Category streaming de vídeo

ELSYS fecha parceria com francesa Wyplay

A Elsys, empresa brasileira de tecnologia, assina parceria com a Wyplay, empresa francesa especialista em soluções TV e vídeo em plataformas AndroidTV, RDK, Linux STB, Legacy e OTT, para aplicação da tecnologia Frog no TOTOLMAX. Essa mudança na estrutura do dispositivo conecta o receptor de TV que tem acesso à internet às câmeras de segurança ELSYS, com transmissão de imagens pelo televisor.

A Wyplay foi selecionada por ser é um dos principais players do mercado mundial e que oferece maior controle de software para os produtos. A Wyplay vem trabalhando com a ELSYS desde 2017 no desenvolvimento e integração de novas possibilidade que tragam novas experiências aos usuários.

Segundo o CEO da Wyplay, Jacques Bourgninaud, esta parceria dá ao operador a possibilidade de implantar uma solução baseada no Frog Turnkey em menos de 10 meses. “Ficamos impressionados com a capacidade da ELSYS de fornecer recursos de valor agregado. Com este aprimoramento do suporte à câmera de segurança, a ELSYS mostra sua força tecnológica no Brasil”, explica.

Já Damian Zisman, CEO da ELSYS, destaca a força desta parceria. “Expandimos os aplicativos disponíveis no TOTALMAX para proporcionar uma melhor experiência aos nossos clientes. O Frog da Wyplay é a melhor tecnologia na atualidade e estamos muito satisfeitos com esses resultados”.

Dispositivos de streaming

A integração entre os dispositivos de TV e câmeras de segurança da ELSYS já pode ser encontrada no SMARTY e no Streaming Box. Por meio do aplicativo ELSYS Home, o usuário visualiza as imagens pela TV, fazendo o controle e monitoramento do local. O modelo integra o conceito de casa conectada, onde é possível fazer a gestão dos dispositivos de maneira fácil, simples e inteligente.

Como as plataformas digitais estão ganhando mercado e deixando as TVs para trás? – Por Gustavo Caetano

Nos últimos artigos que escrevi, mostrei que o segmento de vídeos online vem crescendo consideravelmente nos últimos anos. Boa parte disso se dá devido a mudança nos hábitos de consumo das pessoas, que têm buscado muito mais conteúdo em vídeo na internet do que nos canais de TV, por exemplo. Essa mudança de comportamento mostra que os usuários estão ávidos por assistir somente aquilo que interessa, e não milhares de programas aleatórios que passam todos os dias.

Algumas emissoras de TV já entenderam a força do movimento digital e começaram a migrar seus conteúdos para plataformas online. Mas ainda há uma boa parte resistente em se atualizar e oferecer a melhor experiência para seus consumidores. Segundo uma pesquisa realizada pela consultora Frost & Sullivan, a TV paga apresentou uma queda de 100,9 milhões de domicílios para 97,1 milhões, enquanto a entrega de conteúdo audiovisual pela internet (OTT) cresceu de 28 milhões para 50,3 milhões.

Os dados mostram que a tendência para os próximos anos é no ambiente digital, e aqueles que não “pivotarem” suas estratégias atuais e investirem nesse canal, ficarão para trás e, consequentemente, perderão mercado para seus concorrentes. Paralelo a isso, um movimento que também vem crescendo é o investimento em vídeo business. Os profissionais que souberem investir nesse segmento, criar conteúdos de qualidade e com criatividade, têm grandes possibilidades de dar um upgrade no seu negócio.

Um exemplo claro, e bem-sucedido, de empresa que investiu em conteúdo via streaming é a Netflix. Em pouco mais de cinco anos de operação no Brasil, a plataforma já possui mais de seis milhões de assinantes e já ultrapassou algumas operadoras de TV a cabo. De acordo com um relatório da consultora canadense Sandvine, as produções originais do Netflix, como a série House of Cards, por exemplo, corresponde a mais de 30% do tráfego da internet nos países da América do Norte. Isso mostra a crescente busca por conteúdos de qualidade, que podem ser assistidos a qualquer hora e lugar.

É preciso conhecer as tendências, entender o momento atual para, então, adaptar-se à realidade do mercado, o que é fundamental para qualquer negócio que pretende ser inovador. Eventos relacionados ao mercado de vídeos, por exemplo, costumam trazer pontos interessantes do segmento e debates ricos em conhecimento de executivos que estão dispostos a compartilhar sua experiência e bagagem com o público. Fomentar encontros entre quem tem interesse em investir no mercado de vídeos com quem já colheu bons resultados com essa tecnologia, é surpreendente.

É fato que o conteúdo em vídeo se tornou muito mais atrativo e dinâmico, além de prender a atenção de muitos usuários e impactar uma diversidade de pessoas. Por isso, acredito que a hora de apostar em novas plataformas e investir no segmento digital é agora. O mercado proporciona um leque de possibilidades capazes de fazer com que sua empresa tenha visibilidade em diferentes canais, e em paralelo, lucrar com a venda de conteúdo. Pense nisso, e procure traçar a melhor estratégia para que sua marca/empresa esteja em evidência.

Gustavo Caetano é CEO da Samba Tech, que ajuda centenas de empresas a se comunicar melhor com sua audiência por meio de vídeos online.

Tags, ,

Vídeo Over-the-Top superará TV dentro de cinco anos

Dentro dos próximos cinco anos, as horas de visualização de transmissão linear ao vivo de vídeo over-the-top (OTT) superarão aquelas de transmissão tradicional de TV, de acordo com cerca de 70 por cento dos participantes do Estudo de Serviços de Vídeo OTT de 2017 da Level 3 Communications, Inc. (NYSE: LVLT), Streaming Media and Unisphere Research (Pesquisa sobre Mídias de Transmissão e Unisphere). A terceira pesquisa anual sobre as tendências do OTT foi baseada nas respostas de quase 500 profissionais da indústria da mídia.

A indústria OTT está em grande expansão. Mais de um quarto dos participantes esperam que o crescimento da receita anual com OTT de 2016 para 2017 seja de até 25 por cento e cerca de metade dos participantes antecipam crescimento de algo em torno de 30 a 50 por cento.

Durante os próximos três anos, os serviços relacionados com OTT representarão mais de um quarto do total de seus negócios, de acordo com quase dois terços dos participantes.

Representando uma mudança em relação aos anos anteriores, o estudo de 2017 descobriu que os desafios da limitação de largura de banda estão dando lugar para preocupações com a qualidade dos serviços e com a qualidade da experiência.

Quase 70 por cento dos participantes oferecem serviços OTT globalmente ou em mais de uma região geográfica e, portanto, cerca da metade dos participantes empregam múltiplas Redes de Distribuição de Conteúdo (CDNs), comparado com 40 por cento em 2016.

Enquanto vídeos de Realidade Virtual receberam notável atenção no Estudo OTT 2016, os participantes desse ano se concentraram tanto em Velocidades Mais Altas de Fotogramas (HFR) e Altas Faixas Dinâmicas (HDR), com quase metade dos participantes oferecendo ou com planos para oferecer ambas as opções. Um adicional de 20 por cento está se concentrando somente no fornecimento de HFR, tal como a 1080p60, que é frequentemente utilizada para suavizar conteúdo esportivo.

O nível de maturidade do fornecedor OTT afeta o tipo de conteúdo de vídeo que está sendo oferecido e planejado. Fornecedores menos experientes estão mais interessados no conteúdo de eventos ao vivo e vídeo sob demanda (VOD), enquanto os fornecedores mais experientes com ofertas atuais de serviços OTT demonstram mais afinidade com OTT linear ao vivo, tanto na atualidade quanto como uma oferta planejada para dentro dos próximos dois anos.

Para Tim Siglin, Editor Contribuinte da Streaming Media Magazine e Autor do Relatório Principal “o estudo de Serviços de Vídeo OTT desse ano revela um claro crescimento no mercado OTT, com as respostas da pesquisa projetando, de forma esmagadora, que a visualização de vídeo OTT irá exceder a visualização da transmissão tradicional de TV até 2020. O amadurecimento do fornecimento de vídeo OTT reflete mudanças chave na indústria, incluindo menos restrições de largura de banda e o importante papel que a distribuição OTT de evento ao vivo e linear ao vivo terá na medida em que fazemos a transição de serviços apenas de vídeo sob demanda (VOD) para aqueles que imitam mais de perto o forn ecimento de transmissão tradicional”.

Anthony Christie, Chief Marketing Officer, Level 3 diz que “os telespectadores continuarão a demonstrar que querem a flexibilidade para consumirem conteúdo em telas múltiplas. Para acompanhar essa mudança, os fornecedores de conteúdo precisam de mais do que soluções de Redes de Distribuição de Conteúdo (CDNs) dedicadas. Eles precisam de soluções de rede de alto desempenho que possam ser escalonadas na medida em que sua base de clientes aumente em tamanho e geografia para fornecer uma experiência uniforme e confiável – quando e onde quiserem e em qualquer dispositivo que escolherem”.

Tags, , , , ,

Aspectos legais da cobrança do ISS sobre serviços de streaming

No último dia 30 de dezembro, houve a sanção parcial e publicação da LC 157/2016 aprovada pelo Congresso Nacional e que amplia a lista de serviços passíveis de tributação pelo Imposto Sobre Serviços (ISS), de competência dos municípios e do Distrito Federal. Uma das novas possibilidades de tributação diz respeito aos “serviços” de streaming de filmes e música. Ocorre que, na avaliação do advogado Evandro Grili, sócio do escritório Brasil Salomão e Matthes Advocacia, essa cobrança pode ser inconstitucional, pois que as atividades realizadas pelas empresas de streaming não poderiam ser consideradas serviços.

A principal novidade nesta lei foi a inclusão do item 1.09 na Lista, que define um novo fato gerador do imposto municipal, qual seja: “Disponibilização, sem cessão definitiva, de conteúdos de áudio, vídeo, imagem e texto por meio da internet, respeitada a imunidade de livros, jornais e periódicos (exceto a distribuição de conteúdos pelas prestadoras de Serviço de Acesso Condicionado, de que trata a Lei no 12.485, de 12 de setembro de 2011, sujeita ao ICMS)”, o que dessa forma, impacta diretamente os serviços de streaming, como Spotify e Netflix.

A discussão que surge a partir dessa decisão é sobre a legitimidade da lei, uma vez que a disponibilização de mídia por streaming não se caracteriza como serviço, mas sim como cessão de uso.

Como se definem os serviços?

Os serviços, normalmente, são caracterizados pela prestação de obrigações de fazer. O indivíduo interessado em determinado tipo de prestação contrata os serviços de um determinado prestador, profissional ou empresa que, em regra, produz algo personalizado para o contratante, para atender suas necessidades particulares.

“Quando contratarmos a Netflix, por exemplo, estamos em busca de acesso aos filmes e séries que ela nos disponibiliza, mediante a mensalidade que nos cobra. A empresa adquire os direitos junto aos produtores destes filmes e séries, com a permissão de distribuí-los aos seus clientes para uso doméstico. Em síntese, quando contratamos esse acesso estamos adquirindo, por cessão não definitiva, direitos de acesso e uso doméstico dos filmes, vídeos, etc. É uma típica obrigação de disponibilizar esses conteúdos, uma obrigação de dar, nunca uma obrigação de fazer em caráter pessoal”, explica Evandro Grili.

Qual o objetivo do governo ao publicar a LC 157/2016?

O principal objetivo do governo com a lei é aumentar a arrecadação mirando em novos negócios que tem movimentado a economia. O texto afirma, ainda, que o ISS não poderá ser objeto de concessão de isenções ou benefícios de qualquer tipo para as empresas e considera ato de improbidade qualquer ação dos municípios nesse sentido.

Quando a lei passa a valer?

O princípio da anterioridade nonagesimal define que um novo tributo entra em vigor 90 dias depois da lei publicada. Contudo, como a LC 157/2016 não criou obrigação tributária para nenhum contribuinte, cada cidade que tiver interesse em exercer essa competência tributária deverá criar leis municipais instituindo o tributo, fixando alíquota, definindo fato gerador, estabelecendo os prazos e regimes de pagamentos. Após publicadas as leis municipais, o imposto passa a ser cobrado depois de noventa considerando a data de publicada a lei. Além disso, a lei municipal criadora do tributo terá que ser publicada no exercício anterior ao de sua vigência. Na prática, se um município legislar no começo deste ano, só em 2018 poderá começar a cobrar este tributo.

Por que a aplicação da lei é considerada ilegítima e o que acontece daqui para frente?

Com base no conceito de que não se tributam obrigações de dar pelo ISS, o Supremo Tribunal Federal editou, tempos atrás, a Súmula Vinculante nº 31, que vedou a incidência do ISS sobre a locação de bens móveis.

“Se mantivermos as mesmas premissas que levaram o Superior Tribunal Federal a considerar inconstitucional a cobrança de ISS pela locação de bens móveis, nos parece que também não devemos considerar que seja possível e constitucional cobrar ISS sobre as receitas das empresas de streaming de filmes, vídeos e músicas. Neste caso, estamos diante de uma cessão de direito de uso das obras cinematográficas e musicais, o que não se configuraria serviço passível da tributação do imposto municipal”, conclui Evandro Grili.

Tags, , ,

Transmissões de vídeo ao vivo agora podem ser feitas diretamente do Twitter

unnamed-84

Usuários conseguem transmitir conteúdo em tempo real, como já acontece no Persicope, a partir de um simples Tweet

Como resultado do avanço nas integrações com o Periscope, o Twitter anuncia nesta quarta-feira (14) que qualquer usuário, incluindo consumidores, criadores digitais e marcas, poderá fazer transmissões de vídeo ao vivo diretamente de seu perfil no Twitter, a partir de um simples Tweet. O recurso está disponível nas versões atualizadas do aplicativo nos sistemas iOS e Android.

Assim como já acontece no Periscope, os seguidores que estiverem assistindo a um vídeo em tempo real no Twitter terão a oportunidade de interagir com o produtor da transmissão com o envio de comentários e dos já conhecidos corações. Além disso, os Tweets dos vídeos ao vivo podem ser Retweetados, curtidos e compartilhados.

Para iniciar a transmissão, basta ir no botão de criar um Tweet, selecionar a opção “ao vivo” – que abrirá uma tela pré-transmissão para visualização do enquadramento – e, quando estiver tudo pronto, clicar em “entrar ao vivo”. Uma vez iniciada a transmissão, qualquer usuário no Twitter e no Periscope poderá assistir ao vídeo e fazer interações.

Tags

Periscope lança novos recursos que intensificarão a conexão entre usuários e sua audiência

unnamed-30

O Periscope, aplicativo de transmissão de vídeo ao vivo do Twitter, anuncia o lançamento de três novos recursos para que usuários do mundo todo possam conectar-se a suas audiências e comunidades na plataforma. Agora é possível saber quem são os seguidores mais engajados, criar grupos para uma transmissão privada e ampliar a interação nos vídeos ao vivo pela internet.

A partir de um algoritmo que avalia diferentes formas de engajamento e interação entre a audiência de uma transmissão e o perfil que está gerando o conteúdo, será possível saber quem são os chamados “superfans” de uma conta — usuários com maior nível de atividade durante transmissões de um mesmo perfil. Eles serão identificados por meio de ícones e exibidos em uma lista, de até 10 pessoas, no perfil do autor do vídeo. Para poder se tornar um superfan de um perfil, é necessário que o usuário siga o autor da transmissão. A novidade possibilita a criação de conexões mais significativas para a comunidade do Periscope, além de permitir que os superfans sejam reconhecidos.

Além disso, agora é possível transmitir e compartilhar vídeos com um grupo seleto de pessoas, sejam amigos ou públicos específicos. Este recurso ajudará a encontrar, descobrir e promover novas pessoas em comunidades na plataforma, já que qualquer pessoa pode adicionar novos usuários.

O Periscope.tv, site do Periscope, também traz mais formas de engajamento. A experiência da navegação na web agora permite que o usuário possa assistir, comentar e enviar corações em qualquer transmissão ao vivo.

Tags,

Startup lança plataforma que visa melhorar experiência com TV online. Reality de Ronaldinho Gaúcho é atração

O mundo está cada vez mais conectado e as redes sociais têm apostado mais e mais no formato de produção de conteúdo em vídeo e experiências customizadas para seus usuários. Pensando nisso, surgiu o ZoomeTV, startup sediada em Miami, nos Estados Unidos, provedora de canais de TV online e rede social em vídeo, que oferece uma excelente e inovadora oportunidade de negócios para todos os públicos.

O lançamento mundial do aplicativo Zoome, que já está disponível para download no Brasil na App Store, acontecerá no início de novembro na Web Summit Lisboa, maior conferência de tecnologia do mundo, quando 150 mil usuários estarão usufruindo deste novo conceito de comunicação e relacionamento online. Durante o evento, o jogador de futebol brasileiro, Ronaldinho Gaúcho, uma das maiores estrelas de todos os tempos no esporte e que é o primeiro embaixador mundial da plataforma, lança seu programa reality show dentro da Ronaldinho TV com conteúdo exclusivo que promete aproximar o craque dos milhões de fãs que vão acompanhar sua rotina diariamente.

Segundo o irmão e empresário de Ronaldinho, Roberto de Assis Moreira, o aplicativo vem ao encontro do que estamos vivendo há muitos anos. “Ele tem uma vida pública e, agora, vamos divulgar esta experiência com qualidade e em um canal oficial. A ideia é mostrar suas viagens pelo mundo e também muitas outras atividades como convidados, bate-papo, encontros importantes, jogos, atividades esportivas, música, festas e restaurantes pelo mundo”, explicou Assis.

O provedor de canais de TV online e rede social de vídeo foi idealizado pelo empresário catarinense Ricardo Kurtz, que possui mais de 15 anos de experiência nos segmentos de marketing, estratégia e vendas. A ideia para o ZoomeTV surgiu da demanda crescente por vídeo, streaming e experiências customizadas. “As recentes funções incorporadas às redes sociais provam que vídeo já é uma realidade e que a internet é o futuro da TV. O ZoomeTV foi criado com o objetivo de oferecer oportunidades de streaming de vídeo, ao vivo e on demand, para pessoas e também empresas ao redor do mundo. Um dos principais diferenciais da plataforma é o fato de os usuários poderem ser canais de venda de publicidade”, explica o fundador e CEO do ZoomeTV.

Muito mais do que uma rede social onde é possível compartilhar momentos e memórias, a Zoome tem o objetivo de transformar a experiência dos usuários com TV online, oferecendo controle sobre as histórias publicadas e consumidas. A plataforma oferece a possibilidade de montar canais de TV customizáveis que vão oferecer a usuários, empreendedores e negócios de todos os tamanhos uma nova maneira de mostrar seus atributos e maximizar vendas e resultados. “Nós sabemos que as pessoas têm gostos e necessidades únicas, então criamos um serviço de TV online e rede social que se encaixa – e é lucrativa – para todos. De uma padaria local a uma celebridade mundial: seu canal, suas regras”, comenta Kurtz.

Dentro do Zoome, cada usuário poderá ter dois perfis, o PTV (Personal TV), privado para relacionamento com amigos e familiares, e o TV Channel (opcional), como plataforma de interação, promoção e negócios. As formas de rentabilizar com o canal são muitas, como múltiplos formatos de publicidade, pay per view, e-commerce para downloads (músicas, clipes, software, entre outros) e impulsionamento de vídeos e outros canais. Para o mercado publicitário, a startup surge como alternativa para que as marcas possam se associar a um público qualificado, promovendo campanhas mais assertivas e personalizadas.

A expectativa dos criadores da nova plataforma é que ultrapasse os 12 milhões de usuários em um ano. “Nossas expectativas para o mercado brasileiro são altas. O Brasil, como um dos maiores consumidores de redes sociais e vídeo do mundo, é mercado alvo para qualquer startup do segmento e temos que explorar nossas vantagens neste mercado e nos consolidar por aqui também”, afirma Kurtz.

Mais informações no site www.zoome.tv. O aplicativo já está disponível para download na App Store.

Tags, , , ,

Twitter transmite jogos da NFL ao vivo

A partir desta quinta-feira (15), às 21h25, o Twitter inicia a transmissão ao vivo e gratuita de 10 partidas da NFL (Liga Nacional de Futebol Americano) com o jogo entre New York Jets (@nyjets) e Buffalo Bills (@buffalobills). Os internautas poderão assistir aos jogos no Twitter pelo perfil oficial da NFL (@NFL) e por meio do link TNF.Twitter.com no computador. As partidas estarão disponíveis para usuários e não usuários da plataforma. O Moments, ferramenta de curadoria do Twitter, também fará a cobertura dos jogos e incluirá um aviso de quando a transmissão estará ao vivo.

Além disso, será possível acompanhar a NFL e outros conteúdos de streaming ao vivo no Twitter, como os gerados pela @NBA, @Bloomberg e @Cheddar, por meio de um novo aplicativo do Twitter voltado aos aparelhos conectados da Apple TV (disponível globalmente), Microsoft Xbox One (disponível na Austrália, Brasil, Canadá, Estados Unidos, México e Reino Unido) e Amazon Fire TV (acessível apenas nos Estados Unidos e Reino Unido). O aplicativo permitirá que qualquer pessoa com esses dispositivos consiga acessar o conteúdo do Twitter, incluindo vídeos do Vine e Periscope e as transmissões ao vivo, sem precisar de uma conta no Twitter ou serviço de TV por assinatura. Para acessar o conteúdo, basta visitar a respectiva loja de aplicativos de cada plataforma.

“Esses dispositivos trarão a experiência de transmissão de vídeos em tempo real no Twitter para a tela da TV”, diz Anthony Noto, CFO do Twitter. “O Twitter tem sido um ótimo complemento para TV, e agora os fãs poderão desfrutar, direto de suas TVs, de mais vídeos premium a partir de conteúdos gerados ao vivo no Twitter. Estamos animados em proporcionar essa nova experiência, que não requer um acesso pago ou login no Twitter.”

Será possível, ainda, optar por receber notificações no celular sempre que alguma das contas seguidas iniciar uma transmissão ao vivo. Para isso, basta o usuário acessar pelo Twitter a conta que deseja acompanhar, como a da NFL (@NFL) por exemplo, selecionar o botão que tem a forma de um sino e ativar a opção para receber notificações. Depois disso, sempre que uma transmissão ao vivo for iniciada, o seguidor receberá uma notificação.

Emojis

Além de assistir às transmissões de jogos aos vivo e acessar o conteúdo do Moments, os fãs também poderão incluir emojis das 32 equipes da Liga Nacional de Futebol Americano em seus Tweets, usando a hashtag correspondente. As hashtags dos times e seus respectivos emojis podem ser encontrados neste link.

Tags, , ,

80% dos internautas brasileiros fazem downloads de filmes, séries e shows

O CONECTA, por meio da 3ª onda do CONECTAí Express, pesquisa nacional online, identificou que 80% dos internautas brasileiros realizam downloads de filmes, séries e shows. Os aparelhos mais usados para fazer esses downloads são, em ordem de utilização, computador/notebook, smartphone, tablet e smartv.

unnamed-45

Sobre a pesquisa

A pesquisa foi realizada com 2.000 internautas em junho de 2016 por meio do CONECTAi Express, pesquisa trimestral, online, multiclientes, com cobertura nacional, que permite responder a qualquer tipo de pergunta, de forma exclusiva, rápida e econômica.

Sobre o CONECTA

CONECTA é a plataforma web do IBOPE Inteligência. Seu foco está na fusão do melhor da pesquisa online tradicional, tecnologia para gestão de painéis online – CONECTAí – e soluções interativas e inovadoras de marketing digital. Acesse nosso site e cadastre-se! Acumule pontos, troque por prêmios e concorra a sorteios. Transforme o mundo com a sua opinião e com as suas ideias! www.conectaibrasil.com.br

Tags, , , , ,

Twitter anuncia novas maneiras de descobrir e assistir transmissões no Periscope

O Twitter anuncia três novas funcionalidades para encontrar e assistir vídeos transmitidos por meio do Periscope, seu aplicativo de transmissão de vídeo ao vivo. Os novos recursos permitem assistir aos melhores momentos já registrados no Periscope, acompanhar transmissões diretamente de Tweets incorporados na web e visualizar automaticamente vídeos em tempo real ao redor do mundo. As novidades estão disponíveis a partir de hoje e contarão com funcionalidades adicionais nas próximas semanas.

Os usuários terão a possibilidade de acessar um carrossel com as transmissões do Periscope em destaque do último dia em seus feeds, sejam elas de qualquer perfil ou melhores momentos de determinadas buscas. Esta novidade gerará automaticamente um breve trailer de cada transmissão. A nova guia de exibições do aplicativo Periscope mostrará automaticamente transmissões ao vivo, em formato maior e mais imersivo, permitindo ao usuário ver instantaneamente o que está acontecendo no mundo.

O lançamento das transmissões incorporadas em Tweets fará com que seja possível assistir vídeos do Periscope em qualquer lugar da web ao incorporar um Tweet com o link da transmissão. Além disso, produtores de conteúdo têm agora a oportunidade de incluir conteúdo de transmissões do Periscope em suas páginas, enquanto os usuários poderão facilmente descobrir e assistir vídeos ao vivo ou replays.

“Temos visto um incrível crescimento do Periscope durante o último ano”, diz o CEO e co-fundador do aplicativo, Kayvon Beykpour. “É difícil acompanhar todo o conteúdo compartilhado por usuários do Periscope ao redor do mundo. Por isso, criamos uma forma de facilitar o acesso aos melhores momentos de cada transmissão gerados automaticamente. Pensando nos produtores e disseminadores de conteúdo, nós também estamos simplificando a incorporação de transmissões em qualquer lugar da web. Muitas vezes vemos matérias citando transmissões específicas com imagens ou gravações manuais. Agora, os editores podem facilmente incorporar os Periscopes apenas ao embedar um Tweet.”

Disponibilidade

A capacidade de assistir a transmissões do Periscope dentro do Twitter ou em Tweets incorporados na web já está disponível. Os melhores momentos das transmissões também já podem ser visualizados nas plataformas Android e iOS. A exibição automática será disponibilizada primeiro na versão do aplicativo para o sistema Android e nas próximas semanas para iOS.

Tags, , ,

Periscope anuncia novidades em sua plataforma

unnamed-32

O Periscope, aplicativo de transmissão de vídeo ao vivo do Twitter, anuncia importantes atualizações em sua plataforma. As novidades estarão disponíveis nos próximos dias e visam a oferecer uma experiência ainda mais completa aos seus usuários.

Será possível buscar por transmissões em todo o mundo – ao vivo ou replays – pelo título ou assunto. Ao acessar o botão de busca, o usuário visualizará uma lista de tópicos sugeridos, incluindo temas como Viagem, Música, Comida, entre outros. Para realizar uma transmissão relacionada a algum tópico, basta tocar no botão de transmissão presente nos resultados da busca e adicionar uma hashtag relacionada.

O Periscope está testando, ainda, dois tópicos de busca especiais: o “First Scope”, em que é possível dar as boas vindas para os novos usuários da ferramenta, e o “GoPros and Drones”, que mostra transmissões feitas por meio de GoPros ou Drones.

A transmissão por meio de um Drone é outra grande novidade do Periscope. Para realizar uma delas, basta conectar um Drone DJI a um iPhone. Durante a transmissão, será possível inclusive alternar entre as imagens da câmera do Drone, as câmeras do iPhone e até mesmo de uma GoPro.

Em breve, os usuários também poderão salvar os seus streamings automaticamente, no Periscope e no Twitter, deixando o conteúdo disponível além de 24 horas. Para isso, basta utilizar a hashtag #save ao título da transmissão. Caso mude de ideia, é possível deletar a transmissão a qualquer momento. Se preferir, o usuário pode configurar o seu perfil para que os vídeos continuem sendo apagados automaticamente após 24 horas, como acontecia antes.

unnamed-33

Tags, , , , ,