 – Blue Mind

59 – SaleSIM

60 – Bluelux

61 – ASAPP

62 – iPlantão

63 – Escola de Inventor

64 – Outclass

65 – Previseme Suporte Inteligente

66 – CellSeq

67 – BBroker

68 – DSPGeo

69 – Intelectron

70 – Construct App

71 – Atestados.Med

72 – LIVRE

73 – Matere Educacional

74 – Portal Workbook

75 – Controly

76 – Setupmyteam

77 – Go Touch

78 – Estoks

79 – Opifex

80 – easySubsea

81 – Genoprimer

82 – Farmácia Agora

83 – Pluga

84 – Youper

85 – Noiga

86 – LeadLovers

87 – Eduapps

88 – Agrosmart

89 – Intcom

90 – Fleeber

91 – Maxprotein

92 – Agropixel

93 – RankMyApp

94 – I.Systems

95 – Litma

96 – ZapIn Tecnologia e Informação

97 – CropWatch

98 – Moxchat.it

99 – Exotraje NSA1

100 – Edudream

Tags, ,