Tag Shawn Rosemarin

Em visita ao Brasil, VP da Hitachi Data Systems aponta as principais tendências para o mercado em 2017

Shawn Rosemarin - Vice Presidente de Soluções e Produtos das Américas da Hitachi Data Systems (HDS)

Shawn Rosemarin – Vice Presidente de Soluções e Produtos das Américas da Hitachi Data Systems (HDS)

O Vice-Presidente de Soluções e Produtos das Américas da Hitachi Data Systems (HDS), Shawn Rosemarin, e o SVP e General Manager, Barry Morrison estão em uma rápida visita ao nosso país. Na oportunidade, eles apresentaram a visão da HDS para o futuro do mercado de tecnologia, como a estratégia de dados e o Big data como principais tendências de 2017.

Para a HDS, as empresas já possuem praticamente toda informação que necessitam. O próximo passo é colocar esses dados para trabalhar e, assim, criar estratégias eficazes para monetizar essas informações. O Big data continua em alta, principalmente com a economia gerada pela tecnologia Flash, mas a Transformação Digital depende do uso estratégico dos dados coletados e analisados. A Internet das Coisas (IoT) também terá um papel de destaque no ano, considerando principalmente que, em pouco tempo, os maiores geradores de informações não serão mais as pessoas, mas as máquinas.

“Olhando pela perspectiva da indústria, vemos que muitas coisas estão acontecendo ao mesmo tempo, mas é preciso focar no que é mais importante para garantir agilidade e economia”, explica o VP Shawn Rosemarin. “Ainda em 2017, nossa principal moeda serão os dados. Aqueles que conseguem monetizá-los com facilidade e rapidez com certeza terão uma importante vantagem competitiva.”

A questão agora não gira mais em torno da consolidação dos Data Centers, e sim sobre a consolidação de dados em múltiplos clouds (público e privado), além de aplicações como Enterprise e SaaS.

“A Hitachi não oferece apenas uma solução de armazenamento de dados para seus clientes. Nós apresentamos um caminho claro que passa pela gestão de dados, governança, mobilidade de acesso e data analytics. O sucesso de nossos clientes, nos mais diferentes setores, apenas ressalta o valor da nossa experiência e confirma que estamos trabalhando com a estratégia correta. Por isso, a Transformação Digital é uma de nossas apostas mais fortes para este ano”, comenta o VP da HDS.

Mais do que empresas usando seus dados de forma estratégica, teremos a aplicação desses dados em verdadeiras Cidades Digitais, que funcionarão de acordo com os principais insights conseguidos através de estratégia de dados e big data. Teremos cada vez mais um trabalho integrado entre tecnologia, finanças e o desenvolvimento das cidades.

Crescimento

Vale mencionar também que na última pesquisa sobre grandes empresas de armazenamento de dados, a Hitachi foi a única com resultado positivo no setor, com um crescimento de 9,2% em sua renda. As outras empresas tiveram, em média uma queda de 3,2%. O quadro é ainda mais alarmante quando consideramos que a quantidade de dados armazenados aumentou 33,2%. Armazenar dados ficou mais barato, mas essa não é uma boa notícia para o setor.

O bom resultado da empresa deve-se muito ao seu papel de destaque no setor, além da sua ampla segmentação do espectro de trabalho. “A HDS apresenta um trabalho muito diversificado e acredito que isso é fundamental para criar a transformação digital que as empresas precisam e que a nossa sociedade merece”, comenta Shawn Rosemarin.

O VP de Soluções e Produtos, Shawn Rosemarin e o SVP e General Manager, Barry Morrison, fazem parte da equipe de líderes da Hitachi responsável pelas estratégias de marketing, desenvolvimento de negócios e estabelecimento de vendas e suporte.

Mesmo com mercado em queda, HDS tem crescimento de 9,2%, segundo a IDC

Empresas do mercado mundial de armazenamento de dados tiveram queda de receita de 3,2%

Apesar do rápido crescimento das demandas de Big Data e estratégia de dados, o mercado de armazenamento e cloud computing passaram por um momento financeiro complicado. Segundo dados da IDC, as empresas da área tiveram uma queda de 3,2% no faturamento, mesmo com o crescimento em 33,2% do total de bits armazenados. A única grande empresa do setor que teve um bom desempenho no período foi a Hitachi Data Systems (HDS), com um crescimento de 9,2% na sua receita, no Q3 (terceiro quarter) de 2016.

“Muitas empresas estão movendo seus dados para nuvens públicas, não pelo preço ou por performance, mas porque algumas das grandes empresas não estão conseguindo manter-se relevantes diante das estratégias de data center na nuvem pública”, explica o Vice-Presidente de Soluções e Produtos das Américas, Shawn Rosemarin. “A questão agora não é mais saber coletar e armazenar esses dados, mas encontrar oportunidades para transformar esse material em algo estratégico, verdadeiramente tangível e lucrativo. Os dados precisam apresentar valor para o seu negócio.”

Para Rosemarin, o bom resultado da HDS deve-se principalmente a sua variedade de serviços e produtos, além da sua visão de futuro. Trabalhando sempre com o objetivo principal de levar a Transformação Digital para todos os seus clientes, se posicionando naturalmente como um dos principais players desse mercado.

“Nossos clientes já possuem as ferramentas para obter dados e para armazená-los em segurança. O trabalho agora é garantir que eles tenham ferramentas que permitam transformar esses dados em verdadeiros insights, em oportunidades para melhorar sua dinâmica de trabalho e garantir maior lucratividade.”, explica o VP.

O papel atual da HDS não é mais consolidar os dados dentro dos Data Centers, mas sim criar uma consolidação desses dados através de múltiplas nuvens – sejam elas públicas ou privadas – e aplicações, como Enterprise ou SaaS.

“Conseguimos um resultado tão diferente das outras empresas justamente por pensarmos diferente. Nós apresentamos um caminho claro para nossos clientes, que passa pela gestão de dados, governança, mobilidade de acesso e data analytics. O sucesso de nossos clientes, nos mais diferentes setores, apenas ressalta o valor da nossa experiência e confirma que estamos trabalhando com a estratégia correta”, afirma o VP.

A Hitachi vem apostando cada vez mais no uso da tecnologia Flash, em sistemas que sejam facilmente compatíveis com novas tecnologias e que ajudem a melhorar ainda mais o ROI das companhias. Vale destacar também o trabalho com dados não estruturados, realizado com o Hitachi Content Platform (HCP), que tem impulsionado um novo crescimento na capacidade de armazenamento de seus clientes.

O crescimento diferenciado da HDS está totalmente relacionado ao fato da empresa encorajar seus clientes a irem muito além do armazenamento, trabalhando com a monetização de dados por meio de analytics e IoT. “Nossa meta é de sempre continuar a ajudar nossos clientes a entenderem que a informação é o recurso mais valioso que eles possuem, sendo um material indispensável para a construção de sua estratégia dentro do mundo 4.0”, finaliza o VP da HDS, Shawn Rosemarin.

Tags, , , ,