Tag automóveis

Cooperação entre humano e robô facilita a diversidade de versões em produção na Audi

view (4)

Um novo colega robô integra a linha de montagem dos modelos A4 e A5: pessoas e robô agora trabalham lado a lado sem cercas de proteção. Com essa cooperação humano-robô (HRC), a fábrica inteligente se aproxima da realidade na planta da Audi em Ingolstadt. “Aplicação adesiva com assistência robótica”, cuja abreviatura em alemão se denomina KLARA, oferece apoio na instalação de tetos feitos de polímeros reforçados com fibra de carbono (CRFP) no novo RS 5 Coupé. Então pela primeira vez, a Audi usa um robô HRC em sua principal fábrica para aplicação adesiva na montagem final. Robôs semelhantes já estão integrados na produção de carrocerias em Ingolstadt e Bruxelas, bem como na montagem de motores em Gyor.

Como primeiro passo, um funcionário coloca o teto de polímeros reforçados com fibra de carbono em uma mesa rotativa e o inclina. A aplicação do adesivo é acionada ao apertar e pressionar um botão. Um anel iluminado indica quando KLARA termina de aplicar precisamente o adesivo em uma extensão de mais de cinco metros. O robô então sinaliza que o teto está pronto para a instalação. O funcionário retira o teto com a ajuda de um dispositivo de manuseio e o instala no carro. O teto de CRFP é um equipamento opcional no novo RS 5 Coupé e é significativamente maior que outros tipos de teto, portanto uma pessoa não seria capaz de aplicar o adesivo de forma tão confiável e precisa quanto KLARA.

Diferentemente de robôs convencionais, KLARA não necessita de uma cerca de proteção, o que significa que os espaços de trabalho de máquina e humanos se unificam. Isso economiza um espaço considerável na linha de montagem e permite que a HRC seja integrada na linha de produção. Com cooperação humano-robô como essa, a segurança do funcionário é prioridade para a Audi. O empregado fica no controle, inicia a aplicação do adesivo e pode encerrar o processo a qualquer momento. Sensores no braço do robô reconhecem quando um humano é tocado e automaticamente para qualquer movimento em caso de perigo. KLARA também indica algum perigo com o anel iluminado: ele acende na cor vermelha se há algum problema.

Todos os componentes do equipamento são pré-montados em uma placa de base. Isso permite que KLARA seja instalado e colocado em operação em um tempo curto. A integração ocorreu sem qualquer interferência na linha de montagem existente. Uma solução alternativa para a aplicação do adesivo aos novos tetos só seria possível com muito mais esforço e despesas.

Tags, , ,

Centrais multimídia Honda reproduzem o aplicativo Waze

view (3)

O Google anunciou a habilitação do aplicativo de navegação Waze para operar no sistema Android Auto. Com isso, as centrais multimídia presentes no Civic EXL e Touring, bem como no Accord, estão aptas a espelharem o conhecido aplicativo de navegação de forma muito intuitiva, fácil e segura.

O aplicativo de navegação Waze traça rotas de acordo com a condição de trânsito, informando situações adversas, como buracos, acidentes e veículos parados na pista. No aplicativo, é possível fazer a busca dos endereços por comando de voz. O usuário pode, além de receber os alertas de trânsito, reportá-los ao sistema, via a tela do sistema multimídia, de forma simples e segura.

As centrais multimídia de 7″ multi touchscreen presentes no Civic (EXL e Touring) e do Accord já oferecem, desde seu lançamento, a compatibilidade com o Android Auto e, também, com o sistema Apple CarPlay. Essa conectividade permite a operação fácil de aplicativos e funções de smartphones de diversos fabricantes na tela central. Possibilita ainda a reprodução de músicas e o uso de assistentes comandados por voz, como o sistema Google Now, do Google, ou Siri, da Apple. O aplicativo Waze, no entanto, só está disponível para usuários do sistema Android Auto.

Em breve, a Honda irá oferecer a tecnologia em novos produtos do seu portfólio.

Conexão fácil

A conexão com os sistemas Android Auto e Apple CarPlay é simples. Basta baixar o aplicativo Android Auto (no caso de dispositivos com sistema operacional Android) ou Apple CarPlay e usar o cabo USB para conectá-lo ao automóvel. De forma automática, irá apresentar os aplicativos compatíveis, que trazem versões otimizadas para o uso em automóveis. A tela do aparelho, enquanto conectada, permanece bloqueada, para a segurança do motorista.

Tags, , , ,

Liga Ventures abre inscrições para segundo ciclo de aceleração do programa Liga AutoTech

Em parceria com Mercedes-Benz, Eaton, Sascar, Ticket Log, Repom e Webmotors, a plataforma de inovação aberta irá acelerar até 10 startups nessa nova fase. Interessados podem se inscrever até o dia 27 de agosto

A Liga Ventures – aceleradora especializada em gerar negócios entre startups e grandes corporações – acaba de abrir as inscrições para o 2° ciclo de aceleração da Liga AutoTech (https://liga.ventures/autotech), um programa de inovação aberta que irá prospectar, selecionar e acelerar startups em conjunto com grandes empresas dos setores de mobilidade, transporte, logística e da indústria automobilística.

Para essa nova rodada de aceleração, a vertical também contará com a parceria da Webmotors – uma das mais importantes marcas do segmento automotivo nacional, com amplo serviço de classificados para veículos novos e usados. Mercedes-Benz, Eaton, Sascar, Ticket Log e Repom, que já faziam parte da iniciativa, também participarão deste ciclo.

De acordo com Rogério Tamassia – diretor da Liga Ventures e um dos idealizadores do programa – o objetivo da Liga AutoTech é conectar grandes corporações a startups de tecnologia que estão transformando setores essenciais do país. “Verificar tendências, testar múltiplos mercados e modelos de negócio em conjunto com as startups é uma importante oportunidade para o desenvolvimento das empresas que poderão levar soluções inovadoras com mais agilidade para seus segmentos”, explica Tamassia.

Programa de Aceleração Liga AutoTech

Após as inscrições, serão selecionadas de 5 a 10 startups para este ciclo, em temas como gestão e serviços para frotas, varejo, pré e pós vendas, logística, big data e analytics, telemetria, rastreamento e pagamentos móveis.

Durante quatro meses, as startups selecionadas passarão por um programa de aceleração, no qual poderão explorar oportunidades de negócios com as grandes empresas participantes, mentorias com executivos do setor e com a rede de mentores da Liga Ventures, além de um amplo networking com potenciais parceirose investidores. Nenhuma contrapartida em participação societária ou propriedade intelectual é exigida das startups aceleradas.

Além do programa de aceleração, a plataforma promoverá eventos sobre inovação do setor, relacionamento com startups brasileiras e internacionais e a criação de um processo estruturado para gerar inteligência sobre o segmento.

Primeiro ciclo já traz bons resultados

A Trackage, startup focada em soluções de monitoramento para reduzir prejuízos como extravio, violação e perda de cargas e objetos para empresas é um dos destaques do primeiro ciclo da Liga AutoTech.

Em menos de 2 meses de programa, com respaldo e mentorias da Liga Ventures e corporações parceiras, a startup já está desenvolvendo um grande projeto em conjunto com uma das grandes empresas participantes. De acordo com Victor Hugo Moreira, CEO da startup, projetos-piloto estão em andamento com bons resultados e a expectativa é aumentar o escopo e o alcance até o final do ano. “Participar da Liga AutoTech nos deu a oportunidade de crescer como startup e como pessoas. Ter contato direto com grandes empresas aumentou nossa expertise e nos trouxe mais amadurecimento no negócio. A Liga AutoTech nos abriu portas”, afirma.

Liga AutoTech

As startups interessadas podem se inscrever até o dia 27 de agosto pelo site https://liga.ventures/autotech.

Tags, , , ,

HERE Technologies ajuda Porsche a entender hábitos dos motoristas e evitar acidentes de trânsito

view

A HERE Technologies, por meio de sua parceria com a empresa croata Amodo, está auxiliando montadoras de automóveis, companhias de seguro e telecomunicações a compreender os hábitos dos seus clientes ao volante, de modo a desenvolver produtos e serviços mais personalizados e fomentar uma condução mais segura.

O serviço é disponibilizado por meio de sua plataforma usada por um aplicativo gratuito da Amodo, que usa a base de dados da HERE. No caso da Porsche, o aplicativo “smartdriver” permite ao motorista avaliar em tempo real, por meio de dados telemáticos, sua conduta ao volante. Na avaliação são considerados inúmeros fatores, entre eles velocidade, frenagem, aceleração, tipo de via, horário do dia e condições climáticas.

Segundo o chefe de marketing da Amodo, Mirko Markov, a montadora está interessada em saber como seus carros estão sendo usados no pós-venda pelos clientes, fornecendo assim uma melhor oferta de serviços e pacotes de manutenção. A plataforma também ajuda os motoristas a mudarem seu comportamento ao volante, de modo a dirigir de maneira mais segura e com menor risco de acidentes.

“Notamos uma redução permanente na condução perigosa em relação aos clientes que usam o sistema por mais de um ano. Houve uma queda significativa nas reclamações – em alguns casos, maior do que 60%. O pré-requisito para isso é que o usuário seja ativo no sistema e aberto a mudar sua conduta ao volante. Se acharmos o que funciona e o que chega ao cliente, sabemos que é possível reduzir ao mínimo a conduta de risco”.

Em relação às seguradoras, a plataforma atua no mesmo sentido de ajudar as companhias a entender o contexto por trás das decisões dos motoristas.

“Nosso objetivo é criar uma plataforma em que as seguradoras entendam melhor a exposição ao risco dos seus clientes, os quais podem usá-la também como canal de comunicação para interagir com a empresa. Assim, elas podem adaptar seus produtos e respectivos preços de acordo com as especificações de cada cliente” comenta Markov.

“Buscamos incentivar as pessoas a usarem o aplicativo e compartilhar seus dados de navegação. Estes são direcionados à nossa plataforma equipada com uma base de dados da HERE Technologies, que concentra dados da via como limites de velocidade e histórico de acidentes em pontos específicos de tráfego intenso. Esse sistema integrado elabora uma pontuação que representa o nível de segurança do cliente”, diz Marlov.

A HERE foi escolhida pela Amodo por três razões, diz o gerente de marketing: excelência em pesquisa global, qualidade da base de dados e o seu algoritmo de correspondência de estrada.

“Apesar de sermos uma empresa de pequeno porte baseada na Croácia, todos os nossos clientes e negócios estão no exterior: Cingapura, Hong Kong, Brasil, África do Sul, Áustria e Alemanha. Trabalhar com uma companhia global como a HERE significa uma integração maior dos nossos sistemas e dispositivos. “A HERE fornece parâmetros que ainda nem usamos, mas usaremos quando estivermos prontos. Nós sabemos que muitas de nossas demandas podem ser resolvidas pela plataforma da HERE”.

Tags, , , , , ,

Indústria automotiva deve aumentar investimento em segurança cibernética, indica levantamento

A Irdeto, líder mundial em segurança de plataformas digitais, e a analista global Frost & Sullivan apresentaram recentemente levantamento que indica que fabricantes de veículos e seus principais fornecedores aumentarão seus investimentos em segurança cibernética, nos próximos três anos, com o objetivo de diminuir ataques de hackers aos chamados “veículos inteligentes”.

Pesquisas recentes da Frost & Sullivan mostraram que a crescente implantação de recursos digitais nos veículos atuais levará a indústria automotiva a investir US$ 82,01 bilhões até 2020 em tecnologias avançadas.

Um dos novos desafios do mercado automotivo é o aumento da conectividade no veículo (recursos digitais para entretenimento, telefonia celular, reconhecimento de voz, navegação). Embora essencial para satisfazer o consumidor, esta conectividade também traz vulnerabilidades ao veículo, que podem ser exploradas por invasores cibernéticos. Os hackers podem acessar e controlar remotamente componentes do veículo, como travas, operações de inicialização e parada do motor, ou coletar dados do usuário pelo sistema a bordo.

“Já foram reportados diversos ataques cibernéticos contra empresas automotivas nos últimos anos e estes ataques representam só uma pequena parte dos verdadeiros riscos”, disse Niranjan Manohar, Gerente de Programa de Conectividade e Internet das Coisas (IoT) no Setor Automotivo da Frost & Sullivan.

“A indústria automotiva demanda uma solução ampla, cobrindo hardware, software, rede e segurança na nuvem. A experiência em segurança da Irdeto traduz perfeitamente as ameaças na indústria automotiva. Hackers e criminosos cibernéticos empregam novas estratégias para explorar vulnerabilidades nos carros de hoje”, afirmou Daniel Thunberg, principal executivo global em setor automotivo da Irdeto. “Com a expectativa de crescimento dos investimentos em digitalização e conectividade, toda a cadeia do setor automotivo precisa considerar a segurança cibernética desde o planejamento do novo carro, para manter os motoristas rodando seguros”.

O levantamento mostra ainda que os gastos da indústria automotiva com segurança cibernética dos carros devem aumentar a uma taxa anual de crescimento de 24,4% entre 2015 e 2025.

Solução Anti-Hacker para o Setor Automotivo – A solução Cloakware para Setor Automotivo da Irdeto baseia-se em tecnologia avançada para alavancar o crescimento do mercado futuro e superar os desafios da indústria. As soluções da Irdeto para o setor automotivo incluem forte proteção anti-hacking com segurança renovável, tornando virtualmente impossível a engenharia reversa do software do veículo. A solução Cloakware está disponível em todos os principais sistemas operacionais do setor automotivo e proporciona à indústria um ambiente seguro e inviolável para o software, garantindo que os veículos funcionem como pretendido. Para mais informação, acesse https://irdeto.com/automotive/automotive-se curity.html.

Para download do documento completo Frost & Sullivan e Irdeto, acesse: http://bit.ly/2qNAJKI

Tags, , ,

Volvo Cars firma parceria com Google para desenvolver plataforma de aplicativos

????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
A Volvo Cars acaba de anunciar uma estreita parceria com o Google, uma das maiores empresas de tecnologia do mundo, para desenvolver a próxima geração de sua premiada interface de infotainment e conectividade baseada no sistema operacional Android, que oferecerá acesso a uma variedade de aplicativos e serviços e deverá estar disponível nos novos modelos Volvo dentro de dois anos.

A parceria promete revolucionar o modo como os clientes da fabricante sueca interagem com os veículos. O grande catálogo de aplicativos populares do Android – desenvolvidos por Google, Volvo ou terceirizados – oferecerá serviços conectados dentro e também ao redor do carro.

“Este é um importante passo estratégico com o Google, que dispõe de plataforma e serviços que vão melhorar a experiência do usuário, permitindo mais possibilidades de personalização. O Android oferecerá maior flexibilidade do ponto de vista do desenvolvimento”, afirma o vice-presidente de Pesquisa e Desenvolvimento, Henrik Green.

A parceria entre as empresas reflete a convergência contínua das indústrias automotiva e de tecnologia, à medida em que os carros se tornam cada vez mais conectados. A Volvo acredita que acordos inteligentes desse tipo são o futuro para o setor automobilístico. O Android como o sistema operacional aumentará a velocidade e a flexibilidade no desenvolvimento da plataforma, e oferecerá aos clientes a capacidade de personalizar a experiência de conectividade no veículo.

“Estamos animados com a parceria com a Volvo, pois traremos o Android à próxima geração de carros conectados”, conta o vice-presidente de Engenharia do Android, Patrick Brady. “Essa ação nos dá a oportunidade de oferecer uma experiência ainda melhor aos motoristas Volvo por meio de uma plataforma de infotainment com uma rica variedade de aplicativos e serviços do Google para o Android”.

“Com o advento do Android, vamos abraçar um rico ecossistema, mantendo a nossa icônica interface do usuário Volvo. Ofereceremos centenas de aplicativos populares e a melhor experiência integrada nesse amplo ambiente conectado”, conclui Henrik Green.

A Volvo também está colaborando com o Google em outra iniciativa para adicionar o Google Local Search, um aplicativo de serviço baseado em localização, à linha de produtos atuais. A iniciativa será disponibilizada por meio da atualização dos equipamentos com Sensus Navigation.

Mais detalhes da parceria e do sistema operacional Android serão anunciados em 17 de maio, na apresentação anual de tecnologia do Google, o Google I/O.

Tags, , ,

Tecnologia OnStar da Chevrolet tem mais de 130 mil usuários ativos

O OnStar, a tecnologia de conectividade exclusiva da Chevrolet, já supera mais de 130 mil usuários conectados. O OnStar oferece a conectividade total entre o usuário e o seu veículo através de diversas funcionalidades, tais como o diagnóstico avançado dos principais sistemas do veículo, navegação, monitoramento remoto, e um serviço 24/7 de concierge para suporte em buscas de informações úteis, situações de emergência, e localização do veículo.

Com mais de 7 milhões de usuários conectados no mundo, o OnStar está há 20 anos nos EUA e é líder global em conectividade veicular.

No Brasil, o OnStar foi lançado em Setembro de 2015 para os clientes do Chevrolet Cruze. Em seguida, foi incluído em toda a linha Chevrolet 2017. Com isso, a Chevrolet é a primeira montadora a ter tecnologia de ponta embarcada em toda a sua linha.

“Chegamos a esse número de usuários conectados pela combinação única de funcionalidades e serviços que nossos clientes desejavam. Os três planos do OnStar foram desenvolvidos a partir dessas necessidades. Desde o plano Safe, que oferece app/portal, diagnóstico e recuperação veicular, até o plano Exclusive, que inclui todos os serviços OnStar, com pilares de emergência, segurança, diagnóstico, conectividade, concierge e navegação”, disse Péricles Mosca, diretor do OnStar para América do Sul.

Manutenção no Diagnóstico Avançado OnStar

Os clientes agora podem contar com o OnStar no momento que o seu veículo entra em manutenção. Além do Diagnóstico Avançado, disponível para todos os planos, o botão de Manutenção, quando acionado pelo cliente, impede que ele receba notificações enquanto o serviço ocorre em uma das Concessionárias Chevrolet. Outras informações essenciais referentes ao veículo, como pressão instantânea de pneus e quilometragem total percorrida, podem ser consultadas pelos usuários além das informações dos seguintes sistemas:

– Motor e transmissão
– Airbag
– Controles de tração
– Freios ABS
– Emissões
– OnStar

Com esses dados, o Diagnóstico Avançado OnStar realiza um check-up do veículo com um simples toque de botão. Quando o sistema aponta qualquer anomalia, ele automaticamente envia para o usuário um alerta e a partir desse momento o cliente pode agendar uma visita na rede Chevrolet através do app, portal ou Concierge. Com isso, os clientes têm mais segurança e comodidade, além de minimizar riscos de pane mecânica ou elétrica e outros danos.

Melhorias no aplicativo

Outra novidade é que o cliente que possuir smartphone com sistema operacional iOS e Android terá, a partir desta versão, o download de mapas realizado automaticamente e de forma comprimida. Desta forma conseguirá baixar todas as funções mais rapidamente e ocupando menos espaço na memória interna do celular. Através do aplicativo será possível ainda fazer a renovação da assinatura do OnStar.

“Queremos proporcionar aos nossos clientes a melhor experiência de conectividade e por isso aprimoramos continuamente o sistema OnStar. O sucesso do OnStar no Mercosul é resultado direto deste trabalho”, comentou André Nishimura, gerente de operações OnStar do Mercosul.

Tags, , ,

Volvo Cars expande foco em serviços conectados e revela interface atualizada no novo XC60

lcstrip_81630_0_web

A Volvo Cars promoveu uma atualização importante em seu programa global de serviços conectados e na premiada interface Sensus. Lançado em 2015, o serviço inovador de entregas embutido no aplicativo do Volvo On Call para smartphone está pronto para expandir para mais cinco países durante 2017.

“Isso é apenas o começo. Nos próximos meses, os clientes da Volvo terão à disposição uma gama de serviços mais amplos, relevantes e convenientes que o farão economizar tempo”, afirma o vice-presidente sênior de Experiência do Consumidor da Volvo, Björn Annwall.

Em resposta à grande demanda por serviços conectados, a Volvo Cars promoveu uma reforma total no aplicativo Volvo On Call, expandindo sua plataforma e tornando-o ainda mais acessível para conectá-lo ao carro. Até o final de 2017, o sistema estará disponível para cerca de 50 países, cobrindo mais de 90% das vendas globais da fabricante sueca.

A abordagem da marca por meio do Volvo On Call está firmemente baseada no compromisso da empresa de facilitar a vida de seus usuários. Os proprietários de modelos Volvo agora poderão enviar informações de navegação para destinos baseados em suas agendas diretamente para seus automóveis, encontrar postos de gasolina próximos e até receber ajuda para encontrar o carro em grandes áreas de estacionamento ou ruas desconhecidas.

“O papel do Volvo On Call mudou de um aplicativo de acesso ao carro para uma plataforma que oferece cada vez mais serviços conectados ao cliente. Estamos na vanguarda desta mudança na tecnologia do automóvel”, diz Björn Annwall.

A fabricante sueca realizou ainda um refinamento gráfico na interface Sensus para os usuários tanto do novo XC60 quanto na sua Série 90 de automóveis, melhorando sua utilidade ao apresenta um design renovado, limpo e atraente. O desenho da interface Sensus – que transformou a central de infoentretenimento numa das mais premiadas do mundo – será também instalado nos veículos já existentes da Série 90 nas próximas paradas para manutenção e revisão na rede de concessionárias.

“À medida que aprendemos mais sobre a interação de nossos clientes com o sistema, refinamos a lógica e o design para facilitar o uso e aprimorar seu visual. A interface atualizada foca na experiência de navegação dentro do carro, uma de suas principais aplicações”, conta o vice-presidente de Software & Eletrônica da Volvo, Ödgärd Andersson.

As atualizações do novo Volvo On Call serão válidas para todos os modelos novos da marca e para os carros equipados com o dispositivo a partir de 2012.

O Volvo On Call foi um dos primeiros serviços telemáticos para automóveis, lançado em 2001. Foi desenvolvido, inicialmente, como sistema de segurança para serviços de emergência quando o usuário necessitava de assistência na estrada. O sistema permite que os veículos roubados sejam rastreados e, ao longo do tempo, a marca acrescentou uma ampla gama de funções ao serviço de assinatura, que possibilita ao cliente ficar em contato com seu automóvel em qualquer lugar. Nos últimos anos, o programa cresceu para ser uma plataforma de conectividade e conveniência.

Tags, , , , ,

BMW Group investe em automação e em robôs leves

Exoesqueletos atuam como uma estrutura de suporte para o corpo, facilitando o trabalho

Exoesqueletos atuam como uma estrutura de suporte para o corpo, facilitando o trabalho

Enquanto no passado homem e máquina trabalhavam em áreas separadas dentro das indústrias e linhas de produção, inclusive protegidas por barreiras físicas, esse cenário mudou nos últimos anos e, hoje, robôs leves, exoesqueletos e ferramentas digitais auxiliam as pessoas diretamente em suas atividades, tornando o sistema de produção mais ágil e mais adaptável. O BMW Group acredita e investe continuamente na modernização de suas fábricas, reduzindo a quantidade de tarefas extenuantes e ergonomicamente desfavoráveis.

“A digitalização permite ao BMW Group ter mais opções para gerenciar os sistemas de produção. As pessoas estão agora mais livres para dedicar-se a questões de alta complexidade dentro da produção automotiva”, afirma Christian Dunckern, head de Sistemas de Produção, Planejamento, Ferramental e Engenharia de fábricas do BMW Group.

A utilização de robôs e ferramentas inovadoras permite que os colaboradores se dediquem a tarefas criativas, trabalhos de precisão e gerenciamento da qualidade. Por outro lado, os sistemas de suporte auxiliam as pessoas em tarefas repetitivas e extenuantes. Na linha de produção, os robôs leves não têm ponto fixo: são móveis e podem ser aplicados em mais de uma etapa.

BMW no caminho da inovação: cooperação entre homem e máquina

O primeiro robô leve a integrar a linha de produção do BMW Group chegou em 2013, na fábrica de Spartanburg, nos Estados Unidos e foi apelidado pela equipe local de “Miss Charlotte”. Sua função básica era montar o isolamento acústico das portas. Miss Charlotte continua em operação e, hoje, outros 40 robôs leves atuam nas plantas do grupo; até o meio do ano, a previsão é de que esse número suba para 60.

A fábrica do BMW Group em Dingolfing, na Alemanha, conta com um robô preso ao teto cuja função é erguer as engrenagens, que pesam cerca de 5,5 quilos, e encaixá-las perfeitamente sem causar danos às rodas dentadas. Este tipo de trabalho torna-se altamente seguro à medida que sensores especiais monitoram todo o processo e pausam o trabalho imediatamente se um obstáculo for detectado.

A aplicação do adesivo no para-brisa dos carros é uma tarefa particularmente desafiadora, que envolve a cooperação entre homem e máquina. Os adesivos são muito viscosos e devem ser aplicados de maneira uniforme, sem desníveis. Na planta de Leipzig, um robô leve executa o serviço juntamente com os colaboradores, melhorando o índice de acerto.

Os robôs leves também garantem a segurança dos humanos, já que podem ser aplicados em áreas onde há grandes sistemas robóticos, protegidos por cercas. Sua flexibilidade e o pouco espaço ocupado permitem que as pessoas acessem esses locais com a ajuda dessas novas máquinas, minimizando riscos.

Assistentes digitais que otimizam o trabalho

Se antes os telefones celulares eram utilizados unicamente para fazer ligações, hoje em dia eles acumulam uma série de funções; diversas tecnologias inovadoras derivam da mobilidade oferecida por esses sistemas, especialmente no ambiente de produção.

No caso do BMW Group, luvas especiais que contam com leitor de código de barras diminuem o tempo de trabalho, escaneando os objetos com praticidade e rapidez, com apenas um toque do polegar no botão acoplado no indicador. 230 dessas luvas tecnológicas estarão em uso até o final deste ano, nas fábricas do BMW Group.

Outro exemplo é o uso de realidade aumentada por meio de aparelhos como tablets, que proporcionam a visualização hipotética de um componente sobreposto a outro, conforme especificações virtuais. Isso permite comparar e fazer avaliações prévias, fazer simulações e resolver potenciais problemas. A realidade aumentada é aplicada nas fases de validação de conceitos, inspeção das primeiras amostras, avaliação de ferramentas e na manutenção dos sistemas em uso.

Exoesqueletos que podem ser “vestidos” diretamente sobre o corpo atuam como um reforço, uma estrutura de suporte para o corpo. Os exoesqueletos para o tronco fortalecem os movimentos dos braços de trabalhadores que precisam fazer tarefas tediosas, oferecendo força extra. 24 deles já estão sendo aplicados nas fábricas do BMW Group em Spartanburg; outros 44 serão adicionados ao longo de 2017.

Já os exoesqueletos para a parte inferior do corpo servem para melhorar a postura e oferecer alívio em atividades que requerem posições que podem afetar a saúde das pessoas. Como se estivessem sentados em uma cadeira, os colaboradores trocam prolongados períodos em pé por posições mais confortáveis. O exoesqueleto para os membros inferiores funciona como talas acopladas ao tronco e travadas em posições específicas. Atualmente, 11 deles já estão em operação nas fábricas do grupo.

“Em tempos de digitalização, precisamos estar atentos à aplicabilidade dessas novas tecnologias ao modelo de negócio da companhia. Não há ninguém mais qualificado do que os próprios colaboradores que atuam diariamente em nosso sistema de produção para avaliar a efetividade dessa nova proposta. No BMW Group, a tecnologia está a serviço das pessoas, expandindo sua criatividade e eficiência”, finaliza Christian Dunckern.

Tags, , , ,

Especialistas da UL alertam sobre o risco de hacking automotivo

Imagine dirigir pela estrada e, sem aviso prévio, o seu carro “ganha vontade própria” e começa a selecionar as estações de rádio ou ajustar o sistema de refrigeração. Ou ainda pior, o veículo aciona os freios bruscamente sem o seu comando. Embora possa soar impossível, especialistas da Underwriters Laboratories (UL), organização global de ciência da tecnologia, afirmam que a ameaça de ataques cibernéticos em automóveis é real.

De olho na indústria, principalmente a automotiva que promove uma corrida tecnológica para lançar o primeiro veículo totalmente autônomo, a UL lançou o Programa de Garantia de Segurança Cibernética (CAP) que ajuda os fabricantes, compradores e usuários finais, públicos e privados, a mitigar os potenciais riscos de segurança de dispositivos interligados por meio de avaliações metódicas de risco e avaliações.

Atualmente, alguns países permitem testes em veículos semiautônomos, ou seja, os carros já estacionam sozinhos e até guiam sozinhos, mas sempre é necessária a presença de um humano. Em meio a essa disputa, os especialistas da UL alertam que além da discussão em torno de falhas da operação, a utilização de tecnologias de consumo inteligentes para melhorar a experiência do motorista, incluindo conveniências como a ignição remota a partir de um smartphone, hotspots Wi-Fi no veículo e aplicativos de comida e entretenimento do painel podem servir como porta de entrada para que os cyber criminosos acessem os sistemas dos carros.

“Todas as conveniências eletrônicas são, potencialmente, vulnerabilidades eletrônicas”, disse Jack Dunham, membro da equipe de Segurança Cibernética da UL. “Em uma era pré-conectada, o pior cenário era a perda de informações pessoais ou número de cartão de crédito, mas o hacking automotivo tomou outras proporções, podendo causar a morte”, afirmou.

As crescentes preocupações sobre o potencial de hacking automotivo levaram a Administração Nacional de Segurança Rodoviária dos EUA (NHTSA) a lançar diretrizes destinadas a proteger veículos contra potenciais cyber ataques. O objetivo das diretrizes é garantir que a segurança cibernética seja um fator chave entre os designers e fabricantes de automóveis em um mundo onde a eletrônica conectada controlará cada vez mais os carros.

Entre outras recomendações, a NHTSA destaca que:

– Os freios, aceleração e direção – componentes rotulados como “sistemas críticos de controle para a segurança” – devem ser uma área prioritária de foco para as montadoras

– As “entradas” nos sistemas eletrônicos básicos de um carro, que os desenvolvedores de software usam para corrigir bugs, devem ser trancadas ou seladas quando os carros velocidade compatível às estradas

– Chaves de criptografia e senhas que dão acesso ao computador de um carro não deve fornecer acesso a vários veículos

Ao trabalhar com os principais interessados, a UL auxilia o avanço da segurança cibernética antes de se torne um problema. “Uma abordagem proativa em relação à segurança, ao invés de reagir às ameaças à medida que surgem, é fundamental para proteger as pessoas e permitir que as montadoras continuem a inovar com tecnologias dentro do veículo”, concluiu Dunham.

Tags, , , , , ,

Com o aplicativo Free2Move, o Grupo PSA lança sua plataforma de serviços de mobilidade

[embedyt] http://www.youtube.com/watch?v=rBZuRxQG614[/embedyt]

O aplicativo Free2Move foi pensado para facilitar a experiência de mobilidade dos usuários. Ele possibilita um acesso centralizado aos serviços de diversos operadores de compartilhamento de veículos através de um único aplicativo e reúne assim vários tipos de soluções de transporte. O usuário pode, desse modo, visualizar em uma única tela todos os veículos disponíveis nas proximidades, para se locomover de carro, de scooter ou de bicicleta. Ele pode comparar os preços, a localização e as características dos meios de transporte disponíveis para compartilhamento (marca, número de lugares, tipo de energia), para uma utilização imediata ou para fazer uma reserva.

O aplicativo para smartphone é acessível em diversas cidades da Alemanha, Itália, Áustria, Suécia e Reino Unido. Em breve, estará disponível na França, Espanha e Países Baixos.

Ele é gratuito e pode ser baixado na App Store, Play Store e Windows Phone.

Este lançamento concretiza a ambição do Grupo de ser um dos principais players em serviços de mobilidade em escala mundial, apoiado em sua marca Free2Move. Segundo análises feitas pela Frost & Sullivan1, o número de usuários de serviços de compartilhamento de veículos no mundo deve se multiplicar por 4,5 em 10 anos, passando de 8 a 36 milhões de pessoas entre 2015 e 2025.

Para marcar este momento, Grégoire Olivier, Diretor dos Serviços de Mobilidade do Grupo PSA, declarou: “O aplicativo Free2Move simplifica a experiência de mobilidade de nossos clientes ao oferecer uma escolha de soluções por meio de uma plataforma intuitiva. Isto é possível graças, essencialmente, a todos os nossos parceiros que promovem novas mobilidades. O Free2Move App oferece uma verdadeira liberdade de movimentos em um clique!”.

1 Frost & Sullivan, “Future of Carsharing Market to 2025”, Agosto de 2016.

view (1)

Tags, , , , , ,

Teste drive do Fusion Hybrid em realidade virtual e quiz interativo: as atrações da Ford na Campus Party 2017

Única marca automotiva presente, a Ford aproveitará a 10ª edição da Campus Party Brasil para compartilhar com a comunidade geek seus conhecimentos em conectividade e mobilidade por meio de interações lúdicas. Para falar a língua dos mais de oito mil campuseiros, desenvolveu para o evento o quiz Unlock, que vai testar os conhecimentos em tecnologias automotivas e de conectividade dos participantes. A CPBr, como também é conhecido o maior evento de tecnologia do país, acontece de 31 de janeiro a 5 de fevereiro no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo.

“A Ford tem participado dos principais eventos de tecnologia do mundo e no Brasil não é diferente. Estar na Campus Party faz parte da nossa estratégia de estreitar o relacionamento com a comunidade que está à frente das inovações tecnológicas”, diz Adriane Rocha, gerente de Relações Corporativas da Ford Brasil. “E, se queremos nos aproximar dessa comunidade, precisamos estar na mesma frequênca. Por isso, criamos ações interativas exclusivas para a Campus Party”, complementa Adriane.

Um estande de 150 m2 na Arena da Campus Party concentrará todas as ativações da empresa, que inclui a exposição do Fusion Hybrid e a realização de workshops. “Quando o assunto é carro, nada melhor do que testar na prática. Como não é possível dirigir dentro do Pavilhão de Exposição, criamos um test drive do Fusion Hybrid em realidade virtual, no qual será possível experimentar todas as tecnologias embarcadas no primeiro carro híbrido do Brasil”, conta Adriane.

Já o Unlock será uma oportunidade para os campuseiros conhecerem melhor e testarem seus conhecimentos não só nas tecnologias da Ford, mas também sobre conectividade, aplicativos e sobre a participação da empresa no evento por meio de um app de perguntas e respostas. Todos os participantes que atingirem pelo menos 1.000 pontos no quiz, ao acertar as alternativas de múltipla escolha, levarão para casa brindes da marca. Várias sessões do Unlock serão realizadas durante o evento.

Realidade virtual

A bordo do Fusion Hybrid, com óculos de realidade virtual, os participantes da Campus Party poderão conhecer a tecnologia de propulsão “verde” e os recursos semiautônomos e de conectividade do sedã de luxo. Equipado com motores elétrico e à gasolina, o carro é um dos mais econômicos do País e um ícone de sustentabilidade.

Suas tecnologias inteligentes incluem piloto automático adaptativo com “stop and go”, alerta de colisão com assistente autônomo de frenagem, assistente autônomo de detecção de pedestres e estacionamento automático de segunda geração para vagas paralelas e perpendiculares. Com o sistema chamado EV+ o carro reconhece os destinos mais frequentes por meio do GPS e prioriza o uso do motor elétrico para economizar combustível. Outro recurso interativo é uma tela no painel que mostra por meio de desenhos de folhas quando o motorista está dirigindo de modo mais sustentável.

Também é o único do segmento equipado com sistemas de alerta de ponto cego e permanência em faixa, sensor de fadiga (que avisa para o motorista quando está na hora de parar para tomar aquele cafezinho), sensores de monitoramento 360 graus e cintos traseiros infláveis.

A conectividade é outro ponto forte do Fusion Hybrid, com o sistema de nova geração da Ford, o SYNC 3, capaz de operar também com os sistemas Apple CarPlay e Android Auto. Além de tela capacitiva de 8 polegadas, dispõe de comandos de voz para as funções de telefone, navegação, música, climatização, mensagens de voz e aplicativos de smartphones, através do sistema AppLink.

Já existem vários apps compatíveis com o equipamento e outros estão sendo desenvolvidos, abrindo várias possibilidades de entretenimento e serviços que podem ser acessados pelo motorista de forma conveniente e segura.

Tags, , , , ,