Variante Ômicron faz 31% das empresas recuarem para o home office, aponta a Ticket

Variante Ômicron faz 31% das empresas recuarem para o home office, aponta a Ticket

Uma pesquisa realizada pela Ticket, marca de benefícios de alimentação e refeição da Edenred, revelou que cerca de 31% das empresas que planejavam, ou já haviam retornado ao modelo presencial, recuaram para o teletrabalho devido ao surgimento da variante Ômicron. Os dados revelam ainda que, 42% das companhias mantiveram as equipes atuando presencialmente, 19% adotaram o modelo home office permanente e 8% devem retornar para as sedes em breve. Atualmente, 39% dos trabalhadores que participaram do levantamento estão atuando de casa integralmente; 46% estão indo para a empresa todos os dias da semana; 10% estão em modelo híbrido, 1 ou 2 dias por semana no escritório; e 5% estão atuando presencialmente, 3 ou 4 dias da semana.

Para José Ricardo Amaro, Diretor de Recursos Humanos da Ticket, as empresas tornaram-se mais flexíveis e passaram a tomar decisões mais rapidamente. “A pandemia ainda não acabou e hoje temos estratégias customizadas para definir o melhor formato de trabalho, com o principal objetivo de preservar a saúde dos colaboradores, sem que haja queda no nível de produtividade desejado”, explica Amaro.

Quando questionados se estão satisfeitos com a retomada do modelo presencial ou híbrido, 20% disseram que sim, pois estavam com saudades da rotina do escritório, enquanto 14% ainda estão em processo de readaptação. Já 27% revelaram insatisfação, pois sentem insegurança em relação ao risco de contaminação da Covid-19 e 20% preferem trabalhar em home office. Por fim, 18% dos respondentes revelaram que não sentem diferença entre os modelos de trabalho definidos pela empresa. Entre os trabalhadores ouvidos, 56% disseram que as empresas em que atuam adotaram o trabalho remoto durante a maior parte da pandemia, 20% permaneceram no modelo presencial ao longo desse período, 16% optaram pelo modelo híbrido e 7% trabalharam em casa durante um período curto da pandemia.

A pesquisa da Ticket também procurou entender o cenário dos trabalhadores em relação aos cuidados com a saúde. Entre os participantes, 48% disseram que não sentiram recentemente nenhum sintoma da doença ou da gripe, 21% tiveram apenas gripe, 19% tiveram Covid-19 e 12% foram acometidos por ambas. Ao serem perguntados sobre seus colegas de trabalho, 44% revelaram que trabalham com pessoas que tiveram contato com o coronavírus nas últimas semanas, 41% tiveram amigos com ambas as doenças, 9% não trabalham com ninguém acometido por essas doenças e 5% têm colegas que tiveram sintomas de gripe.

A respeito da vacinação contra a Covid-19, 75% revelaram que estão com a imunização completa, 23% se vacinaram parcialmente e 2% não quiseram responder.

Comments are closed