Tag BB

BB lança primeira API de crédito do Brasil

O Banco do Brasil avança na estratégia de Open Banking e lança a primeira API (Interface de Programação de Aplicativos) de crédito do Brasil. Ampliando as parcerias de open banking, oferece agora a contratação de crédito consignado (servidor público e INSS) totalmente digital, com a bxblue, startup que oferece comparativo de taxas de crédito consignado para aposentados, pensionistas e funcionários públicos.

“Em um ambiente de forte competição no crédito, não podemos limitar a oferta de consignado apenas a canais tradicionais. Precisamos disponibilizar o produto onde o cliente estiver, de forma segura e 100% digital. Saímos na frente com esta parceria que aumenta a capilaridade digital do BB em soluções de crédito”, afirma Marcos Renato Coltri, diretor de empréstimos, financiamento e crédito imobiliário do BB.

Por meio da integração, os clientes do BB ganharão agilidade na contratação, uma vez que o crédito consignado contratado via bxblue é creditado rapidamente na conta do cliente, que realiza a simulação e contratação do seu empréstimo por meio de um moderno protocolo de segurança que conecta o BB à bxblue.

“A parceria é um grande marco para a bx, mas também um excelente benchmark para o mercado. Da forma que a API foi construída, o usuário do BB, pode entrar e contratar o seu empréstimo na bxblue em menos de três minutos, e receber o dinheiro em instantes, a qualquer hora do dia ou da noite, de qualquer local do Brasil”, ressalta Gustavo Gorenstein, CEO da bxblue.

“As parcerias que firmamos por meio do open banking vêm para complementar a estratégia do Banco em soluções totalmente digitais, para trazer mais facilidade e agilidade para os nossos clientes, no ambiente que ele estiver, seja no aplicativo da agência de viagens ou no site de uma fintech parceira”, afirma Marco Mastroeni, diretor de negócios digitais do BB.

Open Banking

O Banco do Brasil lançou a sua plataforma de open banking em junho do ano passado, com o Portal do Desenvolvedor (developers.bb.com.br). Em agosto, anunciou a primeira operação estruturada do país, numa parceria com a ContaAzul, que oferece uma plataforma de gestão empresarial para micro e pequenas empresas.

O conceito de open banking compreende a criação de novos negócios e ecossistemas digitais, disponibilizados por instituições bancárias, por meio da integração de seus sistemas. Isso permite que outras empresas e desenvolvedores criem novas soluções, aplicativos e serviços que melhoram a interação entre bancos e clientes.

Tags, , , , , , ,

Clientes BB já podem enviar recursos para o exterior via mobile

Clientes pessoa física do Banco do Brasil já podem enviar recursos para o exterior via App BB. A solução permite o envio de até quatro remessas em um período de 30 dias, cada uma de valor até USD 3 mil ou o equivalente em outras moedas. O recurso permite remessas via Swift e convênio Western Union – sendo que neste último o envio é permitido somente em dólar dos EUA com a finalidade de manutenção de residentes e de estudantes.

A novidade traz uma série de vantagens para o cliente como agilidade no envio de remessa para o exterior, transação com fluxo simples, débito direto na conta corrente e atendimento totalmente digital. O serviço já estava disponível para os clientes na internet desde 2015, e agora, migra também para o App.

O produto vem complementar as soluções de câmbio para mobile do BB. Em fevereiro deste ano, o BB disponibilizou a compra de dólar pelo App, dois meses depois expandiu o serviço, ofertando também a compra do Euro, de forma pioneira entre os Bancos.

“O BB tem trabalhado constantemente para oferecer aos clientes as melhores soluções em negócios internacionais. Nosso objetivo é continuar inovando para proporcionar a melhor experiência e facilidades para o cliente BB”, avalia Thompson Cesar, gerente geral da Unidade de Comércio Exterior do Banco do Brasil.

As transferências financeiras para o exterior impactam nos limites diários e mensais de transferências por meio dos canais de autoatendimento, que podem ser personalizados pelo cliente.

Como funciona

Para emissão e recebimento de ordens de pagamento do exterior pelo celular, após acessar a área logada no App, basta acessar a opção Câmbio no menu e depois Ordens de Pagamento.

Tags, , ,

BB disponibiliza venda de dólar pelo app

Os clientes do Banco do Brasil podem comprar dólares americanos de uma forma diferente. Agora, é possível adquirir a moeda estrangeira pelo aplicativo. Além disso, o cliente também poderá definir a cotação que está disposto a pagar e o período de espera. Tão logo o dólar chegue ao patamar pretendido, o Banco avisa, enviando uma mensagem para confirmar a transação.

Após a realização da compra, o cliente tem até dois dias úteis para retirar os dólares em um dos caixas eletrônicos para saque de dólares no BB, com a taxa garantida do dia de realização da transação no app.

O mobile do BB também ajuda a localizar uma agência com terminal de câmbio mais próximo. Com o GPS do smartphone ligado, o app mostrará as dependências num raio de 5 km. Também é possível fazer a busca por estado e cidade. São 96 terminais de câmbio espalhados em 18 estados e no Distrito Federal.

A transação é válida para dólar americano, até US$ 3 mil por operação, limitada a US$ 10 mil por mês. Para aquelas agências que não possuem terminal de câmbio, em breve o app também será interligado ao terminal de caixa dentro da agência, permitindo ao cliente retirar os dólares diretamente no guichê, sem a necessidade de passar pelo atendimento.

Como funciona

Para comprar dólar pelo celular, após acessar a área logada no app, basta acessar a opção Viagens/Moeda Estrangeira no menu.

Na opção Monitorar Taxa de Câmbio, o cliente define a taxa de câmbio que gostaria de pagar e o prazo de espera. O Banco envia mensagem quando a cotação chega ao valor informado, para confirmar a transação.

Com a compra realizada, basta ao cliente se dirigir a uma das agências com terminais de câmbio em até dois dias úteis. O BB garante a cotação do dia da contratação.

Tags, , , , , , , , , ,

Chatbot realiza 70% dos atendimentos do BB em rede social

O Banco do Brasil agora tem atendimento por chatbot em redes sociais. A solução foi testada entre os funcionários da empresa em meados de 2017 e, aos poucos, os principais assuntos demandados por clientes foram incluídos na ferramenta que é baseada em inteligência cognitiva, com interação automática aos clientes que entram em contato com o Banco pelo Messenger. O chatbot inicia 2018 atendendo a 70% dos assuntos tratados no canal.

O assistente virtual do BB é o único do mercado bancário brasileiro baseado em conversação. A apresentação de botões ocorre apenas em ações específicas, como avaliar se uma resposta está correta ou para solicitar atendimento humano.

Atualmente, o chatbot atende aos temas relacionados a cartão, conta corrente, operações de crédito e Ponto pra Você, o programa de relacionamento do Banco. Investimentos e suporte técnico estarão disponíveis aos clientes ainda no primeiro bimestre deste ano. O objetivo é que o bot responda a 100% das perguntas realizadas no Messenger do Banco do Brasil ainda em 2018.

As melhorias e atualizações são realizadas constantemente, de acordo com as interações e com as percepções coletadas pela equipe de curadoria da ferramenta. Desde agosto de 2017, quando a solução começou a ser disponibilizada para os clientes, o chatbot realizou mais de 320 mil interações.

A acurácia, ou seja, o percentual de respostas corretas às perguntas dos clientes, é de 77%. O mercado considera muito bom uma acurácia entre 70 e 80%. Quando é necessário algum tipo de interação humana, o atendimento é encaminhado para funcionários do BB que atuam no atendimento em redes sociais.

Tags, , , , , , , , , , ,

Clientes Banco do Brasil navegam pelo app sem consumir pacote de dados

A partir desta sexta, 15, os clientes do Banco do Brasil usuários das operadoras Vivo e TIM vão navegar pelo aplicativo BB sem consumir o pacote de dados. Com isso, o Banco reforça o seu posicionamento de empresa inovadora, oferecendo uma experiência completa de atendimento, com facilidade, comodidade e segurança. Este benefício abrange a maioria dos clientes BB e em breve será estendido para usuários da Oi e da Claro, atendendo assim a todos os clientes do BB.

Pelo mobile é possível realizar praticamente todas as operações bancárias, desde simples consulta de saldo e extrato, até abertura de conta corrente, transferências, pagamentos, recarga de celular, contratação de seguros e consórcios e financiamento de veículos.

A ação faz parte da campanha “Vai no App” que convida os clientes a baixar e utilizar o aplicativo.

Mais de 1 milhão de contas abertas pelo mobile

Em agosto, o Banco do Brasil ultrapassou a marca de 1 milhão de contas abertas totalmente pelo aplicativo. Por dia, são abertas 4 mil contas, em média. Este número cresceu desde que o BB disponibilizou a abertura de conta corrente pelo app. A expectativa é chegar a 1,5 milhão de contas abertas pelo mobile até 31 de dezembro deste ano.

O principal diferencial da conta aberta no app é o acesso imediato a uma conta com limite de movimentação (Conta Fácil) no ato da abertura. Toda a validação de documentos é remota e realizada em até 72 horas após o cadastramento dos dados pelos no app. Esta conta dá acesso a toda linha de produtos e serviços ofertados pelo BB, como linhas de crédito, investimentos, previdência, seguros. A disponibilização de abertura de conta 100% pelo mobile privilegia a experiência do cliente, pela comodidade e praticidade e reduz o fluxo na rede de atendimento físico, com menor custo de estrutura.

A conta corrente aberta pelo aplicativo BB é a mesma modalidade da conta disponível nas agências da instituição, sem a necessidade de deslocamento às unidades. Desde o upload de documentos ao cadastramento de senhas, tudo é feito pelos clientes no mobile e os cartões serão enviados diretamente para o endereço indicado por eles.

Números

Os canais digitais são responsáveis por 72% das transações realizadas pelos clientes do BB (51% pelo mobile e 21% pela internet). Hoje, são 12,2 milhões usuários ativos no app. Há dois anos, esse número era de 5,5 milhões. A meta é chegar a 15 milhões de usuários ao final de 2017.

O app Banco do Brasil é o quinto aplicativo preferido pelos brasileiros, de acordo com resultado da pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box, divulgado nesta quinta, 22. O BB ficou atrás apenas de grandes empresas de tecnologia ou redes sociais. A pesquisa é feita semestralmente e se encontra no seu terceiro ano de realização.

Febraban

Pesquisa da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), sobre Tecnologia Bancária, divulgada em maio, também coloca o mobile como o canal preferido dos clientes pela primeira vez. Uma em cada três operações são feitas por smartphones ou tablets no sistema bancário brasileiro.

O estudo aponta que no ano de 2016, o número de transações no mobile saiu de 11,2 bilhões para 21,9 bilhões, ou seja, quase o dobro se comparado com 2015, um crescimento de 95% considerando todos os bancos. O estudo também indica que pela primeira vez as transações em mobile ultrapassam as transações em internet banking. Já no BB, essa realidade foi alcançada muito antes: desde agosto de 2014.

Tags,

Crescem as contratações de antecipação de 13º salário e de restituição de IRPF pelo celular no BB

O crédito para antecipação de restituição de Imposto de Renda e para antecipação de 13° salário têm crescido de forma notável pelo aplicativo do BB. No primeiro caso, a evolução já chega a 120% na comparação com 2016. Já para antecipação de 13° salário, o crescimento é de 50%. Com isso, o canal se mostra como um importante complemento à atuação da rede BB.

Mais de R$ 400 milhões em antecipação de IRPF

Desde o início de março, quando a linha de antecipação de restituição de Imposto de Rende Pessoa Física (IRPF) foi reaberta, já foram contratadas 169 mil operações, num total de R$ 408 milhões. A média é de R$ 2,4 mil por operação. As operações via mobile representam 13% em volume, num total de R$ 55 milhões e crescimento aproximado de 120% em relação ano passado. É possível antecipar até 100% do valor do crédito a ser restituído, limitado a R$ 20 mil, com taxas de juros a partir de 2,11% a.m, até 4,18%. O pagamento é realizado somente na data do crédito da restituição ou no vencimento do contrato, que será no dia 15 de janeiro de 2018, o que ocorrer primeiro. As contratações podem ocorrer, até o dia 30 de setembro, via Aplicativo BB para celulares e tablets, via internet e também nos terminais de autoatendimento, na Central de Atendimento BB e nas agências do Banco em todo o país por correntistas com limite de crédito aprovado e que tenham indicado o Banco do Brasil para recebimento da restituição.

R$ 1,3 bi em antecipação de 13° salário no BB

Em 2017, mais de 660 mil clientes contrataram R$ 1,3 bilhão em antecipação de 13° salário, linha que o BB ofertada, de forma ininterrupta, durante o ano todo, para clientes que recebem salário pelo BB. O limite máximo é de R$ 20 mil por operação e as taxas variam de acordo com o perfil de relacionamento do cliente com o Banco e do convênio firmado com o empregador.

Crédito responsável

As linhas de antecipação são boas alternativas para amortizar dívidas com taxas de juros maiores sem impacto no orçamento mensal do cliente. Em média, 65% dos clientes que contratam linhas de antecipação utilizam o crédito para quitar ou amortizar compromissos financeiros com taxas de juros maiores, a exemplo do cheque especial ou rotativo do cartão de crédito.

Tags, , , , , ,

BB atinge meio bilhão de reais em crédito veículo por mobile

O desembolso de crédito para aquisição de veículos pelo aplicativo do BB chegou a meio bilhão de reais nesta semana, em mais de 15 mil contratos, sendo que 83% das propostas contam com resposta automática para a aprovação do crédito. Hoje, mais de uma em cada três operações de financiamento de veículos no BB já é realizada pelo canal. No último mês, a participação nas liberações foi de 36%.

O BB foi pioneiro ao lançar o crédito veículo por mobile, em 2015, e espera atingir, ao final deste ano, a inédita marca de R$ 1 bilhão em crédito para financiamento de veículos liberados pelo aplicativo do BB para dispositivos móveis.

Hoje, cerca de 12 milhões de clientes do BB são usuários do aplicativo do Banco, que está entre os cinco app preferidos pelos brasileiros, segundo pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box, divulgada pelo site Mobile Time. O BB ficou atrás apenas de grandes empresas de tecnologia ou redes sociais. A pesquisa é feita semestralmente e se encontra no seu terceiro ano de realização.

Tags

Banco do Brasil lança pulseira para compras nas funções débito e crédito

A partir desta quinta-feira, 1º, os clientes do Banco do Brasil ganham mais uma opção como meio de pagamentos. A Pulseira Ourocard é o primeiro dispositivo vestível (wearable) da instituição e o único no país que permite compras nas funções débito ou crédito.

O acessório permite ao cliente fazer pagamentos por aproximação, utilizando a tecnologia Near Field Communication (NFC), algo como comunicação de campo livre, em tradução livre. As operações são realizadas por meio de um chip localizado na parte interna da pulseira e quem opera toda a transação é o lojista.

Sem depender de bateria e à prova d’água, a proposta do acessório é oferecer maior praticidade e conveniência aos clientes, especialmente, em situações de lazer e entretenimento, como assistir a um show, ir à praia, praticar esportes ou ir à academia.

Para Rogério Panca, diretor de meios de pagamento do BB, a pulseira é um novo passo na transformação digital que a instituição vem implementando nos últimos anos e que se intensificou com os recursos de aplicativos, como o app Banco do Brasil e o app Ourocard.

“A chegada da Pulseira Ourocard representa um avanço importante no mercado de cartões brasileiro e complementa a estratégia do BB para ampliar o uso de soluções digitais pelos nossos clientes, fortalecendo nosso posicionamento #MaisQueDigital. O objetivo é evoluir cada vez mais para entregar a melhor experiência possível aos nossos portadores, oferecendo alternativas sustentáveis em relação ao uso do dinheiro em espécie”, destaca Panca.

A pulseira funciona de forma similar ao pagamento por aproximação já lançado pelo banco, por meio do App Ourocard: em vez de inserir o cartão de plástico na máquina, o lojista informa a forma de pagamento escolhida pelo cliente – débito ou crédito -, digita o valor e solicita ao usuário que aproxime a sua pulseira da maquininha. O pagamento é concluído em poucos segundos.

O estoque de lançamento do produto é limitado e o banco estima liberar 10 mil pulseiras até agosto, ao custo de R$ 70,00. O equipamento funciona como um espelho do cartão principal e não há cobrança de anuidade.

Inicialmente, a solução estará disponível para os clientes com cartões Ourocard Platinum Visa, Ourocard Platinum Visa Estilo, Ourocard Infinite e Ourocard Infinite Estilo ativos A expectativa é expandir a novidade para as demais modalidades de cartões e bandeiras, em breve.

Com a Pulseira Ourocard, o BB pretende incentivar ainda mais o uso do cartão, desestimular o saque de valores em espécie e promover a cultura de uso de meios digitais para realização de transações pelos seus clientes.

Tags, , , , ,

Número de usuários do aplicativo do BB mais que dobra em dois anos

O BB divulgou no resultado de 1º trimestre de 2017 que 70% das transações bancárias realizadas pelos clientes foram em canais digitais. 48% via mobile e 22% pela internet. Hoje, 11,1 milhões de clientes do BB são usuários do aplicativo do Banco do Brasil para tablets ou celulares. No primeiro trimestre de 2016, eram 7,6 milhões. E no mesmo período de 2015, eram 5,1 milhões. Ou seja, em dois anos, o número de clientes do BB que utilizam o aplicativo do Banco em dispositivos móveis mais que dobrou, num crescimento de 117%.

A pesquisa Febraban de Tecnologia Bancária, divulgada no último dia 10, também coloca o mobile como o canal preferido dos clientes pela primeira vez. Uma em cada três operações são feitas por smartphones ou tablets.

O estudo aponta que no ano de 2016, o número de transações no mobile saiu de 11,2 bilhões para 21,9 bilhões, ou seja, quase o dobro se comparado com 2015, um crescimento de 95% considerando todos os bancos. O estudo também indica que pela primeira vez as transações em mobile ultrapassam as transações em internet banking no sistema bancário brasileiro. Já no BB, essa realidade já foi alcançada muito antes: desde agosto de 2014!

Vanguarda

O BB sempre atualiza seu aplicativo – o mais bem avaliado do SFN nas lojas de aplicativos. Na próxima semana, os clientes do Banco já poderão contratar consórcios por mobile. Com os produtos de consórcio em alta no BB, já foram comercializados mais de R$ 2,1 bilhões em cotas no primeiro trimestre deste ano. O crescimento é justamente apoiado por canais alternativos, como correspondentes bancários, internet e a atuação junto a clientes Atacado e Private. A opção no app do BB deve apoiar ainda mais as vendas pela frente digital.

Principais funções de contratação e gestão das cotas de consórcios:

– Simulação e contratação de cotas diretamente no app

– Acesso ao extrato detalhado da cota de consórcios

– Simular e ofertar lances, assim como forma de diluição e troca do bem de referência

– Pagamento de parcelas em dia e atrasadas, assim como antecipação e quitação de prestações

Veja os principais benefícios ao consórcio via mobile:

– Facilita o processo de simulação e contratação de cotas

– possibilita avaliar opções no app

– Otimiza a experiência na interação com o produto por navegação intuitiva e amplo leque de informações

– Concede mais autonomia ao cliente para gerenciar sua cota de consórcio

– Agiliza o processo de gestão e contratação das cotas

– Automatiza o pagamento

– Facilita lançamentos financeiros

Tags,

Banco do Brasil promove a criação de startups internas

O Banco do Brasil abre suas portas, mais uma vez, para a inovação e empreendedorismo, desta vez exclusivamente para seus funcionários. O Action BB, evento que ocorre nessa semana, em Brasília, representa uma trilha de negócios digitais, e reúne 70 funcionários que já propuseram soluções criativas para produtos e serviços do Banco.

Mais de 400 soluções foram inscritas para participar do evento, que funciona como um encontro de “startups internas”. Dessas, 70 foram escolhidas e seus próprios autores selecionaram as 15 melhores, para poderem ser incubadas e desenvolvidas. As ideias passam por diversas áreas do Banco do Brasil, como crédito imobiliário, capitalização, investimentos, educação financeira e seguridade, por exemplo.

Os funcionários do BB se dividem em equipes, de 4 a 5 pessoas, e já utilizam ferramentas, como Lean Startup, Business Model Canvas e Customer Development. Para apoiá-los nesse desafio, mentores com experiência em diversas áreas (marketing, tecnologia, experiência do usuário, negócios, estratégia, etc.) estão, durante todo o evento, conversando com as equipes e orientando-as para a construção dos projetos e desenvolvimento das ideias.

Hoje, 8, as soluções serão apresentadas para uma banca formada por: Marco Mastroeni, diretor de negócios digitais do BB; José Caetano Minchillo, diretor de gestão de pessoas, e Gustavo Fosse, diretor de tecnologia. Até cinco ideias serão selecionadas e a equipe campeã será premiada com 200 mil pontos do programa de relacionamento “Ponto pra Você” do BB, para cada funcionário.

“Além de disseminar a cultura digital dentro da organização, o Action insere cada vez mais o banco como protagonista em um mundo de economia compartilhada, abundância de recursos em diversas esferas, crescimento exponencial de tecnologias e atitudes empreendedoras. Permite que todos, independente de função ou cargo, proponham soluções inovadoras que facilitem e transformem a vida das pessoas”, explica Marco Mastroeni, diretor de negócios digitais do BB.

Tags, ,

Site do BB para localizar imóveis tem potencial de negócios de R$ 2,32 bilhões

O BB disponibiliza um site voltado para pessoas físicas, construtoras e incorporadoras clientes do banco, onde oferta imóveis com condições especiais. Ao todo, são mais de 10,4 mil unidades, em mais de 210 empreendimentos, localizados em 20 estados do país. Os valores variam entre R$ 100 mil e R$ 11,1 milhões.

Em quatro meses, o BB contabiliza 11.8 mil usuários da ferramenta, alguns deles localizados nos Estados Unidos e até na Índia, e avalia que o volume de negociações já chega a R$ 65 milhões.

“A plataforma proporciona mais rapidez no processo de financiamento, já que todos os imóveis possuem informações de documentos do vendedor e do imóvel ofertado. Assim, para a conclusão do processo, é necessária apenas a análise do comprador. A novidade tem aderência com o crescimento das soluções digitais implementadas pelo Banco do Brasil e usa a tecnologia para automatizar soluções, proporcionando maior comodidade e conveniência aos clientes.”, explica Edson Cardozo, diretor de empréstimos, financiamentos e crédito imobiliário do BB.

As opções de financiamento são de até 90% do valor, e os prazos de até 420 meses, dependendo do enquadramento do imóvel e da linha de financiamento escolhida. As taxas iniciam a partir de 5,116% para os imóveis enquadrados no PMCMV.

O Crédito Imobiliário do BB atingiu saldo de R$ 53,1 bilhões no terceiro trimestre do ano, crescimento de 13,2% em relação ao mesmo período de 2015. Este desempenho permitiu ao Banco elevar sua participação de mercado para 8,73%, de acordo com os últimos dados divulgados pelo Banco Central.

Black Friday

Até o dia 30 de novembro, o BB oferece 1,5% de desconto no valor de imóveis de uma das construtoras parceiras. Esta promoção no financiamento faz parte das ações da Black Friday e o BB estima que gere R$ 2 milhões em negócios. Para conhecer os imóveis disponíveis e consultar os que participam da promoção Black Friday, acesse www.bb.com.br/encontreoseuimovel.

Tags, , ,

Banco do Brasil lança sua nova conta digital

BB pretende migrar parte da demanda para abertura de contas das suas agências para o modelo digital e abrir mais de 1,8 milhão de contas nessa nova modalidade até o final de 2017

O BB lança, no próximo dia 19, campanha divulgando a sua nova modalidade de conta digital, a Conta Fácil BB, que pode ser totalmente aberta e movimentada por celular.

Amanhã, 11, o BB inicia uma segunda fase do teste piloto da nova solução e 10 mil clientes poderão solicitar a abertura da conta pelo aplicativo para celular ou procurar um dos pontos de atendimento físicos. Na primeira fase, nos dias 1º e 3 de novembro, em algumas horas de teste, foram abertas mil contas pelo APP do Banco.

Mais de 3,6 milhões de consumidores procuram as agências do BB anualmente para abrir contas correntes. A estratégia do BB será migrar mais de 50% desse contingente para abertura de contas digitais.

CONTA TOTALMENTE DIGITAL, INSTANTÂNEA E ABERTA PELO CELULAR

A Conta Fácil BB será oferecida às pessoas físicas que não possuem contas ativas no Banco e que tenham idade igual ou superior a 18 anos. Os clientes terão a conveniência da abertura em qualquer dia, local e horário.

Na tela inicial do aplicativo, o cliente selecionará “Quero abrir uma conta” e, com alguns cliques, terá a conta aberta rapidamente. Bastará preencher os dados pessoais, cadastrar a senha, escolher a agência de relacionamento e a conta já estará apta para movimentação.

As contas abertas pelo aplicativo permitem movimentação mensal de até R$ 5 mil e dão direito a um cartão de débito Elo. São oferecidas duas opções de franquia de serviços: Conta Fácil Gratuita, sem cobrança de tarifas, e Conta Fácil Bônus, que permite maior número de saques e extratos mensais. Esta opção prevê tarifa de R$ 9,90 por mês, que podem ser convertidos em bônus para celulares pré-pagos.

“Esta é mais uma iniciativa do Banco do Brasil para proporcionar uma experiência digital positiva. Trata-se de solução inédita que cria instantaneamente uma conta pelo celular, de forma desburocratizada e extremamente simples”, afirma Raul Moreira, vice-presidente de Negócios de Varejo.

“É mais uma importante frente do Projeto de Transformação Digital do BB”, completa Geraldo Dezena, vice-presidente de Tecnologia do Banco do Brasil.

A Conta Fácil BB é, atualmente, o maior projeto no País que utiliza o conceito de conta de pagamentos, que foi instituída pelo Banco Central em 2013.

Tags, , , , , , ,