Tag Zattini

IBOPE divulga ranking de e-commerces com maior índice de recomendação no Brasil

O IBOPE CONECTA, referência no comportamento do consumidor digital, e o IBOPE DTM, unidade de marketing de relacionamento e big data do IBOPE Inteligência, realizaram o estudo Customer Experience Report (CX Report) para comparar os 34 principais sites de e-commerce do Brasil e descobrir a satisfação e a experiência dos consumidores no ambiente online. Pelo estudo, o comércio eletrônico com índice mais alto é a Netshoes, com 71% de clientes que recomendam a marca, resultado 36% maior do que a média (52%) dos e-commerces pesquisados. Em segundo lugar está a loja de moda Zattini, também do Grupo Netshoes, com 69%, seguido pela Saraiva (64%).

Para chegar a esses índices, IBOPE CONECTA e IBOPE DTM calcularam o índice de satisfação e recomendação das marcas dos consumidores. Além de Netshoes, Zattini e Saraiva, foram avaliados e-commerces como Amazon, Walmart, Submarino, entre outros.

Para Alexandre Yamada, gerente Máster – Inteligência, da Netshoes, os números são resultado de um trabalho de amadurecimento do e-commerce. “Proporcionar uma experiência diferenciada ao consumidor é importante para a confiabilidade e apreço do cliente em relação à marca, e o comércio eletrônico já está abraçando essa lógica. Nós, do Grupo Netshoes, acreditamos que a compra não se encerra com um click. Existe todo um processo de pós-venda. Acompanhar para que a entrega seja feita no prazo e facilidade para a troca, por exemplo, são serviços que fazem parte do processo e que devem ser realizados com excelência no meio eletrônico”.

A pesquisa também possibilita medir os aportes de consumidores entre os e-commerce pesquisados. Os números mostram que a probabilidade de um cliente comprar na Netshoes após ter visitado um de seus principais concorrentes é de 70%. Outro resultado apresentado pelo estudo é a proporção dos que efetuaram alguma compra nos sites pesquisados nos últimos 12 meses. Nesse quesito, o top três é composto por Americanas.com, que possui 47%; Mercado Livre, com 39%;e Netshoes, com 32%.

Para Laure Castelnau, diretora executiva do IBOPE CONECTA, o CX Report é um instrumento poderoso para análise competitiva, apontando quais as marcas estão acima ou abaixo do índice médio da categoria. O estudo não é feito apenas para e-commerce, mas para muitas categorias, tais como bancos, automóveis, operadoras de telefonia, artigos esportivos, produtos de beleza, entre outros. Bernardo Canedo, diretor executivo do IBOPE DTM completa: “Nosso objetivo é criar parâmetros de mercado para esses indicadores de satisfação e recomendação, permitindo que as próprias marcas possam se desafiar e estabelecer metas formais de satisfação dos consumidores”.

Essas informações foram coletadas em setembro de 2016, por meio de 2 mil entrevistas online com homens e mulheres de todo o país, a partir dos 16 anos, das classes socioeconômicas A,B e C.

Tags, , , , , , , , ,

Grupo Netshoes anuncia aquisição da Shoestock

O Grupo Netshoes anuncia a aquisição da Shoestock, uma das mais importantes marcas de calçados originárias de São Paulo. A primeira aquisição na história da empresa ocorre por meio do e-commerce de moda Zattini, lançado em dezembro de 2014, que retomará a produção e comercialização dos célebres calçados e acessórios da marca.

O Grupo Netshoes passa a ser a única detentora da Shoestock. “Desde 2014, estruturamos nosso capital para oportunidades de investimentos como esta”, revela Marcio Kumruian, fundador e CEO do Grupo Netshoes. Criada em 1986, a marca encerrou suas atividades no último trimestre de 2015. “A marca já tem um relacionamento estreito com seu público e o papel do Grupo Netshoes, via Zattini, é renovar a Shoestock, com a excelência do ambiente online, qualidade de atendimento e produtos a preços competitivos”, completa o executivo.

Os consumidores da Shoestock serão beneficiados com a expertise e capilaridade de 16 anos de e-commerce do Grupo Netshoes. “Nosso principal desafio é digitalizar e relançar a marca para o segundo semestre e, em breve, também teremos novidades sobre como respeitaremos a tradicional experiência física da Shoestock”, explica Kumruian. Todas as experiências de compra online propostas para a “nova” Shoestock serão norteadas pelas já reconhecidas melhores práticas do Grupo Netshoes, cuja missão é entregar a melhor experiência de compra ao cliente e facilitar seu dia a dia, de forma democrática e acessível.

O movimento de aquisição da Shoestock integra parte do plano de negócios do Grupo Netshoes, assim como a iniciativa do marketplace – lançada em janeiro deste ano para seus dois e-commerces (Netshoes e Zattini) – e outras.

Primeiro ano de operações da Zattini

A Zattini saltou de 12 mil produtos distribuídos entre 70 marcas para 40 mil artigos de 300 marcas em apenas um ano. Nesse período, o e-commerce de moda superou as expectativas do Grupo Netshoes ao faturar mais de R$ 100 milhões apenas em 2015.

O início das operações da Zattini ocorreu em dezembro de 2014 e utiliza de uma estrutura otimizada com o e-commerce Netshoes – como Central de Relacionamento e Centros Logísticos. Atualmente, são mais de 40 colaboradores diretamente ligados à loja virtual de moda, além de mais 100 colaboradores indiretos e todo o backoffice do Grupo Netshoes.

Segundo Kumruian, a Zattini trouxe um novo público consumidor para o Grupo Netshoes. “Em nosso e-commerce de moda, 65% dos clientes são mulheres. Esse número é inversamente proporcional ao gênero dos clientes da Netshoes que em sua maioria são homens. Em 2016, iremos aumentar ainda mais nossas ações para a Zattini e seu público”, conclui Kumruian.

Tags, , , , ,