Tag Thomson Reuters

Thomson Reuters participa do Lawtech Conference 2019 e traz especialista internacional em Startups

A Thomson Reuters, líder no desenvolvimento de soluções para o mercado jurídico, participa da terceira edição do Lawtech Conference, o mais importante evento no Brasil voltado às Lawtechs – startups que utilizam novas tecnologias para tornar a rotina do Direito mais eficiente e prática. Com mais de 50 expositores, entre grandes empresas e startups do setor jurídico, a Lawtech Conference 2019 espera ultrapassar o número de três mil visitantes em um único dia. Com o tema “Como a Tecnologia transformará o maior mercado jurídico do mundo?”, o encontro pretende apresentar as principais inovações que vão otimizar a rotina de trabalho dos advogados. A conferência acontece na próxima quinta-feira, 23 de maio, a partir das 9 horas, em São Paulo.

Presente desde a primeira edição do Lawtech Conference, este ano a Thomson Reuters será a anfitriã de um dos painéis mais concorridos do evento. Com o tema “Reprogramando o Direito: O próximo movimento”, que será apresentada pelo norte-americano Nick Jarema, é Vice-Presidente da Thomson Reuters Ventures, a palestra trará ideias sobre a transformação digital e conhecimentos que são importantes ao Direito globalmente. “Nossa base nesse evento é a transparência de ideias, debates e relações. Por isso, escolhemos um espaço central e desenvolvemos um conceito aberto, para que sejamos um ponto de encontro entre os visitantes, conectados com as startups que apoiamos desde a primeira edição do Accelerator Day. É um espaço onde a tecnologia e informações confiáveis são convid ativos à expertise humana, para que verdadeiras inovações sociais possam acontecer a partir dessa convergência”, afirma Ralff Tozatti, Diretor de Marketing da Thomson Reuters na América Latina.

A Thomson Reuters também apresenta o maior estande da feira. Com 30m² e sem barreiras, a multinacional terá um espaço colaborativo, que remete ao FLIC (Future Law Innovation Center powered by Thomson Reuters), primeiro centro de inovação na América Latina, mantido pela Thomson Reuters. Com essa arquitetura aberta, a ideia é que o público presente no evento possa discutir sobre temas e possíveis soluções que venham a transformar a rotina de trabalho dos profissionais do Direito. Com um pequeno palco em seu estande, a partir da 9h da manhã, a multinacional receberá palestrantes convidados para debater “Direito Comportamental”, tema que será apresentado por Erik Navarro Wolkart, Juiz Federal e Coordenador do Instituto New Law, “Direito e Tecnologia reprogramando a sociedade”, por Camila Rioja, Head de Legal Tech no Opice Blum, Bruno, Abrusio e Vainzof Ad vogados Associados, e “Direito das Startups”, tema que será discutido por Erik Oioli, sócio-fundador do VBSO Advogados.

Para engajar os participantes no ecossistema de inovação do evento, a Thomson Reuters criou jornadas de liderança em experiências de aprendizagem que, além de novos conhecimentos, presentearão os visitantes com brindes exclusivos da marca, despertando assim o aprendizado em temas complexos de tecnologia.

Além da ilustre presença de Nick Jarema, a plenária principal do evento também contará com as presenças de renomados profissionais no Direito, como Alessandra Martins, Associada da Pinheiro Neto Advogados, Alexandre Zavaglia, CEO da Future Law, Bruno Feigelson, presidente da AB2L- Associação Brasileira de Lawtechs e Legaltechs, Criatiano Kruel, Head de Inovação da Startse, Erik Navarro, presidente da Associação Brasileira de Direito e Economia, Daniel Marques, Diretor Executivo da AB2L, Dante Araujo, Head of Legal na IBM-Brasil, Fábio Cendão, Criador do Canvas Jurídico e Legal Hack, Ivar Hartmann, Mestre em Direito e Doutor em Direito Público, Junior Borneli, Head de Educação e Produtos da Startse, Karla Capela, Luciano Benetti, Secretário Nacional do Consumidor no Ministério da Justiça, Paula Guimarães, Fundadora da Comissão de Direito para Startu ps da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB em Minas Gerais, Pedro Englert, CEO da Startse, Ricardo Dalmaso, Mestre e Doutor em Direito Processual pela USP (Universidade do Estado de São Paulo), Victor Scarpa, Cofundador da JurisIntel, e Yve Carpi, Head do Jurídico Comercial, Energia e Contencioso da Raízen.

Saiba mais sobre a programação do Lawtech Conferece 2019, através do link.

Lawtech Conference 2019

Data: quinta-feira, 23 de maio, das 9h às 18h
Local: PRO MAGNO Centro de Eventos – Avenida: Profa. Ilda Kolb, s/n, bairro: Jardim das Laranjeiras, São Paulo/ SP
Entrada: mediante ingressos

Tags, ,

Thomson Reuters apresenta plataforma em nuvem que facilita a gestão fiscal e tributária das empresas

O uso de tecnologias inovadoras e disruptivas pelo mercado corporativo no Brasil já é uma realidade. Em alguns segmentos, como o Fiscal & Tributário, é até mesmo uma necessidade para se manter competitivo e em conformidade legal. Afinal de contas, o Brasil vive um cenário de constantes alterações na legislação tributária, com uma média de 45 alterações por dia útil, desde 1988. Além disso, a Receita Federal ampliou em 68,5% o recolhimento de impostos desde adotou o envio digitalizado das obrigações fiscais por parte das empresas, em 2016.

As principais inovações que atendem a busca por mais inteligência, eficiência, redução de custos e compliance são a Computação em Nuvem, Análise de Dados e Inteligência Artificial. A mais recente iniciativa nesse sentido no mercado brasileiro é o lançamento da plataforma ONESOURCE TAX ONE da Thomson Reuters, multinacional de soluções em tecnologia para os segmentos Fiscal, Tributário, Jurídico, Contábil e de Comércio Exterior. A ferramenta traz os benefícios da computação em nuvem para todas as suas soluções voltadas para gestão fiscal e tributária das empresas, integradas em um único produto. Ou seja, agora é possível acessar a ferramenta de qualquer navegador ou dispositivo móvel com acesso à internet, na hora e no local em que for necessário.

“O futuro das empresas dependerá muito da sua capacidade para tomar decisões sobre compliance com agilidade e precisão, em escolher os melhores parceiros para manter uma alta performance no mercado e inovar a maneira como trabalham com a ajuda da tecnologia. Essa combinação está no cloud, que garante protocolos de segurança de dados muito superiores aos dos servidores internos, aumentam a eficiência em escala geométrica e garantem maior conformidade legal para as obrigações fiscais, um dos pontos mais delicados do dia a dia corporativo no Brasil e na América Latina”, afirma Santiago Ayerza, líder do Segmento Corporativo da Thomson Reuters na América Latina. De acordo com um levantamento da consultoria Gartner, em 2020, mais de 30% dos investimentos em novos softwares será exclusivamente para soluções na Nuvem.

Iniciativa atende às necessidades do mercado

O levantamento ROAD TO THE FUTURE: desafios e oportunidades para a adoção de tecnologias nas empresas, feito em 2018 pela Thomson Reuters em parceria com a Live University, universidade especializada em Negócios, com mais de 300 profissionais brasileiros em posição de liderança mostrou que 80% dos respondentes não acreditam que será possível se manter competitivo sem acompanhar as tendências tecnológicas nos próximos três anos. Entre os objetivos principais das companhias estão a Mitigação de Riscos/Compliance (42%) e Aumento de Eficiência (27%).

“O lançamento é mais uma iniciativa que comprova o pioneirismo da Thomson Reuters em inovação para gestão fiscal e tributária, já que participamos de todos os recentes projetos do governo, como SPED e Nota Fiscal eletrônica desde sua etapa de concepção. Ao entender as necessidades do mercado, investimos no desenvolvimento de uma nova plataforma que combina os padrões globais de tecnologia e segurança da Thomson Reuters com o profundo conhecimento que temos do mercado local para dar mais um passo para alcançar o objetivo do escritório sem papel e proporcionar às corporações que operam no Brasil mais segurança de dados, menos riscos com o Fisco e inteligência na análise das informações”, agrega Marcos Bregantim, Diretor de Produtos para Corporações da Thomson Reuters no Brasil. “Além do acesso facilitado, a solução em cloud traz importantes diferenciais competitivos, como redução de custos com estrutura interna de TI e manutenção geral; padrões de segurança global nos servidores; atualizações de sistema mais rápidas; e modelo de negócio por meio de assinatura periódica, em vez da aquisição do sistema. Tudo isso resulta em uma redução no TCO (sigla em inglês para Custo Total de Compra)”, completa o executivo.

A ferramenta está adaptada aos principais ERPs do mercado e chega com design reformulado e mais amigável para navegação. As funcionalidades disponíveis permitem fazer desde a gestão de documentos eletrônicos, cumprimento com obrigações municipais, estaduais e federais, geração de relatórios e arquivos, análises, até o preenchimento e entrega do EFD-Reinf, ECF e e-Social. O armazenamento de dados é feito em um Data Center próprio, localizado na cidade de Campinas, interior de São Paulo. Isso garante otimização no desempenho, agilidade na manutenção e atualização, assim como total segurança sobre as informações colhidas. Mais informações no site www.thomsonreuters.com.br.

Tags, , , ,

Thomson Reuters Brasil apresenta os vencedores de segundo programa de aceleração de startups em 2018

A Thomson Reuters, multinacional de soluções em tecnologia para diversos segmentos da economia, anuncia no próximo dia 31, em São Paulo, os vencedores da segunda edição de seu programa de aceleração de startups. O Accelerator Day for Taxtech & Comextech, realizado com o apoio da AB2L (Associação Brasileira de Lawtechs & Legaltechs) e da Campinas Tech (comunidade dedicada ao desenvolvimento do ecossistema de startups da região de Campinas) avaliou empresas iniciantes que tenham soluções em tecnologia para aprimorar a rotina dos profissionais dos segmentos Tributário, Fiscal e de Comércio Exterior. As inscrições foram abertas para iniciativas de todas as regiões do Brasil.

O objetivo do programa é trazer inovações para aprimorar a eficiência das suítes de soluções ONESOURCE Mastersaf e ONESOURCE Global Trade, que proporcionam o cumprimento das obrigações fiscais, compliance, automatização de tarefas e gerenciamento dos processos de importação e exportação das empresas. Serão avaliadas as startups que ofereçam produtos e serviços com potencial de escala e já testados em clientes reais, dentro de três categorias: Fiscal, Comércio Exterior e Fiscal/Comércio Exterior.

Os finalistas são a ODM (São Carlos/SP), Data Policy (Brasília/DF) e Vetor IT (São Paulo/SP), na categoria Fiscal; Intradebook (Florianópolis/SC) e LogComex (Curitiba/PR), na categoria Comércio Exterior; Simples Data (Santa Bárbara D’Oeste – Campinas/SP), BirminD Otimização Industrial (Sorocaba/SP) e Dattos (São Paulo/SP), na categoria Fiscal/Comércio Exterior.

O pilar Fiscal é dedicado às startups que desenvolvem soluções com Inteligência Artificial, Automação de Processos e Recebimento Integrado para aprimorar a eficiência, a gestão e a inteligência fiscal das empresas. Em Comércio Exterior, as iniciativas avaliadas devem ter Inteligência Artificial, Analytics e Integração do Ecossistema do Comércio Exterior (como o Blockchain). A última categoria, Fiscal/Comércio Exterior, visa analisar tecnologias emergentes que não façam parte dos outros dois pilares, para ambos os segmentos.

“Com o sucesso da primeira edição do programa Thomson Reuters Accelerator Day, voltado para o segmento jurídico, decidimos ampliar a iniciativa para as TaxTechs e ComexTechs. Será uma grande oportunidade de identificarmos inovações viáveis para os segmentos Fiscal e de Comércio Exterior, incluindo estas iniciativas em nosso portfólio. Dessa forma, além de estimular e impulsionar ideias inovadoras, podemos aprimorar nosso portfólio de soluções e melhorar o dia a dia das empresas brasileiras”, afirma Ralff Tozatti, Diretor de Marketing da Thomson Reuters Brasil.

Em sua primeira edição, em Campinas/SP, o Accelerator Day da Thomson Reuters apontou quatro projetos vencedores, formato que se repetirá. Na ocasião, as startups tiveram a oportunidade de apresentar os projetos com sugestões tecnológicas para agregar ainda mais valor ao Legal One, software jurídico e inteligente da Thomson Reuters. As empresas escolhidas tiveram, como incentivo de aceleração, a oportunidade de interagir com os colaboradores, a estrutura e as tecnologias Thomson Reuters para, assim, testar as suas soluções no software Legal One. Importante citar que mesmos as startups que não fazem parte do grupo vencedor podem ser convidadas pela multinacional a colaborar com suas soluções em um futuro próximo.

A apresentação dos vencedores da segunda edição do programa acontece no Centro de Inovação da Thomson Reuters (FLIC – Future Law Innovation Center, recém-inaugurado, em São Paulo), na Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 1327 – 2º andar – Vila Olímpia, São Paulo – SP.

Tags, , , ,

Thomson Reuters Brasil lança segundo programa de aceleração de startups em 2018

A Thomson Reuters, multinacional de soluções em tecnologia para diversos segmentos da economia, anuncia a segunda edição de seu programa de aceleração de startups. O Accelerator Day for Taxtech e Comextech, realizado em parceria com a AB2L (Associação Brasileira de Lawtechs & Legaltechs) e a Campinas Tech (comunidade dedicada ao desenvolvimento do ecossistema de startups da região de Campinas) vai avaliar empresas iniciantes que tenham soluções em tecnologia para aprimorar a rotina dos profissionais dos segmentos Tributário, Fiscal e de Comércio Exterior. As inscrições podem ser feitas até o dia 16 de setembro através do link. Podem participar empresas de todas as regiões do Brasil. A apresentação dos finalistas e vencedores do programa acontece no dia 31 de outubro, no Centro de Inovação da Thomson Reuters (FLIC – Future Law Innovation Center, recém inaugurado, em São Paulo).

O objetivo do programa é trazer inovações para aprimorar a eficiência das suítes de soluções ONESOURCE Mastersaf e ONESOURCE Global Trade, que proporcionam o cumprimento das obrigações fiscais, compliance, automatização de tarefas e gerenciamento dos processos de importação e exportação das empresas. Serão avaliadas as startups que ofereçam produtos e serviços com potencial de escala e já testados em clientes reais, dentro de três categorias: Fiscal, Comércio Exterior e Fiscal/Comércio Exterior.

O pilar Fiscal é dedicado às startups que desenvolvem soluções com Inteligência Artificial, Automação de Processos e Recebimento Integrado para aprimorar a eficiência, gestão e inteligência fiscal das empresas. Em Comércio Exterior, as iniciativas avaliadas devem ter Inteligência Artificial, Analytics e Integração do Ecossistema do Comércio Exterior (como o Blockchain). A última categoria, Fiscal/Comércio Exterior, visa analisar tecnologias emergentes que não façam parte dos outros dois pilares, para ambos os segmentos.

Após o período de inscrições, de 17 a 27 de setembro, a Thomson Reuters selecionará oito semifinalistas (duas em Fiscal, duas em Comércio Exterior e quatro em Fiscal/Comércio Exterior). As startups selecionadas terão mais de um mês de preparação e, no dia 31 de outubro, a oportunidade de apresentar as suas inovações para a comissão julgadora, que definirá as quatro vencedoras – (uma em Fiscal, uma em Comércio Exterior e duas em Fiscal/Comércio Exterior).

Nos três meses seguintes, as empresas escolhidas serão aceleradas pela Thomson Reuters. Todas terão a chance de interagir com os colaboradores, a estrutura e as tecnologias da empresa, para efetuar o planejamento e a aplicação da Prova de Conceito de suas soluções nas suítes ONESOURCE Mastersaf e ONESOURCE Global Trade, podendo contribuir para toda a cadeia Fiscal e de Comércio Exterior do país.

“Com o sucesso da primeira edição do programa Thomson Reuters Accelerator Day, voltado para o segmento jurídico, decidimos ampliar para o universo para as TaxTechs e ComexTechs. Será uma grande oportunidade de identificarmos iniciativas viáveis para os segmentos Fiscal e de Comércio Exterior, incluindo estas iniciativas em nosso portfólio. Dessa forma, além de estimular e impulsionar ideias inovadoras, podemos aprimorar nosso portfólio de soluções e melhorar o dia a dia das empresas brasileiras”, afirma Ralff Tozatti, Diretor de Marketing da Thomson Reuters Brasil.

Saiba mais sobre esta edição do Accelerator Day for Taxtech e Comextech por meio do regulamento.

Tags, , , , ,

São Paulo ganha novo centro de inovação e tecnologia

A cidade de São Paulo acaba de ganhar um importante centro de inovação e tecnologia. O espaço Future Law Innovation Center powered by Thomson Reuters é uma iniciativa da plataforma de transformação digital Future Law com apoio da multinacional de soluções em tecnologia Thomson Reuters. Localizado na esquina da Avenida Pres. Juscelino Kubitschek com Avenida Brigadeiro Faria Lima, um hub de empresas na zona Sul de São Paulo, o objetivo do FLIC é proporcionar um espaço de liberdade com estímulo à inovação e à diversidade, para fomentar o desenvolvimento de soluções práticas e respostas confiáveis para diferentes segmentos da economia e da sociedade.

“O FLIC é um local para propiciar a interação entre profissionais de diferentes áreas e, por meio de métodos modernos de inovação, fomentar a criação conjunta de soluções e novas tecnologias que colaborem para o desenvolvimento econômico e social do País, por meio das esferas jurídica, fiscal e tributária. Queremos aprimorar o cotidiano das empresas, facilitar iniciativas empreendedoras e melhorar a vida das pessoas”, explica Ralff Tozatti, Diretor de Marketing da Thomson Reuters Brasil.

A Future Law é uma iniciativa dos advogados Christiano Xavier, mestre em Direito dos Negócios pela FGV; Alexandre Zavaglia, professor e palestrante especializado em Direito Digital; e Bruno Feigelson, Diretor-presidente da Associação Brasileira de Lawtechs e Legaltechs. “A tecnologia avançou exponencialmente nos últimos anos e o cruzamento de dados para a solução de problemas jurídicos complexos é um grande diferencial, pois o mundo todo está caminhando para o movimento data-driven. Temos que preparar os profissionais para essa nova realidade, para otimizar o uso de seu tempo de trabalho para tarefas de alto valor agregado e que permitam mais eficácia e assertividade”, explica Alexandre Zavaglia Coelho, VP de Educação da Future Law.

O FLIC conta com dezenas de professores e orientadores que atuam em empresas referência em seus segmentos. É uma forma de garantir conteúdos de qualidade e que representem a realidade do mercado. O centro terá cursos de direito, inteligência artificial, uso de dados, marketing, inovação, empreendedorismo, futuro tributário, entre outros. Além de promover palestras, debates e eventos Hackathons sobre temas correlacionados, o espaço conta com dois laboratórios de inovação – cada um com capacidade para 40 pessoas – e um ambiente que permite a configuração do espaço em salas de aula. A estimativa é que cerca de 800 pessoas circulem pelo local todos os meses.

Uma das apostas do FLIC para alcançar bons resultados é promover a diversidade, sobretudo por meio da metodologia de Design Thinking: unir profissionais de diferentes setores para discutir possíveis soluções para o mesmo tema e, dessa forma, chegar a denominadores comuns que possam viabilizar inovações que saiam do papel. Principalmente em ações e projetos sociais. Um dos exemplos que já está sendo estudado é o desenvolvimento de tecnologias que aproximem pessoas que denunciam a violência contra mulher do poder público, facilitando o diálogo e o combate a este tipo de crime.

“A tecnologia não tem valor sem a experiência e o conhecimento técnico dos profissionais do Direito. A tendência é a criação de equipes multidisciplinares e a utilização crescente de metodologias de design jurídico. Estamos em um momento de mudança da cultura de gestão na nossa área”, afirma Christiano Xavier, CEO da Future Law.

No Innovation Center, estudantes bolsistas de qualquer instituto de ensino superior têm acesso gratuito às pílulas de alguns dos conteúdos da programação de cursos e atividades presenciais. Algumas aulas online também terão degustação gratuita. “O objetivo é democratizar ao máximo o conteúdo produzido e divulgado no FLIC. Assim, poderemos explorar ao máximo a capacidade criativa dos profissionais e estudantes brasileiros”, garante Tozatti, da Thomson Reuters.

Outro importante pilar para propiciar um ambiente moderno é a estrutura pensada em inovação. O espaço é amplo e livre, sem paredes, aberto a diferentes profissionais e empreendedores, de forma a estimular a integração e troca de ideias. “Qualquer profissional e estudante pode utilizar a estrutura do FLIC para desenvolver seu trabalho e trocar ideias com outras pessoas. Essa integração é chave para o desenvolvimento de novas ideias”, afirma o executivo da Thomson Reuters.

O FLIC é o primeiro centro de inovação patrocinado pela Thomson Reuters na Aérica Latina. O Brasil foi escolhido devido à relevância do mercado local, potencial criativo e complexidade regulatória. A empresa já desenvolve eventos e programas de aceleração de startups para os segmentos jurídico, de comércio exterior e de gerenciamento de risco. “Enquanto vemos no mundo a criação de grandes corporações de tecnologia, temos o maior número de ações e todas as condições para desenvolver as mais avançadas inovações para melhorar a prestação de serviços jurídicos. Não tenho dúvidas de que nosso país será referência mundial nessa área“, ressalta Bruno Feigelson, Head de Futurismo da Future Law.

No exterior, a Thomson Reuters é mantenedora do CodeX Stanford Center for Legal Informatics, centro de inovação para o direito na Universidade Stanford, na região do Vale do Silício, nos EUA .A companhia também mantém seis laboratórios de inovação (Boston, Cidade do Cabo, Waterloo, Londres, Cingapura e São Francisco), que colaboram para resolução de grandes problemas globais, usando ciência de dados e técnicas lean, assim como uma incubadora de startups (Zurique), e iniciativas como a promoção de mentorias, a oferta de recursos de parceiros, escritórios, networking e acesso a dados e tecnologias.

Saiba mais sobre o FLIC e sua programação no site: http://futurelaw.com.br/the-flic/ .

Future Law Innovation Center powered by Thomson Reuters

Local: Av. Juscelino Kubitschek, 1327.

Tags, , , , , , ,

Thomson Reuters Brasil anunciou as startups selecionadas na primeira edição do Accelerator Day for Lawtechs

A Thomson Reuters, provedora líder mundial de informação e tecnologia, apresentou no escritório da multinacional em Campinas, no interior de São Paulo, as nove empresas finalistas, dentre 20 inscritas, da primeira edição do Accelerator Day for Lawtechs, programa de aceleração para startups, realizado em parceria com a AB2L (Associação Brasileira de Lawtechs & Legaltechs).

Na ocasião, as startups tiveram a oportunidade de apresentar os projetos com sugestões tecnológicas para agregar ainda mais valor ao Legal One, software jurídico e inteligente da Thomson Reuters. E, sob o olhar atento da comissão julgadora, formada por executivos e especialistas Thomson Reuters, também com as participações de Bruno Feigelson, presidente da AB2L (Associação Brasileira de Lawtechs & Legaltechs), e Luciano Gaspar, professor de MBA de Inovação da FIAP (Faculdade de Informática e Administração Paulista), quatro startups foram as selecionadas nos pilares Crawlers (robôs), Legal Trends e Algoritmos Preditivos. São elas: BIP BOP, Legal Insights, Legal Labs e Juristec +:

BIP BOP (www.bipbop.com.br)

Categoria: Crawlers (robôs com funções de automatização de processos, como monitorar, consultar, capturar e armazenar informações de processos jurídicos nos portais dos Tribunais e nos Diários Oficiais).

Projeto: Capturar, em larga escala, dados disponíveis na internet de forma automática, para assim aumentar a produtividade e melhorar a tomada de decisão, por meio da entrega de dados confiáveis, obtidos com o uso de web crawlers.

Legal Insights (www.legalinsights.com.br)

Categoria: Legal Trends (capacidade de combinação de dados estatísticos e análises jurídicas, como, por exemplo, a probabilidade de êxito e perda, contemplando diferentes critérios de filtros e suas combinações).

Projeto: Através de uma plataforma inteligente, fomentar a eficiência no trabalho do advogado, elencar benchmark com relação às melhores práticas, descobrir tendências do Judiciário e mapear riscos internos.

Legal Labs (www.legalabs.com.br)

Categoria: Algoritmos Preditivos (ferramentas de leitura, que interpretam e analisam, de forma automática, os processos e as recomendações de conteúdos relacionados que embasem a atuação do escritório ou do departamento jurídico).

Projeto: Tornar o Legal One uma única ferramenta no mercado jurídico de tecnologia, com uma base sólida de extração de informações, em que o advogado não terá a necessidade de buscas em outras fontes, para as tomadas de decisões.

Juristec + (http://juristecplus.com.br/)

Categoria: Algoritmos Preditivos

Projeto: Através de análises estatísticas e profundo conhecimento técnico (jurídico, estatístico e computacional), a startup pretende intensificar a capacidade operacional do software Legal One e, assim, permitir uma melhor estrutura financeira, através da tomada de decisões mais assertivas.

“A Thomson Reuters tem um papel muito importante no sistema de lawtechs, por ser uma das maiores empresas mundiais nesta área. E promover este programa no Brasil é um grande estímulo para todo o ecossistema. Nós esperamos que esta seja a primeira de muitas edições do Accelerator Day for Lawtechs. Temos certeza que iniciativas como esta vão potencializar o mercado jurídico, dinamizar o trabalho dos advogados, além de gerar melhorias para a sociedade brasileira”, explica Bruno Feigelson, presidente da AB2L.

As empresas escolhidas terão, como incentivo de aceleração, a oportunidade de interagir com os colaboradores, a estrutura e as tecnologias Thomson Reuters para, assim, testar as suas soluções no software Legal One. Contudo, as startups que não fazem parte do grupo selecionado podem ser convidadas a colaborar com as suas inovações junto a multinacional em um futuro próximo.

“Nós ficamos muito felizes com a repercussão do Accelerator Day for Lawtechs, principalmente pela qualidade e criatividade dos projetos apresentados. Nossa ideia, neste momento, é somar os times que mais se encaixam às nossas equipes e, ainda este ano, apresentar novidades em serviços, que devem alavancar a eficiência dos clientes Thomson Reuters”, finaliza Ralff Tozatti, Diretor de Marketing da Thomson Reuters Brasil. O executivo acrescenta que a iniciativa surgiu da crença de que fora da empresa há também outras ideias confiáveis, que podem contribuir com as tecnologias já oferecidas ao mercado jurídico no Brasil.

Saiba mais sobre esta edição do Accelerator Day for Lawtechs, através do regulamento.

Tags, , ,

Thomson Reuters Brasil lança o seu primeiro programa de aceleração de startups

A Thomson Reuters, provedora líder mundial de informação e tecnologia, anuncia o lançamento da primeira edição do Accelerator Day for Lawtechs, programa de aceleração para startups, realizado em parceria com a AB2L (Associação Brasileira de Lawtechs & Legaltechs). As inscrições podem ser feitas até o dia 14 de junho de 2018, através do link, e são válidas para startups que já tenham soluções de tecnologia focadas em apoiar a rotina dos profissionais jurídicos. Podem participar empresas de todas as regiões do Brasil. A apresentação dos finalistas e vencedores do programa acontece no dia 4 de julho, no escritório da Thomson Reuters, em Campinas, cidade do interior de São Paulo.

Com o objetivo de agregar ainda mais eficiência ao Legal One, software jurídico e inteligente da Thomson Reuters, nesta primeira edição do Accelerator Day for Lawtechs, a companhia pretende encontrar startups que exibam as melhores ferramentas tecnológicas para o mercado jurídico, e que sigam os pilares: Crawlers (robôs), Legal Trends e Algoritmos Preditivos.

Crawlers, também conhecidos por robôs, que tenham funções de automatizar processos, como monitorar, consultar, capturar e armazenar informações de processos jurídicos nos portais dos Tribunais e nos Diários Oficiais. O Legal Trends, trata-se da capacidade de combinação de dados estatísticos e análises jurídicas, com por exemplo, a probabilidade de êxito e perda, contemplando diferentes critérios de filtros e suas combinações. Já os Algoritmos Preditivos são as ferramentas de leitura, que interpretam e analisam, de forma automática, os processos e as recomendações automáticas de conteúdos que direcionem a atuação do escritório ou departamento jurídico.

Após o período de inscrições, de 15 a 22 de junho, a Thomson Reuters selecionará nove startups, sendo três novatas para cada categoria (Crawlers, Legal Trends e Algoritmos Preditivos). Estes selecionados terão a chance de apresentar as suas inovações no dia 4 de julho, onde a comissão julgadora definirá as três vencedoras – uma por categoria.

As empresas consagradas terão, como incentivo de aceleração, a chance de interagir com os colaboradores, a estrutura e as tecnologias Thomson Reuters, para assim testar as suas soluções de tecnologia no software Legal One. Caso essas soluções sejam integradas às da Thomson Reuters, a iniciativa pode ainda contribuir com o mercado jurídico brasileiro.

“O Accelerator Day for Lawtechs surgiu por acreditarmos que, fora da nossa empresa, há também outras ideias confiáveis, que muito poderão contribuir com as tecnologias já oferecidas ao mercado jurídico no Brasil. E com essa experiência, além de tentar apresentar um serviço ainda mais eficiente aos nossos clientes, vamos tanto aprender quanto contribuir com estas startups, como também colaboramos com o futuro do Direito no Brasil”, explica Ralff Tozatti, Diretor de Marketing da Thomson Reuters Brasil.

Saiba mais sobre esta edição do Accelerator Day for Lawtechs, através do regulamento.

Tags, ,

Thomson Reuters abre 12 vagas para Analista de Suporte a Sistemas em sua unidade de Campinas

A Thomson Reuters, provedora líder mundial de informação estratégica e soluções em tecnologia para os principais segmentos da economia, abriu processo seletivo para 12 vagas de Analista de Suporte a Sistemas Júnior para atuar no escritório de Campinas, interior paulista. Os candidatos devem ter formação superior completa em cursos relacionados com TI, conhecimento em SQL, interesse em atuar na área de suporte e conhecimentos avançados em Inglês ou Espanhol para atendimento telefônico a clientes internacionais.

Os profissionais vão atuar no suporte às soluções da família de produtos ONESOURCE (que inclui soluções como Mastersaf e Global Trade) da Thomson Reuters, voltados para gestão fiscal, tributária e de comércio exterior. O escopo de trabalho inclui contato telefônico com clientes internacionais para análise e entendimento detalhado de cada solicitação; esclarecimento de dúvidas funcionais sobre os sistemas; realização de consultas SQL em banco de dados; desenvolvimento de scripts em SQL; e especificação funcional de necessidades de suporte encontrados nos sistemas.

Além do conhecimento técnico, o perfil buscado para a vaga é de pessoas com iniciativa, visão inovadora e vontade de aprender e ajudar o cliente. “A Thomson Reuters está investindo no Brasil como um dos principais centros de tecnologia do mundo, inclusive para suporte ao cliente. Esta equipe está dedicada a sanar eventuais dúvidas de nossos clientes quanto ao uso de nossos sistemas e apoiá-los em eventuais problemas, oferecendo uma alternativa enquanto direcionamos a solução definitiva”, explica Fernando Tochini Aliaga, Diretor de Suporte ao Cliente para Tax & Accounting da Thomson Reuters.

As inscrições estão abertas até o dia 6 de maio e podem ser feitas apenas pela internet, no link: Vaga Analista de Suporte a Sistemas Jr.

Tags, , , , , , , ,

Thomson Reuters realiza parceria inédita com a CoderDojo no Brasil para incentivar jovens na área de tecnologia

A Thomson Reuters, provedora líder mundial de informação e tecnologia, anuncia parceria inédita com a CoderDojo em Campinas, São Paulo. A CoderDojo é uma comunidade global de clubes de programação gratuitos dirigidos por voluntários, cujo principal intuito é oferecer aos jovens e crianças em todo o mundo acesso à tecnologia. O projeto incentiva e capacita jovens a serem criadores e inovadores digitais do futuro e já foi realizado em diversos países no mundo por meio da parceria global com a Thomson Reuters.

O projeto, inédito no Brasil, aconteceu em novembro deste ano na unidade de Campinas (SP), da Thomson Reuters, em parceria com a instituição Direito do Ser (associação beneficente que desenvolve e implementa programas socioeducativos), e reuniu crianças e adolescentes entre 9 e 17 anos para que eles pudessem explorar a tecnologia e aprender a codificar, desenvolver sites, aplicativos e jogos. Os jovens tiveram introdução à programação utilizando a ferramenta Scratch, em que puderam criar seus próprios jogos de forma criativa e simples.

“Foi emocionante para todos nós, principalmente quando as crianças apresentaram com orgulho suas criações. Além de podermos compartilhar um pouco do nosso conhecimento, também aprendemos muito com eles. Praticar o voluntariado é uma forma de compartilhar, ajudar e, principalmente, aprender com o outro”, comenta Flávia Roberta Di Favari, Coordenadora de Análise de Sistema da Thomson Reuters. Através das experiências realizadas em outras unidades da Thomson Reuters pelo mundo, Flávia, que também é membro do comitê de diversidade e inclusão da Thomson Reuters no Brasil, discutiu com grupos de outros países para trazer o projeto ao Brasil.

Segundo Andréa Ziravello Elias, Vice-Presidente de Recursos Humanos da Thomson Reuters, a companhia planeja dar continuidade à parceria, ampliando as sessões de CoderDojo em outras localidades. “Com o sucesso do primeiro projeto, planejamos realizar novas sessões em Campinas e em outras unidades da companhia no Brasil em 2018 para que possamos converter todo o nosso conhecimento e experiência em um futuro melhor para esses jovens e para nossa sociedade”.

A Thomson Reuters possui uma rede global de voluntários, liderados por colaboradores da companhia que impulsionam atividades e projetos locais, e já resultou em mais de 137 mil horas para organizações e causas de caridade em todo o mundo.

Tags, , , , , , ,

LinkedIn premia profissional da Thomson Reuters como melhor recrutadora social do Brasil em 2017

Patrícia Alves, Senior Talent Acquisition and Employer Branding da companhia recebeu a premiação Rockstar LinkedIn Recruiter pela eficiência na construção da marca profissional, engajamento nas mensagens corporativas e gerenciamento qualificado

A Thomson Reuters, provedora líder mundial de informação e tecnologia, anuncia que Patrícia Alves, Senior Talent Acquisition and Employer Branding da Thomson Reuters Brasil, foi nomeada, em primeiro lugar, como Rockstar LinkedIn Recruiter 2017 pelo LinkedIn. O prêmio foi entregue por Milton Beck, Presidente do LinkedIn no Brasil. Os critérios utilizados para a avaliação dos 50 executivos participantes foram extraídos do relatório do LinkedIn, Recruiter Index (LRI), que mede a eficiência dos recrutadores na construção da marca profissional, identificação dos melhores candidatos, engajamento nas mensagens e gerenciamento qualificado. A premiação ocorreu pela primeira vez no Brasil.

Para Patrícia, o reconhecimento é uma constatação da importância em acompanhar as inovações tecnológicas, como a migração dos currículos para o ambiente digital que trouxe melhorias para o processo seletivo. “Entre os principais desafios de se fazer uma gestão diferenciada está na busca ativa do recrutador para selecionar perfis que se destacam, além de um minucioso mapeamento para a descoberta de potenciais candidatos que se adequam às expectativas da empresa. Nós priorizamos, em todas as etapas do processo seletivo, entrevistas interativas que auxiliem a avaliação do recrutador, através de uma experiência única para que os candidatos se sintam à vontade durante a entrevista. Além disso, destacamos a relevância da atuação da empresa no mercado global, e damos um retorno efetivo aos candidatos participantes após a entrevista”.

Tags, , , , , ,

Thomson Reuters é vencedora do Prêmio CONFEB 2017 pela segunda vez consecutiva como melhor fornecedora no segmento de Sistemas de Tributos Indiretos

A Thomson Reuters, provedora líder mundial de informação e tecnologia, anuncia que é a vencedora do Prêmio CONFEB 2017 na categoria Sistemas de Tributos Indiretos como melhor Fornecedor do Ano. Além disso, a companhia se destacou e foi finalista em mais 6 categorias, sendo elas: Sistemas de Gestão Tributária, Sistemas de Nota Fiscal, Sistemas de Tributos Diretos, Sistema de Preço de Transferência, Sistema de Governança/Indicadores e Conteúdo Tributário/Atualização de Legislação.

A premiação faz parte de uma pesquisa com líderes de grandes empresas dos mais variados segmentos do mercado fiscal e tributário para definir quais empresas mais se destacaram nas seguintes categorias: Profissionais do Ano, Melhores Projetos do Ano, Fornecedores do Ano e Profissional Destaque do Ano.

Marcos Bregantim, Diretor Executivo da Área de Negócios de Tax & Accounting Software da Thomson Reuters no Brasil representou a companhia durante a solenidade. “Nos últimos anos, o mercado fiscal e tributário vem ganhando mais força, por conta da sua importância e diferença que ela faz como uma área estratégica dentro das empresas. E para a Thomson Reuters, essa premiação é um estímulo para continuarmos a investir na qualidade dos serviços oferecidos para garantir e atender as necessidades de todos os nossos clientes”, disse o executivo.

Este ano, a banca da premiação contou com 10 avaliadores, quantidade maior comparada ao ano anterior. Entre eles, estavam presentes professores, conselheiros e executivos do corpo executivo do CONFEB. A dinâmica da nomeação, outra novidade do evento, aconteceu durante a votação que definiu os três vencedores de cada categoria.

Essa semana a Thomson Reuters reuniu, em São Paulo, mais de 800 profissionais para debater práticas e tendências tecnológicas do mercado fiscal, tributário e de comércio exterior durante o Synergy 2017. A sexta edição do evento reuniu líderes, reguladores e especialistas que discutiram sobre a importância dessas áreas em se reinventar frente a influência da tecnologia que está cada vez mais presente nas estratégias de negócios das organizações.

Tags, , , ,

Thomson Reuters anuncia solução para microempresas que faz integração com o sistema do contador

A Thomson Reuters, provedora líder mundial de informação e tecnologia, anuncia o lançamento do OnBalance, uma plataforma SaaS que tem o objetivo de simplificar a gestão financeira de microempresários do setor de serviços. A plataforma, armazenada na nuvem, permite que o microempresário lance notas fiscais de serviço para mais de 600 municípios, emita boletos registrados e controle o fluxo de caixa, entre outros.

Entre as grandes novidades do OnBalance, é a possibilidade de enviar informações em tempo real ao contador, uma vez que a solução tem integração nativa com as soluções Domínio, da Thomson Reuters, utilizadas por mais de 20 mil escritórios de contabilidade em todo o Brasil, uma exclusividade no segmento. “Nós pensamos em uma solução intuitiva e inteligente que, além de facilitar a gestão e os negócios do contador, pudesse reduzir custos e aumentasse a produtividade da empresa, estabelecendo uma relação de parceria e amplo benefício entre o contador e o microempresário”, comenta Marcondes de Borba, Diretor da Unidade de Negócios de Impostos e Contabilidade para Profissionais da Thomson Reuters.

O OnBalance já está disponível no mercado para os microempresários e, por estar armazenado em nuvem, o acesso é feito por meio de um navegador de internet, que também inclui a utilização a partir de dispositivos móveis.

Saiba mais sobre o OnBalance, da Thomson Reuters, em: www.onbalance.com.br

Tags, , , , , ,

Thomson Reuters tratará da importância da classificação fiscal nas operações tributárias e de comércio exterior durante o SAP Forum Brasil 2017

A Thomson Reuters, provedor líder mundial de informação e tecnologia, participará da 21ª edição do SAP Forum Brasil, que será realizado nos dias 12 e 13 de setembro, no Transamérica Expo Center, em São Paulo. A companhia usará a ocasião para mostrar aos profissionais que atuam nas áreas de compliance, governança tributária e de comércio exterior como a tecnologia pode ser uma aliada dos negócios no momento de garantir que todas as operações de classificação fiscal sejam feitas corretamente.

No dia 12 de setembro, Gustavo Felizardo, Especialista em Regimes Aduaneiros Especiais da Thomson Reuters, fará a palestra “Classificação Fiscal: como ganhar mais compliance e produtividade junto com a SAP & Thomson Reuters”. O especialista vai ressaltar a importância da classificação fiscal de produtos nas operações de comércio exterior e fiscais, que é um dos maiores desafios encontrados por profissionais da área devido ao grande volume de mudanças regulatórias feita no Brasil. “O gerenciamento da classificação fiscal, dentro desse contexto, é a base para garantir o compliance nas empresas, seja na área fiscal e tributária ou de comércio exterior”, comenta Gustavo. “No Brasil, assim como em diversos outros países, as alterações regulatórias são quase que diárias. Isso torna imprescindível o uso de uma solução que fomente em tempo real todas essas mudanças e faça com que as companhias diminuam os riscos e evitem tomar multas”, finaliza o especialista.

Para se ter uma dimensão desse contexto, a Thomson Reuters e a KPMG, em uma pesquisa global, identificaram que a Classificação Fiscal de Mercadorias foi apontada como principal risco entre os profissionais de Comércio Exterior atuantes na América Latina. Para 90% dos entrevistados, a classificação de produtos é um dos maiores desafios e, essa preocupação, se reflete no atual ambiente de sanções fiscais que as empresas vivenciam, em especial, no Brasil.

A Thomson Reuters estará presente no estande Prata N.º 13. Veja abaixo os detalhes da palestra de Gustavo Felizardo.

Tags, , ,

Thomson Reuters amplia oferta de cursos para solução ONESOURCE Mastersaf

A Thomson Reuters, provedora líder mundial de informação e tecnologia, está ampliando a sua rede de education partners no Brasil. Os novos parceiros juntam-se à líder em solução fiscal do país na oferta dos cursos da Academia DW para a solução ONESOURCE Mastersaf. Entre os primeiros acordos da parceria estão a Fontoura Education, centro de treinamento oficial de diversas empresas multinacionais, a Ka Solution, maior centro de treinamento da América Latina para soluções de TI, e a BuiltCode, especializada em treinamentos à distância.

O ONESOURCE Mastersaf da Thomson Reuters tem soluções completas e integradas para simplificar, otimizar e desenvolver gestão fiscal e tributária. Com a oferta ampliada de cursos à distância, os profissionais de todo o país conseguirão realizar a gestão das complexidades da legislação tributária brasileira em compliance com as constantes alterações regulatórias nos âmbitos Federal, Estadual e Municipal.

“Estas parcerias, que ampliam nossa oferta de cursos, são estratégicas também por proporcionar um aumento de empregabilidade para o setor, expandindo a qualificação técnica dos profissionais brasileiros que, por sua vez, elevarão a qualidade e a velocidade dos projetos de implementação fiscal e tributária em nossos clientes atuais e futuros”, explica Mauricio Lubachescki, Gerente de Treinamento ao Mercado da Thomson Reuters.

“O ambiente regulatório brasileiro muda a cada minuto e, para acompanhá-lo, as nossas soluções estão em constante evolução. A disponibilização desse tipo de treinamento por meio de parceiros estratégicos é parte essencial para nossa missão de prover respostas confiáveis às corporações e seus profissionais”, completa Santiago Ayerza, Presidente da Thomson Reuters no Brasil.

Por meio dos parceiros, os profissionais terão formação nos cursos da Academia DW por módulos ou de forma completa, com investimentos que já contemplam Exames de Certificação nas cidades de Porto Alegre (RS), São Paulo (SP) e Rio de Janeiro (RJ). Mais informações sobre a grade de cursos da Academia DW estão disponíveis no site: https://thomsonreuters.com.br/pt/tax-accounting/onesource-mastersaf/suporte-treinamento/treinamentos.html.

Tags, , , , ,

Estudo da Thomson Reuters aponta que gestão de impostos indiretos é um dos principais desafios para 9 em cada 10 empresas no Brasil

A Thomson Reuters conduziu um levantamento que apresenta os principais desafios que as corporações enfrentam na gestão de impostos indiretos. A sondagem de opinião realizada com 39 líderes de área de impostos e finanças de grandes empresas durante o Synergy 2016 – evento global que discute o papel da tecnologia na transformação da área contábil, fiscal e de gestão do comércio exterior – aponta que a automatização de processos é de grande relevância, já que com o formato manual há muita vulnerabilidade em um ambiente regulatório como o do Brasil.

Entre os entrevistados, 89% consideram a gestão de impostos indiretos um desafio para suas empresas. Os principais desafios e dificuldades estão em manter-se em compliance e evitar possíveis penalidades e juros, além da dependência do departamento de TI para atualizar a política fiscal.

O Brasil apresenta um alto volume de alterações tributárias: cerca de 17 mil alterações anuais – desse total, 60% são de tributos indiretos. Atualmente, a maioria das empresas realiza cálculos manuais destes tributos. “Neste cenário de constantes mudanças, os processos manuais ficam suscetíveis a erros, que por sua vez levam a inconformidades. Isso gera gastos desnecessários com multas, além de sobrecarga à equipe fiscal da empresa para regularização. Experiências com empresas de 189 países apontam que com automatização de processos é possível reduzir em até 70% o custo operacional relacionado aos impostos indiretos”, afirma Renato Promenzio, especialista em soluções fiscais e tributárias da Thomson Reuters.

Ainda de acordo com o estudo, 94,9% dos profissionais gostariam de dedicar mais tempo à análise de dados e tomada de decisões mais estratégicas para a gestão fiscal das empresas. Mais de um quarto dos profissionais (25,6%) afirma que de 40% a 60% do tempo de suas equipes é dedicado à atualização sobre políticas fiscais.

A relação da tecnologia para a gestão fiscal e tributária já praticamente uma unanimidade entre os profissionais, quase 100% acredita que a tecnologia simplifica a gestão de impostos indiretos e que a automação de impostos indiretos simplifica o processo de conformidade fiscal.

“Com uma gestão automatizada, a área fiscal elimina a necessidade de envolver o departamento de TI ou de contratar terceiros para realizar processos manuais. Assim, pode se dedicar à análise e ao planejamento e assumir um papel mais estratégico nas corporações”, conclui Promenzio.

Tags, , , ,

Clarivate Analytics indica os 100 Principais Inovadores Globais 2016

Clarivate Analytics 2016 Top 100-Infographic

A Clarivate Analytics, antiga divisão de propriedade e ciência da Thomson Reuters, anunciou hoje a tão esperada lista dos 100 Principais Inovadores Globais 2016. O relatório homenageia as empresas e as instituições mais inovadoras no mundo conforme definido pela análise sólida de dados exclusivos e proprietários. A empresa revelou também a nova identidade da marca após a venda da divisão para a Onex Corporation e Baring Private Equity Asia em outubro de 2016.

Em seu sexto ano, o relatório dos 100 Principais Inovadores Globais 2016 revela uma mudança proeminente em estratégia entre os principais inovadores do mundo. Particularmente, o volume de patentes arquivado apresentou uma redução enquanto que os índices de concessão elevaram-se. Esta tendência, combinada com um significativo compromisso com gastos em P&D, demonstra um maior compromisso com a qualidade do que com a quantidade para a comercialização de novas invenções. Conjuntamente, as empresas na lista geraram uma receita de acima de $4 trilhões em 2015 e gastaram mais de $227 bilhões em pesquisas e desenvolvimento. Em média, os principais 100 inovadores globais em 2016 investiram 9,1 por cento mais em P&D do que aqueles no S&P 100, destacando a importância dada à inovação.

O estudo deste ano revelou também uma diversificação mais ampla dentro dos portfólios de patentes dos principais inovadores. Canon, General Electric e Hitachi estão investindo significativamente em dispositivos médicos, ao passo que a Google está desenvolvendo um carro autônomo e a Amazon participa ativamente na tecnologia dos drones. Os dados no relatório deste ano demonstram que o caminho para a inovação não é mais linear.

“O dia de hoje assinala um marco para a Clarivate Analytics ao caminharmos em direção ao futuro com a publicação de nosso relatório dos 100 Principais Inovadores Globais sob a nova identidade de nossa marca”, disse Jay Nadler, CEO. “Acreditamos que o poder da inovação é um fator determinante e fundamental do bem-estar econômico, da vantagem competitiva e do sucesso, representando a essência de nossa empresa – acelerar o passo da inovação. Utilizando a visão da Web of Science, Derwent and Cortellis, nossa metodologia dos 100 Principais Inovadores Globais é puramente baseada em dados e elimina qualquer ambiguidade quanto ao que torna uma organização inovadora. E por isso parabenizamos aqueles que proporcionaram ganhos significativos dando início à próxima era de inovação global.”

A metodologia usada nos 100 Principais Inovadores Globais 2016 da Clarivate Analytics é a única análise objetiva de volume de patentes, índices de sucesso concedido às patentes, alcance global e influência da invenção para identificar sem parcialidade as organizações mais inovadoras do mundo.

Os Principais 100 Inovadores Globais 2016 da Clarivate Analytics são:

3M Company

Fujitsu

Nokia

Abbott Laboratories

General Electric

Novartis

Advanced Micro Devices

Google (now Alphabet Inc.)

NTT

Air Products

Hitachi

NXP Semiconductors

Aisin Seiki

Honda Motor

Olympus

Alstom

Honeywell International

Omron

Amazon

Huawei

Oracle

Analog Devices

IFP Energies Nouvelles

Panasonic

Apple

Intel

Philips

Arkema

InterDigital

Qualcomm

BASF

Johnson & Johnson

Renesas

Bayer

Johnson Controls

Roche

Becton Dickinson

JTEKT

Safran

Boeing

Kawasaki Heavy Industries

Saint-Gobain

Boston Scientific

Kobe Steel

Samsung Electronics

Bridgestone

Komatsu

Seagate

Bristol-Myers Squibb

Kyocera

Seiko Epson

Broadcom

LG Electronics

Shin-Etsu Chemical

Cannon

Lockheed Martin

Showa Denko

Chevron

LSIS

Sony

CNRS, Centro Nacional de Pesquisa Científica da França

Makita Corporation

Sumitomo Electric

CEA

Marvell

Symantec

Corning

MediaTek

TE Connectivity

Daikin Industries

Medtronic

Thales

Delphi Automotive

Merck

Toshiba

Dolby Laboratories

Micron

Total S.A.

Dow Chemical Company

Microsoft

Toyota Motor

DuPont

Mitsubishi Heavy Industries

University of California

Emerson Electric

NEC

Valeo

Ericsson

Nike

Xerox

Exxon Mobil

Nippon Steel & Sumitomo Metal

Xilinx

Fraunhofer

Nissan Motor

Yamaha

Fujifilm

Nitto Denko

Yaskawa Electric

Yazaki

Para mais informações sobre o programa dos 100 Principais Inovadores Globais 2016 da Clarivate Analytics e para fazer o download do relatório acesse: http://top100innovators.stateofinnovation.com/.

Tags, , , ,

Compliance tributário precisa estar no foco da gestão de empresas, afirma consultor

Carlos Nascimento, especialista em soluções fiscais e tributárias da Thomson Reuters fala sobre a Sped Fiscal e compliance tributário em Café da Manhã Fiscal, em Curitiba, organizado pela empresa de tecnologia 4Results em parceria com o Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças – IBEF PR. Com o Tema “Cenário Fiscal Atual e as Projeções Futuras”, o palestrante apresentou um cenário fiscal em transição, que impõe forte mudança cultural com a quebra de paradigmas. Veja como foi o evento, que aconteceu no Palacete dos Leões, sede do BRDE – Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul.

Tags, , , ,

Empresas precisam adotar modelo de gestão com foco em compliance tributário, aponta consultor

“O modelo tributário brasileiro exige uma gestão empresarial consciente e atenta à dinâmica legislativa e capacitada para rapidez na tomada de decisões. É relevante que as empresas adotem um modelo de gestão com foco no compliance tributário, que envolva toda sua cadeia de operações e os respectivos tributos, para mitigar possíveis riscos”. A afirmação é do consultor Carlos Nascimento, especialista em soluções fiscais e tributárias da Thomson Reuters.

Dia 14 de julho, Carlos Nascimento vai participar de um Café da Manhã Fiscal, em Curitiba, organizado pela empresa de tecnologia 4Results em parceria com o Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças – IBEF PR. Com o Tema “Cenário Fiscal Atual e as Projeções Futuras”, o palestrante vai falar sobre um cenário fiscal em transição, que impõe forte mudança cultural com a quebra de paradigmas. “Vamos compartilhar nossa visão do modelo de gestão do governo digital e o impacto sobre as empresas. Estamos em um processo de reconstrução sob vários aspectos com relação à questão tributária”, explica.

Café da Manhã Fiscal
Data: 14 de julho de 2016
Horário: 8h30
Local: Palacete dos Leões
Av. João Gualberto, 570 – Curitiba – Paraná

Saiba mais em http://www.4results.com.br

unnamed-1

Tags, , , , ,