Category mobile payment

Mobile banking é o canal preferido dos brasileiros para pagamento de contas e transferências bancárias, aponta pesquisa da FEBRABAN

O número de transações bancárias feitas pelo celular em 2018 cresceu 24% em relação ao ano anterior e os aplicativos dos bancos tornaram-se o canal preferido dos brasileiros para fazer pagamento de contas, transferências de dinheiro e outras transações financeiras. O aumento na quantidade de transações com movimentações financeiras por celular chegou a quase 80% no ano passado.

Hoje, de cada 10 transações, com ou sem movimentação financeira, 6 são feitas por meios digitais – celular ou computador.

Esses são alguns dados da Pesquisa de Tecnologia Bancária 2019 da FEBRABAN, divulgada nesta terça-feira (07/05). A edição deste ano é a 27ª do estudo, realizado pela Deloitte, que revela, de forma consolidada, as tendências de investimentos e do uso da tecnologia no setor financeiro, além de analisar a relação dos consumidores com os canais de atendimento bancários.

Em 2018, 2,5 bilhões de pagamentos de contas e transferências, incluindo DOC e TED, foram realizados por meio do mobile banking, que, pela primeira vez, superou o internet banking na preferência do brasileiro nessas operações.

Esse movimento é reflexo da praticidade de uso, da segurança e da conveniência oferecidas pelo canal, que foi responsável por 40% do total de operações bancárias efetuadas no ano passado – levando-se em conta as transações feitas em agências, via internet banking, autoatendimento, pontos de venda no comércio, correspondentes no país e pelo telefone. Para efeito de comparação, em 2014 o mobile banking respondia por apenas 10% das operações.

De acordo com o estudo, o número de transações bancárias com movimentações financeiras cresceu cerca de 33%. O avanço de 80% na quantidade de transações com movimentações financeiras por celular foi puxado, principalmente, pelo crescimento número de contas pagar por esse canal (que chegou a 1,6 bilhão, em 2018) e de 119% na quantidade de DOCs, TED e outras transferências de quantias em contas bancárias (862 milhões).

O brasileiro também contratou mais crédito pelo celular: foram 359 milhões de contratações em 2018, com aumento de 60% em relação ao ano anterior.

As transações com movimentação de dinheiro em contas bancárias realizadas pelos POS (pontos de venda no comércio, as chamadas maquininhas) ultrapassam aquelas realizadas nas agências, o que reforça a tendência mundial do uso dos canais eletrônicos.

Para o diretor setorial de Tecnologia e Automação Bancária da FEBRABAN, Gustavo Fosse, a opção pelo mobile ajudou a manter a tendência de alta no total de transações bancárias em todos os canais, que saltaram de 71,8 bilhões em 2017 para 78,9 bilhões, no ano passado.

“A facilidade em poder resolver questões financeiras apenas utilizando o celular é um ponto-chave desse crescimento”, afirma. Ele acrescenta que o incremento de transações com movimentação financeira por mobile banking atesta que o cliente se sente cada vez mais seguro para movimentar seu dinheiro por esse canal.

Investimentos – Mesmo num cenário macroeconômico desafiador, os gastos com tecnologia bancária, incluindo despesas e investimentos, continuaram consistentes e somaram R$ 19,6 bilhões no ano passado, um crescimento de 3% em relação ao último ano. Desse total, R$ 10 bilhões foram destinados a software, reforçando o foco das instituições bancárias no desenvolvimento de novas funcionalidades em serviços e produtos dos bancos.

Quando perguntados sobre os investimentos prioritários previstos para os próximos anos, os bancos revelam que o setor tende a usar cada vez mais a inteligência de dados em suas operações: 80% dizem planejar investimentos em big data/analytics; e 73% investirão em inteligência artificial e computação cognitiva. O setor bancário é, junto com o governo, o que mais investe em tecnologia no Brasil.

Contas digitais – O levantamento registrou, também, um boom de contas abertas por meio do mobile banking: foram 2,5 milhões em 2018 ante 1,6 milhão no ano anterior. O internet banking não fica atrás nesse quesito, já que registrou a abertura de 434 mil contas no ano passado, bem acima das 26 mil, em 2017. Também houve um forte incremento de 60% na contratação de crédito por aplicativos de celular; e os investimentos e aplicações feitas pelo mesmo canal cresceram 36%.

A Pesquisa também aponta que as comunicações feitas digitalmente também cresceram de maneira considerável. As interações feitas entre clientes e bancos por web-chat tiveram um crescimento de 364%, e chegaram a 138,3 milhões no ano passado. Já os atendimentos via chatbot passaram de 3 milhões, em 2017, para 80,6 milhões no ano passado, ou seja, aumentaram 2.585%.

A Pesquisa e a metodologia adotada

A Pesquisa FEBRABAN de Tecnologia Bancária é realizada há 27 anos pela Federação Brasileira de Bancos. O levantamento foi desenvolvido em parceria com a Deloitte e contou com a participação de 20 bancos, que representam 91% dos ativos dessa indústria no País. Um questionário online foi aplicado às instituições financeiras e, também, foram feitas entrevistas com especialistas; dados públicos foram consolidados e pesquisas internacionais da Deloitte foram usadas para ampliar e aprofundar a análise dos dados.

“A Pesquisa Deloitte mostra que os bancos têm explorado novas tecnologias constantemente, sempre tendo como prioridade oferecer uma experiência melhor, mais rápida e segura para seus clientes”, analisa Sérgio Biagini, Sócio Líder da Deloitte para Serviços Financeiros no Brasil.

Tags, ,

Meios de pagamentos móveis são a nova revolução do varejo

Por Denis Piovezan, Diretor Executivo da Linx Pay Hub

Em janeiro, um dos maiores eventos mundiais do varejo, a NRF 2019 Retail’s Big Show, aconteceu em Nova York, nos Estados Unidos. Se, na edição anterior, em 2018, já se falava em experiência do consumidor e na ampliação do uso de dispositivos móveis, neste ano, os dois assuntos estiveram juntos na pauta do dia, chamando a atenção para a mobilidade dos meios de pagamentos.

A facilidade dos mPayments não é novidade. É raro, por exemplo, quem não pague suas contas usando o internet banking. As tecnologias móveis, atualmente, permitem que o cliente entre e saia de uma loja física levando o que deseja sem a necessidade de passar pelo caixa ou mesmo compre um carro sem sair do sofá (nem para pegar o cartão de crédito).

Graças a isso, existe uma revolução no mercado de pagamentos na qual as transações digitais estão tomando o lugar das trocas físicas de dinheiro. Mais especificamente, de acordo com um estudo realizado pelo boostLAB, programa de potencialização de startups em nível avançado do BTG Pactual, a estimativa é que, em 2019, US$ 1 trilhão seja transacionado via meios de pagamentos móveis.

A quantia (bastante considerável) demonstra a nova realidade do mercado de pagamentos. A carteira digital da Apple, por exemplo, já é aceita em 74 dos 100 principais comerciantes dos Estados Unidos. Com ela, o cliente dispensa o uso do cartão de crédito físico, podendo fazer compras sem fio (via NFC). O cartão está cadastrado no próprio dispositivo e o cliente, sem sair de casa ou mexer no bolso, tem acesso fácil à compra. O mesmo acontece com o Google Pay e Samsung Pay, sistemas que integram a maioria dos grandes bancos.

Para atender a um consumidor que tem se mostrado cada vez mais interessado em finalizar suas compras de forma veloz e prática, algumas organizações estão levando os sistemas móveis para as lojas físicas. Já é possível um vendedor finalizar a compra em qualquer lugar do estabelecimento sem que o consumidor precise passar pelo caixa, como mencionado na abertura deste texto. Outra opção que também dispensa o caixa é o autoatendimento, no qual o próprio cliente compra e paga no mesmo local sem precisar da ajuda de terceiros.

A loja do futuro – que, na verdade já é o presente e cresce em grande velocidade – conta com diversas soluções móveis. Nela, os varejistas são responsáveis por tornar o momento da compra cada vez mais simples, intuitivo e interessante para a ponta final da cadeia. E isso independente do canal: online ou offline.

Tags, , ,

A revolução dos pagamentos: da moeda ao smartphone

Por Tiago Lourenço Cardeal da Costa

Uma geração inteira de pessoas provavelmente não sabe, mas três décadas atrás era necessário deixar uma quantidade considerável de dinheiro em casa para fazer compras e pagar as contas. O talão de cheque era um luxo para uma parcela pequena da população, os cartões ainda davam seus primeiros passos e conceitos como Internet Banking sequer existiam. Hoje, porém, a situação mudou. O avanço da tecnologia revolucionou o sistema financeiro e há diversas opções para realizar pagamentos no varejo. O mundo mudou e essa nova realidade mexeu com a economia brasileira.

Em 2017, por exemplo, foi a primeira vez que o volume de transações por cartão (crédito, débito ou pré-pago) superou o de dinheiro físico. Os cartões movimentaram R$ 1,36 trilhão, contra R$ 1,31 trilhão em saques, de acordo com levantamento da Abecs (Associação Brasileira das Empresas de Cartão de Crédito). Além disso, o pagamento móvel já é uma realidade no país com as entradas da Apple Pay e Samsung Pay e a previsão do IEEE (Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos) é que que as cédulas e moedas serão substituídas por pagamentos no celular até 2030.

A economia brasileira está se tornando cada vez menos dependente do papel-moeda porque a população têm um acesso cada vez maior aos serviços financeiros, seja tornando-se clientes de bancos ou adquirindo serviços de outras instituições, como fintechs e startups que oferecem alternativas para quem não possui conta em banco. É o caso, por exemplo, dos cartões pré-pagos e cartões virtuais, produtos que já são uma realidade para a grande maioria dos cidadãos e garante acesso a diferentes serviços, como assinaturas e compras diversas. Quanto mais transações aconteçam com a rapidez, segurança e simplicidade no meio eletrônico , menor serão as que ocorrem com dinheiro.

Esse movimento de descentralização dos serviços bancários e de pagamentos traz uma série de vantagens para os consumidores e estabelecimentos comerciais. É inegável que a competição estimula o surgimento de novas soluções a preços mais acessíveis. Basta olhar o exemplo do cartão: sinônimo de riqueza nos anos 90, hoje é item essencial para grande parte dos brasileiros. É um caminho sem volta e as empresas do setor precisam estar preparadas para este cenário.

Até porque as fintechs não irão parar de desenvolver novos produtos e serviços. Quem mantêm o cliente no centro de sua estratégia sai à frente da concorrência. Ferramentas de CRM (gestão de relacionamento com o consumidor) e análises de dados conseguem personalizar a experiência das pessoas – além do próprio feedback dos usuários permitirem a atualização constante. A tecnologia de pagamento instantâneo é exemplo disso e deve impulsionar modalidades como P2P (pessoa à pessoa) e P2B (pessoa à negócio), facilitando transações financeiras diretas sem a necessidade de intermediários.

A popularização da tecnologia no mundo mexeu com todos os setores, evidentemente, mas poucas áreas foram tão afetadas e remodeladas como a de pagamentos. Vivemos um momento único: as fintechs estão revolucionando o mercado e democratizando o acesso a esses serviços inovadores. Se antes era necessário caçar moedas e cédulas para fazer uma compra no supermercado, em um futuro próximo você nem precisará abrir a carteira para isso.

Tiago Lourenço Cardeal da Costa, product manager da Acesso

Braspag viabiliza pagamentos pelo Apple Pay

A Braspag, empresa do grupo Cielo, viabiliza pagamentos realizados pelo Apple Pay, serviço que a Apple acaba de lançar no país. Com a solução é possível realizar pagamentos usando os dispositivos da marca – celular ou relógio – por aproximação, substituindo-se, assim, o cartão. Também é viável pagar compras em lojas e aplicativos, semelhante ao funcionamento de uma carteira digital.

Neste segundo formato, a cada transação, o consumidor escolhe em sua carteira digital com qual cartão deseja pagar (ele pode armazenar quantos desejar). O lojista recebe, a partir do aparelho, os dados do cartão de forma criptografada. Essa criptografia é transmitida à Braspag, decodificada pela empresa e transmitida ao adquirente. Neste processo, ninguém tem acesso aos dados abertos do cartão em nenhum momento e somente a Braspag é capaz de decodificar os dados criptografados, proporcionando, assim, mais segurança ao lojista e ao portador.

A Nextel e a Ticket 360 são os primeiros clientes Braspag a oferecer o novo método. O lojista interessado em operar com o Apple Pay deverá ser homologado pela Braspag que entregará a ele uma espécie de chave para cifrar os dados do cartão de crédito do cliente. Tais dados estarão salvos na carteira digital do cliente, ou seja, armazenados no aparelho compatível com a tecnologia: o Apple Pay é compatível com iPhones, iPads e Macs com sensor biométrico – ou reconhecimento facial, no caso do iPhone X.

“Acreditamos muito no potencial do Apple Pay. A Braspag está sempre buscando possibilitar aos lojistas que ofereçam as mais variadas formas de pagamento aos seus clientes, trazendo praticidade para o dia a dia da operação, segurança e ampliando, assim, as chances de conversão de vendas”, afirma Rogério Signorini, diretor geral da Braspag.

Tags, , , , , , ,

Apple, Google, Samsung: o que os novos pays significam para o e-commerce brasileiro?

Por Rogério Signorini, Diretor geral da Braspag

O e-commerce segue crescendo no país. Foram 12% no ano passado, estimativas apontam para 15% em 2018 e agora o setor ganha importantes aliados: os novos pays. Os serviços de pagamento da Apple, Google e Samsung vêm fortalecer ainda mais este mercado, trazendo mais comodidade aos consumidores e mais chances de conversão para lojistas.

Segundo o estudo E-commerce Radar 2017, idealizado pelo Atlas, com o aumento da penetração de smartphones, a parcela de compras por dispositivos móveis cresceu de 22% para 31% entre 2016 e 2017, percentual que só tende a subir ainda mais, visto que, segundo projeções da FGV, o número de smartphones no Brasil deve se igualar em breve ao de habitantes, devendo chegar a 236 milhões em dois anos. Todos esses números só comprovam o enorme potencial de vendas que os novos pays trazem ao e-commerce. Mas em que consiste a tecnologia?

Para os e-commerces, os novos pays funcionam no formato de carteira digital. O usuário deve capturar a frente do cartão com a câmera do aparelho ou adicionar os dados manualmente. A cada transação, o cliente escolhe em sua carteira digital com qual cartão deseja pagar. O lojista recebe, a partir do aparelho, os dados do cartão de forma criptografada. Essa criptografia é transmitida à empresa responsável pelo gateway de pagamento, que decodifica os dados e transmite ao adquirente. Tudo de forma muito segura, tanto para o lojista quanto para o portador do aparelho. Nas transações online e em apps, um toque e o dedo posicionado no Touch ID confirmam a compra.

E falando em compras via aplicativos, de acordo com o Mobile Payment Journey, a nossa familiaridade com os smartphones, e mais ainda, com os apps, é notável: 78% dos brasileiros que possuem os aparelhos preferem comprar via app, número que fica acima dos 71% da média global. O mesmo estudo indica, porém, que ao mesmo tempo em que os brasileiros são atraídos pelos benefícios da velocidade e simplicidade de comprar via app, também abandonam as compras por desconfiar da segurança. Muito provavelmente os novos pays ajudarão a diminuir essa desconfiança. Vale lembrar ainda que os novos sistemas de pagamento também funcionam no varejo físico, por tecnologia de aproximação (NFC – Near Field Communitacion).

E se com todos esses números ainda não ficou clara a força dos novos pays para o comércio, aqui vai mais um dado: o potencial do Apple Pay no Brasil é de, inicialmente, 1,2 milhão de pessoas, segundo estimativas de mercado, pois esta seria a quantidade de clientes que acessam um dos bancos habilitados hoje por meio de um iPhone 6 ou superior (dispositivo compatível com a tecnologia). Imagine isso somado ao Google Pay – que conta com suporte do Bradesco, Banco do Brasil, Neon, Banrisul, Brasil Pré-Pagos, Caixa Econômica Federal e Porto Seguro – e ao Samsung Pay (este já disponível para dezenas de cartões com bandeiras Visa e Mastercard)?

Os novos pays vieram para ficar, ou melhor, para mudar a história dos meios de pagamento no Brasil e projetar ainda mais o crescimento do e-commerce. A tecnologia está aí, disponível para os consumidores e lojistas, basta começar a usar para escrever também suas próprias e bem-sucedidas histórias no comércio digital!

Tags, , , , , , , , , ,

A explosão das fintechs e como elas vão agitar o mercado em 2018

Por Marcelo Oliveira

As fintechs estão revolucionando a maneira como as pessoas lidam com seu dinheiro. Elas tornaram esse processo mais rápido, transparente e barato. E o público têm gostado disso. As startups que abusam da tecnologia no setor financeiro representam um desafio e tanto para os bancos.

Os grandes grupos do segmento já acreditam que considerável parte dos lucros estará nas mãos de atores diferentes em um futuro próximo. O banco norte-americano Goldman Sachs estima que 20% de seu mercado pode ser abocanhado pelas fintechs.

Um estudo feito pela PwC entrevistou 176 presidentes-executivos de instituições financeiras de todo mundo e mostrou que 81% desses líderes acreditam que a velocidade das mudanças tecnológicas ameaça o crescimento de suas companhias.

Segundo último estudo do Radar FintechLab, realizado em novembro do ano passado, o Brasil abrigava 369 fintechs – crescimento de 36% em relação ao levantamento de fevereiro do mesmo ano. O presidente do Itaú, Roberto Setúbal, já afirmou em evento da Febraban que os bancos “têm de correr”.

Esse número, no entanto, não reflete a capacidade máxima desse setor. Há ainda muito espaço para crescimento e surgimento de novos empreendimentos que melhorem a experiência de acesso, informação e uso dos mecanismos financeiros. As oportunidades são muitas, mas mais importante do que enumerá-las, é definir sua essência: “massificação” de oferta e foco absoluto na experiência centrada no cliente. A rentabilidade do negócio, sem dúvida, será uma consequência da gestão benfeita desses dois pilares.

As oportunidades de avanço e surgimento de novas fintechs são infinitas. Elas reinventaram a experiência, o uso e o acesso de serviços em um mercado que era altamente tradicional. E hoje, grandes conglomerados financeiros deixaram de lado a visão de concorrência e abriram suas portas para incubar e investir nessas iniciativas para reinventar os negócios. Um exemplo é o Cubo e a recente inauguração do Habitat do Bradesco.

Além disso, a queda de juros básicos da economia deve refletir nesse mercado de algumas formas. A vasta oferta de capital em busca de maior rentabilidade deve atingir positivamente a captação de recursos para startups, de plataformas digitais de investimento e crédito ao consumidor. Enfim, 2018 será um ano altamente positivo para o mercado de fintechs brasileiro e podemos esperar para ver grandes avanços no setor.

Marcelo Oliveira é Chief Product Officer do Verity Group, ecossistema de empresas que prestam consultoria para transformação digital e gestão de ponta a ponta – verity@nbpress.com

Tags, , , , , ,

Ingresso Rápido inova no mercado de tickets e passa a oferecer pagamento via Apple Pay

A partir de 04 de abril, a Ingresso Rápido, maior marketplace de tickets de entretenimento ao vivo da América Latina, passa a oferecer um novo meio de pagamento aos seus mais de 3 milhões de clientes: o Apple Pay, lançado este mês no Brasil.

Além de poder comprar e efetuar o pagamento dos ingressos com um único clique, os usuários da Ingresso Rápido também terão uma vantagem: não será preciso ter cadastro no site para efetuar compra, já que a própria Ingresso Rápido conseguirá criar esse login e senha, enviando posteriormente para o comprador os dados e permitindo que o usuário altere todos o conteúdo cadastrado.

“A Ingresso Rápido tem como grande objetivo se consolidar cada vez mais como uma empresa de tecnologia, e ter parceiros como a Apple é de extrema importância, para conseguirmos oferecer ao consumidor uma experiência única de compra, além de um serviço personalizado e direcionado”, explica Diego Barreto, CFO da Ingresso Rápido.

A Apple Pay está transformando o mercado de pagamentos móveis, com um produto seguro, privado e fácil de ser gerenciado. Além disso, segurança e privacidade são a base do novo lançamento. Quando o usuário utiliza o cartão de crédito ou débito com o Apple Pay, os números reais dos cartões não são armazenados no dispositivo nem nos servidores da Apple. Em vez disso, um número de conta de dispositivo exclusivo é atribuído, criptografado e armazenado de forma segura no elemento seguro no seu dispositivo. Cada transação é autorizada com um código de segurança dinâmico único e único.

Tags, , , , , , ,

BePay chega ao mercado para simplificar transações financeiras

A BePay acaba de ser lançada no Brasil e seu aplicativo está disponível para ser utilizado em qualquer smartphone Android e iOS, sendo que não é necessário dispor de tecnologia NFC (Near Field Communication) ou qualquer outra para ser utilizado.

Muito mais do que um simples aplicativo, ela chega como uma solução completa que irá facilitar o manuseio e promover uma agilidade quando se fala em movimentação financeira.

Um estudo realizado pelo Google em conjunto com a empresa de pesquisas Kantar TNS e intitulado “Google Consumer Barometer” (barômetro do consumidor), apontou que a fatia de brasileiros que usam smartphones cresceu mais de quatro vezes nos últimos 5 anos.

Segundo dados da 28ª Pesquisa Anual de Administração e Uso de Tecnologia da Informação nas Empresas, realizada pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV-SP) e divulgada no primeiro semestre de 2017, o Brasil terá um smartphone em uso por habitante até o final deste ano.

Tendo por base os dados apresentados, ter uma carteira digital no celular vem se mostrando uma realidade não muito distante para muitos brasileiros. Analisando todo esse crescimento na aquisição de aparelhos inteligentes, surge essa fintech (como são conhecidas as startups do setor financeiro), com um leque de facilidades envolvendo transações financeiras, diferente de tudo que se vê no mercado.

Com apenas um clique é possível acessar a carteira digital no seu smartphone e escolher qual a melhor forma de realizar a movimentação que deseja. São muitas as operações disponíveis e que se mostram simples ao serem realizadas por meio da BePay.

É possível armazenar, além de um cartão pré-pago próprio, cartões de diversas instituições bancárias e dessa forma pagar, receber, sacar e transferir dinheiro. Tudo com simplicidade, rapidez e segurança e também funciona sem precisar ter uma conta bancária ou mesmo um cartão de crédito.

Dessa forma, além de toda movimentação ocorrer de forma digital, o usuário pode solicitar um cartão pré-pago com bandeira Visa para realizar transações em locais que ainda não estejam ligados à rede BePay.

Além das funções de pagamento, recebimento e transferência, a solução também funciona como um agregador de cupons de desconto que são creditados automaticamente na conta do usuário no ato do pagamento, o que torna a BePay uma plataforma de promoções para todo o varejo.

Já para quem recebe, a operação também é muito simples. O cadastro pode ser feito com CNPJ ou CPF e não é necessário pagar ou alugar maquininha – basta ter um smartphone Android ou iOS para baixar gratuitamente o aplicativo BePay. É o consumidor que digita o valor e gera o código, o estabelecimento apenas lê e autoriza o pagamento.

O acesso e a troca de informações financeiras funcionam de forma tão rápida como um envio de mensagens e, para utilizá-lo na realização de uma compra, não é necessário o usuário estar conectado à Internet, apenas gerar um QR Code que será capturado pelo celular de quem recebe.

As compras pagas com saldo BePay ficam disponíveis para o estabelecimento no ato e o dinheiro das transações pode ser transferido para o cartão BePay, onde é possível realizar compras em POS (Point of Sale) ou até ser sacado em caixas de Bancos 24h ou transferido para qualquer conta bancária.

“Acreditamos em um mundo em que todos os negócios digitais possam ser mais amigáveis e com tecnologias que aumentam a agilidade e a eficiência financeira. O que queremos é facilitar transações comerciais, tornando o processo de pagamento mais prático, rápido e seguro para todos, colocando a carteira do consumidor dentro do smartphone”, comenta Paulo Della Volpe, presidente da BePay.

Quando se fala em transferência, elas podem ser feitas de forma quase que instantânea e ainda garantir a diversão de muita gente. “Imagine-se num lugar onde você está sem dinheiro vivo e não possua conta em banco, e esteja apenas com seu celular. Seu saldo não é suficiente no momento. Dentre todas as alternativas você solicita ajuda a familiares ou amigos para uma transferência rápida onde poderá usar o valor para o próprio BePay ou sacar com o cartão para realizar sua compra. Tudo muito fácil e rápido”, reforça Della Volpe.

A BePay é muito mais do que um conceito de modernidade digital. Supera o rol dos aplicativos. É um conjunto de soluções prontas para uso. “Já está sendo utilizado entre usuários e vem sendo muito bem aceito. A ideia é que um grande número de estabelecimentos de diversas áreas comece a fazer uso do serviço, buscando a facilidade nas transações financeiras”, ressalta o executivo.

A solução BePay já está disponível para download para smartphones Android e iOS.

A plataforma oferece benefícios tanto para quem paga quanto para quem recebe.

Para quem paga, os benefícios são:

• É para todo mundo – Está disponível por meio de aplicativo para smartphones Android e iOS;

• É para todas as horas – É possível pagar usando BePay mesmo se estiver sem Internet;

• Tem cupons – Também funciona como um agregador de cupons de desconto que são usados automaticamente no ato do pagamento em sua conta;

• Não tem burocracia – Para usar BePay não é necessário ter conta bancária ou cartão de crédito;

• Muito prático – Fazer pagamentos e transferências pelo celular se torna tão fácil e rápido quanto enviar uma mensagem;

• Todos os seus cartões em um só lugar – Com BePay fica mais fácil controlar suas finanças, usar seus cartões e pagar torna-se muito mais seguro por meio do conceito de carteira digital;

• Rapidez – Pode-se transferir dinheiro para amigos de uma forma instantânea, sem custo.

E para quem recebe, as principais vantagens são:

• Não é necessário pagar ou alugar maquininha – basta ter um smartphone Android ou iOS para usar, o aplicativo BePay é gratuito;

• Venda e receba de forma rápida – Compras pagas com saldo BePay ficam disponíveis para o estabelecimento no ato;

• Simples e seguro – É o consumidor que digita o valor e gera o código, o estabelecimento apenas lê e autoriza o pagamento como se estivesse tirando uma foto;

• Serve para pessoa física ou jurídica – Para receber pagamentos com BePay você pode se cadastrar com CNPJ ou CPF;

• Divisão de pagamentos – Todos os envolvidos podem receber sua parcela no recebimento de forma individualiza e ao mesmo tempo;

• Oferece campanhas de cupons – BePay é o único em que você pode participar de campanhas de cupons sem pagar taxas por isso;

• Sacar e transferir – Com BePay, você pode fazer saques em Bancos 24h e transferências para sua conta bancária.

Tags, , , , , , , , ,

Masterpass anuncia lançamento de pagamento com um clique no Brasil

O Masterpass, plataforma de pagamento digital da Mastercard que permite compras de forma simples, segura e inteligente em estabelecimentos parceiros, disponibiliza pela primeira vez o checkout expresso na solução no Brasil. A nova tecnologia permite o pagamento de produtos e serviços com apenas um clique ou impressão digital nos celulares a partir do momento em que as informações do cliente são previamente cadastradas e autorizadas, proporcionando assim uma experiência de pagamento rápida, fácil e segura.

O aplicativo que recebe o checkout expresso do Masterpass pela primeira vez é o Zul Digital, utilizado para pagar ou comprar antecipadamente os cartões de estacionamento rotativo geridos pela Zona Azul, por meio da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), na Cidade de São Paulo.

Como funciona: No primeiro uso, para que o usuário adquira seu tíquete de estacionamento com a nova solução, basta instalar o aplicativo Zul Digital, cadastrar os dados pessoais e, ao solicitar o pagamento da vaga atual ou a compra antecipada de cartões de estacionamento, escolher a opção Masterpass. Caso o motorista já tenha cadastro prévio na plataforma, basta clicar no botão para ativar a conta e habilitar o pagamento expresso, possibilitando assim que os próximos checkouts sejam concluídos apenas com a validação de impressões digitais ou um simples clique. A funcionalidade está disponível nos sistemas iOS e Android. O download também pode ser realizado por meio do link https://www.zuldigital.com.br/instalar.

“Com a nova funcionalidade que possibilita pagamento com um clique no Masterpass, a Mastercard torna mais uma vez tangível a proposta de oferecer experiências de alto nível com rapidez, segurança e facilidade. Dessa forma, no caso da Zona Azul, o motorista realiza as tarefas do dia a dia de forma descomplicada, sem que o fato de pagar a vaga do estacionamento seja uma preocupação a mais em sua rotina, já que ele pode concluir essa tarefa em apenas um gesto”, declara Valério Murta, Vice-Presidente de Produtos e Soluções da Mastercard Brasil e Cone Sul.

O mecanismo de compra com um clique otimiza conversões de compras, ao mesmo tempo em que torna o checkout mais descomplicado para o consumidor. Para ilustrar esse panorama, em pesquisa realizada pela Mastercard em parceria com a Norstat, no Brasil, 52% dos consumidores declararam abandonar suas compras no ambiente online quando esquecem a senha, por exemplo.

Tags, , , ,

Ciab Fintech Day divulga 21 finalistas selecionados

A FEBRABAN anunciou hoje os 21 finalistas do Ciab Fintech Day. Os projetos dos finalistas incluem desde soluções de segurança com reconhecimento facial, plataformas para autonegociação de dívidas, atendimento digital humanizado, até formas para oferecer produtos e serviços financeiros para o microempreendedor desbancarizado.

As empresas selecionadas terão a oportunidade de apresentar suas soluções durante os três dias do Ciab FEBRABAN, no espaço Fintech Lounge. Na ocasião, uma comissão julgadora analisará os projetos com base em critérios como experiência do cliente, audácia, inovação, simplicidade e escalabilidade. Depois de avaliadas pela comissão, três fintechs serão selecionadas para se reunirem com representantes dos grandes bancos para estudarem possibilidades de negócios e parcerias.

Esse ano, a 27ª edição do Ciab FEBRABAN acontecerá entre os dias 06 e 08 de junho. Além dessa competição, haverá um auditório exclusivo para as fintechs, onde serão realizados painéis e debates que falarão sobre as principais estratégias de inovação adotadas por instituições financeiras e startups para revolucionar o mercado financeiro.

Confira lista completa dos finalistas e suas soluções:

Dataholics

www.dataholics.io

Plataforma que capta e estrutura milhões de dados de pessoas que estão nas redes sociais e fontes públicas da web.

Flowsense

www.flowsense.com.br

App de localização dinâmica para aprimoramento de engajamento de consumidores.

FolhaCerta

www.folhacerta.com

Gestão de horas trabalhadas, redução de horas extras e demais rotinas trabalhistas pelo celular.

Foxbit

www.foxbit.com.br

Emissão de ativos em Blockchain.

Fullface Biometric Soutions

www.fullface.com.br

Solução de biometria facial para identificação de pessoas de forma transparente e rápida para garantir segurança em processos físicos e digitais.

Moneto

www.moneto.com.br

Viabilizar produtos e serviços financeiros, sob medida, para o microempreendedor desbancarizado.

Mutual

www.mutualr.com

A Mutual legalizou os empréstimos informais, agregando diversos serviços financeiros.

Nexoos

www.nexoos.com.br

O problema que a Nexoos resolve é a dificuldade encontrada por pequenas empresas em obter crédito, principalmente devido à taxa de juros.

OriginalMy

www.originalmy.com

Redução de burocracia e custos excessivos na assinatura e gestão de contratos através de protocolo Blockchain.

Overmedia Cast

www.thechatbotkiller.com

Atendimento digital humanizado, próxima geração de Chatbots, com interatividade, interfaces ricas e apelo áudio visual.

Paypaxx

www.paypaxx.com.br

Solução para gastos corporativos e pagamento de recebíveis, o PayPaxx traz o futuro da gestão de pagamentos para empresas de pequeno a grande porte.

Paysmart

www.paysmart.com.br

Solução de personalização remota de cartões físicos, pulseiras contactless e cartões virtuais que otimiza prazos de entrega, custo dos cartões e reduz fraudes no e-commerce.

Phdrisk

www.phdrisk.com.br

Análise e avaliação de risco de crédito.

Portfy

www.portfy.com.br

Solução de portabilidade de crédito.

Quanto gastei

www.quantogastei.com

Plataforma de integração de tecnologias que visa facilitar o processo de controle financeiro pessoal, gerando ganhos em termos de economia financeira ao adquirir bens e serviços.

Quartilho

www.quartilho.com

Plataforma web que concilia os diferentes interesses entre grandes empresas compradoras, sua cadeia de fornecedores e investidores interessados em adquirir títulos destes fornecedores.

QueroQuitar

www.queroquitar.com.br

Plataforma de negociação e quitação de dívidas.

Simply

www.simply.com.br

Fortalecer a estratégia digital nos processos de Onboarding do cliente, ou seja, captura e formalização de propostas.

Tasken Debt

debt.tasken.com

Plataforma de autonegociação baseada em robôs que oferece ao devedor a conveniência de negociar sua dívida a hora que quiser, no canal que escolher.

TEM

www.meutem.com.br

Acesso à saúde para populações com menor renda e educação do consumidor para prevenção e uso consciente dos serviços.

Wizfee

www.wizfee.com

Ambiente online que conecta Bancos e empresas que buscam alta performance, ajudando a melhorar a saúde financeira de pequenas e médias empresas e criar novas oportunidades junto a bancos e investidores

Ciab FEBRABAN

Data: 06 a 08 de junho de 2017

Local: Transamérica Expo Center (Avenida Doutor Mário Vilas Boas Rodrigues, 387 – Santo Amaro)

Site:http://www.ciab.org.br

Tags, ,

Presidentes de bancos, prefeito de São Paulo e youtuber Zach King serão alguns dos destaques do Ciab FEBRABAN 2017

Mais de 280 palestrantes do Brasil e do mundo já estão confirmados para a 27ª edição do Ciab FEBRABAN, principal congresso de tecnologia da informação para o setor financeiro da América Latina. Com o tema central “Ser Digital”, os participantes poderão acompanhar 73 painéis, divididos em três trilhas técnicas: Produtos, Transformação Digital e Experiência do Cliente. O evento ocorrerá entre 06 e 08 de junho, no Transamerica Expo Center, em São Paulo.

Em sua abertura, o Ciab FEBRABAN receberá Murilo Portugal, presidente da FEBRABAN; Gustavo de Souza Fosse, diretor setorial de Tecnologia e Automação Bancária da FEBRABAN; João Doria, prefeito de São Paulo; Maurício Machado de Minas, presidente do Conselho do Ciab e vice-presidente do Bradesco; e Adalberto Felinto da Cruz Júnior, secretário-executivo do Banco Central do Brasil.

Destaques

No primeiro dia do evento, logo após a abertura, o auditório FEBRABRAN receberá como keynote speaker, João Doria, que ministrará palestra sobre o tema “Cidades Inteligentes”, a partir das 10h30. Em seguida, às 11h45, Sérgio Rial, presidente executivo do Santander Brasil, abordará o Mundo pós-digital. Outro destaque será Dag Detter, autor e consultor de Investimentos da Detter & CO. Ele estará em um painel, no auditório A, partir das 14h00, junto com Sérgio Cutolo, vice-presidente do BTG Pactual, e o moderador Renato Villela, diretor de Participações Societárias e Imobiliárias da Funcef. Eles falarão sobre o tema “A Riqueza Pública das Cidades”.

Já no segundo dia, a palestra de destaque será do Paulo Rogério Caffarelli, presidente do Banco do Brasil, que abordará A conveniência de ser mais que digital. Quem encerra as atividades no auditório principal é Oscar Salazar, cofundador do Uber.

O keynote speaker, que finalizará a programação do Ciab FEBRABAN, será o norte-americano Zach King. O ilusionista faz sucesso no Youtube e ficou mais conhecido ainda depois de levar seu conteúdo para outras plataformas como Vine e Instagram. Zach fará a palestra “O Contador de Histórias que há em nós”.

Trilhas Técnicas

A trilha de Produtos inclui a parte de seguros e de Meios de Pagamento, que foram desenvolvidas em parceria com a CNseg (Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização) e com a Abecs (Associação Brasileira das Empresas de Cartão de Crédito e Serviços), respectivamente. Dentro desta trilha, será realizado um painel de discussão sobre a Nova Plataforma de Cobrança, que contará com a participação do João Carlos Pinto de Mello, gerente executivo da Diretoria de Soluções Empresariais do Banco do Brasil; Joaquim Kavakama, superintendente geral da CIP, e terá como moderador Leandro Vilain, diretor de Políticas de Negócios e Operações da FEBRABAN. Esse painel ocorrerá no primeiro dia, no auditório G3, às 14h.

Um dos temas que serão mais debatidos durante a trilha de Transformação Digital de todo o evento será o blockchain. Os visitantes poderão acompanhar discussões que mostram desde as aplicações dessa tecnologia, cases de grandes players da indústria bancária, até tendências que estão sendo implantadas em outros países. Além disso, a trilha também abordará temas como tecnologias disruptivas, inteligência artificial, APIs, analytics, computação cognitiva, moedas virtuais, cloud, segurança da informação e infraestrutura.

Já na trilha de Experiência do Cliente, o auditório G3 será palco de um interessante debate que abordará o Futuro das Agências e Agências do Futuro, a partir das 15h30. O painel terá a participação de Sérgio Biagini, sócio da Deloitte, consultoria que realiza a Pesquisa de Tecnologia Bancária da FEBRABAN; Maritza Guaderrama, CEO da Designit Spanhã & LATAM e Neudson Peres de Freitas, do Banco do Brasil. Outros temas que serão abordados pelos painéis serão fintechs, canais de atendimento, pessoas e user experience.

Para conferir a programação completa do congresso de tecnologia, acesse: www.ciab.org.br

Ciab FEBRABAN

Data: 06 a 08 de junho de 2017

Local: Transamerica Expo Center (avenida Doutor Mário Vilas Boas Rodrigues, 387 – Santo Amaro)

Site:http://www.ciab.org.br

Tags, , , ,

Tecnologia e lnovação transformam ônibus em lanchonete

image002

Um novo conceito para a gastronomia chega às ruas de São Bernardo do Campo com uma proposta totalmente inovadora. Trata-se do “Busger”, um ônibus de dois andares completamente repaginado e adaptado com tecnologia da NCR Corporation, líder global em soluções omnichannel, para oferecer uma experiência diferenciada ao consumidor.

O ônibus tem dois andares, sendo o de cima para os clientes e o debaixo para a cozinha, além da área externa que acomoda mesas e cadeiras. Totalmente moderno, o Busger possui televisão e som ambiente para os clientes, e capacidade para estocar muitos produtos, como 2 mil hambúrgueres, 300 litros de chopp, cerca de mil refrigerantes, entre outros itens.

Além de ser um projeto diferenciado pela proposta e pelo design, o Busger está equipado com uma série de soluções omnichannel da NCR, como o pagamento via celular, para oferecer uma experiência única ao consumidor.

“Encontramos uma oportunidade no mercado e decidimos inovar. Oferecer um ambiente totalmente inovador aos nossos clientes é um grande diferencial para atraí-los e fidelizá-los”, explicam Rodrigo Arjonas e Luciano Oberle, proprietários do ônibus gastronômico. Além disso, eles contam que “a tecnologia da NCR foi fundamental para a gestão e controle de todos os processos de venda, além de abrir espaço para implementarmos uma nova modalidade de pagamento que já agrada muitos de nossos clientes”.

Com um menu variado de sanduíches, finger foods, aperitivos e chopps gelados, o Busger londrino atende em um ponto permanente em São Bernardo do Campo, município do estado de São Paulo. O estabelecimento recebe de 100 a 150 pessoas por dia.

O Busger londrino é o segundo projeto idealizado pelos proprietários que já mantem um ônibus escolar americano com o mesmo conceito no bairro do Ipiranga, na capital paulista.

Tecnologia para o consumidor

Com o NCR Colibri 8, software para a gestão de venda nos estabelecimentos do segmento de food service, o Busger tem o total controle dos pedidos, do fluxo de venda dos produtos e mensuração do consumo. Além disso, a produção é muito mais rápida, pois os pedidos são enviados diretamente para a cozinha, dispensando os processos manuais.

Para maior comodidade dos clientes, o software NCR Colibri 8 está integrado ao aplicativo VocêQPad. Com ele, o consumidor do Busger pode solicitar o pedido pelo próprio celular. Basta fazer a leitura do QRCode disponível em sua mesa, fazer o pedido (com acesso ao cardápio e campo para opções personalizadas), efetuar o pagamento e aguardar ser chamado por uma senha.

“Com soluções seguras, práticas e intuitivas, a NCR fornece todas as ferramentas para transformar o estabelecimento e atender às expectativas do consumidor que, por sua vez, tem a opção de interagir com a marca ou empresa da maneira que achar melhor, no ambiente físico ou virtual”, explica Luiz Bento, diretor geral para o mercado de Hospitality da NCR no Brasil.

Segurança nas operações de venda

O Busger também utiliza o NCR Back Office, software para o monitoramento remoto de todas as funções financeiras e administrativas de uma cadeia de restaurantes por meio de uma central. As soluções da NCR foram incorporadas pela Delta K Automação, revendedora autorizada que acompanha o projeto.

“Um dos principais benefícios da automação do Busger é a possibilidade de gerenciar e acompanhar as vendas dos dois estabelecimentos por meio de um único sistema. Ou seja, do ônibus londrino os proprietários acompanham as atividades do ônibus americano, e vice-versa”, diz Eduardo Carnicelli Marçal, da Delta K.

Para os próximos passos, Rodrigo Arjonas e Luciano Oberle estudam franquear o negócio. O processo está em andamento e a ideia é que as futuras unidades tenham os mesmos padrões já utilizados pelos ônibus.

Tags, , , , , , , , , ,