Page

Tag Valor Agregado

A tecnologia como aliada na gestão de soft skills

Por Ilana Brancalhão

De acordo com a pesquisa Global Talent Trends 2019 divulgada pelo Linkedin, 92% dos entrevistados afirmaram que as soft skills, ou competências comportamentais, são tão ou mais importantes do que as hard skills, as conhecidas competências técnicas aprendidas na universidade ou em algum curso que a pessoa faça para agregar conhecimento à carreira. E mais, o levantamento aponta que 89% das pessoas ouvidas consideram que “contratações ruins” estejam relacionadas a candidatos que não desenvolvem as soft skills.

Dentre as soft skills mais requeridas pelas empresas estão: liderança, comunicação, gestão de conflito, ética no trabalho, pensamento crítico e trabalho em equipe. Todas elas estão atreladas a se ter um profissional que possa se desenvolver numa companhia e agregar valor ao seu trabalho, otimizando processos e aumentando a produtividade. Por exemplo, a comunicação é a base de todos os processos dentro de uma empresa. Já a ética de um colaborador indica que ele vai seguir o propósito da empresa, terá foco, organização e comprometimento com as metas.

Se uma empresa possui apenas profissionais excelentes nas hard skills isso não será suficiente para se ter sucesso em seu segmento de atuação. Para desenvolver qualquer competência comportamental, o líder ou gestor precisa primeiro realizar uma avaliação de todo o time. É um verdadeiro ciclo que contempla identificar, avaliar, desenvolver e avaliar novamente cada colaborador. Neste processo é importante um feedback constante e com periodicidade regular.

A boa notícia é que a tecnologia pode ser uma grande aliada na hora de desenvolver as soft skills. Já existem players no mercado que oferecem soluções com recursos que possibilitam analisar, mapear e até realizar avaliações de desempenho e educação corporativa. O uso do mapeamento das soft skills deve ser sempre conectado ao planejamento estratégico da empresa, para saber quais são necessárias para que a organização alcance seus objetivos.

Desta forma utilizar a tecnologia para apoiar as estratégias e mapeamento dos cargos dentro de uma organização, garantem uma assertividade na escolha de equipes e possibilita subsidiar gestores com indicadores para uma melhor tomada de decisão. Ferramentas de desempenho integradas ao plano da empresa geram indicadores – tanto para os gestores como para o departamento de Recursos Humanos -, feedbacks contínuos e plano de desenvolvimentos (PDI) com acompanhamento para o aprimoramento das soft skills, permitindo a ascensão de carreira, melhor adaptação das equipes e maior produtividade.

As organizações que decidem utilizar tecnologia para gestão de soft skills agregam ao seu RH uma comunicação simplificada e com direcionamento, uma gestão de seu capital intelectual e seus talentos, permitindo que o gestor acesse as informações de forma simples e rápida.

Quando relacionamos os benefícios de uma equipe com várias soft skills em aprimoramento temos: um time multidisciplinar, uma gestão de conflitos efetiva, comunicação sem ruído, profissionais que se desenvolvem para serem futuros líderes, maiores oportunidades de alcançar os resultados de forma rápida e produtiva devido a boa integração das equipes.

Sempre ressalto que uma companhia depende de seus colaboradores para alcançar suas metas de negócio. Sendo assim, o melhor caminho para estimular o engajamento, motivar e valorizar seus talentos é realizar uma gestão de carreira clara e transparente com todos. A partir do momento que a empresa passa a olhar os colaboradores como um diferencial competitivo, ela está pronta para usufruir das tecnologias voltadas ao público interno.

*Ilana Brancalhão é arquiteta de Soluções da Benner.

Tags, ,

ANP anuncia lançamento do robô Hermes com tecnologia IBM

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) recém-anunciou um robô pioneiro, batizado de Hermes, para a recepção e armazenamento de todos os dados gerados pela indústria do petróleo em território brasileiro. O sistema, que conta com as tecnologias da IBM, é algo inédito no País em termos de petabytes armazenados e inteligência embarcada, e representa uma maior otimização de processos para o órgão.

Entre as soluções IBM adotadas estão tecnologias de armazenamento, gestão e orquestração de dados. Os benefícios da adoção da plataforma incluem a diminuição dos custos com pesquisas de dados de exploração e produção, além de mais segurança e velocidade na entrega destas informações para as empresas usuárias do Banco de Dados de Exploração e Produção da ANP (BDEP), resultando em estratégias mais eficazes e melhoria na geração de negócios.

Segundo Rafael Vicente, especialista em vendas de armazenamento na IBM Brasil, a tecnologia, baseada em software defined storage e que comporta mais de 40 petabytes em armazenamento, é do tipo nuvem privada, em que há uma orquestração de hardware e software para permitir grande capacidade de armazenamento a um preço extremamente atrativo. É como funcionam as plataformas de streaming. A solução faz toda a gestão do dado, migrando-o entre mídias rápidas como Flash ou Storage tradicionais e lentas (cartuchos de fitas em robôs) sem impacto para quem acessa os dados nela. A funcionalidade de migração permite que, ao longo do tempo, se possa migrar de HW (mídias, servidores, redes) de forma transparente, e otimizar os custos de guarda dos dados, o que confere uma melhoria no tempo de busca e entrega do dado, que antes demorava dias e, com a tecnologia, passou a demorar minutos.

“Antes, todo o processo de procura, montagem e cadastro de uma fita de armazenamento com informações sísmicas e de digitais de poços, por exemplo, levava em média 20 dias. Com as novas tecnologias IBM os clientes da ANP agora podem acessar a plataforma e extrair os dados sísmicos em apenas alguns minutos”, explica o executivo.

A partir destes resultados, as empresas petrolíferas conseguem mapear possíveis poços de petróleo inexplorados, trabalhar em novas regiões do litoral brasileiro e ter um melhor entendimento sobre a qualidade do petróleo extraído. Com a tecnologia, a ANP já avalia enviar diretamente os dados das empresas operadoras de áreas para exploração e produção e das empresas de aquisição de dados, por meio de links dedicados.

Juliana Coimbra, Líder da Área de Soluções de Armazenamento na IBM Brasil, explica que “as soluções de armazenamento da IBM oferecem aos clientes a possibilidade de optar pela melhor estratégia de dados para o seu modelo competitivo e extrair todo o valor que precisam para se diferenciar no mercado através de projetos de AI e multi-cloud híbrida. Isso, sempre colocando segurança em primeiro plano”.

Tags, , , ,

Banco PAN anuncia lançamento de cartão contactless, que faz pagamento por aproximação e sem uso de senha

O Banco PAN, em parceria com a Mastercard, anuncia o lançamento da tecnologia contactless para pagamentos com cartão de crédito, essa tecnologia permite compras no valor de até R$ R$50 sem uso de senha em território nacional. Além de segura, a tecnologia NFC (comunicação por campo de proximidade, na sigla em inglês) torna o processo de compra mais ágil. Para compras acima de R$ 50, permanece a obrigatoriedade da digitação de senha.

Com a nova tecnologia do Cartão PAN também será possível realizar pagamentos de tarifas de transporte público no exterior. No Brasil, a tecnologia está em fase de implantação por parte das bandeiras junto às companhias de transporte em São Paulo e no Rio de Janeiro.

“O lançamento está em linha com o novo momento do PAN, que vem destinando relevantes investimentos em tecnologia e experiência do cliente, foco da instituição. Por meio do cartão contactless, esperamos um aumento das transações com valor até R$50,00, decorrente da facilidade e agilidade na concretização da operação pelo cliente”, afirma Alex Trigueiro, superintendente de Cartões.

O processo de emissão, substituição e renovação dos cartões ocorrerá de forma gradual. Os novos cartões permitirão tanto o pagamento por aproximação quanto por chip. Os clientes que receberem o novo cartão deverão desbloqueá-lo e fazer a primeira compra do modo tradicional com senha. Após isso, o pagamento por aproximação será liberado.

Tags,

CIO Vendedor

Por Fernando Misato

O gestor de TIC ao longo do tempo vem se atualizando e atravessando com louvor os diversos ciclos vividos pela tecnologia do mundo corporativo. Isso significa que esses profissionais têm vendido bem sua importância para as companhias onde entregam seu suor.

Necessariamente, somos todos vendedores e estamos sempre vendendo algo. Essa afirmação poucos ousam contrariar. Quer seja em uma entrevista de emprego ou na hora de negociar uma simples lista de prioridades, o gestor de TI não foge da regra e precisa ser Vendedor.

A Tecnologia da Informação esteve sempre no centro do plano estratégico e da sobrevivência operacional do mundo dos negócios. A TI é essencial para todos os setores. Fundamental para manter as operações das empresas. Importantíssimo para as previsões e planejamento da sobrevivência. Muito requisitado para os projetos de inovação. E nesse momento, está integrado com as exigências para a Segurança da Informação. Além disso, é peça fundamental para a transformação do Marketing, que cada vez mais é Digital.

Quando os CPDs e o desenvolvimento interno imperavam, as principais soluções operacionais e gerenciais estavam sob a responsabilidade dos analistas e programadores. Lá estavam esses profissionais desenvolvendo e quebrando a cabeça para criar sistemas personalizados e sob medida para cada empresa.

Quando os ERPs iniciaram seu ciclo, os Gerentes de Informática também precisaram se reinventar. Deixam de ser os gestores dos sistemas, onde a tecnologia de desenvolvimento é praticamente a atividade fim, e passam a usar TI como ferramenta de gestão. Os ERPs revolucionaram o mundo corporativo da época. A inteligência de negócio dos profissionais de TI teve fundamental participação na transferência de conhecimento para que as ferramentas fossem configuradas adequadamente.

Não por acaso, muitos dos grandes fabricantes de softwares de gestão de hoje possuem em sua concepção empreendedora os profissionais que desenvolviam sistemas especialistas das empresas. Outra vez os Gestores de TI dando exemplo de capacidade de vender e principalmente de empreendedorismo.

Os ciclos passam. Os nomes da função também. Se antes Gerente de CPD ou de Informática, igualmente no passado ainda sentimos que esses bravos de TI deveriam ser melhor valorizados. Considerando o conhecimento que detém, precisam ser vistos por outros olhos. Conhecem a vida operacional como ninguém. Vivem intensamente as projeções junto com os principais executivos. Resolvem problemas urgentes da operação. Os CIOs ainda colaboram na análise de erros do passado para corrigi-los no futuro. Em cada novo ciclo, além de atualizar-se no seu conhecimento técnico e gerencial, também vem se atualizando na arte de vender sua própria importância.

Os CIOs seguem no centro das soluções, planejamento e decisões estratégias das companhias. Seguem com sua importância justamente por administrar um dos principais ativos. A informação é o maior patrimônio de todos os negócios. Essa constatação cresce, inegavelmente.

Por tudo isso, as associações de CIOs têm procurado incentivar para que seus membros venham vender seu conhecimento em palestras e reuniões com a comunidade de TIC. Compartilhar conhecimento é uma forma elegante de mostrar suas riquezas e conquistas. Esses grupos/associações estão alinhados nacionalmente por meio das redes sociais. Entendemos ser uma grande vitrine esse exercício de aparecer. Uns adoram essas oportunidades. Uns se consideram introvertidos e pouco afeitos a essas aparições. Insistimos. Mesmos essas sinceridades técnicas podem vender melhor do que grandes produções. Importante é mostrar que o trabalho trouxe resultado.

Os Head Hunters e os Diretores Financeiros adoram conhecer nas redes sociais profissionais que geram resultados para suas companhias. Quer seja para mostrar ao mundo ou para seu próprio time, o CIO segue precisando ser vendedor e atualizado. O tempo já provou que esse profissional sabe vender. O mercado esta em um novo ciclo. A vitrine esta aberta. “Olha um CIO madurinho ai, Gente!”. Vamos usá-la com entusiasmo.

Fernando Misato , Diretor Comercial da SUCESU Paraná, empresário e articulador para desenvolvimento de networking entre os profissionais de TIC.

Tags, , , ,

Atos leva jornada de indústria 4.0 ao SAP Now

Uma jornada completa que atende as empresas da área operacional até a executiva, com soluções de manutenção preditiva, inteligência artificial, dados em tempo real e manutenção remota. Esta é a experiência imersiva, dentro do tema Indústria 4.0 que a Atos, líder global em transformação digital, levará ao SAP Now 2019, evento que acontece nos dias 11 e 12 de setembro, no Expo Transamérica, em São Paulo.

“Teremos a oportunidade de mostrar nossa capacidade de apoiar nossos clientes com soluções de fim-a-fim. Para isso, trouxemos diretamente da Alemanha a mesma maquete que foi utilizada na Hannover Messe, a maior feira da Indústria 4.0”, salienta Alexandre Morais, Head of Digital Consulting da Atos. A maquete inclui sistema de automação, IoT, e simula um motor elétrico monitorado e conectado à nuvem.

A equipe de especialistas da Atos desenvolveu um modelo de predição de falha, em que antecipa estas tendências e gera pedidos de inspeção e manutenção. “Na prática, são dados valiosos sobre as condições de funcionamento de equipamentos e máquinas, que identificam e comunicam falhas, permitindo uma reação rápida, além da possibilidade de ter o técnico assistido por um especialista durante intervenções, oferecendo uma plataforma de realidade aumentada e smartglasses”, finaliza Morais. A Atos tem mais de 35 anos de parceria com a SAP, com 6 mil projetos implementados, 12 mil especialistas na área e 2,9 milhões de usuários finais de SAP.

Tags, , ,

Getronics confirma presença no SAP NOW após aquisição da Resource

A Getronics, integrante do Grupo Cimcorp, anuncia sua participação no SAP NOW 2019, após aquisição da Resource, empresa posicionada entre as maiores do setor de TI no Brasil. Principal evento do ecossistema de parceiros da SAP no país, o fórum acontecerá nos dias 11 e 12 de setembro, no Transamérica Expo Center, em São Paulo.

Durante o evento, a Getronics irá apresentar quatro palestras sobre como a adoção de soluções SAP pode auxiliar as empresas a agregarem mais inteligência, agilidade e inovação aos seus processos. Segundo Rogério Dias, Vice-Presidente Executivo da Getronics e à frente da nova operação na América Latina, a volatilidade do mundo atual faz com que as organizações precisem de plataformas cada vez mais inteligentes e integradas para impulsionar sua competitividade. “Somos um parceiro end-to-end de transformação digital, que não apenas entrega resultados, mas valor aos clientes por meio de toda a malha digital. E é exatamente isso o que vamos mostrar no SAP NOW: como podemos ajudar as empresas a serem mais eficientes na transformação de seus negócios”, afirma o executivo.

Um dos destaques do estande da Getronics será um simulador de voo com realidade virtual. “Nosso compromisso é oferecer uma experiência diferente. Desafiamos os nossos clientes a experimentarem o novo. Para isso, no SAP NOW os levaremos às nuvens, o que já fazemos hoje, na prática, com o nosso portfólio de soluções”, afirma Rogério Dias. “Somos uma empresa consolidada no Brasil e na América Latina e que, atuando em cooperação com a estrutura global do Grupo Getronics, oferece soluções alinhadas ao mercado local, mas com capacidade comprovada de entrega global”, completa.

No evento, os visitantes poderão conhecer também todo o portfólio de soluções SAP da Getronics, com destaque para práticas de implementações, upgrades, rollouts nacionais e internacionais, além de projetos fiscais e de transformação digital usando S/4HANA Cloud, SAP Cloud Platform, SAP Analytics Cloud e plataformas que utilizam Big Data, IoT e Machine Learning. A Getronics ainda irá apresentar aceleradores como Cloud Financial Intelligent Core, Administrative Intelligent Core, Analytics Cloud Intelligent Core, Cloud Administrative Intelligent Core e Intelligent Procurement Core. “O objetivo é mostrar como essas soluções podem auxiliar empresas de todos os segmentos a colocarem a inteligência competitiva no centro de seus negócios, utilizando o melhor do ecossistema SAP para impulsionar suas decisões”, diz o executivo.

SAP NOW 2019

Data: 11 e 12 de setembro, das 8h às 20h

Local: Transamérica Expo Center

Informações: https://events.sap.com/br/sap-now-brasil/pt/home

Getronics no SAP NOW 2019:

SAP S/4HANA Movement: Chegou o Momento de ser uma Empresa Inteligente

11 de setembro (quarta-feira) – 12h15 – Miniauditório 12

Financial Intelligent Core: o Futuro das Finanças

11 de setembro (quarta-feira) – 14h – Plenária D

O Ecossistema SAP e a Transformação dos Negócios na Era do Data Analytics

12 de setembro (quarta-feira) – 12h30 – Auditório 7

Chemical Quality Intelligent Core: Agilidade, Inovação, Insights e Otimização de Processos

12 de setembro (quarta-feira) – 14h45 – Miniauditório 12

Tags, , , ,

SAP Brasil apresenta estratégia da empresa para ajudar os clientes na jornada da Economia da Experiência

A SAP Brasil promove mais uma edição do SAP NOW, segundo maior evento da empresa no mundo, que reúne mais de 15 mil pessoas para discutir o futuro da Economia da Experiência e como a SAP está estruturada para contribuir com seus clientes nesta jornada.

A SAP ampliou suas ofertas após a conclusão da integração da Qualtrics e o anúncio durante o SAPPHIRE NOW, evento global da empresa, realizado em maio, das dez primeiras soluções: quatro são para experiência do cliente (CX); três para experiência do funcionário; e três para pesquisa de mercado. Todas integram dados de experiência (X-data) com dados operacionais (O-data) das aplicações de negócios, como os sistemas de CRM, ERP ou HCM (gestão de capital humano), para gerar insights, realizar melhorias e ações contínuas. As soluções já estão sendo adotadas por empresas de vários países, inclusive no Brasil.

Cristina Palmaka, presidente da SAP Brasil, reforça que no cenário atual as empresas estão sendo pressionadas a conhecer, compreender e responder às novas necessidades do consumidor em tempo real. “Com as novas tecnologias e a agilidade imposta pela digitalização dos processos, a relação das marcas com os consumidores tende a ser cada vez mais intuitiva e personalizada e, para que isso seja possível, é preciso conhecê-los cada vez melhor. Por isso oferecemos um diagnóstico preciso e continuado para que as empresas tomem as melhores decisões de negócios”, explica.

Entre as empresas que já utilizam as soluções Qualtrics no Brasil estão a Fast Shop, a Mercedes-Benz e a Serasa. Além dessas, a Qualtrics já está na operação de mais de 40 empresas em diversos setores no País, inclusive instituições de ensino superior. A expectativa é que uma parte importante dos mais de 13 mil clientes locais adotem as soluções SAP Qualtrics nos próximos anos.

Keynote de abertura e destaques do SAP NOW

No primeiro dia do evento, o destaque é o keynote de abertura da presidente da SAP Brasil, Cristina Palmaka, que aborda o desafio de transformar o negócio em uma Empresa Inteligente e as mudanças que acompanham a Economia da Experiência. Na sequência, ela recebe o CEO da Alpargatas, Roberto Funari, para aprofundar o debate e falar sobre como construir e oferecer ciclos irresistíveis para a jornada dos clientes. Participam também do bate-papo Claudio Muruzabal, presidente da SAP América Latina, e Dennis Wang, VP de operações do Nubank.

Ainda no dia 11 de setembro, a presidente global dos negócios em nuvem da SAP, Jennifer Morgan, falará sobre como vencer na era da Economia da Experiência, além de compartilhar projetos visionários que a companhia lidera em diversos países. A apresentação também vai abordar a integração de Qualtrics ao portfólio da SAP. Jennifer também vai chamar ao palco Rodrigo Vicentini, head da NBA no Brasil, que apresentará como a liga utiliza os diferentes tipos de dados para aperfeiçoar a experiência dos jogos dentro e fora das quadras. Juntos, falarão sobre o showcase SAP & NBA Basketball Data Court, uma parceria da SAP com a NBA para trazer uma quadra de basquete sensorizada, que tem tecnologias SAP para comparar estatísticas com atletas reais e proporcionar uma experiência imersiva aos participantes do evento.

Além destes destaques, a programação do SAP NOW conta com mais de 500 sessões de conteúdo, incluindo showcases interativos, painéis temáticos e apresentação de mais de 100 cases de sucesso em inovação, com foco na construção da Empresa Inteligente.

Veja programação completa no site do SAP NOW: https://events.sap.com/br/sap-now-brasil/pt/home.

SAP NOW 2019

Data: 11 e 12 de setembro de 2019

Hora: de 8h às 20h

Local: Transamérica Expo Center – Av. Dr. Mário Villas Boas Rodrigues, 387 – São Paulo, SP.

Tags, , ,

T-Systems Brasil é destaque no SAP NOW

A T-Systems Brasil, provedora alemã com amplo portfólio digital de soluções e serviços de TI, será uma das participantes do SAP NOW, evento que será realizado entre os dias 11 e 12 de setembro no Transamérica Expo Center, em São Paulo. Em uma área de experiência de 48 metros quadrados, a companhia apresentará uma série de soluções baseadas na plataforma SAP e envolvendo o uso de tecnologias como IoT, Indústria 4.0 e Inteligência Artificial (IA).

Um exemplo de IA é a solução Robo-T, desenvolvida pelo time de sustentação de aplicativos da T-Systems Brasil. Criado há cerca de dois anos, o Robo-T é responsável pela automação do processo de atendimento a incidentes, contando com um banco de dados com informações úteis aos consultores do projeto. Hoje, a cada consulta, o Robo-T fornece aos consultores informações como os cinco incidentes mais parecidos com o pesquisado, quais as bases de informações semelhantes e demais informações que possam ajudá-lo a resolver o problema.

Na área de Indústria 4.0, quem visitar o estande da T-Systems poderá ver uma maquete industrial em funcionamento. Ali, haverá uma linha de produção demonstrativa conectada à plataforma de IoT Cloud of Things da companhia. Na simulação, parâmetros como produção, velocidade e disponibilidade da linha serão monitorados em tempo real e disponibilizados em dashboards na plataforma. A integração com o SAP permitirá realizar o apontamento da produção de maneira automática e em tempo real e até mesmo realizar aberturas de ordens de manutenção automaticamente.

Em outra simulação, os visitantes poderão ver o funcionamento de uma solução de manutenção utilizando tecnologias de realidade aumentada. Aqui será possível ver a integração entre a tecnologia HoloLens e os sistemas de gestão da SAP. Integração também é marca da solução de WMS (Warehouse Management System), desenvolvida em parceria com a Valid.

A solução automatiza e simplifica praticamente todos os processos de transporte dentro de um centro de distribuição, entregando maior controle no armazenamento, agilidade nos processos, otimização do espaço e redução substancial do risco de perda de mercadoria armazenada. Todas as informações geradas pela solução são consolidadas e apresentadas em um dashboard desenvolvido pela T-Systems Brasil, que se integra aos sistemas de gestão SAP.

Jogos e palestras

O estande da T-Systems contará também com uma área multicloud, criada com o objetivo de discutir quais os melhores tipos de nuvem para soluções SAP. Outra novidade do estande será a instalação de um jogo de amarelinha, adaptado para guiar os visitantes pelas principais perguntas que precisam ser feitas para que a empresa entenda qual o melhor caminho para aderir ao SAP S/4HANA: se por conversão ou uma nova implementação.

A T-Systems Brasil também estará presente na área de palestras, com destaque para a apresentação do caso de sucesso da Usina São João. Aos 75 anos, a empresa do setor sucroenergético está investindo para incrementar o uso de tecnologias e levar inovação aos seus processos de negócio. Fabrício Liani, especialista em TI da Usina São João, vai contar como a empresa mergulhou nessa jornada, passando pela infraestrutura e atualização do SAP ERP até a inovação tecnológica.

Também apresentarão palestras durante o evento o CTO da T-Systems Brasil, Leonardo Volkmar, que vai falar sobre o tema “Afinal, qual a melhor nuvem para o meu SAP?”; Javier Rivas, gerente de projetos AP, falando sobre “Do roadmap à execução, o uso do SAP Activate para garantir uma abordagem correta na jornada S/4HANA; e Javier Rivas e Cleber Suavi, consultor de integração de sistemas, falando sobre “Como o AMS da T-Systems, se aliado ao uso do SAP Activate, pode apoiar na jornada para o S/4HANA.

SAP NOW

Data: dias 11 e 12 de setembro de 2019

Local: Transamérica Expo Center Norte

Área de experiência T-Systems Brasil: estande 1, Hall B

Tags, ,

WTC Events Center recebe o maior mentor de executivos do mundo

Três em cada dez integrantes da cobiçada lista da Furtune 500 já tiveram suas carreiras impulsionadas por técnicas passadas por Marshall Goldsmith, um dos maiores palestrantes corporativos do mundo. Autor de best-seller que figura no topo da lista do New York Times e vencedor de um prestigiado prêmio da Universidade de Harvard, ele será a principal atração do “Encontro com Gigantes”, que acontece entre os dias 20 e 21 de setembro próximo.

Os organizadores escolheram o WTC Events Center para receber esse grande evento, espaço a altura da importância da presença de Marshall e outros palestrantes, tais como José Salibi Neto, cofundador da HSM , e Sally Helgesen, citada na Forbes como uma das maiores especialistas em coach de liderança do mundo.

Entre outras atividades, os participantes do evento terão contato com a metodologia de liderança reconhecida pela Harvard Business School, técnicas e ferramentas para conduzir o clima das equipes para a sua melhor performance e o pensamento sistemático dos maiores líderes do mundo, diretamente de um especialista que os mentorou.

Encontro com Gigantes

Dia: 20 e 21 de setembro
Horário: 8h30 às 17h30
Local: WTC Events Center | São Paulo
Mais informações em: www.encontrocomgigantes.com.br

Tags, , ,

‘Semana do Brasil’ é aposta de nova data comercial para aquecer o varejo em setembro

O governo federal lançou na quarta-feira (28) a Semana do Brasil, durante o congresso de varejo Latam Retail Show, realizado na capital paulista. A partir de agora, o período entre 6 e 15 de setembro entra no calendário do comércio com ações promocionais para estimular vendas em um mês habitualmente morno para o setor.

A Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp) e a Associação Comercial de São Paulo (ACSP), que já discutiam possíveis ações locais para impulsionar o comércio na Capital e no interior em setembro, agora apoiam a iniciativa do governo em sinergia com mais de 40 entidades, como o IDV (Instituto de Desenvolvimento do Varejo).

Alfredo Cotait Neto, presidente da Facesp e ACSP, afirma que ambas já orientam seus associados a participarem da Semana, que coincide com as comemorações da Independência do Brasil (7 de setembro). A ideia é que os comerciantes direcionem estratégias para oferecerem preços promocionais, descontos exclusivos e ambientação diferenciada na loja física e na virtual.

“É um esforço de vendas para reacender um pouco a economia, uma ação comercial onde os consumidores terão vantagens, e o varejo terá uma oportunidade de vender um pouco mais”, afirma o presidente. “Também é uma forma de pontuar o patriotismo, o sentido do Dia da Pátria, mas que será comemorado de uma forma mais completa”, reforça Cotait Neto, que acredita que a nova data promocional do calendário do varejo brasileiro “veio para ficar.”

Essa espécie de “Black Friday antecipada”, que será realizada nos mesmos moldes da ação promocional criada nos Estados Unidos, é uma ideia discutida há bastante tempo entre entidades varejistas. Agora, ela se concretiza num momento em que a economia precisa de estímulo, e deve ser puxada pelos saques do FGTS e a antecipação do 13º salário dos aposentados.

Assim como no período em que a Black Friday chegou ao Brasil via e-commerce no longínquo ano de 2010, e hoje virou um sucesso de vendas que cresceu 23% em 2018, faturando R$ 2,6 bilhões só na sexta-feira (dados da Ebit/Nielsen), por enquanto é difícil mensurar o quanto as vendas podem crescer na Semana do Brasil, diz Marcel Solimeo, economista da ACSP.

Afinal, apesar do estímulo para vender mais, nenhum comerciante é obrigado a aderir à ação. “É difícil saber qual seria o grau de adesão, embora haja uma expectativa de que ela seja bastante expressiva por conta das perspectivas de movimentar um mês tradicionalmente fraco e adicionar um extra no faturamento da loja”, afirma.

Mas como fazer um consumidor que ainda se mantém cauteloso e com medo de gastar abrir a carteira durante a nova semana promocional? Segundo Solimeo, há dois desafios a enfrentar: o primeiro é atrair o consumidor para a loja. Já o segundo é fazê-lo comprar na loja. Para isso, é preciso oferecer promoções muito competitivas para dar certo.

“Estamos no fim da estação, e muitos lojistas ficaram estocados porque o inverno demorou a chegar”, afirma. “Se o friozinho continuar nos próximos dias, dar bons descontos nesses itens e em outros com giro menor podem gerar resultados interessantes. Mas lembre-se: primeiro é preciso conseguir atrair o consumidor para dentro da loja.”

Tags, ,

SAP Now debate a Economia da Experiência no Brasil e no mundo e traz cases de empresas que saíram na frente nessa nova transformação

A presidente global dos negócios em nuvem da SAP e membro do conselho executivo da empresa, Jennifer Morgan, estará na edição brasileira do SAP NOW, segundo maior evento da SAP no mundo. A executiva falará no dia 11 de setembro sobre como vencer na era da Economia da Experiência, além de compartilhar projetos visionários que a companhia lidera em diversos países. O foco da apresentação também será a integração de Qualtrics ao portfólio da SAP, que vem tornando a empresa a única no mercado com potencial de oferecer soluções que combinam dados de experiencia (X-data) com dados operacionais (O-data).

Jennifer também vai chamar ao palco Rodrigo Vicentini, head da NBA no Brasil, que apresentará como a liga utiliza os diferentes tipos de dados para aperfeiçoar a experiência dos fãs dentro e fora das quadras. Juntos, falam sobre o showcase SAP & NBA Basketball Data Court, uma parceria da SAP com a NBA para trazer uma quadra de basquete sensorizada, que tem tecnologias SAP para comparar estatísticas com atletas reais e proporcionar uma experiência imersiva aos participantes do evento.

A grade também contará com outros palestrantes que trarão suas visões sobre economia da experiência em diversos segmentos de negócios. Claudio Muruzabal, presidente da SAP América Latina, recebe no primeiro dia do evento Dennis Wang, VP de operações do Nubank para um talk show sobre o papel da cultura da empresa na experiência do cliente.

Também está confirmada a apresentação de Chip Conley, fundador da The Modern Elder Academy (MEA), mentor e conselheiro estratégico de Hospitalidade do Airbnb, que vai falar sobre a reinvenção da hospitalidade. Na palestra Na palestra “Surfing Disruption”, no dia 12, ele vai abordar os desafios de se destacar na Economia da Experiência, onde todos buscam o novo e reinventar conceitos, como foi o caso do Airbnb.

Qualtrics na prática – jornada dos clientes e de colaboradores

Uma das sessões mais esperadas da edição de 2019 é mostrar como o portfólio Qualtrics se integra às soluções SAP. A palestra “O impacto e a jornada da Economia da Experiência, powered by Qualtrics”, conduzida por Kekoa Loo, head de Software Sales Strategy and GTM Learning & Enablement da Qualtrics, vai demonstrar como os usuários podem gerar resultados de negócios usando dados operacionais (“O” data) e dados de experiência (“X” data). As empresas agora podem coletar dados sobre as experiências de clientes, funcionários, produtos e marcas e combinar seus X’s & O’s por meio de um único sistema.

Ao longo dos dois dias, outras palestras vão abordar a integração de Qualtrics ao portfólio da SAP.

A programação do SAP NOW inclui mais de 500 sessões de conteúdos e apresentações de mais de 100 cases de clientes SAP. Confira a agenda neste link https://sessioncatalog.sapevents.com/go/agendabuilder.sessions/?l=224&locale=pt_BR

SAP NOW 2019

Data: 11 e 12 de setembro de 2019

Hora: de 8h às 20h

Local: Transamérica Expo Center – Av. Dr. Mário Villas Boas Rodrigues, 387 – São Paulo, SP.

Inscrições no site do evento SAP NOW 2019.

Tags, ,

Cognizant leva experiência do consumidor do futuro para o SAP Now

A Cognizant, uma das empresas líderes mundiais em tecnologia e negócios, participa do SAP Now, que será realizado de 11 e 12 de setembro, no Transamérica Expo Center, em São Paulo. Na ocasião, a companhia apresentará um modelo de atendimento que consiste na demonstração da experiência do consumidor no futuro, integrando diversas tecnologias, como reconhecimento facial e chatbot, além de plataformas para criar, gerenciar e expor APIs de forma dinâmica e segura.

Com o apoio de um “sandbox”, que consiste na utilização de técnicas de inteligência artificial para reconhecimento facial e criação de diálogos de interação, foi possível desenvolver plataformas para geração de dados, virtualização de serviços, produção e gerenciamento de APIs.

Rosangela Locatelli, head de Enterprise Application Services da Cognizant, explica que dessa forma, com as soluções trabalhando em conjunto, o cliente pode experimentar uma jornada do consumidor do futuro, em que a escolha e a compra de um produto são realizadas de forma digital e personalizada, garantindo assim agilidade e segurança em todo o processo.

“Todas as tecnologias foram integradas com plataformas em nuvem, garantindo a segurança dos dados e de transações como criação de cadastro de cliente, ordem de pedidos e históricos de compras. Com as soluções trabalhando de forma integrada, o cliente pode vivenciar a jornada do consumidor do futuro, por meio da qual a criação da conta bancária e a compra de um produto são realizadas de forma digital e personalizada, para garantir agilidade e segurança em todo o processo”, conta Rosangela Locatelli.

“A competitividade dos negócios e o apetite por inovação proporcionam o cenário ideal para demonstração das tecnologias no evento. Em meio à aceleração digital, as corporações devem adotar uma abordagem de parceria e colaboração para continuar relevantes hoje, ao mesmo tempo em que desenvolvem suas capacidades para antecipar a atender às necessidades do mercado no futuro”, enfatiza Eduardo Guerreiro, head de Digital Business.

“A integração de inúmeras plataformas e soluções por meio de APIs seguras se encaixa perfeitamente nesse cenário. Assim como as instituições financeiras vêm enfrentando o dilema da regulamentação do open banking no País, o varejo também vem sendo desafiado a oferecer experiências melhores aos seus consumidores”, observa o executivo.

A Cognizant patrocinará o evento com a cota ouro, integrando o mercado de usuários de SAP e geração de oportunidades. O estande encontra-se na posição O9 e contará com a demonstração “A Experiência do Consumidor do Futuro”.

As três principais tecnologias que potencializam essa experiência são: Open API in a Box, Face Recognition e ChatBot, além do auxílio de outras soluções, como Test Data Manager, Service Virtualization, API Gateway, API Manager, inteligência artificial, que fazem com que o processo de experiência do consumidor seja devidamente otimizado.

SAP Now

Data: de 11 e 12 de setembro de 2019

Horário: 9 h às 18 h

Local: Expo Transamérica

Endereço: Av. Dr. Mário Villas Boas Rodrigues, 387, Santo Amaro – São Paulo, SP.

Para mais informações, acesse:

events.sap.com/br/sap-now-brasil/pt/home/

Tags, , ,

Empresas buscam mulheres que atuam em TI

A segunda edição do PrograMaria Summit acontece em setembro, na cidade de São Paulo. O evento promove o encontro entre mulheres desenvolvedoras e empresas contratantes e conta com rodadas de palestras conduzidas por mulheres referências do mercado.

Com foco no público feminino que já está na área tecnológica ou está em busca de recolocação na área, o encontro tem como objetivo fortalecer o vínculo das mulheres na área da TI com conteúdo técnico e oportunidade de desenvolvimento profissional.

“Existe um fenômeno de evasão das mulheres do mercado de Tecnologia”, explica Iana Chan, fundadora da PrograMaria. “É contraprodutivo falar sobre atrair mais mulheres para essa área, se elas não permanecem nela e não encontram oportunidades para desenvolver suas carreiras. O Programaria Summit foi desenhado para apoiar as mulheres que já trabalham na tecnologia, pois percebemos que é necessário continuar apoiando para que desenvolvedoras consigam evoluir e se aprimorar profissionalmente”.

O PrograMaria Summit trará orientações sobre carreira e abordará temas como inteligência emocional, tendências de tecnologia e trilhas técnicas (front-end e back-end).

O evento acontece na Unibes Cultural no dia da independência do Brasil, ótimo momento para promover também a independência da mulher no mercado da tecnologia.

Patrocinadora do evento, A Oracle conta com mais de 2000 colaboradoras na América Latina e está em busca de ampliar essa rede. “Apostamos na construção de uma cultura que represente seus colaboradores, clientes, fornecedores e comunidades. Sabemos que equipes mais diversas, onde as pessoas se sentem incluídas, são mais propensas a desenvolver ideias mais criativas e propor melhores soluções aos nossos clientes. Assim, aqui na Oracle, inclusão, diversidade e respeito fazem parte do dia-a-dia no ambiente de trabalho”, diz Daniele Botaro, líder de Inclusão e Diversidade, Oracle América Latina.

“O principal desafio para as empresas é integrar as mulheres na área de tecnologia onde a demanda de trabalho é muito alta, mas que ainda é ocupada majoritariamente por homens. A Oracle procura motivar mulheres a considerar a tecnologia como uma carreira, aumentando seus conhecimentos”, comenta Milena Leal, Diretora Sênior de Vendas de Tecnologia na Oracle Brasil.

Para a Vivo, a participação no PrograMaria Summit reforça o conjunto de iniciativas da empresa para construir um ambiente ainda mais diverso e inclusivo. “Assumimos o compromisso de estimular uma cultura mais inclusiva e um ambiente mais diverso, com o objetivo de valorizar a diversidade de pontos de vista, origens, identidades e orientação, para que todos se sintam à vontade para serem como são, tendo suas diferenças respeitadas”, destaca Niva Ribeiro, VP de Pessoas da Vivo. Em 2018, a empresa lançou o Programa Vivo Diversidade, cujo manifesto promove respeito à variedade de caraterísticas, escolhas, comportamentos e opiniões.

O credenciamento será a partir das 8h45, com um café de boas-vindas. Logo em seguida, a abertura oficial acontece no teatro da Unibes, que trará também keynotes com mulheres líderes no mercado da tecnologia. Após almoço o público será conduzido às palestras de acordo com as trilhas escolhidas, rodadas com experts e speed hiring, onde cada participante terá um encontro com representantes das empresas escolhidas no ato da inscrição.

Paralelamente durante todo o dia, stands das empresas participantes estarão dispostos na feira de negócios. A programação ainda conta com coffee break à tarde, outra rodada de keynotes e happy hour após o encerramento.

As inscrições podem ser feitas pelo link http://bit.ly/programariasummit2019. O Programaria Summit também conta com o patrocínio da AWS, Amazon, Everis, Quinto Andar, Bossabox, TFG e Accenture.

PrograMaria Summit 2019
Quando: 07/09, das 9h às 19h
Onde: Unibes Cultural – Rua Oscar Freire, 2500 – São Paulo/SP
Inscrições: http://bit.ly/programariasummit2019

Tags,

Dia da Fotografia com a TIM: dicas para tirar boas fotos e ofertas em smartphones

Nesta segunda (19), é comemorado o Dia Mundial da Fotografia. A TIM reuniu dicas infalíveis para tirar fotos profissionais com seu smartphone e, separou também, alguns modelos pensando na qualidade da câmera para que os clientes possam registrar os melhores momentos do dia a dia em alta qualidade. Confira:

Foco e enquadramento

Quando o assunto é fotografia, o foco é o mais importante na hora de fazer os cliques. O elemento a ser destacado deve estar claro e bem posicionado. A distância em que a foto é tirada também influencia no seu enquadramento: quando mais próxima, mais os objetos e/ou pessoas ficam distorcidos. Então, se a ênfase da foto for uma pessoa, o ideal é ser da cintura para cima (método conhecido como “plano americano”).

Com foco dinâmico, três lentes traseiras e duas frontais, a câmera do Samsung Galaxy S10+ é considerada uma das melhores da atualidade. Atrelado ao plano TIM Black Família 100GB, o smartphone tem um desconto de R$ 2.400, saindo de R$ 5.499 por R$ 3.099. Além de redes sociais (Instagram, Facebook e Twitter) e WhatsApp ilimitados para navegar e compartilhar fotos, o plano também tem assinatura Netflix inclusa, mais de 50 milhões de músicas e mais de 100 revistas – com o TIM Music by Deezer e TIM banca virtual e sete dias de WhatsApp ilimitado em qualquer lugar do mundo e 30 minutos de ligações no exterior por mês.

Selfies de qualidade

As selfies não saem de moda: elas são uma maneira divertida de capturar um acontecimento. Uma câmera frontal com muitos megapixels garante a qualidade e a beleza da imagem. O LG K12 Max possui câmera frontal de 13 MP com inteligência artificial para ajustes automáticos de cor, brilho e contraste, além de foco automático e resolução FULL HD da filmadora frontal. O aparelho custa apenas R$ 999 no TIM Controle, com opções de planos a partir de R$ 49,99 por mês, os clientes têm redes sociais ilimitadas – Instagram, Twitter e Facebook – ligações à vontade para qualquer operadora e mais internet para usarem como quiser.

Atenção à luminosidade do ambiente

Para fotografias em ambientes externos, o ideal é apostar na luz natural. Durante o dia, o sol pode “estourar” a foto, deixando-a iluminada demais. Um truque para cliques durante os períodos da manhã e da tarde – em dias ensolarados – é não deixar a pessoa a ser fotografada na sombra, enquanto quem fotografa fica no sol: tal contraste acaba prejudicando a captura.

Já para fazer fotos à noite, é necessário usar o flash e ter um smartphone preparado para a falta de luminosidade. O Motorola One Action, lançado nesta sexta-feira (16), oferece dois tons de flash e câmera tripla (12 MP + 5 MP + 16 MP QuadPixel), a primeira com ação ultra-wide (possibilita segurar na vertical enquanto a câmera filma na horizontal, enquadrando mais a cena). A tecnologia QuadPixel melhora imagens e vídeos em ambientes com pouca luz. O aparelho custa R$ 1.399 no TIM Black 10GB + 10GB, que garante 10GB para vídeos e mais 10GB para usar como quiser, além de redes sociais – Instagram, Twitter e Facebook – e WhatsApp ilimitados, ligações à vontade para qualquer operadora e assinaturas do TIM Music by Deezer, TIM Banca Virtual, Cartoon Network Já! e Esporte Interativo Plus já inclusas na oferta.

Agora é só clicar e postar!

Tags, ,

LGPD: tecnologias e automatização vão facilitar adequação às regras

Por Carlos Alberto Ferraiuolo, Diretor de Tecnologia e Inovação da Access Brasil

Nos últimos anos, as políticas de gerenciamento de informações têm sido postas à prova por conta de novas regras que mudaram o cenário da conformidade. E como conformidade está diretamente ligada à capacidade de armazenar e dispor dados com segurança, as empresas precisam estar atentas à gestão de documentos.

Para cumprir as novas regras, como a LGDP (Lei Geral de Proteção de Dados), prevista para entrar em vigor no Brasil em 2020, ou a GDPR (General Data Protection Regulation), instituída pela União Europeia em 2018, ou a Sarbanes-Oxley, as empresas estão reavaliando suas políticas de gerenciamento de informações e conformidade.

Por exemplo, a LGDP estabelece regras sobre a coleta, o tratamento, o armazenamento e o compartilhamento de dados pessoais gerenciados pelas organizações. Entre as ações coibidas pela LGPD estão a coleta e o uso de dados pessoais sem consentimento, seja pela iniciativa privada ou pelo poder público, bem como a utilização de informações pessoais para a prática de discriminação ilícita ou abusiva.

O primeiro passo para a adequação à LGPD é realizar um mapeamento detalhado dos dados pessoais tratados e o seu ciclo de vida. Saber onde estão, como estão armazenados, quem tem acesso, se os dados são compartilhados com terceiros no Brasil ou exterior e quais riscos associados ao ciclo de vida são algumas das perguntas importantes que as organizações devem responder antes de implementarem políticas de gerenciamento de informações.

Neste sentido, as tecnologias e a automatização serão componentes importantes para as organizações, uma vez que a nova lei traz desafios de gestão e governança de privacidade tais como a gestão de consentimentos (e respectivas revogações), gestão das petições abertas por titulares (que, em alguns casos, devem ser respondidas imediatamente), gestão do ciclo de vida dos dados pessoais (data mapping & data discovery) e implementação de técnicas de anonimização (os dados anonimizados não serão considerados dados pessoais pela lei desde que o processo não seja reversível).

Dentre os muitos processos e operações que fazem parte das rotinas das empresas, a gestão de informação é essencial para garantir o bom funcionamento e a adequação às regras de compliance da organização. No entanto, diversos fatores podem afetar a produtividade dos gestores e de seu negócio, como falta de segurança, não conformidade, descarte incorreto de documentos, e mau uso dos espaços físicos e virtuais da empresa.

Mas todos esses problemas, e muitos outros relativos à conformidade, são resolvidos com a implantação de corretas políticas de gerenciamento de informações e eficientes sistemas de gestão documental. A LGPD ficou mais flexível com alguns vetos realizados pela presidência em Julho/19. Um destes vetos derrubou a exigência de revisão de decisões automatizadas por um humano, permitindo que sistemas automatizados com base em algoritmos tomem decisões que vão desde a retirada de informações de mídias sociais à concessão de crédito a uma pessoa. Sendo assim, as organizações vão tirar maior proveito de soluções de robotização, que garantem a produtividade especialmente quando falamos de tarefas manuais e repetitivas relacionadas à análise de informações.

O desafio aqui, portanto, é mudar sem ter de paralisar processos. Para isso, vai ser fundamental contar com parceiros que possam dar velocidade na adoção de tecnologias e automatização, especialmente nas organizações em que ações de conformidade ainda não estão totalmente desenvolvidas.

Tags,

User Experience x Customer Experience: qual utilizar?

Por Marco Antônio, cofundador do Garage Criativa

É comum que os conceitos de Experiência do Usuário e Experiência do Cliente se confundam. A questão é: se clientes são também usuários e vice-versa, não estamos lidando com a mesma coisa?

Mais ou menos. Cada um trata de um aspecto especial, mas ambos os conceitos devem andar juntos.

User Experience

Também conhecido como UX, User Experience ou ainda Experiência do Usuário, o conceito trata da maneira com que os clientes interagem com um produto, website, canal ou aplicativo específico. Em sua essência, o UX diz que a experiência do usuário dependerá do quão fácil for navegar ou usar um site, produto, serviço ou tecnologia.

Resumidamente, a boa experiência do usuário permite que seus clientes encontrem informações com rapidez e facilidade.

O UX analisa questões como:

Design de interação;
Usabilidade;
Design visual;
Arquitetura de informação;
Conteúdo;
Pesquisas.
Portanto, mesmo que um site tenha um bom design, se seus usuários não encontrarem o que procuram ou se sentirem perdidos, eles não voltarão. Como essa decisão é tomada em segundos, o User Experience torna-se essencial (e até vital) para as empresas.

Customer Experience

Também conhecido por CX, Customer Experience ou Experiência do Cliente, o termo diz respeito à experiência geral do cliente com uma empresa. Trata-se de como os consumidores percebem as interações multicanal – tanto online quanto off-line – com a organização como um todo.

Na essência, o objetivo do CX é aumentar a satisfação e a lealdade do cliente. Oferecer uma ótima experiência não apenas diferencia a marca, como ajuda a aumentar a receita e vendas e a obter vantagem competitiva.

Customer Experience lida com questões como:

Atendimento ao cliente;
Publicidade;
Reputação da marca;
Vendas;
Preços;
Entrega de produto.

Principais diferenças entre User Experience e Customer Experience

O Customer Experience analisa a interação com o cliente desde seu primeiro ponto de contato e durante toda a sua jornada, considerando todos os canais da marca. Já o User Experience é mais específico e foca em um canal, seja site, aplicativo, e-mail, chatbot etc.

Tradicionalmente, UX costuma referir-se a produtos digitais. Já o CX é usado mais em setores relacionados a serviços. Além disso, a Experiência do Usuário concentra-se mais na usabilidade. A Experiência do Cliente, por outro lado, busca melhorar o atendimento ao consumidor como um todo para criar uma marca mais forte. Sendo assim, a Experiência do Cliente trata de um conceito mais amplo.

UX ou CX: qual utilizar?

Embora existam diferenças entre User Experience e Customer Experience, ambos precisam trabalhar em conjunto. Ao pensar exclusivamente na experiência do cliente, a experiência do usuário a complementa, uma vez que o cliente também interage com o site ou aplicativo da marca. Aliás, a experiência do usuário é a base de uma boa experiência do cliente.

Imagine que o consumidor acessa uma loja virtual para comprar algum produto. O site é amigável e fácil de usar. Em questão de segundos ele encontra as opções disponíveis e faz a compra. Nesse caso, houve uma boa experiência do usuário.

Agora, digamos que seu produto tenha sido entregue no tempo previsto, mas veio com defeito. Ele acessa o site, encontra rapidamente as informações que precisa para proceder com a reclamação (mais uma vez, a UX mostrou-se boa), liga para a empresa e eles pedem para retornar dois dias depois. Ele liga novamente e, mais uma vez, precisa aguardar alguns dias. Nessa situação, a sua Experiência do Cliente foi negativa.

Conseguiu entender como cada conceito se complementa? Empresas que utilizam UX e CX de maneira integrada adotam uma abordagem completa, centrada no cliente em todos os pontos de contato, ao invés de priorizarem apenas um tipo de interação.

No final do dia, quando as experiências do usuário e do cliente se complementam, o seu consumidor é premiado com uma ótima experiência em qualquer interação que venha a ter com seu produto ou serviço.

Tags, ,

SAP NOW apresenta o futuro da economia da experiência

O SAP Forum chama-se agora SAP NOW. A mudança do nome do evento anual reflete o novo momento da companhia mundialmente, que vem transformando seus negócios na oferta de softwares e soluções em nuvem, além de ter um foco cada vez mais amplo na experiência. Nos dias 11 e 12 de setembro, o evento vai reunir no Transamérica Expo Center, em São Paulo, importantes nomes do mercado nacional e internacional para debater tendências e inovações em diversos painéis e palestras, além de receber aproximadamente 10 mil visitantes no congresso e área de exposição.

Fernando Migrone, vice-presidente de Marketing da SAP Brasil, reforça que além dos conteúdos, o evento estará ainda mais dinâmico, com apresentação de showcases interativos, demonstrações virtuais, cases da indústria e demonstrações de soluções da própria SAP e de parceiros de negócios. Outro destaque será a apresentação para o mercado brasileiro dos detalhes da integração da SAP com a Qualtrics e que integram X-data diretamente em aplicações de negócios, como os sistemas CRM, ERP ou HCM (gestão de capital humano), para realizar melhorias e ações contínuas. Este sistema define um novo padrão para o software empresarial.

“O SAP NOW estará focado na estratégia global da empresa em ajudar os clientes a evoluir para a economia da experiência, quando os dados operacionais (O-data) são associados com dados de experiência (X-data) para medir e aprimorar as experiências de clientes, funcionários, produtos e marcas. Desta forma, as empresas podem diminuir o gap entre o que os clientes esperam e o que efetivamente as companhias podem entregar para eles”, explica Migrone. “Também vamos trazer cases da indústria com resultados alcançados por quem já está na liderança na jornada da empresa inteligente”, completa.

Destaques

O evento contará com o keynote de abertura da presidente da SAP Brasil, Cristina Palmaka, que na sequência recebe o CEO da Alpargatas, Roberto Funari, para falar sobre Economia da Experiência e como construir e oferecer ciclos irresistíveis para a jornada dos clientes.

Também para expor um case de sucesso que tem a experiência como diferencial dos negócios, o SAP NOW recebe o VP de operações da Nubank, Dennis Wang.

Presente e o futuro da Economia Digital

Outro convidado é Mauro Calil, fundador da Academia do Dinheiro que falará sobre o papel do CFO como o economista-chefe das empresas e responsável por guiar os movimentos estratégicos em direção ao crescimento dos negócios.

Samy Dana, economista e professor da Escola de Administração de Empresas da Fundação Getulio Vargas, é o convidado especial para falar sobre “Psiconomia: o que isso mexe com a sua vida?” Nem sempre é fácil combinar resultado econômico, satisfação pessoal e um ambiente de trabalho saudável. Na palestra ele vai abordar como a economia aliada à psicologia possibilita uma maior amplitude de avaliação e ajuda a buscar soluções.

A advogada Patricia Peck abordará o avanço da tecnologia e da criação de novos modelos de negócios, já que as empresas inteligentes enfrentam questionamentos éticos e jurídicos quando decidem adotar Machine Learning, Inteligência Artificial e várias outras tecnologias emergentes. Oportunidade única para entender como ter uma bem-sucedida governança de canais digitais que considera propriedade intelectual, privacidade de dados e o marco civil da Internet.

SAP NOW 2019

Data: 11 e 12 de setembro de 2019

Hora: de 8h às 20h

Local: Transamérica Expo Center – Av. Dr. Mário Villas Boas Rodrigues, 387 – São Paulo, SP.

Inscrições no site do evento

Tags, ,

Telegram: autenticação dupla com uso de torpedo interativo de voz poderia ter evitado invasão

As notícias sobre a invasão de contas do Telegram dos líderes da Operação Lava a Jato e, mais recentemente de autoridades do governo e do parlamento brasileiro nas últimas semanas, movimentaram a sociedade e colocaram em xeque os mecanismos de recuperação e autenticação de códigos de acesso a serviços online, não apenas do Telegram, mas de todos os outros serviços e aplicativos existentes.

O caso ganhou novo fôlego com o anúncio da prisão de supostos “hackers” pela Polícia Federal na última semana e divulgação do método utilizado para obter o acesso a estas contas a partir de três vulnerabilidades independentes conhecidas: a simulação do número de telefone do dono do aparelho, o acesso simples a caixa postal do celular e a metodologia do Telegram para envio do código de acesso solicitado.

Neste caso dos líderes da Operação Lava a Jato, sabe-se que os invasores fizeram ao Telegram a solicitação do código de acesso optando pelo envio do código por telefone. Mantiveram as linhas móveis ocupadas” com uma sobrecarga de chamadas para que a resposta com o código de acesso caísse diretamente na caixa postal. Depois, acessaram as caixas postais por meio de ligações Voip com número simulado das linhas e obtiveram os códigos.

Para José Roberto Aragão, diretor de Tecnologia da Velip, desenvolvedora de aplicações de atendimento e comunicação com Inteligência Artificial cognitiva, comenta que a companhia que administra o Telegram – assim como qualquer outro aplicativo ou serviço online ou de operadora de telefonia – deveria usar o recurso de torpedo de voz interativo para solicitar uma informação – por meio de uma pergunta- para depois liberar o código, antes de enviar o código de acesso. “A pergunta pode ser sobre uma informação aleatória ou exclusiva, de conhecimento apenas do dono da conta. Com isso, seria possível impedir que alguém estranho ao serviço – ou um robô criado para realizar a invasão – pudesse ter acesso ao código, pois o mesmo não seria deixado na caixa postal caso esta modalidade de proteção fosse utilizada”, afirma ele.

O recurso, segundo Aragão, pode ser aplicado em quaisquer outros serviços, plataformas e aplicativos mobile e web: WhatApp, Facebook, Twitter, além de internet banking, plataformas de atendimento ao cliente entre outras. “Trata-se de autenticação dupla – ou de dois fatores – muito usada por vários serviços no mundo todo, mas que, infelizmente é negligenciado por muitas organizações públicas ou privadas. Plataformas avançadas de comunicação empresarial com o usuário oferecem esta funcionalidade e não custa muito mais caro do que a empresa já usa para se comunicar com o cliente ou para informar o código de acesso quando solicitado, como aconteceu no caso do Telegram.

Segundo o executivo, todos os serviços online devem priorizar o fortalecimento dos mecanismos de segurança para evitar acessos não autorizados. “A combinação entre vários fatores restringe a possibilidade de invasão, seja por pessoas ou máquinas criadas para esta finalidade”, assegura José Roberto Aragão.

Tags,