Category conectividade

Algar Telecom lança Wi-Fi inteligente para o mercado corporativo

A Algar Telecom, empresa de telecomunicações do Grupo Algar, lança essa semana o SmartFi Pro, gestão inteligente da rede Wi-Fi que permite conhecer os usuários da rede, usufruindo da mais moderna tecnologia de conexão sem fio com a máxima proteção dos dados. O SmartFi Pro é o primeiro produto desenvolvido pelo Brain – Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT) fundado pela Algar Telecom – e será o novo item do portfólio da empresa.

Essa solução permite maior domínio sobre as informações dos usuários que acessam a rede, coletando apenas dados públicos disponibilizados nas mídias sociais, ou seja, garantindo a privacidade e a segurança da pessoa física que frequenta o estabelecimento. Ao acessar a rede do SmartFi Pro, o usuário final concorda em fornecer essas informações, as quais são compiladas e transformadas em uma base geral, possibilitando que os dados sejam usados de maneira inteligente. Com isso, a solução deixa de ser apenas uma infraestrutura de redes e se torna uma ferramenta efetiva de marketing.

Com o SmartFi Pro, empresas de todos os portes podem ter acesso ao histórico das pessoas logadas em suas redes, gerenciando as informações dos usuários e armazenando dados, que resguardam o estabelecimento caso ocorra algum cyber crime, de acordo com o Marco Civil da Internet. Este é um aspecto importante, especialmente para pequenas e médias empresas, que passam a gerenciar a utilização da rede de forma mais assertiva. Tudo isso com o suporte da Algar Telecom 24h por dia, durante todos os dias da semana.

“Queremos proporcionar ao mercado ofertas cada vez mais assertivas e inovadoras, e o SmartFi Pro é um exemplo disso. Esse lançamento, além de impactar positivamente nos resultados de negócios dos nossos clientes com a rentabilização do Wi-Fi, ajuda a melhorar a experiência de seus consumidores, que cada vez mais demandam por produtos e serviços personalizados”, reforça Márcio Estefan, diretor vice-presidente de Negócios da Algar Telecom.

A ferramenta foi desenvolvida em parceria com a plataforma de rede e conectividade da Cisco, que garante infraestrutura de alta qualidade de Wi-Fi para o usuário final. Já a plataforma de gerenciamento e enriquecimento de dados é em parceria com Zoox Smart Data e permite não só a administração dos acessos, como também a possibilidade de usar o sistema em prol de um conhecimento mais aprofundado do usuário e da comunicação mais assertiva com ele, podendo incluir até a realização de pesquisas em tempo real.

Dessa forma, as empresas podem desenvolver estratégias com base no perfil e comportamento de utilização de rede de seus clientes com uma ferramenta prática e intuitiva, com as informações mais relevantes para os negócios.

Tags, , , , ,

Embratel e T-Systems anunciam parceria para oferecer conectividade IoT no Brasil

A Embratel e a T-Systems acabam de anunciar uma parceria para oferta de conectividade IoT (do inglês, Internet das Coisas) para o mercado brasileiro. O acordo vai permitir a oferta, no Brasil, do IoT Service Portal, já disponibilizado pelo Grupo Deutsche Telekom em diversos mercados globais, incluindo Europa, Estados Unidos e China.

Como resultado, a T-Systems Brasil, braço da Deutsche Telekom para oferta de serviços corporativos e soluções e serviços globais de TIC, e a Embratel, líder em telecomunicações e com forte atuação em mobilidade corporativa e em TI, estão anunciando um acordo que vai permitir a comercialização de conectividade IoT no mercado brasileiro. Por meio da parceria, a T-Systems Brasil vai utilizar a rede da Embratel/Claro, tornando-se uma MVNO (Mobile Virtual Network Operator). A oferta do serviço começa no início de 2018.

“Atualmente, toda grande companhia precisa de conectividade para os aplicativos IoT que estão procurando implementar. Certamente nossa parceria com a Embratel vai permitir à T-Systems Brasil e ao Grupo Deutsche Telekom trazer serviços inovadores para o mercado brasileiro”, afirma Ideval Munhoz, presidente da T-Systems Brasil.
“Por meio desta parceria, a T-Systems terá acesso à melhor tecnologia do mercado. Com o suporte da Embratel, a T-Systems terá conectividade, disponibilidade e qualidade de rede para suportar as operações de IoT de seus clientes globais no Brasil”, diz Marcello Miguel, Diretor Executivo de Marketing e Negócios da Embratel.
O IoT Service Portal, da Deutsche Telekom, permite aos seus usuários operar e controlar, em tempo real, comunicações M2M (Machine-to-Machine), permitindo às áreas de negócios monitorar todos os seus cards M2M com seus correspondentes planos de dados e volumes de transmissão.

Além disso, os usuários podem ativar, bloquear ou desabilitar seus SIM Cards M2M e também mudar seus planos de dados e funcionalidades. Para controlar a transmissão de dados, eles podem criar alertas para cada card, recebendo notificações automaticamente. O portal é acessível por meio de uma conexão segura e suas funcionalidades podem ser facilmente integradas com ambientes de TI já existentes graças a APIs (Application Programming Interfaces) que podem ser utilizadas automaticamente.

Conectividade IoT em diferentes indústrias e fronteiras

Mais e mais companhias de setores como o automotivo, energia, saúde e transporte vem operando internacionalmente, enfatizando a necessidade de integração das soluções locais de IoT com um contexto global. Estas empresas levam a integração móvel, com os mais diferentes tipos de equipamentos IoT, às suas sedes, permitindo o acompanhamento de consumo de dados em tempo real, ou o controle remoto de máquinas, monitorando sua operação. Por isso, o IoT Service Portal da Deutsche Telekom foi desenvolvido com estes desafios em mente, oferecendo conectividade gerenciada em todo o mundo.

Mais informações sobre o IoT Service Portal da Deutsche Telekom e suas ofertas dedicadas podem ser obtidas em: http://iot.telekom.com/en/

Tags, , , , , , , , , ,

IPC adota soluções de Conectividade, Mobilidade e Cloud Computing da Embratel

A Embratel anuncia o fornecimento de soluções de Conectividade, Mobilidade e Cloud Computing para a IPC, fintech brasileira responsável pelo Sistema e-FRETE, uma plataforma de meios de pagamento eletrônicos e gestão de documentos para o setor de transportes. Com a migração de toda a sua infraestrutura de TI para o Data Center Virtual da Embratel, a IPC poderá expandir a capacidade de todas as soluções, em tempo real, para atender uma média de 5 mil transações financeiras eletrônicas realizadas diariamente. O Data Center Virtual da Embratel fornece toda a infraestrutura para o IPC, incluindo servidores virtuais interconectados, isolamento de rede e conexão, firewall e múltiplas vLANs.

“O Data Center Virtual da Embratel garante à IPC a disponibilidade, flexibilidade e agilidade necessárias para a realização de suas operações, facilitando a tomada de decisões. O gerenciamento da solução é realizado pelo cliente que, por meio de portal web, pode expandir ou reduzir seu pacote de serviços com facilidade e de acordo com suas necessidades”, diz Mário Rachid, Diretor Executivo de Soluções Digitais da Embratel.

Para suportar as atividades realizadas na sede da empresa, em Florianópolis e no escritório de Itajaí (SC), a IPC utiliza suporte técnico da Embratel, com atendimento ininterrupto, 24 horas por dia, sete dias por semana. A empresa contrata a solução de Internet Dedicada da Embratel para garantir velocidade de download igual à de upload, IPs com 100% de garantia de banda na Internet e gerência e supervisão de rede com equipe técnica especializada disponível de forma ininterrupta. Os colaboradores das duas unidades também têm à disposição a solução VIP Único, com conexão 100% digital e tarifas diferenciadas para as chamadas fixas realizadas entre os escritórios, permitindo o maior controle dos gastos. A IPC recebe uma fatura única, que também pode ser acessada via portal web.

“Estamos muito satisfeitos com a escolha da Embratel para fornecer soluções de TI e Telecomunicação para a IPC. Todo o gerenciamento das transações eletrônicas da nossa empresa, realizadas por cerca de 210 mil transportadores autônomos no Brasil contratados por mais de 1.200 empresas, é realizado por meio de tecnologias da Embratel”, afirma Ivan Gilberto Ponciano, CEO da IPC.

A IPC também utiliza solução de Mobilidade Corporativa da Embratel em toda a sua área comercial. O Plano Sob Medida inclui ligações móveis locais, a cobrar e de longa distância nacional efetuadas com o DDD 21, SMS e tráfego de dados. Com a oferta, a franquia mensal contratada é compartilhada entre todas as linhas móveis da empresa. Os valores que não são consumidos no mês são transferidos para utilização nos próximos 60 dias, protegendo os investimentos da empresa. Já com a oferta de 0800 da Embratel, a IPC garante o melhor atendimento dos clientes, que podem efetuar chamadas para a empresa, de qualquer lugar do Brasil, sem custos.

“A Embratel fornece soluções completas e integradas de Telecomunicações, TI e Mobilidade Corporativa e tem uma infraestrutura preparada para suportar o crescimento das empresas que cada vez mais investem na digitalização de seus processos”, diz Gustavo Silbert, Diretor Executivo da Embratel.

A IPC é a provedora do Sistema e-FRETE, plataforma para gestão de documentos e para meios de pagamentos eletrônicos, que está integrada a sistemas de gestão de empresas de transporte, de logística e embarcadores. A plataforma permite que os contratantes e os contratados operem com ou sem cartões plásticos e sem conta bancária. O motorista pode, por exemplo, utilizar o valor cobrado pelo frete, que fica creditado no sistema da IPC, para pagar despesas na rede credenciada da empresa, que hoje conta com mais de 2 mil pontos, sendo a maioria postos de combustíveis em rodovias, fazer saques, transferências, recargas de celular e pagamento de contas diversas. Para quem possui conta bancária, é possível realizar saques ou transferências. Todo o controle das transações é feito remotamente, via Internet.

Tags, , , , , , , , , , ,

Unidas adota soluções de conectividade e mobilidade da Embratel

A Unidas, empresa especializada em locação de automóveis e gestão de frotas, acaba de contratar novos serviços da Embratel. A empresa está expandindo sua estrutura de Internet e otimizando o atendimento a clientes de todo o Brasil com soluções de telecomunicações, TI e mobilidade da Embratel. Com isso, reforça a comunicação dos seus escritórios e de todas as unidades instaladas nos aeroportos brasileiros, que são os locais com maior volume de aluguel de veículos.

“Estamos ampliando o contrato que tínhamos com a Embratel desde 2005, com novos serviços como links dedicados de banda larga, telefonia fixa e celular. Com isso, estaremos com a melhor infraestrutura para atender os nossos clientes em diferentes cidades e aeroportos do país. A novidade está alinhada com nossa estratégia de oferecer o melhor serviço do setor, com um atendimento primoroso e as tecnologias mais avançadas para dar comodidade e agilidade aos nossos clientes ”, Alexandre Bianco, Head de TI da Unidas. Segundo o executivo, a infraestrutura de telecomunicações é fundamental para o gerenciamento da frota de mais de 53 mil veículos.

“Nossas soluções convergentes estão melhorando a performance de empresas de todo o Brasil que buscam ganho de produtividade e otimização de custos”, diz Marcello Miguel, Diretor Executivo de Marketing e Negócios da Embratel.

A Unidas aumentou sua capacidade de Internet em 40% e contratou da Embratel links dedicados com garantia de velocidade. Para possibilitar a rápida troca de mensagens de sua equipe de campo, por meio de voz e de dados, contratou uma nova solução de telefonia celular corporativa. Com este serviço, os colaboradores poderão falar à vontade entre si e poderão ligar para os clientes, usando o código 21, da Embratel. Também poderão fazer chamadas de longa distância, nacional e internacional, com tarifas especiais.

“Com as soluções da Embratel, a Unidas terá à disposição uma tecnologia de ponta que irá agilizar o atendimento aos seus clientes, inclusive em locais com maior volume de negócios, como os aeroportos. Por meio das nossas ofertas, a Unidas contará com uma moderna infraestrutura para realizar o atendimento com excelência”, diz Adriana Coutinho Viali, Diretora Executiva da Embratel Claro Empresas SP.

Para unificar e melhorar a comunicação entre as unidades da cidade de São Paulo, a Unidas contratou a solução Vip Único Embratel. Com ela, os colaboradores poderão realizar chamadas locais e de longa distância, para telefonia fixa ou celular, com a excelência garantida pela conexão 100% digital via rede Embratel. Nesse pacote, a Embratel oferece tarifas mais competitivas, sem cobrança diferenciada por horário e sem assinatura mensal. Além disso, a gestão dos serviços pode ser feita por meio de fatura única, também disponível via Internet.

Tags, , , ,

Ascenty inicia a operação de seu quinto Data Center

A Ascenty, empresa líder no mercado brasileiro de Data Centers, iniciou a operação de sua primeira unidade na capital São Paulo. Com 4.000 m² de área construída e capacidade de 10 MVA de energia, o site passou pelo processo de comissionamento com sucesso, e já está em operação desde o dia 1º deste mês.

A unidade, denominada São Paulo 1, é a quinta em operação da companhia. Os outros quatro Data Center estão localizados em Campinas, Jundiaí, Hortolândia e região metropolitana de Fortaleza. A Ascenty oferece serviços personalizados de infraestrutura de TI e possui uma rede própria de fibra óptica de 3.900 km.

Segundo Roberto Rio Branco, Diretor Comercial, Marketing e Institucional da Ascenty, o mercado de São Paulo tem um enorme potencial e está em plena ascensão. “Construímos este Data Center de padrão mundial para atender a necessidade do mercado. Algumas das principais empresas do país estão sediadas na região. Estes clientes agora podem hospedar seus dados em um site próximo a sua matriz. Com nossa rede de fibra óptica conectando nossos Data Centers e as principais operadoras de telecom, entregamos soluções completas de colocation, cloud, conectividade e serviços gerenciados aos nossos clientes”, completa o executivo. Para atender toda essa demanda, a Ascenty também está construindo uma segunda unidade na capital, denominada São Paulo 2, que está em estágio final de obra, com previsão de lançamento no mês de abril.

Agilidade, flexibilidade e foco na prestação de serviços são os grandes diferenciais da Ascenty, que está no mercado há 7 anos. Além disso, todas as unidades da empresa são certificadas com o padrão Tier III do Uptime Institute, o mais importante reconhecimento do setor.

“Todas as nossas soluções são personalizadas, pensadas de acordo com a necessidade e construídas em conjunto com o cliente. Nossos colaboradores, extremamente capacitados tecnicamente, possuem um alto padrão de atendimento, fazendo com que as demandas sejam resolvidas da melhor forma possível”, afirma Roberto Rio Branco.

Ficha Técnica

O data center conta com uma subestação própria e foi planejado para uma potência total de energia de 10 MVA, com redundância Tri-bus. Possui sistema de geração a diesel, através de Drups e uma autonomia de 48 horas sem reabastecimento.

Para garantir a refrigeração, opera com sistema de água gelada, com chillers a ar de alto desempenho e sistema rapid restore, sempre com redundância N+2.

O data center é monitorado por câmeras CFTV 24×7, que detectam movimento em alta definição e armazenam as imagens por mais de 90 dias. Possui controle de acesso por dupla autenticação, sendo biometria e cartão magnético, além de contar com o profissionalismo de uma equipe própria de segurança 24×7.

No quesito conectividade, o data center possui duas salas de telecom, com entrada redundante subterrânea, que possuem excelente conectividade com as principais operadoras de telecom. Além disso, possui conexão direta com o PTT em São Paulo e Campinas.

Tags, , ,

FWC usa portal Ascenty Cloud para ganhar flexibilidade na oferta de serviços voltados aos clientes

A Ascenty, líder no mercado de data center nacional, apresenta os resultados da parceria com a FWC Group, empresa especializada na oferta de gerenciamento de ambiente de TI seguro e de alta performance com soluções em cloud computing, banco de dados e infraestrutura. Para atender às necessidades dos clientes da FWC, a Ascenty fornece serviços em cloud computing, firewall, balanceamento de carga, armazenamento de dados, backup, colocation, conectividade, entre outros.

Todas as soluções são entregues de forma transparente para o usuário e a contratação dos serviços é feita em função da demanda, gerada por meio do portal Ascenty Cloud, que facilita a aquisição desses serviços, bem como o gerenciamento dos ambientes de TI hospedados em seus data centers.

Entre os resultados positivos da parceria com a Ascenty, destaque para a redução significativa do número de chamadas para intervenções corretivas e agilidade nas decisões, uma vez que o portal Ascenty Cloud oferece grande autonomia aos usuários. O que significa que o ambiente está mais estável e com melhor desempenho.

“Temos uma sinergia bastante afinada com a Ascenty e um objetivo em comum: atender rapidamente, e de forma adequada, às necessidades dos nossos clientes e do mercado em geral”, afirma Marco Duarte, Diretor de Negócios da FWC. “Disponibilidade de ambiente e segurança são requisitos fundamentais para todos os clientes da empresa, especialmente os que possuem aplicações de missão crítica – como é o caso dos que atuam nas áreas de saneamento, logística e transporte, por exemplo”, completa.

Os negócios gerados pelos clientes da FWC exigem flexibilidade na cesta de produtos contratada, que inclui serviços variados, desde administração da infraestrutura ao gerenciamento do ambiente de banco de dados, além da segurança e alta disponibilidade.

“Essa é uma peça fundamental, que vem nos ajudando a oferecer escalabilidade e disponibilidade aos nossos clientes”, explica Duarte “O cliente compra o serviço na modalidade cloud, o que traz flexibilidade, redução de custos, segurança, agilidade para crescimento e permite o foco no core business, por tirar a preocupação da infraestrutura de TI. Exatamente o que os clientes buscam ao contratar a FWC, que atende empresas com diversos perfis de negócios, seja de pequeno, médio ou grande porte, de variados segmentos como construção, manufatura, combustíveis, serviços e agronegócio”, acrescenta.

“A flexibilidade e a disponibilidade de soluções híbridas, que combinam recursos distintos, são os grandes destaques da nossa estratégia na área de serviços gerenciados”, ressalta Roberto Rio Branco, Diretor Comercial, Marketing e Institucional da Ascenty. “Com a inauguração do data center em Maracanaú, na região metropolitana de Fortaleza, a Ascenty reforçou essa estratégia com o conceito de cloud distribuído, oferecendo aos clientes a possibilidade de escolher onde querem operar seus ambientes de TI (em São Paulo ou no Nordeste), sempre com a garantia do mesmo padrão de qualidade internacional. Para a FWC, essa opção é um diferencial importante, uma vez que permite reduzir a latência para os seus clientes do Nordeste”, conclui.

Tags, , , , , , , , ,

Ascenty anuncia construção de Data Center no Rio de Janeiro

A Ascenty, empresa líder de Data Centers do Brasil, anuncia a construção de sua oitava unidade própria para suprir a demanda crescente na região do Rio de Janeiro. O início das operações da nova infraestrutura está previsto para o quarto trimestre de 2017.

“Dentro dos planos de expansão da Ascenty, o mercado do Rio de Janeiro é extremamente estratégico. Grandes companhias atuam na região e algumas já são nossas parceiras em outras unidades da empresa. Estamos na fase inicial da construção e uma parte significativa já foi comercializada, o que indica que estamos no caminho correto”, afirma Roberto Rio Branco, diretor comercial, marketing e institucional da Ascenty.

Com seis anos de mercado, a empresa oferece serviços de colocation de alta densidade, hosting, cloud computing, segurança, serviços gerenciados e conectividade. As soluções oferecidas pela companhia visam aumentar a eficiência de seus clientes em seus respectivos core business e ainda promovem a diminuição de custos.

Os diferenciais das soluções da Ascenty são a qualidade da infraestrutura e do atendimento, as certificações internacionais e a agilidade na prestação de serviços. Todos as unidades da empresa possuem padrão Tier III do Uptime Institute, o mais relevante reconhecimento do setor, além das principais certificações de qualidade e segurança.

A integral disponibilidade da equipe e o alto nível técnico de suporte fazem da empresa a mais capacitada do mercado. “Priorizamos o atendimento ao cliente com excelência e agilidade, por isso, nossos colaboradores possuem uma apurada visão analítica do negócio, o que proporciona atendimento cordial, resolutividade e celeridade nas questões do dia-a-dia”, explica Roberto Rio Branco.

Ficha Técnica

Energia

Planejado para uma potência total de 15 MW.
Sistema de redundância Tri-bus (três linhas de energia estáveis atendendo cada módulo).
Sistema de geração a diesel numa configuração N+1.
Três tanques de diesel que permitem aos geradores uma autonomia de 48 horas sem reabastecimento.
PUE (Power Usage Effectiveness) de 1,7.
UPS rotativa a diesel em configuração (N+1), com 9 unidades de 2.000 KV cada.

Refrigeração

Expansão direta com condensadores acima do telhado para melhor performance na troca de calor.
Sistema provido de evaporadores em corredores técnicos PUE laterais operando em N+2.
Insuflamento por piso elevado de 1 metro.
Capacidade de refrigeração de 570 TR, com expansão direta e redundância N+2 para cada módulo.
Sistema de resfriamento interno operando nos corredores técnicos laterais com redundância N+2.

Segurança

Localizado em um condomínio fechado, no Rio de Janeiro, proporciona um nível elevado de segurança física.
Monitoração 24×7 por câmeras de CFTV com detecção automática de movimento em alta definição, gravação digital e imagens armazenadas por mais de 90 dias.
Autenticação dupla para controle de acesso, sendo biometria mais cartão magnético.
Equipe própria de segurança e monitoramento no site 24×7.
Equipados com sistema de detecção de incêndio, com acionamento precoce de incêndio VESDA (Very Early Smoke Detection Apparatus).
Combate a incêndio com gás ecológico Ecaro 25.

Conectividade

Excelente conectividade via fibra óptica com as principais operadoras de telecom.
Entrada redundante subterrânea de fibras ópticas.
Duas salas de telecom (MMR – Meet Me Rooms).
Conexão direta com o PTT (Internet Exchange Point)

Tags, , , , , ,

Volvo Cars lança serviço de concierge nos Estados Unidos

Volvo S90 exterior with a range of concierge services

Serviços serão parte integrante da plataforma móvel Volvo On Call

A Volvo anunciou a implantação de um programa piloto de Concierge na cidade de São Francisco, nos Estados Unidos, com foco nos proprietários do utilitário esporte XC90 e do novo sedã de luxo S90. O conjunto de serviços visa facilitar a vida dos clientes e, nesse sentido, a fabricante sueca se aprofundou na pesquisa dos consumidores para satisfazer necessidades até agora não atendidas. O programa piloto está previsto para começar neste mês e vai contar com 300 proprietários de modelos Volvo.

“Imagine ir trabalhar de carro e, ao final do dia, encontrá-lo no estacionamento limpo e abastecido para voltar para casa. Esse é o tipo de serviço que vamos oferecer aos nossos clientes. A nossa pesquisa mostra que as pessoas gastam horas, toda semana, correndo atrás dessas pequenas tarefas, e queremos devolver esse tempo aos proprietários de veículos Volvo para eles possam fazer algo mais importante”, afirma Björn Annwall, vice-presidente sênior da Global Consumer Experience, do Grupo Volvo Car.

A pesquisa da Volvo aponta que mais de 70% dos clientes querem mais facilidade para abastecer o carro, enquanto 56% desejam que seus veículos sejam retirados e levados para serviços de manutenção de rotina, e 49% gostariam de ter seus automóveis levados até outro local, quando assim quisessem.

“A nossa abordagem é simples: procuramos facilitar a vida ao colocar em ação a mais nova tecnologia de conectividade por meio de um aplicativo para smartphone de fácil manuseio. Estamos ativando uma abordagem aberta e ágil para esse fim e agradecemos a colaboração de parceiros que oferecem serviços novos e inovadores. Isso é somente o começo”, afirma Anders Tylman-Mikiewicz, vice-presidente de Serviços de Conectividade para Clientes, do Grupo Volvo Car.

Os proprietários de carros da Volvo que participarem do programa piloto poderão utilizar o app para identificar e solicitar os serviços de concierge disponíveis nas imediações. Os pedidos são enviados até um prestador de serviços autorizado que vai reabastecer o veículo, realizar a manutenção de rotina programada ou qualquer outro serviço adicional.

O app oferece uma chave digital, para uso de uma só vez, que vale pela localização e data, e que é enviada até o prestador de serviço autorizado. Quando os serviços forem concluídos, o carro é bloqueado com o fim da validade da chave digital. O carro também pode ser devolvido até onde o cliente havia deixado estacionado ou até um local totalmente novo, de acordo com seu pedido.

A rede de laboratórios de inovação digital da Volvo Cars na Califórnia, em Xangai (China) e em Gotemburgo (Suécia) trabalha com foco na compreensão das necessidades da base crescente de clientes da empresa, num esforço para aumentar ainda mais a gama de serviços oferecidos. Devido à natureza flexível da plataforma Volvo On Call, novos serviços poderão ser rapidamente adicionados, oferecendo um maior número de serviços e, assim, economizando o tempo desses clientes.

Tags, , , , ,

Serviços Conectados Scania marcam início da mudança na gestão de frotas de caminhões e ônibus

Scania_ServiçosConectados_3

Atenta às tendências globais de utilização da conectividade e foco em eficiência, a Scania, marca líder na transição para um transporte sustentável, apresenta ao mercado os Serviços Conectados, solução inovadora para ajudar o cliente, seja transportador de cargas ou de passageiros, a fazer a gestão de sua frota por meio do uso inteligente de dados do veículo e parceria com a rede de concessionárias da marca, a fim de encontrar alternativas rentáveis para o negócio. Todos os seus benefícios estarão à disposição nas Casas Scania a partir de janeiro de 2017.

“A Scania é pioneira em oferecer esta proposta ao mercado brasileiro e conta com a experiência de mais de 200 mil veículos conectados em todo o mundo. Com os Serviços Conectados Scania nós superamos a barreira da telemetria para oferecer uma alternativa completa ao transportador com a disponibilização dos dados do veículo, uso inteligente dessas informações e consultoria customizada prestada pela rede de concessionárias, conforme as demandas de negócios e logísticas de nossos clientes”, afirma Roberto Barral, diretor-geral da Scania no Brasil. “Nosso foco é promover ao transportador uma visão mais holística para que ele possa realizar a gestão mais eficiente da frota e, consequentemente, aumentar a rentabilidade de modo progressivo.”

Por meio dos Serviços Conectados, é possível implementar ações de melhoria que contribuam na redução do custo por quilômetro rodado e no aumento do resultado da empresa. O transportador e a Scania têm acesso a muito mais dados do veículo e, por meio deles, podem identificar diversos fatores, como estilo de condução do motorista, velocidade média, consumo de combustível e intervalos de manutenção.

“Ter acesso aos dados operacionais do veículo permite à Scania entregar ativamente soluções de transporte para a frota. Os Serviços Conectados significam um novo patamar na redução de custos operacionais e mais disponibilidade, aliados à diminuição das emissões de poluentes e CO2, um compromisso permanente da Scania. Refere-se a uma renovada maneira de pensar o transporte, com ainda mais inteligência”, explica Barral.

Os dados são enviados por um módulo, chamado Scania Communicator,instalado no veículo. Os caminhões e ônibus produzidos desde maio de 2016 já foram equipados de série com este dispositivo. No entanto, os proprietários desses veículos devem procurar uma Casa Scania para que ele seja ativado e passe a enviar as informações. Para caminhões e ônibus fabricados a partir de 2012 e 2013, respectivamente, o módulo poderá ser facilmente instalado, por um valor competitivo, também em qualquer concessionária da marca. Para os produtos anteriores, o uso também é possível, mas dependerá de uma avaliação técnica e de viabilidade dos custos de adaptação.

Gestão mais dinâmica e eficiente

O lançamento da Scania oferece ao mercado quatro ferramentas: Planejamento de Serviços, Diagnóstico Remoto, Relatório de Tendências e Portal de Gestão de Frotas. Além do serviço do Gestor de Frota.

Com o Planejamento de Serviços, o transportador atinge uma maturidade e expande o controle de sua frota. A conectividade possibilita saber exatamente a quilometragem rodada de maneira online e independente de onde o veículo esteja, havendo, assim, uma maior objetividade na programação da operação diária. Para ter uma visão geral de todos os benefícios deste planejamento para o cliente, a Casa Scania vai acessar o Portal de Gestão de Frotas Scania, que mostrará todos os modelos da frota e um calendário para controlar os reparos, por meio do cadastro do plano de manutenção. Assim, o concessionário terá em mãos recursos gerados por esta ferramenta para atuar no agendamento ativo das revisões. Desse modo, o cliente encontrará agilidade no atendimento e ainda mais sortimento de peças. As vantagens são mais disponibilidade e produtividade do veículo e melhor assertividade para a solução de manutenção.

O Diagnóstico Remoto trabalha de três formas. Analisa os dados de condução em tempo real e, se necessário, promove ações de melhoria do condutor. Ainda aprimora a agilidade do trabalho do Scania Assistance (atendimento 24 horas). Caso haja uma parada emergencial do veículo, ao ligar para a central de apoio da Scania, o cliente informa o problema e o atendente acessa o módulo Communicator, que gera um relatório com os códigos das falhas. Com isso, o técnico socorrista irá até o local com a ocorrência completa, ou seja, saberá exatamente qual conserto fazer e qual peça levar. E, por fim, com ele a rede Scania detecta eventuais problemas da frota para atuar proativamente no planejamento de serviços e na correção de avarias, o que aumenta a disponibilidade do veículo.

Já o Relatório de Tendências é periódico (semanal ou mensal). Ele apresenta de forma fácil e intuitiva dados de desempenho da frota, categorizados por parâmetros, como, por exemplo, consumo de combustível, marcha lenta, freadas bruscas e excesso de velocidade. Indicadores reportam se a performance está melhor ou pior em relação ao período anterior examinado.

O Portal de Gestão de Frotas cria uma nova e revolucionária relação entre cliente e rede de concessionárias Scania na busca da eficiência. Sua navegação é simples, objetiva e amigável. Ele oferece acesso online a dados e tendências, que possibilitam com maior clareza o planejamento e o gerenciamento da operação. Por meio dos dados recolhidos, a rede Scania realiza uma consultoria com informações aprofundadas e valiosas de detalhamentos qualitativos em diversos parâmetros, e identifica pontos que podem ser melhorados. Como benefícios ao transportador estão o aumento da disponibilidade do veículo, alta da performance dos condutores, redução dos custos por quilômetro rodado e detecção de desvios da performance da operação (por exemplo, infração da velocidade permitida ou guiar não economizando combustível).

O Gestor de Frotas é um serviço em que um especialista da rede Scania atuará nos clientes utilizando ao máximo as benfeitorias das ferramentas para aumentar a disponibilidade da frota e a confiabilidade do produto, e colocar em prática ações para reduzir os custos operacionais.

Investimento

Para investir no novo serviço, estão disponíveis dois pacotes: Análise e Desempenho. O Análise é gratuito e válido por dez anos para os veículos que já tenham o módulo Communicator instalado e ativado. Com ele, tanto o cliente quanto a Casa Scania terão uma visão geral da frota conectada por meio de relatórios semanais e mensais, com dados operacionais recebidos por e-mail de forma automática. O transportador terá acesso ao Portal de Gestão de Frotas para a funcionalidade de planejamento de serviços, que possibilita utilizar as informações de uso do veículo para planejar antecipadamente as paradas para manutenção. Por último, o veículo poderá enviar o diagnóstico remoto de falhas para o Scania Assistance e também para qualquer uma das Casas Scania. Caso haja algum problema na viagem, o cliente terá um atendimento mais rápido e assertivo.

O pacote Desempenho tem uma assinatura mensal com um valor muito competitivo. Ele incorpora os benefícios do Análise e permite a leitura e a identificação de dados de operação de uma forma muito mais detalhada, tanto para informações operacionais dos veículos quanto individualmente por motorista. O cliente e a rede de concessionárias Scania podem determinar com exatidão quais são os pontos que precisam de atenção, e, eventualmente, correção no estilo de condução de um motorista. O serviço é tão avançado que pode até mesmo indicar se um condutor precisa ser treinado ou reorientado em pontos específicos, como para redução de consumo de combustível utilizando a marcha lenta, ou ainda corrigir hábitos inadequados de condução em descidas, com a caixa de câmbio em neutro. Com este pacote é possível, de uma forma bastante simples e amigável, tomar medidas para a otimização dos custos com combustível, aumento da disponibilidade de frota e diminuição dos gastos com manutenção corretiva.

“Ao unir as suas funcionalidades e criar uma tendência em gestão de frotas, os Serviços Conectados Scania são parte fundamental da estratégia de conectar no mesmo pacote de virtuosidades parceria com o cliente, eficiência, produtividade e disponibilidade, para a contribuição na transição a um sistema de transporte mais sustentável”, salienta Roberto Barral. “A sustentabilidade será um tema estratégico para as empresas nos próximos anos. Os embarcadores vão contratar empresas logísticas inseridas nesta filosofia. Na mudança para um mundo digitalizado e um setor de transporte mais sustentável, vamos manter o diálogo com clientes e embarcadores para uma cooperação constante. Os Serviços Conectados Scania são essenciais nesta nova jornada, pois permitem a evolução perfeita de diversas melhorias, especialmente na redução de consumo de combustível e de CO2, maturidade da gestão da frota e qualificação do motorista.”

Tags, , , , , , , ,

A importância de uma conexão direta do Brasil com a Europa – Por João Pedro Flecha de Lima

Na última sexta-feira (21/10) uma onda de ataques cibernéticos contra a empresa norte-americana Dyn Inc., um dos maiores provedores de hospedagem DNS, afetou a disponibilidade de sites e serviços como Twitter, Netflix, PlayStation Network, Spotify, Amazon, The New York Times, CNN, Pinterest, HBO Now, Xbox Live, Reddit, Airbnb e outros. A Dyn fornece serivços para 6% das empresas da Lista Fortune 500. Mais de 1 bilhão de pessoas foram prejudicadas devido a esse ataque DDoS (Distribute Denial of Service), uma investida hacker que consiste em sobrecarregar os servidores alvo com tráfego falso. Segundo Jason Read, fundador da CloudHarmony (empresa de monitoramento de desempenho de internet), este foi “de longe o pior caso de interrupção na Dyn observado até hoje”. O ataque, executado em várias fases, durou cerca de 11 horas.

Não são comuns ataques a grandes serviços que tenham como alvos a infraestrutura da Internet como a Dyn, por se tratarem de milhares de servidores, muito difíceis de serem atingidos. Porém, com bom planejamento e solicitações vindas de dezenas de milhões de IPs ao mesmo tempo, esta ação foi possível.

Neste tipo de ataque, hackers enviam para um determinado site uma quantidade gigantesca de solicitações de acesso ou de dados, que pode ser realizada por diversos usuários, ou por um único computador, que esteja “controlando” outros que estejam infectados por vírus. Esta modalidade inviabiliza a resposta do servidor, por exceder sua capacidade e disponibilidade.

Este ciberataque se junta a uma lista de ações nos últimos meses contra grandes empresas de tecnologia: Yahoo teve 500 milhões de dados das contas “roubados” em Setembro, Dropbox reconheceu o roubo de 60 milhões de informações de contas em Agosto, e outras milhões de contas tiveram dados “roubados” do Twitter (32M), MySpace (36M) e Linkedin (100M).

Nos últimos anos os Estados Unidos sofreram outros ciberataques relevantes, como o ataque à Sony Pictures atribuído à Coréia do Norte. Em 2012, um ataque DDos derrubou os sites do Bank of America, Citigroup Inc, JPMorgan Chase, Wells Fargo, US Bancorp e outros. De acordo com a Organização das Nações Unidas, a estimativa do prejuízo anual gerado a partir do cibercrime no planeta se aproxima de US$ 1 trilhão, mais que o dobro dos US$ 400 bilhões movimentados pelo tráfico de drogas em todo o mundo, anualmente. Um relatório divulgado pelo Gartner aponta que em 2020, cerca de 30% das 2.000 maiores empresas globais serão comprometidas por grupos de ciberativistas ou cibercriminosos. A ampla maioria dos ciberataques tem como alvo os EUA, por este ser o núcleo da internet mundial, e também por causa de seu poderio econômico-militar e ativismo geo-político, o que desperta iras e fanatismos de muitos grupos.

Como a conexão física do Brasil com o resto do mundo é praticamente toda feita de via Estados Unidos, quando ataques desta natureza ocorrem, usuários e empresas brasileiras são afetados em maior ou menor grau, podendo ficar um bom tempo sem acessar e-mails, sites, serviços de música, jogos, entre muitos outros, trazendo inúmeros prejuízos e nos fazendo refletir sobre a topologia de insfraestrutura de transmissão global de dados atualmente existente.

Antigamente (antes de 2000), as pessoas “falavam” ao telefone, e as redes eram distribuídas pelos continentes e países, que conectavam suas centrais telefônicas. Com o fenômeno da internet e pelo fato da grande maioria das OTTs ser norte-americana (Google, Facebook, Netflix, Skype, etc.), a topologia da rede mundial ficou muito “US-Centric”, o que não é interessante.

Os usuários de internet já representam mais de 80% da conectividade global. As ligações via cabos submarinos são essenciais para a conexão de internet física entre os países e continentes. Ao contrário do que muitos pensam, praticamente todo (>99%) o tráfego global de voz, dados e imagens é feito conduzido através das fibras óticas contidas nos cabos submarinos. Na mesma proporção, quase todo (>99%) tráfego que entra e sai do Brasil, é feita via cabos submarinos que passam pelos EUA.

Investimentos em TIC (Tecnologia da Informação e Comunicação) são reconhecidamente os grandes propulsores do desenvolvimento econômico e social das nações. Os verdadeiros “Drivers” da Era da Informação são os Data Centers e os Cabos Submarinos. Um Cabo Submarino moderno e de grande capacidade, ligando diretamente o Brasil com a Europa, é de fundamental importância para nosso país, já que o continente europeu reúne 7 dos 10 maiores Pontos de Troca de Tráfego do mundo (PTT – interconexão física entre dois ou mais provedores de Internet para troca de tráfego entre suas redes). Em situações críticas, como a que ocorreu na semana passada como o ataque hacker aos provedores norte-americanos, esta ligação seria crucial para assegurar a disponibilidade do acesso aos dados e serviços a partir do Brasil, pois mais de 70% de todo conteúdo que os brasileiros acessam da internet está também disponível na Europa.

João Pedro Flecha de Lima, CEO da Cabos Brasil-Europa (EllaLink), empresa constituída para construir um cabo submarino entre o Brasil e a Europa.

Tags, , , , , , , , , ,

T-Systems Brasil leva o conceito de smart factory para o SAE Brasil 2016

A T-Systems Brasil, provedora alemã de soluções e serviços de TI, levará o conceito de “smart factory” para o Congresso SAE Brasil, que será realizado entre os dias 25 e 27 de outubro, no Expo Center Norte, em São Paulo. Na 25ª edição do evento, a companhia vai apresentar seu portfólio completo de soluções para integração de processos industriais, desde a entrada de matérias primas até a integração de dispositivos móveis.

Esta edição do evento vai celebrar os 25 anos da entidade e terá como tema “A Engenharia Criando a Mobilidade do Futuro – Intermodalidade – Conectividade – Veículos e Sistemas Inteligentes”. A versão 2016 do Congresso será presidida por Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO da empresa para a América Latina.

O Congresso SAE BRASIL traz para a comunidade da engenharia da mobilidade as últimas novidades tecnológicas do setor, constituindo-se em um ambiente ideal para os profissionais atualizarem seus conhecimentos, ampliarem suas redes de contatos e para as empresas, local propício para apresentarem seus produtos, projetarem sua imagem e alavancarem negócios.

Smart Factory

De acordo com Camilo Rubin, vice-presidente de Sales & Service Management da T-Systems Brasil, a chamada fábrica inteligente é resultado prático do conceito de indústria 4.0. “Com a digitalização dos processos, a produtividade das indústrias cresce de 2 a 3 vezes”, diz, lembrando que a digitalização já é realidade em todos os setores e que está na agenda de pessoas influentes, de CIOs a políticos. “Isso significa uma série de benefícios, mas também de novos desafios”, ressalta.

Para Rubin, a chamada fábrica inteligente é um elemento fundamental do conceito de Indústria 4.0, trabalhando para permitir que sistemas de produção e de logística sejam auto organizáveis. “É um modelo de fábrica que exige intervenção mínima com planejamento central e inteligência distribuída. A T-Systems está apresentando as tecnologias certas para permitir aos seus clientes implementarem o conceito”, diz. Algumas das soluções presentes na feira incluem:

– Controle de acesso;

– Soluções Mobilidade;

– Solução para controle de entrada e saída de materiais na planta;

– Acompanhamento e rastreamento da produção – Acesso instantâneo a todas as instalações de produção com Smart Factory – aceleração dos processos logísticos;

– Manutenção preditiva – Redução do tempo de inatividade com base em informações de status da máquina como parte da Smart Factory;

– MES como um facilitador para a Smart Factory – os sistemas principais trocam informações automaticamente e se auto gerenciam;

– Adaptação automática de ferramentas – Máquinas e ferramentas se adaptam automaticamente à próxima atividade;

– Integração de dispositivos móveis – Permite decisões rápidas relacionadas à produção e logística.

Cloud of Things

Outra solução a ser apresentada no Congresso SAE Brasil é a Cloud of Things, ou a Nuvem das Coisas. De acordo com Ricardo Michelan, head de Sales Automotive OEMs & Suppliers da T-Systems Brasil, trata-se de um serviço, hospedado na nuvem da companhia, que permite o monitoramento de qualquer equipamento que produza informações. “É basicamente para máquinas mas, não importa o equipamento, conseguimos analisar a informação gerada”, diz.

Estas informações são disponibilizadas aos clientes em dashboards, que podem ser acessados por executivos e tomadores de decisão via celular ou tablete. A solução já está implementada na Mercedes-Benz, na Alemanha, e agora a T-Systems deve expandi-la para outros segmentos que façam uso intensivo de máquinas.

Tags, , , , , ,

Rio 2016 é o evento mais conectado de todos os tempos

Embratel, Claro e NET, Patrocinadores e Fornecedores Oficiais de Serviços de Telecomunicações dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, anunciam a conquista de uma série de recordes que tornam o Rio 2016, o maior evento esportivo do mundo, o mais conectado e o mais compartilhado de todos os tempos.

“Como fornecedores de todos os serviços de Telecomunicações, Embratel, Claro e NET desempenharam um papel fundamental para o sucesso dos Jogos, oferecendo uma infraestrutura robusta, de alta qualidade e compatível com a grandiosidade do evento”, comemora José Félix, Presidente da América Móvil no Brasil, destacando que o resultado foi obtido graças ao planejamento e trabalho incansável desenvolvido ao longo dos últimos anos por cerca de 3.000 profissionais do Grupo.

“Estamos muito orgulhosos por termos participado desse projeto desde a sua concepção e pelo sucesso da infraestrutura disponibilizada para o maior e mais conectado evento de todos os tempos”, diz José Formoso, CEO da Embratel.

“O Rio 2016 é o evento mais compartilhado do mundo. Foram mais de 100.000 horas de imagens de TV, dezenas de bilhões de minutos de vídeos e de streaming ao vivo transmitidos para cerca de 5 bilhões de pessoas de cerca de 200 países”, diz Daniel Barros, CEO da NET.

Números gigantes

O tráfego nas redes de telefonia móvel nas Venues de competição superou em mais de dezoito vezes o volume registrado durante a Copa do Mundo de 2014. O volume total de tráfego nas redes fixa e móvel da Embratel e Claro no Rio de Janeiro atingiu 3,25 Petabytes, quase três vezes o volume registrado em Londres 2012 (1,15 Petabyte). Esse volume de dados equivale a 5 bilhões de fotos ou a 580 milhões de músicas.

Nas 100 Venues, a rede do Grupo América Móvil registrou uma média diária de 1,7 milhão de dispositivos (celulares, smartphones e tablets) conectados simultaneamente durante as Olimpíadas e Paralimpíadas, gerando mais de 22 milhões de chamadas de voz e 79 milhões de conexões de dados.

O site oficial dos Jogos, hospedado em servidores Embratel, registrou cerca de 600 milhões de acessos, sendo 33% mais visitado do que o site de Londres 2012 que atingiu 450 milhões de visitantes únicos em 2012.

A infraestrutura de Telecomunicações da Embratel, Claro e NET funcionou com alta disponibilidade e qualidade. O Rio 2016 também superou todas as marcas da Copa do Mundo de 2014. Ao todo, foram registrados 345 milhões de minutos (100 vezes maior que a Copa), 22 milhões de chamadas (17 vezes), 79 milhões de conexões de dados (650% mais conexões) e 2,43 Petabytes de dados na rede móvel (370 vezes).
A Família Olímpica e a equipe de organização dos Jogos Rio 2016 receberam 33.000 chips de voz e dados da Claro. Além disso, foram instalados 15.900 pontos de TV por Assinatura, 15.200 linhas fixas e 8.000 pontos de acesso Wi-Fi em 60 instalações olímpicas. Toda essa infraestrutura beneficiou o público presente no evento, além de 50.000 voluntários, mais de 15.000 atletas, comitivas de 200 países e mais de 25.000 jornalistas que tiveram acesso a uma rede gratuita e ultrarrápida.

Desafios

Os serviços de Telecomunicações da Embratel, Claro e NET foram utilizados em toda a infraestrutura do Rio 2016 sendo mais de 3.900 provas, incluindo 834 competições com medalhas. Os eventos olímpicos de maior criticidade e complexidade foram as cerimonias de Abertura e Encerramento (respectivamente 05 e 21/agosto). Da mesma forma, pela alta concentração de pessoas em um único local; a estreia de Usain Bolt na prova de 100 metros do Atletismo (12/agosto); e a final do Futebol Masculino, no Maracanã (20/agosto). Além disso, o Ciclismo de Estrada (10/agosto) demandou planejamento de telemetria e cobertura móvel especial para todo o trajeto percorrido pelos ciclistas – 250 quilômetros para homens e 140 quilômetros para mulheres. Nas Paralimpíadas, os destaques foram as adaptações em tempo recorde de todos os locais de prova para atender aos novos requisitos das competições, enquanto ocorriam simultaneamente a desmobilização de parte da infraestrutura após os jogos olímpicos.

Cerimônia de Abertura

Na Cerimônia de Abertura do Rio 2016 (05/agosto), o tráfego na rede móvel da Claro (1,7 Terabyte) foi 2,4 vezes maior do que todo o tráfego móvel, segundo a Anatel, na final da Copa do Mundo de 2014 (0,7 Terabyte) que, até então, era o maior tráfego já registrado no Brasil. Isso significa que cada pessoa presente no Maracanã enviou e/ou recebeu o equivalente a 44 fotos de alta definição, contra um volume de 18 fotos de 2014.
Na Abertura dos jogos, cerca de 70% das conexões à Internet feitas por clientes Claro foram realizadas por meio de Wi-Fi e da rede 4GMax, e 30% por 3G. As mídias sociais foram responsáveis por cerca de 25% do tráfego no estádio do Maracanã.
Como esperado, o tráfego de download foi concentrado nas horas que antecederam a festa de abertura, com recorde registrado às 19h, uma hora antes do início da cerimônia. O volume de upload teve situação oposta, com pico exatamente meia hora depois do início do evento (20h30), devido ao alto volume de compartilhamento de fotos e vídeos. O monitoramento on-line confirmou que o Backbone da Embratel foi bem dimensionado para um evento desse porte.

Recorde de dados

Nos Jogos Olímpicos, o período de 9 a 12 de agosto foi o de maior tráfego na rede do Grupo América Móvil no Brasil, com média diária acima de 120 Terabytes. Na avaliação dos técnicos, o dia 12 de agosto foi o recordista por conta da grande quantidade de competições e pela estreia de Usain Bolt na prova de 100 metros do Atletismo. A data registrou mais de 1,8 milhão de dispositivos conectados simultaneamente, com cerca de 4 milhões de conexões de dados e 7,5 milhões de chamadas de voz. Nesse dia, mais de 84.000 estrangeiros utilizaram os serviços de roaming de voz e de dados da Claro.

Rede Wi-Fi, 3G e 4G

A cobertura de 4G e Wi-Fi nas arenas, na Vila Olímpica, no Live Site e na recém-inaugurada Linha 4 do Metrô funcionou alta qualidade e disponibilidade, o que permitiu que atletas e milhões de brasileiros compartilhassem suas emoções durante os Jogos, realizando ligações e trocando mensagens, fotos e vídeos.
O Parque Olímpico da Barra foi o local com maior quantidade de acessos à Internet durante as Olimpíadas, seguido pelas áreas de competições de Copacabana, Maracanã e Deodoro. Nas áreas públicas do parque também foram registrados os mais elevados índices de qualidade. A efetividade dos acessos de voz (2G e 3G), e de dados (3G e 4G) foi superior a 99,95%. Isso significa que em cada 10.000 tentativas de acesso às redes, 9.995 foram completadas com sucesso.
O tráfego total na rede móvel (3G e 4G) da Claro foi de 2,43 Petabyte durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Cerca de 50% das conexões à Internet feitas por clientes Claro foram realizadas por meio da rede 4GMax, e as demais por meio de 3G. O Wi-Fi, disponível nos locais de competição e de não competição, gerou um volume adicional de dados de cerca de 15%. O desempenho foi excelente devido à implantação e otimização de 97 novas estações de transmissão 3G e 4G para reforço do sinal nas instalações olímpicas.

Roaming

Os serviços de Roaming bateram recordes nos Jogos mais conectados da história. A Claro foi responsável por 50% do roaming internacional. A Claro registrou 400 mil usuários únicos em roaming internacional em sua rede durantes os Jogos Olímpicos e 310 mil, durante os Paralímpicos. Dia 12 de agosto foi a data com o maior número de clientes registrados na rede durante os Jogos Olímpicos, com 84 mil usuários únicos, e 15 de setembro foi dia recorde durante as Paralimpíadas (56 mil usuários únicos).
Nas Olimpíadas, os visitantes dos Estados Unidos foram responsáveis por 17% do total dos serviços de Roaming, seguidos pela Argentina (14%) e por Portugal (11%). Nas Paralimpíadas, Portugal foi o país com maior volume de usuários na rede da Claro (22%), seguindo pela Argentina (19%) e Estados Unidos (11%).
“Para atender a alta demanda de turistas de diferentes partes do mundo assinamos novos acordos de Roaming e criamos um Call Center exclusivo com profissionais especializados”, explica Rodrigo Vidigal, Diretor de Marketing da América Móvil Brasil para o mercado pessoal. “Nosso trabalho também se diferenciou na Vila Olímpica e no Parque Olímpico, locais nos quais disponibilizamos também atendimento presencial nos idiomas Inglês e Espanhol”, acrescenta.

Chip para estrangeiros

Para melhor atender aos clientes estrangeiros que vieram ao Brasil para prestigiar ou para trabalhar nos Jogos Rio 2016, a Claro disponibilizou três ofertas exclusivas: o Claro Visitors (pré-pago destinado às delegações e imprensa internacional); o Chip Atleta (exclusivo para os atletas como presente de boas-vindas e com alguns serviços disponíveis); e a Promoção Claro 2016 (oferta especial com pacote de voz, Internet e SMS, além de WhatsApp, Facebook e Twitter ilimitados).
Além dos 33.000 chips para a Família Olímpica, foram ativados mais de 19.000 chips para turistas estrangeiros, superando em 74% o volume realizado na Copa do Mundo de 2014 no Brasil. No Rio 2016, esse público trafegou mais de 81 Terabytes de dados e 5 milhões de minutos em nossa rede.

Cobertura completa

NET e Claro HDTV transmitiram 25 canais em alta definição de todas as emissoras detentoras dos direitos de transmissão no Brasil (canais de TV aberta e TV por Assinatura) durante os Jogos Olímpicos. Além desses canais, as empresas disponibilizaram os 40 canais do SporTV Play para TVs, computadores, tablets e smartphones. “Preparamos uma programação especial para permitir que os clientes assistissem o evento mais conectado do planeta a partir de qualquer tela, onde e quando quisessem”, explica Marcio Carvalho, Diretor de Marketing da América Móvil para o mercado residencial e Combo.
A audiência dos canais de esportes detentores de direitos de transmissão dos Jogos Rio 2016 bateu recorde histórico com a programação olímpica. “Nunca antes os canais de TV por Assinatura tiveram os níveis de audiência que tivemos durante os Jogos Olímpicos. Foi também a primeira vez em que 100% das competições foram transmitidas e acompanhadas em todas as telas”, complementa Carvalho.
Até o encerramento das Paralimpíadas, o conteúdo sobre jogos olímpicos disponível no NOW – serviço de vídeo sob demanda da NET e Claro HDTV – atingiu 2,5 milhões de streamings. Esse número representa quase 5 vezes mais do que o registrado nas Olimpíadas de Londres (2012). O evento mais assistido pelo NOW foi a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos, seguido das modalidades de Ginástica Artística, Futebol, Vôlei, Atletismo e Natação. Ao todo, estão disponíveis no NOW mais de 700 eventos entre competições de todas as modalidades, cerimônias de abertura e encerramento e programas jornalísticos.

Qualidade, Alta Disponibilidade e Segurança

O Backbone da Embratel foi expandido na cidade do Rio de Janeiro para os jogos e, com isso, tornou-se a maior rede já construída para um único evento. Sua extensão de 370 quilômetros equivale a 3.000 campos do Maracanã enfileirados em linha reta. A altíssima disponibilidade na transmissão de dados e de imagens de todas as competições do Rio 2016 foi garantida graças à redundância tripla (com mais de 1 milhão de quilômetros de fibras ópticas) (mais de 3 voltas completas na Terra). Com capacidade total de 160 Gigabits, o Backbone conectou mais de 77.000 pontos de acesso à rede, distribuídos em 100 Venues.
“Atingimos indicadores de qualidade superiores aos níveis internacionais de grandes eventos”, afirma Marcello Miguel, Diretor Executivo de Marketing e Negócios da Embratel. “O funcionamento dos centros de controle foi perfeito e com trabalho ininterrupto durante 7 dias por semana e 24 horas por dia”, explica o executivo.
As mais de 3.900 competições geraram cerca de 100.000 de horas de transmissão de imagens para mais de 500 emissoras de TV de cerca de 200 países. Para garantir o sucesso dos Jogos, o Grupo América Móvil também utilizou toda a sua infraestrutura disponível no Brasil, com mais de 181.000 quilômetros de cabos ópticos, 17.000 quilômetros de cabos submarinos, 17.000 ERBs (Estações Rádio Base de Telefonia Móvel), 8 satélites e 5 Data Centers.

Ativações com as marcas

Segundo o Datafolha, a Claro ficou em terceiro lugar no ranking das marcas patrocinadoras mais lembradas pelos consumidores. NET e Embratel também ficaram bem posicionadas, na 11ª posição, à frente de grandes empresas de serviços e varejo.
No Digital, a Claro foi a segunda marca com maior número de menções associadas aos Jogos Rio 2016, segundo o ranking Sprinklr 2016.
“O ponto alto para o atingimento deste resultado foi um intenso trabalho de planejamento, que permitiu, sem aportes adicionais, implementarmos uma série de ações coordenadas e integradas, muito antes do início dos Jogos no Brasil”, afirma Rodrigo Vidigal, Diretor de Marketing da América Móvil para o Mercado Pessoal.
O grupo contou com o apoio de uma empresa especializada em marketing esportivo e que já havia demonstrado sua expertise em edições anteriores dos Jogos Olímpicos. Juntas, definiram um programa coordenado de ações, que englobou a participação nos eventos de pré-teste dos jogos, apoio e patrocínio das tochas Olímpica e Paralímpica, ações de hospitalidade, entre outras, incluindo a implementação de um stand de 300m2 dentro do Parque Olímpico da Barra da Tijuca.
As marcas também lançaram promoções como a MultiPrêmios para clientes da Claro e da NET, que puderam concorrer a milhares de prêmios, inclusive ingressos para assistirem aos jogos de perto. Visitantes estrangeiros puderam também adquirir o Chip Visitors, com um pacote de 4GB e redes sociais grátis, para poderem compartilhar as emoções dos jogos mais conectados de todos os tempos durante sua estada no Brasil
Todas estas ações foram suportadas pelas campanhas on e off line, criadas e desenvolvidas pelas agências de propaganda do grupo (Talent e FBiz), já dentro do novo posicionamento “Vem ser Gigante”.
No ambiente digital, a timeline #momentogigante engajou o público a vivenciar e compartilhar todos os momentos dos Jogos. A iniciativa rendeu à Claro a 6ª colocação entre as hashtags mais utilizadas durante os Jogos Olímpicos no Brasil.

Live Sites

No Parque Olímpico da Barra da Tijuca, os visitantes compareceram em peso ao estande das marcas Claro, Embratel e NET. Ao todo, mais de 320.000 pessoas estiveram no local até o dia 18 de setembro. Foram mais de 43.000 fotos foram feitas com as Tochas Olímpica e Paralímpica.
O tour de realidade aumentada, que mostrava os visitantes em vários locais de competição, teve mais de 27.000 participações, o que gerou 12.486 fotos foram impressas com essa experiência. A marca Claro esteve presente também nos palcos principais dos ‘live sites’ da Barra e de Deodoro, locais onde foram realizados shows, transmissão de jogos e várias outras atrações.

Desempenho mundial

Em conjunto com os brasileiros, Claro e Embratel comemoram as conquistas dos atletas que participaram do Rio 2016. Oito dos esportistas patrocinados pelas marcas conquistaram medalhas: Rafaela Silva (judô), Alison Cerutti (vôlei de praia), Martine Grael e Kahena Kunze (vela), Arthur Zanetti (ginástica artística), Ágatha Bednarczuk e Bárbara Seixas (vôlei de praia), e o fenômeno da natação paralímpica, Daniel Dias, que conquistou nove medalhas e se tornou o atleta com maior prestígio em sua modalidade.
“É uma grande satisfação apoiar atletas que, além de campeões, são exemplos para o Brasil”, afirma Marcello Miguel, Diretor Executivo de Marketing e Negócios da Embratel.
O esporte é um dos principais pilares de comunicação das marcas que incentivam a atividade por acreditar que esse movimento envolve, inspira e une as pessoas. Por isso, possuem uma plataforma esportiva diferenciada, que inclui patrocínio de atletas de alto rendimento. Segundo o executivo, cada disputa, cada medalha, cada sorriso, cada gota de suor e cada lágrima ajudaram a contar a história do Time Claro Embratel nos Jogos Rio 2016. “Os atletas, assim como a Embratel e a Claro, somaram anos de um esforço que parecia invisível, mas que entregou o melhor no maior evento esportivo do planeta”, diz o executivo.

Reconhecimentos

“Nada se compara a uma edição dos Jogos Olímpicos. Para este sucesso, três questões são fundamentais: o transporte, os voluntários e as telecomunicações – alguém para contar esta história para o mundo inteiro”. Carlos Arthur Nuzman, Presidente do COB – Comitê Olímpico do Brasil.

“É isso o que a Embratel trouxe para nós: confiabilidade na entrega dos serviços de telecomunicações”. Sidney Levy, Diretor Geral do Comitê Rio 2016.

“A OBS, que trabalha em todas as edições dos Jogos Olímpicos, está verdadeiramente fascinada e encantada com os resultados que Embratel, Claro e NET nos proporcionaram”. Mario Reis, Diretor de Telecomunicações da OBS – Olympic Broadcasting Services.

“Nós podemos ver que o Rio de Janeiro teve o melhor desenvolvimento do Brasil nos últimos anos. E, uma vez que essa infraestrutura vai estar aqui, permanecer aqui, os cariocas podem se beneficiar dela. O interesse por esses Jogos foi maior do que em qualquer outro. O público consumiu mais conteúdo em plataformas novas do que em qualquer Olimpíada. Antes mesmo dos jogos terminarem, a NBC, por exemplo, anunciou que alcançou 2,25 bilhões de streamings ao vivo. Isso significa 750 milhões a mais do que todos os outros Jogos juntos”. Thomas Bach, Presidente do COI – Comitê Olímpico Internacional.

“A Embratel assumiu o desafio de entregar uma infraestrutura estável, sólida e confiável para um evento global tão grande e importante quanto os Jogos Olímpicos. E realizou a entrega com perfeição absoluta”. Craig Lau, Vice-Presidente de Tecnologia da NBC.

“Parabéns, Embratel, pela incrível conectividade que os Jogos tiveram. Acho que é a melhor experiência que já tive em grandes eventos em termos de Internet e sinal de celular”. Alan Adler, CEO da IMM BR Esporte e Entretenimento.

Tags, , , , , , , , ,