Tag Votorantim Metais

Votorantim Metais vai apoiar oito projetos de startups

Oito projetos de startups foram aprovados no programa Mining Lab, a iniciativa da Votorantim Metais para apoiar empreendedores a desenvolver inovações tecnológicas para a indústria da mineração e metalurgia. A decisão foi tomada por uma banca examinadora em evento, no auditório da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG), que ocorreu na última sexta-feira (17 de fevereiro).

O programa Mining LAB foi lançado em novembro de 2016 e recebeu a inscrição de 115 projetos nas áreas de nanotecnologia e energias renováveis. Em janeiro, a empresa divulgou a lista de 18 finalistas que participaram de uma fase de imersão para conhecer melhor as atividades da empresa e compreender as áreas onde os projetos serão aplicados.

No evento as startups apresentaram seus projetos para a banca examinadora que escolheu os oito melhores projetos. Os vencedores terão apoio técnico da empresa e acompanhamento pela FIEMG e pela aceleradora de startups Techmall.

A Votorantim Metais poderá investir no desenvolvimento das soluções, bem como estabelecer parcerias para busca de investimentos, compra ou distribuição dos produtos e serviços das startups.

“O Mining Lab nos colocou em contato com startups de diversos estados e confirmou que nosso modelo de inovação com abertura para novas ideias é o melhor atalho para a fronteira tecnológica. Tivemos 115 inscrições, um número acima do esperado para projetos em temas tão específicos. A empresa tem a intenção de ampliar o programa e lançar novos desafios nos próximos ciclos”, diz Rodrigo Gomes, Gerente de Inovação e Tecnologia da Votorantim Metais.

Conheça as startups vencedoras e seus projetos:

Ecoterra – Bio (Santa Cruz do Sul/RS)
Tema: Bioenergia
Proposta: Fornecimento de Biometano para substituição do Gás Natural utilizado nas caldeiras da unidade de Juiz de Fora/MG a partir de resíduos de caixa de gordura.

Tau Flow Engenharia – Curitiba
Tema: Nanotecnologia
Proposta: Aumento do rendimento da recuperação das nanopartículas de zinco com uso da Ciência da Fluidodinâmica Computacional.

Tau Flow Engenharia – Campinas
Tema: Eficiência energética
Proposta: Modelar e simular o forno do óxido de zinco com o uso da Ciência da Fluidodinâmica Computacional, para identificar os fatores que geram as perdas do processo e propor soluções visando o aumento da eficiência energética.

Zeg Environmental
Tema: Bioenergia
Proposta: Geração de energia, por meio de recuperação energética de resíduos ou biomassa.

nChemi Engenharia de materiais
Tema: Nanotecnologia
Proposta: Retirada de íons metálicos para transformação em produtos, com o auxílio de ímã e sem a necessidade de acrescentar demais reagentes químicos.

Ecosoluções
Tema: Bioenergia
Proposta: Tratamento de efluentes com alta concentração de sais minerais dissolvidos, proporcionando a sua recuperação e uso como fertilizante agrícola.

Bioware – Desenvolvimento de Tecnologia de Energia e Meio Ambiente
Tema: Bioenergia
Proposta: Tecnologia de pirólise rápida de biomassa para obtenção de bio-óleo para transformação es Biomassa Padronizada Líquida.

Bchem Solutions
Tema:Bioenergia
Proposta: Desenvolvimento de novas tecnologias para a produção mais sustentável de biodiesel.

Tags, , , , , ,

Votorantim Metais divulga lista de startups finalistas do programa MINING LAB

A Votorantim Metais divulgou nesta terça-feira uma lista com 18 startups selecionadas para avançar no programa MINING LAB, a iniciativa de apoio a empreendedores lançada em outubro pela empresa. Entre as classificadas, há startups localizadas em cinco estados brasileiros: Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

As escolhidas se destacaram entre 115 participantes que apresentaram projetos nas áreas de energia renovável e nanotecnologia, aplicados à mineração. O número de inscritos superou as expectativas dos próprios organizadores. “Pela complexidade dos temas, nós imaginávamos um total de 50 startups inscritas”, diz Rodrigo Gomes, gerente de Tecnologia da Votorantim Metais.

A partir do dia 1º de fevereiro, representantes das startups passarão por uma imersão dentro da mineradora para entender os processos de produção e receber apoio técnico para elaborar a apresentação do projeto para a banca examinadora.

Os projetos classificados na primeira etapa são:

ENERGIAS RENOVÁVEIS

BCHEN (Itauna/MG)
Bioware (Campinas/SP)
Eduardo Biscolli Brandão (Videira/SC)
Mario Coelho (Santa Cruz do Sul/RS)
Naidion Motta Silvério (Itajubá/MG)
Oppus (Nova Lima/MG)
Paradigma (Carmo do Paranaíba/MG)
Tau Flow (Campinas/SP)
Tey Renováveis: Sorocaba/SP
Trigás (Caxias do Sul/RS)
Zeg Environmental (Água Branca/SP)

NANOTECNOLOGIA

Ecosoluções (Viçosa/MG)
Itatijuca Biotech (São Paulo/SP)
nChemi (São Carlos/SP)
Oppus (Nova Lima/MG)
Robson Rodrigues Amaro (Barão de Cocais/MG)
Tau Flow (Curitiba/PR)
WHPOS (Nova Lima/MG)

No dia 17 de fevereiro, a banca examinadora irá definir os vencedores. Até 10 projetos irão receber o apoio da empresa, acompanhamento pela FIEMG e pela aceleradora de startups Techmall até o Demo Day em 1º de setembro.

Ao final do programa, a Votorantim Metais poderá investir no desenvolvimento das soluções, bem como estabelecer parcerias para busca de investimentos, compra ou distribuição dos produtos e serviços das startups.

Tags, , ,

MINING LAB: Startups brasileiras podem se inscrever até amanhã

unnamed-37

As inscrições para o MINING LAB, o programa de apoio a empreendedores da Votorantim Metais, terminam amanhã (20 de janeiro). O programa vai selecionar startups interessadas em desenvolver projetos nas áreas de energias renováveis e nanotecnologia, que possam ser aplicados na mineração. O MINING LAB conta com apoio da FIEMG (Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais) para escolher os 10 melhores projetos. Os interessados podem se inscrever até as 17h do dia 20, no site www.mininglab.com.br.

No âmbito de energia, a mineradora procura startups que possam desenvolver tecnologias para substituir as matrizes energéticas tradicionais da mineração (combustíveis fósseis e eletricidade, por exemplo) por alternativas mais econômicas e que apresentem ganhos ambientais, tais como: biomassa, biogás, energia solar, óleos menos poluentes e renováveis, sistemas de ar comprimido e de bombeamento mais eficientes, ou até mesmo novas soluções ainda não mapeadas.

No ramo de nanotecnologia, a busca é por empresas capazes de desenvolver soluções que utilizem essa tecnologia em aplicações como: recuperação de partículas durante os processos de flotação e hidro metalúrgicos, soluções em corrosão, aplicações de óxidos dos metais, tratamento e recuperação de efluentes e desenvolvimento de novos produtos.

No dia 27 serão anunciados os projetos que passarão para uma fase de imersão na Votorantim Metais para entender os processos de produção da empresa e receber apoio técnico para apresentação do projeto final. Após a fase de imersão uma banca examinadora irá selecionar, dentre estes, os projetos que irão receber o apoio da empresa. O resultado será divulgado no dia 17 de fevereiro.

PROGRAMA MINING LAB: Conecte-se à Votorantim Metais e desenvolva seu negócio
Inscrições abertas até 20 de janeiro
Site: www.mininglab.com.br

Tags, ,

MINING LAB: faltam sete dias para o fim das inscrições no programa de Startups da Votorantim Metais

As inscrições para o MINING LAB, o programa de apoio a empreendedores da Votorantim Metais, terminam na segunda-feira 20 de janeiro. O programa vai selecionar startups interessadas em desenvolver projetos nas áreas de energias renováveis e nanotecnologia, que possam ser aplicados na mineração. O MINING LAB conta com apoio da FIEMG (Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais) para escolher os 10 melhores projetos. Os interessados podem se inscrever até as 17h do dia 20, no site www.mininglab.com.br.

No âmbito de energia, a mineradora procura startups que possam desenvolver tecnologias para substituir as matrizes energéticas tradicionais da mineração (combustíveis fósseis e eletricidade, por exemplo) por alternativas mais econômicas e que apresentem ganhos ambientais, tais como: biomassa, biogás, energia solar, óleos menos poluentes e renováveis, sistemas de ar comprimido e de bombeamento mais eficientes, ou até mesmo novas soluções ainda não mapeadas.

No ramo de nanotecnologia, a busca é por empresas capazes de desenvolver soluções que utilizem essa tecnologia em aplicações como: recuperação de partículas durante os processos de flotação e hidro metalúrgicos, soluções em corrosão, aplicações de óxidos dos metais, tratamento e recuperação de efluentes e desenvolvimento de novos produtos.

No dia 27 serão anunciados os projetos que passarão para uma fase de imersão na Votorantim Metais para entender os processos de produção da empresa e receber apoio técnico para apresentação do projeto final. Após a fase de imersão uma banca examinadora irá selecionar, dentre estes, os projetos que irão receber o apoio da empresa. O resultado será divulgado no dia 17 de fevereiro.

PROGRAMA MINING LAB: Conecte-se à Votorantim Metais e desenvolva seu negócio
Inscrições abertas até 20 de janeiro
Site: www.mininglab.com.br

Tags,

Votorantim Metais vai selecionar startups

A Votorantim Metais, empresa que atua nos segmentos de mineração e metalurgia, lança nesta segunda-feira, 21 de novembro, seu programa nacional de apoio a empreendedores. A iniciativa, batizada de Mining Lab, vai selecionar startups interessadas em desenvolver soluções tecnológicas aplicáveis nas operações da empresa. Para se inscrever, os interessados devem preencher as informações no site www.mininglab.com.br. O programa prevê a escolha de 20 projetos e conta com o apoio da FIEMG (Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais), que atuará na captação das startups e no acompanhamento e avaliação das atividades. No primeiro ciclo, os temas de desenvolvimento vão se concentrar nas áreas de Nanotecnologia e Energias Renováveis.

A Votorantim Metais adota o modelo de inovação aberta como estratégia para o desenvolvimento de tecnologias por meio de parcerias com diversas instituições de pesquisa. O projeto Mining Lab abre a mesma possibilidade para as startups. “Queremos ter startups como parceiras no desenvolvimento de tecnologia de ponta aplicada à indústria de mineração e metalurgia. Vamos dar a esses empreendedores um desafio e o apoio necessário para superá-lo, aplicando seu produto ou processo”, diz Rodrigo Gomes, gerente de Tecnologia da Votorantim Metais.

Na área de energia, os alvos são startups que possam desenvolver tecnologias para substituir as matrizes energéticas tradicionais da mineração (combustíveis fósseis e eletricidade, por exemplo) por alternativas mais econômicas e que apresentem ganhos ambientais, tais como: biomassa, biogás, energia solar, óleos menos poluentes e renováveis, sistemas de ar comprimido e de bombeamento mais eficientes, ou até mesmo novas fontes ainda não mapeadas.

No ramo de nanotecnologia, a busca é por empresas capazes de desenvolver soluções que utilizem essa tecnologia em aplicações como: recuperação de partículas durante os processos de flotação e hidrometalúrgicos, soluções em corrosão, aplicações de óxidos dos metais, tratamento e recuperação de efluentes e desenvolvimento de novos produtos.

A seleção terá três etapas. Após a inscrição e apresentação das candidaturas serão selecionados 20 projetos. Essas 20 startups passarão por um período de imersão para entender os processos de produção da empresa e receberão apoio para apresentação do projeto final. Os dez melhores projetos serão selecionados por uma banca examinadora.

Os finalistas poderão tornar-se fornecedores da empresa ou receber investimento para desenvolvimento do negócio, além de outros benefícios. O programa Mining Lab oferece possibilidade ainda de conexão com outras empresas do conglomerado industrial.

Programa Mining Lab

“Conecte-se à Votorantim Metais e desenvolva seu negócio”
www.mininglab.com.br
Inscrições abertas de 21 de novembro até 20 de janeiro

Tags, , , , , ,