Category reconhecimento facial

Estudo da Convenia revela baixa digitalização do RH em empresas brasileiras

Muito se fala sobre o RH deixar de focar em atividades mecânicas e operacionais para ser cada vez mais estratégico, principalmente ao contar com a tecnologia como aliada. Segundo mapeamento recente realizado pela Liga Insights HR Techs somente no Brasil há 274 startups entregando soluções para as áreas de RH e suas operações na tentativa de tornar o setor mais digital.

Estudos como o Robotic Process Automation for HR and Payroll, da consultoria Ernst & Young revelam que os processos realizados pelo RH ao ser automatizados com softwares específicos, por exemplo, podem ser otimizados em até 65% e reduzir custos entre 50% e 70%

Mesmo assim, uma pesquisa realizada pela Convenia , empresa com soluções voltadas para automatização do departamento pessoal, apontou que poucas companhias utilizam recursos tecnológicos para digitalizar a área de Recursos Humanos. O estudo, realizado com cerca de 200 profissionais de pequenas e médias empresas, ouviu gestores, supervisores, assistentes diretores, CEOs e estagiários.

Os dados mostram que 67% dos entrevistados não utilizam nenhuma plataforma para realizar pesquisa de Clima Organizacional, por exemplo. Outros 54,90%, não usam ferramentas digitais para a gestão de benefício ou para realizar processos de recrutamento e seleção (44%), e 35,70% dizem o mesmo a respeito da gestão de processos na área de Departamento Pessoal.

Já para a comunicação interna, o cenário é mais animador, sendo a área mais digitalizada das empresas, porém ferramentas especializadas ainda não são predominantes. Cerca de 36% afirmam utilizar o WhatsApp para finalidade, enquanto outras apostam no Slack (13,20%) e no Skype (10,40%).

A pesquisa ainda apresentou uma escala de 0 a 10, para que fossem dadas notas de 0 para um RH nada digital e 10 para totalmente digital; a média ficou em 5,29. O dado mostra que apesar de alguns profissionais fazerem o uso de tecnologias no dia a dia, ainda não é o suficiente.

Para Marcelo Furtado, CEO da Convenia, o RH passou a ser um dos principais responsáveis pela experiência do colaborador nas empresas nos últimos anos, afetando diretamente a atração e retenção da mão de obra e, consequentemente, os resultados dentro das organizações. “Além de mudanças significativas na cultura organizacional, nos espaços físicos de trabalho e na relação empresa-funcionário, a tecnologia tem um papel essencial para transformar esta experiência em algo positivo. Com certeza, nos próximos anos veremos uma revolução digital na área”, avalia o empreendedor.