Tag recrutadores

LinkedIn analisa carreira de recrutador no Dia do Profissional de Recursos Humanos

Estudo compara as gerações de recrutadores e revela a evolução da profissão, habilidades e a força de suas atuais ferramentas

Qual é o perfil e habilidades dos recrutadores modernos? Para celebrar o Dia do Profissional de Recursos Humanos, comemorado em 03 de junho, o LinkedIn, a maior rede profissional do mundo, analisou como eram os recrutadores antigamente e traçou um paralelo entre as diversas gerações até os dias de hoje. Clique aqui e confira o infográfico.

A principal diferença entre os profissionais do passado para os de agora são as ferramentas utilizadas na busca por candidatos. O avanço da tecnologia revolucionou essa área. Enquanto nos anos 40 existiam apenas as agendas de contato, os cartões de visita e máquinas de escrever, atualmente a principal ferramenta dos recrutadores é a internet e as redes sociais, o que trouxe mais assertividade e rapidez nas contratações e, principalmente, capacidade de segmentação em alta escala. Isso significa que, hoje em dia, é muito mais fácil encontrar o profissional certo para preencher uma vaga sem, obrigatoriamente, ser uma pessoa conhecida ou próxima dos contatos do recrutador.

“Ao analisarmos como os recrutadores atuavam em cada geração, podemos enxergar que, até os anos 2000, a principal busca e triagem estavam entre os profissionais ativos, ou seja, aqueles que buscam ativamente por recolocação ou uma oportunidade”, afirma Bernardo Brandão, gerente de Soluções de Talentos do LinkedIn para a América Latina. “Com os avanços da internet e das redes sociais profissionais, o perfil mudou e, atualmente, temos também um forte contato com profissionais passivos. Esses profissionais, por mais que não estejam procurando novos empregos, são abertos a conversas e possíveis negociações”.

De acordo com Bernardo, o recrutador deixou de atuar de modo meramente operacional e focado somente na seleção dos profissionais que se candidatavam a uma vaga para ser um profissional estratégico, que utiliza os canais digitais e as redes social profissionais para promover a marca empregadora das suas empresas, aplicando os conceitos de marketing em recrutamento e conhecendo profundamente o negócio da empresa, além de trabalhar em parceria com as áreas de negócio, marketing e comunicação, transformando-se em um conselheiro estratégico para as organizações.

“Com isso podemos destacar que as habilidades de recrutamento, triagem, entrevista, aquisição e gestão de talentos foram ampliadas e aprimoradas com o passar do tempo. E com o grande volume de candidatos, os recrutadores modernos precisam ter um olhar mais clínico para conseguir recrutar, não só profissionais técnicos, mas também aqueles adaptáveis a diferentes situações e de valores similares ao de sua empresa ou cliente”, explica.

Tags, , , , ,