Tag turismo

Liga Ventures lança estudo do mercado de turismo

A Liga Ventures, plataforma de inovação aberta que facilita e potencializa interações entre startups e empresas, acaba de lançar o Liga Insights Travel Tech, estudo que reúne informações sobre o impacto que a pandemia trouxe ao setor de turismo no Brasil e no mundo, e como as tendências de inovação e tecnologia ajudam na retomada desse mercado.
Realizada em parceria com grandes players do mercado, como ENGIE, STATE, Cargill, Derraik & Menezes e iDEXO, a pesquisa concentrou a opinião de mais de 20 especialistas, empresas, startups e associações do setor, tais como OYO, LATAM, Atlantica Hotels, ABRACORP, CVC Corp., entre outras.

Segundo dados da Organização Mundial de Turismo (OMT), em abril deste ano houve uma queda de 97% na movimentação global de turistas – queda esta que, em março, já havia sido de 55. Ao todo, a OMT estimou um prejuízo de US$195 bilhões para o setor, entre os meses de janeiro a abril – período considerado como alta temporada para o turismo. No Brasil, o valor chega a R$62 bilhões em perdas, de acordo com a Confederação Nacional de Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Para Raphael Augusto, Head do Liga Insights, em meio ao cenário de crise, a busca por inovação está sendo fundamental para a retomada das atividades no setor. “Durante a pandemia notamos que as empresas que investiram em tecnologia e inovação foram as que conseguiram buscar soluções de maneira mais ágil para tentar contornar a crise que impactou diretamente os negócios. No setor de turismo não foi diferente, e as empresas tiveram que readequar seus planos para sobreviverem e gerarem receita”, explica o head.

O estudo conta também como a experiência de transformação dos últimos anos no setor por conta das tecnologias pode ser agora um facilitador nessa “parada não programada”.

“Muitos dos unicórnios criados nos últimos anos atuam diretamente neste setor e tiveram o seu sucesso pautado na digitalização de processos e facilitação da experiência do cliente. Em um momento de necessidade rápida de retomada, essa visão é quase mandatória para quem procura adequar os seus atuais serviços e produtos e vislumbrar uma perenidade do seu negócio”,”, ressalta Raphael.

Não foi apenas o mercado de viagens que sofreu com o COVID-19. O sistema hoteleiro global também sentiu o impacto causado pela pandemia, que deve seguir, em menor escala, no ano de 2021. Ainda de acordo com o levantamento da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo os Estados do Rio de Janeiro (R$ 12,48 bilhões) e São Paulo (R$ 31,77 bilhões) concentram mais da metade das perdas do setor hoteleiro. A taxa de cancelamento chegou a superar os 90% durante os meses de isolamento social.

A discussão sobre a retomada do mercado e os impactos no setor está no estudo que traz listas de startups, entrevistas com empreendedores, cases e análises sobre soluções internacionais e nacionais.

Confira aqui o estudo completo do Liga Insights Travel Tech

Tags, , ,

App da Hoteis.com mostra como planejar viagens por comandos de voz

De acordo com o Hoteis.com™ Mobile Travel Tracker*, atualmente quase um quarto (ou 22%) dos viajantes ao redor do mundo usa comandos de voz para buscar e reservar viagens. Aproveitando essa tendência, a Hoteis.com passou a ser uma das primeiras empresas de viagens a incorporar os Atalhos da Siri® no seu app, como parte do lançamento desse recurso para o iOS12.

Com 70 milhões de downloads do aplicativo no mundo, a Hoteis.com vai disponibilizar esse novo recurso de atalho em 90 países e territórios, em 40 idiomas. Os clientes da Hoteis.com só precisam abrir as suas reservas no app, clicar no botão “Adicionar à Siri” e gravar um comando de voz relativo à sua estadia.

Quando chegarem aos seus destinos e quiserem saber o endereço do hotel, ver a localização no mapa ou encontrar o horário do check-in, os clientes devem apenas repetir o comando de voz nos Atalhos da Siri para abrir as reservas no app da Hoteis.com.

“Quantas vezes chegamos a um aeroporto com as mãos cheias de bagagem e não conseguimos imprimir nem encontrar o e-mail de confirmação da reserva? Agora a chave é a nossa voz! Com os Atalhos da Siri no app da Hoteis.com, você tem todas as informações que precisa com apenas um comando de voz, sem nenhum estresse ou complicação”, explica Daniel Craig, Vice-Presidente do Departamento de Mobile da Hoteis.com. “O uso de comandos de voz no planejamento de viagens é uma tendência crescente e este é o recurso perfeito para os viajantes de hoje, que necessitam de informações imediatas nas pontas dos dedos, ou melhor, na ponta da língua!”, completa Craig.

O premiado app da Hoteis.com é um dos mais bem avaliados (+ de 4,5 estrelas) nas lojas da Apple e Android. Disponível para download em dispositivos iOS e Android, o nosso app é a maneira mais fácil de reservar as suas viagens. Além disso, você ganha descontos na hora e diárias grátis para futuras estadias.

*Comissionada pela Hoteis.com, em outubro e novembro de 2016, a One Poll conduziu a pesquisa Mobile Travel Tracker com 8.377 entrevistados de 28 países.

Tags, , , , ,

Revolução dos chatbots deve transformar o planejamento das viagens

Para os viajantes de negócios que sempre estão indo de um lugar para outro, os chatbots vinculados aos operadores de viagens e provedores de acomodação são ferramentas que têm cada vez mais valor, permitindo que eles obtenham vantagens do uso de chats de voz ou mensagens instantâneas operados por Inteligência Artificial (AI) para solucionar diversas dúvidas de viagem – tais como, verificar o clima e procurar opções de transporte pela cidade – além de receber rápido apoio ao cliente. Gartner, uma empresa líder na área de consultoria e pesquisa de mercado, previu em 2011 que até 2020, 85% das interações dos clientes ocorreriam via chatbot, e que até 2021, 50% das empresas gastariam mais com os bots do que com aplicativos[1]. Isso significa que o mercado de viagens deve adotar esta tecnologia em um ritmo acelerado para satisfazer a demanda crescente.

Pesquisas mostram que os clientes já estão aceitando a ideia. Uma pesquisa recente da Booking.com revelou que uma grande maioria dos viajantes (80%) prefere utilizar serviços autônomos[2] para obter as informações de que precisam, e metade deles (50%) não se incomoda se estão lidando com uma pessoa de verdade ou com um computador[3], contanto que as perguntas sejam respondidas. Para consultas sobre os planos de viagem feitos com a Booking.com, a demanda está sendo atendida com o Booking Assistant, ativado por AI, para quem os viajantes podem fazer perguntas pós reserva sobre a acomodação ou sobre qualquer coisa que vai de pagamentos a transportes, horários de chegada e partida, alterações de datas e disponibilidade de internet, tudo através do dispositivo e plataforma de interesse. O Booking Assistant agora pode lidar com quase 50% dessas dúvidas de hospedagem dos clientes automaticamente. Isso significa um aumento na comodidade, confiança e velocidade para os viajantes de negócios, cujas agendas ocupadas exigem suporte imediato e correto.

Ao planejar uma viagem de negócios em particular, os viajantes querem garantir que não enfrentem nada desconhecido, então, garantir que quaisquer dúvidas possam ser respondidas rapidamente deixará o viajante tranquilo, e isso minimizará qualquer stress adicional.

Além da velocidade e simplicidade, os chatbots oferecem a contínua oportunidade de melhorar a experiência do cliente com a habilidade de ir além em uma vasta quantidade de informações, que um humano demoraria muito mais para processar. Ainda há lugar para a interação com humanos, apesar de tudo – se o Booking Assistant identificar uma questão que não pode solucionar sozinho, ele chama o suporte da equipe de apoio ao cliente ou da propriedade, dependendo de qual for mais adequado. AI não se trata de substituir a interação humana, mas sim um veículo para facilitar uma experiência ainda mais personalizada, gratificante e sem atritos para o cliente. A combinação vencedora de interação humana e AI está alimentando uma experiência de viagem mais personalizada, recompensadora e sem atritos.

[1] Gartner – CRM Strategies and Technologies to Understand, Grow and Manage Customer Experiences

[2] Pesquisa encomendada pela Booking.com e conduzida de forma independente entre uma amostra de adultos que viajaram nos últimos 12 meses/planejam viajar nos próximos 12 meses. No total, 18.509 pessoas foram entrevistadas (mais de 1.000 do Reino Unido, EUA, Brasil, China, Alemanha, Itália, Espanha, França, Índia e Rússia e mais de 500 da Austrália, Argentina, Bélgica, Canadá, Dinamarca, Hong Kong, Croácia, Indonésia , Japão, México, Países Baixos, Nova Zelândia, Suécia, Tailândia e Taiwan). Os entrevistados responderam uma pesquisa on-line em agosto de 2017.

[3] Idem informação acima

Tags, , , , ,

Como impactar mais de 100 milhões de pessoas de forma orgânica mensalmente no Facebook

O Hotel Urbano é referência quando o assunto é redes sociais. Não por acaso, a agência online de viagens possui a maior página em todo o mundo de uma marca no setor de viagens dentro do Facebook com mais de 12 milhões de seguidores, bem como já conquistou diversos reconhecimentos na área. Nos últimos meses, no entanto, a startup realizou um feito talvez ainda mais impressionante ao alcançar mensalmente mais de 100 milhões de pessoas de forma orgânica dentro do Facebook, a maior rede social do mundo, com mais de 2 bilhões de usuários ativos.

Líder nacional no mercado online de hospedagem, o Hotel Urbano vive seu melhor momento. Apesar do cenário macroeconômico desafiador, a empresa registrou o melhor primeiro semestre da sua história em 2017, superou o faturamento de 2016 em menos de oito meses e apurou lucro no período, algo extremamente raro entre as empresas pontocom brasileiras. “Ao contrário de outras companhias que procuram “empurrar” vendas e produtos pelo Facebook nossa estratégia é encantar e inspirar pessoas com um conteúdo bacana”, afirma João Ricardo Mendes, fundador e CEO do Hotel Urbano.

Dentro dessa proposta, a empresa tem inovado com diversas transmissões ao vivo dentro da rede social. Recentemente, o Hotel Urbano transmitiu ao vivo diversas festas de Réveillon ao redor do mundo, como Honolulu, no Havaí, Rio de Janeiro, no Brasil, e Lisboa, em Portugal. Em outro caso anterior, transmitiu também ao vivo trechos dos shows do Viva Mais Música, projeto da Som Livre em parceria com o Hotel Urbano, que leva alguns dos principais nomes da música nacional como Victor & Leo, Alexandre Pires, Sorriso Maroto, César Menotti & Fabiano, Wanessa Camargo e Tiago Iorc para apresentações nos principais resorts e hotéis de todo o País.

“É como se conversássemos com metade da internet brasileira todos os meses, essa “conversa” tem como consequência um estreitamento no relacionamento. E é assim que vemos o Facebook, como um canal que podemos encantar e estreitar o relacionamento com atuais e potenciais viajantes”, afirma João Ricardo. Em outro exemplo a startup transmitiu também ao vivo a aterrissagem de um voo da cia aérea Gol no Rio de Janeiro, que tinha partido de Belém, no Pará. A transmissão impactou mais de 1 milhão de pessoas e chegou a ser acompanhada por cerca de 200 mil pessoas via Facebook. O vídeo recebeu, na ocasião, mais de 4,7 mil curtidas e 1,7 mil comentários.

Dentro do Hotel Urbano as redes sociais são vistas como uma oportunidade de comunicação com o cliente. Elas se diferem de um canal de mídia tradicional, pois o consumidor também tem voz. E a página do Hotel Urbano no Facebook é aberta para que qualquer usuário possa fazer comentários. E a startup dispõem de uma equipe que interage com os seguidores, respondendo os comentários, passando para outras áreas alguma sugestão e, no caso de uma eventual reclamação, o objetivo é garantir que o Viajante HU fique 100% satisfeito. O comércio propriamente, ou seja, a venda dos produtos e pacotes é uma consequência natural desse relacionamento.

Em 2014, por exemplo, o Hotel Urbano foi reconhecido pelo prêmio Skifties como a “Melhor empresa jovem de turismo em Mídias Sociais”. O evento premiou as empresas do segmento de turismo pela excelência no uso das redes sociais, a relevância do conteúdo publicado, como o mesmo engaja a comunidade e de que forma a presença das marcas nas redes inspira e converte seguidores a clientes. “Nosso alcance orgânico é alto porque o algoritmo do Facebook vai sempre considerar o engajamento das pessoas com a página. Esse alcance se traduz em um melhor resultado nos canais de performance, mas sobretudo em um aumento do tráfego direto a longo prazo”, afirma João Ricardo.

Tags, , , , , , , , , ,

Ex-sócio do Goldman Sachs assume presidência do conselho do Hotel Urbano

O Hotel Urbano, empresa de tecnologia líder nacional no segmento de turismo, anuncia André Laport, ex-sócio do banco de investimento norte-americano Goldman Sachs como novo Presidente do Conselho de Administração do Grupo HU (Holding do Grupo Hotel Urbano).

Andre é ex-diretor do Latin American Equities na Goldman Sachs. Foi membro do Conselho da Goldman Sachs no Brasil e do Brazil Management Committee, Growth Market Committee, Brazil Risk Committee e do Latin American Trading em Nova York. Em 2008, iniciou na Goldman Sachs como diretor-executivo e logo tornou-se sócio em 2010. Em 2007, Andre recebeu um diploma de Liderança pela Harvard Business School.

Líder nacional no mercado online de hospedagem, a startup vive seu melhor momento. Apesar do cenário macroeconômico desafiador, o Hotel Urbano registrou o melhor primeiro semestre da sua história em 2017, superou o faturamento de 2016 em menos de oito meses e apurou lucro no período, algo extremamente raro entre as empresas pontocom brasileiras.

O Hotel Urbano possui uma base de 18 milhões de viajantes, bem como a maior página de turismo do Facebook no mundo, com mais de 12 milhões de fãs. O Hotel Urbano é também a única agência de viagens vencedora por três anos do Prêmio “Melhores Empresas para Trabalhar GPTW – Varejo”, promovido pelo instituto Great Place To Work.

Referência em relacionamento com o consumidor, o Hotel Urbano é tricampeão pelo melhor atendimento no Prêmio Época / ReclameAQUI, bem como bicampeão no Ranking Exame / IBRC e no Prêmio Consumidor Moderno.

Tags, , , , , , , ,

SAP Hybris apresenta solução para acelerar negócios de companhias aéreas

A forma como os consumidores pesquisam e fazem reservas para suas viagens está experimentando uma importante mudança, impulsionada em grande parte pela revolução digital. A SAP anunciou uma nova versão do SAP Hybris Commerce Travel Accelerator, solução de comércio específica para o setor de viagens.

A novidade permite às companhias aéreas manter preços e promoções consistentes em vários canais – Web, dispositivos móveis, quiosque, balcões de venda, sistemas a bordo/em vôo, centros de atendimento e distribuição –, atendendo às demandas e expectativas do número crescente de passageiros digitais.

O SAP Hybris Commerce Travel Accelerator é compatível com o padrão New Distribution Capability (NDC), padrão da Associação Internacional de Transportes Aéreos (IATA) e garante aos provedores de serviços de viagem as modernas práticas já utilizadas na área de Varejo. A solução inclui recursos importantes como ofertas personalizadas, acessíveis tanto a clientes digitais como àqueles que se dirigem a pontos de atendimento físicos.

“O processo de reservas já não é linear, então as companhias aéreas que dependem da distribuição indireta para vendas enfrentarão grandes desafios ao competir em um mundo digital que exige uma abordagem ‘centrada no varejo'”, diz Rodrigo Marcondes, vice-presidente de Vendas para SAP Hybris no Brasil.

Com o SAP Hybris Commerce Travel Accelerator, as companhias aéreas podem determinar quais produtos serão oferecidos, a quem serão oferecidos e por qual preço, a partir de dados como a atividade do usuário, seu histórico de reservas, status de fidelidade e canal de vendas. Informações sobre tarifas e complementos de vôo, como espaço extra para pernas e produtos de parceiros, são armazenados individualmente em um catálogo central, o que permite que as empresas aéreas criem várias opções de venda e preços.

Entre outras vantagens, os novos recursos da solução possibilitam que as companhias aéreas contem com recursos de comércio de varejo líderes de mercado em sistemas de reservas comuns da indústria; elevem as taxas de conversão dos visitantes dos sites na Web em clientes que finalizem a compra, proporcionando uma vitrine ágil e gestão de conteúdo baseada em contexto e criem pacotes e ofertas promocionais para segmentos de clientes e canais.

Além disso, a ferramenta também permite a combinação dinâmica do conteúdo de vôo com acomodações para criar pacotes e ofertas com preço único; a implementação de iniciativas de conexão direta com agências e parceiros Business-to-Business, usando o padrão NDC da IATA, e a combinação de tarifas ATPCO com tarifas dinâmicas e complementos de voos gerenciados diretamente na solução SAP Hybris Commerce.

A solução, que já está disponível no Brasil, tanto na modalidade on premise (venda de licenças) quanto em nuvem, é utilizada internacionalmente por companhias do setor de viagens como a Easyjet, TUI Poland, China Express Airlines e P&O Ferries.

Tags, , , , , , , , ,