Tag Bayer

Camila Farani e Thiago Nigro participam de debate promovido pela Bayer sobre rentabilidade

A quarta edição do Impulso Bayer Talks – evento online que integra o programa de relacionamento da Bayer, o Impulso Bayer, sobre negócios e transformação digital – que será realizada em 21 de outubro, trará um debate sobre a conquista da rentabilidade nos negócios com a empresária e participante do programa Shark Tank Brasil , Camila Farani e com o sócio-proprietário do site ” O Primo Rico’ Thiago Nigro . O evento é aberto, 100% online e será transmitido às 18h (horário de Brasília) pelo canal Agro Bayer, no YouTube.

Além dos dois convidados, a Bayer também contará com um time de mulheres especialistas para trazer novos olhares sobre como preparar, medir e impulsionar o sucesso dos investimentos feitos na atividade rural. No painel de debate estarão presentes a engenheira agrônoma da Sementes Vitória , Patrícia Dias; a líder de Rural Bank Brasil do Rabobank, Pollyana Saraiva ; a CEO e cofundadora do Bart Digital, Mariana Bonora ; e a head de operações financeiras agrícolas da Bayer na América Latina, Bianca Paiva .

Os bate-papos serão abertos a perguntas dos espectadores e serão moderados pelo jornalista e economista Dony De Nuccio .

Com foco em tecnologia, sustentabilidade e transformação digital, o encontro faz parte das experiências do Impulso Bayer, programa de relacionamento da companhia com o produtor.

Como participar?

Para assistir à palestra e ao painel, basta se inscrever gratuitamente pelo site do Impulso Bayer Talks . O evento será transmitido pelo canal Agro Bayer no YouTube . As discussões começam às 18h e terão a duração de 1h30.

Tags, , ,

Bayer firma parceria com instituto de pesquisa para desenvolver app de combate ao mosquito Aedes aegypti

A Bayer assinou, nesta terça-feira (29), um acordo de colaboração com o Instituto de Pesquisa em Tecnologia e Inovação (IPTI) e a fabricante de equipamentos, Guarany, para desenvolver um aplicativo de celular e uma estratégia de mobilização das comunidades capazes de realizar o monitoramento e controle epidemiológico do mosquito Aedes aegypti, um dos principais vetores de doenças tropicais como dengue, zika, chikungunya e febre amarela. Na prática, o software identificará os focos de reprodução do mosquito para facilitar o controle do vetor pela comunidade e órgãos públicos. A cerimônia aconteceu em Santa Luzia do Itanhy, município no litoral sul de Sergipe, onde a ferramenta já está em fase de desenvolvimento e, em breve, será testada.

Com lançamento previsto para 2020, o app é gratuito e propõe que a população participe de um game online com o registro de informações e fotos de pontos de risco (objetos ou locais com água parada) próximos a sua geolocalização. Por meio de modelos preditivos, o sistema transforma os dados cadastrados em mapas de calor, permitindo uma ação mais assertiva na eliminação dos criadouros. Toda essa dinâmica está sendo criada por um grupo de 10 jovens selecionados pelo Instituto, participantes de um de seus projetos, o CLOC (Criatividade, Lógica, Oportunidade, Crescimento), que transforma jovens da comunidade que tiveram pouco ou quase nenhum contato com linguagem de programação em profissionais prontos para disseminarem conhecimentos e até desenvolverem softwares criativos e sofisticados para o mercado global.

Para Saulo Barretto, responsável pela área de Relacionamento Institucional e Novos Negócios do IPTI, trata-se de uma tecnologia social pensada para um projeto de saúde pública, feito com e para a comunidade. “As pessoas serão os verdadeiros agentes da mudança em seus bairros. No fim do dia, o engajamento de todos é que fará a diferença”, afirma. “Com o sucesso da iniciativa, o aplicativo deve ir de Sergipe para o mundo, ganhando escalabilidade. Nossa intenção é que a ferramenta esteja disponível em todo o Brasil e até em outros países em breve”, completa.

O aplicativo faz parte do projeto “Mais fortes que a Zika”, lançado pela Bayer em 2017 com base em três pilares: promoção da saúde materna e da criança, defesa de direitos sexuais e de reprodução, e a prevenção de infecção por meio da otimização do controle do vetor. “Neste novo momento, vamos investir em meios de conscientização que mostrem o quanto as ferramentas modernas — como a digitalização de processos e técnicas de aplicação — podem contribuir efetivamente para a promoção de ambientes mais saudáveis para melhorar a vida das pessoas”, afirma Dirceu Ferreira Junior, diretor do Centro de Expertise em Agricultura Tropical (CEAT) da Bayer, área responsável por promover inovação para os desafios tropicais. “Em um mundo que evolui tão rapidamente, nós estamos constantemente explorando novos caminhos para entregar soluções melhores e mais sustentáveis para o benefício de nossos clientes, de nossa sociedade e de nosso planeta”, finaliza.

Tags, , ,

Bayer é a nova parceira do AgTech Garage, um hub de inovação em agronegócios

Oferecer soluções tecnológicas para atender às necessidades específicas de cada cliente é sempre um desafio para o agronegócio. O mundo precisa de mais inovação no campo, e o investimento em empresas que oferecem soluções avançadas, ferramentas digitais e análise de dados é fundamental. A transformação digital já é realidade na fazenda, e por isso há uma grande aposta nas startups, que também chegam para impulsionar o setor agrícola nacional.

Diante deste cenário, será inaugurada em 23 de abril o AgTech Garage – Campus Vale do Piracicaba, principal hub de inovação do setor, localizada na cidade de Piracicaba (SP), região considerada o Vale do Silício da agricultura. O principal objetivo é estabelecer relacionamentos colaborativos entre todos os atores que beneficiam a cadeia produtiva.

As startups chegam ao campo gerando novas oportunidades, inovações disruptivas e acelerando os processos das grandes empresas. A dinâmica da informação ajuda o produtor rural na tomada de decisão com o uso das mais recentes tecnologias, como algoritmos, robótica e inteligência artificial, elevando o nível das operações e técnicas agrícolas. Entre os benefícios estão o aumento de soluções de portfólio, baixo custo, foco no cliente e novas alternativas para gerar oportunidades dos mais variados segmentos de negócios.

Atenta às tendências do mercado e à transformação digital, a Bayer encabeça este hub como “Innovation Partner”, sendo a única representante do segmento de sementes e defensivos. Sob a liderança do Centro de Expertise em Agricultura Tropical (CEAT), a empresa quer incentivar o engajamento do setor fomentando novas startups. “A tecnologia já está no campo e contribui para alavancar resultados positivos na produção. Com uma população mundial crescendo exponencialmente e cada vez mais urbana, a agricultura não tem outra saída senão utilizá-la a seu favor para aumentar a produtividade”, ressalta Dirceu Ferreira Júnior, diretor do CEAT da Bayer.

O AgTech Garage – Campus Vale do Piracicaba abrange uma área de 2,5 mil metros quadrados dentro do Parque Tecnológico de Piracicaba e funciona como ponto de encontro para incubação de startups ligadas ao agronegócio, abrigando 400 cadastros na plataforma virtual e doze residentes no espaço físico do pólo. “A união de pessoas pensando em soluções para a agricultura é inspiradora e motivacional. Nesse novo espaço de trabalho e colaboração, o maior beneficiado é o consumidor final. A transformação no modo de operacionalizar esse pensar, possibilita com que agricultores aproveitem os dados que estão ao seu alcance para tornar seus negócios bem-sucedidos e sustentáveis”, explica o executivo.

De acordo com José Tomé, diretor do AgTech Garage – Campus Vale do Piracicaba, “no cenário de mudanças que vivemos hoje, com desafios cada vez mais complexos, que exigem multidisciplinaridade e velocidade, a nossa capacidade de inovar está ligada diretamente à capacidade de conexão e colaboração. O hub cultiva a diversidade de conhecimentos e intensifica as conexões. Ter startups lado a lado de grandes empresas e produtores é fundamental e, sem dúvida, marca uma nova dinâmica da inovação no agro”.

A Bayer se conecta ao ecossistema do AgTech Garage – Campus Vale do Piracicaba por meio de networking e, de acordo com os desafios propostos pela multinacional, captura e auxilia no desenvolvimento de projetos em colaboração. “É de nossa responsabilidade, como empresa protagonista de iniciativas inovadoras, promover a conexão entre pessoas brilhantes para proporcionar um oceano de oportunidades tecnológicas dentro do campo”, pondera Dirceu Ferreira Junior.

Em 2018, a Bayer se conectou com cerca de 50 startups, identificando oportunidades de novas transações em 20 delas. Efetivamente, a empresa começou a trabalhar com 15, despertando frentes de negócio inovadoras e trabalhando mais perto do cliente, o que ajuda a identificar rapidamente suas reais necessidades e proporciona um processo mais ágil com grande potencial disruptivo.

Tags, , , , , ,

Bayer oferece curso de inovação gratuito em parceria com a Universidade St. George de Londres

A Bayer está com inscrições abertas para o curso online e gratuito “Gerenciamento da Inovação: aprendendo a prototipar soluções de negócio”. A formação será dividida em três módulos, um por semana, e o primeiro já acontece no dia 22 de abril. Apoiados por especialistas da Bayer, os interessados terão acesso a metodologias para colocar em prática as suas ideias inovadoras – da idealização e experimentação até a implementação.

A iniciativa é direcionada a empreendedores, profissionais ou estudantes que buscam integrar a inovação à maneira como trabalham. As inscrições podem ser feitas no link https://bit.ly/2uMNauS. O curso foi desenvolvido em parceria com a Universidade St. George de Londres e será ministrado pelo time de inovação da Bayer: Dr. Tom Maes, líder de Inovação para produção e cadeia de suprimentos; Oliver Winkelmann, gerente de Inovação; Karolin Gebhardt e Lindsay Germain, coach de Inovação.

Durante três semanas, os participantes terão a oportunidade de aprender novas metodologias de inovação, aplicar e testar estas metodologias, trocar experiências e receber feedbacks de outros participantes e do time de inovação da Bayer. Tudo isso em um rico conteúdo com vídeos, discussões, tarefas e quizzes. Oportunidade imperdível para aprender com os especialistas de uma das empresas mais inovadoras do mundo.

Agenda:
Semana 1 (3 horas)
Como começar a inovação: Da ideia até a geração de valor
Semana 2 (3 horas)
Como comunicar: desenvolvendo protótipos e testando ideias
Semana 3 (3 horas)
Como gerenciar a inovação em situações de alta incerteza: usando a ferramenta de apoio naviProM

Para ter informações sobre o curso “Gerenciamento da Inovação: aprendendo a prototipar soluções de negócio”, acesse: https://career.bayer.com/boc/index.html

Tags, , ,

Bayer Xperience: aplicativo gratuito de boas práticas agrícolas está disponível para download

Ter a tecnologia na ponta dos dedos e ao alcance dos olhos é uma realidade para o agricultor e trabalhador rural por meio do aplicativo Bayer Xperience. Quem acessar a plataforma terá à disposição conhecimento sobre uso de EPI, bula de produtos e manejo e boas práticas por meio de interatividade em dois níveis: realidade virtual (VR) e aumentada. O download do app pode ser feito pelos sistemas Android e iOS no Google Play e App Store.

Fomentar boas práticas no campo vai além dos cuidados com a lavoura, é preciso também dedicar atenção especial à capacitação de trabalhadores rurais, que são os responsáveis pelo plantio e aplicação de defensivos na fazenda. Com o Bayer Xperience, aplicativo inédito e desenvolvido no Brasil, a Bayer leva de modo didático, explicativo e inclusivo, orientações gratuitas sobre as atividades relacionadas à plantio.

Adriana Ricci, gerente de Stewardship da Bayer, explica que a empresa precisa levar treinamento de modo rápido, inovador e acessível para o campo, mas que às vezes é difícil estar presente em todos os momentos do produtor na lavoura. “Trazer algo digital é um modo ágil e eficaz de transmitir a mensagem de boas práticas. Ao ler uma informação na bula, pode haver um entendimento errado, mas com vídeos e linguagem prática, a assimilação e interpretação podem ser mais assertivas”.

Segundo dados da Confederação Brasileira de Agricultura de Precisão, 67% das propriedades rurais do País agregam diversos tipos de tecnologia ao manejo, seja para auxiliar na gestão da fazenda, seja para ajudar na hora da plantação e colheita.

Por meio de simulações desenvolvidas em lavouras pelo Brasil e no laboratório de monitoramento de resistência da Bayer no Brasil, o usuário imerge e interage em 360º com pesquisadores e colaboradores que demonstram a adoção de boas práticas e o manuseio correto e seguro de produtos. Para uma experiência ainda mais imersiva, é recomendado o uso de óculos de realidade virtual e fones de ouvido.

Já por meio da realidade aumentada, por exemplo, é possível acessar vídeos explicativos e interativos sobre a bula de defensivos da Bayer, pois seu real entendimento é extremamente importante para conseguir o melhor e mais seguro uso da solução.

O aplicativo é parte das ações de stewardship da Bayer, que incluem uma série de palestras e treinamentos e disponibiliza diversos materiais educativos aos distribuidores e agricultores, como manuais sobre boas práticas no campo. Tanto treinamentos quanto EPIs estão disponíveis para serem adquiridos por meio do programa de pontos gratuitamente.

Para viver essa experiência, o download do aplicativo pode ser feito nos links abaixo:

App Store: http://itunes.apple.com/br/app/bayer-xperience/id1456154472?mt=8

Play Store: http://play.google.com/store/apps/details?id=com.bayer.cs.bayerxperience

Tags, , ,

Bayer vence prêmio de inovação com aplicativo de combate a plantas daninhas

Camila Navarro, gerente de inovação corporativa do Brasil; André Cavalli, Diretor de Vendas e Marketing da IT Mídia; Emilio Burlamaqui, diretor de TI da Bayer e Pedro Tosta, consultor sênior de Sistemas da Bayer

A Bayer está entre as cem empresas mais inovadoras do mercado apresentadas no IT Fórum Expo 2017. A empresa ficou em primeiro lugar na categoria Indústria Química, Petroquímica, Óleo e Gás, e foi a segunda colocada no ranking geral do prêmio As 100+ Inovadoras no Uso de TI, um estudo promovido pela IT Mídia em parceria com a PricewaterhouseCoopers. O case apresentado foi o WeedScout, aplicativo que reconhece plantas daninhas, desenvolvido pela equipe de Digital Farming da divisão agrícola da empresa alemã.

Promovido pela IT Mídia, “As 100+ Inovadoras no Uso de TI” é o mais importante balizador da aplicabilidade da tecnologia em prol da inovação empresarial. A premiação leva em consideração a visão e a capacidade das organizações de criar, investir e aplicar projetos de tecnologia da informação. Para isso, foi feita uma pesquisa que avaliou o quanto as empresas estão experimentando novas tecnologias, criando áreas e programas de fomento à inovação tecnológica. E nesses quesitos a Bayer liderou nos rankings de 2017 apresentados terça-feira, dia 7, durante o fórum.

“Pesquisa e inovação correm nas veias da nossa empresa. Este ano promovemos diversas iniciativas de intraempreendedorismo e estamos aplicando e experimentando tecnologias como realidade virtual, drones, IoT, dentre outras, para apoiar os desafios das áreas. Apresentamos também a nossa iniciativa de Digital Farming, área dedicada ao desenvolvimento de novos produtos digitais a fim de ajudar nossos clientes do agronegócio no dia a dia na lida com a lavoura”, diz Emilio Burlamaqui, diretor de TI da Bayer.

Para Hiran Zani, gerente de Inovação em Digital Farming da Bayer, o compromisso da empresa com a agricultura sustentável e a cultura de inovação da organização não se limita apenas a desenvolver sementes inovadoras e a proteger as culturas. “Os avanços tecnológicos também oferecem aos agricultores métodos mais eficientes de monitoramento de suas plantações para a tomada de decisões. Com soluções digitais, eles podem entender melhor os processos do campo e lhes permitem tomar decisões mais rápidas e assertivas”, afirma o executivo.

Sobre o WeedScout

Nas últimas décadas, o desenvolvimento de plantas resistentes e de difícil controle tem tirado o sono dos agricultores, elas crescem de forma involuntária no meio da lavoura, competindo pelos nutrientes do solo, atrapalham o desenvolvimento das plantações e diminuem a produtividade da lavoura. A fim de tornar o combate desse tipo de problema mais assertivo, a Bayer desenvolveu o WeedScout, que faz o reconhecimento da espécie de planta daninha com uso da câmera do celular, e com isso mune o produtor de informações necessárias para que ele tomes as decisões mais adequadas para o seu negócio.

Disponível nas plataformas Android e IOS, o aplicativo já foi baixado por mais de 15 mil pessoas no Brasil e já conta com um banco de 150 mil imagens registradas. O aplicativo possui um sistema de atualização colaborativa, ou seja, utiliza as fotos tiradas pelos usuários para aprimorar os seus algoritmos e se tornar cada vez mais preciso. “Com isso atingimos uma precisão global de 86% de assertividade”, afirma Hiran.

Segundo Hiran, a planta daninha é uma ameaça que pode prejudicar qualquer lavoura. Por isso, é imprescindível que a base de dados do aplicativo seja ampla, quanto mais imagens, mais plantas serão identificadas e com maior precisão. “É isso que aumentará a assertividade de identificação das espécies que já estão no WeedScout e a capacidade de reconhecer novas espécies. E queremos que isso seja feito de forma colaborativa”, comenta.

Fruto de um projeto global, este aplicativo possui algoritmos de reconhecimento para as principais espécies de plantas daninhas do mundo. O WeedScout funciona sob o conceito de MVP, sigla em inglês para Minimum Viable Product, ou seja, mesmo depois de disponibilizado, o app continua a ser aprimorado de acordo com a experiência dos usuários. “Temos um time de pesquisadores especializados no tema que fazem a validação e aprimoramento dos algoritmos baseados no banco de dados conforme novas imagens são submetidas”, completa o executivo.

Tags, , , , , , ,

Inscrições para iniciativa Startups Connected são prorrogadas até dia 18 de agosto

S2Publicom_strip_100473_0_full

As ferramentas de agricultura digital estão cada vez mais presentes no campo para atender as expectativas dos agricultores em relação ao aumento da produtividade e práticas sustentáveis. Pensando nisso, a Câmara Brasil-Alemanha, em parceria com a Bayer, prorroga as inscrições até 18 de agosto para a 2ª edição do Startups Connected. Neste ano, o desafio proposto pela companhia é a redução de perdas de produtividade relacionadas a pragas e doenças e fomentar o desenvolvimento de soluções na área de agricultura digital.

Na busca por alternativas para aumentar a eficiência da proteção de cultivos podem participar startups estabelecidas no Brasil ou na Alemanha que apresentem ideias inovadoras, alinhadas com o dia a dia do produtor rural, incluindo plataformas com uma interface simples e acessível via mobile.

Segundo Hiran Zani, gerente de inovação em digital farming da Bayer, a empresa busca por meio de tecnologias digitais proteger e elevar o potencial produtivo nas lavouras. “As ferramentas de agricultura digital permitirão num futuro próximo melhorar a produtividade aliada à sustentabilidade, com foco na eficiência da aplicação dos produtos nas lavouras. Justamente por isso é importante estarmos sempre antenados às principais tendências do mercado de tecnologia, e iniciativas como esta nos permitem fomentar novas ideias no setor”, disse.

“Os ganhadores poderão se apresentar no Congresso Brasil-Alemanha de Inovação, receberão um diagnóstico e acompanhamento ao longo de três meses e terão a possibilidade de receber investimento do BMG UpTech em troca de participação minoritária. Os projetos vencedores serão ainda elegíveis ao Prêmio Ideias4Action, do Banco Mundial. Esse suporte e visibilidade podem ser fundamentais para a maturação de empresas nesta fase de evolução”, ressalta Camila Navarro, IT Digital & Innovation Manager da Bayer. Os selecionados poderão também se aproximar das empresas patrocinadoras e terão apoio na revisão de seu modelo de negócio e na criação de um plano de trabalho.

Os interessados podem se inscrever pelo site http://www.startupsconnected.com.br/categorias/agricultura-digital/ até o dia 18 de agosto de 2017.

Tags, , , , , ,

Bayer e Câmara Brasil-Alemanha recrutam startups de agricultura digital

Por meio do programa AHK Startups Accelerator, iniciativa irá fomentar o crescimento de soluções já disponíveis no mercado

As ferramentas de agricultura digital estão cada vez mais presentes no campo para atender as expectativas dos agricultores em relação ao aumento da produtividade e práticas sustentáveis. Pensando nisso, a Bayer, em parceria com a Câmara Brasil-Alemanha, abre inscrições para a 2ª edição do Startups Connected. Neste ano, o desafio proposto pela companhia é a redução de perdas de produtividade relacionadas a pragas e doenças e fomentar o desenvolvimento de soluções na área de agricultura digital já disponíveis no mercado.

Na busca por alternativas para aumentar a eficiência da proteção de cultivos podem participar startups estabelecidas no Brasil ou na Alemanha que apresentem ideias inovadoras, alinhadas com o dia a dia do produtor rural, incluindo plataformas com uma interface simples e acessível via mobile.

Segundo Hiran Zani, gerente de inovação em digital farming da Bayer, a empresa busca por meio de tecnologias digitais proteger o potencial produtivo nas lavouras. “As ferramentas de agricultura digital permitirão num futuro próximo melhorar a produtividade aliada à sustentabilidade, com foco na eficiência da aplicação dos produtos nas lavouras. Justamente por isso é importante estarmos sempre antenados às principais tendências do mercado de tecnologia, e iniciativas como esta nos permitem fomentar novas ideias no setor”, disse.

“Os ganhadores poderão se apresentar no Congresso Brasil-Alemanha de Inovação, receberão um diagnóstico e acompanhamento ao longo de três meses e terão a possibilidade de receber investimento do BMG UpTech em troca de participação minoritária. Os projetos vencedores serão ainda elegíveis ao Prêmio Ideias4Action, do Banco Mundial. Esse suporte e visibilidade podem ser fundamentais para a maturação de empresas nesta fase de evolução”, ressalta Camila Navarro, IT Digital & Innovation Manager da Bayer. Os selecionados poderão também se aproximar das empresas patrocinadoras e terão apoio na revisão de seu modelo de negócio e na criação de um plano de trabalho.

Os interessados podem se inscrever pelo site http://www.startupsconnected.com.br/categorias/agricultura-digital/ até o dia 04 de agosto de 2017. A iniciativa faz parte do programa AHK Startups Accelerator, que apoia startups na geração de oportunidades de negócio entre elas e as empresas patrocinadoras.

Tags, , , , , , ,

Bayer e Monsanto criarão líder global na agricultura

A Bayer e a Monsanto anunciaram hoje que assinaram um contrato de fusão definitiva sob o qual a Bayer vai adquirir a Monsanto por US$ 128 por ação em uma operação à vista. O Conselho de Administração da Monsanto, o Conselho de Administração da Bayer e o Conselho Fiscal da Bayer aprovaram o contrato por unanimidade. Com base no preço de fechamento das ações da Monsanto em 9 de maio de 2016, dia anterior à primeira proposta feita por escrito pela Bayer à Monsanto, a oferta representa um prêmio de 44% sobre tal preço.

“Temos o prazer de anunciar a combinação de nossas duas grandes organizações. Isso representa um grande passo para nosso negócio Crop Science e reforça a posição de liderança global da Bayer como empresa de Ciências da Vida, impulsionada pela inovação e que ocupa posições de liderança em seus principais segmentos, entregando valor substancial aos acionistas, clientes, funcionários e à sociedade em geral”, disse Werner Baumann, CEO da Bayer AG.

“O anúncio de hoje é prova de tudo que conseguimos realizar e do valor que criamos para os nossos stakeholders na Monsanto. Acreditamos que a fusão com a Bayer traz muito valor aos nossos acionistas, principalmente por conta da contraprestação à vista”, disse Hugh Grant, presidente e CEO da Monsanto.

Soluções melhoradas para produtores

A operação une duas empresas diferentes, mas altamente complementares. Os negócios combinados se beneficiarão da liderança da Monsanto em Sementes & Traits e de sua plataforma The Climate Corporation, bem como da ampla linha de produtos de Proteção de Cultivos da Bayer em uma abrangente gama de indicações e culturas em todas as principais regiões. Como resultado, os produtores serão beneficiados por um amplo conjunto de soluções que atenderão às suas necessidades atuais e futuras, dentre as quais soluções avançadas em sementes e traits, em agricultura digital e em proteção de cultivos.

A combinação também reúne as capacidades líderes em inovação e as plataformas de tecnologias de P&D das duas empresas, com um orçamento anual proforma de aproximadamente EUR 2,5 bilhões em P&D. Em médio e longo prazo, a empresa combinada poderá acelerar a inovação e levar aos clientes soluções melhoradas e um conjunto de produtos otimizado baseado em insights agronômicos analíticos e apoiado por aplicações no campo da Agricultura Digital. Isso deve resultar em benefícios significativos e duradouros para os agricultores: de melhor abastecimento e mais comodidade a rendimentos mais altos, mais proteção para o meio ambiente e mais sustentabilidade.

“O setor agrícola está no centro de um dos maiores desafios dos nossos tempos, que é alimentar, de forma ambientalmente sustentável, três bilhões de pessoas a mais no planeta em 2050. Ambas as empresas acreditam que esse desafio requer uma nova abordagem que integre, de forma mais sistemática, o conhecimento em Sementes, Traits e Proteção de Cultivos, incluindo Biológicos, com um profundo compromisso com a inovação e práticas de agricultura sustentável”, disse Liam Condon, membro do Conselho de Administração da Bayer AG e Head da Divisão Crop Science.

“Estamos entrando em uma nova era na agricultura, uma em que existem grandes desafios que exigem soluções sustentáveis e tecnologias novas para permitir que os agricultores produzam mais com menos. Esta combinação com a Bayer entregará exatamente isso – um motor de inovação que une o portfólio de proteção de cultivos da Bayer às nossas sementes e traits de classe mundial e ferramentas agrícolas digitais para ajudar os produtores a superarem os obstáculos do amanhã. Juntas, a Monsanto e a Bayer darão continuidade às nossas tradições e aos respectivos históricos de inovação no setor agrícola, oferecendo um conjunto mais completo e mais amplo de soluções para os produtores”, disse Grant.

Criação de valor

O faturamento proforma dos negócios agrícolas combinados foi EUR 23 bilhões no ano civil de 2015. A nova empresa estará bem posicionada para participar do setor agrícola com grande potencial de crescimento em longo prazo. Além do atraente potencial de criação de valor trazido pela fusão, a Bayer acredita que a operação trará aos seus acionistas um acréscimo de LPA (lucro por ação) básico no primeiro ano completo após o fechamento e um percentual de dois dígitos de acréscimo no terceiro ano completo. A Bayer confirmou os pressupostos das sinergias de faturamento e custos por meio de um procedimento de due diligence e acredita que haverá contribuições totais anuais ao EBITDA de cerca de US$ 1,5 bilhão após três anos, além de outras sinergias advindas de soluções integradas em anos futuros.

Condições de financiamento e fechamento

A Bayer pretende financiar a operação por meio de uma combinação de dívida e capital. O componente de capital de cerca de US$ 19 bilhões deve ser captado por meio de uma emissão de obrigações conversíveis em ações e através de uma emissão de direitos com direito de subscrição. Um empréstimo-ponte no valor de US$ 57 bilhões está empenhado pela BofA Merrill Lynch, Credit Suisse, Goldman Sachs, HSBC e pela JP Morgan.

A Bayer tem um histórico comprovado de desalavancagem disciplinada após grandes aquisições, e acredita que os fortes fluxos de caixa da empresa combinados ajudarão a melhorar seu perfil financeiro. A Bayer tem como meta uma classificação de grau de investimento após o fechamento, e seu compromisso é com uma classificação de categoria “A” em longo prazo.

A aquisição está sujeita às condições habituais de fechamento, incluindo a aprovação dos acionistas da Monsanto em relação ao acordo de fusão e o recebimento das aprovações regulatórias necessárias. O fechamento deve ocorrer até o final de 2017. As empresas trabalharão de forma intensa com os reguladores visando garantir um fechamento bem-sucedido. Além disso, a Bayer está comprometida com uma taxa de ruptura reversa antitruste no valor de US$ 2 bilhões, reafirmando sua confiança de que ela obterá as aprovações regulamentares necessárias.

Sede e funcionários

A empresa agrícola combinada terá a sede global de Sementes & Traits e comercial em St. Louis, Missouri, Estados Unidos, enquanto sua sede global de Crop Protection e de Crop Science ficará em Monheim, Alemanha. Além disso, ela terá importante presença em Durham, Carolina do Norte, bem como em muitas outras localidades em todos os EUA e ao redor do mundo. As atividades de Agricultura Digital da nova empresa serão sediadas em São Francisco, Califórnia.

“Esta combinação representa uma grande oportunidade para os funcionários, que estarão na vanguarda da inovação em nosso setor. Essa operação também aumenta o forte compromisso da Bayer com os EUA, tirando proveito de nossa história de 150 anos com operações em 25 estados e empregando mais de 12 mil pessoas no país. Estou convencido de que a Monsanto florescerá como parte de uma das empresas mais respeitadas e confiáveis do mundo”, disse Baumann.

A Bayer tem uma vasta e bem-sucedida experiência em integrar aquisições a partir de uma perspectiva comercial, geográfica e cultural, e permanece comprometida com sua forte cultura de inovação, sustentabilidade e responsabilidade social.

Assessores da operação

O BofA Merrill Lynch e o Credit Suisse estão atuando como os principais consultores financeiros e bancos estruturantes para a Bayer, além de fornecerem o financiamento comprometido para a operação; a Rothschild foi contratada para atuar como consultor financeiro adicional para a Bayer. Os assessores jurídicos da Bayer são a Sullivan & Cromwell LLP (F&A) e a Allen & Overy LLP (Financiamento).

A Morgan Stanley & Co. e a Ducera Partners estão atuando como consultores financeiros e a Wachtell, Lipton, Rosen & Katz como assessores jurídicos para a Monsanto.

Tags, ,

Bayer recruta startups para iniciativa em parceria com a Câmara Brasil-Alemanha

Você quer que a sua startup cresça e apareça? A Bayer vai te ajudar nesta empreitada. A multinacional alemã, com foco de atuação em Ciências da Vida, busca startups que possuam soluções para as áreas de agricultura ou saúde (humana e animal) para integrar o projeto Startups Connected, em parceria com a Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha. As inscrições podem ser feitas até 15 de julho.

A iniciativa faz parte do programa AHK Startups Accelerator, que visa dar apoio às startups com o objetivo de promover o crescimento e gerar oportunidades de negócio entre elas e às empresas patrocinadoras da iniciativa. A proposta é fomentar o crescimento de soluções digitais inovadoras que já estejam disponíveis no mercado. O programa tem a duração de 3 meses.

“Essa é uma iniciativa orientada às startups brasileiras, em um país que se desponta como um celeiro global de empreendedorismo. Para se inscrever na categoria Ciências da Vida, representada pela Bayer nesse programa, as startups precisam apresentar uma solução inovadora para as áreas de agricultura ou saúde humana e animal. Buscamos projetos digitais que reforcem nossa cultura de inovação e nossa missão de fazer ciência para uma vida melhor, e para isso o principal critério de escolha será o potencial de impacto que a solução apresenta para a sociedade e/ou no seu respectivo mercado de atuação”, ressalta Camila Navarro, IT Digital & Innovation Manager da Bayer.

A partir da participação no programa de aceleração, as startups terão acesso a benefícios como: possibilidade de ser vinculada a desafios das empresas patrocinadoras; revisão do modelo de negócio; criação de um plano de ação e contato com as empresas patrocinadoras. Confira mais informações no regulamento: http://www.startupsconnected.com/#!regulamento/vha40

Como participar?

A startup precisa estar qualificada entre as três finalistas em uma das categorias do Prêmio Brasil-Alemanha de Inovação, e também integrar o processo de diagnóstico, visto que será usado como base para escolha das startups que participarão do programa de aceleração.

Para participar, a startup precisa escolher uma categoria, preencher o formulário e acompanhar o cadastro – http://www.fundacity.com/cmara-brasil-alemanha/apply/921

• Mobilidade
• Ciências da Vida
• Cultura
• Digitalização
• Cidades do Futuro

Datas e prazos:

Prêmio Brasil-Alemanha de Inovação:

• Prazo de inscrição: até 15 de julho;
• Processo de avaliação: 18 de julho a 2 de setembro;
• Premiação: 29 de setembro em São Paulo/SP.

Programa AHK Startups Accelerator:

• Diagnóstico: 30 de setembro;
• Aceleração: 17 de outubro de 2016 a 17 de janeiro de 2017;
• Apresentação dos resultados: 1 de fevereiro.

Tags, , , , , , , ,

Última semana para se inscrever no Programa Grants4Apps da Bayer

Startups de todo o país já podem se inscrever para nova rodada do processo seletivo do Programa Grants4Apps da Bayer. Interessados têm até o dia 31 de maio para inscreverem seus projetos digitais que contribuam para melhorias na área de saúde. Nesta edição, os esforços estão direcionados aos projetos relacionados às áreas de Saúde Feminina, Cardiologia, Oftalmologia, Hematologia, Oncologia e Radiologia.

“Estamos à procura de startups que desenvolvam soluções para determinadas áreas de saúde da Bayer ou, ainda, que tenham iniciativas focadas em projetos que suportem a prevenção de doenças, aderência ao tratamento pelos pacientes, testes clínicos, awareness ou gerenciamento de condições clínicas. As soluções podem ser mobile apps ou serviços, wearables, software ou hardware. Nós não limitamos a tecnologia.”, ressalta Patrick Fenzl, IT Business Intelligence & Analytics da Bayer Brasil.

Os candidatos precisam ter acima de 18 anos de idade, domínio da língua inglesa e a composição da equipe requer três membros, no mínimo.

“As opções são inúmeras, mas o ponto em comum dessa iniciativa global da Bayer é a paixão pela inovação. Somos uma empresa focada em Ciências da Vida e o fomento à educação e inovação fazem parte do DNA da Bayer”, acrescenta Theo van der Loo, presidente do grupo Bayer no Brasil.

O contrato do programa será assinado somente com pessoas jurídicas, ou seja, candidatos que possuam um registro da razão social da empresa, independente do país.

“Os principais integrantes das startups selecionadas ficarão nas instalações da Bayer em Berlim de agosto a dezembro de 2016 para acelerar o desenvolvimento de seus projetos”, explica van der Loo.

A Bayer oferece uma série de benefícios para os cinco times selecionados: aporte financeiro de 50.000 euros para cada startup durante toda a estadia, coaching e treinamento intensivo com especialistas no assunto, mentoria com altos executivos da Bayer, além do acesso a uma ampla gama de contatos profissionais.

Camila Navarro, IT Digital and Innovation Manager da Bayer Brasil, vislumbra um cenário otimista para o País: “Neste ano, a subsidiária brasileira da Bayer está apostando fortemente em um mercado que já é considerado um celeiro de startups. O programa busca tecnologias e processos que proporcionem melhorias na área de saúde e essa pode ser uma chance incrível para muitos empreendedores digitais brasileiros”.

A Bayer tem investido em tecnologias de ponta para entregar mais e melhor a missão da Companhia, no compromisso conjunto a todos os colaboradores, que é fazer “Ciência para uma Vida Melhor”. Agora, os esforços estão direcionados em explorar positivamente a revolução digital a fim de fortalecer sua liderança no negócio de Ciências da Vida.

A transformação digital é mais um dos passos para que a Bayer avance e inove para atender às atuais necessidades da sociedade. O maior desafio agora é integrar e alinhar as suas capacidades de forma proativa, para agregar valor à qualidade de vida das pessoas.
Para participar, os interessados devem preencher o formulário no site www.grants4apps.com/accelerator.

Tags, , ,

Programa Grants4Apps da Bayer abre inscrições no Brasil para aceleração de startups com projetos digitais aplicados à saúde

Startups de todo o país já podem se inscrever para nova rodada do processo seletivo do Programa Grants4Apps da Bayer. Interessados têm até o dia 31 de maio para inscreverem seus projetos digitais que contribuam para melhorias na área de saúde. Nesta edição, os esforços estão direcionados aos projetos relacionados às áreas de Saúde Feminina, Cardiologia, Oftalmologia, Hematologia, Oncologia e Radiologia.

“Estamos à procura de startups que desenvolvam soluções para determinadas áreas de saúde da Bayer ou, ainda, que tenham iniciativas focadas em projetos que suportem a prevenção de doenças, aderência ao tratamento pelos pacientes, testes clínicos, awareness ou gerenciamento de condições clínicas. As soluções podem ser mobile apps ou serviços, wearables, software ou hardware. Nós não limitamos a tecnologia.”, ressalta Patrick Fenzl, IT Business Intelligence & Analytics da Bayer Brasil.

Os candidatos precisam ter acima de 18 anos de idade, domínio da língua inglesa e a composição da equipe requer três membros, no mínimo.

“As opções são inúmeras, mas o ponto em comum dessa iniciativa global da Bayer é a paixão pela inovação. Somos uma empresa focada em Ciências da Vida e o fomento à educação e inovação fazem parte do DNA da Bayer”, acrescenta Theo van der Loo, presidente do grupo Bayer no Brasil.

O contrato do programa será assinado somente com pessoas jurídicas, ou seja, candidatos que possuam um registro da razão social da empresa, independente do país.

“Os principais integrantes das startups selecionadas ficarão nas instalações da Bayer em Berlim de agosto a dezembro de 2016 para acelerar o desenvolvimento de seus projetos”, explica van der Loo.

A Bayer oferece uma série de benefícios para os cinco times selecionados: aporte financeiro de 50.000 euros para cada startup durante toda a estadia, coaching e treinamento intensivo com especialistas no assunto, mentoria com altos executivos da Bayer, além do acesso a uma ampla gama de contatos profissionais.

Camila Navarro, IT Digital and Innovation Manager da Bayer Brasil, vislumbra um cenário otimista para o País: “Neste ano, a subsidiária brasileira da Bayer está apostando fortemente em um mercado que já é considerado um celeiro de startups. O programa busca tecnologias e processos que proporcionem melhorias na área de saúde e essa pode ser uma chance incrível para muitos empreendedores digitais brasileiros”.

A Bayer tem investido em tecnologias de ponta para entregar mais e melhor a missão da Companhia, no compromisso conjunto a todos os colaboradores, que é fazer “Ciência para uma Vida Melhor”. Agora, os esforços estão direcionados em explorar positivamente a revolução digital a fim de fortalecer sua liderança no negócio de Ciências da Vida.

A transformação digital é mais um dos passos para que a Bayer avance e inove para atender às atuais necessidades da sociedade. O maior desafio agora é integrar e alinhar as suas capacidades de forma proativa, para agregar valor à qualidade de vida das pessoas.

Para participar, os interessados devem preencher o formulário no site www.grants4apps.com/accelerator.

Mais informações sobre o programa e o processo de inscrição estão em https://www.grants4apps.com/accelerator/#/faq e no twitter: @grants4apps.

Tags, , , , , , , , , , , ,