Category SAP

SAP Brasil fecha 2020 com resultados sólidos e expansão do SAP S/4HANA

A SAP Brasil registrou mais um ano de crescimento de dois dígitos em vendas, impulsionada por projetos de adoção de novas soluções tanto na nuvem como de aquisição de licenças. O ano foi marcado pela revisão de projetos e aceleração de algumas áreas de negócios dentro das empresas. Essa revisão estratégica foi verificada em muitas indústrias, principalmente como parte da resposta às mudanças impostas pela pandemia da Covid-19.

Em linha com os processos de migração das empresas para o ERP inteligente da SAP, o S/4HANA registrou crescimento de dois dígitos ao longo do ano e no último trimestre em sua versão sob licença. Nota-se também o investimento das empresas em seus sistemas de suporte ao relacionamento com o consumidor, impulsionado também pela migração para o varejo online e para estreitar o relacionamento em um momento em que fidelizar clientes é essencial para os negócios.

Outro ponto, também acelerado pelas compras online, foi o aprimoramento nas cadeias de fornecimento e de logística, para dar a agilidade necessária às operações de comercio eletrônico e atender a expansão para novos mercados.

As soluções SAP Digital Supply Chain, de gestão da cadeia de suprimentos, cresceram três dígitos. A divisão SAP Ariba (gestão de compras e relacionamento com fornecedores) também verificou crescimento de três dígitos na nuvem ao longo de 2020.

“O ano de 2020 foi desafiador em muitos aspectos e a revisão de planos e metas foi uma constante em todos os segmentos da indústria. O time da SAP Brasil respondeu a esses desafios com muita resiliência e apoio consultivo para entender as necessidades dos nossos clientes e contribuir com seus processos de negócios. Como aprendizado, ficou a certeza de que os investimentos em ciência, inovação e tecnologia ganham ainda mais relevância, pois, quanto mais desafiador o cenário, mais necessária será a presença de empresas inteligentes e capazes de reagir na medida certa e seguir crescendo e contribuindo com o desenvolvimento do País”, explica Adriana Aroulho, presidente da SAP Brasil.

Como exemplo desse processo de resiliência e investimento em tecnologia, a Duratex continuou evoluindo sua estratégia de transformação digital, contando com a SAP como um parceiro estratégico, e é um dos muitos clientes que migraram para o ERP digital da SAP, o S/4HANA Cloud. A empresa que atua nos segmentos de painéis de madeira, louças e metais sanitários, chuveiros elétricos e revestimentos cerâmicos, concluiu no último trimestre a implementação das soluções SAP S/4HANA, SAP Ariba, SAP Cloud Platform e SAP Concur, entre outras, em um esforço para agilizar sua operação e aumentar a eficiência operacional.

Último trimestre manteve crescimento acelerado em cloud

No último trimestre, as empresas seguiram seus processos de digitalização com destaque para as soluções de Digital Supply Chain, SAP CX (de experiência do consumidor) e SAP Qualtrics – tanto para a gestão da experiência do cliente como de funcionários.

Com foco na gestão do relacionamento entre em empresas e clientes, a SAP iniciou mais um projeto com a Telefônica, multinacional espanhola que opera no Brasil com a marca Vivo e é uma das maiores operadoras de telecomunicações do país, com mais de 76,7 milhões de clientes móveis, além de ser uma das grandes do setor em telefonia fixa, banda larga, TV por assinatura e serviços digitais.  A empresa expandiu seu portfólio SAP Customer Experience para comercializar produtos online para seus clientes corporativos, suportando uma base robusta de soluções apoiada em um sistema de gerenciamento de pedidos eficiente.

Outro destaque do trimestre foi a Light, uma das maiores concessionárias do setor elétrico brasileiro, com mais de 100 anos de operação e mais de 4 milhões de clientes. A empresa adotou o SAP Document Compliance para digitalizar seus processos de faturamento e atender às rígidas exigências do Governo brasileiro. A empresa segue sua trajetória para se tornar uma empresa inteligente contando com a SAP como parceira fundamental.

B3 S.A – Brasil, Bolsa, Balcão – maior bolsa de valores da América Latina, continua evoluindo e se transformando com a SAP, parceiro de tecnologia de longa data. A B3 adota o SAP Ariba para aprimorar seus serviços de compras, melhorando a comunicação com os fornecedores e proporcionando autonomia às áreas de negócios.

Já Grupo SBF, dono da marca Centauro e maior varejista do ecossistema de esportes do Brasil, escolheu a SAP como parceiro digital para levar o grupo ao próximo nível de excelência. A empresa, que anunciou recentemente um acordo inédito para assumir as operações da Nike no país, adotou o sistema de gestão SAP S/4HANA e SAP Integrated Business Planning para fortalecer sua estrutura de negócios a partir de uma plataforma in-memory robusta e escalável para prover informações em tempo real para tomada de decisão, além de contar com recursos para gerenciar a demanda da cadeia de suprimentos para obter dados, planejamento de suprimentos e otimização de estoque.

SAP ultrapassa metas revisadas para 2020 e atinge limite superior da perspectiva de lucro operacional

O desempenho dos negócios globais da SAP melhorou sequencialmente no quarto trimestre, mesmo com a persistência da crise da Covid-19 e a reintrodução de bloqueios em muitas regiões. A alta demanda por soluções de comércio eletrônico, Business Technology Platform e Qualtrics, juntamente com várias vitórias competitivas – particularmente na linha SuccessFactors – produziram um forte final de ano para os negócios.

A SAP também percebeu uma forte aceitação inicial de sua nova oferta de transformação holística de negócios “RISE with SAP” entre os clientes-piloto, contribuindo para o desempenho no quarto trimestre. Tanto a América do Norte como a Europa obtiveram um desempenho melhor do que o esperado na entrada de pedidos na nuvem, bem como na receita de licenças de software, refletindo a forte demanda por soluções digitais, para gestão da cadeia de suprimentos em particular. Além disso, a SAP obteve ganhos competitivos significativos em ERP.

“As empresas líderes mundiais estão recorrendo à SAP para se tornarem empresas inteligentes. Estamos reinventando a forma como os negócios funcionam, acelerando a transformação de nossos clientes na nuvem. Nosso forte final de ano e o lançamento de RISE with SAP, nossa nova oferta de transformação holística de negócios, nos posicionam bem para atender às nossas novas metas de perspectiva”, afirma Christian Klein, CEO da SAP.

Em 2020 a carteira de pedidos de nuvem aumentou 7% ano a ano, alcançando € 7,15 bilhões (alta de 14% em moedas constantes) em meio a efeitos contínuos da Covid-19. A receita da nuvem cresceu 17% ano a ano para € 8,08 bilhões (IFRS), alta de 15% para € 8,09 bilhões (não-IFRS) e de 18% para € 8,24 bilhões (não-IFRS em moeda constante), excedendo o total revisado perspectiva para o ano (€ 8,0 a € 8,2 bilhões não IFRS em moedas constantes).

A receita de licenças de software caiu 20% ano após ano para € 3,64 bilhões (IFRS e não IFRS) e 17% (não IFRS em moedas constantes). A receita de nuvem e software aumentou 1% ano a ano para € 23,23 bilhões (IFRS e não IFRS) e 3% para € 23,72 bilhões (não IFRS em moedas constantes), excedendo a perspectiva revisada do ano inteiro (€ 23,1 – 23,6 bilhão). A receita total caiu 1% ano a ano, para € 27,34 bilhões (IFRS e não IFRS) e aumentou 1% para € 27,90 bilhões (não IFRS em moedas constantes), também excedendo a perspectiva revisada para o ano inteiro (€ 27,2 – 27,8 bilhões).

América Latina registra mais um ano de forte crescimento na nuvem

A SAP fechou o ano de 2020 na América Latina relatando 22 trimestres consecutivos de crescimento de dois dígitos em seus negócios em nuvem. As ofertas cloud foram essenciais para garantir a perenidade de muitos negócios, responder com agilidade aos clientes e lançar as bases para competir melhor no futuro.

“Se há algo que aprendemos em 2020 é o quanto as empresas latino-americanas são resilientes. Ao nos adaptarmos com rapidez às mudanças que nos foram impostas, pudemos emergir mais fortes e ser mais eficientes para enfrentar os desafios que surgiram”, disse Cristina Palmaka, presidente da SAP América Latina e Caribe. “É muito gratificante sentir que cumprimos nossa missão apoiando as empresas em sua continuidade operacional. Nosso compromisso com os 50.600 clientes SAP da região é continuar apoiando-os em sua transformação e acompanhando-os para alcançar o próximo nível de excelência e de competitividade”, conclui.

SAP anuncia ampliação do portfólio de soluções cloud por tipo de indústria

ASAP SE (NYSE: SAP) anunciou a expansão do portfólio de soluções de nuvem para atender às demandas de três industrias: varejo, serviços profissionais e indústria de componentes e maquinário industriais. Desenvolvidas pela SAP e por parceiros sobre uma plataforma aberta oferecida como serviço, as soluções ajudam a adotar inovações rapidamente como parte do ambiente de TI dos clientes.

“A velocidade com que as empresas precisam inovar sua operação hoje exige que a tecnologia lhe proporcione agilidade. Conforme anunciado no SAPPHIRE NOW 2020, a SAP está empenhada na estratégia de Industry Cloud para prover soluções que poderão ser rapidamente adotadas por diferentes tipos de setores, adicionando uma camada de integração aberta para práticas de próxima geração e aplicações para aperfeiçoar a cadeia  de ponta a ponta e possibilitando também melhorias nos  processos de inovação e de planejamento”, afirma Valéria Kinguti, vice-presidente de Plataformas e Tecnologias da SAP Brasil.

Desenvolvimento de um ecossistema para inovação

As soluções de nuvem para esses setores foram desenvolvidas e executadas na SAP Cloud Platform (SCP) e usam tecnologias como inteligência artificial e análise avançada para proporcionar experiências atraentes aos usuários, além de digitalizar e automatizar operações. A SAP e seus parceiros se concentram em soluções para os principais negócios dos clientes em seus setores para contribuir com o aperfeiçoamento dos processos de ponta a ponta e permitir o desenvolvimento de novos modelos diferenciadores. As três novas ofertas abordam os desafios exclusivos das seguintes industrias:

·         Varejo: As empresas de varejo estão enfrentando uma pressão cada vez maior para investir em modelos de negócios inovadores, buscando novas maneiras de gerar valor para seus ecossistemas, especialmente com a maior exigência de um varejo direcionado à propósito e de expectativas por melhores experiências por parte dos consumidores. As soluções de nuvem específicas para o setor varejista incluem, por exemplo, algoritmos de aprendizado de máquina para descobrir demandas não declaradas e produzir ofertas mais relevantes e personalizadas. Saiba mais sobre os cenários de aplicação para o setor varejista.

·         Serviços profissionais: contemplando empresas que tem na sua essência a prestação de serviços e que inclui atividades como consultorias, serviços de engenharia, segurança, comunicação, advocacia e facilities, entre outras e, que costumam ser vistas como a vanguarda da transformação digital para clientes, mas que agora estão passando por uma ruptura com as principais tendências que afetam a forma como se relacionam com clientes, como estão estruturadas e com quem competem. As soluções de nuvem específicas para o setor de serviços profissionais permitem, por exemplo, que as empresas prestem serviços digitais por meio de plataformas de assinatura para garantir excelentes experiências a clientes e funcionários. Saiba mais sobre os cenários de aplicação para o setor de serviços profissionais.

·         Componentes e maquinário industriais: empresas líderes agora oferecem soluções sob medida em escala e também como serviço para atender às tendências mundiais que estão remodelando o cenário da produção industrial. Essas tendências incluem digitalização, clientes cada vez mais exigentes, um campo de atuação em constante mudança, globalização e o chamado right-shoring, localização das operações de manufatura em cidades ou países com a melhor combinação de custo e eficiência. As soluções de nuvem específicas para o setor de componentes e maquinário industriais fornecem, por exemplo, a capacidade de interagir com clientes continuamente por meio de vários canais, da web à conexão direta, e incluem conectividade com a Internet das Coisas (IoT). Saiba mais sobre os cenários de aplicação para o setor de componentes e maquinário industriais

“As soluções de nuvem por setor da SAP garantem uma maneira de fornecer extensões direcionadas que complementam estratégias empresariais inteligentes. Com um ecossistema robusto de parceiros capazes de oferecer aplicações inovadoras em conjunto com a SAP, essa iniciativa pode ajudar os clientes a terem sucesso em mercados em expansão”, explica Leslie Hand, vice-presidente do IDC Retail and Financial Insights.

Parceria para o sucesso

Os parceiros da SAP são um componente essencial da iniciativa de nuvem para setores específicos. Com APIs abertas, modelos de processos e dados, bem como uma grande variedade de tecnologias de nuvem nativas para inovar nas verticais, a nuvem da SAP está atraindo parceiros que procuram acelerar a inovação e o desenvolvimento de soluções. A SAP e seus parceiros estão criando em conjunto as “próximas práticas de negócios” para empresas e redes de negócios que ajudarão a acelerar o ritmo para atender às demandas de negócios em constante mudança. Consulte as soluções dos parceiros no SAP App Center.

Novos projetos de SAP S/4 HANA puxam crescimento da SAP Brasil no trimestre

A SAP Brasil registrou mais um forte crescimento no terceiro trimestre de 2020, mantendo o ritmo dos negócios registrado no primeiro semestre, já sob os impactos da crise da Covid-19. O principal fator de fortalecimento está  na estratégia de aproximação com os clientes para ajudá-los em seus projetos imediatos e, principalmente, no planejamento das operações para a retomada dos negócios com o arrefecimento da crise do novo coronavírus.Em comparação com o mesmo período do ano passado, a empresa registrou crescimento de dois dígitos no fechamento de novos contratos de implementação do ERP digital SAP S/4HANA na nuvem e três dígitos na venda de novas licenças.

O trimestre também foi marcado pelo fechamento de novos projetos de implementação do SAP Business One, sistema de gestão digital para empresas em crescimento, com avanço de dois dígitos. A adoção de soluções na nuvem, em especial para integrar processos e desenvolver soluções diretamente relacionada ao modelo de negócios, impulsionou a adoção da SAP Cloud Platform (SAP SCP). As empresas também estão buscando maior sustentabilidade em seus processos de compras e relacionamento com fornecedores, impactando em três dígitos novos projetos na nuvem com as soluções do portfólio SAP Ariba.

“Registramos mais um trimestre muito positivo para a operação da SAP Brasil, marcado por grandes contratos com grandes empresas, mas também projetos com empresas menores que estão usando a tecnologia como habilitadora para seus projetos de negócios. O que temos visto é que as empresas estão priorizando seus processos de transformação digital e conciliando-os com seus planos de crescimento no médio e longo prazo. Elas têm adotado soluções que vão além da digitalização do back office, integrando seus processos de gerenciamento de compras e da cadeia de suprimentos, gestão de capital humano e buscando uma plataforma que ofereça capacidade de desenvolvimento com base nas necessidades dos negócios”, explica Adriana Aroulho, presidente da SAP Brasil.

O setor de maior crescimento no período foi o de petróleo & gás, impulsionado por um novo contrato com a Petrobras. A multinacional brasileira de energia e uma das maiores empresas de óleo e gás do mundo está acelerando a transformação digital, em parceria com a SAP, e deu um passo importante com a adoção do SAP S/4HANA. Agora, como parte de um roteiro de digitalização de cinco anos, a gigante do petróleo e gás está se voltando para a implementação dos sistemas SAP Ariba, SAP Concur, SAP Analytics Cloud, SAP HANA Enterprise Cloud e SAP IBP, entre outros, para apoiar seu crescimento, simplificar a arquitetura de sistemas agregando valor e tornando-se mais enxuta.

O trimestre também voltou a registrar projetos importantes no setor de telecomunicações, como o da Algar Telecom, uma das maiores empresas de telecomunicações do Brasil com mais de 1,3 milhão de clientes, que está transitando para economia digital e fazendo parceria com a SAP pela primeira vez. A empresa está adotando uma combinação de soluções como SAP S/4HANA Cloud, SAP Cloud Platform, SAP Ariba e SAP Digital Supply Chain para desenvolver completamente seus processos principais, transformar sua estratégia de compras e gerenciar seus requisitos de cadeia de suprimentos, tudo sob uma plataforma escalável, confiável e unificada.

O setor varejista segue sendo um dos que mais demandam novos projetos, como parte da estratégia de digitalizar a operação para responder às novas demandas dos consumidores. Neste segmento, a C&C Casa e Construção, um dos maiores varejistas do setor de reformas domésticas do Brasil, recorre à SAP para apoiar sua estratégia de crescimento e se tornar uma empresa inteligente. A empresa, com 39 lojas em 3 estados, adotou o SAP S/4HANA e outros produtos para unificar todas as suas aquisições em uma plataforma robusta e escalável e contar com acesso às informações em tempo real para permitir consolidar as operações, melhorar a gestão e tomar melhores decisões de negócios.

A migração para o SAP S/4HANA também faz parte da estratégia de crescimento da Natura & Co, 4º maior grupo de beleza pure play do mundo, iniciou sua transformação digital há alguns anos com a SAP como parceira de confiança, investindo em tecnologias avançadas, melhores práticas e processos integrados de negócios. Após a aquisição da Avon, a integração se concentrará na migração do SAP S/4 HANA como o sistema de gestão confiável para integração com outras soluções como SAP Ariba, SAP Warehouse Management e SAP Analytics para aperfeiçoamento da gestão da cadeia de suprimentos.

Grupo Boticário, maior franqueador do Brasil e um dos líderes em cosméticos no País, está confiando na SAP para apoiar seu plano de crescimento agressivo. A empresa, com mais de 4.200 lojas e presença em 15 países, está atualizando sua plataforma ERP para SAP S/4HANA para ter maior agilidade, flexibilidade, confiabilidade e informações em tempo real. Cliente de longa data da SAP, o Grupo também adotou o SAP Extended Warehouse Management para melhorar a logística e suportar as mais avançadas operações dos seus centros de distribuição, em conjunto com o SAP Advanced Track and Trace para uma gestão mais precisa dos pedidos.

Riachuelo, rede de varejo com mais de 320 lojas no Brasil e parte do Grupo Guararapes – maior grupo de varejo de moda do país – vem trabalhando em sua transformação com forte investimento em tecnologia e na operação. A empresa atualizou a plataforma SAP S/4HANA, recém-adquirida, para incluir um motor principal especializado para apoiar a indústria da moda e adotou o SAP Extended Warehouse Management para integrar as áreas de manufatura, varejo e finanças, levando suas operações ao próximo nível de excelência.

Fornecer a experiência digital certa ao cliente é fundamental no relacionamento das empresas com a sua base de clientes e essa demanda foi impulsionada pela crise da Covid-19. No Brasil, a montadora francesa Renault atualizou recentemente seu pacote SAP Customer Experience para fornecer aos clientes que compram um carro online uma experiência ainda mais integrada e relevante. A solução da SAP também ajudará a empresa a se concentrar na continuidade de negócios, tornando a operação mais ágil e eficiente para atender às demandas e, ao mesmo tempo, obter economia.

Dando continuidade aos projetos de modernização com as soluções da SAP, a Atento – maior provedora de serviços de CRM e BPO da América Latina e entre as 5 maiores do mundo – continua seu roadmap de transformação com a SAP. A empresa, com uma base de 135 mil funcionários, está implementando o SAP SuccessFactors para unificar seus processos de RH globalmente, procurando aumentar a eficiência operacional e automatizando tarefas manuais para garantir a precisão dos dados, respeitando as diferenças regionais nos 16 países em que opera.

SAP acelera a transição para a nuvem e tem como meta mais de € 22 bilhões em receitas na nuvem até 2025

No terceiro trimestre, o backlog de cloud acumulou 10% ano a ano, para € 6,60 bilhões em meio aos contínuos efeitos do COVID-19 nos negócios em nuvem da SAP. A receita da nuvem cresceu 11% ano a ano para € 1,98 bilhões (IFRS), um aumento de 10% para € 1,98 bilhões (não-IFRS) e de 14% (não-IFRS em moedas constantes). As receitas de transações continuadas mais baixas, especialmente no Concur, impactaram negativamente o crescimento da nuvem em 6 pontos percentuais. A receita da nuvem das ofertas SaaS / PaaS da SAP, que não pertencem ao conjunto de soluções de Intelligent Spend Management, e sua oferta IaaS cresceram 26% e 24% (não IFRS em moedas constantes), respectivamente. A receita de licenças de software caiu 23% ano após ano para € 0,71 bilhões (IFRS e não IFRS) e 19% (não IFRS em moedas constantes). A receita de nuvem e software caiu 2% ano a ano para € 5,54 bilhões (IFRS e não IFRS) e aumentou 2% (não IFRS em moedas constantes). A receita total caiu 4% ano a ano para € 6,54 bilhões (IFRS e não IFRS) e estável (não IFRS em moedas constantes)

“A COVID-19 criou um ponto de inflexão para nossos clientes. A mudança para a nuvem, combinada com uma verdadeira transformação de negócios, tornou-se uma obrigação para as empresas, para ganhar resiliência e posicioná-las para sair mais fortes da crise. Junto com nossos clientes e parceiros, iremos inovar e reinventar a maneira como os negócios funcionam em um mundo digital. A SAP vai acelerar o crescimento na nuvem para mais de € 22 bilhões em 2025 e expandir a participação da receita mais previsível para aproximadamente 85%”, declara Christian Klein, CEO da SAP.

América Latina mantém crescimento impulsionado pela adoção de soluções na nuvem

Na América Latina a SAP registrou o 21º quarter consecutivo de crescimento na nuvem, com aumento de dois dígitos no trimestre. O contexto de incerteza e a necessidade de continuidade dos negócios impulsionada pela pandemia acelerou a migração para soluções em nuvem. Além dos projetos em cloud, Brasil e México se destacaram neste trimestre pelo desempenho na venda de software on-premise. E nesta área, o crescente interesse na modernização e na mudança para a transformação digital foi demonstrado pelo crescimento de dois dígitos na adoção do ERP de próxima geração SAP S/4HANA, que está agregando cada vez mais novos clientes ao seu portfólio.

“As empresas da região têm demonstrado que com a adoção de tecnologia podem ser ágeis, resilientes e adaptáveis, três virtudes que, como evidenciado nos últimos meses, são essenciais para superar qualquer desafio”, disse Cristina Palmaka, presidente da SAP América Latina e da Caribe. “É verdade que navegamos em um cenário de muita incerteza, mas também repleto de desafios: a inovação e a transformação digital são ferramentas fundamentais para competir e vencer no contexto vertiginoso que nos é apresentado”, acrescentou.

Tags, , ,

SAP NOW Brasil 2020: SAP celebra resultados do evento digital e programa versão híbrida para 2021

A SAP Brasil encerrou mais uma edição do SAP NOW, que neste ano foi totalmente adaptado para o modo virtual. Foram cinco dias de incluiu palestras inspiracionais com grandes nomes da ciência e da tecnologia e que integraram as mais de 210 sessões de conteúdo, com mais de 370 palestrantes. Foram quase 90 horas de material inédito, que alcançaram mais de 50 mil visualizações. Para ampliar ainda mais esse alcance, tudo ficará disponível no site do evento (www.sapnow.com.br) para acesso gratuito e para assistir de onde e quando quiser.

“Assim como diversas empresas, a SAP rapidamente se adaptou para continuar entregando o conteúdo e a experiência sempre presentes em nossos eventos em um formato 100% digital. Sabemos que escolher conteúdo foi uma tarefa desafiadora durante a semana e com a agenda concorrida do dia a dia fica difícil absorver tanto conteúdo relevante em um curto período. O benefício desse novo formato é que mesmo após o evento, todo o conteúdo poderá continuar sendo acessado no nosso site”, explica Fernando Migrone, vice-presidente de marketing da SAP Brasil.

O executivo explica que a versão digital seguiu entregando para todo o ecossistema SAP a principal motivação do evento, que é compartilhar boas práticas, apontar tendências e se manter como o maior evento do mercado brasileiro para networking e fechamento de negócios em tecnologia.

“Quem não consegui estar conosco na semana passada terá oportunidade de acompanhar as entrevistas com nossos convidados, que incluíram bate-papos com Marcelo Gleiser, professor titular de Física e Astronomia no Dartmonth College, e com Holly Ridings, primeira mulher diretora de voos espaciais da NASA; ou ainda acompanhar como grandes empresas estão direcionando seu caminho de inovação com o apoio da SAP”, completa Migrone.

O conteúdo também inclui debates, mesas redondas e apresentações com foco em empresas inteligentes, supply chain, finanças, recursos humanos e customer experience. Entre os clientes que compartilharam suas histórias de sucesso com o público do SAP NOW Brasil 2020 estão Petrobras, Itaú, Nestlé, Grupo Ultra, BRF e Claro.

Tags, ,

TIVIT no SAP NOW Brasil 2020: nuvem como acelerador da transformação digital, customer experience e segurança de dados no mundo digital

A TIVIT, multinacional brasileira de tecnologia, participará da edição 2020 do SAP NOW Brasil, um dos maiores eventos de tecnologia e negócios da América Latina. No evento, que neste ano acontece entre os dias 14 e 18 de setembro de forma virtual, a TIVIT participa com três palestras. Os temas são computação em nuvem, customer experience e o gerenciamento de dados no mundo digital.

No dia 15 de setembro, Felipe Kraus, Diretor Comercial de Digital Sales da TIVIT, e Marcos Caruso, Digital Business Executive da TIVIT, palestram sobre “O impacto do Customer Experience na cadeia de valor”, a apresentação vai mostrar como aliar métodos e diferentes soluções de tecnologia para fazer a transformação acontecer e chegar em quem mais importa: o consumidor. Os executivos irão abordar dificuldades como: Como tocar uma iniciativa nova – normalmente estruturante – em paralelo com o business que já está rodando, e a falta de alinhamento das áreas que trabalham muito departamentalizadas ou em silos.

No dia 16, André Frederico, Diretor Executivo e Head of Cloud Solutions da TIVIT, e Daniel Galante, Diretor de Public Cloud e Growth Business da TIVIT, falam sobre “A nuvem como base para a jornada digital, inovação e disrupção dos modelos de negócio”. Os executivos irão analisar o papel da computação em nuvem na transformação digital, formas de impulsionar o ambiente corporativo e como prepará-lo para operações rodando na nuvem, com geração de dados e inteligência para a tomada de decisões. A nuvem pública é um dos pilares de crescimento no planejamento atual da TIVIT, que tem parcerias com Google Cloud Platform, Microsoft Azure, AWS e SAP.

Com o modelo de evento digital, algumas palestras ficarão disponíveis para acesso On Demand. A TIVIT participa também deste modelo, com uma apresentação sobre gerenciamento de dados no mundo híbrido e digital, e que será ministrada por Armando Amaral, CyberSecurity Business Director da TIVIT. Na ocasião, o executivo fala sobre a complexidade trazida pelo volume de dados crescente. Ele oferecerá informações sobre como gerir esses dados de forma segura e como obter insights de negócios a partir deles.


Palestra: O impacto do CX na cadeia de valor

Data: Terça-feira, 15 de setembro

Horário: 15h50

Palestrantes: Felipe Kraus, Diretor Comercial de Digital Sales, e Marcos Caruso, Digital Business Executive

Palestra: A nuvem como base para a jornada digital, inovação e disrupção dos modelos de negócio

Data: Quarta-feira, 16 de setembro

Horário: 16h20

Palestrantes: André Frederico, Diretor Executivo e Head of Cloud Solutions, e Daniel Galante, Diretor de Public Cloud e Growth Business

Palestra: Como gerenciar dados em um mundo híbrido e digital

Acesso sob demanda por meio da plataforma SAP NOW e YouTube

Palestrante: Armando Amaral, Cyber Security Business Director da TIVIT

Tags, , , ,

SAP mantém acesso sem custos à plataforma Ariba Discovery até o final de 2020

Como parte das iniciativas para ajudar as empresas a manterem seus negócios, a SAP ampliou o acesso aberto ao SAP Ariba Discovery, a maior rede de negócios do mundo, permitindo aos compradores postar as necessidades de aquisição de produtos e insumos para que qualquer um dos quatro milhões de fornecedores da Ariba Network possam responder com sua capacidade de entregar os bens e serviços necessários, sem taxas. A plataforma ficará disponível sem custos até 31 de dezembro de 2020.

A oferta inicial lançada em 10 de março deveria expirar no final de junho, mas o acesso aberto ao SAP Ariba Discovery está provando ter um enorme impacto na conexão de compradores e fornecedores e na manutenção de cadeias de suprimentos intactas durante a pandemia. Desde o lançamento da promoção, os registros de novos compradores no SAP Ariba Discovery aumentaram 484%, os registros de novos fornecedores aumentaram 3966% e as respostas dos fornecedores às postagens de compradores aumentaram 424% entre meados de março e o final de maio (em comparação com o período prévio de 1º de janeiro a 9 de março, 2020).

No Brasil, a média mensal de novos fornecedores na Ariba Netwok cresceu 292% no período entre 15 de março e 30 de maio. Os negócios gerados tiveram forte impacto no setor de saúde, com insumos e medicamentes respondendo por 25% dos novos pedidos, sendo que máscaras foi o item mais pesquisado. No total, os pedidos, a SAP calcula que foram movimentados no país algo em torno de USD 15 milhões, ou mais de R$ 77 milhões nos primeiros 75 dias da abertura da plataforma.

“A epidemia da Covid-19 gerou forte impactos nas cadeias de suprimentos, provocando interrupções que dificilmente tinham como serem previstas e a possibilidade de apresentar suas demandas para milhares de fornecedores a partir da rede Ariba, certamente contribuiu para minimizar os impactos e permitir que muitas empresas readequassem suas cadeias de fornecedores para manutenção de suas operações neste período desafiador”, explica Silvio Abade, vice-presidente da SAP Ariba no Brasil

Tags, , , ,

Adriana Aroulho é a nova presidente da SAP Brasil

A SAP Brasil será comandada a partir de 1º de agosto de 2020 por Adriana Aroulho, liderando uma operação que conta com mais de 1.200 funcionários e escritórios em São Paulo e Rio de Janeiro. A executiva, que continuará na função de COO (Chief Operating Officer) da SAP Brasil até o anúncio de um substituto, se reportará diretamente à Cristina Palmaka, nova presidente da SAP na América Latina e Caribe.

Adriana está na SAP Brasil desde 2017, quando entrou para liderar a Plataforma Digital Empresarial no Brasil. Como vice-presidente da área, a executiva posicionou a organização em um patamar mais elevado, com projetos relevantes e estratégicos na área de licenças e forte crescimento em cloud. Em janeiro de 2019, assumiu a posição de COO com o desafio de trazer crescimento sustentável e garantir a satisfação dos clientes. Seus esforços foram fundamentais para elevar o Brasil a “Unidade de Negócios de 2019” na região da América Latina, que por sua vez foi a Região do Ano em toda a SAP. Antes de ingressar na companhia, Adriana esteve por 22 anos na HP, onde ocupou diversos cargos de liderança.

“É com muito orgulho que aceito o desafio de liderar a SAP Brasil e contribuir de forma ainda mais ampla para o crescimento contínuo da empresa”, afirma Adriana Aroulho. “Estou feliz em começar uma nova fase da carreira em uma empresa em plena expansão, com o desafio de ampliar ainda mais o alcance das soluções SAP, ajudando clientes dos mais diversos setores a consolidar e acelerar a transformação digital de seus negócios, tornando-se Empresas Inteligentes neste cenário de constantes mudanças sociais e econômicas”, conclui.

“A região da América Latina e Caribe conta com líderes fortes e perspicazes, e a nomeação da Adriana é um passo importante para a consolidação desse time. Sua dedicação, conhecimento de mercado e foco em pessoas são atributos que farão a diferença em sua trajetória na presidência da operação brasileira”, afirma Cristina Palmaka.

Adriana é formada em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (USP) e possui especialização em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas, além de MBA em Gestão de Tecnologia da Informação pela FIA (Fundação Instituto de Administração – USP).

Novo contexto trazido pela pandemia puxa crescimento de soluções de gestão da SAP Brasil no 2º trimestre

A SAP Brasil registrou um segundo trimestre de crescimento nos contratos de soluções de gestão, tanto com foco na experiência do cliente e colaboradores, com SAP Qualtrics, como em gestão de despesas SAP Concur, Digital Supply Chain e a linha de produtos de Analytics e Data Management. Os avanços, na comparação com o mesmo período de 2019, foram de dois dígitos em grande parte dessas linhas, com algumas chegando a três dígitos. Os resultados refletem a aceleração da digitalização de processos nas companhias em diversos segmentos, buscando eficiência e reorganizando as operações em resposta às novas necessidades trazidas pela pandemia de Covid-19.

As vendas de solução Qualtrics CX deram um salto em relação ao segundo trimestre de 2019, uma vez que o atendimento ao cliente passou por forte transformação na crise provocada pelo coronavírus. O mesmo ocorreu com a gestão da força de trabalho, com uma mudança radical nos processos, seja para os profissionais em trabalho remoto ou para as novas condições impostas para os trabalhadores da indústria. Os resultados também apontam maior preocupação das empresas com sistemas de gerenciamento da cadeia de suprimentos e relacionamento com fornecedores: a linha de produtos de Digital Supply Chain também registrou aumento de dois dígitos em cloud em relação ao mesmo período de 2019.

“Vivemos um momento em que a tecnologia, mais do que trazer agilidade aos processos e ganhos de produtividade e otimização de gestão, torna-se essencial para moldar os negócios ao novo contexto, trazendo respostas mais rápidas”, comenta Cristina Palmaka, presidente da SAP Brasil, que recentemente foi nomeada ao cargo de presidente da SAP América Latina e Caribe. “A busca por estas soluções reflete um movimento das companhias para ‘arrumar a casa’, integrar informações, digitalizar processos e agregar valor de forma ampla”, aponta.

Os últimos três meses também marcaram a continuidade dos projetos de adoção ou migração para o sistema de gestão S/4HANA, o ERP digital da empresa. Esse é o caso das Lojas CEM, rede varejista de móveis e eletrodomésticos com quase 300 lojas no Sudeste do Brasil, que impulsionou seus projetos de transformação digital. A varejista adotou o SAP S/4HANA para ter uma plataforma robusta com acesso a informações em tempo real, consolidar operações, aprimorar o gerenciamento e a tomada de decisão. Já com as soluções SAP Customer Experience, também reforçou a frente de comércio eletrônico e marketing, esta última impulsionada pelo SAP Qualtrics para melhor entender os sentimentos dos seus clientes. Outra frente foi na gestão da força de trabalho, com o SAP SuccessFactors, para melhor atrair, reter e desenvolver funcionários.

O SAP SuccessFactors também apoiou o Grupo Zaragoza, o que mais cresce no setor de varejo no país, na gestão de 5 mil colaboradores. Além disso, com as marcas Spani Atacadista e Villarreal Supermercados, a empresa adota uma combinação do SAP S/4HANA, SAP Cloud Platform e SAP Analytics para ter uma plataforma robusta com informações em tempo real e uma solução confiável de compras que permite consolidar operações e melhorar a gestão.

O setor de varejo, inclusive, foi um dos que mais demandaram projetos no período, além de seguros e produtos de consumo, com destaque para implementação de soluções tanto na nuvem como na venda de licenças.

Outra empresa que continuou investindo fortemente em sua jornada de transformação digital foi a Duratex, maior produtora de painéis de madeira manufaturada do Hemisfério Sul. A companhia, que já adotou o SAP S/4HANA, SAP Ariba, SAP Cloud Platform e SAP Concur, tem agora o SAP SuccessFactors para melhor engajar sua força de trabalho de mais de 11 mil funcionários.

A siderúrgica brasileira Gerdau, que optou pelo SAP Tax Declaration Framework para apoiar todas as operações relacionadas a impostos enquanto obtinha maior precisão no planejamento fiscal, também foi um dos destaques no segundo trimestre, junto com a Telefônica, operadora multinacional de telecomunicações da Espanha, que opera no Brasil com a marca Vivo, que teve foco na gestão da remuneração baseada em comissão para suas equipes de vendas com SAP Commissions. A Cantu Pneus, maior importadora de pneus no país, escolheu uma combinação de SAP S/4HANA, SAP Integrated Business Planning e SAP Customer Experience para melhorar processos e SAP SuccessFactors, integrados ao SAP Qualtrics para beneficiar sua força de trabalho. Enquanto a Votorantim Cimentos, líder de cimento no Brasil e uma das maiores do mundo, que expandiu significativamente sua presença global com aquisições importantes na Europa, Ásia e África, além de continuar a fortalecer sua presença nas Américas do Norte e do Sul, realizou a implementação de soluções Customer Experience da SAP para aprimorar sua plataforma de comércio eletrônico nos mercados expandidos.

Na frente de economia da experiência, a Renault do Brasil, subsidiária da montadora francesa Renault, contou com o SAP Integrated Business Planning para superar o desafio de seus revendedores na previsão das demandas dos clientes em toda a América Latina.

Implementações remotas ganham força

Nos meses de abril a junho, o Brasil registrou fortalecimento das políticas de isolamento social em resposta à pandemia de Covid-19, com grande adoção do regime de trabalho remoto em organizações em todo o país. Diante desse cenário, a digitalização foi essencial e, em muitos casos, com soluções realizadas remotamente pela SAP. “Realizamos grandes implementações de maneira totalmente virtual, o que reforçou ainda mais nossa certeza de que a transformação digital traz resultados concretos para os negócios e permite uma adaptação rápida, mesmo em situações de instabilidade”, comenta Palmaka.

Presente em 700 cidades no país, a transportadora brasileira Águia Branca, que leva 11 milhões de passageiros por ano, foi uma das empresas que contou com a implementação virtual da solução SAP Customer Experience no período, no intuito de aprimorar sua plataforma de comércio eletrônico, simplificar a reserva de ingressos e fornecer uma experiência mais personalizada aos usuários.

A BRK Ambiental, maior empresa privada de saneamento básico do Brasil, também consolidou à distância um projeto voltado às operações de concessão pública com uma combinação de SAP S/4 HANA e outras soluções cloud como SAP Concur, SAP SuccessFactors e SAP Ariba, com o objetivo de reduzir custos e melhorar as sinergias das transações.

Já o Grupo Ultra, um dos maiores conglomerados comerciais de óleo e gás do Brasil, estabeleceu parceria com a SAP para a adoção do SAP S/4HANA para se destacar na economia digital. Feita de forma remota, a implementação visou melhorar os processos de gestão nas frentes de tesouraria, planejamento financeiro, relações com investidores, questões jurídicas, fusões e aquisições e outras áreas-chave na empresa. A operação teve início no segundo trimestre, mesmo com as restrições impostas pela pandemia de Covid-19.

SAP mantém resiliência frente à crise do Covid-19

Globalmente, a receita total da SAP cresceu 2% para € 6,74 bilhões (IFRS), com alta de 21% nas soluções em nuvem, em comparação com os meses de abril a junho do ano passado, com a alta demanda por soluções de digital supply chain, comércio eletrônico, cloud platform e SAP Qualtrics. A receita de licenças de software, embora ainda abaixo dos níveis normais, teve recuperação acima do esperado: queda de 18% ano a ano para € 0,77 bilhões (IFRS e não IFRS), mas uma melhoria significativa em comparação com o primeiro trimestre deste ano. As receitas de nuvem e software cresceram 4% ano a ano para € 5,71 bilhões (IFRS), um aumento de 3% para € 5,71 bilhões (não-IFRS) e um aumento de 3% (não-IFRS em moedas constantes).

O SAP S/4HANA foi uma das linhas de produtos com maior crescimento, com mais de 500 novos clientes no último trimestre, totalizando, hoje, 14.600 adoções, um aumento de 22% na comparação ano a ano. Neste segundo trimestre, a receita de Qualtrics avançou 34% em comparação ao mesmo período de 2019.

“Mais do que nunca, a pandemia provou que a digitalização não é mais uma opção e sim uma necessidade para superar tempos difíceis e alcançar os resultados comerciais desejados. Continuaremos a investir em ofertas inovadoras para nossos clientes, a fim de promover transformações nos negócios e executar processos complexos. Também pretendemos expandir o ecossistema em nossa plataforma de tecnologia de negócios para complementar nossas soluções e promover o crescimento”, comenta Christian Klein, CEO da SAP.

Crescimento forte em nuvem continua na América Latina

Na América Latina, a SAP reporta o marco de 20 trimestres de crescimento consecutivo de soluções em nuvem, com avanço de dois dígitos na região – um aumento sustentado no mesmo nível também para o primeiro semestre deste ano. A empresa se consolida como aliada estratégica de empresas comprometidas com a continuidade dos negócios e a preparação para o novo normal.

Nesse contexto, no qual os clientes deram um grande passo em direção à transformação digital, o aumento de dois dígitos no segmento de soluções SAP Customer Experience se destaca durante o 2º trimestre do ano na região.

SAP nomeia Cristina Palmaka como presidente regional da empresa para América Latina e Caribe

A SAP nomeou Cristina Palmaka como nova presidente da SAP para América Latina e Caribe (LAC). A executiva vai substituir Claudio Muruzabal, que se tornará presidente da SAP para a parte sul da região EMEA, que compreende as regiões sul da Europa, Oriente Médio e África, e também se manterá conectado a clientes e parceiros da SAP como chairman para América Latina e Caribe.

“Claudio Muruzabal contribuiu para que coisas excepcionais acontecessem na região da América Latina e Caribe – para nossos clientes, parceiros e a própria SAP”, afirma Adaire Fox-Martin, membro do conselho executivo da SAP e diretora da organização Customer Success, destacando que a liderança do executivo está fundamentada no desenvolvimento de equipes diversificadas e relacionamentos sólidos, capazes de produzir resultados valiosos e experiências excepcionais para os clientes.

“Estou muito satisfeita em poder contar com Cristina, uma de nossas executivas de mais alto desempenho, para liderar nossos negócios na América Latina, dando sequência à sua trajetória de muito sucesso como presidente da SAP Brasil. O impacto que Cristina tem produzido em nossos negócios no Brasil possui um enorme alcance, e espero ter agora sua marca inspiradora de liderança e engajamento em toda a região”, completa Fox-Martin.

Cristina Palmaka assumirá a nova função como presidente da SAP para América Latina e Caribe a partir de 1º de agosto. Cristina comanda a SAP Brasil desde 2013, depois de ter ocupado vários importantes cargos executivos em grandes empresas de tecnologia no mercado brasileiro. Durante seu trabalho na SAP Brasil, transformou a subsidiária brasileira em uma das que apresentaram melhores resultados mundialmente, sempre com foco no trabalho em equipe e desenvolvimento. É uma grande defensora da diversidade e da inclusão no local de trabalho, tendo recebido importantes prêmios e sido nomeada pela revista Forbes como uma das principais CEOs no Brasil. Recebeu vários reconhecimentos como líder de TI e influenciadora na área de tecnologia voltada para empresas e crescimento econômico. Sob a liderança de Cristina, a SAP Brasil conquistou uma certificação EDGE para Igualdade de Gênero e foi destacada em vários rankings que cobrem temas de local de trabalho e diversidade. Cristina seguirá supervisionando as operações da SAP Brasil até que um substituto seja nomeado.

“É uma grande honra assumir a função de presidente da SAP LAC e me juntar a uma equipe de 5 mil funcionários na América Latina e Caribe. Espero poder apoiar nossos 48.500 clientes na região, proporcionado uma excelente experiência, independentemente das circunstâncias”, afirma Cristina Palmaka. “Também quero poder ampliar o impressionante legado que Claudio deixou, com sólidas relações, profunda expertise e confiança. E, finalmente, espero ansiosa por esta nova fase, na qual poderemos continuar contando com seu valioso apoio como chairman para SAP LAC”, conclui a executiva.

SAP Brasil e ASUG lançam grupo de trabalho para Business One

A SAP Brasil e a ASUG (Associação de Usuários SAP Brasil) anunciam a criação de um grupo de interesse especial focado em SAP Business One, o sistema de gestão para empresas pequenas, médias e subsidiárias em crescimento. O objetivo é desenvolver e potencializar as melhores práticas e os ganhos da utilização da solução. O SAP Business One já superou mais de 1 milhão de usuários, com a adesão de 70 mil empresas, e o Brasil tem liderado este crescimento em novos clientes e em projetos com sistema de gerenciamento de bancos de dados HANA.

O grupo vai promover o intercâmbio de experiências e informações; trazer para discussão cases de sucesso de outros países; ajudar na integração do ecossistema com clientes, parceiros de implementação e provedores de serviço; e discutir casos de uso específicos para subsidiárias, varejo, distribuição, agronegócio, finanças, telecom, serviços e indústrias, entre outros setores.

A coordenadora do grupo será Jeniffer Rojas Huertas, Project Delivery manager da Braskem. “É uma honra fazer parte pela convicção que tenho no potencial da solução e os benefícios que ela traz para a empresa que a escolhe. SAP Business One é uma alternativa flexível com menor custo e tempo de implementação, atendendo mercados de pequenas, médias e grandes companhias que buscam flexibilidade, robustez, versatilidade e eficiência”, afirma.

Para a diretora de Educação da ASUG e CIO do Iguatemi, Samantha Martins, o grupo vai ajudar na comunicação entre as partes. “Poderemos influenciar a SAP tanto no Brasil quanto na Alemanha por meio da apresentação de business cases para melhorias do produto e mantendo um canal de comunicação direto e permanente com nossos associados”.

Diretor de Business One na SAP Brasil, Daniel Cabrera conta que essa parceria traz aos usuários uma grande oportunidade. “Temos por exemplos cases de SAP S4/HANA ou ECC integrados com o SAP Business One e a implantação mais rápida do mundo dentro do ecossistema de parceiros da SAP, apenas 15 dias”. O executivo acrescenta que o sistema pode ajudar na estratégia de retomada do crescimento. “A união e colaboração de maneira mais humanizada são fatores essenciais para sairmos fortalecidos deste momento desafiador”, completa.

Para fazer parte da ASUG, é necessário entrar no site e fazer um cadastro, em https://www.asug.com.br/associe-se. Em pouco tempo o candidato será contatado para efetivação.

A primeira reunião do grupo de Business One, no formato remoto, está marcada para 8 de julho, de 9h às 12h. Entre os temas, casos de inovação de Wise, James Delivery e Insole e o desafio do cenário de pandemia. As inscrições podem ser feitas por meio do link https://www.rscorp.com.br/inscricao/evento.php?e=16321.

SAP NOW Brasil: edição 2020 será digital e ainda mais interativa

A SAP Brasil confirma a realização da edição do SAP NOW Brasil no mês de setembro, reforçando o seu compromisso com clientes e parceiros. Seguindo a estratégia global da SAP, baseada nas recomendações dos órgãos oficiais de gestão e de saúde e em atenção ao bem-estar de todos os profissionais envolvidos na realização do evento e participantes, a edição 2020 do segundo maior evento da companhia no mundo será inteiramente online, apoiada nas melhores tecnologias, para promover uma experiência imersiva e baseada em muita troca de conhecimento.

A SAP Brasil está estruturando a transformação digital do evento para manter o mesmo patamar de qualidade estabelecido nos últimos anos, alinhado com o SAPPHIRE NOW Reimagined. Em breve serão anunciados mais detalhes, mas, de acordo com a área de Marketing da SAP, o novo formato puramente digital permitirá entregar uma experiência muito mais acessível,  com grande interação e engajamento entre todos os clientes e parceiros.

“Com a mudança para o formato digital, aumentamos nossa cobertura e alcance para todo território nacional e, verdadeiramente, poderemos atingir todos os cantos do país, oferecendo uma experiência excepcional, mostrando os objetivos, estratégias e propósito da SAP. Será um evento imersivo, com muita troca de informações, showcases e com a participação de todo o ecossistema SAP unido para oferecer uma edição surpreendente”, explica Fernando Migrone, vice-presidente de Marketing da SAP Brasil.

Cristina Palmaka, presidente da SAP Brasil, reforça que os meses de março e abril já mostraram que a tecnologia é a principal aliada das empresas para lidar com situações adversas. “Durante as semanas de isolamento ficou claro que a maturidade digital é um fator decisivo para que as empresas sigam com seus negócios, mesmo em situações de crise. Ainda que o cenário seja mais crítico para alguns setores, a inteligência dos negócios está cada vez mais apoiada em dados, e no SAP NOW Brasil vamos mostrar como as soluções SAP transformam empresas em negócios inteligentes em um momento importante de retomada  da economia”, destaca.

O evento físico, como realizado há 25 anos e com grande relevância no mundo da tecnologia, retomará o seu formato tradicional em 2021, em data a definir.

Tags, , ,

Investimentos em sistemas para relacionamento com o consumidor e supply chain puxam crescimento da SAP no primeiro trimestre

A SAP Brasil manteve o crescimento nas vendas de soluções em nuvem no primeiro trimestre de 2020. As adoções em cloud se concentraram principalmente na oferta de aplicações de SAP Qualtrics e SAP Customer Experience (SAP CX), e que reúnem sistemas de relacionamento com clientes, e-commerce e marketing cloud, com sólido crescimento de três dígitos. Os resultados apontam maior preocupação das empresas com sistemas de gerenciamento da cadeia de suprimentos e relacionamento com fornecedores. A linha de produtos de Digital Supply Chain e SAP Ariba (gestão de fornecedores) também registraram aumento de três dígitos em relação ao mesmo período de 2019.

Do ponto de vista da operação, a SAP respondeu rapidamente às mudanças no ambiente de negócios, adotando uma estratégia de vendas virtuais e implementação remota. “A rápida adaptação dos nossos times foi fundamental para garantir o atendimento aos nossos clientes, principalmente nas últimas semanas de março, quando o país registrou um agravamento da crise provocada pelo novo coronavírus”, explica Cristina Palmaka, presidente da SAP Brasil.

“As equipes SAP e todo o nosso ecossistema de parceiros seguem trabalhando arduamente para desenvolver mais ofertas, explorando os principais produtos da SAP que possam ajudar empresas, governos e instituições nesse momento em que todos enfrentam fortes desafios operacionais e buscamos desta forma contribuir com soluções que ajudem na reação diante deste cenário desafiador”, completa Cristina.

Os primeiros três meses do ano também marcaram a continuidade dos projetos de adoção ou migração para o sistema de gestão SAP S/4HANA, o ERP digital da empresa. Esse é o caso da Cogna Educação, holding que engloba marcas como Kroton e Somos Educação. Maior empresa privada de ensino do Brasil em número de estudantes e atuando há mais de 50 anos em todos os segmentos educacionais, como pré-escola, ensino fundamental, ensino médio, graduação profissional e pós-graduação –, em um esforço para evoluir na transformação digital, adotou o SAP S/4HANA e a SAP Cloud Platform para apoiar sua expansão, melhorar o crédito a estudantes, sistemas de pagamentos e otimizar a governança corporativa.

A SAP também registrou crescimento de dois dígitos em venda de licenças, com projetos de migração para o SAP S/4 HANA, bem como nas soluções que integram a SAP Business Technology Platform, como o banco de dados in memory SAP HANA e aplicações de tecnologias inteligentes, por exemplo Machine Learning, IoT e Big Data. Esses projetos apresentaram bons resultados na modalidade cloud, com avanço de três dígitos.

Entre os setores que mais demandaram projetos no período, forte destaque para o varejo, telecomunicações e educação, com adoção de soluções tanto na nuvem como na venda de licenças.

SAP celebra com clientes as implementações concluídas no primeiro trimestre 

No primeiro trimestre de 2020, a SAP concluiu boa parte da implementação de projetos durante a quarentena do Covid-19. Entre os destaques, está o Assaí Atacadista, um dos maiores distribuidores atacadistas do Brasil, que confiou na SAP como parceiro estratégico de TI para acompanhá-lo em seus processos de transformação digital. A empresa, com mais de 160 lojas e mais de 40 mil funcionários, adotou o SAP S/4HANA Cloud e entrou em operação sem nenhuma interrupção nos negócios. Com o ERP inteligente na nuvem, o Assaí é capaz de gerenciar seu back-office e oferecer suporte à entrada no mercado com uma forte integração e alinhamento.

Com sede no Brasil, a operação da Furukawa Electric LatAm – fabricante japonesa de soluções completas para infraestrutura de redes de comunicação e energia – iniciou sua transformação digital na área de compras em 2019, quando escolheu o SAP Ariba para ajudar a melhorar o gerenciamento de suas fábricas e aumentar a eficiência das atividades de compras. A empresa concluiu a implantação bem-sucedida das soluções neste primeiro trimestre, automatizando e padronizando seus processos relacionados a abastecimento, desempenho e ciclo de vida de fornecedores, com expectativa de obter maior produtividade e redução de custos, dentro de alguns meses.

Nexa, empresa de mineração global que faz parte da multinacional brasileira Votorantim, procura transformar a experiência de seus funcionários e encontra na SAP um importante parceiro de TI. A implementação do SAP SuccessFactors irá aperfeiçoar a interação entre equipes, usando uma interface simples, unificada e mais conectada.

Já a Mercedes-Benz do Brasil, subsidiária da marca alemã de veículos, recorreu à SAP para estruturar uma solução móvel para simplificar e mobilizar os recursos de manutenção da sua fábrica de caminhões e chassis de ônibus de São Bernardo do Campo (SP). A empresa expandiu suas capacidades no SAP ERP com a adoção da SAP Cloud Platform, trazendo uma solução por meio do SAP App Center, preparando a empresa para um ambiente mais integrado, dando acesso a análises e adicionando outras tecnologias inteligentes aos seus processos.

Receita global sobe 7% e nuvem vai a 27%

O crescimento da empresa no primeiro trimestre de 2020 foi de 7% em receitas totais na comparação com o mesmo período do ano passado. Nas receitas das soluções em nuvem, o resultado foi de 27%, e os lucros subiram 1%. “Partindo do bom desempenho no fim de 2019, tivemos os primeiros dois meses do trimestre de um forte e saudável crescimento. Com os desafios da Covid-19, nos beneficiamos da inerente resiliência de nosso modelo de negócios e a relevância do portfólio. A ênfase em criar mais previsibilidade de receita e a amplitude de setores e geografias nos deixou bem posicionados para o período que vem pela frente”, declarou o CEO Christian Klein.

A receita previsível da SAP cresceu quatro pontos, passando a 76%, como resultado da aposta no modelo em nuvem. Também por isso, a fatia de software sob licença caiu 31%. A margem operacional caiu 1,3 ponto percentual, para 22,7%. A empresa contabilizou €36 milhões em prejuízos por conta da não realização de eventos físicos, como o Sapphire NOW.

Crescimento forte em nuvem na América Latina

A SAP reportou o 19º trimestre consecutivo nas soluções em nuvem, de dois dígitos, impulsionado principalmente por Brasil e México, suas maiores unidades. A companhia tem focado nos desafios da nova conjuntura e redobrou seu compromisso para apoiar seus clientes a transitar pelo novo cenário com soluções que tornam as operações mais inteligentes, aumentam a eficiência e adotam novas práticas.

“Nesta conjuntura sem precedentes, nosso foco principal é apoiar nossos mais de 46.800 clientes na região na continuação de suas operações e na adaptação rápida às necessidades do mercado”, afirmou o presidente regional para América Latina e Caribe da SAP, Claudio Muruzabal. “Uma lição que aprendemos nesta crise global é que a inovação e tecnologia, quando aplicadas para que o mundo funcione melhor, são indispensáveis para se adaptar e navegar qualquer cenário”, completa Noemie Heuland, CFO da região.